Saltar para o conteúdo

Gerald Cohen

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Wikipédia

Gerald Allan Cohen (14 de abril de 19415 de agosto de 2009), foi um filósofo político marxista conhecido como fundador da escola do marxismo analítico.



A teoria da história de Karl Marx: Uma defesa[editar]

  • "Talvez seja lamentável que o positivismo lógico, com sua insistência na precisão do compromisso intelectual, nunca tenha se difundido em Paris. A filosofia anglófona há muito tempo relegou o positivismo lógico, mas é infinitamente a melhor por nele ter se engajado. A moda althusseriana poderia ter consequências desastrosas para o marxismo na Grã-Bretanha, onde a lucidez é uma herança preciosa, bem como, em geral, não se supõe que uma explicação teórica, para sê-la, deva ser de difícil compreensão."
-pg. 16.
  • "Se voce é um jovem estudante de esquerda que ingressa em uma universidade ansiando ideias relevantes, e a filosofia acadêmica como a de Oxford é o primeiro sistema de pensamento que você encontra, será difícil não se sentir desapontado e mesmo enganado por ela, bem como será natural concluir que o marxismo é uma poderosa alternativa, bem como um antídoto a essa filosofia. Mas se você, assim como eu, começa pelo marxismo, não será difícil aceitar a filosofia analítica."
-pg. 23.
  • "Não existe uma forma dialética de raciocínio que possa desafiar o raciocínio analítico. A crença na dialética como uma rival à análise somente se desenvolve em uma atmosfera cujo constructo é ambíguo."
-pg. 26.
  • "As religiões não possuem a intenção de progredir; assim, é apropriado que elas portem nomes como 'budismo' e 'zoroastrismo'. O grande feito de Zoroastro, Buda ou Cristo para aqueles que os seguem é que eles revelaram a verdade de uma vez por todas. É lamentável, portanto, que o socialismo científico tenha sido chamado de 'marxismo'; tal denominação o assimila de maneira equivocada à religião em vez de assimilá-lo ao paradigma científico. Se não fosse apenas um detalhe, mesmo que pertinente, que ainda hoje o marxismo seja denominado 'marxismo', então Marx teria falhado. Teria falhado em fundar uma ciência e teria se tornado, como em alguns lugares se tornou, uma celebridade a ser reverenciada, como Buda ou Zoroastro."
-pg. 30.
  • "A consciência que o espírito possui de si próprio é realizada pela projeção de si naquilo que ele não é, e o subsequente reconhecimento de si próprio nas suas expressões. É por isso que Deus criou o mundo material. Ele o criou porque somente pode se reconhecer na sua criação. Para se reconhecer, Deus também deve criar e atuar. Ele cria o mundo e o homem, e atua através dos homens e nas comunidades e através das comunidades que os homens constituem."
-pg. 40, explicando a realização do espírito no mundo material, em Hegel.