Por Amor

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Por Amor
Por Amor (telenovela) em outros projetos:

Por Amor, foi uma telenovela escrita por Manoel Carlos, protagonizada por Regina Duarte, Antonio Fagundes, Gabriela Duarte, Fábio Assunção e Suzana Vieira e produzida pela Rede Globo. Foi ao ar entre 13 de outubro de 1997 e 22 de maio de 1998.



Branca[editar]

  • Se você avançar um milímetro, eu enfio essa tesoura na sua cara que nem o Pitangui vai conseguir consertar, tá me ouvindo!?
- Em briga com Isabel.
  • Me conta um pouco da sua vida, Zilá. Pra me distrair...
- Em diálogo com a empregada, sua última fala na novela, mostrando sua solidão.

Milena[editar]

  • Inútil, pra mim, é passar o dia inteiro com um copo de dry martini na mão, de manhã à noite, remoendo um amor impossível.
- Em discussão com Branca, provocando a mãe sobre seu affair com Atílio.
  • Ele não ama você!
- Em outra discussão com Branca.

Atílio[editar]

  • Você não sabe amar. Mas pode aprender. [1]
  • Como é que você pôde achar que o seu amor pela sua filha era maior que o meu amor pelo meu filho? Como é que você pôde demonstrar tanta crueldade e frieza e dar a isso o nome de amor?
- Com Helena, sobre a troca de bebês.
  • Infeliz de você, que pensou dar amor e só distribuiu dor, sofrimento entre nós.
  • Um amor que nasce em Veneza não morre jamais.
- Se declarando a Helena.

Referências