Saltar para o conteúdo

Rainer Maria Rilke

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Rainer Maria Rilke
Rainer Maria Rilke
Rainer Maria Rilke
Wikipédia
Wikimedia Commons
Projeto Gutenberg
Rainer Maria Rilke (1900)

Rainer Maria Rilke (4 de dezembro de 1875, em Praga, Áustria-Hungria - 29 de dezembro de 1926 em Valmont, Suiça) é considerado o melhor poeta de língua alemã do século XX.



  • "Outra coisa é o verdadeiro canto. Um sopro ao nada. Um vôo em Deus. Um vento."
- In Wahrheit singen, ist ein andrer Hauch. Ein Hauch um nichts. Ein Wehn im Gott. Ein Wind.
- Die Sonette an Orpheus, Insel-Bücherei Nr. 115 - página iii, de Rainer Maria Rilke, Editora Insel-verlag, 1923, 63 páginas
  • ""O senhor é tão jovem, tem diante de si todo começo, e eu gostaria de lhe pedir da melhor maneira que posso, meu caro, para ter paciência em relação a tudo que não está resolvido em seu coração. Peço-lhe que tente ter amor pelas próprias perguntas, como quartos fechados e como livros escritos em uma língua estrangeira. Não investigue agora as respostas que não lhe podem ser dadas, porque não poderia vivê-las. E é disto que se trata, de viver tudo. Viva agora as perguntas. Talvez passe, gradativamente, em um belo dia, sem perceber, a viver as respostas. Talvez o senhor já traga consigo a possibilidade de construir e formar, como um modo de viver especialmente afortunado e puro; eduque-se para isso. Mas aceite com grande confiança o que vier, e se vier apenas de sua vontade, se for proveniente de qualquer necessidade de seu íntimo, aceite-o e não o odeie. A carne é um fardo, verdade. Mas é difícil a nossa incubência, quase tudo o que é sério é difícil, e tudo é sério. Se o senhor reconhecer apenas isso e chegar a conquistar, a partir de si, de sua disposição e de seu modo de ser, de sua experiência e infância, uma relação inteiramente própria (não dominada pela convenção e pelo hábito) com a carne, então o senhor não precisa mais ter receio de se perder e se tornar indigno de sua melhor posse."
In: RILKE, Rainer Maria. Cartas a um Jovem Poeta. Trad. Paulo Rónai. 10. ed. Porto Alegre: Editora Globo, 1980
  • "Primeiro amor não é nada, surgem, entrega e união com outra pessoa, significa (para o que seria uma união de esclarecidos e inacabados, ainda não ordenada?), é um grande incentivo para o indivíduo amadurecer".
- Lieben ist zunächst nichts, was aufgehen, hingeben und sich mit einem Zweiten vereinen heißt (denn was wäre eine Vereinigung von Ungeklärtem und Unfertigem, noch Ungeordnetem -?), es ist ein erhabener Anlaß für den einzelnen, zu reifen
- Briefe an einen jungen Dichter‎ - Página 39, Rainer Maria Rilke - nsel-Verlag, 1949 - 55 páginas
  • "Amor: duas solidões protegendo-se uma à outra".
- der Liebe, die darin besteht, daß zwei Einsamkeiten einander schützen
- Briefe an einen jungen Dichter‎ - Página 42, Rainer Maria Rilke, Franz Xaver Kappus - Insel-Verlag, 1932 - 54 páginas
- Rainer Maria Rilke, citado em "Estrêla da vida inteira: poesias reunidas‎" - Página 414, Manuel Bandeira - J. Olympio, 1966 - 487 páginas
  • "Extinga a minha visão: eu ainda posso vê-lo;
Tapa-me os ouvidos: eu ainda posso ouvir-te;
Mesmo sem pés posso caminhar em sua direção,
E sem boca ainda posso suplicar por ti.
Quebre meus braços, e eu vou te envolver
Com o meu coração como se fosse uma mão;
Estrangula o meu coração e meu cérebro ainda vai pulsar,
E mesmo que vá ao meu cérebro incendiar,
Hei de levá-lo em meu sangue.

(Rainer Maria Rilke - poema de "O Livro das Horas", Das Stunden-Buch, tradução livre de Lígia Poggi Pereira)