Timão de Atenas

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Timão de Atenas é uma peça de teatro de William Shakespeare.

Timão de Atenas (1607-1608)[editar]

  • "Muitos passam para outro amo pisando no primeiro".
- Ato IV - Cena III: Timão
  • "É preferível não ter amigos do que os ter mais nocivos que inimigos".
  • "Quem gosta de ser adulado é digno do adulador".
  • "Antes de amar quem só o mal me deseja a quem, fingindo o bem, só o mal me enseja".
- Ato IV - Cena III: Flávio
  • "A cerimônia foi inventada para dar brilho aos atos pálidos".
- Ato I - Cena II: Timão
  • "A clemência é a verdadeira virtude da justiça".
- Ato III - Cena V: Alcibíades
  • "Corajoso é quem suporta sabiamente o que de pior a boca humana exala".
- Ato III - Cena V: Primeiro senador
  • "Não é justo vingar nos vivos o erro dos mortos. Não se herda o crime como se herdam terras".
- Ato V - Cena IV: Primeiro senador
  • "O egoísmo domina a caridade".
- Ato III - Cena II: Primeiro estrangeiro
  • "Sabes de algum esbanjador que tenha sido amado depois de ter perdido tudo o que possuía?".
- Ato IV - Cena III: Apemanto
  • "Monstruoso é o homem quando assume a forma da ingratidão".
- Ato III - Cena II: Primeiro estrangeiro
  • "Lábios, fazei cessar o amargo verbo, pondo fim à linguagem".
- Ato V - Cena I: Timão
  • "Sou-vos grato porque roubais às claras, sem assumirdes aparência santa; o mais vultuoso roubo é praticado nas profissões honestas".
- Ato IV - Cena III: Timão
  • "Não nos basta ajudar os que precissam; depois, devemos ampará-las".
- Ato I - Cena I: Timão


Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Timão de Atenas.