Osvaldo Pugliese

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Osvaldo Pugliese
Osvaldo Pugliese
Osvaldo Pugliese em outros projetos:

Osvaldo Pedro Pugliese (Buenos Aires, 2 de dezembro 1905 - 25 de julho 1995) foi um músico de tango da Argentina.


  • Eu não sou um profeta não! Sou apenas mais um trabalhador, não mais do que isso (...). Eu sou um feijão, apenas um parafuso desta máquina chamada tango.
- ¿Profeta, yo? ¡No!: soy un laburante como cualquiera, ni más ni menos (...). Soy un poroto, un tornillo de la máquina tanguera (...)
- Cita recopilada por Buenos Aires Sos (BAS) de Carlos de Flores
  • Eu sou um trabalhador que trabalha muito forte porque você precisa fazer isso ao longo da vida. Os músicos trabalharão muito forte até que os políticos e o sistema mudarem - não desta vez. Se essas mudanças acontecerem, nós seremos apenas "trabalhadores que simplesmente trabalham".
- Soy un laburante porque así hay que defenderse en la vida. Los músicos dejaremos de ser laburantes para ser trabajadores sólo cuando cambien las condiciones políticas y el sistema, pero ahora no
- Cita recopilada por Buenos Aires Sos (BAS) de Carlos de Flores
  • Eu não me olho como um artista, mas sim como um músico que trabalha muito forte. E para ser honesto, trabalho forte mas não tão forte quanto um cara que trabalha na fábrica ou no porto. Mas eu sempre digo que eu me sinto mais um deles.
- Nunca me considero un artista, sino un laburante de la música. Y un laburante bastante cómodo, porque trabajar, trabajan los de las fábricas, el puerto. Pero digo que siempre me sentí uno más
- Cita recopilada por Buenos Aires Sos (BAS) de Carlos de Flores
  • Eu configurei a Orquestra em 1939. Eu já tinha meus torcedores naquel tempo. Eu gostava disso, mas dizia para mim mesmo: "Osvaldo seja humilde, não seja arrogante". Houve algumas vezes eu estava na prisão e um primo de meu (um polícia) substituia-me no piano.
- La orquesta la armé en el 39. Me acuerdo que al poco tiempo ya tenía bailarines que me seguían y gritaban, ¡ese, ese, ese, la barra de Pugliese! Me gustaba pero yo me decía 'quedate ahí Osvaldo, no te agrandés, no fanfarronées'. Había veces que estaba en cana y me reemplazaba en el piano un primo mío que era policía
- Cita recopilada por Buenos Aires Sos (BAS) de Carlos de Flores
  • Eu montei nosso sindicato em 1935, porque nós - os músicos populares - nunca tinhamos tido um. Foi um enorme movimento, mas devido à falta de experiência de algumas pessoas, iniciaram discussões e divisões entre nós. Porém, não esqueço que todos mostramos combatividade e assim conseguimos ter melhores salários, descanso semanal e o final do dia de trabalho às 16:00.
- Yo formé el sindicato nuestro en el año 35, porque hasta entonces los músicos populares no lo habíamos tenido. Fue un movimiento monstruoso, pero como consecuencia de la falta de experiencia de algunos, empezaron las divisiones. Sin embargo, recuerdo que todos demostraron siempre combatividad y finalmente se consiguió mejor salario, descanso semanal y finalización de la jornada laboral a las cuatro
- Cita recopilada por Buenos Aires Sos (BAS) de Carlos de Flores