Saul Bellow

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Saul Bellow e Keith Botsford
Saul Bellow
Saul Bellow em outros projetos:
Prêmio Nobel de Literatura (1976)

Saul Bellow (10 de junho de 1915, Lachine, Québec, Canadá – 5 de abril de 2005, Brookline, Massachusetts, EUA), escritor estadunidense nascido no Canadá, Prêmio Nobel de Literatura em 1976.


  • "Apaixonar-se, apesar de tudo, é uma prova de sanidade mental, pois no amor descobrimos uma generosidade ilimitada."

Obras[editar]

A Mágoa Mata Mais[editar]

  • "No ano passado, quando estava atravessando por uma crise, meu tio Benn (B. Crader, o famoso botânico) mostrou-me um desenho humorístico de Charles Addams."
  • “Fui forçado a me perguntar se eu algum dia verteria uma lágrima diante dos túmulos dos meus pais, supondo-se que ainda estivesse vivo quando de sua mortes. “
  • “Quando estava na faculdade, li todos aqueles livros clínicos sobre o sexo: Havelock Ellis, Freud, Krafft-Ebing. Não é novidade para mim que os homens que se casam com mulheres bonitas são com freqüência alvo da suspeita do homossexualismo. Eles contam com suas mulheres para atrair admiradores.”
  • Freud ensinou que o amor era a supervalorização. Ou seja, se você visse o objeto amado como realmente é, não seria capaz de amá-lo.”