Janis Joplin

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-3.svg Este artigo ou secção não cita as suas fontes ou referências. Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes.
Janis Joplin
Janis Joplin
Janis Joplin em outros projetos:

Janis Lyn Joplin (19 de janeiro de 1943 - 4 de outubro de 1970); cantora estadunidense de blues.


  • "MInha música não é para fazer ninguém se rebelar. É para fazer as pessoas quererem trepar."
- Fonte: Guia dos RoC(k)uriosos, publicado pela revista Showbiz, na edição 146.
  • "Eu quero ver como vai ser a música daqui a uns cinco anos. Eu comecei com música rudimentar, mas os jovens de hoje têm uma base musical incrível: Eles possuem a liberdade completa que o rock conseguiu! Eles cresceram ouvindo Jefferson Airplane, Milles Davis, Grateful Dead, enfim, todo mundo. Ah! Mal posso esperar para ver o que essa garotada vai estar tocando daqui a cinco anos!!! Só espero estar por lá nesta época. Quero cantar com eles, ou, pelo menos, ter grana para vê-los tocar."
- Janis, semanas antes de morrer.
  • "Acho que o público gosta de ver seus artistas prediletos sofrendo. Especialmente se forem cantores de blues! 'Oh... Billie Holliday é Junkie... ela morreu... oh...' Bem, eu digo que não vou dar esse gostinho à ninguém: estou aqui para me divertir e vou tentar curtir a vida ao máximo."
- Janis, num comentário sobre Billie Holliday, uma de suas maiores influências.
  • "Acho que nunca mais encontrarei um grupo tão bom. Ainda gosto muito deles, como sempre gostei. Acho que nossa separação não foi culpa de ninguém, simplesmente aconteceu. A gente vivia numa atividade contínua desde que a gente explodiu, e eu te digo, isso é muito desgastante. Chegou uma hora que não havia mais sinceridade onde eu cantava."
- Janis em 1970, uma de suas últimas entrevistas.
  • "Posso não durar tanto quanto outras cantoras mas sei que posso destruir-me agora se me preocupar demais com o amanhã."
- Maybe I won't last as long as other singers, but I think you can destroy your now worrying about tomorrow
- citado em "Janis Joplin, her life and times"‎ - Página 19, Deborah Landau - Paperback Library, 1971 - 160 páginas
  • "Tenho medo de acabar me tornando uma dessas velhas bêbadas e roucas, que ficam vadiando pela rua assediando rapazinhos."
  • "Às vezes olho para minha própria cara e acho que ela está bem 'rodada'. Mas, considerando tudo pelo que já passei, não me acho tão mal assim."
  • "Nos meus shows, a maioria das garotas estão procurando liberação, e elas pensam que eu vou lhes mostrar como se consegue isso. Mas na primeira fila sempre ficam as grã-fininhas, as comportadinhas, as putinhas reprimidas que ficam esperando todo mundo começar a gritar e dançar para poderem dançar e gritar também. Elas chegam num determinado ponto que eu sei que estão prontas, mas não têm coragem. Então precisam de um pé-na-bunda para se levantarem também. Aí é que eu entro: eu lhes dou esse chute na bunda! eu fui criada exatamente como elas. Sim. Logo, eu sei o que elas têm nessas cabecinhas estúpidas e vazias."
  • "Costumo ter problemas nos bares por causa de minha aparência. Entao, ou você fica furiosa e vai embora, ou mostra o dinheiro e obriga os idiotas a engolirem você."
  • "Sou uma tartaruga escondida em seu casco, bem protegida."
- I guess I'm just like a turtle / That's hidin' underneath its hard-ass shell.
- Janis Joplin na música "Turtle Blues"
  • "O amanhã nunca chega... é sempre a mesma porra de dia."
- Tomorrow never happens. It's all the same fucking day, man.
- "Ball and Chain" (1967)
  • "Se me importo com o que dizem de mim? O pior que podem falar de mim é que nunca estou satisfeita com nada."
  • "Estão me pagando US$50.000 por ano para que eu seja como eu sou."
  • "Não se venda: você é tudo o que tem!"
- You better not compromise yourself, it's all you've got
- Janis Joplin citada em "Rock folk: portraits from the rock'n' roll pantheon" - página 91, Michael Lydon - Dial Press, 1971 - 200 páginas
  • "Trocaria todos os meus amanhas por um unico dia de ontem."

Sobre[editar]

  • "Suponho que a grande explosão de energia ocorrida há três ou quatro anos tenha sido difícil de se manter e, para os sensitivos, difícil de suportar. Acho que eles não ficaram satisfeitos com tudo que fosse "o máximo". Quando a realidade parou de preencher com seu fluxo seus mundos interiores, talvez eles tenham entrado em depressão. Mas... quero deixar bem claro que essa não é a minha visão ou teoria sobre o motivo de suas mortes. Poderia ter sido acidente, suicídio, ou, mais precisamente falando, assassinato. Existem várias formas de morrer... realmente não sei."
- Jim Morrison, após a morte de Janis Joplin