Karl von den Steinen

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Karl von den Steinen
Karl von den Steinen
Karl von den Steinen em outros projetos:

Karl von den Steinen (Mülheim, 7 de março de 1855 — Cromberg, 4 de novembro de 1929) foi um médico, explorador, etnólogo e antropólogo alemão.



  • "De longe, o caso mais importante da falta de partições conceituais, que nos é de acesso difícil tanto pelo nosso sentir como pelo pensar, se trata da relação do homem com os animais e das diferentes espécies entre si."
- Unter den Naturvölkern Zentral-Brasiliens, S. 351
  • "Precisamos deixar por completo de imaginar uma fronteira entre os animais e os seres humanos."
- Unter den Naturvölkern Zentral-Brasiliens, S. 351
  • "Os Bororós se vangloriam ao denominarem-se araras vermelhas."
- Unter den Naturvölkern Zentral-Brasiliens, S. 352
  • "A crença comum é de que os Bororós se tornem, independentemente do gênero, uma arara vermelha após sua morte, portanto um pássaro como a alma em um sonho. […] Os mortos de outras tribos se tornarão outros pássaros."
- Unter den Naturvölkern Zentral-Brasiliens, S. 511 f.
  • "Os índios receberam, na verdade, as partes mais importantes de sua cultura do povo que chamamos de animais, e é deles que hoje ele irá tomá-la".
- Unter den Naturvölkern Zentral-Brasiliens, S. 354
  • "Uma grande parte da explicação da natureza dos Bakaïrí baseia-se na premissa do hexeno. Não há desenvolvimento, apenas transformação."
- Unter den Naturvölkern Zentral-Brasiliens, S. 362, parágrafo „Verwandlung"
  • "Os Bakaïrí (índios brasileiros) acreditam que, assim como os Trumai são uma espécie de predador e que à noite dormem nas profundezas das águas, eles próprios derivam de uma descendência do Jaguar."
- R. Hotz, citado por Jacob Burckhardt, em: Griechische Kulturgeschichte, terceiro parágrafo (Religião e cultos): „Die Metamorphosen"

Sobre[editar]

  • "Assim como a viagem ao Xingú em 1887 representa o início das expedições puramente etnográficas na América do Sul, foi Karl von den Steinen o primeiro a considerar os índios brasileiros sem qualquer preconceito e orientado sòmente pela vontade de ver o humano em todos os homens, de vê-lo com idéias largas e férteis, idéias de espírito agudo e idéias de grande coração."
- Baldus, Herbert. Prefácio: A obra de Karl von den Steinen. In Steinen, Karl von den. 1940. Entre os aborígenes do Brasil Central, p. 5-9. São Paulo: Departamento de Cultura.