Pierre Bourdieu

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pierre Bourdieu
Pierre Bourdieu
Pierre Bourdieu em outros projetos:

Pierre Félix Bourdieu (1 de agosto de 1930 - 23 de janeiro de 2002) foi um sociólogo francês, filósofo de formação, foi docente na École de Sociologie du Collège de France.



  • "Parece-me que não se tem de aceitar essa alternativa absoluta, em termos de tudo ou nada. Creio que é importante ir falar na televisão, mas sob certas condições."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "Parece-me necessário interrogar-se sobre essa ausência de interrogação."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "A decisão pela recusa pura e simples de exprimir-se na televisão não me parece defensável. Penso mesmo que, em certos casos, pode haver uma espécie de dever de fazê-lo, com a condição de que isso seja possível em condições razoáveis."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "Daí certo número de questões prévias: o que eu tenho a dizer está destinado a atingir todo mundo? Estou disposto a fazer de modo que meu discurso, por sua forma, possa ser entendido por todo mundo? Será que ele merece ser entendido por todo mundo? Pode-se mesmo ir mais longe: ele deve ser entendido por todo mundo?. "
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "Mas volto ao essencial: afirmei ao começar que o acesso à televisão tem como contrapartida uma formidável censura, uma perda de autonomia ligada, entre outras coisas, ao fato de que o assunto é imposto, de que as condições da comunicação são impostas e, sobretudo, de que a limitação do tempo impõe ao discurso restrições tais que é pouco provável que alguma coisa possa ser dita."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "Pode-se pensar também nas censuras econômicas. É verdade que, em última instância, pode-se dizer que o que se exerce sobre a televisão é a pressão econômica."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "Ora, o tempo é algo extremamente raro na televisão."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "Os jornalistas têm "óculos" especiais a partir dos quais veem certas coisas e não outras; e veem de certa maneira as coisas que veem."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "Que palavra grandiloquente...( Faz-se o mesmo trabalho com as palavras. Com palavras comuns, não se "faz cair o queixo do burguês", nem do "povo". É preciso palavras extraordinárias."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.
  • "Essa busca interessada, encarniçada, do extraordinário pode ter, tanto quanto as instruções diretamente políticas ou as autocensuras inspiradas pelo temor da exclusão, efeitos políticos. Dispondo dessa força excepcional que é a da imagem televisiva, os jornalistas podem produzir efeitos sem equivalentes."
- Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.