Charles Bukowski

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Bukowski
Charles Bukowski
Charles Bukowski em outros projetos:

Charles Bukowski (Andernach, 16 de agosto de 1920Los Angeles, 9 de março de 1994), foi um poeta e novelista.



Verificadas[editar]

- I tell the women that the face is my experience and the hands are my soul - anything to get those panties down.
- "Sunlight here I am: interviews and encounters, 1963-1993" - página 147, Charles Bukowski, David Stephen Calonne - Sun Dog Press, 2003, ISBN 0941543374, 9780941543378 - 288 páginas
  • "Eu gostava do lugar, tinha grandes árvores que davam sombra, e desde que algumas pessoas haviam me dito que eu era feio, sempre preferia a sombra ao sol, a escuridão à luz."
- citado em "Misto Quente"‎
  • "A diferença entre uma democracia e uma ditadura consiste em que numa democracia se pode votar antes de obedecer ás ordens."
- citado em "Quando Jesus Fumou o Evangelho"‎ - Página 133, Sílvio Hector balestra Rodrigues, Biblioteca24x7, ISBN 8578934245, 9788578934248
  • "Eu não tinha interesses. Eu não tinha interesses por nada. Não fazia a mínima ideia de como iria escapar. Os outros, ao menos, tinham algum gosto pela vida. Pareciam entender algo queme era inacessível. Talvez eu fosse retardado. Era possível. Frequentemente me sentia inferior. Queria apenas encontrar um jeito de me afastar de todo mundo. Mas não havia lugar para ir. Suicídio? Jesus Cristo, apenas mais trabalho. Sentia que o ideal era poder dormir por uns cinco anos, mas isso eles não permitiriam."*
- citado em "Misto Quente"‎
  • "É tão fácil ser poeta, e tão difícil ser homem."
- Play the Piano - página 27, Charles Bukowski - HarperCollins, 2009, ISBN 0061877581, 9780061877582, 128 páginas
  • "Não se pode viver da própria alma. Não se pode pagar o aluguel com a alma.
- You can't live off your soul. You can't pay the rent with your soul.
- Hot Water Music - Página 20, Charles Bukowski - HarperCollins, 2009, ISBN 0061970026, 9780061970023, 224 páginas
  • "Não, eu não odeio as pessoas. Só me sinto melhor quando elas não estão por perto."
- WANDA I can't stand people. I hate them. / HENRY Yeah. / WANDA You hate them? / HENRY No, but I seem to feel better when they're not around.
- Barfly - The Movie - Página 47 - Charles Bukowski - HarperCollins, 2009, ISBN 0061873349, 9780061873348, 176 páginas
  • "Os grandes homens são sempre os mais solitários."
- the best men are strongest alone
- Open All Night - Página 241, Charles Bukowski - HarperCollins, 2009, ISBN 0061882119, 9780061882111, 368 páginas
  • "Saber que não tinha coragem de fazer o que era necessário, me fez sentir horrível."
- The knowledge that I didn't have the courage to do what was necessary made me feel terrible
- Ham on Rye - Página 93, Charles Bukowski - Canongate Books, 2001, ISBN 184767366X, 9781847673664, 336 páginas
  • "Às vezes, me sinto como se estivéssemos todos presos num filme. Sabemos nossas falas, onde caminhar, como atuar, só que não há uma câmera. No entanto, não conseguimos sair do filme. E é um filme ruim."
- citado em "O capitão saiu para o almoço e os marinheiros tomaram conta do navio"‎
  • "Um intelectual é um homem que diz uma coisa simples de uma maneira difícil; um artista é um homem que diz uma coisa difícil de uma maneira simples."
- An intellectual is a man who says a simple thing in a difficult way; an artist is a man who says a difficult thing in a simple way.
- More Notes of a Dirty Old Man: The Uncollected Columns - página 240, Charles Bukowski, Editor: David Stephen Calonne, City Lights Books, 2011, ISBN 0872865436, 9780872865433, 247 páginas
  • "É possível amar o ser humano caso você não o conheça tão bem."
- It's possible to love a human being if you don't know them too well.
- citado em The Cynic's Lexicon: A Dictionary of Amoral Advice - Página 34, Jonathon Green - Routledge & Kegan Paul, 1984, ISBN 0710204094, 9780710204097, 220 páginas
  • "O gênio talento é a capacidade de dizer coisas profundas de maneira simples."
- Genius could be the ability to say a profound thing in a simple way
- Charles Bukowski: portions from a wine-stained notebook : uncollected stories and essays, 1944-1990 - página 129, Charles Bukowski, ‎David Stephen Calonne - City Lights, 2008, ISBN 0872864928, 9780872864924, 255 páginas
  • "Se você for começar vá até o fim. Caso contrário nem mesmo começe. Isto pode significar perder namoradas, esposas, parentes, empregos e talvez até sua cabeça..."
- If you're going to try, go all the way. Otherwise, don't even start. If you're going to try, go all the way. This could mean losing girlfriends, wives, relatives, jobs and maybe even your mind...
- Charles Bukowski: Factotum (Roll the Dice), 1975
  • "Que tempos difíceis eram aqueles: ter a vontade e a necessidade de viver, mas não a habilidade."
"What a weary time those years were -- to have the desire and the need to live but not the ability"
- citado em "Misto Quente"
  • "A solidão é um presente, o resto é apenas um teste da sua capacidade de resistência, do quão você quer fazê-lo."
- Isolation is the gift, all the others are a test of your endurance, of how much you really want to do it.
- Charles Bukowski: Factotum (Roll the Dice), 1975

