Papa João Paulo II

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Papa João Paulo II
Papa João Paulo II
Papa João Paulo II em outros projetos:
Wikinews
A Wikinotícias tem notícia(s) relacionada(s) com este artigo:


Karol Józef Wojtyła (Ltspkr.pngPronunciação polaca) (Wadowice, Polônia, 18 de maio de 1920 - Vaticano, 2 de abril de 2005) foi eleito Papa em 16 de outubro de 1978, adotando o nome João Paulo II e sucedeu ao Papa João Paulo I, tornando-se o primeiro Papa não italiano em 450 anos (desde Adriano VI).

Citações[editar]

Amor[editar]

Corpo[editar]

  • "O corpo já não é mais visto como uma realidade propriamente pessoal, um sinal, um lugar de relacionamento com os outros, com Deus e com o mundo. Foi reduzido ao puro materialismo: é apenas um complexo de órgãos, funções e energias a serem usadas unicamente de acordo com os critérios do prazer e da eficiência." (encíclica O Evangelho da Vida - Evangelium Vitae, 25.03.1995)

Concílio Vaticano II[editar]

Fidelidade[editar]

  • "A sexualidade, pela qual homem e mulher se dão mutuamente através de atos que são próprios e exclusivos de cônjuges, de modo algum é algo puramente biológico, mas diz respeito ao mais recôndito da pessoa humana como tal. Só se consuma de um modo inteiramente humano se fizer parte integral do amor através do qual um homem e uma mulher se comprometem totalmente um com o outro até a morte." (exortação apostólica Familiaris Consortio, 22.11.1981)

Família[editar]

Controle de natalidade[editar]

  • "A Igreja condena como grave ofensa à dignidade e à Justiça humana todas as atividades governamentais e de outras autoridades públicas no sentido de limitar de qualquer modo a liberdade dos casais de decidirem a respeito de terem filhos. Consequentemente, qualquer violência aplicada por tais autoridades em favor da contracepção ou, ainda pior, da esterilização e do aborto, deve ser condenada e fortemente rejeitada." (exortação apostólica Familiaris Consortio, 22.11.1981)

Atentado[editar]

  • "Tudo aquilo foi testemunho da graça divina. (...) Agca sabia disparar bem, e disparou certamente para me eliminar. Mas foi como se alguém tivesse guiado e desviado aquela bala..."
- Relembrando o atentado sofrido em 13 de maio de 1981 no livro "Memória e Identidade"

Outras Citações[editar]

  • "Estupidez também é um presente de Deus, mas não se pode abusar." [carece de fontes?]
  • "A ciência pode purificar a religião de erros e supertições. A religião pode purificar a ciência de idolatrias e erros absolutos." [carece de fontes?]
  • "Eu tenho um lado bom para músicas e canções. Esse é meu pecado polonês." [carece de fontes?]
  • "Peço perdão, em nome de todos os católicos, por todas as injustiças contra os não-católicos no decorrer da história."
- Revista Superinteressante Edição 211
  • "A Igreja não tem necessidade de recorrer a sistemas e ideologias."
- Criticando a teologia da libertação; citado em Revista Superinteressante Edição 211.
  • "Nossa Senhora do Calvário, dai-me forças físicas e espirituais para que eu leve até o fim a missão a mim confiada por Cristo ressuscitado."
- João Paulo II, o papa, em missa no santuário de Kalwaria Zebrzydowska, na Polônia; citado em Revista Veja, Edição 1 766 - 28 de agosto de 2002.

Primeiras palavras[editar]

  • Suas primeiras palavras como Sumo Pontífice:

"Queridos irmãos e irmãs, todos estamos ainda tristes com a morte do querido Papa João Paulo I. E agora os eminentíssimos Cardeais chamaram um novo Bispo de Roma. Chamaram-no de um país distante... Distante, mas sempre muito próximo pela comunhão na fé e na tradição cristã. Tive medo ao receber esta nomeação, mas o fiz com espírito de obediência a Nosso Senhor e com a confiança total na sua Mãe, a Virgem Santíssima".

"Não sei se posso expressar-me bem na vossa... na nossa língua italiana. Se eu errar, vocês me corrijam. E, assim, apresento-me diante de todos vocês, para confessar a nossa fé comum, a nossa esperança, a nossa confiança na Mãe de Cristo e na Igreja, e também para começar de novo a andar por este caminho da História e da Igreja, com a ajuda de Deus e com a ajuda dos homens".

