Krist Novoselic

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Krist Novoselic
Krist Novoselic
Krist Novoselic em outros projetos:

Krist Anthony Novoselic (Compton, California - USA , 16 de maio de 1965). Foi baixista da banda Nirvana. Músico estadunidense.


  • "Nós não fazemos exatamente shows, mas apresentações. Nosso aparato de palco se resume a algumas luzes. Não falamos muito entre as músicas. Simplesmente tocamos rock n' roll. Temos uma das caravanas mais baratas da indústria musical. Carregamos apenas nossos instrumentos e em nossa equipe de produção há apenas 7 pessoas. O máximo de estravagância que permitimos atualmente é ter alguém para afinar os instrumentos."
- entrevista à Veja em 1993.
  • "Nós começamos a tocar por prazer, e não visando a uma carreira meteórica. Até agora não sei exatamente como o sucesso aconteceu. Não entendo, e prefiro nem pensar nisso. Quando ligo a televisão e vejo nosso video clip passando pela enésima vez, ou quando ando na rua e as pessoas apontam pra mim, francamente, me sinto anestesiado."
- entrevista à Veja em 1993.
  • "Somos parte de um ciclo que ocorre tempos a tempos, no qual os grupos underground atingem o grande público e permanecem na crista da onda por um tempo, até que outra onda de música underground aparece. O underground é uma toca e quando um grupo sai dela, vende milhões de discos, jamais pode voltar atrás."
- entrevista à Veja em 1993.

"Vejo paralelos entre a música alternativa de hoje e a que surgiu nos anos 60, em San Francisco, quando apareceu uma série de bons grupos, como Jefferson Airplane, Greatful Dead e The Doors. Todos esses grupos foram assimilados pelo grande público. O que me preocupa é que todo o idealismo do rock dos anos 60 se evaporou, e seus adeptos tornaram-se os eleitores de Ronal Reagan, com seus automóveis BMW. Por enquanto o idealismo dos grupos de grunge rock ainda não foi aniquilado pela sociedade."

- entrevista à Veja em 1993.
  • "As drogas deixaram de ser uma bandeira de inconformismo para se tornar parte da sociedade. O Bill Clinton diz que fumou, mas não tragou. Al Gore diz que fumou. O problema das drogas é que as pessoas não tem responsabilidade suficiente para usá-las. Sou totalmente contra algumas drogas, como a heroína. Não há nada de bom nela. Outras, como as anfetaminas, a cocaína e a maconha, deveriam ser legalizadas. Se isso acontecesse a criminalidade diminuiria. A guerra contra as drogas, nos EUA, é um ataque contra nossos direitos civis. As pessoas precisam ser responsáveis por suas próprias ações."
- entrevista à Veja em 1993.
- We remember Kurt for what he was: caring, generous and sweet. Let's keep the music with us. We'll always have it.
- "Heavier Than Heaven: A Biography of Kurt Cobain" - Página 360, de Charles R. Cross - Publicado por Hyperion Books, 2002 ISBN 0786884029, 9780786884025 - 400 páginas