Frédéric Bastiat

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
(Redirecionado de Frederic Bastiat)
Ir para: navegação, pesquisa
Frederic Bastiat
Frédéric Bastiat
Frederic Bastiat em outros projetos:

Claude Frédéric Bastiat (30 de junho de 180124 de dezembro de 1850) foi um economista francês.


  • "O estado é a grande ficção através da qual todos tentam viver às custas de todos."
- "L'État c'est la grande fiction à travers laquelle tout le monde s'efforce de vivre aux dépens de tout le monde."
- L'Etat: Maudit Argent, Página 11, Frédéric Bastiat, Guillaumin et ce, 1849 - 64 páginas
  • "Não poderiam, pois, ser introduzidas na [[sociedade~~ mudanças e infelicidade maiores que esta: a lei convertida em instrumento de espoliação".
- Il ne pouvait donc s'introduire dans la Société un plus grand changement et un plus grand malheur que celui-là : la Loi convertie en instrument de spoliation.
- Mélanges d'économie politique - Volume 2 - Página 288, Frédéric Bastiat - Meline, Cans, 1851
Essayez d'imaginer une forme de travail imposée par la force, qui ne soit une atteinte à la liberté; une transmission de richesse imposée par la force, qui ne soit une atteinte à la propriété.
- Mélanges d'économie politique - Volume 2 - Página 298, Frédéric Bastiat - Meline, Cans, 1851
  • "O socialismo, como as velhas idéias de onde emana, confunde a distinção entre o governo e sociedade. Como resultado disso, cada vez que nos opomos a algo que o governo queira fazer, os socialistas concluem que estamos fazendo oposição".
- Le Socialisme, comme la vieille politique d’où il émane, confond le Gouvernement et la Société. C’est pourquoi, chaque fois que nous ne voulons pas qu’une chose soit faite par le Gouvernement, il en conclut que nous ne voulons pas que cette chose soit faite du tout.
- Œuvres complètes de Frédéric Bastiat: mises en ordre - Volume 4, páginas 362-363, Frédéric Bastiat - Guillaumin et Cie, 1854
  • "Por acaso os legisladores e seus agentes não fazem parte do gênero humano?".
- Les législateurs et leurs agents ne font-ils pas partie du genre humain?
- Œuvres complètes de Frédéric Bastiat: mises en ordre, revues et ... - Volume 2, página 384, Frédéric Bastiat - Guillaumin, 1854
  • "Na esfera econômica, um ato, um hábito, uma instituição, uma lei não geram somente um efeito, mas uma série de efeitos".
- Dans la sphère économique, un acte, une habitude, une institution, une loi n'engendrent pas seulement un effet, mais une série d'effets.
- Ce qu'on voit et ce qu'on ne voit pas ou l'economie politique en une leçon par M. F. Bastiat - página 3, Frédéric Bastiat - Guillaumin et C., 1850, 78 páginas
  • "O estado é a grande ficção da qual todo mundo se esforça para viver às custas de todo mundo".
- L'Etat, le recours à l'Etat, c'est la grande fiction aux dépens de laquelle tout le monde cherche à vivre aux dépens de tout le monde
- L’État, Journal des Débats, n° du 25 septembre 1848.

A Lei[editar]