Conselhos de João Paulo II[editar]

  • 1. O nascimento da nova Europa do espírito. Uma Europa fiel às suas raízes cristãs, não fechada sobre si mesma, mas aberta ao diálogo e à colaboração com os outros povos da terra.
  • 2. Desejo para cada um a paz que só Deus, por meio de Jesus cristo, nos pode dar: a paz que é obra da justiça, da verdade, do amor, da solidariedade, da paz que os povos só atingem quando seguem os ditames da lei de Deus, a paz que faz que os homens e os povos se sintam irmãos uns dos outros.
  • 3. Os jovens estão chamados a serem os protagonistas dos novos tempos. Tenho plena confiança neles e estou certo de que têm a vontade de não defraudar nem a Deus, nem à Igreja, nem à sociedade da que provêm.
  • 4. Quando falta o espírito contemplativo não se defende a vida e se degenera tudo o que é humano. Sem interioridade o homem moderno põe em perigo a sua própria integridade.
  • 5. Queridos jovens: ide com confiança ao encontro com Jesus! E, como os novos santos, não tenhais medo de falar dEle, pois Cristo é a resposta verdadeira a todas as perguntas sobre o homem e o seu destino. É preciso que vocês, jovens, se convertam em apóstolos dos seus coetâneos.
  • 6. Surgirão outros frutos de santidade se as comunidades eclesiais mantiverem a sua fidelidade ao Evangelho que, de acordo com uma venerável tradição, foi pregado desde os primeiros tempos do cristianismo e foi conservado através dos séculos.
  • 7. Recordai sempre que o distintivo dos cristãos é dar testemunho audaz e valente de Jesus Cristo, morto e ressuscitado pela nossa salvação.
- [Opus Dei http://www.opusdei.org.br/art.php?p=14858 Referência]

Oração[editar]

Oração para pedir graças por intercessão do servo de Deus, o Papa João Paulo II

Ó Trindade Santa, nós vos agradecemos por ter dado à Igreja o papa João Paulo II e por ter feito resplandecer nele a ternura da vossa Paternidade, a glória da cruz de Cristo e o esplendor do Espírito de amor. Confiado totalmente na vossa infinita misericórdia e na materna intercessão de Maria, ele foi para nós uma imagem viva de Jesus Bom Pastor, indicando-nos a santidade como a mais alta medida da vida cristã ordinária, caminho para alcançar a comunhão eterna convosco. Segundo a vossa vontade, concedei-nos, por sua intercessão, a graça que imploramos, na esperança de que ele seja logo inscrito no número dos vossos santos. Amém.

Opiniões acerca do papa[editar]

  • Outro aspecto é a maneira como o papa se relaciona com a juventude ... Você viu o que aconteceu em Paris? Jamais a cidade tinha reunido tantos jovens ... E aquilo quem fez não foi a Igreja da França ... Aí é que percebemos a força do papa. Ele convoca os jovens, e eles vêm. Porque ele acredita na juventude. — Dom Eugênio Sales, Brasil.
  • No mundo dominado pelo triunfalismo ideológico, o Papa João Paulo II tem a humildade de pedir perdão ao povo judeu e a outros povos injustiçados pela igreja no passado. Um gesto magnânimo, pedir perdão. É um líder de um imenso rebanho. Ele que é tão poderoso é também muito humilde e frágil. Mas espiritualmente muito forte. — rabino Henry Sobel, Brasil.
  • Na visão dos muçulmanos, o papa buscou o diálogo inter-religioso, conversando em vários momentos com os líderes para uma aproximação. — xeque Ali Abdouni, representante da comunidade Islâmica brasileira.
  • Sinto como quem perdeu um pai, um amigo, um irmão, um orientador muito sábio. — Dom Cláudio Hummes, arcebispo de São Paulo, Brasil.
  • Superando as limitações físicas impostas pelo atentado sofrido em 1981, o papa vem realizando notável atividade pastoral e cumprindo o que anunciou em 25 de janeiro de 1979, ao beijar o solo da República Dominicana para abençoar aquele país: "Viajarei por onde me chamarem as exigências da fé e dos valores humanos".Marco Maciel, político brasileiro.
  • Um grande papa — nosso maior e mais importante compatriota, o Santo Padre foi um bom pai para todos nós, para crentes e não crentes, e para seguidores de diferentes religiões — não existe mais.Aleksander Kwasniewski, presidente da Polônia.
  • Um bom e fiel servo de Deus foi chamado de volta para casa. O mundo perdeu um campeão da paz e da liberdade. — Presidente dos EUA, George W. Bush.
  • João Paulo II sempre esteve ao lado do mais pobre, do mais desprotegido, do mais desafortunado, daqueles que foram deixados para trás no processo de desenvolvimento.José Sócrates, primeiro ministro de Portugal.
  • Até o fim da sua vida João Paulo II levou sua missão com energia e clareza. O sofrimento que ele nunca escondeu nos últimos anos jamais alteraram a sua determinação. — Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva.
  • "Neste momento estou escrevendo um livro, no qual direi a verdade. Até agora contei cinqüenta histórias diferentes, mas são todas falsas."
Mehmet Ali Agca, turco que atirou no papa João Paulo II, afirmando que toda a verdade só será contada no livro que está escrevendo, citado em Veja, julho de 2005

Ligações externas[editar]