The Big Bang Theory

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa

The Big Bang Theory é um sitcom norte-americana, que retrata a vida de 4 cientistas brilhantes sem vida social e da sua vizinha atraente Penny.

1ª Temporada[editar]

Pilot [1.01][editar]

Sheldon: [sobre doação de esperma] E se ela acabar com uma criança que não sabe se deve usar uma integral ou uma derivada para resolver a área sob uma curva?
Leonard: Tenho certeza de que ela ainda o amaria.
Sheldon: Eu não amaria.

Penny: Sou de Sagitário, o que provavelmente lhes diz mais do que ...
Sheldon: Sim... nos diz que você participa da ilusão da massa cultural que a aparente posição do sol em relação a constelações arbitrariamente definidas no momento de seu nascimento de alguma maneira afeta a sua personalidade.
Penny: Participação no quê?
Leonard: Ele quer dizer que não seria o seu primeiro palpite.
Penny: Sim, muitas pessoas acham que eu sou do signo de água.

Leonard: Nós precisamos ampliar nosso grupo.
Sheldon: Eu tenho um grupo bastante amplo. Tenho 212 amigos no Orkut.
Leonard: Sim, e você nunca viu nenhum deles.
Sheldon: Essa é a beleza.

Leonard: Nossos filhos serão lindos e inteligentes.
Sheldon: Pra não dizer imaginários.

Penny: Então, o que vocês fazem pra se divertir por aqui?
Sheldon: Bem, hoje nós tentamos nos masturbar por dinheiro.

Penny: Seria estranho se eu usasse seu chuveiro?
Leonard: Não.
Sheldon: Sim.
Leonard: [para Sheldon] Não!
Sheldon: Não?
Leonard: Não!
Sheldon: [para Penny] Não.

Leonard: Qual é! Nós temos um QI de 360, nós devíamos estar aptos a descobrir como entrar no prédio.
[Duas meninas vendendo biscoitos apertam todas as campainhas, a porta abre.]
Sheldon: Qual será o QI delas?

Leonard: O que faz você pensar que ela não transaria comigo? Eu sou um macho e ela uma fêmea.
Sheldon: Sim, mas não da mesma espécie.

Leonard: Vou convidar ela [Penny] pra sair. Teremos uma agradável refeição e conversaremos.
Sheldon: Conversar? Mas nós não conversamos, pelo menos não off-line.

Sheldon: Penny!
Penny: Sim?
Sheldon: Eu sento aí.
Penny: Então sente aqui do meu lado.
Sheldon: Não, eu sento aí.

Kurt: Como diabos vocês entraram nesse prédio?
Leonard: Nós somos cientistas.
Sheldon: Fale sobre o nosso QI.

Sheldon: Minha mãe comprou aquela calça.
Leonard: Sinto muito.
Sheldon: Você vai ter que ligar pra ela.

The Big Bran Hypothesis [1.02][editar]

[Discutindo sobre uma grande caixa de móveis que tem que ser levada pro quarto andar, com o elevador quebrado]
Leonard: Bem, nós vamos ter que levar nós mesmos.
Sheldon: Creio que não.
Leonard: Por que não?
Sheldon: Bem, não temos um suporte, ou cintos de elevação, ou forças nos membros superiores.
Leonard: Nós não precisamos de força, somos físicos. Somos os descendentes intelectuais de Arquimedes. Dê-me uma alavanca e um ponto de apoio e eu poderia levantar a terra.
[O pacote começa a cair sobre ele]
Leonard: Eu não consigo! Eu não consigo! EU NÃO CONSIGO!
[Sheldon levanta o pacote dele]
Sheldon: Arquimedes ficaria tão orgulhoso.
Leonard: Bem, você tem alguma ideia?
Sheldon: Sim, mas todas elas envolvem uma lanterna e um anel poderoso.

Sheldon: Eu não conseguia dormir sabendo que depois do meu quarto tem a nossa sala de estar e depois de nossa sala de estar está o corredor e logo depois do corredor está [apartamento bagunçado de Penny]!
Leonard: Você percebe que se Penny acordar, não há nenhuma explicação razoável para estarmos aqui?
Sheldon: Acabei de dar a você uma explicação razoável.
Leonard: Não, você me deu uma explicação. Sua razoabilidade será determinada por um júri de seus semelhantes!
Sheldon: Não seja ridículo! Eu não tenho semelhantes.

Leonard: Se não tiver outros planos, quer se juntar a nós pra comida tailandesa e uma maratona de filmes do Superman?
Penny: Maratona? Nossa, quantos filmes do Superman existem?
Sheldon: Está brincando, certo?

Sheldon: Gravidade. A vadia sem coração!