Atribuídas[editar]

- The difference between life and art is art is more bearable. [1]
  • É o início do Declínio e a Queda do Ocidente, como Splenger dizia. Todo mundo é tão ganancioso e decadente, a decomposição realmente começou. Eles matam gente aos milhões nas guerras e dão medalhas por isso. Metade das pessoas deste mundo vai morrer de fome enquanto a gente fica por aí sentado vendo TV." [carece de fontes?]
  • "Não é morrer que é ruim, é estar perdido que é ruim." [carece de fontes?]
  • "Raramente sou artista; na maior parte do tempo eu não sou nada." [carece de fontes?]
  • "De alguma forma, nunca consegui me ajustar na sociedade. Não gosto da humanidade. Não tenho o menor desejo de me ajustar, nenhum senso de lealdade, nenhum objetivo de fato." [carece de fontes?]
  • "Só pessoas que enchem o saco ficam de saco cheio. Têm de viver se cutucando continuamente para se sentirem vivas." [carece de fontes?]
  • "Me sinto bem em não participar de nada. Me alegra não estar apaixonado e não estar de bem com o mundo. Gosto de me sentir estranho a tudo." [carece de fontes?]
  • "Bem, todos morrem um dia, é simples matemática. Nada de novo. A espera é que é um problema." [carece de fontes?]
  • "Sem ambição, sem talento, sem sorte. O que me mantinha fora da sarjeta era pura sorte, e a sorte jamais durava." [carece de fontes?]
  • "Se você quiser saber quem realmente são os seus amigos, obtenha para você mesmo uma sentença de prisão." [carece de fontes?]
  • "Humanidade/bondade, nunca existiu nada disso desde o inicio." [carece de fontes?]
  • "Minha única ambição é não ser nada, me parece a coisa mais sensata." [carece de fontes?]
  • "A morte não fede. Só os vivos fedem, só os agonizantes fedem, só os podres fedem." [carece de fontes?]
  • "Esse é o problema de ser escritor, o problema principal - ócio, ócio demais. A gente tem de esperar que a coisa cresça até poder escrever, e enquanto espera fica doido, e enquanto fica doido bebe, e quanto mais bêbado mais doido fica. Não há nada de glorioso na vida de um escritor nem na vida de um bebedor." [carece de fontes?]
  • "Ás vezes, a gente acha que atingiu o fundo do terror, desiste, e mesmo assim não morre." [carece de fontes?]
  • "O melhor leitor e a melhor pessoa são os que me recompensam com a sua ausência." [carece de fontes?]
  • "Em nossa sociedade, os lugares interessantes, na sua maioria, ou são ilegais ou muito caros." [carece de fontes?]
  • "Me lembro de que, quando era menino, li um livro de Hemingway. Um cara vivia indo para a cama com uma mulher e não conseguia, porque amava a mulher e ela o amava. Deus do céu, eu pensei, que livro sensacional. Todos esses séculos, e ninguém escreveu sobre esse aspecto da coisa. Achava que o cara era simplesmente um burro feliz demais para conseguir. Mais adiante, li no livro que ele tinha perdido os órgãos genitais na guerra. Que decepção." [carece de fontes?]
  • "Meu pai. Ele gostava de ovos moles, eu gosto deles duros. Ele gostava de companhia, eu gosto de solidão. Ele gostava de dormir à noite, eu gosto de dormir de dia. Ele gostava do emprego, eu gosto de vagabundar." [carece de fontes?]
  • "Gosto da forma com que os filósofos destroem conceitos e as teorias que os precederam. Isso tem acontecido há séculos. Não é assim, dizem. É desse jeito. Isto continua sem parar e parece lógica, esta continuidade. O principal problema é que os filósofos devem humanizar sua linguagem, torná-la mais acessível, então os pensamentos se iluminam mais e ficam mais interessantes. Acho que estão aprendendo a fazer isso. A simplicidade é essencial." [carece de fontes?]