  • "Quando a lei e a moralidade se contradizem, o cidadão tem a alternativa cruel de perder seu senso moral ou seu respeito pela lei, dois males de igual importância entre os quais é difícil escolher."
- A lei: Por que a esquerda não funciona? As bases do pensamento liberal / Frédéric Bastiat; tradução, introdução e comentários Eduardo Levy. – 1. ed. – Barueri, SP: Farol Editorial, 2016, posição 325 na versão para Kindle.
  • "Quando a espoliação é sancionada por lei, não teme tribunais, guardarmes ou prisões. Ao contrário, ela pede ajuda a eles."
- A lei: Por que a esquerda não funciona? As bases do pensamento liberal / Frédéric Bastiat; tradução, introdução e comentários Eduardo Levy. – 1. ed. – Barueri, SP: Farol Editorial, 2016, posição 459 na versão para Kindle.
  • "A lei é pervertida! E com ela os poderes de polícia do Estado também são pervertidos! A lei, digo, não somente distanciada de sua própria finalidade, mas voltada para a consecução de um objetivo inteiramente oposto!"
- The law perverted! And the police powers of the state perverted along with it! The law, I say, not only turned from its proper purpose but made to follow an entirely contrary purpose!
- The Law / Frédéric Bastiat; tradução do francês por Dean Russell - pagina 1[1]
  • "E o que são nossas faculdades senão um prolongamento de nossa individualidade? E o que é a propriedade senão uma extensão de nossas faculdades?".
- For what are our faculties but the extension of our individuality? And what is property but an extension of our faculties?
- The Law / Frédéric Bastiat; tradução do francês por Dean Russell - pagina 2 [2]
  • "A vida, a liberdade e a propriedade não existem pelo simples fato de os homens terem feito leis. Ao contrário, foi pelo fato de a vida, a liberdade e a propriedade existirem antes que os homens foram levados a fazer as leis".
- Life, liberty, and property do not exist because men have made laws. On the contrary, it was the fact that life, liberty, and property existed beforehand that caused men to make laws in the first place.
- The Law / Frédéric Bastiat; tradução do francês por Dean Russell - pagina 2 [3]
  • "O que é então a lei? É a organização coletiva do direito individual de legítima defesa".
- What, then, is law? It is the collective organization of the individual right to lawful defense.
- The Law / Frédéric Bastiat; tradução do francês por Dean Russell - pagina 2 [4]
  • "A fraternidade forçada destrói a liberdade".
- Your doctrine is only the half of my program. You have stopped at liberty; I go on to fraternity. I answered him: The second half of your program will destroy the first.
- The Law / Frédéric Bastiat; tradução do francês por Dean Russell - pagina 21 e 22 [5]
  • "Eu não consigo sinceramente entender como a fraternidade pode ser legalmente forçada, sem que a liberdade seja legalmente destruída e, em conseguencia, a justiça legalmente pisada".
- I cannot possibly understand how fraternity can be legally enforced without liberty being legally destroyed, and thus justice being legally trampled underfoot.
- The Law / Frédéric Bastiat; tradução do francês por Dean Russell - pagina 22 [6]
  • "Quem ousaria dizer que a força nos foi dada, não para defender nossos direitos, mas para destruir iguais direitos de nossos irmãos?".
- Qui osera dire que la Force nous a été donnée non pour défendre nos Droits, mais pour anéantir les Droits égaux de nos frères?
- La Loi - Página 5, Frédéric Bastiat - 1850, 80 páginas
  • "A lei perverteu-se por influência de duas causas bem diferentes: o egoísmo estúpido e a falsa filantropia".
- La Loi s'est pervertie sous l'influence de deux causes bien différentes : l'égoïsme inintelligent et la fausse philanthropie.
- La Loi - Página 8, Frédéric Bastiat - 1850, 80 páginas
  • "Às vezes a lei defende a espoliação; outras vezes, a leva a cabo por suas próprias mãos, no intuito de poupar o beneficiário da vergonha, do perigo e do escrúpulo. Às vezes ela usa todo o aparato da magistratura, da polícia, guardas e prisão em prol do espoliador, tratando como criminoso o espoliado que se defende".
- La Loi prend quelquefois parti pour elle. Quelquefois elle l’accomplit de ses propres mains, afin d’en épargner au bénéficiaire la honte, le danger et le scrupule. Quelquefois elle met tout cet appareil de magistrature, police, gendarmerie et prison au service du spoliateur, et traite en criminel le spolié qui se défend.
- La Loi - Página 21, Frédéric Bastiat - 1850, 80 páginas
  • "Um cidadão não pode, ao mesmo tempo, ser e não ser livre".
- Le citoyen ne peut en même temps être libre et ne l'être pas.
- La loi - Página 26, Frédéric Bastiat - 1850, 80 páginas
  • "Quando a própria lei comete um ato que ela deveria reprimir, nesse caso a espoliação não é menor, porém maior e, do ponto de vista social, com circunstâncias agravantes".
- Que si la Loi accomplit elle-même l'acte qu'elle devrait réprimer, je dis qu'il n'y a pas moins Spoliation, et même, socialement parlant, avec circonstance aggravante.
- La Loi - Página 27, Frédéric Bastiat - 1850, 80 páginas
  • "Nada entra no tesouro público em benefício de um cidadão ou de uma classe sem que outros cidadãos e outras classes tenham sido forçados a contribuir para tal".
- Il n'entre rien au trésor public, en faveur d'un citoyen ou d'une classe, que ce que les autres citoyens et les autres classes ont été forcés d'y mettre.
- La loi - Página 31, Frédéric Bastiat - 1850, 80 páginas