Saltar para o conteúdo

Filippo Tommaso Marinetti

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Filippo Tommaso Marinetti
Filippo Tommaso Marinetti
Nascimento 22 de dezembro de 1876
Alexandria (Egito)
Morte 2 de dezembro de 1944 (67 anos)
Bellagio (Reino de Itália)
Sepultamento Cemitério Monumental de Milão
Cidadania Reino de Itália
Cônjuge Benedetta Cappa
Alma mater
  • Universidade de Gênova
Ocupação poeta, escritor, dramaturgo, compositor, escritor de ficção científica, fotógrafo, designer, político
Prêmios
  • Bronze Medal of Military Valour
  • War Merit Cross
  • Cruz de Guerra do Valor Militar
  • Commemorative Medal for the Italo-Austrian War 1915-1918
  • Medalha Interaliada 1914-1918
  • Commemorative Medal of the Unity of Italy
  • commemorative medal of the military operation in East Africa
  • Croce commemorativa del Corpo di Spedizione Italiano in Russia
Movimento estético futurismo
Religião ateísmo
Causa da morte enfarte do miocárdio
Assinatura

Filippo Tommaso Marinetti (?) foi um poeta italiano.


Verificadas

[editar]
  • "Queremos glorificar a guerra — única higiene do mundo -, o militarismo, o patriotismo, o gesto destruidor dos libertários, as belas idéias pelas quais se morre, e o desprezo da mulher".
- MARINETTI, Filippo Tommaso. Manifesto futurista. (disponível no Wikisource).
  • "Desejamos demolir os museus e as bibliotecas, e academias de todo tipo."
- «Noi vogliamo distruggere i musei, le biblioteche, le accademie di ogni specie […]».
- fonte: Manifesto Futurista; publicado originalmente em "Le Figaro", 20 de fevereiro de 1909[1]
- Veja também: s:it:Lettera a Filippo Tommaso Marinetti (22 febbraio 1909)