MV Bill

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
MV Bill
MV Bill
MV Bill em outros projetos:

Alex Pereira Barbosa, mais conhecido pelo nome artístico MV Bill (Rio de Janeiro, 3 de janeiro de 1974) é um rapper. No show do Free Jazz, escandalizou ao se apresentar com uma arma na cintura — que mais tarde afirmou ser de brinquedo.


  • “Na favela não existem árvores que dão fuzil nem plantação de coca. A força do tráfico está fora dos morros”
- Fonte: Revista ISTO É, Edição 1768.
  • “É uma hipocrisia. A mesma sociedade que me chamou de bandido está assimilando a funk-bunda. E somente agora está se preocupando com o monstro que criou”
- MV Bill, rapper, acusado de fazer apologia do crime no clipe de sua música Soldado do Morro; Fonte: Revista IstoÉ Edição 1649
  • "Como pode ser tragédia a morte de um artista e a morte de milhões apenas uma estatística?"
- Na música Só Deus Pode me Julgar.
  • "Uma expressão musical predominantemente das favelas, dos negros. Retrata a opressão que há na sociedade, bem como sua hipocrisia."
- Opinião dada em uma palestra sobre o que ele acha do rap.
  • "[O RPB] Não é um movimento, mas uma movimentação. O Brasil, a exemplo de outros países, precisava identificar a sua cultura ao rap que é feito aqui."
- Frase dada em entrevista a revista Rap Nacional, sobre o RPB (rap popular brasileiro).