Leonard: Você me convenceu. Nessa noite vamos entrar lá e lavar o carpete dela.
Sheldon: Não acha que isso já é demais?
Leonard: Pelo amor de Deus, Sheldon, terei que mostrar um cartaz de sarcasmo toda vez que eu abrir minha boca?
Sheldon: [intrigado] Você tem um cartaz de sarcasmo?

Sheldon: Me explique em que sistema organizacional onde uma bandeja de talheres em um sofá é válido.

Howard: [para Leonard, depois de uma rodada de Dance Dance Revolution] Pegue um guardanapo, criança, você acaba de ser servido.
Leonard: Tudo bem, você ganhou. [se afasta]
Howard: [para Sheldon] Qual o problema dele?
Sheldon: Sua namorada imaginária rompeu com ele.
Howard: Já passei por isso.

Penny: E que tipo de doutor remove sapatos de bundas?

Sheldon: Se tem tempo pra encostar, tem tempo pra limpar.

Leonard: Você vai marchar até lá agora e se desculpar [com Penny]!
Sheldon: Pffft.
Leonard: Qual a graça?
Sheldon: Não foi sarcasmo?
Leonard: Não!
Sheldon: Uuuuuuh. Cara, você está todo confuso hoje.

Sheldon: [indo se desculpar com Penny] Eu tenho um mestrado e dois PhDs. Não devia estar fazendo isso.

Penny: FILHOS DA MÃE!
Leonard: Penny acordou.
Penny: NERDS ESQUISITOS IDIOTAS!
Leonard: Como ela sabe que fomos nós?
Sheldon: Talvez eu possa ter deixado um sistema organizacional sugestivo no guarda-roupa dela.
Penny: LEONARD!
Leonard: Deus, isso vai ficar feio.
Sheldon: Adeus Honey Puffs... bom dia Big Bran.

The Fuzzy Boots Corollary [1.03][editar]

Leonard: Olá Leslie.
Leslie: Oi Leonard.
Leonard: Gostaria de propor um experimento…
Leslie: Óculos, Leonard.
Leonard: Certo. Eu gostaria de propor um experimento.
Leslie: Espera. Estou tentando ver quanto tempo leva pra um laser de iodo de oxigênio de 500kw aquecer meu CupNoodles.
Leonard: Já fiz isso. Cerca de dois segundos, 2.6 para minestrone. Enfim, eu estava pensando em uma exploração biossocial com uma camada neuro-química.
Leslie: Pera, tá me convidando pra sair?
Leonard: Eu ia caracterizar como a modificação do nosso paradigma amizade-coleguismo com a adição de um componente tipo encontro, mas nós não precisamos discutir sobre a terminologia.
Leslie: Que tipo de experimento?
Leonard: Não há um padrão geralmente aceito nesta área. Gostaria de buscá-la. Levá-la a um restaurante. Então veríamos um filme, provavelmente uma comédia romântica com os talentos de Hugh Grant ou Sandra Bullock.
Leslie: Interessante. E você concorda que a principal forma de avaliar tanto o sucesso ou o fracasso do encontro seria baseado na reação bioquímica durante o beijo de boa noite?
Leonard: Freqüência cardíaca, feromônios, etc. Sim.
Leslie: Por que nós não estipulamos que o encontro foi bem e passamos para a variável chave?
Leonard: Quer dizer te beijar agora?
Leslie: Sim.
Leonard: Pode definir os parâmetros do beijo?
Leslie: Boca fechada, mas romântico. Menta?

Howard: Sheldon, se você fosse um robô, e eu soubesse e você não, gostaria que eu te contasse?
Sheldon: Depende. Quando eu soubesse que sou um robô, estaria apto a lidar com isso?
Howard: Talvez, embora a história da ficção científica não esteja do seu lado.
Sheldon: Deixe eu lhe perguntar isso: quando eu soubesse que sou um robô, eu estaria ligado as Leis da Robótica de Asimov?
Raj: Você pode estar ligado a elas agora mesmo.
Howard: É verdade. Alguma vez você já prejudicou um ser humano, ou, por omissão, permitiu que um ser humano sofresse algum mal?
Sheldon: Claro que não.
Raj: Alguma vez você já prejudicou a si mesmo ou se permitiu ser prejudicado nos casos em que um ser humano já teria sido ameaçado?
Sheldon: Bem, não.
Howard: Sinto cheiro de robô.

Sheldon: Há sempre a possibilidade de que o álcool e a falta de juízo da parte dela levem a uma maravilhosa noite.

Sheldon: Eu não vou pra sua casa e mudo coisas na sua lousa.
Leslie: Isso porque eu não tenho erros na minha lousa.
Sheldon: Isso... Isso...
Leslie: Quando pensar em um adjetivo mande sms.

