Saltar para o conteúdo

Dorothy Parker

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Dorothy Parker
Dorothy Parker
Dorothy Parker
Wikipédia
Wikimedia Commons

Dorothy Parker, também conhecida Dot Parker ou Dottie Parkercmo, pseudônimo de Dorothy Rothschild (22 de agosto de 1893, Long Branch, New Jersey, EUA - 7 de julho de 1967, New York, New York, EUA), foi uma escritora estadunidense.


  • "A melhor maneira de manter os filhos dentro de casa é criar uma atmosfera doméstica agradável - e esvaziar os pneus do carro".
- The best way to keep children at home is to make the atmosphere pleasant and let the air out of the tires.
- "Dorothy Parker in Her Own Words: In Her Own Words‎" - Página 76, de Dorothy Parker, Barry Day - Publicado por Taylor Trade Pub., 2004, ISBN 1589790715, 9781589790711 - 203 páginas
- Legenda escrita para "Vogue" 1916; citado por Alexander Woollcott: While Rome Burns "Our Mrs Parker" (1934)
  • “Desculpe a minha poeira.”
- Ela propôs o epitáfio para si mesma, citado na Vanity Fair (Junho 1925)
  • Salário não é objeto: quero apenas o suficiente para manter o corpo e alma separados.”
- Salary is no object; I want only enough to keep body and soul apart.
- Constant Reader - página 59, Dorothy Parker - Viking Press, 1927, ISBN 067023916X, 9780670239160 - 157 páginas
  • “Não são as tragédias que nos matam, são as confusões.”
- It's not the tragedies that kill us, it's the messes.
- Dorothy Parker in her own words - página 80, Dorothy Parker, Barry Day - Taylor Trade Pub., 2004, ISBN 1589790715, 9781589790711 - 203 páginas
- Men seldom make passes at girls who wear glasses
- Not much fun: the lost poems of Dorothy Parker - página 32, Dorothy Parker, Stuart Y. Silverstein, Dorothy Parker - Scribner, 1996 - 256 páginas

Atribuídas[editar]

  • “Não se pode ensinar a um velho dogma novos truques.”
- You can't teach an old dogma new tricks .
- Citada em Western water shortage? - página 92, Roy Nels Vernström, Kish J. Sharma - Nero and Associates, 1984 - 114 páginas
- The cure for boredom is curiosity. There is no cure for curiosity
- Citado em Business research methods - página 111, William G. Zikmund, William G. Zikmund - Thomson/South-Western, 2003, ISBN 0030350840, 9780030350849 - 748 páginas
- Amplamente atribuido a Dorothy Parker e Ellen Parr, mas a origem é desconhecida.
  • “Essa mulher fala dezoito línguas, e não pode dizer não em qualquer uma delas.”
- That woman speaks eighteen languages, and can't say No in any of them.
- Citado por Alexander Voollcott no ensaio biográfico "Our Mrs Parker" (1934)