Aécio Neves

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Aécio Neves
Aécio Neves
Aécio Neves em outros projetos:

Aécio Neves da Cunha (Belo Horizonte, 10 de março de 1960) é um político brasileiro.


  • “Ele [Fidel Castro] foi um líder que emocionou, sobretudo, os mais jovens mundo afora, com o sonho de uma sociedade igualitária.”
- Sobre Fidel Castro, por ocasião de sua morte — Em reportagem do Jornal Nacional — 25 de novembro de 2016
  • “Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara.”
- Acertando com Joesley Batista a entrega de uma mala com R$ 2 milhões.
- Fonte: UOL Notícias — 17 de maio de 2017.
  • “Para a direita não adianta me empurrar que eu não vou.”
- Fonte: O Globo — 09 de novembro de 2014.
  • “Temos uma política externa equivocada do governo Bolsonaro. Saímos de uma política com viés ideológico de esquerda que fez muito mal para o país, como exemplo o apoio ao governo Maduro na Venezuela, mas começo a ver outra face da mesma moeda. O governo Bolsonaro busca um alinhamento à direita que não corresponde à tradição da política externa brasileira, que é de equilíbrio”.
- Fonte: O Antagonista — 4 de maio de 2019
  • "Só os valores democráticos são capazes de apontar o caminho a uma sociedade em crise de confiança, frustrada em seus sonhos e insegura com seu futuro. E, principalmente, indignada com a realidade que vivencia."
- Aécio Neves
- Fonte [1]
  • "Veio a revolução de 64, um período de grande concentração de poder nas mãos da União".
- Aécio Neves
- Fonte [2]
  • "Pouco adianta a presidente reafirmar no concerto internacional a posição do Brasil como país aberto, democrático, que respeita as regras internacionais, se, na prática, damos guarida a governos autoritários que desprezam a democracia e o estado de direito."
- Aécio Neves
- Fonte [3]
  • "A versão que ela apresentou é absolutamente contraditória ao que disse, no Congresso Nacional, o então presidente da Petrobras, (Sérgio) Gabrielli. Ele disse o contrário, que tomou a medida pensada, estudada, porque, segundo ele, naquele momento a conjuntura de mercado orientava para os benefícios daquela ação."
- Aécio Neves Em entrevista coletiva no dia 20 de março de 2014.
- Fonte PSDB
  • "A presidente contradiz a diretoria anterior da Petrobras. É preciso que o Brasil saiba a verdade."
- Aécio Neves Em entrevista coletiva no dia 20 de março de 2014.
- Fonte PSDB
  • "Se houve um encaminhamento equivocado por parte da diretoria internacional, como atesta a nota da presidente da República, o esperado é que aquele que fez esse encaminhamento ou fosse demitido ou fosse investigado. Mas ele foi promovido, no governo da própria presidente Dilma Rousseff, e ocupa a diretoria na BR Distribuidora. Isso é inaceitável."
- Aécio Neves Em entrevista coletiva no dia 20 de março de 2014.
- Fonte PSDB
  • "Talvez, em todo esse momento mais recente da vida política brasileira, não tenha havido uma denúncia tão grave e de tantas consequências para o Brasil como essa. Portanto, nós vamos, na próxima terça-feira, nos reunir à oposição no Congresso Nacional e construir um grande esforço para que possamos ter a CPI da Petrobras."
- Aécio Neves Em entrevista coletiva no dia 20 de março de 2014.
- Fonte PSDB
  • "Esse ‘modus operandi’ do PT não é mais aceito pela sociedade brasileira. Depois o governo se pergunta: por que as pessoas estão na rua? Por que essas manifestações? É porque as pessoas estão cansadas dessa ausência de respostas."
- Aécio Neves Em entrevista coletiva no dia 20 de março de 2014.
- Fonte PSDB
  • "É preciso, no limite, que se assuma o erro. Mas nem isso o governo consegue fazer. Não dá, novamente, para fazer aquilo que se tornou um mantra em todas as denúncias que ocorrem em relação ao PT: terceirizar responsabilidades. De “não sabia” em “não sabia”, o Brasil chegou onde chegou."
- Aécio Neves Em entrevista coletiva no dia 20 de março de 2014.
- Fonte PSDB
  • "Qualquer pessoa que queira pensar o Brasil com seriedade para as próximas décadas tem que incluir a questão da sustentabilidade no seu programa. Qualquer ação de governo dever a ter a preocupação com a preservação ambiental."
- Aécio Neves
- Fonte [4]
  • "Na administração pública, fazer mais com menos significa gastar menos com o Estado e mais com o cidadão"
- Aécio Neves
- Fonte [5]
  • "Tenho muitos amigos na oposição. Amizade esculpida diariamente no respeito e na compreensão de que a cena política que representa a Nação não pode prescindir de nenhuma dos seus protagonistas. Mais do que importante, a existência da oposição, sua persistência na luta pelo poder e na crítica ao poder estabelecido são fundamentais para o bom funcionamento da Democracia."
- Aécio Neves
- Fonte [6]
  • "Tem político que adora dizer que mudou o Brasil, mas quem muda o Brasil todo dia é o brasileiro que acorda cedo para chegar ao trabalho."
- Aécio Neves reportagem da revista Isto É
- Fonte [7]
  • "As coisas estão correndo bem. O resultado não precisa vir hoje, mas tenho certeza que, em 2014, o sentimento de mudança vai prevalecer."
- Aécio Neves entrevista para Isto É
- Fonte [8]
  • "Na campanha, nossa candidatura irá canalizar esse sentimento dos que querem mudar o que está aí."
- Aécio Neves entrevista para a revista Isto É
- Fonte [9]
  • "Foi um trabalho de artífice, minuciosamente planejado por grandes brasileiros para que a mobilização nacional daqueles dias pudesse garantir, de alguma forma, aquele que era nosso maior objetivo: o fim do autoritarismo."
- Aécio Neves entrevista para revista Veja
- Fonte [10]
  • "É urgente agir, com coragem e responsabilidade, para não permitir que o país retroceda e coloque em risco as conquistas que nos trouxeram até aqui" Aécio Neves – em sua coluna na Folha de São Paulo
- Fonte [11]
  • "Tive o privilégio de, ainda muito jovem, com 24 anos, acompanhar de perto aquele período decisivo na vida de nosso país, e de, com ele, aprender várias lições – uma, especialmente importante: a de que cada geração tem seu compromisso com a história." Aécio Neves – sobre sua convivência com o avô, Tancredo Neves
- Fonte [12]
  • "O conhecido "jeitinho brasileiro" ameaça ganhar status de política de Estado, tal a frequência com que tem sido usado como estratégia de repaginação dos indicadores macroeconômicos. Os exemplos vão se acumulando, dia a dia."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 20 de janeiro de 2014.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Para calcular a inflação, nada melhor que contar com o controle político sobre preços administrados em setores estratégicos. E por que não atrasar a transferência de R$ 7 bilhões a Estados e municípios, inclusive recursos voltados para a saúde pública, prejudicando milhões de brasileiros, para dar a impressão de que cumpriu-se o superavit primário?"
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 20 de janeiro de 2014.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Neste campo instalou-se um autêntico vale-tudo, como a estarrecedora operação da Caixa Econômica Federal, ainda sob grave suspeição, na transferência de recursos de contas de caderneta de poupança pretensamente inativas para engordar o seu balanço. É a velha tática: "se colar, colou"..."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 20 de janeiro de 2014.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O resultado da economia brasileira certamente seria melhor se o esforço gasto em maquiar números fosse efetivamente aplicado no aperfeiçoamento da gestão. Instituições que guardam histórico compromisso com o rigor, a transparência e o profissionalismo, como o Banco Central, estão cada vez mais isoladas diante do descontrole fiscal generalizado e, não por acaso, patinam na implementação do ajuste necessário para amenizar o ambiente inflacionário."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 20 de janeiro de 2014.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • “Hoje, o Brasil é governado pelo improviso, pelo marketing. Se, a partir de 2001, sem entrar no mérito dessas decisões, o governo optou por subsidiar a gasolina, um estímulo à aquisição de carros, por dar sucessivamente isenções de IPI para a aquisição de carros, era necessário que, ao mesmo tempo, percebesse que, em um futuro próximo, teríamos um aumento extremamente expressivo da frota. Em dez anos, duplicamos nossa frota de automóveis, quadruplicamos a de motocicletas e não houve nenhum investimento estruturante em transporte de massa”. Aécio Neves - em debate sobre mobilidade urbana.
- Fonte [13]
  • "Nós precisamos reestatizar a Petrobras, entregar novamente a Petrobras aos brasileiros e aos seus interesses". Aécio Neves - sobre a “reestatização” da Petrobras.
- Fonte [14]
  • ""Estamos no limiar de um novo ciclo econômico do Brasil", disse o ministro da Fazenda, para justificar o injustificável. A verdade é que, infelizmente, o Brasil está perdendo oportunidades preciosas de ativar o seu crescimento, como a Copa, pródiga em promessas de realizações e pífia em resultados, até o momento."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 20 de janeiro de 2014.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Os investimentos em infraestrutura são praticamente inexistentes, em face ao que foi prometido. Em termos de desempenho, o que temos a mostrar à comunidade internacional, para nossa vergonha, é o segundo pior crescimento na América do Sul, atrás apenas da Venezuela."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 20 de janeiro de 2014.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A desconfiança generalizada da sociedade não é uma peça ficcional criada pelos críticos do governo, mas o resultado de uma gestão ineficaz, pouco transparente e incapaz de reintegrar o país a uma rota de desenvolvimento e de ampliação das conquistas sociais."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 20 de janeiro de 2014.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "É urgente agir, com coragem e responsabilidade, para não permitir que o país retroceda e coloque em risco as conquistas que nos trouxeram até aqui.Uma das principais, a credibilidade, nem mesmo o "jeitinho brasileiro" foi capaz de assegurar. Esta, infelizmente, já perdemos."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 20 de janeiro de 2014.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O único caminho seguro para o futuro do Brasil é transformar a educação em prioridade de Estado, com ampla participação da população. Foi assim nas trajetórias de diversos países que deram o grande salto para o desenvolvimento. Em todos houve decisivos investimentos em educação e em qualificação profissional". Aécio Neves - em sua coluna semanal na Folha de São Paulo.
- Fonte [15]
  • "Pela sua relevância, o Bolsa Família merece ser não só institucionalizado, mas também aperfeiçoado. Além da iniciativa para fortalecê-lo, estou apresentando duas outras propostas para ampliar os seus benefícios de maneira substantiva.". Aécio Neves, garantindo o projeto Bolsa Família caso vença as eleições para presidente.
- Fonte [16]
  • “Nesta segunda-feira, o PSDB pedirá esclarecimentos formais à CEF e, diante das explicações apresentadas, avaliará as medidas legais cabíveis para garantir os direitos dos poupadores brasileiros, assegurar o fiel cumprimento da legislação em vigor e responsabilizar judicialmente os responsáveis por esta possível apropriação indevida e ilegal de recursos poupados por milhares de brasileiros”. Aécio Neves - Sobre confisco da Caixa Econômica Federal.
- Fonte do Aécio
  • "Isso daqui (as obras) é um retrato da eficiência do governo de Minas contra a ineficiência do Governo Federal." Aécio Neves - Vistoria a obras rodoviárias em Minas Gerais.
- Fonte Amigos do Aécio
  • "Criar condições para a ressocialização de detentos ultrapassa o respeito aos direitos humanos: é também medida eficaz de defesa da própria população." Aécio Neves - Artigo publicado no jornal "Folha de São Paulo", nominado "Improviso".
- Fonte Amigos do Aécio / Folha de São Paulo
  • "Nós somos a oposição clara a tudo isso que está acontecendo no Brasil. Queremos mudar o país de verdade." Aécio Neves - Declaração dada em entrevista coletiva no dia 15/01.
- Fonte Amigos do Aécio
  • "Não há política pública mais transformadora do que a correta aplicação do dinheiro público, com transparência e eficiência."
- Aécio Neves Declaração do senador durante o anúncio do “déficit zero” nas contas do Estado, em novembro de 2004.
- Fonte Portal Social do Brasil
  • "Semana passada defendi a alocação exclusiva dos recursos do pré-sal na educação brasileira. Volto ao tema para lembrar que, com grande atraso, está em tramitação no Congresso o Plano Nacional de Educação para a próxima década. Aprovado na Câmara, o PNE vai agora ao exame do Senado, apontando."
- Aécio Neves Declaração do senador em entrevista, maio de 2013.
- Fonte Portal Social do Brasil
  • "Não tenho dúvida de que a abertura ao investimento privado é o caminho certo para a recuperação da nossa combalida infraestrutura. É nessa trilha que o governo deve perseverar. Mas é necessário que o programa seja mais transparente, equilibrado e, sobretudo, livre de ideologia e preconceitos. Assim ele pode dar certo, como todos esperamos, e o país precisa."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 16 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "É preciso agora correr contra o tempo. O programa de concessões para desenvolver o setor de infraestrutura parece ser a única carta que o governo tem nas mãos para mudar o rumo da economia. Mais uma carta, aliás, que o PT tomou de empréstimo ao programa do PSDB."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 16 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Deve preocupar muito o governo, porque 66% da população querem mudanças profundas. Esse é o dado consistente nesse momento."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte PSDB
  • "No final de 2009 existia um sentimento de continuidade. As pesquisas mostravam isso. A economia crescendo, o emprego crescendo de forma muito vigorosa."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Nos grandes espaços da comunicação de massa há um monólogo da presidente da República, seja institucionalmente, seja através de uma bilionária propaganda de governo. Tenho muito tranquilidade. Acho que o sentimento é de mudança e cabe a nós, do PSDB, mostrar que podemos ser a mudança com segurança no Brasil."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Por isso vamos começar a falar agora o que faríamos, quais são as etapas que o Brasil precisa vencer, quais são os desafios mais emergenciais que temos pela frente. Pretendo esse ano ainda colocar em discussão um conjunto de ideias que comece a escrever esse caminho que o PSDB percorreria se chegasse no governo."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Nós, do PSDB, temos palanques muito sólidos na maioria nos estados e vamos continuar a ter esses palanques. Da nossa parte, não há restrição alguma a que as alianças estaduais sejam mantidas em função da realidade local. Têm locais em que o PSB é nosso parceiro, têm locais em que não é, e isso não altera nossa relação nacional. O PSDB nisso está muito tranquilo. Estamos consolidando nossos palanques e acho que em praticamente todos os estados brasileiros seremos o principal adversário do PT."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A verdade é que pagamos um alto preço pela ineficiência dos últimos anos. Com a infraestrutura deteriorada, o país vem perdendo competitividade no cenário internacional. Por questões ideológicas, o PT impôs um calendário de atraso ao país."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 16 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Não há desperdício maior do que você começar uma obra, investir recursos nela e não terminá-la, porque aí o benefício não chega. O Brasil hoje é um grande cemitério de obras inacabadas."
- Aécio Neves declaração do senador no Programa Nacional do PSDB dia 19 de setembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Não há por que não admitir que foi uma surpresa. Claro que a surpresa da decisão leva a todo o tipo de avaliação, mas o que é muito claro é que temos hoje dois ex-ministros do presidente Lula no jogo eleitoral atuando no campo da oposição. São muito bem-vindos."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 8 de outubro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Em uma eventual candidatura do PSB, o PT sofre uma derrota neste primeiro momento, porque trabalhou neste último ano para inviabilizar uma candidatura da Marina. E, por meio do presidente Lula, para a cooptação do Eduardo ao campo governista. Não aconteceu nenhuma dessas duas questões. Nas conversas com o Eduardo, fica muito claro esse distanciamento em relação ao governo."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 8 de outubro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Confio em que, naturalmente, durante o processo eleitoral, o nosso antagonismo em relação ao governo é o que vai nos aproximar."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 8 de outubro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Sempre pairou uma certa dúvida, se ia até o final, se o presidente Lula faria um apelo e Eduardo sairia do jogo. Hoje, a candidatura do PSB, se não é uma certeza, pelo menos avançou muito nessa direção."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 8 de outubro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O Serra fica no partido, e isso é importante dentro do PSDB, candidato ou não. O Álvaro Dias, também. O PSDB manteve-se unido, e a hora é de construir o nosso discurso, que não será mais esse discurso que o PT propõe de "nós contra eles."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 8 de outubro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Não é uma travessia simples. Ela diz que sim, mas vai ser sempre um nome à disposição independentemente até da sua própria vontade ou do que pretenda o Eduardo. Marina e Eduardo são figuras políticas respeitáveis, que já estiveram no governo e por isso talvez conheçam muito bem e tenham mais razões ainda para estarem contra."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 8 de outubro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O nosso palanque em São Paulo se solidifica com a presença do Serra e com a candidatura do Geraldo. Quem tem hoje um palanque sólido em São Paulo somos nós. Os outros vão ter de construir."
- Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 8 de outubro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Não há desperdício maior do que você começar uma obra, investir recursos nela e não terminá-la, porque aí o benefício não chega. O Brasil hoje é um grande cemitério de obras inacabadas."
- Aécio Neves declaração do senador no Programa Nacional do PSDB dia 19 de setembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Temos dois desafios hoje no Brasil. O primeiro deles é fazer o Brasil voltar a crescer, e voltar a crescer de forma sustentável. É isso que vai garantir a geração de emprego de melhor qualidade."
- Aécio Neves declaração do senador no Programa Nacional do PSDB dia 19 de setembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Há 30 anos, o país se uniu em torno de uma grande causa. É importante que possamos nos unir de novo, de forma suprapartidária, em torno de uma bandeira que pertence a todos."
