Annemarie Schwarzenbach

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Annemarie Schwarzenbach em outros projetos:

Annemarie Schwarzenbach (Zurique, 23 de Maio de 1908 - 15 de Novembro de 1942) foi uma jornalista, fotógrafa, viajante e escritora suíça. As suas viajens incessantes pelo E.U.A, Alemanha, Península Ibérica e pelo Médio Oriente inspiraram as suas obras de literatura de viagens. A mais conhecida é A Morte na Pércia, onde revela a fuga, causada pelas suas ideologias antifacistas e da sua orientação sexual, e a sua aflição e a angústia existêncial na procura de si própria na paisagem solitária e imponente do deserto de Teerão, Afeganistão.



  • Se por vezes somos felizes sem motivo, nunca poderemos ser infelizes da mesma maneira. E, numa época severa como é a nossa, espera-se que cada um escolha o inimigo certo e um destino à medida das suas forças.
A Morte na Pérsia, de Annemarie Schwarzenbach.
  • Quando começaste a respirar, não foi ar que inspiraste, mas solidão.
A Morte na Pércia, de Annemarie Schwarzenbach.
  • A juventude tenta escapar ilesa, por conscienciosa que seja no modo como interpreta a sua fuga, ainda assim traz na testa a marca de Caim, a marca de quem traiu o irmão.
Nota prévia, in A Morte na Pércia, de Annemarie Schwarzenbach.
  • Ah, despertar mais uma vez sem sentir as suas garras, por uma vez não ficar só e entregue ao medo! Sentir a respiração feliz do mundo! Ah, viver mais uma vez!
Nota prévia, in A Morte na Pércia, de Annemarie Schwarzenbach.