Jorge Alves Bezerra

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jorge Alves Bezerra em outros projetos:

Jorge Alves Bezerra (23 de abril de 1955) pertencente à Congregação do Santíssimo Sacramento é o atual bispo da Diocese de Paracatu.



  • A globalização não resolve o problema da fome no mundo, mas a aprofunda e amplia; a globalização é econômico-financeira, envolve bens e serviços especializados, coisas que os pobres não têm. O mundo não precisa globalizar o egoísmo: precisa – isso sim – globalizar a comunhão, a partilha e a justiça para obter a paz. Na verdade, o mundo precisa de conversão ao amor; afinal, quem ama cumpre a Lei. Como diáconos, os senhores não podem renunciar a ética evangélica da solidariedade que humaniza a vida, nem tampouco descurar do indeclinável dever da caridade. É imperativa e urgente a necessidade de escolher o serviço preferencial dos pobres. Tal escolha coloca os diáconos no justo contexto eclesial e ministerial, para tornar visível a ligação entre a mesa do Corpo de Cristo e a mesa dos pobres, ou seja, da Eucaristia à caridade. Sem a espiritualidade da mesa eucarística, a caridade pode ser confundida com a filantropia. Aos diáconos não interessa um humanismo sem Deus e uma caridade sem fé. O ministério dos diáconos é também profecia que atua na defesa dos mais pobres e indefesos da sociedade. Coragem!
- Fonte: JESUS DE NAZARÉ, O DIÁCONO PERFEITO (24 de agosto de 2019)
  • Preciso tanto de conversão! Ainda não sou o que fui chamado a ser: homem eucarístico em todo o meu viver. O segredo da vida eucarística é permanecer em Cristo, caminhar na presença de Deus, consumir-se por amor, como Maria. Assim, as sombras do pecado não podem eclipsar o sol da eucaristia. A eucaristia é fonte de misericórdia, manancial de redenção, escola de santidade, amor em profusão. Ó adorador, senta-te silencioso diante do Santíssimo e ele te ensinará tudo sobre a via da santidade! Não é fácil perdoar a injustiça sofrida, mas a graça da eucaristia torna possível o agir cristão. Seja como for, dar ou receber o perdão é um caminho de santificação, próprio de quem coloca o coração na presença de Deus.
- Fonte: SER EUCARISTIA, SER AMOR! (23 de setembro de 2019)