- Aécio Neves artigo do senador na Folha de S.Paulo, dia 18 de novembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Estou votando pelo voto aberto, já que essa é a opção e me parece o caminho mais adequado. Mas não quero deixar de registrar de forma clara e manter a coerência do meu pensamento. E todos devemos ser julgados pela coerência dos nossos pensamentos e atitudes."
- Aécio Neves Aécio Neves votou pelo voto aberto dia 26 de novembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Fui presidente da Câmara dos Deputados, líder por vários mandatos, parlamentar por 16. Chego hoje ao Senado. Acho que o voto aberto na grande maioria dos casos é absolutamente necessário, um instrumento de conexão maior do Parlamento, dos representantes com seus representados."
- Aécio Neves Aécio Neves votou pelo voto aberto dia 26 de novembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Mas continuo compreendo, e essa era minha posição pessoal, que em relação aos vetos presidenciais o voto secreto é uma defesa do Parlamento e da consciência do parlamentar contra pressões e manipulações do governo, do poder central. Em todos outros casos, inclusive votação para indicação de autoridades, acho que há um sentimento comum de que deve ser aberto. Não vejo o menor problema ou qualquer tipo de constrangimento que possa haver."
- Aécio Neves Aécio Neves votou pelo voto aberto dia 26 de novembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Mas em relação ao voto, parlamentar que sou, que tem defendido incessantemente as prerrogativas dessa Casa – aprovamos apenas um instrumento novo durante esse dois anos e meio na direção do fortalecimento do Parlamento, que foi decisão tomada de que a partir de agora os vetos, após 30 dias, são colocados em votação –, infelizmente, ao não termos o voto preservando o parlamentar, certamente o poder central poderá comemorar hoje a manutenção de todos os seus vetos."
- Aécio Neves Aécio Neves votou pelo voto aberto dia 26 de novembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Entre os grandes desafios que o Brasil tem, um possui conotação especial pelo significado que imprime à vida em sociedade: o da recomposição ética da atividade política."
- Aécio Neves artigo publicado no dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Tenho viajado e conversado com pessoas de diferentes regiões e, por mais específicas que sejam as realidades de cada uma, há um sentimento comum de descrença, de indignação com os episódios que ocorrem à nossa volta. E todos eles se remetem à perda dos limites éticos que deveriam ordenar a vida em comunidade."
- Aécio Neves artigo publicado no dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Os graves acontecimentos envolvendo políticos não depõem apenas contra indivíduos. Acabam por rebaixar a atividade política como um todo. Infelizmente, nos últimos anos, aos olhos da população, a política vem perdendo sua dimensão de instrumento transformador da sociedade."
- Aécio Neves artigo publicado no dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Tenho dito que um dos maiores desserviços que o PT presta ao país é a insistente tentativa de legitimar a mentira como instrumento do debate e da luta política."
- Aécio Neves artigo publicado no dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Na política, a mentira tem várias faces. Às vezes, se apresenta com uma mais suave, se finge inofensiva, em pequenas "imprecisões" ditas aqui e ali."
- Aécio Neves artigo publicado no dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Pode ainda se apresentar raivosa e destrutiva, estimulando a intolerância e o ódio. Na internet, esforços gigantescos são organizados para caluniar e difamar adversários, vistos como inimigos a serem abatidos a qualquer preço em sua honra, em sua imagem pública. Para, em covarde alquimia, tentar transformar mentira em verdade."
- Aécio Neves artigo publicado no dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Winston Churchill disse, certa vez, que, enquanto a mentira dá a volta ao mundo, a verdade ainda não terminou de calçar os sapatos para sair de casa. Pelo Brasil e por brasileiros de bem, como monsenhor Paiva, tomara que aqui ela consiga se apressar."
- Aécio Neves artigo publicado no dia 2 de dezembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Voto, portanto, pelo voto aberto nas condições que o regimento agora nos oferece, em todas as situações. Mas fica meu registro que perdemos a possibilidade, com voto aberto para vetos, perdemos parcela das prerrogativas do Parlamento brasileir0."
- Aécio Neves Aécio Neves votou pelo voto aberto dia 26 de novembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Sabemos que não há solução fácil. Mas precisamos nos pôr a caminho. É este o espírito do encontro "Poços de Caldas + 30", que se realiza hoje."
- Aécio Neves artigo do senador na Folha de S.Paulo, dia 18 de novembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Montoro dizia que ninguém mora no país ou no Estado, moramos nos municípios. E alertava: quanto mais longo o trajeto do recurso público até o seu destino final --o cidadão--, maiores são as chances de desperdício e de desvios pelo caminho."
- Aécio Neves artigo do senador na Folha de S.Paulo, dia 18 de novembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A questão de fundo ultrapassa a mera razão aritmética das finanças dos governos e alcança um outro patamar de reflexão. Não há como superar a pobreza, o atraso e déficits gigantescos desconsiderando aqueles que deveriam ser parceiros da travessia para um novo patamar de desenvolvimento."
- Aécio Neves artigo do senador na Folha de S.Paulo, dia 18 de novembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Apesar da convulsão nas áreas de saúde e segurança, os recursos federais são incompatíveis com a dimensão e a gravidade dos problemas. Na saúde, a participação federal é declinante. Na segurança, 87% do total das despesas estão hoje a cargo de governadores e prefeitos."
- Aécio Neves artigo do senador na Folha de S.Paulo, dia 18 de novembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Em 19 de novembro de 1983, há exatos 30 anos, Tancredo Neves e Franco Montoro, governadores de Minas Gerais e São Paulo, posicionaram-se de forma decisiva a favor daquela que seria a mais importante campanha de mobilização popular do Brasil contemporâneo --as Diretas-Já."
- Aécio Neves artigo do senador na Folha de S.Paulo, dia 18 de novembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O alerta de hoje encontra amparo na realidade de Estados e municípios cada vez mais fragilizados e dependentes da benemerência do go-verno central."
- Aécio Neves artigo do senador na Folha de S.Paulo, dia 18 de novembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Os dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) 2012 divulgados pelo IBGE mostram os limites do modelo de políticas sociais adotado no país a partir de 2003, com a chegada do PT ao poder. O governo federal prefere fechar os olhos à realidade a refletir sobre os alertas que vêm sendo feitos por especialistas de várias áreas."
- Aécio Neves artigo do senador 30 de setembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O crescimento da desigualdade é evidente: 1% dos brasileiros com rendimentos mais elevados ganham 87 vezes mais do que os 10% dos brasileiros com os rendimentos mais baixos. Em 2011, esta diferença era de 84 vezes."
- Aécio Neves artigo do senador 30 de setembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Também é preocupante a questão da renda e do trabalho. O apagão de mão de obra qualificada se aprofunda pela baixa escolaridade do trabalhador e pela sua frágil formação para o mundo cada vez mais exigente do trabalho."
- Aécio Neves artigo do senador 30 de setembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Os novos dados do analfabetismo que surpreenderam o país, somados a informações já reveladas por outras pesquisas e constatadas diariamente em todo o Brasil, mostram um governo que vem menosprezando a mais poderosa alavanca de transformação social: a educação."
- Aécio Neves artigo do senador 30 de setembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Quando o governo do PSDB implantou os programas de transferência de renda --que continuam sendo fundamentais-- na década de 1990, o objetivo era que fossem ponto de partida para conquistas sociais importantes e definitivas para as famílias cadastradas. O PT fez com que esses programas se transformassem em ponto de chegada. E contenta-se hoje com a administração da pobreza, ao invés de investir em formas efetivas para a sua superação."
- Aécio Neves artigo do senador 30 de setembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O partido(PT) submeteu a lógica de ações estratégicas para o país à conveniência do discurso político da legenda. Por isso, insiste em tratar a pobreza pela ótica exclusiva da privação de renda, quando o mundo caminha na direção de percebê-la como uma privação mais ampla, também de direitos e serviços. Essa visão, mais realista e mais justa com milhões de famílias, esbarra nos maus resultados da gestão federal em diversas áreas, na propaganda e no discurso salvacionista do governo."
- Aécio Neves artigo do senador 30 de setembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Por mais que a atual administração federal tenha criado o mantra de que acabou com a miséria no país, os brasileiros sabem que isso não é verdade. Precisamos ter coragem de fazer avançar as políticas sociais no país, para que elas sejam de fato instrumento de travessia na vida de milhões de brasileiros."
- Aécio Neves artigo do senador 30 de setembro 2013
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Quando assumi o Governo de Minas, falei ‘tenho uma prioridade, uma acima das outras, que é a educação’. A gente começou a estabelecer metas. Se aquela meta era alcançada, todo mundo que trabalhava naquela área recebia um salário a mais. A secretária da escola, a professora, a diretora, a servente. Deu um salto de qualidade na educação do Estado e hoje a gente pode dizer que Minas tem a melhor educação básica do Brasil, segundo o MEC."
- Aécio Neves declaração do senador no Programa Nacional do PSDB dia 19 de setembro 2013
- Fonte PSDB
  • "O que eu vejo é o governo falando toda hora: não, a inflação está sob controle, não tem inflação nenhuma. Mas quem vive no dia a dia? O governo tem que focar. Em primeiro lugar, cuidar da economia, tem que garantir tolerância zero com a inflação. Não pode mais haver inflação. Essa foi a grande conquista da sociedade brasileira."
- Aécio Neves declaração do senador no Programa Nacional do PSDB dia 19 de setembro 2013
- Fonte PSDB
  • "Tive o privilégio de, ainda muito jovem, com 24 anos, acompanhar de perto aquele período decisivo na vida de nosso país, e de, com ele, aprender várias lições - uma, especialmente importante: a de que cada geração tem seu compromisso com a história. Por isso, é necessário que os líderes estejam sempre à altura dos desafios de seu tempo."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "Foi fundamental para o Brasil, naquele momento, contar com homens como Tancredo Neves, meu avô, e Ulysses Guimarães, que, entre tantos outros, nos conduziram, com grandeza, naquela travessia."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "A intensidade daqueles dias me acompanha até hoje - na memória e no coração. Primeiro, as viagens pelo Brasil, os comícios das Diretas e a frustração pela não aprovação da emenda Dante de Oliveira."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "O que eu lamento, e falo agora como presidente nacional do PSDB, é o presidente nacional do PT ter confundido uma decisão da Suprema Corte brasileira com uma ação política."
- Aécio Neves Federação Já!
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Não foi um julgamento político."
- Aécio Neves Federação Já!
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Ninguém comemora prisões ou sofrimento de quem quer que seja."
- Aécio Neves Federação Já!
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O Brasil caminha quase que para se tornar um Estado unitário."
- Aécio Neves Federação Já!
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Foi um trabalho de artífice, minuciosamente planejado por grandes brasileiros para que a mobilização nacional daqueles dias pudesse garantir, de alguma forma, aquele que era nosso maior objetivo: o fim do autoritarismo. Nosso reencontro com a liberdade e a democracia."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "Três meses em que testemunhei, dia e noite, a luta de um homem em defesa de seu povo. Três meses em que testemunhei, sem saber - porque muitas vezes só o tempo nos dá a compreensão do que vivemos -, um homem cumprindo seu destino."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "A vitória no Colégio Eleitoral foi fruto de uma bem-sucedida estratégia conduzida por diversos e diferentes atores, unidos pelo objetivo de pôr fim à ditadura. Estratégia que incluiu decisiva mobilização popular e uma paciente costura de bastidores."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "Para grande parte das pessoas, a transição democrática terminava ali, com a eleição de Tancredo. Mas, por mais que esse fosse um marco fundamental, sabíamos que não era o fim do processo. Ainda existiam focos de resistência no regime militar, e fontes do presidente eleito o aconselhavam a ser prudente e manter a vigilância."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "Tancredo sabia que repousava sobre seus ombros a responsabilidade pela transição democrática. Tinha consciência de que o país caminhava em terreno ainda frágil. Temia especialmente que a percepção sobre alguns problemas de saúde que estavam surgindo pudesse, naquele momento, servir como pretexto para as forças políticas que buscavam o retrocesso."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "Há uma passagem do Antigo Testamento, reproduzida na capa do extinto Jornal da Tarde na edição sobre sua morte, da qual sempre me recordo: “E o Senhor lhe disse: ‘Eis a terra. Eu a darei à tua posteridade. Tu a viste com teus olhos, mas não passarás a ela’ ”."
- Aécio Neves carta sobre Tancredo Neves
- Fonte Veja
  • "Quem muda o Brasil é você que está estudando, ralando. O Estado tem que dar condição. Gastar menos com sua estrutura para gastar mais com as pessoas. O governo não pode empatar a vida das pessoas, tem que ser o parceiro. Mas quem vai mudar a vida de cada um de vocês ou de cada um de nós, somos nós mesmos. É quem tiver a disposição de ralar e de enfrentar."
- Aécio Neves declaração do senador no Programa Nacional do PSDB dia 19 de setembro 2013
- Fonte PSDB
  • "O grau de comprometimento do BNDES é tão elevado que o ex-presidente do Banco Central Affonso Celso Pastore declarou ontem, nesta Folha, que "o leilão de Dilma visa mais o eleitor que a sociedade."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 16 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Conseguimos aprovar no plenário do Senado ontem uma emenda de minha autoria que cria limites à convocação de cadeia de rádio e televisão por parte do presidente da República e dos presidentes dos demais poderes."
- Aécio Neves senador em entrevista no dia 17 de setembro de 2013.
- Fonte O Globo
  • "Infelizmente, no governo do PT a convocação de cadeia de rádio e televisão com dinheiro público passou a ser uma peça de marketing, de propaganda do governo, das suas ações e de críticas aos adversários."
- Aécio Neves senador em entrevista no dia 17 de setembro de 2013.
- Fonte O Globo
  • "Com a aprovação dessa emenda, pelo menos alguns limites vamos ter, já que quem deveria dar o exemplo e estabelecer ela própria esses limites, que é a Presidência da República, não tem feito isso."
- Aécio Neves senador em entrevista no dia 17 de setembro de 2013.
- Fonte O Globo
  • "Eu vou usar um termo, talvez uma frase, que sintetiza o que estou querendo dizer: abdica-se mais uma vez a defesa de interesses reais do Brasil para privilegiar uma ação de marketing eleitoral."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 17 de setembro de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Mas na nossa avaliação, seria muito mais adequado que a presidente dissesse isso objetiva e claramente ao presidente americano e aproveitasse esta viagem não apenas para enfrentar esta questão, mas para defender os interesses da economia e, até mesmo, de determinadas empresas brasileiras. Era a oportunidade de a presidente ter uma agenda afirmativa em defesa dos interesses do país. Ela opta, mais uma vez por privilegiar o marketing."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 17 de setembro de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Ao longo de sua história, o PT fez do combate ferrenho às privatizações uma de suas bandeiras mais ostensivas. Nos pleitos, vendeu ao eleitorado, com hipocrisia, a certeza de que as privatizações seriam um crime de lesa-pátria, uma entrega do patrimônio nacional a preços aviltantes."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 16 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Na última semana, com o fracasso do leilão do primeiro lote de rodovias a serem concedidas à iniciativa privada --o trecho da BR-262 não teve sequer um interessado--, a gestão petista recebeu um duro recado: o mercado gosta de regras claras e desconfia do governo."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 16 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O governo do PSDB em Minas sempre esteve verdadeiramente comprometido com a Assistência Social. Com uma gestão de excelente qualidade, o estado se tornou referência nacional na implantação do Sistema Único da Assistência Social."
- Aécio Neves Declaração do senador para o Portal Social.
- Fonte Portal Social do Brasil
  • "Não podemos ter o Poder Legislativo, em especial o Senado da República, sob questionamentos."
- Aécio Neves coletiva do senador
- Fonte Portal Social do Brasil
  • "O PORTAL SOCIAL DO BRASIL é fruto de um novo debate proposto pelo Senador Aécio Neves e abraçado pelo Instituto Teotônio Vilela: a importância da socialização de informações e da reflexão sobre as práticas e ações sociais desenvolvidas no país. O objetivo do PORTAL é contribuir para consolidar estratégias eficazes, apresentando metodologias e resultados positivos, […]."
- Aécio Neves declaração do senador sobre o Portal Social do Brasil
- Fonte Portal Social do Brasil
  • "Triste o povo que não conhece a sua história, pois vai ter muito mais dificuldade de construir seu futuro. O governador do Distrito Federal permite que o Panteão, que já leva o nome do ex-presidente Tancredo Neves e da democracia e da liberdade, que foram as duas obsessões da sua vida, seja agora também colocada à disposição das novas gerações, para que conheçam um pouco o que foi a construção da travessia."
- Aécio Neves declaração do senador durante exposição do Memorial Tancredo Neves
- Fonte JPSDB