Howard: O amor não é uma corrida, é uma maratona, uma perseguição implacável que só acaba quando ela cai nos seus braços - ou lhe ataca com um spray de pimenta.

Sheldon: 1 ponto pro álcool e falta de juízo.

Sheldon: Me sinto na obrigação de avisar... que ela não te rejeitou, você nunca a convidou pra sair.
Leonard: Está certo. Eu não a chamei pra sair. Eu devia chamá-la pra sair.
Sheldon: Não! Esse não era meu ponto. Meu ponto era pra não comprar um gato.
Leonard: Não, mas você está certo. Eu devia ir até lá e chamá-la pra sair.
Sheldon: Ô beleza! Vamos ter um gato.

Raj: Essa noite, vou temperar minha carne com sangue de gnomo.

Howard: Ele está vendendo a Espada de Azeroth no eBay.
Leonard: Você nos traiu por dinheiro? Quem é você?
Sheldon: Sou um cavaleiro elfo desonesto. Você não lê a descrição dos personagens?

Sheldon: Whoo! Estou todo suado. Alguém quer entrar no Second Life e ir nadar? Eu construí uma piscina virtual?
Leonard: Não, eu não consigo olhar pra você ou pro seu avatar no momento.

Sheldon: O sexo está começando agora?
Leonard: Estou em crise de pânico.
Sheldon: Certo, certo, então... se acalme.

Howard: Então, como foi com a Leslie?
Leonard: Ah, a gente se beijou, mas a Terra não se moveu... quer dizer, não mais do que os 613km que iria se mover de qualquer jeito.

The Luminous Fish Effect [1.04][editar]

Sheldon: Eu passei os últimos três anos e meio olhando para lousas cheias de equações; antes disso, passei quatro anos trabalhando na minha tese; antes disso, eu estava na faculdade, e antes disso, eu estava na quinta série.

Mrs. Cooper: [tentando fazer Sheldon se desculpar com seu chefe Dr. Gablehauzer] Escuta aqui, Sheldon, tenho lhe dito desde que você tinha cinco anos, tudo bem ser mais inteligente do que qualquer um, mas você não pode ficar apontando isso por aí!
Sheldon: Por que?
Mrs. Cooper: [severa] Porque os outros não gostam disso! Lembra de todas as surras que você levou das crianças vizinhas? Está pronto? Pegue seus sapatos, sua camisa e vamos dar o fora!
Sheldon: [em tom de voz derrotado] Não teria tido nenhuma surra se aquele maldito raio de morte tivesse funcionado.

Sheldon: Não acredito que ele me demitiu.
Leonard: Bem, você o chamou de "glorificado professor de ciências cuja última experiência bem sucedida foi acender seus próprios peidos."
Sheldon: Em minha defesa, eu comecei com "com todo o respeito."

Mary: [pra Raj] Eu fiz frango. Espero que não seja mais um dos animais mágicos que seu povo acha que é mágico.

Mary: Leonard, o senhor nunca nos dá mais do que podemos lidar. Felizmente, ele me abençoou com dois outros filhos burros feito uma porta.

Mary: Querido, por que você tem um tear?
Sheldon: Bem, eu estava trabalhando no peixe luminoso e então pensei... Um tear.

Howard: [pra Mary, mãe de Sheldon] Me perdoe por ser tão atrevido, mas agora eu vejo de onde Sheldon herdou seus encantadores olhos.
Mary: Querido, isso não vai funcionar, mas continue tentando.

Penny: Esse é o melhor bolo de frutas que eu já comi.
Mary: Sempre foi o favorito de Sheldon. Sabe qual o ingrediente secreto?
Penny: Amor?
Mary: Banha.

Mary: Vou dizer uma coisa, eu amo aquele garoto [Sheldon], mas ele tem sido difícil desde que saiu de mim em uma loja de departamentos.

Mary: [olhando pra Leonard e Penny que estão sentados um do lado do outro] Vocês dois formam um belo casal.
Leonard: Não, não somos um casal. Somos solteiros. Dois solteiros, como aquelas fatias de queijo embaladas individualmente que são amigas.
Mary: [para Howard] Eu disse algo errado?
Howard: Disse sim.

Leonard: Howard conseguiu uma acompanhante?
Sheldon: Uma explicação mais razoável é que seu trabalho com robôs apresentou um enorme avanço.

Mary: Desculpe, eu comecei a frase com, "Se Vossa Excelência quiser"?

Mary: Sheldon é como o bambi, você tem que deixar ele vir até você.

Sheldon: Na última festa do departamento, o Professor Finkleday me encurralou e falou sobre exploração de cavernas por 45 minutos.
Leonard: Eu sei, eu tava lá.
Sheldon: Sabe o que é interessante sobre cavernas, Leonard?
Leonard: O quê?
Sheldon: Nada!

