Prudência

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
alegoria da Prudência, por Piero del Pollaiolo

Prudência é classicamente considerada uma virtude, e de fato, uma das quatro Virtudes Cardinais. A palavra vem de prudencia (expressão francesa do final do século 13), do latim prudentia (significando "previsão, sagacidade". Freqüentemente é associada com a Sabedoria, Introspecção, e Conhecimento.



- el valor Es hijo de la prudencia, No de la temeridad
- Salen Madama Ines, Margarita, Laura y Damas in: "Las comedias de D. Pedro Calderon de la Barca: Cotejadas con las mejores ediciones hasta ahora publicadas" - Tomo Segundo, Página 653, de Pedro Calderón de la Barca, Johann Georg Keil - Publicado por E. Fleischer, 1828
- Romeu e Julieta, Ato II - Cena III: Frei Lourenço; obra de William Shakespeare, lançada entre 1594 e 1595.
  • "Má conselheira é a fome, especialmente para a multidão, em cujo seio há muitos instintos bons, muitas tendências nobres, muitos impulsos desinteressados, mas há também as paixões da ignorância, da indigência, da força. Quando, portanto, a necessidade, que, creio eu, desde que o mundo é mundo, não tem lei, lhe estiver surdamente despertando n'alma esses sentimentos cegos, importa reagir, com certa prudência, no sentido oposto, avivando-lhe esses sentimentos contrários, de abnegação, de paciência, de esperança, de altivez, de fé no trabalho, de ódio à injustiça, tão profundos no povo, mas tantas vezes entibiados, e, entretanto, tão necessários, tão salvadores nesses tempos de provação. [...]"
- "Obras completas de Rui Barbosa" - Página 47, de Ruy Barbosa - Publicado por Ministério de Educação e Saúde, 1942
  • "Todos os que se disseram filhos de deuses foram os pais da impostura. Serviram-se da mentira para ensinar verdades, eram indignos de a ensinar, não eram filósofos, eram, quando muito, mentirosos cheios de prudência."
- Voltaire, Dicionário Filosófico. São Paulo: Editora Martin Claret, 2002. p. 232. ISBN 85-7232-508-5
  • "O valor que não tem por fundamento a prudência chama-se temeridade, e as façanhas dos temerários devem atribuir-se mais à sorte do que à coragem"
- Miguel de Cervantes; "Dom Quixote"
- el valor Es hijo de la prudencia, No de la temeridad
- Salen Madama Ines, Margarita, Laura y Damas in: "Las comedias de D. Pedro Calderon de la Barca: Cotejadas con las mejores ediciones hasta ahora publicadas" - Tomo Segundo, Página 653, de Pedro Calderón de la Barca, Johann Georg Keil - Publicado por E. Fleischer, 1828
  • "Confiar desconfiando é uma regra muito salutar da prudência humana."
- Marquês de Maricá; "Máximas, pensamentos e reflexões do Marquês de Maricá (pub. em 1846)" - Página 15; de Marianno José Pereira da Fonseca Maricá, Alfredo Gomes; Publicado por Edições e publicações Brasil, 1940, 441 páginas ''
  • "Muitas vezes nossos erros nos beneficiam mais do que nossos acertos. As façanhas enchem o coração de presunção perigosa; os erros obrigam o homem a recolher-se em si mesmo e devolvem-lhe aquela prudência de que os sucessos o privaram".
- François Fénelon em seu livro The Adventures of Telemachus
  • "A actividade enriquece mais do que a prudência."
- L'activité fait plus de fortunes que la prudence.
- "Oeuvres complète de Vauvenargues,: Revues et augmentée sur les manuscrits communiqués par sa famille; accompagnées de notes, et terminées par une table analitique des Matiéres"‎ - Página 47 - item 181, Vauvenargues - De l'Imprimerie de Delance., 1797
Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Prudência.
Wikcionário lusófono
O Wikcionário possui o verbete: prudência


Commons-logo.svg
O Wikimedia Commons possui multimídia sobre: Prudência.