Ludwig van Beethoven

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ludwig van Beethoven
Ludwig van Beethoven
Ludwig van Beethoven em outros projetos:

Ludwig van Beethoven (Bonn, 16 de dezembro de 1770 - Viena, 26 de março de 1827) foi um compositor erudito alemão do período de transição entre o Classicismo e o período Romântico. É considerado o maior e mais influente compositor do século XIX. Suas 32 sonatas para piano são consideradas o "Novo Testamento da Música".



  • "Eu amo retidão e integridade, e sou da opinião que ninguém devia barganhar com um artista".
- I love uprightness and integrity, and am of opinion that no one should drive a hard bargain with artists
- Beethoven's letters (1790-1826) from the collection of Dr. Ludwig ritter von Köchel: Volume 2 - Página 84, Ludwig van Beethoven, Ludwig Nohl, Ludwig Köchel (Ritter von) - 1867
  • "O dia-a-dia esgota-me!"
- Das Tagtägliche erschöpft mich!
- Para Karl von Baden, 23 de agosto de 1823
- Allgemeine musikalische Zeitung, Volume 6 - Página xxiii, Breitkopf & Härtel., 1871
  • "Bach não um riacho, mas um mar."
- Nicht Bach, sondern Meer sollte er heißen!
- sobre Bach, cujo sobrenome significa riacho em alemão.
- Beethoven: nach den Schilderungen seiner Zeitgenossen - página 195, Ludwig Nohl - J.G. Cotta, 1877 - 294 páginas
  • "Príncipe, o que és, és acidentalmente por nascimento; o que eu sou, sou por mim mesmo. Príncipes existem e existirão aos milhares, Beethoven há apenas um."
- Fürst, was Sie sind, sind Sie durch Zufall und Geburt; was ich bin, bin ich durch mich. Fürsten hat es und wird es noch Tausende geben, Beethoven giebt's nur einen!
- dito ao príncipe Lichnowsky.
- Beethoven im eigenen Wort - página 137, Ludwig van Beethoven, Friedrich Kerst, Schuster & Loeffler, 1904

Atribuídas[editar]

- Ludwig van Beethoven citado em Citações da Cultura Universal - Página 274, Alberto J. G. Villamarín - Editora AGE Ltda, 2002, ISBN 8574970891, 9788574970899, 574 páginas
- Musik höhere Offenbarung ist als alle Weisheit und Philosophie
- citado em "Ludwig van Beethoven: Ein musikalisches Charakterbild" - página 228, G. Mensch - F.C.E. Leuckart (C. Sander), 1871 - 298 páginas
  • "É preciso ser alguma coisa para parecer alguma coisa."
- Man muß was sein, wenn man was scheinen will
- citado em "Ludwig van Beethoven: Ein musikalisches Charakterbild" - página 223, G. Mensch - F.C.E. Leuckart (C. Sander), 1871 - 298 páginas
  • "A verdadeira arte é imperecível."
- Wahre Kunst bleibt unvergänglich.
- citado em "Ludwig van Beethoven: leben und schaffen: Volume 1" - página 295, Adolf Bernhard Marx, Gustav Behncke - O. Janke, 1875
- Urvater der Harmonie.
- sobre Bach.
- citado em "Beethoven's Leben: Beethoven's letzte Jahre" - página 316, Ludwig Nohl - Ernst Julius Günther, 1877
- Ich werde im Himmel hören!
- dito no seu leito de morte, 1827, como citado do livro "Last Words" (Últimas Palavras)
  • "Aplaudam, meus amigos, a comédia chegou ao fim."
- Plaudite, amici, comedia finita est.
- dito no seu leito de morte, 1827.
- The Argosy: Volume 13 - página 439, Mrs. Henry Wood, Charles William Wood - Strahan & Co., 1872
  • "Atingi tal grau de perfeição que me encontro acima de qualquer crítica."
- Fonte: 3º Volume dos CDs da Coleção FOLHA de Música Clássica.
  • "Era-me impossível dizer às pessoas: 'fale mais alto, grite, porque sou surdo'. Como eu podia confessar uma deficiência do sentido que em mim deveria ser mais perfeito que nos outros, um sentido que eu antes possuía na mais alta perfeição?"
- Fonte: 3º Volume dos CDs da Coleção FOLHA de Música Clássica.
  • "Música é revelação, o terreno elétrico no qual nosso espírito vive, pensa e inventa."
- Musik ist der elektrische Boden, in dem der Geist lebt, denkt, erfindet.
- citado em "Ludwig van Beethoven: leben und schaffen: Volume 1" - página 125, Adolf Bernhard Marx, Gustav Behncke - O. Janke, 1875

Citações sobre Beethoven[editar]

  • "Beethoven casou-se com sua música."
- Lewis Lockwood, biógrafo do compositor; Beethoven ficou conhecido por seus inúmeros casos de amor mal-sucedidos. Em um deles, vivido com a cantora Magdalena Willman, Beethoven viu seu pedido de casamento rejeitado sob a justificativa de que era mal-educado.
- Fonte: 3º Volume dos CDs da Coleção FOLHA de Música Clássica.
  • "Tudo passará, e o mundo perecerá, mas a Nona Sinfonia permanecerá."
- Mikail Bakunin.
- Fonte: Wilson, Edmund. To the Finland Station, 1940.

Ligações externas[editar]