Mary: Ele herdou o temperamento do pai.
Leonard: Ah!
Mary: Ele herdou meus olhos.
Leonard: Eu vejo!
Mary: E essa coisa de ciências, isso vem de Jesus.

The Hamburger Postulate [1.05][editar]

Leonard: O que Penny quis dizer com, "vocês fariam um fofo casal"?
Sheldon: Bem, eu suponho que ela quis dizer que vocês dois, juntos, constituem um casal que os outros podem considerar fofos. Uma alternativa, embora um pouco menos provável é que vocês pudessem fazer um. Como em "Oh, olha, Leonard e Leslie são Sr. e Sra. Goldfarb! Eles não são adoráveis?"
Leonard: Se Penny não soubesse que Leslie já tinha me rejeitado, significa que ela, Penny, inequivocamente, pensou que eu devesse convidar ela, Leslie, para sair, indicando que ela, Penny, não tinha interesse que eu convidasse ela, Penny, pra sair; mas se ela soubesse que eu convidei Leslie pra sair, e que ela, Leslie, me rejeitou, então ela, Penny, poderia estar me oferecendo consolo - "Isso é muito ruim, vocês teriam formado um casal lindo... "- Ao mesmo tempo pensando: "Bom, Leonard continua disponível."
Sheldon: Você é um cara de sorte, Leonard.
Leonard: Como assim?
Sheldon: Você está falando com um dos três homens no Hemisfério Ocidental, capazes de seguir essa linha de pensamento.
Leonard: Bem, o que você acha?
Sheldon: Eu disse que conseguia seguir, não que eu me importo.

Sheldon: [Na Cheesecake Factory] Com quem eu falo pra reservar essa mesa permanentemente?
Penny: Não sei, talvez com um psiquiatra?

Sheldon: Minhas equações, alguém andou mexendo nas minhas equações.
Leonard: Tem certeza?
Sheldon: Claro que eu tenho certeza. Olhe para a função beta da cromodinâmica quântica. Os sinais foram mudados.
Leonard: Ah, sim. Mas isso não resolve o seu problema?
Sheldon: Ficou doido? Pirou de vez? [olhando pra lousa] Você está...? Ei, isso resolve o meu problema.

The Middle-Earth Paradigm [1.06][editar]

Penny: Por que todos os caras não podem ser iguais a você?
Leonard: Porque se todos fossem igual a mim, a raça humana não sobreviveria.

Leonard: O que é isso?
Sheldon: Chá. Quando as pessoas ficam pra baixo, a convenção cultural é oferecer-lhes uma bebida quente. [uma pausa enquanto ele tenta lembrar o que fazer em seguida, então ele diz estranhamente] Passou, passou. [outra pausa] Quer falar sobre isso?
Leonard: Não.
Sheldon: Bom! "Passou, passou" era tudo o que eu tinha.

Garota: O que você é?
Sheldon: Eu vou te dar uma mãozinha: weawww.
Garota: Uma maria-fumaça?
Sheldon: Quase! weawwww
Garota: Uma maria-fumaça defeituosa?

Penny: Cara, você é bem inteligente.
Leonard: Pois é, eu sou um maldito gênio.

Raj: Certo, se ninguém diz, eu mesmo digo: nós somos péssimos no paintball.

The Dumpling Paradox [1.07][editar]

Leonard: [vendo Sheldon tentando sentar no sofá onde está a cabeça de Penny]] O que você está fazendo?
Sheldon: Todo Sábado desde que moramos nesse apartamento, eu acordo às 6:15, me sirvo com uma tigela de cereal, adiciono um quarto de xícara de 2% de leite, sento neste fim deste sofá, liga na BBC, e assisto Doctor Who.
Leonard: Penny ainda está domirndo.
Sheldon: Todo Sábado desde que moramos nesse apartamento, eu acordo às 6:15, me sirvo com uma tigela de cereal…
Leonard: Você tem TV no seu quarto. Por que não toma café na cama?
Sheldon: Porque eu não sou um inválido nem uma mulher celebrando o Dia das Mães.

