Carol Castro

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carol Castro
Carol Castro em outros projetos:

Carol Castro, nome artístico de Carolina Osório de Castro (Rio de Janeiro, 10 de março de 1984) é uma atriz brasileira.


  • "Na vida real, eu nunca dei em cima de um homem comprometido. Acho falta de respeito".
- Fonte: Revista ISTO É, Edição 1759.
- comentando as investidas de sua personagem Gracinha na novela da Rede Globo Mulheres apaixonadas
  • "A cota pode separar mais do que unir".
- 6/3/2008, Altas Horas - Rede Globo
- sobre a polêmica das cotas para negros nas universidades do país.
  • "Acho que os homens estão sentindo falta de mulheres de verdade. Está tudo tão plastificado hoje em dia que se eu puder não mexer, não vou. Talvez depois de amamentar"
- sobre cirúrgia plástica; no lançamento da edição de aniversário de 33 anos da "Playboy", conforme citado em EGO, Globo.com, 05/08/08 - 19h20
  • "Eu estava interpretando a Dona Flor, personagem que inclusive faço no teatro, que é muito religiosa. O Bob (Wolfenson, fotógrafo) inclusive me perguntou se eu conseguiria chorar e eu, realmente, chorei. Estava seguindo uma orientação de interpretação. Não quis ofender ninguém e nem criar polêmica. Se o fiz, peço desculpas."
- sobre a polêmica com a Igreja Católica ao posar para a Revista Playboy com um crucifixo, conforme citado por Renata Mendonça em EGO, Globo.com, 13/08/08 - 08h58
  • "Soube por pessoas próximas que estava acontecendo um debate, um rebuliço, nos comentários do meu blog. Porém, soube também que o nível caiu em alguns momentos. Então prefiro nem ler. Porque odeio hipocrisia e não vou dizer que não me importo com o que escrevem para mim, porque não é verdade! Uma pena, mas fico feliz que a maioria esteja me apoiando e me defendendo"
-em seu blog sobre a polêmica ao posar para a Revista Playboy com um crucifixo, conforme citado em Babado, 15/08/08 - 15:31hs
  • "Diria que é o tipo, essa coisa de ser morena, carioca, boa. Legal ser comparada com ela, é amiga, bonita, bem sucedida, mas Carol é Carol e Juliana é Juliana, caminhos diferentes. E poxa, pra Juliana Paes também deve ser chato ser comparada à Carol Castro"
- sobre sua semelhança física com Juliana Paes
- Fonte: Revista Tpm [1]
  • "Primeiro, dizem por aí que eu detesto a minha tatuagem. Nunca disse nem que não gostava, muito menos que detestava. Depois, eis que surge uma foto que 'vazou' onde dizem que eu fui toda 'photoshopada'. Parece até que sou uma farsa e a minha vida gira em torno disso. O que me deixa mais indignada, além de ter que lidar com a idéia de que uma foto sem tratamento simplesmente 'vazou', é ainda ver que no fim das contas, parece que somente a capa da 'Carol' é que teria se utilizado desse recurso! Quem trabalha com foto sabe: não tem quem não use, nem que seja para alterar uma luz, uma sombra e por aí vai. Todas as fotos passam por algum tratamento. Toda revista usa e isso nem passa por nós! Seja ela de corpo, de rosto, de cabelo. Achar que ninguém nunca usa ou nunca usou photoshop é como ainda acreditar em Papai Noel."
- em seu blog sobre a polêmica de ter sua tatuagem tirada de imagem em ensaio, conforme citado em Gazeta Online, 15/06/2010 - 12h16
  • “Como toda mulher, às vezes não curto muito, mas isso é normal. Até a Gisele Bündchen deve ter esses momentos! A mulher brasileira tem seu charme, um tempero especial. Quanto mais natural isso for, melhor. Prefiro muito mais me sentir sensual que sexual”
- contando como se sente ao se olhar no espelho, conforme citado por Regina Rito em Terra, 12 de abril de 2011 • 07h21.