Papa Francisco

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco em outros projetos:

Francisco nascido Jorge Mario Bergoglio (Buenos Aires, 17 de dezembro de 1936) é o 266º. Papa da Igreja Católica Apostólica Romana e atual chefe de estado do Vaticano, sucedendo o Papa Bento XVI, que abdicou ao papado em 28 de fevereiro de 2013.


Como Papa[editar]

  • "Parece que meus colegas cardeais foram buscar o Papa no fim do mundo".
- G1. Cardeais foram buscar novo pontífice 'no fim do mundo', diz Papa Francisco. Acesso em 19 de março de 2013.
-Em sua primeira benção na Praça de São Pedro
  • "Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo!"
-Estadão. Confira a íntegra do primeiro discurso do papa Francisco no Brasil. Acesso em 23 de julho de 2013.
-Em visita ao Brasil em 22 de julho de 2013.
  • "Se uma pessoa é gay, procura Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la?"
-Zero Hora. Religiosos e ativistas comentam declaração do Papa sobre os gays. Acesso em 27 de agosto de 2013.
  • "A violência do homem contra o homem está em contradição com qualquer religião digna desse nome, em particular a três grandes religiões monoteístas (judaísmo, cristianismo e islamismo)."
-Yahoo! Notícias. Papa visita sinagoga em Roma e condena violência em nome da religião. Acesso em 26 de janeiro de 2016.
  • "[..] hoje vemos com tristeza cada vez mais longe da maioria: terra, teto e trabalho. É estranho, mas, se eu falo disso para alguns, significa que o papa é comunista."
- Quando eu falo de terra, teto e trabalho, dizem que o papa é comunista. Discurso de Francisco aos movimentos populares. "Durante o Encontro Mundial dos Movimentos Populares", promovido pelo Pontifício Conselho Justiça e Paz em colaboração com a Pontifícia Academia das Ciências Sociais, que ocorreu entre os dias 27 e 29 de outubro de 2014. Acesso em 06 de março de 2016.
  • "Quem está feliz no presépio? Nossa Senhora e São José estão cheios de júbilo: olham para o Menino Jesus e sentem-se felizes porque, depois de numerosas preocupações, acolheram esta Prenda de Deus, com tanta fé e tanto amor. «Transbordam» de santidade e por conseguinte de alegria. E vós me direis: claro! São Nossa Senhora e São José! Sim, mas não pensemos que foi fácil para eles: não nascemos santos, tornamo-nos, e isto é válido também para eles".
- Aos funcionários da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano para as felicitações de Natal, Sala Paulo VI, 21 de dezembro de 2018.
  • "A comunhão dos santos não diz respeito apenas aos irmãos e irmãs que estão ao meu lado neste momento da história, mas também àqueles que concluíram a sua peregrinação terrena e atravessaram o limiar da morte. Também eles estão em comunhão conosco. Pensemos, caros irmãos e irmãs: em Cristo ninguém nos pode separar verdadeiramente daqueles que amamos, porque o vínculo é um vínculo existencial, um laço forte que está na nossa própria natureza; só muda a forma de estar juntos com cada um deles, mas nada e ninguém pode interromper este vínculo. «Padre, pensemos naqueles que negaram a fé, que são apóstatas, que são perseguidores da Igreja, que negaram o batismo: também eles estão em casa?» Sim, também eles, inclusive os blasfemadores, todos. Somos irmãos: esta é a comunhão dos santos. A comunhão dos santos mantém unida a comunidade dos crentes na terra e no Céu".
- Audiência Geral: Catequese sobre São José 10. São José e a comunhão dos santos, Sala Paulo VI, 2 de fevereiro de 2022.

Citações sobre o Papa[editar]

  • "Agora, a gente sempre diz, o papa é argentino, mas Deus é brasileiro"
-Dita por Dilma Rousseff em 20 de março de 2013, ao encontrar-se com o Pontífice no Vaticano.
-G1. Papa confirma que vai à Jornada no Brasil e visitará Aparecida, diz Dilma. Acesso em 20 de março de 2013
  • “Esse papa [Francisco] ele é um representante da Teologia da Libertação. Ele não está defendendo a Teologia da Libertação. Ele está levando para o centro da Igreja as intuições mais originárias da Teologia da Libertação que é a opção pelos pobres, contra a pobreza, e a favor da justiça social e da libertação. No meu modo de ver ele vai criar uma nova genealogia de papas. E eu creio que esse papa, judiciosamente, eu diria até espertamente, porque ele é jesuíta, está nomeando cardeais, isto é, está criando a base eleitoral para garantir a sucessão dele na mesma linha que ele está levando uma Igreja que se abre ao mundo, que renuncia a esse mito da exclusividade de só ela ser verdadeira”.
- Leonardo Boff em live (youtube.com/watch?v=gOLH_nR0D0E) com Eleonora e Rodolfo Lucena
- Fonte: Canal Tutaméia TV (YouTube) — 27 de julho de 2020