Leonard: Sheldon, pense nisso. Você vai fazer Howard escolher entre sexo e Halo.
Sheldon: Não, eu vou fazer ele escolher entre sexo e Halo 3. Até onde eu sei o sexo não foi atualizado com gráficos em alta definição e sistemas avançados de armas.
Leonard: Tem razão, tudo o que sexo tem é nudez, orgasmo e contato humano.
Sheldon: Meu ponto.
Kristie: [gritando com Mrs. Wolowitz] Só estou dizendo que você poderia ter tirado o plástico do sofá!
Mrs. Wolowitz: Pra quê? Pra você e Howard pularem nele?
Howard: Senhoras, há obviamente uma solução-
Kristie e Mrs. Wolowitz: (uníssono) Cala a boca, Howard!!
Howard: Certo, eu vou pegar minha scooter e sair. [abre a porta e vê Leonard e os outros esperando por ele] O que estão fazendo aqui?
Sheldon: É noite de "Halo".
Mrs. Wolowitz: [de dentro] Por que você não para de se intrometer onde não deve, sua garimpeira?
Kristie: Do que me chamou?
Mrs. Wolowitz: Você me ouviu, e eu vou te dizer mais: você está latindo na árvore errada, porque enquanto estiver por perto, Howard está fora do testamento.
Kristie: Quer saber? Tenho ofertas melhores. Estou fora daqui!
Mrs. Wolowitz: Está certo, volte pra Babylon, sua prostitua!
Howard: Então, noite de "Halo"? [todos saem]
Raj: Achei que ela [Kristie] fosse a prostitua de Omaha.

The Grasshopper Experiment [1.08][editar]

Sheldon: Eu quero uma Coca Diet.
Penny: OK, por favor pede um coquetel? Preciso praticar a mistura de bebidas.
Sheldon: Certo, eu vou querer um Cuba Livre virgem.
Penny: Isso é, um, Rum e Coca, sem rum.
Sheldon: Sim.
Penny: Então, coca.
Sheldon: Sim. E você poderia trazer uma diet?
Penny: [suspira] Há uma lata na geladeira.
Sheldon: Um Cuba Livre geralmente vem em um copo grande e com rodelas de limão.
Penny: Então mude pra Cuba.
Sheldon: Os atendentes deviam atender os desejos dos clientes.

[Sheldon está cantando "L'Chaim" no bar de Penny]
Leonard: Não acredito nisso. O que deu nele?
Penny: [segurando uma garrafa de Bacardi] Ah, uma dose de Cuba Livres virgem que deixam a pessoa meio safada.
Leonard: [excitado] Você não!?
Penny: Ei, você faz suas experiências e eu faço as minhas.

The Cooper-Hofstadter Polarization [1.09][editar]

Penny: Sabe, não teria alguma chance de você e Sheldon se comprometerem com esse lance de apresentação?
Leonard: Não. Cientistas não se compromissam. Nossas mentes são treinadas para sintetizar fatos e chegar a conclusões indiscutíveis. Sem mencionar que Sheldon é louco.

The Loobenfeld Decay [1.10][editar]

Sheldon: Estou desconfortável com sua mentira pra Penny.
Leonard: O que devia dizer?
Sheldon: Você podia ter dito a verdade.
Leonard: Isso teria magoado seus sentimentos.
Sheldon: É um fator relevante?
Leonard: Sim.
Sheldon: Então suponho que você podia ter concordado em ir.
Leonard: E depois o que eu diria?
Sheldon: Eu gostaria de sugerir algo pra efeito, "Cantar não é nem uma vocação adequada ou passatempo pra você, e se você discordar, eu recomendo que você tenha uma tomografia computadorizada para procurar um tumor pressionando sobre os centros de processamento cognitivo de seu cérebro."
Leonard: Não poderia dizer isso. Eu teria que dizer, "Você estava ótima e mal posso esperar pra ouvi-la cantar de novo."
Sheldon: Por que?
Leonard: É o protocolo social. É o que você faz quando tem um amigo que tem orgulho de algo que eles realmente são ruins.
Sheldon: Não estava ciente disso.
Leonard: Agora está.
Sheldon: Ah. Certo. Leonard?
Leonard: Sim?
Sheldon: Quando jogamos xadrez antes, você estava ótimo, e eu não posso esperar para jogar novamente.

The Pancake Batter Anomaly [1.11][editar]

Sheldon: Cheque-mate.
Leonard: Argh, de novo?
Sheldon: Obviamente você não está bem adequado pra o xadrez tridimensional. Talvez a tridimensional da terra dos doces esteja mais a sua altura.
Leonard: Apenas recomece o jogo.
Sheldon: Deve ser humilhante ser tão ruim em tantos níveis.

Sheldon: Enfim, a governanta da residência da faculdade não falava Inglês. Quando eu finalmente consegui convencê-la que eu estava doente, ela disse, "Möchtest eine du Darmspülung?"
Penny: O que isso quer dizer?
Sheldon: Baseado no que aconteceu depois, presumo que isso queira dizer, "Gostaria de um enema?"

