Vladimir Pavlovich Paley

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vladimir Pavlovich Paley
Vladimir Pavlovich Paley
Vladimir Pavlovich Paley em outros projetos:

Vladimir Pavlovich Paley, (9 de Janeiro de 1897 - 18 de Julho de 1918) foi um jovem poeta russo, ligado à Família Imperal Russa através do seu pai, o Grão-duque Paulo Alexandrovich, tio do czar Nicolau II. Recebeu o título de Príncipe da Rússia em 1915, ano em que foi lançado o seu primeiro livro de poemas, intitulado "Selecções". Em 1918 seria lançado um outro livro chamado "Selecções II". Serviu na Primeira Guerra Mundial, onde foi condecorado como herói. Aos 21 anos foi exilado juntamente com alguns dos seus primos Romanov para os Montes Urais onde viria a ser assassinado por bolcheviques no dia 18 de Julho de 1918.


Trabalho[editar]

  • "Depois de meses, de anos e de séculos inteiros,

Enquanto do fundo do céu os Anjos choram,

A mulher tem pena e o homem pragueja,

Mas os pequenos filhos nunca deixam sorrir!"
- "Selecções", Vladimir Paley, 1915
- Parte de um poema dedicado às suas duas irmãs mais novas, Irina e Natália Paley.

Sobre[editar]

  • Algumas das suas obras podem ser comparadas às de Pushkin.
-Félix Yussupov, no seu livro de memórias, pág. 88