  • "Ao mesmo tempo em que nos orgulham os ganhos formidáveis de produtividade no campo, é desoladora a descrença dos produtores na capacidade do governo federal de prover investimentos mínimos, em logística e em infraestrutura, que garantam menores custos e maior competitividade no momento de escoar a produção."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 9 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Com o crescimento do PIB projetado ao redor de apenas 2% ao ano, o setor rural resiste de forma heroica e produz resultados que devem ser reconhecidos e saudados pelos brasileiros: no segundo trimestre, em comparação com o primeiro, o PIB agropecuário cresceu mais que o dobro do PIB."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 9 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Esse é o terceiro ano consecutivo em que o Brasil cai no Índice de Competitividade Mundial, divulgado pelo Institute for Management Development: em 2010, ocupávamos o 38º lugar; em 2011, o 44º; em 2012, 46º. Na edição 2013, o Brasil caiu mais cinco posições -está em 51º lugar entre 60 países."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 9 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A ausência de planejamento, o improviso e a prioridade dada ao marketing têm condenado os desafios do Brasil real ao esquecimento."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 9 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Aqueles que pretendem negar o que foi feito em Minas Gerais terão um trabalho muito árduo."
- Aécio Neves em discurso durante convenção estadual do PSDB em Belo Horizonte, em 27 de junho de 2010.
- Fonte Último Segundo
  • "Os dados da evolução do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) no Brasil entre 1991 e 2010 demoliram, de uma vez por todas, uma das teses mais repetidas pela máquina de propaganda do PT --a de que o partido detém a exclusividade e a primazia do combate à pobreza no país."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "É deplorável, sob todos os aspectos, a atitude tomada pelo governo da presidente Dilma Rousseff no episódio envolvendo a transferência do senador boliviano Roger Pinto Molina para o país."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 27 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Ao expor à execração pública o diplomata Eduardo Saboia, o governo brasileiro se curva, mais uma vez, a conveniências ideológicas. Mais grave ainda, abandona as melhores tradições da nossa diplomacia."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 27 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Já o governo da presidente Dilma preferiu, mais uma vez, submeter-se às imposições do governo Evo Morales e jamais atuou efetivamente para solucionar o impasse diplomático e garantir ao senador Molina a concessão do salvo-conduto que as boas normas do direito internacional recomendam e impõem em situações assim."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 27 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "O recente episódio envolvendo o senador Molina é apenas mais um de um triste retrospecto, que inclui a tíbia reação de Brasília à desapropriação de ativos da Petrobras na Bolívia em 2006. Prosseguiu com a deportação em tempo recorde de dois boxeadores cubanos durante os jogos Pan-Americanos de 2007; o apoio à tentativa de retomada do poder em Honduras por Manuel Zelaya; os afagos ao governo iraniano; a sanção imposta ao Paraguai após a deposição de Fernando Lugo da presidência do país; e a condescendência com que, sob orientação petista, nossa diplomacia trata o regime cubano e o bolivarianismo da Venezuela."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 27 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "O PSDB manifesta seu irrestrito apoio à defesa da dignidade humana, ao respeito a valores universais do estado democrático e ao direito irrevogável de ir e vir reservado aos cidadãos de bem e condena de forma veemente a opção escolhida pelo governo brasileiro por curvar-se a interesses menores, não condizentes com nossas melhores tradições diplomáticas."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 27 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A primeira, mais óbvia, é o temor de que, em algum momento, nossos filhos acabem alcançados pela alarmante e dramática violência que se abate sobre a nossa juventude. Trata-se de uma tragédia de muitas faces, entre as quais se destacam os homicídios e os acidentes de trânsito, contados aos milhares por ano, e que justificam os temores e apreensões de tantos pais e mães."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 12 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Outra preocupação é o alto desemprego entre os jovens, que destoa do discurso do pleno emprego tão alardeado pelo governo. A taxa para quem tem entre 16 e 24 anos está quase três vezes acima da média, pontuando em 15%, o que confirma que ainda devemos a eles novas portas de oportunidades para que possam construir suas vidas profissionais e conquistar sua preciosa autonomia."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 12 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Para os nossos filhos, o mundo virtual é o mundo real e chama a atenção o crescimento de relatos de bullying, da cruel e gratuita exposição da privacidade provocada por amigos na internet. Infelizmente, estão longe de constituir episódios isolados e parecem apontar para uma triste e desrespeitosa banalização das relações humanas."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 12 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Estamos juntos nessa caminhada, mulheres, jovens e sindicalistas do PSDB, prefeitos, vereadores, dirigentes partidários, cidadãos do Brasil: Hoje o PSDB se reencontra com a sua história. Com ideais que propuseram um partido que nascesse longe das benesses do poder e próximo do pulsar das ruas."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "Para o PSDB, não é uma opção apresentar uma proposta alternativa, é nosso dever. Esse ciclo de poder do PT tem que acabar. Chega de engodo e enrolação."
- Aécio Neves discurso dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "Ao contrário dos nossos adversários, não nos contentamos com a administração diária da pobreza e da miséria, trabalhamos para a sua superação. Por isso, educação é tratada de forma prioritária. Temos ainda uma diferença profunda de compreensão do que é o Bolsa Família. Para nós, é um ponto de partida. Para o PT, um ponto de chegada."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "Chegou a hora de nos reunirmos. Não me cansarei. Vou rodar esse Brasil para dizer que nós temos a melhor proposta, temos os melhores quadros, nós prezamos valores. A ética e a eficiência têm que voltar a andar juntas nesse Brasil."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "Existe outro caminho surgindo: o caminho da seriedade, da competência, da decência. Que ecoem este brado: o caminho da competência é o caminho do PSDB. Viva a boa política, viva o PSDB."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "É obrigação do PSDB ter um projeto novo de Brasil. Um projeto que passe pela refundação da Federação, com o resgate dos municípios e dos estados, por uma generosidade maior do governo federal no financiamento da saúde, da segurança, pela eficiência na busca dos investimentos para a região. Temos uma responsabilidade enorme com o Brasil."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "Queremos que o Brasil dê um salto de qualidade. Não podemos aceitar que o Brasil cresça na América do Sul apenas mais que a Venezuela, como vai ocorrer esse ano. Ano passado, crescemos mais apenas que o Paraguai. Não é justo com os brasileiros. Nenhuma propaganda, por mais maciça, por mais bilionária que seja, como a propaganda oficial, vai mascarar a realidade."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "Os jovens dessa região precisam ter oportunidades, precisam ser qualificados para entrar no mercado de trabalho de forma competitiva. Não é justo que o governador Teotônio Vilela tenha que assinar um cheque de R$ 50 milhões todo mês e repassar à União, porque a União não quer renegociar a dívida dos estados. Esse dinheiro tinha que ficar aqui para investimentos em saúde, saneamento, educação, em qualificação dos jovens. O governo do PT, a grande verdade é essa, vem fazendo muito mal ao país."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "A Ferrovia de integração Oeste Leste (Fiol) sem um palmo de trilho colocado. A Transnordestina, programada para estar pronta há dois anos, dos 1.700 Km não tem 300 Km prontos. A Transposição do São Francisco é de doer o coração. Obras há três anos abandonadas. Isso não é normal."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "Obras custando duas ou três vezes o orçamento inicial e não concluídas. Isso é maior desperdício de dinheiro público que se pode ter. Ninguém vai me convencer que é normal uma obra como a Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, ser orçada em R$ 4 bilhões, já ter gasto R$ 30 bilhões e não estar pronta. Isso é assalto aos cofres públicos."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "O Brasil precisa de governo eficiente para que não percamos definitivamente a nossa credibilidade."
- Aécio Neves discurso no dia 20 de setembro 2013.
- Fonte PSDB
  • "Há uma geração que precisa ser ouvida para ser fortalecida em seus valores e identidades, desafio que se impõe à sociedade como um todo."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 12 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Há uma geração que precisa ser ouvida para ser fortalecida em seus valores e identidades, desafio que se impõe à sociedade como um todo."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 12 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A mais recente exposição dessa mitologia está no discurso da presidente da República na saudação ao papa Francisco, em sua chegada ao Rio, quando apontou "extraordinários resultados nos últimos dez anos na redução da pobreza, na superação da miséria e na garantia da segurança alimentar à nossa população."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "É inacreditável até onde é capaz de ir o desrespeito do PT e da presidente Dilma com Minas e os mineiros. A presidente voltou a Minas, e sem ter o que apresentar, lançou como se novo fosse, o mesmo programa lançado diversas vezes pelo presidente Lula e por ela mesma, e que, até hoje, não se transformou em realidade."
- Aécio Neves senador em nota dia 20 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Até hoje, quatro anos depois, nenhum centavo foi investido. O dia de hoje deve ficar marcado na nossa consciência como mais um dia em que o PT teve a coragem de zombar da memória e da inteligência dos mineiros."
- Aécio Neves senador em nota dia 20 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Como a presidente e o PT podem ter tido a coragem de pisar o chão da história de Minas e, ao invés de se desculpar por não terem cumprido o que anunciaram há quatro anos, mentir aos mineiros como se estivessem anunciando um novo benefício ao estado?."
- Aécio Neves senador em nota dia 20 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A diplomacia brasileira já viveu dias melhores. As circunstâncias que forçaram a fuga cinematográfica do senador asilado Roger Molina, da embaixada em La Paz para o Brasil, derrubaram o pouco que restava da imagem de profissionalismo da nossa chancelaria."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 2 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Longe de ser fato isolado, o episódio se inscreve em um incrível rol de desacertos que se acumulam na gestão da política externa, desde que a ela se impôs um nítido viés ideológico."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 2 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O Brasil não reagiu, por exemplo, à expropriação das refinarias da Petrobras em Santa Cruz; colaborou para afastar o Paraguai do Mercosul, abrindo as portas à Venezuela chavista; apoiou com eloquência o governo iraniano e achincalhou o instituto do asilo, ao deportar, em tempo recorde, dois boxeadores cubanos durante os Jogos Pan-Americanos de 2007."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 2 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Ao enfraquecer o patrimônio ético e moral do asilo, que já salvou a vida de centenas de brasileiros vítimas de perseguição política, o país se apequena diante da comunidade internacional."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 2 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O esforço feito no passado para reinserir o Brasil no mapa global, com atuação relevante em temas importantes no âmbito multilateral, tem sido muito atingido. A verdade é que a política externa deixou de representar os interesses permanentes do Estado brasileiro para defender o ideário do governo de plantão."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 2 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O declínio da credibilidade do Itamaraty é um retrato lamentável de uma gestão submersa em questões ideológicas. E de um governo que se supõe sinônimo de país, incapaz de perceber a diferença entre a conveniência de um e os interesses maiores do outro."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 2 de setembro de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Como a presidente e o PT, mesmo sabendo que Minas detém cerca de 60% do patrimônio tombado em nível federal, tem coragem de celebrar o anúncio de apenas 16% dos recursos para o estado? Até onde vai o desrespeito com Minas Gerais?"
- Aécio Neves senador em nota dia 20 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Não é o que mostra a comparação do IDHM nas duas décadas cobertas pelo estudo, na qual preponderaram os governos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O IDHM geral para o Brasil saiu da faixa de "muito baixo" (0,493), em 1991, e passou para "alto" (0,727), em 2010, uma variação de 47,5%.Obviamente, ao contrário do que imaginam os petistas, essa melhoria não se deu toda a partir de 2003.."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Nos anos 90, saltou de 0,493 para 0,612, o equivalente a 24%, maior do que a verificada na década seguinte, quando subiu para 0,727, ou 19%. Em resumo, na década do Plano Real e da estabilização da economia, de FHC, a performance do IDHM foi superior ao período seguinte, de Lula."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Não se trata de uma pesquisa encomendada pelos tucanos. De reconhecimento mundial, o IDH é uma iniciativa do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). Para afastar qualquer suspeita de favorecimento, é bom registrar que o trabalho foi executado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), ligado ao próprio governo federal, e pela Fundação João Pinheiro. E o lançamento se deu num anexo do Palácio do Planalto."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Esse ano é a hora de nós andarmos pelo Brasil. Como eu disse, conversando com as pessoas. Ouvindo o que o Brasil tem a dizer. Estimulando os nossos movimentos, para que nós, no amanhecer de 2014, possamos, aí sim, decidir quem empunhará as bandeiras do PSDB. Ter um candidato é muito fácil. O difícil é saber o que esse candidato tem a dizer."
- Aécio Neves em entrevista concedida no dia 6 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Nesse momento o que eu fui demandado aqui pelos presidentes estaduais é fortalecer essa organização regional. Dar gás aos nossos companheiros, à nossa militância e andar pelo país. Eu estou disposto a fazer isso."
- Aécio Neves em entrevista concedida no dia 6 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "O novo somos nós. Porque aqueles que estão no governo envelheceram. E nós temos que mostrar isso para a população brasileira."
- Aécio Neves em entrevista concedida no dia 6 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "O que está acontecendo com o Brasil? Trabalhadores, empresários, donas de casa, muita gente já não esconde a preocupação com os rumos do país e anda fazendo a mesma pergunta. Onde foi parar aquela euforia, inflamada por um discurso que apregoava um patamar de desenvolvimento jamais visto na nossa história?"
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 26 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Já não é possível esconder as fissuras na paisagem econômica. A geração de empregos registrou o pior julho dos últimos dez anos. A renda média do trabalhador vem caindo há cinco meses. O setor de serviços desacelerou, a indústria perdeu competitividade. Com a economia patinando, viramos o "patinho feio" entre as nações emergentes."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 26 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O ciclo virtuoso do crescimento chegou ao fim sem as mudanças que o país tanto demanda. Desperdiçamos uma safra recorde de oportunidades durante a última década. E percebemos que agora faltam a aqueles que têm a responsabilidade de governar a energia e a competência necessárias para reagir."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 26 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O governo queima credibilidade ao afrontar os fundamentos clássicos da administração e do bom senso. Como entender a manutenção de uma máquina pesada e cara, quando a qualidade da nossa infraestrutura está em 107º lugar no ranking de 144 países do Fórum Econômico Mundial? Qual é nossa prioridade, afinal?"
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 26 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Retrato deste descompasso, o PAC é um inventário de obras inconclusas, com projetos ressuscitados para abastecer palanques políticos. Setores estratégicos da economia pagam o preço de erros sérios de planejamento, como o caso das hidrelétricas do rio Madeira."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 26 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Cresce o incômodo com a falta de transparência. O governo injeta bilhões no BNDES e não permite que a sociedade, que paga essa conta, conheça o destino desse dinheiro, alimentando as suspeitas de privilégios que não atendem aos interesses nacionais."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 26 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Fica evidente a distância entre discurso e realidade. Os mesmos programas são lançados diversas vezes, como se fossem novas iniciativas. O governo que se recusou assumir a sua parte no compromisso previsto na Emenda 29 e vem diminuindo há dez anos a sua participação nos gastos com saúde é o mesmo que lança projetos improvisados, como o Mais Médicos, que não resolve os problemas, mas alimenta o marketing oficial."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 26 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Para voltar a apostar no futuro os brasileiros precisam recuperar a confiança no país. Para tanto é essencial que o governo faça pelo menos o básico: controle a inflação, equilibre as contas públicas, priorize os gastos em educação, saúde e segurança e crie condições institucionais para que os investimentos privados floresçam. Acima de tudo, o momento requer uma gestão de responsabilidade."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 26 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Há dois anos, numa entrevista em Paraty, ele se confessou "um homem do passado, encalhado no passado".O mestre estava errado. O seu legado, ético e intelectual, longe do ancoradouro das coisas envelhecidas, ilumina um caminho permanente de amor e respeito pelo Brasil.

