Saltar para o conteúdo

Elis Regina

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Elis Regina
Elis Regina
Nascimento Elis Regina Carvalho Costa
17 de março de 1945
Porto Alegre
Morte 19 de janeiro de 1982 (36 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Cônjuge César Camargo Mariano
Filho(a)(s) Pedro Mariano, Maria Rita
Ocupação cantora, músico de jazz
Prêmios
  • Comendador da Ordem do Infante Dom Henrique
Instrumento voz
Causa da morte overdose
Assinatura

Elis Regina (?) é uma cantora brasileira.


Verificadas

[editar]
  • "A música é meu arco, minha flecha, meu motor, meu combustível e minha solidão. Amigo, cantar é um ato que se comete absolutamente só e eu adoro."
- Frase citada no "Elis Especial" gravado na "Sexta-feira Nobre", um programa da Rede Globo de Televisão.
  • "Importante é recuperar o ser para o próprio ser, na procura da melhoria da qualidade de vida."
- Bilhete de Elis para Max Pierre
  • "Aprendi que a vida é feita de dois lados. Você precisa conhecer o lado torto para conhecer o lado bonito. Então, nesse sentido, todas as experiências pelas quais nós passamos são absolutamente válidas."
- Para O Globo em 1976
  • ``Gosto muito da Simone. Potencialmente, vê-se nela a possibilidade de um desabrochar grande. É uma mulher bonita, seu repertório é muito bom e está muito bem assessorada pelo Flávio Rangel e pelo Nélson Ayres´´.
- Elis Regina, O Pasquim, 1980
  • "Amo a musica, acredito na melhoria do planeta, confio em que nem tudo está perdido, creio na bondade do ser humano e intuo que a loucura é fundamental. Agora só me faltam carneiros e cabras pastando solenes no meu jardim. Viver é ótimo."
- Citando "Casa no Campo", uma música de Zé Rodrix e Tavito que faz parte do seu repertório
  • "Essas mulheres todas, com exceção da Ângela Rô Rô, estão servindo a este sistema feudal das gravadoras, fazendo o que um amigo meu chama de neo-pseudo-erotismo".
- Fonte: http://www.angelaroro.com.br/biografia.htm
  • "Agora o braço não é mais o braço erguido num grito de gol. Agora o braço é uma linha, um traço, um rastro espelhado e brilhante. E todas as figuras são assim: desenhos de luz, agrupamentos de pontos, de partículas, um quadro de impulsos, um processamento de sinais. E assim - dizem - recontam a vida. Agora retiram de mim a cobertura de carne, escorrem todo o sangue, afinam os ossos em fios luminosos e aí estou pelo salão, pelas casas, pelas cidades, parecida comigo. Um rascunho, uma forma nebulosa feita de luz e sombra como uma estrela. Agora eu sou uma estrela."
- Texto publicado na contracapa do álbum "Trem Azul" (1981)