Saltar para o conteúdo

Chimamanda Ngozi Adichie

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Chimamanda Ngozi Adichie
Chimamanda Ngozi Adichie
Chimamanda Ngozi Adichie
Wikipédia
Wikimedia Commons

Chimamanda Ngozi Adichie (Enugu, 15 de setembro de 1977) é uma feminista e escritora nigeriana.


Obras[editar]

No seu pescoço[editar]

  • "Como você pode amar alguém e ao mesmo tempo querer controlar o nível de felicidade que é permitido à pessoa?"
- ADICHIE, Chimamanda Ngozi. No seu pescoço. São Paulo: Companhia das Letras, 2017. p. 166

Sejamos todos feministas[editar]

  • "Algumas pessoas me perguntam: "Por que usar a palavra 'feminista'? Por que não dizer que você acredita nos direitos humanos, ou algo parecido?" Porque seria desonesto. O feminismo faz, obviamente, parte dos direitos humanos de uma forma geral — mas escolher uma expressão vaga como "direitos humanos" é negar a especificidade e particularidade do problema de gênero. Seria uma maneira de fingir que as mulheres não foram excluídas ao longo dos séculos."
- ADICHIE, Chimamanda Ngozi. No seu pescoço. São Paulo: Companhia das Letras, 2014. E-book (ASIN B00NXYVW4S). posição 216

Citações[editar]

  • "Não acho machismo pior que racismo, não dá nem pra comparar... É que eu me sinto sozinha na minha luta contra o machismo, de uma forma que não me sinto na minha luta contra o racismo. Meus amigos, minha família, eles entendem o racismo, eles entendem. As pessoas próximas que não são negras entendem. Mas acho que com o sexismo você está constantemente tendo que explicar, justificar, convencer, defender."
- Fonte: The Guardian (28 de abril de 2018).
  • "Não acho que sou mais propenso a fazer trabalhos domésticos ou cuidar de crianças ... Não vem pré-programado em sua vagina, certo?"
- Fonte: The Guardian (28 de abril de 2018).
  • "Escolher escrever é rejeitar o silêncio."
- citado em SCHATZ, Kate. Mulheres incríveis: artistas e atletas, piratas e punks, militantes e outras revolucionárias que moldaram a história do mundo. Bauru,SP: Altral Cultural, 2017.