Mãe de Howard (MH): Howard, o telefone está tocando!
Howard: Eu sei que o telefone tá tocando, mãe. EU ESTOU OUVINDO O TELEFONE!
MH: Quem está ligando nessa maldita hora?
Howard: Eu não sei!
MH: Então pergunte porque estão ligando nessa maldita hora!
Howard: COMO EU POSSO PERGUNTAR SE ESTOU FALANDO COM VOCÊ? [no telefone] Alô?

Sheldon: [no telefone] Howard, estou doente.
Howard: [imitando a voz da sua mãe] Howard está dormindo, aqui é a mãe dele falando, por quê está ligando nessa maldita hora?
Sheldon: Eu preciso de sopa.
Howard: [imitando a voz da sua mãe] Então ligue pra sua própria mãe.

Sheldon: Claramente o delírio da febre já se apossou de mim, por favor, me traga uma sopa enquanto eu ainda sei para quê uma colher serve.

Raj: O que diz sobre laser?
Leonard: Você quer que eu tenha uma cirurgia no olho?
Raj: O que você prefere: voltar ao apartamento e lidar com Sheldon ou ter um estranho mexendo nas suas córneas?
Howard: E então?
Leonard: Estou pensando.

The Jerusalem Duality [1.12][editar]

Sheldon: 15 anos de idade—Dennis Kim tem 15 anos de idade, e já está corrigindo meu trabalho. Hoje fui de ser Wolfgang Amadeus Mozart pra ser aquele outro cara.
Howard: Antonio Salieri.
Sheldon: Ah, Deus, agora até você é mais inteligente do que eu.

Sheldon: Engenharia, onde os trabalhadores semi-qualificados executam a visão daqueles que pensam e sonham. Olá Oompa-Loompas da ciência.

The Bat Jar Conjecture [1.13][editar]

Sheldon: Devo informar que tenho a intenção de formar minha própria equipe, e destruir as ligações moleculares que ligam sua muito unida matéria, e reduzir as partículas resultantes a lágrimas.
Leonard: Obrigado pela atualização.
Sheldon: De nada. [começa a sair] Mais uma coisa.
Leonard: Sim?
Sheldon: Começou, vagabundo.

Leslie: Olá, Sheldon.
Sheldon: [parece aterrorizado] Leslie Winkle!
Leslie: Sim, Leslie Winkle! A pergunta pra resposta, "Quem fez Sheldon Cooper chorar feito uma garotinha?".
Sheldon: Sim, bem, estou polimerizado a seiva da árvore e você é um adesivo inorgânico, então qualquer que seja que você projete verbalmente em minha direção se refletirá fora de mim, retornará a sua trajetória original e aderirá você.
Leslie: [sarcasticamente] Ooooh... ai.

The Nerdvana Annihilation [1.14][editar]

Leonard: [sobre a máquina do tempo] As luzes acendem, e os pratos rodam. Quer tentar?
Penny: Não, eu não quero tentar! Meu Deus, você é um adulto! Como podem desperdiçar suas vidas com estes brinquedos estúpidos e uniformes, e gibis, e e ... agora essa, essa...
Sheldon: De novo- máquina do tempo.
Penny: Ah, por favor, isso não é uma máquina do tempo. Se é alguma coisa, parece algo em que Elton John nos conduziria até o Everglades.
Sheldon: Só se move no tempo. Seria menos que inútil num pântano.
Penny: Patético! Todos vocês, COMPLETAMENTE patéticos!

Penny: [pra Leonard] Olha, você é um grande cara, e são as coisas que você ama que fazem você quem você é.
Howard: Acho que isso faz de mim seios grandes.

The Pork Chop Indeterminacy [1.15][editar]

Leonard: Então, como vocês se conheceram?
Missy: Uma vez ele passou nove meses com as pernas enroladas no meu pescoço.
Leonard: Como é?
Sheldon: Ela é minha irmã gêmea. Ela acha que é engraçada, mas francamente, não vejo onde.
Missy: Isso porque você não tem o mínimo de senso de humor, Shelly.That's because you have no measurable sense of humor, Shelly.
Sheldon: Como exatamente se mede o senso de humor? Com um 'humormêtro'?

[Missy está indo e Sheldon está se despedindo.]
Sheldon: Bem, foi um prazer ver você, menos aquela coisa com meus testículos. [Estende a mão pra ela apertar.]
Missy: Vem cá Shelly. [Abraça ele, o que Sheldon também faz.]
Missy: Quero que saiba que eu tenho muito orgulho de você.
Sheldon: Sério?
Missy: Aham. Estou sempre me gabando com meus amigos sobre meu irmão, o Cientista de Foguetes.
[Sheldon olha incrédulo.]
Sheldon: Você diz as pessoas que eu sou um Cientista de Foguetes?!
Missy: Sim.
Sheldon: Eu sou um físico teórico.
Missy: Qual a diferença?
Sheldon: Qual a diferença?!
Missy: Tchau, Shelly.
Sheldon: Meu Deus! Por que você não diz logo que eu cobro pedágio na ponte Golden Gate? Cientista de Foguetes, que humilhante!

