Wikiquote:Tema em destaque/2021/Setembro

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de setembro[editar]

Skinka, Iduns kokbok.jpg
RomanC-01.png
ARNE é um tecido muscular dos animais, incluindo o homem. No sentido religioso, a carne está simbolicamente associada ao sexo, muitas vezes do ponto de vista do pecado, como em pecado carnal, ou fraqueza da carne.


Citações sobre o tema[editar]

  • "Amar é saborear nos braços de um ente querido a porção de céu que Deus depôs na carne."
- Aimer, c'est savourer, aux bras d'un être cher, La quantité de ciel que Dieu mit dans la chair
- La légende des siècles: nouvelle série‎ - vol. 2, Página 165, de Victor Hugo - Publicado por Calmann Lévy, 1877
- Nicht Fleisch und Blut, das Herz macht uns zu Vätern und Söhnen.
- Theater‎ - Vol. 4 Página 20, de Friedrich von Schiller - 1805
- Boris Pasternak no poema "Na Semana Santa", citado em MAIS BELAS ORAÇOES DE TODOS OS TEMPOS, AS: INCLUI CD DE ORAÇOES‎ - Página 147, ROSE MARIE MURARO, Editora Pensamento, ISBN 8531512247, 9788531512247 - 204 páginas

18 de setembro[editar]

Edouard Manet 002.jpg
RomanL-01.png
AZER é o tempo que sobra do horário de trabalho e/ou do cumprimento de obrigações, aproveitável para o exercício de atividades prazerosas.


Citações sobre o tema[editar]

  • "O que fazemos durante as horas de trabalho determina o que temos. O que fazemos nas horas de lazer determina o que somos."
- What we do during our working hours determines what we have; what we do in our leisure hours determines what we are.
- George Eastman, citado em "George Eastman" - página , Oscar N. Solbert, Eastman Kodak Co., 1953, 22 páginas
  • "Quase todos os esforços humanos se dirigem não à diminuição da carga do trabalhador, mas a tornar mais agradável o ócio dos que já vivem em lazer."
- Pensamentos para uma vida feliz - Página 97, Leo Tolstoy, tradução de Barbara Heliodora, Prestígio Editorial, ISBN 8599170252, 9788599170250, 224 páginas
  • "O período do início da industrialização caracteriza-se (em contraste com a anterior ordem da sociedade) talvez pela sobriedade, retenção, reserva, parcimónia, economia, método, e a tendência a reinvestir os lucros, em vez de os desperdiçar em diversões e ostentação do poder e riqueza. Se os Puritanos eram sóbrios no trabalho, nas suas horas de lazer eram ainda mais sóbrios".
- Ernest Gellner in: De "Reason and Culture: The historic role of rationality and rationalism", 1992.