Colette

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Colette
Colette
Colette em outros projetos:

Sidonie Gabrielle Colette (28 de janeiro de 1873 - 3 de agosto de 1954) foi uma escritora francesa.


Obras[editar]

  • "Até que é bom as crianças, ocasionalmente e com polidez, colocarem os pais no seu lugar".
- It is no bad thing that children should occasionally, and politely, put parents in their proper place.
- "My mother's house" - página 30, Colette - Secker & Warburg, 1969 - 219 páginas
  • “Nossos companheiros perfeitos nunca têm menos de quatro patas.”
- Nos compagnons parfaits n'ont jamais moins de quatre pattes.
- "Sammlung" - página 240, Colette, Claude Pichois, Roberte Forbin - Flammarion, 1973 - 454 páginas
  • “É aconselhável aplicar o óleo refinado da cortesia para os mecanismos da amizade.”
- It is wise to apply the oil of refined politeness to the mechanisms of friendship.
- "Earthly Paradise" - página 412, Colette - Farrar, Straus & Giroux, 1970, ISBN 0374634009, 9780374634001 - 505 páginas
  • “Se você está lidando com um animal ou uma criança, convencer é enfraquecer.”
- Qu'il s'agisse d'une bête ou d'un enfant, convaincre c'est affaiblir
- "Œuvres complètes: Volume 9" - página 125, Colette - Le Fleuron, se vend chez Flammarion, 1948
  • “Nunca toque em uma asa de borboleta com seu dedo.”
- Never touch a butterfly's wing with your finger.
- "Break of day: a novel" - página 23, Colette - Farrar, Straus and Cudahy, 1961 - 143 páginas
  • “Quando ela levanta as pálpebras é como se ela tirasse todas as suas roupas.”
- When she raises her eyelids it's as if she were taking off her clothes
- "Claudine and Annie" - página 42, Colette - Penguin, 1972 - 159 páginas
  • “Eu amo o meu passado. Eu amo o meu presente. Eu não estou envergonhada do que eu tinha, e eu não estou triste pelo que eu não tenho mais.”
- I love my past. I love my present. I'm not ashamed of what I've had, and I'm not sad because I have it no longer.
- "Seven" - página 219, Colette - Farrar, Straus and Cudahy, 1955
  • “Meus amigos verdadeiros que sempre me dão essa suprema prova de devoção, uma aversão espontânea ao homem que eu amava.”
- My true friends have always given me that supreme proof of their attachment: a spontaneous aversion to the man I loved.
- "A lesson in love" - página 13, Colette - Farrar & Rinehart, incorporated, 1932 - 237 páginas
  • “Nós só fazemos as coisas que gostamos de fazer.”
- We only do well the things we like doing
- "Earthly Paradise" - página 281, Colette - Farrar, Straus & Giroux, 1970, ISBN 0374634009, 9780374634001 - 505 páginas
  • “Você não nota as alterações que aconteceram antes de você.”
- You do not notice changes in what is always before you.
- "My apprenticeships [and] Music-hall sidelights" - página 65, Colette - Penguin, 1967 - 218 páginas
  • “O verdadeiro viajante é ele quem vai a pé e, mesmo assim, ele senta-se grande parte do tempo.”
- The true traveler is he who goes on foot, and even then, he sits down a lot of the time
- "Earthly Paradise" - página 4444, Colette - Farrar, Straus & Giroux, 1970, ISBN 0374634009, 9780374634001 - 505 páginas
- To a poet, silence is an acceptable response, even a flattering one.
- "Earthly Paradise" - página 443, Colette - Farrar, Straus & Giroux, 1970, ISBN 0374634009, 9780374634001 - 505 páginas
  • “Total ausência de humor torna a vida impossível.”
- Total absence of humor renders life impossible.
- "Colette of the Academy Goncourt" - página 270, Colette - Farrar, Straus & Young, 1952 - 315 páginas
  • “Você irá fazer coisas idiotas, mas irá fazê-las com entusiasmo.”
- You will do foolish things, but do them with enthusiasm.
- New York World-Telegram and Sun (1961)

Atribuídas[editar]

  • "Que encantamento fazer amizade com alguém que você desprezava."
- Fonte: Revista Caras, edição 679, de Novembro de 2006.
  • "Conhecer aquilo que dele estava escondido é, para o homem, a embriaguez, a honra e a perda de si próprio".
- Connaître ce qui lui était caché, c'est la griserie, l'honneur et la perte de l'homme.
- citado em "Le dictionnaire des citations du monde entier", Karl Petit - Gérard, 1960 - 478 páginas
- Be happy. It's one way of being wise.
- citado em "Worldwide Laws of Life: 200 Eternal Spiritual Principles" - Página 154, John Marks Templeton - Templeton Foundation Press, 1998, ISBN 1890151157, 9781890151157 - 528 páginas
  • “Creio que o mais urgente e incomparável desperdício de tempo é o que chamamos de sofrimento.”
- I believe that there are more urgent and honorable occupations than that incomparable waste of time we call suffering.
- citado em "Recovering, a journal" - página 7, May Sarton - G.K. Hall, 1981, ISBN 0816131880, 9780816131884 - 351 páginas
  • “Sente-se e bote pra fora tudo o que vem em sua cabeça, você é um escritor. Mas um autor é aquele que pode julgar o seu próprio material de valor, sem piedade, e destruir a maior parte dele.”
- Put down everything that comes into your head and then you're a writer. But an author is one who can judge his own stuff's worth, without pity, and destroy most of it.
- citado em "Casual change" - página 115, Alan Houghton Brodrick - Hutchinson, 1961 - 224 páginas
  • “Os defeitos dos maridos muitas vezes são causados pelo excesso de virtudes de suas esposas.”
- The faults of husbands are often caused by the excess virtues of their wives
- citado em "Webster's II new Riverside desk quotations", James Beasley Simpson - Houghton Mifflin, 1992, ISBN 0395620244, 9780395620243 - 420 páginas
  • “A mulher que pensa que é inteligente exige igualdade de direitos com os homens. Uma mulher que é realmente inteligente não.”
- The woman who thinks she is intelligent demands equal rights with men. A woman who is intelligent does not.
- citado em "Dictionary of Quotations" - Página 89, Connie Robertson - Wordsworth Editions, 1998, ISBN 185326489X, 9781853264894 - 669 páginas
  • “Que vida maravilhosa que eu tinha! Quem me dera que tivesse percebido isso mais cedo.”
- "Well, go and see what a wonderful life I've had". ... "I only wish I'd realised it sooner"
- citado em "Madame Colette: a provincial in Paris" - página 212, Margaret Crosland - P. Owen,1953 - 222 páginas
  • “Escrever só leva a escrever mais.”
- Writing only leads to more writing
- citado em "Creating Colette: From baroness to woman of letters, 1912-1954" - página 235, Claude Francis, Fernande Gontier - Steerforth Press, 1999, ISBN 1883642760, 9781883642761 - 298 páginas
Plaque comemorativa na 14 rue de Rémusat, Paris, informando que Arletty foi uma intérprete de Collete

Sobre[editar]

- Ici vécut, ici mourut Colette, dont l'œuvre est une fenêtre grande ouverte sur la vie.
- Placa colocada no Palácio Royal, em Paris; citado em "A survey of French literature" - página 382, Morris Bishop - Harcourt, Brace & World, 1965 - 462 páginas