The Peanut Reaction [1.16][editar]

Leonard: Meus pais se focavam em celebrar conquistas, e sair de um canal não foi considerada uma delas.
Penny: Isso é tão triste.
Sheldon: Na verdade isso é baseado em muitas teorias; a mãe dele publicou um artigo sobre isso.
Penny: Como foi chamado, Eu Odeio Meu Filho e Por Isso Ele Não Pode Ter Bolo?
Sheldon: Foi obviamente muito efetivo. Leonard cresceu pra virar um físico experimental. Talvez se ela também tivesse o negado o Natal, ele fosse um pouco melhor nisso.
Leonard: Obrigado.
Howard: Eu amo aniversários: levantar com o café da manhã com torrada francesa especial da mamãe, usar a coroa de aniversário do rei, brincar de laser com todos os meus amigos...
Penny: Tá vendo? É isso que toda criança devia ter!
Howard: Na verdade, isso foi no ano passado...

Penny: [no celular] Que tal isso: você o prende aí mais um pouco, e quando você chegar na festa, eu aponto quais das minhas amigas são fáceis.
Howard: [longa pausa] Não brinque comigo, mulher.
Penny: Eu tenho uma ex-gorda sem auto-estima, eu tenho uma garota que dorme com todo mundo pra punir seu pai, e uma alcoólica que está a duas tequilas de deixar você usá-la como chapéu.
Howard: Que seja feita sua vontade. [Desliga, pega uma barra de granola com amendoins, o qual ele é alérgico, e olha pra sua virilha] Estou fazendo isso por você, amiguinho.

The Tangerine Factor [1.17][editar]

Leonard [Howard está ensinando Mandarim a Sheldon] Por que você está aprendendo Chinês?
Sheldon: Creio que o Szechuan Palace tem trocado o Frango Laranja pelo Frango Tangerina, e eu pretendo confrontá-los.
Leonard: Se eu fosse você, estaria mais concentrado sobre o que eles passam no frango.
[Penny entra com um iPod na mão.]
Penny: Preciso usar sua janela.
Leonard: Sim, claro. Vá em frente.
Penny: [abre a janela e joga o iPod] Ei, babaca. Você esqueceu seu iPod!
Leonard: [quando Penny fecha a janela e começa a sair] O que está acontecendo?
Penny: Vou dizer o que está acontecendo: aquele idiota, bastardo egoísta [seu ex-namorado] escreveu sobre nossa vida sexual no seu blog! [volta pra janela e reabre-a] Vá pro inferno, seu idiota, bastardo egoísta! [fecha a janela] Obrigada. [sai]
Sheldon: [depois de uma pausa, esperando voltar pras aulas de Mandarim] Certo, onde estávamos?
Howard: [indo pro computador] Agora não. Eu tenho um blog pra encontrar.

[Enquanto Sheldon está ouvindo uma fita, Penny chega por trás e toca no seu ombro, o que o assusta]
Penny: Desculpa, Sheldon. Você tem um segundo?
Sheldon: Segundo o quê? Par de peças íntimas?

2ª Temporada[editar]

The Bad Fish Paradigm [2.01][editar]

Sheldon: Eu não contaria o segredo.
Leonard: Que segredo?
Sheldon: Mamãe fuma no carro. Está tudo bem pra Jesus, mas não podemos contar ao papai.
Leonard: Não esse segredo, o outro.
Sheldon: EU SOU O BATMAN!!! SHHHHH!!!

Sheldon: Eu bebi leite com gosto engraçado.

Raj: Eu odeio trens.
Sheldon: Ah, não seja bobo, você adora trens.

Leonard: Penny acha que eu sou muito inteligente pra ela. Isso é ridículo!
Sheldon: [drogado] Eu sei! A maioria do seu trabalho é extremamente derivado. E não se preocupe, isso não é segredo.

Leonard: O que aconteceu com ele?
Howard: Ele não consegui dormir, então eu dei um copo de leite quente com uns comprimidos de Valium da minha mãe. SUA VEZ!

Howard: Você quer trocar de cama?
Sheldon: Não. Estou confortável dormindo em um castelo inflável.

Raj: Ele era mais divertido quando não tinha nenhuma esperança.
Howard: Dê a ele tempo.

Penny: Alguma vez ele já ficou com uma garota que não fosse espertinha?
Sheldon: Ah! Alguns anos atrás, ele ficou com uma mulher que tinha PhD em Literatura Francesa.
Penny: Como não é uma espertinha?
Sheldon: Bom, pra começar, ela era francesa.

