Moacyr Scliar

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Moacyr Scliar
Moacyr Scliar
Moacyr Scliar em outros projetos:

Moacyr Jaime Scliar, nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, em 23 de março de 1937. É um dos mais famosos escritores brasileiros da atualidade. Já publicou mais de cinqüenta livros, entre crônicas, contos, ensaios, romances e literatura infanto-juvenil, alguns deles traduzidos.


Obras[editar]

Os deuses de Raquel[editar]

  • Rio, Expressão e Cultura[1], 1975. Porto Alegre, L&PM.
  • "Eu sou aquele cujo verdadeiro nome não pode ser pronunciado. Admito, contudo, ser chamado de Jeová."

O Centauro no jardim[editar]

  • Rio, Nova Fronteira[2], 1980. Porto Alegre, L&PM

Obras traduzidas em francês[editar]

  • ”O Centauro no jardim” (”Le Centaure dans le jardin”) traduzido por Rachel UZIEL e Salvatore ROTOLO, Presses de la Rennaissance, collection 10|18, ISBN 2-264-01545-4).
- Citation:” (...) Nous sommes, maintenant, comme tout le monde.Nous n’attirons plus le regard de personne. Elle est finie, l’époque où on nous trouvait bizarres-parce que nous n’allions jamais à la plage, parce que Tita, ma femme, sortait toujours en pantalon.Bizarres, nous? Certainement pas. La semaine dernière, Peri, le fétichiste, est venu chercher Tita, et ça oui, on peut dire que c’est un type bizarre- un petit Indien maigre, avec une barbichette clairsemée, couvert de bagues et de colliers, appuyé sur une canne, s’exprimant dans un langage embrouillé”.(Página 11).
  • ”A estranha nação de Rafael Mendes”, Porto Alegre, L&PM, 1983 (“L’Étrange naissance de Rafael Mendes”, Presses de la Rennaissance, collection 10|18, n°2034.

Outras citações[editar]

  • "Acredito, sim, em inspiração, não como uma coisa que vem de fora, que "baixa" no escritor, mas simplesmente como o resultado de uma peculiar introspecção que permite ao escritor acessar histórias que já se encontram em embrião no seu próprio inconsciente e que costumam aparecer sob outras formas — o sonho, por exemplo. Mas só inspiração não é suficiente".
- EntreLivros: Volume 1,Edições 1-6 - página 25, Duetto Editorial - 2005