Cântico dos Cânticos

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cantares de Salomão
Cântico dos Cânticos
Cântico dos Cânticos em outros projetos:

Cântico dos Cânticos, conhecido na Bíblia do Pacto como Cantares, é o vigésimo segundo livro da Bíblia, composto de 8 capítulos, que narra sobre a história de Salomão, que elogiou os seios e o baixo-ventre da rainha de Sabá.


  • "Os teus dois seios são como dois filhos gêmeos da gazela, que se apascentam entre os lírios."
- Cântico dos Cânticos 4:5
  • "Há sessenta rainhas, oitenta concubinas, e inumeráveis jovens mulheres; uma, porém, é a minha pomba, uma só a minha perfeita; ela é a única de sua mãe, a predileta daquela que a deu à luz. Ao vê-la, as donzelas proclamam-na bem-aventurada, rainhas e concubinas a louvam. Quem é esta que surge como a aurora, bela como a lua, brilhante como o sol, temível como um exército em ordem de batalha?"
- Cântico dos Cânticos 6:8-10
  • "Quão formosos são os teus pés nos sapatos, ó filha do príncipe! Os contornos de tuas coxas são como joias, trabalhadas por mãos de artista. O teu umbigo como uma taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre como montão de trigo, cercado de lírios. Os teus dois seios como dois filhos gêmeos de gazela."
- Salomão quase que elogiava as nádegas da rainha de Sabá. Naquele tempo não havia a palavra vulva. Portanto, ele elogia o baixo-ventre dela.
- Cântico dos Cânticos 7:1-3