The Codpiece Topology [2.02][editar]

Sheldon: Ah, Mario... se pelo menos eu pudesse controlar todo mundo do jeito que eu controlo você... PULE, ENCANADORZINHO, PULE, PULE, PULE!

Penny: Então por que você não vai ao cinema?
Sheldon: Porque quem iria aplicar a manobra de Heimlich se eu me engasgasse com a pipoca?
Penny: Então, não compre pipoca.
Sheldon: Sem pipoca no cine- escute o que você diz!

(Sheldon bufa)
Leonard: Sheldon, não faça esse barulho. É desrespeitoso.
Sheldon: Espero que seja mesmo. Foi um barulho de deboche.

Sheldon: Veja pelo lado positivo.
Leonard: Que lado positivo?
Sheldon: Só faltam mais 9 meses até a Comic-Con.

Raj: O que acontece na Comic-Con, fica na Comic-Con.
Howard: Você só está dizendo isso por conta do que aconteceu com você.
Leonard: O que aconteceu com você?
Raj: Nada aconteceu comigo.
Howard: Não foi sua culpa, Raj, ele estava vestido como uma escrava verde de Orion.
Raj: Como chegamos até mim? Nós estamos zoando o Leonard por não ter seguido em frente. Cara, você totalmente não seguiu em frente.

The Barbarian Sublimation [2.03][editar]

Raj: O que há com ele? (aponta para Sheldon dormindo)
Leonard: Penny está o mantendo acordado durante a noite.
Howard: A mim também! Mas, provavelmente, de um jeito diferente.

Leslie: Olá, homens. E Sheldon.

Sheldon: Nível 3 e ela está se achando rica. Que novata!

Tom: Foi mal, cara, mas ela [Penny] não parece nada como na foto.
Leonard: Elas nunca parecem.

Penny: Podemos conversar na sala?
Sheldon: Não estou usando meu pijama.
Penny: Por que não?
Sheldon: Derramei suco de uva.
Penny: Bem, então use um pijama diferente.
Sheldon: Não posso usar um pijama diferente. Aqueles são meus pijamas de Segunda.

Sheldon: Justo quando eu acho ter pego o jeito do sarcasmo.

Sheldon: Você está no meu quarto.
Penny: É. Leonard me deu uma chave de emergência.
Sheldon: As pessoas não entram no meu quarto.

The Griffin Equivalency [2.04][editar]

[Sheldon sorri de um jeito grotesco]
Howard: Jesus, isso é assustador.

Sheldon: Não sou louco, minha mãe fez exames!

Sheldon: Às vezes eu esqueço que os outros têm limitações. É tão triste.
Howard: Ele pode sentir tristeza?
Leonard: Na verdade, não. É o que nós chamaríamos de condescendência.

Raj: Ei, amigo, eu vou estar na People Magazine.
Charlie Sheen: Legal. Me chame quando estiver na capa.

Leonard: [sobre o sorriso de Sheldon] Estamos aqui para alegrar Koothrappali, e não matar o Batman.

Raj: Dr. Gablehouser.
Dr. Gablehouser: Dr. Koothrapali.
Leonard: Dr. Gablehouser.
Dr. Gablehouser': Dr. Hofstadter.
Sheldon: Dr. Gablehouser.
Dr. Gablehouser: Dr. Cooper.
Howard: Dr. Gablehouser.
Dr. Gablehouser: Sr. Wolowitz

Raj: Então, sábado a noite... posso contar com vocês na minha posse?
Howard: Nossa, eu gostaria de ir Raj, mas não vou poder.
Raj: Ah, ok, Leonard?
Leonard: Ah, aah, oh, eu posso... não!
Raj: Sheldon?
Sheldon: Eu posso ir, mas não vou.

Raj: Eu sei que sou tão resplandescente quanto o sol do meio-dia, não sou?

The Euclid Alternative [2.05][editar]

Sheldon: Eu sou claramente muito evoluído para dirigir.

Sheldon: Eu ainda não entendo por que tenho que tirar uma carteira de motorista. Albert Einstein nunca teve que tirar uma carteira de motorista.
Howard: Sim, mas Albert Einstein não fez eu me molhar a 64km/h.
Penny: E eu nunca quis dar um pontapé em Albert Einstein.

Sheldon: Com licença, mas eu tenho algumas dúvidas sobre essas questões.
Trabalhador do Detran [TC]: Olhe o sinal ali em cima.
Sheldon: Sim?
TC: Diz "eu ligo"?
Sheldon: Não.
TC: É porque eu não ligo.

Sheldon: Só porque sua carreira está estagnada por anos, não é motivo para desistir.


Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: The Big Bang Theory.