Jamelão (cantor)

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jamelão.jpg

Jamelão, pseudônimo de José Bispo Clementino dos Santos (Rio de Janeiro, 12 de maio de 1913 – Rio de Janeiro, 14 de junho de 2008), foi um cantor brasileiro, tradicional intérprete dos sambas-enredo da escola de samba Mangueira.


  • "Seu Jamelão, posso lhe dar um beijo na bochecha?"
De uma fã, na saída do show do Canecão, no Rio, para o cantor Jamelão (citada pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo); como citado em Revista Veja, Edição 1858 . 16 de junho de 2004
  • "Não! Não sei onde você andou com essa boca!"
Jamelão, o cantor mangueirense conhecido pelo mau humor; como citado em Revista Veja, Edição 1858 . 16 de junho de 2004
  • "Há quem goste das magras e há quem goste das gordas. Eu gosto de todas."
Jamelão, sobre Gisele Bündchen - Revista Veja, 2 de julho de 2005
  • “Já vivi muito, estou no lucro. Quero é que o mundo acabe em melado para eu morrer doce”
Jamelão, 91 anos, intérprete de samba da Mangueira
Fonte: Revista Isto É! de 28/12/2005
  • "Não quero ser enredo de nada – nem agora, nem nunca."
- Jamelão, rabugento puxador de samba da Mangueira, recusando homenagem da escola
- Fonte: Revista Veja, Edição 1 664 - 30/8/2000
Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Jamelão (cantor).
Commons-logo.svg
O Wikimedia Commons possui multimídia sobre: Jamelão (cantor).