Homens assim, independentemente da idade ou do tempo em que vivam, serão sempre referência do futuro que precisamos ser.."

- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 19 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Um bom exercício de educação civilizatória é a percepção do papel insubstituível de brasileiros que fazem grande diferença. Antonio Candido é um exemplo. O professor e pensador, que recentemente completou 95 anos, continua a nos oferecer o seu valioso patrimônio de ideias."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 19 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Muitas vezes, a sensação que parece prevalecer é que quase tudo o que nos trouxe até aqui já não faz tanto sentido. Será? Lembrei-me de Ruy Castro e de suas crônicas recheadas de ironia e inteligência, aqui mesmo nesta Folha, onde volta e meia nos alerta para o reconhecimento que devemos a nomes importantes da nossa cultura."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 19 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Penso nisso estimulado pela disseminação da percepção de que vivemos uma autêntica revolução e que ela nos coloca no portal de um mundo que inaugura novas relações sociais e humanas, provocadas por enormes transformações tecnológicas. Ainda que seja constatação verdadeira, quando apresentado e endeusado como valor absoluto, o novo acaba por transformar em obsoleto o que veio antes."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 19 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Duro mesmo é reconhecer que o Brasil de hoje já é o Brasil do futuro que várias gerações imaginaram e pelo qual muitos trabalharam. E mais duro ainda é reconhecermos que certamente estamos muito aquém do que tantos brasileiros sonharam. E mereciam."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 19 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Mas a resignação em adiar projetos e soluções para um tempo que ainda virá não deixa de ser uma forma de transferirmos indefinidamente responsabilidades. E de perdoarmos a nós mesmos, enquanto sociedade, por tudo o que ainda não fomos capazes de fazer."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 19 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "É a primeira reunião com a presença de todos os 27 diretórios do PSDB, numa demonstração de unidade do partido, de vontade de construção de um projeto alternativo a esse que está ai. Vamos agora ter, além do entusiasmo já demonstrado por todos, método. Vamos fortalecer os nossos movimentos setoriais, temos o PSDB Mulher, que é o mais vibrante movimento partidário feminino do país, temos o nosso movimento jovem, extremamente vigoroso, que será ampliado."
- Aécio Neves em entrevista concedida no dia 6 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A partir de agora vamos fazer reuniões nas regiões do Brasil, reunindo os estados de cada região, discutindo inclusive propostas regionais, e vamos andar, falando com os brasileiros, como eu disse aqui: papo reto. Falando o que é possível fazer, como fazer, denunciando o que está errado, dizendo que o Brasil pode avançar muito mais do que avançou até aqui. Nós temos essa convicção. E quando você tem convicção, fica muito mais fácil a caminhada."
- Aécio Neves em entrevista concedida no dia 6 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Rumo a completar seu décimo primeiro ano no poder, e vendo sua popularidade se esvair, mais do que nunca o PT precisa agora se escorar nesse mito que ele próprio se incumbiu de construir. Nem mesmos os dirigentes da legenda acreditam na sua veracidade, mas continuam a reproduzir a cantilena, sobretudo depois que o mito fundador, o do monopólio da ética, foi soterrado pelas condenações do mensalão."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Em artigo recente, o jornalista e ex-deputado Fernando Gabeira chama a atenção para o tipo de prática política em que a versão é mais importante que a verdade e em que militantes se dispõem a repetir mecanicamente as teses que vêm da cúpula partidária: "Ao constatar que são frágeis, tentam salvá-las com seu entusiasmo e, naturalmente, com a raiva contra quem discorda."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Em artigo recente, o jornalista e ex-deputado Fernando Gabeira chama a atenção para o tipo de prática política em que a versão é mais importante que a verdade e em que militantes se dispõem a repetir mecanicamente as teses que vêm da cúpula partidária: "Ao constatar que são frágeis, tentam salvá-las com seu entusiasmo e, naturalmente, com a raiva contra quem discorda."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Infelizmente, o que Gabeira aponta, com correção e pertinência, é o que constatamos todos os dias, especialmente na internet."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 5 de agosto de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A presidente da República não assumiu suas responsabilidades, tangenciou os problemas e buscou desviar o foco dos reais interesses expressos pela população."
- Aécio Neves em nota depois do pronunciamento de Dilma no dia 24 de junho de 2013.
- Fonte 247
  • "Eu espero que ela(Dilma) possa ir amanhã, como é natural, participar desse evento de prefeitos. Porque tudo que o Brasil não precisa é de uma presidente sitiada, que não pode participar de eventos como esse. A questão da Federação é central no Brasil que nós queremos construir. Transferir recursos para os municípios e estados de forma corrente é essencial."
- Aécio Neves em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "E existe uma agenda no Congresso Nacional que trata da Federação – ampliação dos recursos do fundo de participação, renegociação da dívida dos estados, fim da tributação do PASEP – que poderiam ser tomadas pela presidente da República bastando uma palavra à sua base. Mas ela sempre adia esses problemas. E prefere o marketing, prefere medidas absolutamente paliativas que não tratam das questões na profundidade que precisam ser tratadas, como a questão da saúde pública, que precisa de financiamento e de gestão. E não de medidas absolutamente marginais ou setoriais como essas que nós estamos ouvindo hoje."
- Aécio Neves em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Nós temos uma proposta no Congresso Nacional que foi derrubada pela base de apoio da presidente da República seguindo uma orientação da presidente da República: que é 10% das receitas brutas do orçamento federal para a saúde pública. Isso, casado com gestão, aí sim enfrenta-se com clareza o problema."
- Aécio Neves em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "O PSDB decidiu apresentar requerimento de convocação da ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, para que ela ajude a esclarecer de uma vez por todas a contradição entre as versões do Ministério do Desenvolvimento Social e da Caixa Econômica Federal sobre a antecipação do pagamento do Bolsa Família, que gerou grande tumulto em todo o país."
- Aécio Neves em nota à imprensa no dia 16 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Esperamos também que seja marcada logo a audiência com o presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, cujo convite já foi aprovado pela Comissão de Meio Ambiente e Fiscalização e Controle do Senado."
- Aécio Neves em nota à imprensa no dia 16 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Nesta terça-feira, Jorge Hereda foi desmentido mais uma vez pelo jornal Folha de São Paulo, com a reportagem “Caixa antecipou pagamento do Bolsa Família sem licença”, contrariando uma portaria do Ministério do Desenvolvimento Social que só autoriza esse tipo de antecipação mediante o seu aval."
- Aécio Neves em nota à imprensa no dia 16 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "No fim de maio, o presidente da Caixa havia declarado à imprensa que o Ministério do Desenvolvimento Social foi informado previamente da antecipação do pagamento dos benefícios."
- Aécio Neves em nota à imprensa no dia 16 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Durou menos de 24 horas a validade das declarações da presidente da República na reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, assegurando que a inflação não é motivo de preocupação e que as contas públicas estão sob controle."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O cenário descrito na ata do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada no dia seguinte, é outro --a inflação continua elevada e resistente, exigindo máxima atenção."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A ata também contradiz a presidente em relação às contas públicas. Enquanto a primeira mandatária garante que a "política fiscal é robusta", o Copom vê o "balanço do setor público em posição expansionista", com crescente elevação dos gastos públicos, o que acaba elevando a pressão inflacionária."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A presidente verá que se engana atribuindo as críticas ao seu governo ao pessimismo generalizado da oposição, dos empresários e da imprensa. A preocupação de inúmeros setores decorre, na verdade, de reiterados erros da política econômica."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Nos últimos dois anos, a inflação do setor de serviços manteve-se acima de 7,5% ao ano. A inflação dos alimentos, aquela que atinge e penaliza as famílias mais carentes, chegou, em junho deste ano, a quase 13% --muito acima da inflação média."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A visita da presidente Dilma a Minas ontem revela, mais uma vez, o profundo desinteresse dos governos federais do PT com Minas Gerais, o que merece a renovada indignação de todos nós."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Sem ter nenhuma resposta concreta a dar às justas reivindicações do nosso estado, a presidente chegou a improvisar anúncios e acabou passando pelo constrangimento de ser desmentida pelo seu próprio governo."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A presidente volta a Minas para anunciar de novo as mesmas promessas, inaugurar um campus universitário que já funciona desde o ano passado, e tentar transferir para terceiros responsabilidades que são exclusivamente do seu governo."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "São passados onze anos de governo do PT e a verdade é que, enquanto outros estados, durante todos esses anos, receberam centenas de milhões do governo federal para seus metrôs, o de BH ainda não saiu do papel. A duplicação da BR-381, tantas vezes anunciada, se transformou subitamente em uma obra muito menor que a prometida."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "É também curiosa a obsessão da presidente Dilma com o ex-presidente Fernando Henrique. Por que o ex-presidente incomoda tanto a presidente?"
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Reitero que é um desrespeito à inteligência da população o tipo de comparação que a presidente insiste em fazer entre as gestões do PSDB e do PT. Não se pode comparar conjunturas diferentes como se fossem iguais. Se a presidente quer comparar, ofereço alguns parâmetros."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Nos dois anos do seu governo, o Brasil cresceu cerca de um terço da média do que cresceram os outros países da América do Sul."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "No governo FHC, quando foram recorrentes as crises mundiais, crescemos quase o dobro da média do continente – a 2,3%, enquanto o restante do continente cresceu 1,3%."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A presidente será sempre bem-vinda a Minas. Mas esperamos que da próxima vez ela dê demonstrações de respeito não apenas ao ET de Varginha, mas a todos os mineiros."
- Aécio Neves declaração do senador no dia 8 de agosto de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Se a prévia de julho felizmente veio menor, a explicação está na sazonalidade dos preços dos alimentos e no congelamento das tarifas de transporte, resultante dos movimentos de protesto em junho, e não na política econômica."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "No que tange às contas públicas, o investimento federal, nos dois primeiros anos do governo ficou estacionado como percentual do PIB. De janeiro a maio deste ano, o gasto público do governo federal cresceu R$ 40 bilhões, uma expansão de 13%, o mesmo ritmo de crescimento dos primeiros cinco meses de 2012. No mesmo período, o crescimento do investimento público, de acordo com dados oficiais divulgados pelo Tesouro Nacional, foi de só R$ 604 milhões."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Vale dizer: apesar do crescimento exponencial do gasto federal, o investimento ficou praticamente estagnado. A expansão concentrou-se nas despesas de custeio, que pressionam a inflação, apontan- do uma menor economia fiscal no futuro."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O principal mal causado ao país por essa sucessão de equívocos está sinalizada no parágrafo 21 da ata do Copom com todas as letras: o documento aponta como fator de restrição à retomada do crescimento a desconfiança das famílias e das empresas no governo e em sua política econômica."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Sem confiança, as famílias não consomem, os empresários não investem e a economia não anda. Sem o diagnóstico correto, a terapia pode acabar agravando a doença."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Hereda só admitiu que a Caixa Econômica Federal havia antecipado o pagamento dos benefícios do Bolsa Família após ser desmascarado pela imprensa. É preciso que a verdade venha à tona e que os responsáveis sejam penalizados."
- Aécio Neves em nota à imprensa no dia 16 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A questão dos médicos, além de ser uma incorreção, uma matéria dessa complexidade, chegar ao Congresso por medida provisória, sem que a classe médica seja ouvida, sem que o debate se aprofunde, além disso, achamos que é uma intromissão indevida, sobretudo no que diz respeito às universidades e faculdades privadas, essa obrigação que se cria."
- Aécio Neves em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Em sua breve e já inesquecível visita, o papa Francisco legou aos brasileiros exemplos revigorantes e uma oportuna mensagem de otimismo, tão necessária neste ano de tantas dificuldades. "Sejamos luzeiros de esperança! Tenhamos uma visão positiva sobre a realidade", foi sua exorta- ção no Santuário de Nossa Senhora Aparecida."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 29 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Quem o viu pela televisão ou ao vivo nos lugares onde esteve pôde obter a personificação de um novo sentido de liderança, marcado por posições reformadoras emblemáticas e grandes simbolismos, nesta hora em que tantos questionamentos recaem sobre aqueles que têm a responsabilidade de dirigir instituições: dispensou protocolos de chefe de Estado, desfilou pelas avenidas em carro simples e com as janelas abertas e impediu as ostentações e os exageros de praxe, buscando mais sinergia com os fiéis, postura que adotou desde o primeiro momento em que foi escolhido como sucessor de Bento 16."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 29 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Se a juventude esteve no centro de suas mensagens, foi enfático ao advertir que a sociedade deve assegurar a ela as condições "materiais e imateriais" para o seu desenvolvimento, oferecendo fundamentos sólidos sobre os quais se deve construir a vida. Garantir-lhe segurança e educação. Transmitir-lhe valores duradouros, como espiritualidade, solidariedade, perseverança, fraternidade e alegria."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 29 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Para quem tem filho ou filha na juventude, como é o meu caso, as palavras alentadoras de Francisco fizeram todo o sentido. "Bote esperança e os seus dias serão iluminados", ele sugeriu aos jovens, em um de seus discursos. Vale, aliás, para jovens de qualquer idade."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 29 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Houve oportunidade também para que ele demarcasse como enxerga a questão social nos dias de hoje. Quando eleito, meses atrás, o argentino Jorge Mario Bergoglio escolheu seu nome como papa em homenagem a são Francisco de Assis, indicando a ênfase que colocaria na defesa dos mais carentes."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 29 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Na comunidade pobre da Varginha, no Rio de Janeiro, o papa fez o apelo para que ninguém permaneça insensível às desigualdades e possa contribuir para acabar com as injustiças: "A medida da grandeza de uma sociedade é dada pelo modo como esta trata os mais necessitados."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 29 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O papa Francisco mostrou-se bem sintonizado com as manifestações de junho no Brasil. Entre a "indiferença egoísta" e o "protesto violento", termos usados por ele, pregou a alternativa do diálogo e defendeu o respeito aos princípios éticos. "O futuro exige de nós uma visão humanista da economia e uma política que realize cada vez mais e melhor a participação das pessoas, evitando elitismos e erradicando a pobreza", disse. Esse permanece sendo o objetivo em torno do qual todos devemos nos unir."
- Aécio Neves artigo do senador publicado dia 29 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O que precisa hoje se fazer para estimular o médico a ir para as pequenas comunidades, para as periferias dos grandes centros, e esperamos que isso ocorra, é planejamento, são investimentos nessas áreas. É o reajuste do SUS, é salvar as Santas Casas, é criar um ambiente favorável para que esses médicos possam fazer isso não por obrigação, mas por opção. Mais uma vez, é o marketing que prevalece. Uma medida desta profundidade ser tomada sem a anuência de especialistas e sem ouvir a classe médica é, por si só, um equívoco."
- Aécio Neves em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Se é legítimo que a sociedade cobre soluções para os problemas brasileiros, é igualmente fundamental que não percamos de vista o que é de fato prioritário."
- Aécio Neves Artigo do senador para a Folha de S.Paulo, 15 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A presidente não pode ser diariamente desafiada a demonstrar a viabilidade do seu nome para 2014. Ou ser instada a priorizar uma agenda meramente eleitoral, quando o país espera o combate à inflação e ao baixo crescimento e soluções para a extensa pauta de reivindicações no campo dos serviços públicos em áreas essenciais. Muitas das medidas necessárias talvez não atendam aos interesses políticos do seu partido ou à lógica do seu marketing pessoal, mas são fundamentais para o país e não podem mais ser retardadas."
- Aécio Neves Artigo do senador para a Folha de S.Paulo, 15 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Escolher um candidato é sempre prerrogativa de um partido ou das alianças que se formam. Entretanto, ao retirar o tapete sob os pés da presidente, movido pelas conveniências da conjuntura, o PT, na verdade, contribui para debilitar ainda mais a sua gestão, com graves riscos para a governança. O que é um assunto aparentemente doméstico do PT passa a ser, portanto, uma preocupação de todos."
- Aécio Neves Artigo do senador para a Folha de S.Paulo, 15 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Imaginando que venceria por WO, o PT acabou atropelado pela força da realidade. Quando as pesquisas indicaram a queda brutal da intenção de voto na candidata, a legenda atirou o seu nome aos leões, ensaiando o coro pela volta do ex-presidente Lula à disputa, enquanto sua base de apoio a tudo assiste sem esboçar qualquer gesto de solidariedade."
