Socialismo

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Socialismo classico é um sistema politico onde todos os meios de produção pertencem à coletividade, onde não existe o direito à propriedade privada e, as desigualdade sociais são pequenas, pois é um sistema de transição para o comunismo - onde não existe mais Estado nem desigualdade social - portanto o Estado socialista deveria diminuir gradualmente até desaparecer.



  • "Tínhamos um programa avançado, mas ainda acreditávamos no socialismo".
- Roberto Freire relembrando as eleições presidenciais brasileiras de 1989, quando foi candidato à Presidência pela primeira vez, disputando a eleição pelo PCB (Partido Comunista Brasileiro).
- Fonte: Site do UOL
  • "Enquanto o capitalismo e o socialismo existirem, não poderemos viver em paz. No fim, um ou outro terá de triunfar – um réquiem será cantado sobre a República Soviética ou sobre o mundo capitalista."
- Vladimir Lenin citado em Revista Veja, Especial 2000
  • "O capitalismo é um pecado capital. O socialismo pode ser uma virtude cardeal: somos irmãos e irmãs, a terra é para todos e, como repetia Jesus de Nazaré, não se pode servir a dois senhores, e o outro senhor é precisamente o capital. Quando o capital é neoliberal, de lucro onímodo, de mercado total, de exclusão de imensas maiorias, então o pecado capital é abertamente mortal."
- Dom Pedro Casaldáliga citado em "Virtude cardeal", Revista Fórum, Edição 57 • Dezembro de 2007
  • "O vício inerente ao capitalismo é a distribuição desigual de benesses; o do socialismo é a distribuição por igual das misérias."
- The inherent vice of capitalism is the unequal sharing of blessings; the inherent virtue of socialism is the equal sharing of miseries.
- The sinews of peace: post-war speeches - página 23, Sir Winston Churchill, Winston Churchill - Cassell, 1948 - 256 páginas
  • "É uma questão de formar uma nova consciência do estado que inclua todo cidadão produtivo. Já que os políticos do momento não querem nem tem como criar uma tal situação, o socialismo só será conquistado com luta."
- Joseph Goebbels; Fonte: "Die verfluchten Hakenkreuzler. Etwas zum Nachdenken" (1932)
  • "O PT diz ter um programa operário. Mas é um programa de radicais de classe média que imaginam representar a classe operária, e não os operários, porque estes querem mesmo é se integrar à sociedade de consumo, ter empregos, boa vida etc. Não lhes passa pela cabeça coisas como socialismo."
- Paulo Francis
  • "O socialismo não é uma sociedade beneficente, não é um regime utópico, baseado na bondade do homem como homem. O socialismo é um regime a que se chega históricamente e que tem por base a socialização dos bens fundamentais de produção e a distribuição equitativa de todas as riquezas da sociedade, numa situação de produção social. Isto é, a produção criada pelo capitalismo: as grandes fábricas, a grande pecuária capitalista, a grande agricultura capitalista, os locais onde o trabalho humano era feito em comunidade, em sociedade; mas naquela época o aproveitamento do fruto do trabalho era feito individualmente, pela classe exploradora, pelos proprietários jurídicos dos bens de produção."
- E. Che Guevara - página 172, Ernesto Guevara, Eder Sader - Editora Atica, 1981 - 216 páginas
  • "O ateísmo marxista é absoluto. No entanto, ele restabelece o ser supremo ao nível do homem. A crítica da religião chega a esta doutrina na qual o homem é para o homem o ser supremo. Sob este ângulo, o socialismo é um empreendimento de divinização do homem e adquiriu certas características das religiões tradicionais".
- Albert Camus; O Homem Revoltado.
  • "É divertidíssima a esquizofrenia de nossos artistas e intelectuais de esquerda: admiram o socialismo de Fidel Castro, mas adoram também três coisas que só o capitalismo sabe dar - bons cachês em moeda forte; ausência de censura e consumismo burguês. Trata-se de filhos de Marx numa transa adúltera com a Coca-Cola..."
