Lya Luft

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lya Luft
Lya Luft
Lya Luft em outros projetos:

Lya Fett Luft, (15 de setembro de 1938 - ), escritora brasileira.



  • "Talvez seja utopia, mas se eu não deixar que se embote a minha sensibilidade, quando envelhecer, em vez de estar ressequida, eu terei chegado ao máximo exercício de meus afetos."
- "Perdas & ganhos" - página 27, Lya Fett Luft - Editora Record, 2004, ISBN 8501067113, 9788501067111 - 156 páginas
  • "E se eu tivesse perguntado? E se ele tivesse me dito? Se eu tivesse merecido saber? Isso me atormentou por longo tempo. Eu me sentia muito culpada. Hoje, acredito que não saber é o que torna a vida possível".
- Em O Silêncio dos Amantes.
  • "Viver, como talvez morrer, é recriar-se: a vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada".
- "Pensar é transgredir", Página 23; de Lya Fett Luft; Publicado por Editora Record, 2004; ISBN 8501069698, 9788501069696; 185 páginas
- "Pensar é transgredir", Página 11; de Lya Fett Luft; Publicado por Editora Record, 2004; ISBN 8501069698, 9788501069696; 185 páginas
  • "Talvez elite verdadeira fosse a dos bem informados e instruídos, não importa em que grau, não importam dinheiro nem sofisticação. Um povo pouco informado acredita no primeiro demagogo que aparece, engole suas mentiras como pílulas salvadoras e, por cegueira ou por carência, segue o caminho de seu próprio infortúnio".
- Lya Luft no artigo "As elites e o povão" in Revista Veja, Edição 1940 . 25 de janeiro de 2006
  • "Seja como for, não sou saudosista. Acho esquisito falar 'no meu tempo', porque nosso deve ser o hoje. Somos tão fixados no mito da eterna juventude que, depois dos 30 anos, nem o tempo é mais nosso, somos exilados da própria vida."
- no artigo Novidades assustadoras , Revista Veja, Edição 1891 . 9 de fevereiro de 2005
  • "Não adianta dizer que só se deve ler em português, só beber coisa produzida nacionalmente, abaixo a "Coca-Cola" e o resto. Na sua santa burrice, os propagadores do estreitamento, da separação e do isolamento, do nivelamento por baixo, ao que parece desejam que não sejamos continente, mas uma ilha no meio da civilização ocidental. Que talvez nem seja lá grande coisa, mas é o que temos."
- no artigo Novidades assustadoras , Revista Veja, Edição 1891 . 9 de fevereiro de 2005
  • "Boa parte de nossa felicidade nasce do fato de vivermos rodeados (por vezes esmagados ou algemados) por mitos. Nem falo dos belos, grandiosos ou inigmáticos mitos da Antigüidade grega. Falo sim, dos mitinhos bobos que inventou nosso inconsciente medroso, sempre beirando precipícios com olhos míopes e passo temeroso."
- no artigo Faxina nos mitos, Revista Veja, Edição 1901 . 20 de abril de 2005
  • "Nem toda mulher nasce para ser mãe, e nem toda mãe é mártir. Muitas são algozes, aliás."
- no artigo Faxina nos mitos, Revista Veja, Edição 1901 . 20 de abril de 2005
  • "Nem todo velho é bom só por ser velho. Ao contrário, se não acumularmos bom humor, autocrítica, certa generosidade e cultivo de afetos vários, seremos velhos rabugentos que afastam família e amigos."
- no artigo Faxina nos mitos, Revista Veja, Edição 1901 . 20 de abril de 2005
  • "Há gente que, em vez de destruir, constrói; em lugar de invejar, presenteia; em vez de envenenar, embeleza; em lugar de dilacerar, reúne e agrega."
- no artigo O verdadeiro ecologismo, Revista Veja, Edição 1889 . 26 de janeiro de 2005