Tim Lilburn

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tim Lilburn em outros projetos:

Tim Lilburn (27 de junho de 1950) é um poeta e ensaísta. Lilburn nasceu em Regina, no Canadá. Um mestrado em Filosofia pela Universidade de Gonzaga.[1]



  • "Uma tarde, desgostoso, bravo, você adormecer."
- Tim Lilburn Desire Leaves. The Poet\ry of Tim Lillburn by Tim Lilburn, edited by Alison Calder whith an afterword by Tim Lilburn. 2007. Xiv + 50 pp. ISBN 0889204942/ ISBN 139780889205147
  • "Todo conhecimento escurece como ele constrói. A grama é um espelho que as nuvens como o olhar brilhante entra. Você fica no meio da noite, você agachar nas colinas na caverna da noite. Esperar. Acima, entulho luminosa, teias de sinais de rádio rasgada. Abaixo, raspadores de pedra, osso do pescoço de um cervo, salinas. O mundo está acabando."
- Tim Lilburn Desire Leaves. The Poet\ry of Tim Lillburn by Tim Lilburn, edited by Alison Calder whith an afterword by Tim Lilburn. 2007. Xiv + 50 pp. ISBN 0889204942/ ISBN 139780889205147
  • "A neve cai nas Sandhills Moosewood, no fantasma tocas, cervos floresta, na casa do osso, última neve. O que significa tornar-se nada? Você cavou uma caverna na terra, sala de conhecimento, sala de lágrimas. Isso significa colocar-se debaixo coisas irracionais e sei que eles são irrepreensíveis. O cheiro de batata do escuro. Você desistiu. "
- Tim Lilburn Desire Leaves. The Poet\ry of Tim Lillburn by Tim Lilburn, edited by Alison Calder whith an afterword by Tim Lilburn. 2007. Xiv + 50 pp. ISBN 0889204942/ ISBN 139780889205147

Referências