- Aécio Neves Artigo do senador para a Folha de S.Paulo, 15 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Por incrível que pareça, o maior problema que a presidente Dilma Rousseff enfrenta não está nas manifestações de rua, na queda da popularidade ou nas vaias em eventos. Quem se dedica à vida pública sabe que faz parte da democracia enfrentar adversidades como essas, por mais constrangedoras que sejam."
- Aécio Neves Artigo do senador para a Folha de S.Paulo, 15 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A grande dificuldade vem do seu próprio partido, o PT. Nunca antes na trajetória de um chefe de nação foi tão oportuno invocar a máxima segundo a qual quem tem determinado tipo de amigos, não precisa de inimigos."
- Aécio Neves Artigo do senador para a Folha de S.Paulo, 15 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Nada tem impactado mais as receitas estaduais e municipais do que a constante redução do montante dos fundos, afetando diretamente a capacidade dos governadores e, sobretudo, dos prefeitos de atenderem os pedidos da população nas áreas de saúde, educação, segurança e saneamento."
- Aécio Neves em nota criticando o veto de Dilma, 18 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "É lamentável que, mais uma vez, a presidente vire as costas para estados e, principalmente, para os municípios brasileiros, deixando claro o descompasso entre o discurso e as ações do governo do PT."
- Aécio Neves em nota criticando o veto de Dilma, 18 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Em fevereiro, com nada menos que 20 meses de antecedência em relação ao pleito de 2014, o PT lançou a candidatura da atual presidente e colocou em marcha, sem disfarce, sua campanha eleitoral, forçando o governo a escolher entre a lógica da reeleição e os interesses do país."
- Aécio Neves Artigo do senador para a Folha de S.Paulo, 15 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O PSDB está apresentando um conjunto de propostas que, queremos, sejam debatidas e votadas no Congresso e depois submetidas a um referendo por parte da população. Propostas que começam com o voto distrital misto, onde uma parcela dos parlamentares seja eleita por distritos, e outra eventualmente numa lista partidária."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Defendemos o fim das coligações proporcionais, para impedir a usurpação do voto do eleitor, que vota num determinado candidato e elege outro, que não tem na sua atuação parlamentar qualquer sintonia com aquele que efetivamente recebeu o voto."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Estamos defendendo aqui, algo que a meu ver é extremamente importante nessa mesma direção do fortalecimento dos partidos, que é o retorno da cláusula de desempenho. Os partidos, para terem funcionamento parlamentar, precisarão ter o respaldo de uma parcela mínima, pré-estabelecida, da população."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "E estamos aqui, depois de uma discussão muito profunda, e a partir dos exemplos que a própria Presidência da República atual e o governo do PT têm dado, de priorizar a reeleição em detrimento do país, estamos defendendo o mandato de cinco anos para todos os cargos eletivos, sem direito à reeleição."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Aquém do que poderíamos estar fazendo. É preciso que o Congresso avance. Em algumas matérias avançou. É preciso que avance com responsabilidade, porque inúmeras dessas matérias têm efeitos lá adiante. Mas eu acredito, sim, que o Congresso tem feito um esforço – mas, repito, aquém do necessário."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Quanto ao governo federal, mais uma vez fez aquilo que tem sido praxe – transferiu responsabilidades, terceirizou a sua responsabilidade. Nós, do PSDB, continuaremos cobrando do governo federal a agenda que interessa ao Brasil. Transparência, seriedade na gestão pública."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Defendemos que o governo federal corte pela metade o número de ministérios, corte pela metade os mais de 22 mil cargos comissionados. No quesito transparência, mostre para o Brasil quais são os gastos da Presidência com cartões corporativos, mostre aos brasileiros os gastos, agora tratados como sigilosos, das viagens presidenciais – até do ponto de vista emblemático, simbólico, para mostrar que trata essa questão das manifestações com respeito."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "E vamos continuar insistindo no financiamento de 10% dos recursos brutos do orçamento para a saúde, 10% do PIB para educação, não contingenciamento dos recursos de segurança pública, do Fundo Penitenciário, e do Fundo Nacional de Segurança para integração maior com os estados e com os municípios, e que os investimentos em mobilidade sejam priorizados."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Defendemos que o governo sepulte, de uma vez por todas, esse malfadado projeto do trem-bala, que custará cerca de 50 bilhões de reais, e priorize os metrôs das grandes capitais – que, infelizmente, no governo do PT, nos 10 anos e meio do governo do PT, não tiveram qualquer priorização por parte do governo."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Se os partidos brasileiros, sem exceção, saem politicamente abalados do saudável vendaval de passeatas no país, um deles certamente se ressente mais: o PT."
- Aécio Neves artigo do senador para a Folha de São Paulo no dia 1 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "A presidente frustrou a todos os brasileiros. Foi um Brasil velho falando para um Brasil novo."
- Aécio Neves artigo do senador para a Folha de São Paulo no dia 1 de julho de 2013.
- Fonte 247
  • "A presença maciça da classe média no movimento de protesto coloca em xeque, com mais ênfase, as contradições do partido."
- Aécio Neves artigo do senador para a Folha de São Paulo no dia 1 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Pressionado a oferecer respostas ao país, o governo federal improvisou uma constituinte restrita, rapidamente abandonada, e busca, por meio da proposta de um plebiscito de complexa elaboração, aprovar uma agenda que interessa muito mais ao PT do que ao Brasil."
- Aécio Neves artigo do senador para a Folha de São Paulo no dia 1 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Assim, o governo federal patrocina manobras que visam tirar o foco das legítimas reivindicações apresentadas pela população, oferecendo justamente mais daquilo de que os brasileiros demonstram estar fartos: desrespeito."
- Aécio Neves artigo do senador para a Folha de São Paulo no dia 1 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Um bom contraponto à intolerância de Marilena Chaui é um texto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de 2011. Nele, foi enfatizada a necessidade de maior diálogo com a classe média: "O caminho não se constrói apenas por partidos políticos, nem se limita ao jogo institucional. Ele brota também da sociedade, de seus blogs, tuítes, redes sociais, da mídia, das organizações da sociedade civil, enfim, é um processo coletivo. Não existe só uma oposição, a da arena institucional; existem vários focos de oposição, nas várias dimensões da sociedade"
- Aécio Neves artigo do senador para a Folha de São Paulo no dia 1 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Cabe à presidente da República colocar à sua base como prioridade essas questões, cabe à presidente da República mobilizar os inúmeros líderes dos vários partidos cooptados para participar do governo para que façam alguma coisa boa para o país."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Cabe à presidente da República orientar a sua base para a votação da reforma política no Congresso como prioridade, e eles encontrarão lá, prontos para votá-la, as oposições com as suas propostas."
- Aécio Neves em em entrevista no dia 9 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Sugerimos que a presidente Dilma corte pela metade os ministérios e os mais de 22 mil cargos comissionados."
- Aécio Neves em nota depois do pronunciamento de Dilma no dia 24 de junho de 2013.
- Fonte 247
  • "Em seu pronunciamento desta tarde, a presidente da República não assumiu suas responsabilidades, tangenciou os problemas e buscou desviar o foco dos reais interesses expressos pela população."
- Aécio Neves em nota depois do pronunciamento de Dilma no dia 24 de junho de 2013.
- Fonte 247
  • "Sempre apoiamos a reforma política. Lamentamos que nesses dez anos o governo, com a ampla base que tem no Congresso Nacional, praticamente 80% dos membros da Câmara e do Senado, não a tenha aprovado."
- Aécio Neves em nota depois do pronunciamento de Dilma no dia 24 de junho de 2013.
- Fonte 247
  • "A presidente da República quer dizer aos brasileiros que aquilo que os levou às ruas foram as propostas que interessam ao PT na reforma política. E não a calamidade da saúde pública, a falência da mobilidade urbana, em especial o transporte público, o aumento da criminalidade."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Mais uma vez o governo mostra que não entendeu absolutamente nada do que a população brasileira quis dizer."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Questões pontuais como, por exemplo, até do ponto de vista simbólico, acabar com metade desses ministérios que atendem apenas aos companheiros. Acabar com metade dos 22 cargos comissionados para dar um exemplo ao Brasil. Enterrar o projeto do trem bala que custará R$ 50 bilhões, investindo esses recursos nos metrôs das principais centros urbanos. Garantir os 10% dos recursos para a saúde. Garantir os 10% do PIB para a educação. São essas as respostas que o Brasil clama."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "É absolutamente inviável do ponto de vista prático e uma matéria diversionista. A presidente da República quer dizer aos brasileiros que aquilo que os levou às ruas foram as propostas que interessam ao PT na reforma política, e não a calamidade da saúde pública, a falência da mobilidade urbana, em especial o transporte público, o aumento da criminalidade."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Mais uma vez o governo mostra que não entendeu absolutamente nada do que a população brasileira quis dizer. Nós da oposição apresentamos uma proposta à presidência da República. Questões pontuais como, por exemplo, até do ponto de vista simbólico, acabar com metade desses ministérios que atendem apenas aos companheiros. Acabar com metade dos 22 cargos comissionados para dar um exemplo ao Brasil. Enterrar o projeto do trem bala que custará R$ 50 bilhões, investindo esses recursos nos metrôs das principais centros urbanos. Garantir os 10% dos recursos para a saúde. Garantir os 10% do PIB para a educação. São essas as respostas que o Brasil clama."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A presidente da República acorda de um sono profundo e apresenta ao Congresso alguns temas de reforma política que, se necessários são, e eu concordo que são, não respondem às demandas da população brasileira. Na verdade, o que a presidente busca fazer é convidar o Congresso Nacional para um passeio de primeira classe numa cabine do Titanic."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Nasceu morto e o governo sabia disso. O governo, quando criou a Constituinte exclusiva, que durou 24 horas, sabia que ela era inviável. Quando apresentou uma proposta de plebiscito sobre temas tão complexos em um prazo tão curto, sabia que era inviável. Era um engodo. Era uma forma de desviar a atenção da população das questões centrais."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte UOL
  • "O governo erra muito e quem perde é a população brasileira. Infelizmente, estamos vendo passar o tempo e as questões centrais, da mobilidade urbana, da saúde de qualidade, da diminuição desse número escandaloso de ministérios e de cargos em comissão, melhoria da qualidade da segurança pública, nada disso acontece no Brasil."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte UOL
  • "O que estamos assistindo, infelizmente para o Brasil, é o fim antecipado de um governo que não consegue dar respostas, não consegue mostrar efetivamente que tem disposição. Em primeiro lugar, de reconhecer os seus equívocos, de fazer um mea culpa e iniciar uma fase nova. O governo velho continua falando para um Brasil novo, que surgiu das ruas."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte UOL
  • "O que seria razoável hoje é o governo assumir a sua responsabilidade. O governo tem um mandato que só se encerra no final do ano que vem. O governo tem que garantir financiamento para a saúde, para a educação."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte UOL
  • "O governo tem que cortar os gastos supérfluos, tem que investir nos metrôs das capitais, tem que agir com ética e com decência. É isso que o Brasil quer. Nós, congressistas, temos sim que votar, dentre tantas questões, o tema da reforma política."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte UOL
  • "E nós da oposição defendemos que, votada a reforma política, possamos submetê-la a um referendo junto com as eleições do ano que vem. Isso é racional, isso é bom para o Brasil. O resto é engodo. O resto é um governo que não tem coragem de assumir as suas responsabilidades."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "A presidente Dilma Rousseff cometeu enorme injustiça com o técnico Luiz Felipe Scolari ao dizer que seu governo tem um "padrão Felipão". Foi uma comparação infeliz, já que em nada os "times" se assemelham. A primeira grande diferença é que Felipão convocaria os melhores, e não os mais próximos ou os mais amigos."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Por tudo que os brasileiros conhecem dele, sabem que não toleraria qualquer tipo de privilégio. Transparente como é, seria intransigente com os desvios, a má conduta e a corrupção. Corajoso, jamais jogaria só para a torcida, evitando decisões às vezes difíceis e impopulares, mas necessárias."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Onde o treinador está a sua liderança se estabelece naturalmente pelo respeito e competência. Suas firmes convicções nunca o impediram de aceitar críticas e reconhecer erros quando eles ocorrem."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Se introduzido como paradigma para administração pública, o padrão Felipão mudaria importantes prioridades do governo. Logo de início, certamente armaria uma defesa intransponível contra a inflação."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Seus volantes marcariam a corrupção sob pressão. A articulação do meio-campo se daria sob o regime de alta transparência e solidariedade de esforços. No ataque, a criatividade e o talento brasileiros ganhariam espaço e estímulo para aplicar goleadas nos nossos verdadeiros inimigos --a desigualdade, a ignorância, a violência, a injustiça e o baixo crescimento."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Seus volantes marcariam a corrupção sob pressão. A articulação do meio-campo se daria sob o regime de alta transparência e solidariedade de esforços. No ataque, a criatividade e o talento brasileiros ganhariam espaço e estímulo para aplicar goleadas nos nossos verdadeiros inimigos --a desigualdade, a ignorância, a violência, a injustiça e o baixo crescimento."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Com um padrão Felipão correríamos dez vezes mais, de forma organizada, perseguindo objetivos claros. A leniência estaria fadada ao banco de reservas, a incompetência levaria cartão vermelho assim que entrasse em campo, e o improviso não provocaria vaias nos estádios lotados."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O estilo Scolari não canta vitória antes da hora, não permite salto alto e nem desrespeito ao oponente. Entende adversários como adversários, nunca como inimigos, e é capaz inclusive de reconhecer méritos neles. É duro, mas leal e verdadeiro."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "Exemplos como o do técnico são preciosos quando ultrapassam a fronteira do utilitarismo e da apropriação indevida e incorporam valores como qualidade, espírito de equipe e convergência em torno de causas comuns. Sem esquecer o mais importante: o Brasil em primeiro lugar."
- Aécio Neves artigo do senador de 8 de julho de 2013.
- Fonte Folha de S.Paulo
  • "O PSDB estará apresentando na próxima terça-feira, em uma reunião da sua Executiva, um conjunto de ideias consensuais no partido. Vamos conversar com outras forças partidárias já na próxima semana e estamos dispostos a construir uma agenda, no Parlamento, para uma reforma política."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "Eu, talvez até ingenuamente, acreditei na proposta de um pacto. Fui à tribuna, como presidente do maior partido de oposição, apresentei uma agenda à presidente da República. Uma agenda na qual muitos dos temas dependiam da sua própria vontade pessoal. E aguardava, obviamente, que a presidente da República chamasse a oposição para dialogar."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "Se você quer um pacto com o país, você de chamar aqueles que tiveram quase metade dos votos nas últimas eleições. Não. Ela preferia fazer um pacto com aqueles que dizem amém."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "A presidente chamou governadores e prefeitos de estado e constrangeu a todos porque só ele teve direito à palavra. Não foi um diálogo. Foi um monólogo."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "Chamou um segmento da sociedade que o governo controla. Muitos que recebem mesada do governo. E ignorou segmentos políticos que representam metade da população brasileira."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "E voltou como um bumerangue. A proposta equivocada, o erro na verdade, tem uma velocidade própria. E a presidente da República está conhecendo a velocidade do erro. A Constituinte durou 24 horas e a proposta do plebiscito não durou duas semanas."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "Defendemos, há muito tempo, o fim do voto secreto. Em todas as votações. Com uma exceção que eu pessoalmente acho que tem de haver. Na votação de vetos. Porque preservar o voto secreto na derrubada de um veto presidencial é preservar o parlamento das pressões do Poder Executivo."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "Porque com o voto aberto na maioria grande que o governo tem, é muito difícil de ser derrubado. Então, em todos os outros casos os votos devem ser secretos porque a lógica nos vetos é a lógica inversa."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "O voto secreto preserva a vontade do parlamentar, a decisão pessoal do parlamentar, e inibe essa decisão de pressões do Poder Executivo. Portanto, defenderemos, a partir da próxima semana, o fim do voto secreto em todas as votações, preservando no veto para que não haja pressão do governo federal."
- Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
- Fonte G1
