Ernesto Cardenal

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Ernesto Cardenal Martínez (Granada, 20 de janeiro de 1925) é um escritor, sacerdote e teólogo nicaraguense[1].


  • "A poesia é também profecia, no sentido de que é anúncio de um mundo melhor e, ao mesmo tempo, denúncia das imundícies presentes. Essa é a poesia da Bíblia, que foi a principal poesia da humanidade[2]."
  • "Deus criou o mundo para que fosse perfeito[2]."
  • "Acredito que devemos saber que o capitalismo deve acabar, porque ele é prejudicial para a humanidade. Para subsistir, a humanidade deve se libertar da exploração capitalista[2]."
  • "Só existem dois sistemas: o capitalismo, que é a propriedade privada, e o socialismo, a propriedade comum. Deus nos criou para ter uma propriedade comum[2]."
  • "Faz parte da evolução da humanidade. Fomos criados para o socialismo, para a igualdade. Deus nos fez socialistas[2]."
  • "Sou crítico como os profetas da Bíblia, que também foram críticos com a religião de Israel do seu tempo, e como Cristo foi crítico com a religião do seu povo. Os cristãos têm que ser críticos com a Igreja, que tem os erros e os pecados do antigo Israel. Temos que continuar denunciando isso[2]."
  • "A utopia para mim é a melhoria do mundo. Por isso acredito que não é só possível, mas também necessária[3]."
  • "Eu compus uma oração que não é outra coisa do que um ataque ao sistema do qual ela foi vítima, [...]" (referindo-se à "Oración por Marilyn Monroe")[3]."
  • "O socialismo democrático e humanista é a única solução que eu encontro para solucionar os problemas essenciais do homem[3]."
  • "O dinheiro se apropria de tudo e descompõe tudo. A avareza, a usura que dizia o poeta norte-americano Ezra Pound, destrói tudo[3]."
  • "É óbvio que há duas igrejas: uma é a que está com os explorados. A outra prefere os exploradores. Mas só uma segue a palavra de Cristo: a que está com os pobres[3]."
  • "Entre cristianismo e revolução não há contradição[4]."

Referências