Iroh

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Iroh é um personagem fictício da série Avatar: A Lenda de Aang criado por Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko exibido pelos canais Nickelodeon e TV Globo.


Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Iroh.
Commons-logo.svg
O Wikimedia Commons possui multimídia sobre: Iroh.


Livro 1: Água[editar]

Capítulo 1: O Garoto do Iceberg[editar]

  • Que eu não vou terminar o meu jogo.
  • pois bem mas antes tenho que terminar o meu pato assado
  • Não, o poder da dobra de fogo vem do fôlego e não dos músculos, o fogo se torna energia no corpo a energia se estende por seus membros em fim.Faça direito.
  • Não... você é impaciente, tem que dominar o básico, treine de novo.

Capítulo 2: A Volta do Avatar[editar]

  • Eu acho que vou dar uma soneca.
  • Hã?

Capítulo 3: O Templo de Ar do Sul[editar]

  • O básico, Zuko! É sua maior força!
  • Não, Príncipe Zuko, não manche sua vitória. Então é a assim que o Comandante Zhao age na derrota? Que desonroso, mesmo no exílio meu sobrinho é mais honrado do que você! Muito obrigado pelo chá estava delicioso
  • É claro, o chá de jinsen é o meu preferido.

Capítulo 7: Solstício de Inverno 1ª parte:O Mundo Espiritual[editar]

  • Para onde estão me levando?
  • Onde especificamente?
  • Ah, a grande cidade de Ba Sing Se.
  • Eu reconheço a minha derrota em Ba Sing Se. Eu fiquei 600 dias longe de casa, meus soldados estavam cansados... eu estava cansado... (boceja) e ainda acho que estou cansado...
  • É verdade, mas com certeza vocês iram perder!

Capítulo 8: Solstício de Inverno 2ª parte: O Avatar Roku[editar]

  • Estamos em rota... de colisão!

Capítulo 9: O Pergaminho da Dobra d'Água[editar]

  • Eu perdi meu azulejo de lótus.
  • Para meu jogo de Pai Sho. Para muitos, o azulejo de lótus é insignificante, mas ele é essencial para a minha jogada especial.
  • Eu procurei em todas as lojas. Mas parece que nenhuma tem um azulejo de lótus.
  • Pelo contrário, a melhor coisa de ir a algum lugar e não achar o que estava procurando, é achar alguma coisa que não estava procurando.
  • Vocês estavam se preocupando tanto pela luta, que nem perceberam que seu navio zarpou?
  • Não é um provérbio!
  • Príncipe Zuko, você não vai acreditar, o azulejo de lótus estava no meu bolso o tempo todo!!

Capítulo 12: A Tempestade[editar]

  • Você não vai querer entrar aí. Essas reuniões são extremamente chatas!
  • O Zuko tinha razão, mas não era um lugar para falar.
  • Zuko tinha que duelar com seu próprio pai.
  • As coisas nunca iriam voltar ao normal. Mas o importante, é que o Avatar dá esperanças ao Zuko.

Capítulo 15: Bato da Tribo da Água[editar]

  • Ele não quis ofender, eu sei que você toma banho sempre!
  • Na minha idade, o amor é uma grande surpresa, e é uma surpresa que prefiro deixar em mistério!

Capítulo 18: O Mestre de Dobra de Água[editar]

  • Ou fique no escuro, o que te fizer melhor.
  • Zuko! (...) Zuko...

Cápítulo 19: O Cerco do Norte parte 1[editar]

  • O Zhao não suspeita de nada, fique escondido até chegarmos ao polo norte, e o Avatar será seu!
  • Cuidado,Almirante Zhao.A história nem sempre é generosa com seus personagens.

Capítulo 20: O Cerco do Norte 2ª Parte[editar]

  • Zhao, não se pode mexer com os espíritos!
  • Não, Zhao. Os dobradores de fogo também tiram seus poderes da lua. Se fizer isso haverá um desequilíbrio. Seja lá o que fizer com este espírito, eu farei dez vezes com você! Ande, solte!!
  • Você foi tocada pelo espírito da lua...

Livro 2: Terra[editar]

Capítulo 1: O estado avatar[editar]

  • Eu sei... é o aniversário, não é?
  • É claro que ele se importa. Se não importasse, porque não pensou em te expulsar?
  • Acho que usei as palavras erradas.
  • Vamos lá, Zuko!!!

Capítulo 2: A caverna dos dois amantes[editar]

  • Mas se fomos pra Nação do Fogo, vão nos entregar pra Azula.
  • Hehe, opa!
  • É... o meu sobrinho tem o nome do pai então o chamamos de Junior.
  • Muita prática.
  • Junior, cadê seus modos?
  • O que está fazendo? Esse pessoal foi muito gentil com a gente!

Capítulo 4: O pântano[editar]

  • Se for gentil, vão dar tudo que quiser!
  • Que homem mais gentil!

Capítulo 5: O dia do avatar[editar]

  • Pensou é? ótimo, ótimo.
  • Espere!

Capítulo 7: Zuko sozinho[editar]

  • Se não queimarmos tudo antes... hahaha!!!

Capítulo 8: A caçada[editar]

  • Isso machuca muito meu coques.
  • Talvez eu seja.

Capítulo 9: Trabalho amargo[editar]

  • Vamos... você tem que sentir as energias.
  • Se tiver sorte você nunca precisará desta técnica.

Capítulo 11: O deserto[editar]

  • Hmmm... por que velhos amigos estão me atacando?

Capítulo 12: A passagem da serpente[editar]

  • Após tudo isso, depois de tantos anos, eu volto para a minha maior cena de desgraça como militar... COMO TURISTA!!!
  • Como ele e o que come?

Capítulo 13: A jornada para Ba Sing Se parte 2: A broca[editar]

  • Argh! Este chá é gelado!!

Capítulo 14: A Cidade de muros e segredos[editar]

  • Blerg! Chamam isso de o melhor chá da cidade?

Capítulo 15: As Histórias de Ba Sing Se[editar]

  • Mas não é o caso! Corra!
  • O que está fazendo?
  • Com essa posição?

Capítulo 16: Os dias perdidos do Appa[editar]

  • Nada. Volte a dormir.

Capítulo 17: Lago Laogai[editar]

  • Eu estava pensando para um nome para a nossa nova loja de chá. Que tal... o Dragão de Jasmim? É dramático, poético...
  • Então este é o espírito azul... quem deverá estar debaixo da máscara?

Capítulo 18: O Rei da Terra[editar]

  • Zuko!

Capítulo 19: O guru[editar]

  • Dois chás saindo!!

Capítulo 20: As encruzilhadas do destino[editar]

  • Não me ofendeu.
  • Vcês tem que sair agora, eu vou segurá-los o máximo que puder!

Ver também[editar]

Outros projectos Wikimedia também contêm material sobre este artigo: