Saltar para o conteúdo

Christopher Hitchens

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Christopher Hitchens
Christopher Hitchens
Christopher Hitchens
Wikipédia
Wikimedia Commons

Christopher Eric Hitchens (13 de abril de 194915 de dezembro de 2011) foi um jornalista e escritor anglo-americano.



  • Quando Madre Teresa recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1979, poucas pessoas tiveram o mau gosto de perguntar o que ela já havia feito, ou mesmo alegado fazer, pela causa da paz. Seu discurso na cerimônia de posse fez pouco para resolver qualquer dúvida a esse respeito e muito para aumentá-la.
    • The Missionary Position, Mother Theresa in Theory and Practice (2012)
  • Tornei-me jornalista porque não queria depender dos jornais para obter informações.
    • Love, Poverty, and War: Journeys and Essays (2004)

2004[editar]

  • É um vício frequente da polêmica radical afirmar, e até mesmo acreditar, que uma vez encontrado o motivo mais baixo para um antagonista, você identificou o motivo correto.
    • "Reactionary Prophet", The Atlantic, abril de 2004

2005[editar]

  • A fé é a rendição da mente; é a entrega da razão, é a entrega da única coisa que nos diferencia dos outros mamíferos. É a nossa necessidade de acreditar e renunciar ao nosso ceticismo e à nossa razão, nosso desejo de descartar isso e colocar toda a nossa confiança ou fé em alguém ou em alguma coisa, isso é sinistro para mim. De todas as supostas virtudes, a fé deve ser a mais superestimada.
    • "Holier Than Thou", Penn & Teller: Bullshit!, 23 de maio de 2005

Letters to a Young Contrarian (2001)[editar]

  • A essência da mente independente não está no que ela pensa, mas em como ela pensa.

God is Not Great (2007)[editar]

  • Por que, se Deus foi o criador de todas as coisas, deveríamos "louvá-lo" pelo que veio naturalmente?
    • p. 3
  • Direi simplesmente que aqueles que oferecem falsas consolações são falsos amigos.
    • pág. 9
  • A religião é feita pelo homem. Mesmo os homens que a fizeram não podem concordar sobre o que seus profetas, redentores ou gurus realmente disseram ou fizeram.
    • pág. 10
  • Violenta, irracional, intolerante, aliada ao racismo, tribalismo e fanatismo, investida na ignorância e hostil à livre investigação, desdenhosa das mulheres e coerciva com as crianças: a religião organizada deve ter muito em sua consciência.
    • pág. 56
  • Nada prova o caráter humano da religião tão obviamente quanto a mente doentia que projetou o inferno, a menos que seja a mente extremamente limitada que falhou em descrever o céu - exceto como um lugar de conforto mundano, tédio eterno ou (como Tertuliano pensava) prazer contínuo na tortura dos outros.
    • pág. 219