Waking Life

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Waking Life (Trad: Vida desperta) é um filme americano de animação, dirigido e escrito por Richard Linklater em 2001, sobre a natureza dos sonhos e da consciência. O título é uma referência à máxima do filósofo George Santayana's: "Sanidade é uma loucura colocada em bom uso. A vida desperta é um sonho controlado."


O homem em chamas[editar]

  • "O homem autodestrutivo sente-se totalmente alienado e solitário. Ele é um excluído da comunidade Ele diz para si mesmo: “Eu devo estar louco”. O que ele não percebe é que a sociedade, assim como ele próprio… tem um interesse em perdas consideráveis, em catástrofes. Guerras, fome, enchentes atendem a necessidades bem-definidas. O homem quer o caos. Na verdade, ele precisa disso. Depressão, conflitos, badernas, assassinatos. Toda essa miséria. Somos atraídos a esse estado quase orgiástico gerado pela destruição. Está em todos nós. Nos deliciamos com isso. A mídia forja um quadro triste, pintando-as como tragédias humanas. Mas a função da mídia não é a de eliminar os males do mundo. Ela nos induz a aceitar esses males e a nos acostumarmos a viver com eles. O sistema quer que sejamos observadores passivos... Eles não nos deram qualquer outra opção, à exceção do ato participativo ocasional e puramente simbólico do "voto". Você prefere o fantoche da direita ou o fantoche da esquerda? É chegado o momento de eu projetar minhas inadequações e insatisfações... nos esquemas sociopolítico e científico.

Deixar que minha própria falta de voz seja ouvida." [se banha em gasolina e atea fogo]


Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Waking Life.