  • "Portanto, nós aqui estamos denunciando: o governo federal não quis conversar com as oposições e, achamos que agora não há também nenhum sentido maior nessa conversa, porque nós apresentamos ao Brasil uma agenda. Uma agenda objetiva. A presidente me parece não gosta do diálogo. Prefere o monólogo."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "O erro tem uma velocidade própria. E esse é um grande erro. Acredito que não caminhará pela sua inviabilidade. Querer que temas como esses sejam discutidos com 15, 20 dias de propaganda, temas extremamente complexos, é, na verdade, tirar o foco da questão central."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A agenda da reforma política, ela é necessária, hoje mesmo cobrei do presidente do Senado Federal que coloque em pauta um projeto aprovado na Comissão de Justiça da Casa que garante que todas as propostas de reforma política e eleitoral sejam submetidas a referendo. E que esse referendo ocorra no dia da eleição, no ano que vem."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Acho que a proposta que chega aqui hoje no Congresso Nacional é um desrespeito aos milhões de brasileiros que foram às ruas clamar por saúde, por educação, por segurança, por mobilidade e, principalmente, por respeito."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "A presidente tem uma maioria espantosa no Parlamento. Bastasse dizer, e ela não disse ainda, o que acha sobre cada um desses temas, tentar direcionar, ou negociar, com a sua base a aprovação desses temas pelo Congresso e depois submetê-los a um referendo."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Onde estão os investimentos em segurança contingenciados ano a ano pelo governo? Onde está a vontade política de aumentar o financiamento da saúde que, nos últimos dez anos, diminuiu muito no Brasil? Onde está a vontade política de garantir que Plano Nacional de Educação seja cumprido, com 10% do PIB em educação? Não vi nenhuma resposta da presidente da República à agenda das oposições."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "O que percebemos é que ela(Dilma) prefere o monólogo, prefere a foto, prefere o encaminhamento do marqueteiro oficial do que ouvir as oposições, que representam praticamente metade da população. Aliás, hoje, pelas últimas pesquisas, já representam bem mais que metade da população."
- Aécio Neves entrevista coletiva 2 de julho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "É uma questão que tem de ser discutida no Parlamento. Porque esta é uma prerrogativa exclusiva do Congresso Nacional, a convocação de plebiscito. Ela, portanto, não responde às questões que dizem respeito específico à responsabilidade do governo federal e transfere a responsabilidade desta questão para o Congresso."
- Aécio Neves em nota depois do pronunciamento de Dilma no dia 24 de junho de 2013.
- Fonte 247
  • "Da nossa parte, estaremos aqui prontos para votar uma reforma política que vincule, que link, que aproxime os partidos políticos do sentimento da população brasileira."
- Aécio Neves em nota depois do pronunciamento de Dilma no dia 24 de junho de 2013.
- Fonte 247
  • "Não dá mais para tentar esconder a escalada da inflação, como insiste em fazer o governo federal, tratando-a como se fosse um parente incômodo atrapalhando a festa da família."
- Aécio Neves em sua coluna para a Folha de S.Paulo, abril de 2013.
- Fonte Estadão
  • “Não serão ataques à oposição que vão permitir que a inflação volte ao controle e que o Brasil supere o crescimento pífio."
- Aécio Neves em discurso pronunciamento oficial no Palácio do Planalto, em 12 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “Abrimos essa exposição para que, principalmente, as novas gerações de brasileiros, tão antenadas em relação ao que ocorre ao Brasil, possam conhecer a trajetória de um partido político forjado nas lutas democráticas e sempre fiel e leal na defesa das liberdades e da justiça social no Brasil.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “Fica claro que o Brasil cor-de-rosa, pintado e cantado em versa e prosa da propaganda oficial, do Brasil sem miséria, das empresas batendo recordes de produção, da saúde e da educação avançando, não encontra correspondência na vida real das pessoas.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “Mudou o Brasil como? Com a estabilidade econômica, com o início dos programas de transferência de renda, com as privatizações essenciais à modernização da economia brasileira, a Lei de Responsabilidade Fiscal. Essas foram as mudanças estruturais que ocorreram no Brasil. Avanços vieram depois sim, mas exatamente no leito dessas mudanças ocorridas no governo do presidente Fernando Henrique.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “Mudou o Brasil como? Com a estabilidade econômica, com o início dos programas de transferência de renda, com as privatizações essenciais à modernização da economia brasileira, a Lei de Responsabilidade Fiscal. Essas foram as mudanças estruturais que ocorreram no Brasil. Avanços vieram depois sim, mas exatamente no leito dessas mudanças ocorridas no governo do presidente Fernando Henrique.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “E o ex-presidente Lula, ele, pelo menos, teve dois grandes méritos. Manter a política macroeconômica herdada do governo anterior, desdizendo seu discurso, mas mantendo os conceitos de metas de inflação, câmbio flutuante, superávit primário, e a segunda grande virtude foi ter adensado, ampliado os programas de transferência de renda. Uma virtude do presidente. Mas acho que hoje há um sentimento claro de que o Brasil precisa de um novo rumo, de um novo direcionamento.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “Fica claro que o Brasil cor-de-rosa, pintado e cantado em versa e prosa da propaganda oficial, do Brasil sem miséria, das empresas batendo recordes de produção, da saúde e da educação avançando, não encontra correspondência na vida real das pessoas.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “Portanto, é um alerta para todos os governantes de todos os níveis, mas devemos receber isso, como democratas que somos, com enorme respeito até para que possamos compreendê-lo ao longo do tempo.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “Sou parlamentar com 30 anos de mandato, mas qualquer manifestação que significa uma tentativa de apropriação de direcionamento objetivo deste movimento é um equívoco. Ele não é apenas contra o governo, é uma insatisfação generalizada. Os serviços públicos são de péssima qualidade, o custo de vida aumenta a cada dia.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “A saúde, a educação e a segurança pública estão caóticas no Brasil. Então, há um sentimento difuso hoje e é um sinal da sociedade que deve ser reconhecido e recebido com muita humildade pelos governantes. Acho um equívoco tanto alguém querer se apropriar deste movimento quanto também transferir responsabilidades para outros.”
- Aécio Neves 25 anos do PSDB, em 18 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • “É preciso que a presidente tenha serenidade para fazer um diagnóstico correto do que está levando à fragilização da economia e à diminuição das expectativas positivas que existiam em relação ao Brasil. Não serão ataques fortuitos e absolutamente fora do tom à oposição que vão permitir que a inflação volte ao controle e que o Brasil supere o crescimento pífio que teve nos últimos dois anos."
- Aécio Neves em discurso pronunciamento oficial no Palácio do Planalto, em 12 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Desejo à presidente da República muita serenidade nessa hora e que sua queda nas pesquisas eleitorais não afete seu humor, porque precisamos de uma presidente serena e tranquila para fazer a avaliação correta do que está acontecendo com o Brasil, para que tome as medidas corretas."
- Aécio Neves em discurso pronunciamento oficial no Palácio do Planalto, em 12 de junho de 2013.
- Fonte PSDB
  • "Vou estar de mangas arregaçadas, caminhando por toda Minas Gerais para que nós possamos continuar avançando, impedindo que qualquer retrocesso tome conta do nosso Estado."
- Aécio Neves em discurso durante convenção estadual do PSDB em Belo Horizonte, em 27 de junho de 2010.
- Fonte Último Segundo
  • "Defendo que as coisas sejam naturais. Não acredito em imposições, em alianças forçadas que vem de cima para baixo, pois elas não se traduzem em votos, em apoio da militância e das pessoas, portanto, o que está ocorrendo em nosso campo são alianças naturais".
- Aécio Neves comentando sobre aliança entre PT e PMDB em Minas Gerais, em 19 de junho de 2010.
- Fonte Portal UAI
  • "O governo federal teve que se confrontar com o Brasil real, onde as pessoas querem empregos de melhor qualidade, querem uma educação de maior qualidade, querem serviços públicos dignos. E se o governo insistir em não dar resposta a essas questões pode ser que a popularidade da presidente continue caindo."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "Eu me lembro que a última vez em que a presidente da República falou sobre a reforma política foi no dia da posse no Congresso Nacional em seu discurso. Foi até muito aplaudida, inclusive por nós. Nesses dois anos e meio este tema não esteve na agenda do governo."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "O que estamos percebendo é o governo perdendo o rumo. No afã de dar respostas rápidas à sociedade brasileira, o governo está perdendo o foco mais uma vez. As oposições apresentaram uma agenda para o governo."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "O governo sequer se dispôs a comentá-la, o que mostra que realmente não há disposição de conversar com as oposições."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "Mostra que até nisso o governo federal tem dificuldades de tomar uma posição. Anunciou-se que haveria um convite às oposições, mas ela já conversou com todos aqueles que costumam concordar com as suas posições. Talvez até pelas oposições terem uma posição divergente da presidente, talvez por isso não tenhamos sido convidados."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "Não foi feito às lideranças e, repito, acho que perdeu um pouco o sentido. Porque nós apresentamos uma pauta ao governo que passa pelo corte de metade dos cargos em comissão e metade dos ministérios poderiam ser extintos; investimentos na saúde poderiam ser aprovados no Congresso Nacional, assim como na educação; o fim do programa mirabolante, eu diria patético, do trem bala que custará R$ 50 bilhões aos cofres públicos. Poderia se substituído por investimentos nos metrôs das capitais."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "Esta é a agenda que a oposição apresentou. Infelizmente o que estamos vendo é o governo mais uma vez dando respostas laterais e tentando, com este plebiscito de reforma política, abster-se da sua responsabilidade."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "Defendemos que o Congresso tenha uma agenda rápida para votar a reforma política e que depois seria submetida a um referendo. Isso me parece o mais razoável."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "Não temos essa tradição, pela complexidade das questões. Se é para fazer com seriedade, é preciso, no mínimo, um tempo razoável para que as pessoas saibam no que vão esta votando. Me parece, mais uma vez, uma manobra, como foi a da constituinte exclusiva, que colocava em risco a ordem jurídica vigente no Brasil. Apenas um instrumento para tirar o foco das questões centrais. A má administração do país, a falta de resposta às questões que são concretas."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "O Brasil não merece um messias. O Brasil é e será sempre de cada um e de todos os brasileiros".
- Aécio Neves em discurso durante a convenção nacional do PSDB, em 12 de junho de 2010.
- Fonte Portal Terra
  • "Eu faria algumas coisas simbólicas. O governo paquidérmico que tem hoje o Brasil é uma das motivações dessas manifestações. Eu cortaria pela metade o número de ministérios, metade dos mais de 25 mil cargos comissionados. Cancelaria o programa, por exemplo, do trem-bala, que custará R$ 50 bilhões, enquanto os metrôs das grandes capitais brasileiras precisam de investimentos."
- Aécio Neves Em entrevista no dia 01/07/2013
- Fonte PSDB
  • "Temos que lembrar da luta de Tancredo pela democracia. Temos agora que dar um basta ao aparelhamento do estado e aos que querem se perpetuar no poder. Serra terá a oportunidade agora de nos liderar, com sua luta, sua trajetória. Temos o candidato mais preparado e como dizia o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, temos um lider e não o reflexo de um lider".
- Aécio Neves em discurso durante a convenção nacional do PSDB, em 12 de junho de 2010.
- Fonte O Globo
  • "Na política, você tem de ter convicções, senão não vai a lugar nenhum. Eu tenho as minhas, mas se alguém me convencer, estou aberto. Só não dá para fazer isso assim, sob pressão. Não adianta empurrar. Porque empurrando eu não vou. Eu tenho uma responsabilidade muito grande com Minas. Fizemos uma transformação radical no estado, na cabeça das pessoas, nos servidores. Minas estava estagnada. Mas hoje é o estado que mais cresce no país. Vamos anunciar neste primeiro semestre R$ 50 bilhões de investimentos novos. São Paulo, com toda a pujança, vai anunciar R$ 37 bilhões. Nós estamos num momento muito virtuoso, empresas vindo, empregos vindo. O interior mais pobre se desenvolvendo, a educação melhorando, e eu tenho responsabilidade pela continuidade disso. Se voltar o mesmo time que derrotamos lá atrás, o PMDB antigo, tudo que nós fizemos aqui se perde, é muito fácil desconstruir".
- Aécio Neves em entrevista à revista Época, em 1 de junho de 2010.
- Fonte Revista Época
  • "A minha decisão não pode ser tomada a partir de opiniões pessoais, até de boas intenções de alguns companheiros. Elas são legítimas, mas a minha decisão tem de ser tomada através de uma análise muito profunda que eu faço do cenário político. E estou absolutamente convencido de que a melhor forma de ajudar a dar a vitória ao governador Anastasia e ao companheiro e amigo José Serra é estando em Minas Gerais como candidato ao Senado."
- Aécio Neves em encontro no Palácio das Mangabeiras, em Belo Horizonte, em 27 de maio de 2010.
- Fonte Revista Época
  • "Quem tem prazo não tem pressa".
- Aécio Neves em resposta às especulações sobre a escolha da chapa do PSDB que irá concorrer à Presidência nas eleições 2010, em 18 de maio de 2010.
- Fonte Revista Veja
  • "É importante em nível nacional que possamos ter um governo que privilegie o mérito, que avance nos investimentos em Minas, que descentralize a administração pública. É um conjunto de conceitos que estão incorporados na plataforma do governador José Serra".
- Aécio Neves em entrevista após o evento "Encontro de Lideranças" em Uberlândia, em 29 de abril de 2010
- Fonte Folha Online
  • "E eu quero aqui de público, frente a frente com meus companheiros, reconhecer virtudes do presidente Lula. Mas uma, uma acima de todas as outras: ele manteve absolutamente inalterada a política econômica do presidente FHC. Teve a responsabilidade de avalizar aquilo que de bom foi feito neste país”.
- Aécio Neves em discurso na convenção do PSDB em, 10 de abril de 2010
- Fonte O Globo
  • "Minas é mais do que a terra em que nasci. Minas é a minha escolha, o meu amparo e a minha esperança. Ao me despedir, nesta hora, gostaria de poder olhar nos olhos de cada um de vocês e dizer: honrei, todos os dias, o mandato de governador do Estado de Minas Gerais concedido a mim, por duas vezes, pela confiança da ampla maioria dos mineiros. Procurei estar à altura dessa confiança e dos sonhos de cada um de vocês. Trabalhei com dedicação, movido pela minha profunda solidariedade à nossa gente. Dediquei a Minas o que acreditei ser o mais importante: minha lealdade, minha coragem, minha alegria. Mas, sobretudo, o meu respeito e o meu amor".
- Aécio Neves em pronunciamento na cerimônia de despedida do Governo de Minas, em 31 de Março de 2010
- Fonte Portal UAI
  • "Minas é minha causa, minha casa, meu chão. Minas é minha pátria".
- Aécio Neves durante inauguração da Cidade Administrativa de Minas Gerais, em 4 de Março de 2010
- Fonte Portal G1
  • "É recompensador andar por Minas Gerais e receber o reconhecimento, o abraço afetuoso e o olhar de confiança dos mineiros. Temos lutas enormes a enfrentar, mas vemos uma Minas diferente daquela de 2003”.
- Aécio Neves durante inauguração de obras no Parque Estadual do Rio Doce,em 21 de Fevereiro de 2010
- Fonte Portal Uai
  • "Tenho orgulho de poder dizer que sou o primeiro governador, na história de Minas Gerais, a investir mais recursos per capita no Norte de Minas e nos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri do que nas regiões mais ricas de Minas. Essa, talvez, de todas, seja a maior marca do nosso governo, seja através do Proacesso, investimentos em saneamento como essa ETE, uma reivindicação de décadas que hoje está sendo entregue à população; investimentos na área da saúde, investimentos junto aos jovens, como o Poupança Jovem, que estamos inaugurando aqui; na área da segurança pública, fomos o Estado brasileiro que mais investiu em segurança pública”.
- Aécio Neves durante inauguração de obras em Montes Claros (MG) em 9 de Fevereiro de 2010
- Fonte Agência Minas
  • "Teremos aqui um instrumento de excelência. Talvez, as pessoas não tenham hoje percepção clara do isso significa mas, no futuro, exatamente aqui em Frutal, no Pontal do Triângulo Mineiro, é para onde estarão vindo os principais pesquisadores e técnicos para ensinar as futuras gerações como fazer a gestão adequada desse insumo tão vital à vida, que é a água. Portanto, é um dia histórico para todos nós”.
- Aécio Neves em cerimônia de inauguração do Instituto HidroEx em Frutal em 2 de Fevereiro de 2010
- Fonte Agência Minas
  • "Os projetos corretos, bem planejados, serão, todos eles, mantidos e talvez até com um nível de eficiência maior, porque teremos sempre, como tivemos historicamente, o cuidado de não partidarizar excessivamente a máquina pública”.
- Aécio Neves em entrevista ao Jornal Estado de Minas em 21 de janeiro de 2010 falando sobre a manutenção de projetos do atual Governo Federal após as eleições 2010
- Fonte [17]
  • "Devemos estar preparados para responder à autoritária armadilha do confronto plebiscitário e ao discurso que perigosamente tenta dividir o país ao meio, entre bons e maus, entre ricos e pobres. Nossa tarefa não é dividir, é aproximar. E só aproximaremos os brasileiros uns dos outros, através da diminuição das diferenças que nos separam".
- Aécio Neves em carta que anuncia sua desistência de concorrer à Presidência em 17 Dezembro de 20009
- Fonte Folha Online
  • "Minas viveu uma revolução e saltamos dos indicadores preocupantes de seis anos atrás para ser reconhecido como o estado brasileiro que mais cresceu e que melhores indicadores sociais apresentou. Não há nenhuma ação de maior alcance social do que gastar de maneira correta, com acompanhamento e com transparência”.
- Aécio Neves em pronunciamento na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro em 14 de Dezembro de 2009
- Fonte Assessoria de Imprensa do Governador de Minas Gerais
  • "Hoje, 27 anos depois de ter iniciado minha vida pública, depois de ter sido parlamentar por 16 anos, depois de ter sido presidente da Câmara dos Deputados e duas vezes governador dos mineiros eu gostaria de dizer que eu acredito na política. Acredito na atividade política como instrumento de transformação da nossa sociedade e acredito que ela possa ser exercida com ética, com coragem e com respeito".
- Aécio Neves em discurso no encontro do Grupo de Líderes Empresariais em São Paulo em 9 de Novembro de 2009
- Fonte Agência Minas
  • "Em Minas, costuma-se dizer que, em política, devem brigar as ideias, não os homens. Por isso, durante o meu governo, o Palácio das Mangabeiras, residência oficial do governador do estado, vem recebendo deputados, senadores, governadores e ministros de todos os par tidos, inclusive da oposição. À luz do dia”.
- Aécio Neves escreveu em uma carta ao jornalista do O Globo, Merval Pereira em 19 de Novembro de 2009
- Fonte [18]


