Sai de Baixo

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Sai de Baixo foi um humorístico da TV brasileira (Rede Globo), entre 1996 e 2002.



Magda[editar]

  • "Que isso, Neidoca. Você está confundindo alhos com bagulhos!"
  • "Essa não é fantasia daquela inimiga do Batman? A Mula-Gato?"
  • "Como faz retrato falado? Bota a maquina dentro da boca?"
  • "França é com dois ou tres S´s"
  • "Meu Deus!Posso imaginar o tamanho do saco para botar esse hotel todo Dentro"
  • "Chupar o pau na barraca".
  • "Assustar um cheque".
  • "Estou lendo um livro de Milk Shakespeare, Julieu e Romiseta".
  • "Não, Edileuza. 'Geneve' não é um lugar, 'Geneve' é quando neva na França. je neve."
  • "Depressão genital".
  • "Abrir a janela para farejar o ambiente".
  • Vamos fazer o amigo discreto?".
  • "Há malas que vêm para o bem".
  • "Quero ser a próxima contrabandista da novela das oito".
  • "Quem com ferro fere, tanto bate até que fura".
  • "Matar dois coelhos com uma caixa d'agua só".
  • "Tu te tornas eternamente responsável pela "canabis que sativas".
  • "Eu sou bem adestrada".
  • "Obrigada, são seus ovos". (respondendo a um elogio)
  • "Eu sou uma mulher sempre livre e O.B. saudações".
  • "Sua estupidez não lhe deixa ver que eu te amo".
  • "O bipop vai subir que é uma loucura!"
  • "Cada peça que a vida nos martela".
  • "Vou tomar uma atitude gástrica".
  • "Odeio filme suspensório".
  • "Quem confere conta, com conta será ferido".
  • "É nos melhores fracassos que se encontram os melhores perfumes".
  • "Você está escorregando no lavabo?"
  • "Não seja Hipócrates".
  • "O pior cego é aquele que não quer andar".
  • "Mortal, posto que é chama, que seja infinito enquanto duro".
  • "Como diria Vinícius de Moraes: liberdade para as roletas!"
  • "Eu vou ser como a Marta Rocha, a espiã nua que incendiou Paris".
  • "Não sou mais conjugada, agora posso falar tudo que me der no tijolo".
  • "Como diria Adolf Hitler: A taça do mundo é nossa!"
  • "Como diria Castro Alves: Quem semeia vento colhe sangue, suor e cerveja".
  • "Vamos transformar a cozinha em um território neutro, tipo uma faixa de gases".
  • "E eu tive que deixar minhas impressões digitais na delegacia, agora, quando precisar, vou ter que ir lá buscar!"
  • "Inclua-me fora dessa".
  • "Eu estou tendo uma idéia... mãe! vem logo antes que passe".
  • "Depois da tempestade, vêm as vacas loucas".
  • "Eu tenho um certo sentimento feeling".
  • "Você acredita em vida após a vida?"
  • "Mãe, a senhora me pegou de chupetão!"
  • "Todo mundo tem de na vida plantar um filho, ter um livro e escrever uma árvore!"
  • "A Edileuza tá de férias, meu amor, vai visitar aquele piloto, o Rubinho Bariloche."
  • "Amar é nunca ter que pedir pinico..."
  • "Santo de casa tem espeto de pau, você não sabe?"
  • "Edileuzinha! Você está morta? Se você morreu, fala pra gente!"
  • "Estou morrendo de saudades do Tio Vavá. Sem ele para me explicar a novela eu não consigo entender os capítulos!"
  • "Matéria prima, tia, sobrinha, tanto faz! Com meu talento eu sou mais eu, entendeu?"
  • "Não interessa! A conversa ainda não chegou na coisinha!"
  • "Alimentar, meu claro Watson!"
  • "Vai no bicheiro e joga na vaca! Se ganhar tem leite pra todo mundo."
  • "Mãe, em briga de marido e colher não se mete a mulher."
  • "Você é meu irmão, Caco? Nós vivemos todo esse tempo em inseto!"
  • "O que o está insinuando? O senhor sabe perfeitamente que durante toda a minha vida eu sempre fui uma mulher estéreo sexual!"
  • "Faz! Faz! Faz uma vasectomia comigo, mesmo assim eu não me galo!"
  • "Isso mesmo! Nós nos casamos com um caminhão de bens!"
  • Paz! Paz na Terra aos homens que têm vontade! Jingle Balls! Jingle Balls! Vamos nos aspirar em madre Tereza de Corumbá".
  • "Ora bolas! Eu pretendo vencer por si mesma, tá legal?"
  • "He is my son! Ele é masson!"
  • "Happy New Year! Feliz Nova Orelha!"
  • "She is trying again! Ela está traindo alguém!"
  • "I want see my son! Eu ontem tossi maçã!"
  • "Queria pedir desculpas, pelo meu ciúme doentinho!"
  • "Caco! Você é um pai tão ausente que se você fizesse um teste de paternidade, você seria reprovado por faltas! "
  • "Mami, eu não sou mais criança, eu já sou uma mulher adúltera. "
  • "Me segura que eu vou desmamar... "
  • "Capotei! Capotei a mensagem!"
  • "Deus escreve esperto por lindas portas."
  • "Vamos ligar para o 190! Alguém tem o número? "
  • "Águas passadas não mordem maminhas. "
  • "Tio Vavá, o senhor anda cheirando proteína?"
  • "Eu tenho uma idéia: Caco é louco por viúvas. Então eu mato o Caco, fico viúva e ele fica louco por mim! "
  • "Eu esperei mais de 30 anos para comemorar os meus 15 anos! "
  • "Eu amo esse restaurante... essa cadeira, por exemplo, eu conheci desde que era um banquinho. "
  • "Eu não sou ex-mulher! Não é só porque eu me separei de você que eu virei homem..."
  • "Eu não acredito no que os meus ovos vêem! "
  • "Eu sempre sonhei com um homem honesto, trabalhador pra poder casar e prostituir família. "
  • " Tomara que o nosso filho seja menino ou menina. "
  • "Agora eu nem sei quem é o pai da criança que eu trago aqui no meu esôfago."
  • "Quer dizer que você voltou ao anormal? "
  • "O tio Vavá só não se casou porque não encontrou uma mulher à sua largura. "
  • "Mami! Diga anão às drogas. "
  • "Eu pretendo sumir da alface da terra! "
  • "Eu não acredito no que os meus ouvidos vêem. "
  • "Tá tudo de esperma pro ar! "
  • "Eu pensei em fazer uma lipo inspiração, um displante de cabelo, pensei até em usar uma lente de contrato..."
  • "Você é o ar que eu transpiro. "
  • "Caco, você não pode deixar a mami ir embora! Ela é como se fosse uma mãe pra mim."
  • "Meu Deus! Eu só fiz o que me ordenharam. "
  • "Como diria o sábio, grande Papa João Paulo Maluf: "Ajoelhou, tem que nadar". "
  • "Como diria Woody Allen: "Todo mundo tem seus 15 minutos de cama". "

