Izzy Stradlin

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Izzy Stradlin
Izzy Stradlin
Izzy Stradlin em outros projetos:

Izzy Stradlin, nome artístico de Jeffrey Dean Isbell, (Lafayette, 8 de abril de 1962) é um dos guitarristas originais do Guns N'Roses, ao lado de Axl Rose, é compositor de boa parte das músicas da banda.


  • "Axl não tem 24 anos, ele tem um milhão, ele já viu de tudo nesse mundo!"
  • "Após a primeira parte da turnê Use Your Illusion, Axl queria me fazer assinar um contrato que me colocava um pouco de lado, o que significava menor pagamento. Eu não conseguia acreditar. Esse contrato partia de um cara com o qual eu cresci! Nós sempre levamos o Guns N' Roses como amigos e, grosseiramente, Axl disse para mim: "Agora se trata de negócios". Por que eu deveria continuar? Onde estava a diversão? Isso foi a gota d'água, mas fatos antecedentes também me fizeram decidir pela saída: durante nosso primeiro show em Londres, meninos morreram. O que foi aquilo? Isto que é rock 'n' roll? É divertir-se e depois ler nos jornais de um aeroporto que meninos morreram no seu show? É divertido tocar em estádios todas as noites e começar uma desordem em Saint Louis porque o cantor teve um ataque? Você realmente, em alguma dessas ocasiões, pontua consigo mesmo: "Nada disso é divertido mais." Axl não mais cumpria bem seu papel de lider da banda. E, por outro lado, os outros encontravam-se completamente chocados. Eu sequer tive capacidade de ensinar covers: nós teríamos sido capazes de contornar a situação quando o Axl deixasse a cena, para entreter o público mas, ao contrário disso, fazíamos solos de bateria. O que pode ser mais irritante que um solo de bateria?"
- falando do que o motivou para a sua saída da banda (Tradução: Flávia Cury Diniz Costa - entrevista retirada de Hard Rock Magazine, ed. junho de 2001)

Sobre[editar]

  • "...Por um tempo pensei que Izzy quisesse ser mais independente, mas o GN`R decolou rápido, e ele fazia tão parte disso que foi duro tomar uma decisão. Havia certas responsabilidades com o GN`R que Izzy não queria encarar. Basicamente não queria trabalhar tão duro em certas coisas como nós fazíamos. Aparecia só na hora de entrar no palco, ficava chateado porque eu chegava atrasado, tocava, aí puxava o carro. Houve vezes que quando acabávamos o show, passava cinco minutos, e ele já tinha ido embora. Não se socializava com a banda, e tinha um sério problema em ficar sóbrio. Izzy sempre foi muito compulsivo e impulsivo, e apesar de não abusar mais de várias substâncias, ainda não chegou ao porquê de ser tão exagerado. Não solucionou isso, então ao invés de se drogar, beber, ele se mantém ocupado viajando, andando de bicicleta e comprando um monte de brinquedos. Não há nada de errado com isso, exceto que não foi capaz de fazer as coisas requeridas pelo GN`R. Fazer o Izzy trabalhar duro num album era como arrancar um dente. Todo mundo tinha medo disso. Ninguém ia ao estudio enquanto ele estivesse lá, porque ninguém queria lidar com ele. Ele tocava algo fora do tom, e se nós pedissemos para repetir dizia: "Porque? Eu acabei de fazer isso.". Izzy em geral não me apoiava. Ele era bastante preocupado com o seu tempo livre, e não entendia muito do que preciso para fazer meu trabalho. Pelo que sei ele era um egoísta filho da puta. Houve momentos em que senti sua falta, e gostaria de ter tido capacidade de suportá-lo. Sempre fui fã do seu trabalho mas ele que se foda - você pode publicar isso. Mesmo que nós voltemos a ter amizade, não me vou arrepender do que disse nesta entrevista. Estou contente por termos feito musica juntos e estou contente por ele se ter ido embora... Você quer saber o que me magoou de verdade? Quando ele veio aqui na minha casa e agiu tipo "o que há de errado, cara?". É bem estranho. Eu sabia que ele estava vindo. Pude sentir literalmente seu carro chegando enquanto me vestia. Fui lá fora e me sentei, porque Izzy não poderia estar chegando realmente em minha casa. Eu não conseguia fingir que era seu amigo, não depois do que ele fez para mim. E ele apareceu. E agiu como se não tivesse feito nada, embora tenha-nos abandonado numa hora ruim. Não era como se alguém estivesse deixando o grupo porque não estava aguentando mais. Ele cagou na saída. Izzy chamou todos os membros da banda e tentou virá-los contra mim, dizendo que era eu quem estava pisando com ele, e não foi isso que aconteceu. Pode publicar isto tudo da maneira mesmo como estou falando. Ele disse um monte de merda nas minhas costas. Tentou jogar pesado e nos atingir na sua saída, e isso é realmente de foder."
- Axl Rose em entrevista concedida a Del James, jornalista da Revista Rip, falando da saída de Izzy Stradlin dos Guns N`Roses