Utilizador:Tosão/Wikiquote Escrachado

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Predefinição:Em construção

"Abolfazl Arabpour, alfaiate iraniano, considerado o Giorgio Armani dos trajes religiosos"

No artigo sobre Abolfazl Arabpour.

"Achei a palavra atleta bonita e decidi que queria ser um."

No artigo sobre Adhemar Ferreira da Silva.

"O editor é alguém que separa o joio do trigo e publica o joio

No artigo sobre Adlai Stevenson.

"É só isto? É feio!"

Adolf Hitler ao ver a Torre Eiffel, na sua visita a Paris

"Os olhos de Hitler eram mágicos."

Wilfred von Oven, braço direito de Joseph Goebbels, localizado em Buenos Aires pela agência Reuters

"O homem ama tudo o que serve à sua comodidade e odeia tudo aquilo que o incomoda e quer tirá-lo da posição segura que conseguiu. É por isso que ama a casa e odeia a arte."

Adolf Loos

"Chega de homenagens. Eu quero o dinheiro".

Adoniran Barbosa

"Não que seja contra, mas parece que silicone está sendo vendido em bacia na feira, você chega lá e compra a baciada! Tenho nervoso disso. Eu sou despeitada feliz! Não que eu não vá pôr um dia. Se cair..."

Adriane Galisteu,na Revista ISTO É Gente!, Edição 358

"Ah, beijei o Aécio, sim. Todo mundo viu... Digamos que ele é um homem de muitas línguas"

Ana Paula Arósio, atriz, confirmando que ficou com o governador de Minas, Aécio Neves, em uma festa no Rio ano passado

"Clô para os íntimos, dô pra quem eu quiser e vil para os inimigos."

Clodovil,comentando sobre seu próprio nome em entrevista.

"As três grandes invenções da civilização foram o fogo, a roda e a Playboy. Ninguém fazia sexo antes da Playboy. Nós o inventamos."

Hugh Hefner, 77 anos, fundador da revista americana (no artigo Playboy).

""Mulheres têm duas armas: cosméticos e lágrimas."

Napoleão Bonaparte (1769-1821), imperador francês, citado no livro Aprendiz de Feiticeiro, de Amy Wallace (Editora Nova Era).

"A educação universitária de elite nos Estados Unidos virou uma indústria comercial frenética, um espetáculo repulsivo de esnobismo de marca e materialismo explícito. Pais que pagam mais de US$ 40 mil ao ano por um diploma de Harvard para seus filhos estão ávidos por status, mas não há evidência de que a educação em Harvard seja superior à de centenas de outras boas universidades."

Camille Paglia, em EUA.