Anastásia Nikolaevna Romanova

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Anastásia Nikolaevna Romanova
Anastásia Nikolaevna Romanova
Anastásia Nikolaevna Romanova em outros projetos:

Anastásia Nikolaevna Romanova (18 de junho de 1897 - 17 de julho de 1918) foi a filha mais nova do Czar Nicolau II da Rússia e da czarina Alexandra Feodorovna e irmã mais nova das Grã-duquesas Olga, Tatiana e Maria e mais velha do czarevich Alexei.


  • "Brincamos no baloiço e foi aí que eu me perdi de riso, a queda foi tão maravilhosa! Mesmo! Eu já contei isto às nossas irmãs tantas vezes ontem que elas já estão fartas de me ouvir, mas eu podia continuar a contar a história para sempre... Que clima fantástico temos tido! Qualquer um podia simplesmente gritar de alegria."
-parte de uma carta escrita pela Grã-duquesa Anastásia durante sua prisão em Tobolsk

Citações sobre Anastásia Nikolaevna[editar]

  • "Alguém que estava conversando comigo sobre as quatro pequenas garotas, disse-me: "Olga tem graça, inteligência e boa aparência; Tatiana é uma beleza completa; Maria é de natureza tão doce, bondosa e prestativa, que ninguém conseguiria deixar de amá-la; mas a pequena Anastásia tem um charme pessoal superior ao de qualquer criança que eu já vi."
-Margaretta Eagar em "Six Years at the Russian Court",
  • "Não é justo com sua beleza, por Anastásia ter sido menos bonita do que suas irmãs. Ela era pequena em altura e seus traços eram irregulares. Seu nariz era um tanto grande e sua boca bastante larga. Ela tinha um queixo pequeno e reto, que carecia quase inteiramente da habitual curva abaixo do lábio inferior. Mas seus olhos - azuis, luminosos, sempre faiscando de humor - eram verdadeiramente belos. Foi de seu pai que ela herdou estes olhos. Eu nunca havia conhecido uma pessoa que lhe foi apresentada pela primeira vez, e que não comentara sobre a beleza dos olhos dele."
-Gleb Botkin,
  • "Ela, sem dúvida bateu o recorde de castigos na família, era um verdadeiro génio a pregar partidas."
-Gleb Botkin,
  • "Anastásia, uma criança perspicaz e esperta, era uma macaca para brincadeiras, muitas delas às vezes praticadas para a diversão dos outros. Eu me lembro uma vez, quando a família estava no estado polonês no inverno, as crianças estavam divertindo-se em guerras de bolas de neve. O diabinho que às vezes parecia possuir Anastásia, levou-a a atirar uma pedra dentro de uma bola de neve à sua ternamente amada irmã, Tatiana. O míssil atingiu a pobre garota no rosto com tanta força, que ela caiu inconscientemente no chão. A aflição e horror de Anastásia duraram por muitos dias e a curaram permanentemente das piores propensões de praticar brincadeiras."
-Anna Vyrubova em "Memories of the Russian Court",
  • "Anastásia era muito travessa e engraçada. Ela tinha um forte senso de humor e os arremessos de seu sarcarsmo quase sempre provocavam marcas sensíveis. Ela era uma criança terrível, embora suas faltas tendessem a ser corrigidas com a idade. Ela era extremamente preguiçosa, todavia com uma preguiça de uma criança dotada. Seu sotaque francês era excelente, e ela representava cenas de comédia com um notável talento. Ela era tão viva, e sua gaiatice tão infecciosa, que vários membros da suíte caiam no modo de chamá-la "raio de Sol", o apelido que foi dado à sua mãe pela Corte Inglesa."
-Pierre Gilliard em ""Thirteen Years at the Russian Court",
  • "Meu pai chegava em casa para jantar e usualmente nos contava algumas histórias sobre a Família Imperial. Um dia foi para Anastásia que meu pai disse: "Anastásia Nikolaevna, você é feita de ouro." Ao que ela retornou: "De forma alguma, sou feita do mais ordinário couro."
-Gleb Botkin,
  • "Ingenuidade e total simplicidade eram as maiores características de Anastásia Nikolaevna. Quando pequena, ela era muito travessa, detectando imediatamente os trejeitos cômicos das pessoas, e em seguida imitando-os muito habilmente, então isso era uma diversão irresistível. Mas quando cresceu, Esse hábito bastante irreverente tornou-se menos comum."
-Pierre Gilliard em "Thirteen Years at the Russian Court",
  • "Talvez a Anastásia se tivesse tornado na mais bonita das irmãs se tivesse vivido mais tempo. As suas feições eram regulares e bem delineadas. Ela tinha um cabelo bonito, olhos bonitos e vivos como se tivessem sempre um sorriso brincalhão escondido nas suas profundidades, e sobrancelhas negras que quase se juntavam. Tudo isto combinado, tornava a Grã-Duquesa mais nova diferente de todas as irmãs. Ela tinha um aspecto próprio e parecia-se mais com a família da mãe do que com a do pai. Ela era muito baixa, mesmo aos 17 anos e era, na altura, bastante gorda, mas era gordura da adolescência. Ela teria-a ultrapassado como a sua irmã Maria."
-Sophie Buxhoeveden em "The Life and Tragedy of Alexandra",
  • "[Nas festas em que ela levava as meninas] As garotas aproveitavam cada minuto delas. Especialmente a minha afilhada, Anastásia. Ainda posso ouvir seu riso murmurando através do quarto todo. Danças, música, jogos, ela lançava-se fervorosamente em todos eles."
-Grã-duquesa Olga Alexandrovna