- Roberto Campos in "Na virada do milênio", ‎Página 160, de Roberto de Oliveira Campos - Publicado por Topbooks, 1999 - 486 páginas
  • "O colapso do socialismo não foi mero acidente histórico, resultante da barbárie da União Soviética ou da perversão de carniceiros como Stalin e Mao Tsé-Tung. Era algo cientificamente previsível. Os aludidos cientistas sociais teriam certamente chegado a essa conclusão se, ao invés de treslerem a história, tivessem lido os grandes liberais austríacos."
- Roberto Campos in "Na virada do milênio", ‎Página 44, de Roberto de Oliveira Campos - Publicado por Topbooks, 1999 - 486 páginas
  • "Capitalismo é a exploração do homem pelo homem. O Socialismo é o contrário".
- Stanislaw Ponte Preta (citado por Francisco Quinteiro Pires em artigo de 16/09/08, "Sérgio Porto, o retrato do presente", jornal "O Estado de São Paulo - Caderno 2").
  • “Sim, Mussolini percebeu que o socialismo e o nacionalismo combinados tinham mais apelo às massas do que o socialismo isoladamente. Sim, Mussolini percebeu que o socialismo seria mais forte se o aliasse com a Igreja ao invés de destruí-la. Sim, Mussolini percebeu que a completa e massiva expropriação da propriedade privada destruiria a economia. E sim, Mussolini percebeu que a palavra "socialismo" alienaria milhões de italianos que, de outra forma, se mostrariam receptivos à sua mensagem. Mas isto não faz de Mussolini um socialista radical que traiu tudo aquilo em que acreditava, mas sim um socialista radical que se livrou de alguns dogmas socialistas periféricos que o separavam do poder absoluto. Se tivesse mantido a etiqueta socialista e evitado a aliança com Hitler, talvez Mussolini fosse hoje um ícone da esquerda tão grande como Che Guevara.”
- Bryan Caplan, economista norte-americano, em The Pageant of World History vs. Wikipedia: The Case of Mussolini — 20 de junho de 2012
  • Socialismo significa a elevação e a purificação da consciência individual, e sua implantação será o resultado de uma larga série de esforços. Todos, na verdade, do profissional ao operário, podem por uma pedra neste edifício, realizando um ato socialista todos os dias e preparando, assim, a derrocada da sociedade existente.”
- Fonte: MUSSOLINI, Benito. Opera Omnia II, p. 5.
  • “Aqueles que não querem o reconhecimento de um socialismo alemão não têm o direito de chamar-se nacionais.”
- Fonte: GÖRING, Hermann. Nacionalismo e Socialismo — Berlim, 9 de abril de 1933.
  • “Apenas o nacionalismo protege um povo de forças externas, de forma que o socialismo serve às necessidades domésticas de um povo. Queremos que a força do povo seja despendida para os anseios da nação, forjando o povo mais uma vez numa unidade forte. O cidadão tem de voltar a ter a sensação de que, mesmo se estiver em uma posição menor e mais simples, que a sua vida e as oportunidades estão asseguradas.”
- Fonte: GÖRING, Hermann. Nacionalismo e Socialismo — Berlim, 9 de abril de 1933.
  • “O socialismo marxista foi degradado a uma preocupação apenas com o pagamento ou o estômago. O nacionalismo burguês degradou-se em estéril hiper-patriotismo. Ambos os conceitos, portanto, devem ser limpos e mostrados ao povo de novo, de uma forma clara como cristal. O nacionalismo de nossa visão de mundo chegou no momento certo. Nosso movimento tomou o conceito de socialismo dos marxistas covardes, e rasgou o conceito de nacionalismo dos partidos burgueses covardes, jogando ambos no caldeirão de nossa cosmovisão, produzindo uma síntese clara: o Nacional-Socialismo alemão. O qual forneceu a base para a reconstrução de nosso povo. Assim, esta revolução foi Nacional-Socialista.”
- Fonte: GÖRING, Hermann. Nacionalismo e Socialismo — Berlim, 9 de abril de 1933.

Veja também[editar]

Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Socialismo.