  • "O PSDB caminha para um processo de definições, vamos fazer isso de forma absolutamente serena. O que nós devemos buscar é construir um projeto novo para o Brasil e eu conheço os avanços que vêm desde Fernando Henrique Cardoso, passando inclusive pelo governo do presidente Lula, mas devemos apontar para a frente, o PSDB tem que dizer a população brasileira o que pretende fazer, quais os gargalos que ainda impedem o Brasil de crescer, em uma velocidade maior do que tem hoje, e eu sou instrumento do partido. Se couber a mim esta responsabilidade, estarei pronto para enfrentá-la".
- Aécio Neves, em entrevista ao Portal Terra em 16 de novembro de 2009
- Fonte Terra
  • "O governo Lula não trouxe avanço na gestão econômico-financeira e no campo administrativo houve retrocesso. No setor elétrico os investimentos foram pífios para o Brasil que quer crescer”.
- Aécio Neves, em entrevista durante encontro do PSDB em 11 novembro de 2009
- Fonte O Globo
  • "Hoje estamos percebendo de forma muito clara como é bom para a população, quantas vantagens tem a população, quando você planeja conjuntamente, quando se tem estratégias comuns que permitem um ganho de tempo, uma otimização dos recursos financeiros nos esforços de todos nós”.
- Aécio Neves, em entrevista a Agência Minas durante assinatura de convênio com a Prefeitura de Belo Horizonte para construção do Hospital Metropolitano do Barreiro em 3 outubro de 2009
- Fonte [19]
  • "Devemos ressaltar a necessidade de uma reforma do Estado, fazer diferente do governo atual, que tem inchado a máquina, tem 40 ministérios”.
- Aécio Neves, em entrevista a Revista Carta Capital em 4 novembro de 2009
- Fonte Carta Capital
  • "Quero ser canditado a Presidente, não a vice.”
- Aécio Neves, em entrevista a Revista Carta Capital em 4 de novembro de 2009
- Fonte Carta Capital
  • "A integração das ações, da inteligência, das diligências da Polícia Civil e da Polícia Militar é o caminho mais curto para nós enfrentarmos com êxito o problema da segurança e da criminalidade”.
- Aécio Neves, em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo em 08/01/2009
- Fonte Folha Online
  • "A parceria entre o estado de Minas Gerais e a Vale é histórica. (...) É muito importante que tenhamos em Minas futuros novos investimentos que agreguem ainda maior valor à matéria-prima daqui extraída".
- Aécio Neves, durante solenidade no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte (MG) quando foram anunciados investimentos de R$ 9,5 bilhões da Companhia Vale do Rio Doce no Estado, em 14/10/2009
- Fonte: O Globo Online
  • "No que depender de mim, nós teremos uma consulta ampla às bases do partido. Repito: porque acho que esse processo, tanto do ponto de vista dos aliados do governo quanto da oposição, ainda não está concluso. Está longe disso. Cada um tem a sua estratégia."
- Aécio Neves, ao defender a realização de prévias pelo PSDB para a escolha do candidato do partido nas eleições presidenciais de 2010, em 13/10/2009.
- Fonte: Folha Online.
  • "Espectador privilegiado da mais bem construída articulação política já feita no hemisfério Sul, que nos levou a retomada da democracia".
- Aécio Neves, ao descrever a participação dele, ao lado do avô, o presidente Tancredo Neves, sobre a transição do Ditadura Militar para a democracia no Brasil.
- Fonte: Tribuna do Norte
  • “Eu fui formado na democracia e o contraditório é não apenas importante, mas necessário à democracia. (...) Eu quero portanto, vendo que existem alguns convidados, que são muito bem vindos a esse fórum e que demonstram a intenção de dele participar de forma mais efetiva, eu quero convidar o nosso colega que se manifestou para que venha aqui, e possa de forma serena, educada, colocar as suas posições, para que eu possa depois concluir esse evento. (...) Seja bem vindo.”
- Aécio Neves se dirigindo a um manifestante, na abertura do Brasil 2020, em 04/10/2009.
- Fonte: Vídeo do You Tube "Brasil 2020. Aécio Neves passa a palavra a manifestante"
  • "Acho que o Brasil está de parabéns e o mundo começa perceber, cada vez mais, a importância estratégica do Brasil. Portanto, há Copa do Mundo em 2014, Olimpíada em 2016, geração de emprego, renda e, sobretudo, um otimismo que passa a tomar conta do Brasil" – ao analisar a escolha do Rio de Janeiro para sediar as Olimpíadas de 2016, em 02/10/2009.
- Abril.com - Aécio: mundo começa a perceber importância do Brasil
  • "Minas Gerais é um estado pioneiro em modelo de parceria público-privada em diversos setores. Infelizmente, o Governo Federal não demonstrou ainda interesse em explorar esta área. As nações mais desenvolvidas do mundo como a Inglaterra, por exemplo, tem nas parcerias público-privadas um instrumento importantíssimo para complementar os investimentos públicos”.
- Aécio Neves, durante entrevista ao Jornal da Noite da Band, realizada em 15/09/2009.
- Fonte: [20]
  • “A presença sólida e permanente do Estado é exatamente a condição necessária para a institucionalização de parcerias com a sociedade civil no setor público.”
- Fonte Aécio Neves, em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo, no caderno de “Opinião”, com o título: “Segurança, um novo paradigma”, em 28/06/2009.
  • "Quero fazer uma reflexão que talvez muitos correligionários não gostem, assim como meus adversários políticos. Acredito que, daqui a alguns anos, distantes das paixões políticas, dos embates eleitorais e compromissos partidários, os cientistas políticos deverão analisar este longo período de governo, que se inicia com Itamar Franco, com a elaboração do Plano Real, passa pelos oito anos do governo Fernando Henrique Cardoso e chega aos oito do presidente Lula, como um só período de continuidade da vida nacional.”
-Aécio Neves, em almoço de homenagem na sede da Associação Comercial do Rio de Janeiro – RJ, em 16/05/2009
-Fonte: “O Globo”
  • "Acho que o PSDB não pode se acomodar achando que vai ganhar as eleições só porque está na frente nas pesquisas. Quando defendo as prévias e digo que têm que ser regulamentadas até o final de março, é porque acredito que elas podem ser o instrumento que falta ao PSDB para reencontrar-se com suas bases. Nós somos um partido que se distancia um pouco de setores que nos apoiavam e que estiveram sempre muito próximos a nós. A agenda do Brasil que nos levou à Presidência da República é muito diferente da agenda atual. Naquela época a estabilidade econômica era a prioridade. Hoje a agenda é outra, sem contar a agenda da crise.”
- Fonte: Aécio Neves em entrevista à Revista IstoÉ, edição de 2049, de 13 de fevereiro de 2009 – O plano de Aécio para 2010.
  • "O Brasil de hoje compreende, cada vez mais, que o futuro não está nas mãos de um homem ou de um grupo, não depende de um messias ou de um salvador da pátria. O futuro depende de todos e de cada um de nós."
-Aécio Neves, Diamantina, 12 de setembro.
  • "Os governos podem fazer muito quando atuam com responsabilidade e comprometimento, mobilizados por desafios e sonhos coletivos e se colocam ao lado dos cidadãos."
- Folha de São Paulo, 17 de Abril de 2008.
  • "A Cidade Administrativa é uma obra que resume o princípio que norteou minha gestão: conferir eficiência e qualidade à administração pública e, ao mesmo tempo, fazer com que ela seja indutora de desenvolvimento econômico e social"
- Revista Veja, Ed. 2128, de 02 de setembro de 2009. O legado de Aécio em concreto
  • “É hora de reunirmos a nação inteira, para a tarefa de promover as mudanças corajosas que a realidade exige. Essa tarefa ainda se encontra inconclusa. A depressão econômica, da qual somos vítimas agora, irá nos exigir sacrifícios ainda maiores nos próximos meses. O Brasil é um dos países mais preparados para vencê-la, graças aos esforços de seu povo e de diferentes governos. No entanto, ainda nos resta responder aos deveres que nos impõe a realidade.”
- discurso durante as comemorações do “Dia da Inconfidência Mineira”, em 21 de abril de 2009, em Ouro Preto.
- Blog da Lúcia Hippolito (CBN)
  • "Minas Gerais, muito provavelmente, não tem o melhor governador do Brasil, mas, certamente, tem a melhor equipe da administração pública de todos os Estados brasileiros."
- Aécio Neves ao ressaltar a importância para os administradores públicos contarem com equipes técnicas bem preparadas e capacitadas, em 08/02/2007.
- Fonte: Folha Online
  • "O sal de nosso batismo, como povo, teve o sabor da liberdade. Não fomos educados para a dócil aceitação do despotismo, mas, sim, instruídos pelas vicissitudes a encontrar a paz no diálogo entre iguais.”
-Aécio Neves, em discurso de posse no segundo mandato ao Governo do Estado de Minas Gerais, em 1/1/2007.
-Fonte: Folha Online
  • "Isso está uma loucura. Dá até para fazer uni-duni-tê."
- comentando a quantidade de mulheres bonitas em uma festa no Rio de Janeiro, em janeiro.
- Revista IstoÉ Gente!, n. 332.
  • "O que buscamos são alternativas para os desafios do nosso tempo, reunindo a preocupação ambiental - e aí passamos pela reciclagem - com a preocupação social e a mobilização dos catadores de papel e recicladores"
-Aécio Neves na abertura do 8º Festival Lixo e Cidadania em BH, 21 de setembro de 2009".
  • "A raiz dos grandes problemas brasileiros é a crescente e absurda concentração de receitas tributárias nas mãos da União"
-Fonte: Jornal “O Globo”, de 21 de setembro de 2009, Caderno de Opinião – Artigo “Política construtiva”, do articulista Paulo Guedes.
  • "Nunca perdemos o vínculo com São Paulo. São Paulo é um centro econômico não apenas no Brasil, mas é o mais importante da América Latina. Nós, exatamente pela experiência que tivemos ao longo desses anos, achamos que seria importante que isso ocorresse (a criação de um espaço de Minas na capital paulista)."
--entrevista ao Jornal Gente da Rádio Bandeirantes, 15/09/2009
  • "Esse jogo ainda está para ser jogado. Aqueles que acham que a eleição de 2010 está resolvida se frustrarão muito."
-encontro do PSDB mulher em Brasília, 03/06/2009
-Fonte: Jornal O Tempo - 04/06/2009
  • "O Brasil perdeu a grande oportunidade de ter um presidente da dimensão do Brasil."
-Aécio Neves, sobre a morte de Tancredo Neves, 3 de setembro, Rádio Metrópole (BA).
  • "A integração das ações, da inteligência, das diligências da Polícia Civil e da Polícia Militar é o caminho mais curto para nós enfrentarmos com êxito o problema da segurança e da criminalidade”.
- Aécio Neves, em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo em 08/01/2009
- Fonte Folha Online
  • "Quando o PT segue a cartilha do PSDB, ele vai bem. Quando o PT resolve inventar seu próprio caminho, o Brasil vai mal."
- Aécio Neves em entrevista para a Revista Época
- Revista Época

