José Dirceu

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José Dirceu
José Dirceu
José Dirceu em outros projetos:

José Dirceu de Oliveira e Silva (nasceu dia 16 de março de 1946, em Passa-Quatro, Minas Gerais, Brasil) é um político e advogado brasileiro.


  • “Nós, no momento histórico que nós estamos vivendo, num período histórico que não é revolucionário, apesar que, na América do Sul, houve levantes populares no Chile, mas nós estamos vendo as limitações, inclusive na eleição; houve no Equador; houve na Bolívia, felizmente, bem-sucedido, mas nós estamos vendo as limitações; houve na Colômbia; nós ganhamos eleições, perdemos duas, mas fizemos 49,6% no Uruguai, 47,5, ou seja, é uma situação de equilíbrio de correlação de forças na América do Sul. Nós voltamos a ter governos progressistas. Esse é o período que nós estamos vivendo. O projeto político nosso é de disputar as eleições e ganhar e defender os interesses da classe trabalhadora, os interesses nacionais. Evidentemente, criar as bases para o nosso projeto socialista. Quando você mantém as estatais, mantém os bancos públicos, cria uma economia solidária, democratiza as relações de poder em todos os âmbitos, não só do Estado, mas inclusive das empresas, e também das sociedades, né? Quando você cria empresas mistas, quando o país volta a ter soberania sobre a política econômica dele, porque nós não temos, e com essa abertura financeira nós não teremos, porque a economia brasileira daqui a pouco está dolarizada, você está criando as bases para uma mudança no regime. É isso o que eu posso dizer, é assim que eu vejo”.
- Em entrevista ao Opera Mundi: youtube.com/watch?v=hjEshMnAcDU&t=3541s — 17 de dezembro de 2021
  • “Se a Dilma governasse até o final do governo dela, o Lula sendo candidato em 18, nós venceríamos a eleição. Aliás, ele venceria em 18 com tudo o que aconteceu ou, em liberdade, elegeria o Haddad. Pode, pode... quer dizer, não há como fazer contra, né... na história, você não pode, você... mas, a possibilidade era grande. Podia acontecer qualquer fato, como acontece às vezes, né, que impedisse isso, ou erros nossos como foi a facada ao Bolsonaro, então, você vai lá e... como foi a decisão do Fachin!”
- Em entrevista ao canal Tutaméia: youtube.com/watch?v=LO3qDOSgrmg&t=41m38s — 11 de maio de 2021
  • “As vitórias eleitorais no México, na Argentina, na Bolívia, e espero, agora, no Peru, o empate no Uruguai, no Equador, as rebeliões no Chile, no Equador, na Colômbia, na Bolívia, mostram que está na ordem do dia, de novo, creio que com a vitória nossa, aqui, no Brasil, a integração. Espero podermos a partir de 23 estender, de novo, a mão para o povo cubano que foi tão solidário conosco na luta contra a ditadura; e o Mais Médicos é o maior exemplo”.
- Em live — maio de 2021
- Fonte: Renova Mídia — 8 de junho de 2021
  • “Eu estava na trincheira da prisão, agora estou aqui, de novo, na trincheira da luta. Agora não é por Lula livre. Agora é para nós voltarmos a tomar o governo do Brasil. E pra isso a gente precisa deixar claro o que nós somos: nós somos petistas, de esquerda e socialistas; nós somos tudo ao contrário do que esse governo está fazendo.”
- Em vídeo gravado ao lado do também petista Emídio de Souza — Curitiba, 9 de novembro de 2019
- Vídeo no YouTube: youtube.com/watch?v=8QP5N22aC-4
  • “A pior ameaça que nós vamos viver é o Escola sem Partido porque a Cultura e a Educação é onde estão as mentes e os corações”.
- Fonte: Vídeo — www.youtube.com/watch?v=9Sc0Np8PtMo — gravado em lançamento de autobiografia de José Dirceu numa pizzaria de Belo Horizonte/MG — 13 de novembro de 2018
  • “Devia tirar todos os poderes do Supremo e ser só Corte Constitucional. O Judiciário não é um poder da República. Nossa Constituição estabeleceu três poderes, mas só existem dois poderes – dos eleitos, que têm soberania popular, do Legislativo e do Executivo. O Judiciário é um órgão (…). Estamos caminhando para uma ditadura do Judiciário.”
- Fonte: O Antagonista — 01 de outubro de 2018
  • “Dentro do país é uma questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição.”
- Fonte: El País — 26 de setembro de 2018
  • "Eu só voto no Lula, e só faço campanha, se ele disser o que vai fazer no segundo mandato."
- Fonte: Revista ÉPOCA, Edição 397 . 26 de dezembro de 2005.
  • "Contesto taxativamente a suposição de que Roberto Marques, que é meu amigo, e não meu assessor, tenha sido autorizado a sacar dinheiro das contas de empresas do senhor Marcos Valério."
- José Dirceu, em nota oficial (julho de 2005)
- Fonte: Revista VEJA, Edição 1937 . 28 de dezembro de 2005.
  • "Não chorei durante a crise toda. Se tivesse chorado, talvez não tivesse sofrido tanto. Continuo bastante carente, mas já passou"
- JOSÉ DIRCEU, ministro-chefe da Casa Civil, mostrando um lado sensível depois do escândalo gerado pelo seu ex-assessor Waldomiro Diniz
- Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 248 (10/05/2004)
  • "Você acha mesmo que estou enfraquecido no governo? Espere e verá."
- José Dirceu, ministro da Casa Civil, sobre seu suposto desprestígio junto ao presidente Lula.
- Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 255 (28/06/2004)

Sobre[editar]

  • "Frestão! Frestão!*"
- Fonte Revista Veja n. 1934
- Yves Hublet, escritor curitibano, dando bengaladas no deputado Zé Dirceu dois dias antes de sua cassação
- Frestão (ou Fristão): Sábio feiticeiro a quem Dom Quixote acusa de ter tentado roubar-lhe a glória das vitórias épicas contra os gigantes transformando-os em moinhos de vento; na obra de Miguel de Cervantes