  • "O amor é uma espécie de preconceito. A gente ama o que precisa, ama o que faz sentir bem, ama o que é conveniente. Como pode dizer que ama uma pessoa quando há dez mil outras no mundo que você amaria mais se conhecesse? Mas a gente nunca conhece." [carece de fontes?]
  • "O enterro de meu pai. Atravessamos a rua e entramos na casa mortuária. Alguém dizia que meu pai tinha sido um bom homem. Me deu vontade de contar a eles o outro lado. Que ele era um homem ignorante. Cruel. Patriótico. Com fome de dinheiro. Mentiroso. Covarde. Um impostor. Minha mãe só estava há um mês debaixo do chão e ele já estava chupando os peitos e dividindo o papel higiênico com outra mulher. Depois alguém cantou. Nós desfilamos diante do caixão. Talvez eu cuspa nele, pensei." [carece de fontes?]
  • "Nós matamos o filho de Deus. Acha que aquela Sacana nos vai perdoar? Eu posso ser louco, mas sei que Ele não nos vai perdoar." [carece de fontes?]
  • "Você pode mudar a si mesmo para ser aceitável, mas talvez isso também esteja errado. Talvez pensemos demais. Sinta mais, pense menos." [carece de fontes?]
  • "(...) era isso que eles queriam: Mentiras. Mentiras maravilhosas. Era disso que precisavam. As pessoas eram idiotas, seria fácil pra mim assim." [carece de fontes?]
  • "Quanto a escrever, hoje escrevo basicamente da mesma forma que fazia há 50 anos, talvez um pouco melhor, mas não muito. Por que tenho que chegar aos 51 anos para poder pagar o aluguel com meus livros? Quero dizer, se estou certo e escrevo igual, por que demorou tanto? Tive que esperar que o mundo me entendesse? E, se ele me entende, como estou agora? Mal é isso." [carece de fontes?]
  • "Essas coisas, você sabe. Parece que não consigo entrar em nada. Tudo travado. Todas as cartas tomadas. Eu não me ligo em política nem religião, nem seja lá o que for. Realmente não sei o que está acontecendo por aí. Não tenho TV, não leio jornais, nada disso. Não sei quem está certo ou errado, se é que isso existe." [carece de fontes?]
  • "O trabalho estava me dando nos nervos. Seis anos, e não tinha um centavo no banco. Era assim que pegavam a gente - só davam o bastante para a gente se manter vivo, mas nunca para acabar se escapando." [carece de fontes?]
  • "Somos finos como papel. Existimos por acaso entre as percentagens, temporariamente. E esta é a melhor parte, o fator temporal. E não há nada que se possa fazer sobre isso. Você pode sentar no topo de uma montanha e meditar por décadas e nada vai mudar. Você pode mudar a si mesmo para ser aceitável, mas talvez isso também esteja errado. Talvez pensemos demais. Sinta mais, pense menos." [carece de fontes?]
  • "Os homens modernos parecem sem magia, e a maioria é de maus amantes, sexual e espiritualmente. Seus interesses parecem concentrar-se somente em novos carros, esportes e televisão." [carece de fontes?]
  • "Contudo, todos nós precisamos de fuga. As horas são longas e têm de ser preenchidas de algum modo até nossa morte. E simplesmente não há muita glória e sensação para ajudar. Tudo logo se torna chato e mortal. Acordamos pela manhã, jogamos o pé para fora da cama, colocamo-los no chão e pensamos 'ah, merda, e agora?'" [carece de fontes?]
  • "-Por que é que escreve sobre mulheres daquele jeito? -Que jeito? Você sabe. Não sei não. -Ora, eu acho uma vergonha um cara escrever tão bem como você e não saber nada sobre as mulheres. - Não respondi." (sobre mulheres) [carece de fontes?]
  • "Eu nunca forço a minha vulgaridade. Deixo ela buscar seus próprios meios de expressão." [carece de fontes?]
  • "Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher." [carece de fontes?]
  • "Beber Não é uma doença?

- Respirar é uma doença!" [carece de fontes?]