"Não acho que a única herança que um pai de família queira deixar para seu filho seja um cartão do Bolsa Família."

- Aécio Neves em entrevista para a Revista Época
- Revista Época

"O governo Dilma não é um governo de coalizão, é de cooptação. Vale tudo para ganhar um minuto de TV. O PSDB não teme adversários."

- Aécio Neves em entrevista para a Revista Época
- Revista Época

"O governo Dilma falhou. Falhou na condução da política econômica, na gestão do país e no aprofundamento dos programas nas áreas sociais."

- Aécio Neves em entrevista para a Revista Época
- Revista Época

"Ao contrário do PT, não me contento com a administração diária da pobreza. Quero a superação da pobreza."

- Aécio Neves em entrevista para a Revista Época
- Revista Época

"[O PT] é comprometido com esse corporativismo sindical que não quer avaliação, tem horror de ser avaliado."

- Aécio Neves em entrevista para a Revista Época
- Revista Época
  • "A presidente Dilma Rousseff, mais uma vez, deixa de honrar um compromisso assumido com os mineiros..”
-Aécio Neves, criticou o edital de licitação da duplicação da BR-381, em 13/06/2013.
-Fonte: PSDB
  • "O edital de licitação da duplicação da BR-381 frustra a expectativa de que teríamos toda a extensão entre Belo Horizonte e Governador Valadares em pista dupla, como foi promessa de campanha da candidata petista e reiterado por ela já como presidente.”
-Aécio Neves, criticou o edital de licitação da duplicação da BR-381, em 13/06/2013.
-Fonte: PSDB
  • "O edital da obra simplesmente não contempla a duplicação integral dos 303 km da rodovia situados entre a nossa capital e Governador Valadares.”
-Aécio Neves, criticou o edital de licitação da duplicação da BR-381, em 13/06/2013.
-Fonte: PSDB
  • "A BR-381 continuará, em importantes trechos, acidentada, insegura e perigosa, a despeito da evidente obsolescência do seu traçado, datado de 50 anos atrás, e do crescente tráfego de veículos, principalmente caminhões. A construção de terceiras faixas em trechos localizados, como um arremedo de solução, não trará a segurança que os mineiros esperavam.”
-Aécio Neves, criticou o edital de licitação da duplicação da BR-381, em 13/06/2013.
-Fonte: PSDB
  • "Repete-se na licitação deste trecho da BR-381 o padrão do governo do PT: da pouca transparência, do improviso e da falta de compromisso com a verdadeira solução dos problemas.”
-Aécio Neves, criticou o edital de licitação da duplicação da BR-381, em 13/06/2013.
-Fonte: PSDB
  • "A presidente Dilma e o PT continuam devendo, e muito, aos mineiros. Em Minas, os dez anos de governo do PT significam dez anos de promessas não cumpridas com a nossa gente.”
-Aécio Neves, criticou o edital de licitação da duplicação da BR-381, em 13/06/2013.
-Fonte: PSDB
  • "O Bolsa- Família passará a ser um programa de Estado, não de governo ou de um único partido”
- "Aécio Neves, senador, sobre projeto de lei, de própria autoria, que tem como proposta transformar o programa Bolsa Família em uma política de Estado 2013.
- "Fonte [21]
  • "Os petistas tratam o Bolsa-Família como um ponto de chegada no combate à pobreza. Nós queremos tratar o programa como um ponto de partida para um outro patamar, para a transformação social que todos buscamos para o país."
- "Aécio Neves, senador, sobre projeto de lei, de própria autoria, que tem como proposta transformar o programa Bolsa Família em uma política de Estado 2013.
- "Fonte [22]

Sobre[editar]

  • "Aécio Neves é um grande nome não só em Minas, mas no Brasil"
- Governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, em 20 de maio de 2010.
- Estadão
  • "Aécio, Fernando Henrique disse que está na hora de uma nova geração de políticos entrar em cena. Um deles é você! Parabéns pelo seu Aniversário.”
- Cacá Diegues em 14 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, um grande abraço para você e que tenha sempre um grande sucesso, como grande vencedor que vcê sempre foi e sempre será.”
- Sá em 14 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, a sua geração recebeu a tarefa de construir e melhorar o Brasil. Vocês são responsáveis pelo que vai acontecer daqui pra frente. Nós necessitamos de um país que construa seriamente o seu destino. Essa é a sua tarefa. Depois que você realize o seu destino politico. Torço por você!”
- Ferreira Gullar em 14 de março de 2013.
- Facebook
  • "O governador Aécio realmente está fazendo uma administração espetacular, e hoje ele dá uma demonstração ao Brasil que quando a gente quer a gente faz. Então essa é uma obra que tem a mão do Niemeyer. Possa ver as obras antigas da velha Minas Gerais, a nacionalidade que a gente sente nesse palácio, eu acho que é um exemplo de Brasil".
- Senador Pedro Simon, PMDB-RS, em 4 de março de 2010 durante inauguração da Cidade Administrativa de Minas Gerais
-Agência Minas 04/03/2010
  • "Estamos vivamente impressionados. Isso mostra a visão de presente e de futuro do governador Aécio Neves.”
- Deputado federal Albano Franco, PSDB-SE, em 4 de março de 2010 durante inauguração da Cidade Administrativa de Minas Gerais
- Agência Minas 04/03/2010
  • "Aécio, você era um menino e virou um grande governador. Hoje você é um lider nacional, que faz bem a sua politica e, fundamentalmente, é amigo dos seus amigos. Te amo, feliz aniversario."
- Fafá de Belém em 13 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, parabens pelo seu aniversario. Quero agradecer por essa amizade que é mantida a muito tempo por conta dos nossos ideias, do nosso prazer de viver, mas de pensar no futuro também. Tenho o maior prazer e o maior orgulho de ser o seu amigo."
- Fagner em 14 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, desejo muita saúde e muito sucesso. Você ainda tem uma vida inteira pela frente.”
- Zico em 12 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, te desejo felicidades e que você tenha um ano maravilhoso na sua carreira politica. Saiba que a classe artística mineira tem um grande carinho por tudo que você já realizou em Minas."
- Flávio Venturine em 12 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, desejo o melhor para você, que você continue sendo essa pessoa importante e maravilhosa como sempre foi.”
- Marcelo Serrado em 12 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, te desejo toda a felicidade do mundo, que você consigo realizar todos os seus sonhos. Você merece tudo de bom!”
- Tetra campeão Bebeto em 11 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, você foi o maior presidente que o congresso brasileiro já teve. Parabés!”
- Ziraldo em 11 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, desejo muitas felicidades, saúde, paz, amor e muito sucesso esse ano, que será muito imortante para você. Vinte anos que estamos juntos e vou continuar ao seu lado.”
- Ronaldo Fenômeno em 11 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, desejo saúde, paz e que você tenha sempre essa luz sobre você abençoando suas ideias. Que 2014 seja um ano maravilhoso para você.”
- Zezé Di Camargo em 11 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, desejo a você vida longa, cheia de saúde e prosperidade.”
- Gilberto Gil em 10 de março de 2013.
- Facebook
  • "Aécio, tenho admiração pelo homem que você é que abandona o confronto do seu lar para lutar por ideias, ideias que sao de todos nós, ideias que são das pessoas de bem desse país.”
- Bernardinho em 11 de março de 2013.
- Facebook
  • "Com uma visão moderna de um gestor competente como é o governador Aécio Neves, ele conseguiu não só conciliar a beleza da arquitetura moderna àquilo que realmente encanta, que constrói, do Palácio do Centro Administrativo, com a funcionalidade e a resposta ao cidadão mineiro”.
- Deputado federal Ronaldo Caiado, DEM-GO, em 4 de março de 2010 durante inauguração da Cidade Administrativa de Minas Gerais
- Agência Minas 04/03/2010
  • "Por sua história familiar e seu trabalho como governador, o Aécio tem uma raríssima e belíssima influência em Minas".
- "Hélio Costa, Ministro das Comunicações, em 12 de novembro de 2009
- IG Notícias 12/11/2009
  • "Aécio Neves tem a cara do século XXI, mostra uma renovação do PSDB e soma a isso toda a sua experiência política e a capacidade de aglutinar forças políticas distintas. Sua administração em Minas Gerais fez dele o governador mais bem avaliado do país, segundo as pesquisas."
-Rodrigo de Castro, deputado federal, secretário-geral do Diretório Nacional do PSDB .
-Revista Isto É - Edição 2077 - 2/09/2009
  • "O governador Aécio, sendo candidato à Presidência da Republica, descomprime gravemente a necessidade estratégica de eu apresentar uma candidatura. Não quer dizer que eu eventualmente não tenha que ser (candidato), porque isso dirá o meu partido. Mas as necessidades das minhas angústias com relação ao futuro do país, com a presença dele, supondo um enfrentamento dele com a ministra Dilma, minha estimada companheira, eu fico feliz porque o país estará em seguras, tranquilas e boas mãos”.
-Deputado Federal Ciro Gomes (PSB), sem descartar uma eventual candidatura à Presidência, em 16/07/09.
- Portal G1
  • "Sua coleção de livros parece intocada. Lembra biblioteca de novela."
-César Maia, prefeito do Rio de Janeiro.
-Revista ISTO É, Edição 1918.
  • “Ah, beijei o Aécio, sim. Todo mundo viu. Digamos que ele é um homem de muitas línguas”
- Ana Paula Arósio, atriz, confirmando que o beijou em uma festa em 2008, no Rio de Janeiro.
-Revista ISTO É Gente Edição 361
  • “Hoje, nos reencontramos com nossa própria história. Com nossos valores e princípios, mas, sobretudo, com a nossa responsabilidade de mudar o Brasil. Ao olhar, e olhava atentamente o semblante, nos olhos de cada companheiro que aqui estava, e percebi que é realmente um reencontro. (...) Mas, hoje, o que quero dizer a vocês, com a responsabilidade de presidente, a partir desse instante, do maior partido de oposição do Brasil. é uma palavra de honra e de orgulho. Orgulho da nossa trajetória, dos nossos companheiros, mas em especial orgulho da nossa história. Somos, presidente José Serra, o partido da estabilidade econômica. O partido dos programas de transferência de renda. O partido as privatizações que tão bem fizeram ao Brasil. somos o partido da Lei de Responsabilidade Fiscal. Somos o partido que permitiu que milhões de brasileiros voltassem a consumir. Mas somos, sobretudo, o partido da ética. O partido que compreende que política e ética podem sim, e devem, permanentemente caminhar juntas.”
- Aécio Neves, senador, na Convenção do PSDB 2013, em Brasília.
-PSDB , Portal do PSDB