Caco Antibes[editar]

  • "Eu tenho horror a pobre!!"
  • "Cala a boca, Magda!!"
  • "Cassandra você é é uma cruza de Surucucu do pescoço grosso com Comigo ninguem pode"
  • "Vou lhe avisando de ante-mão que uísque em copinho de geléia de mocotó, nem pensar, viu?"
  • (Quando descobre que Edileuza vai passar as férias em Bariloche) "Desde quando uma escrava tira férias?"
  • (Na primeira vez em que vai trabalhar) Realmente chegou a hora. O Brasil espera que cada um faça sua parte. E verás, verás, pátria amada, que um filho seu não foge a luta... A hora de trabalhar e a hora de descansar. Vou pro quarto. (Faz a meia volta e se dirige para o quarto)
  • (Ao ver Cassandra fantasiada de Cleópatra) Cassandra, você devia se fantasiar de cobra de Cleópatra. Ficaria um espetáculo de cascacópatra!
  • (Descrevendo um dito comportamento devasso de Cassandra) Esta mulher estava nua na área de serviço dançando 'Cara caramba cara caraô'!

Vavá[editar]

  • "Aqui, Farroupilha!"

Ribamar[editar]

  • "Magoei..."
  • "Machão: Corpinho de Rambo, cabeça de mamão!"
  • (Tentando imitar Caco Antibes): "Eu destesto pobre! Eu sou praticamente um porteiro nascido dentro de um berço de ouro. Eu sou praticamente um homem que nasceu do tudo. Eu não gosto de pobre. Pra mim, chega de vale transporte, cheque-cardápio... Eu não nasci num caixote de Maçã Chilena. Eu sou um homem tratado á rapadura, puxa-puxa, cocada, sim, praticamente o Antônio Banderas do Ceará."

Edileuza[editar]

  • "Ah, meu Deus"
  • "Espia, Espia"
  • "geneve...onde é isso, paraguai?"
  • "...óóóó...óóóó..."

[editar]

'Magda e o pão francês'

  • Edileuza (Vendo que a Mágda está fazendo um tratamento de pele com geléia de morango): Sabe qual é a diferença entre um Pão Francês e a Magda?
  • Cassandra: Qual?
  • Edileuza: É que o pão francês tem miolo. (Esfrega duas metades de um pão francês nas bochechas da Magda)