Charlie Brooker

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Charlie Brooker
Charlie Brooker
Charlie Brooker em outros projetos:

Charlie Brooker (3 de março de 1971) é um roteirista, satirista e comentarista britânico. Ele é o criador da aclamada série antológica Black Mirror.


  • "Isto é o mundo real, estúpido. Devíamos estar a resolver problemas, não a tapar os ouvidos e a cantar canções sobre fadas."
- "This is the real world, stupid. We should be solving problems, not sticking our fingers in our ears and singing about fairies."
- The Guardian, 2 de ago 2008, Charlie Brooker's screen burn
  • "Quando o nosso trabalho aparece num fórum público como este, um dos efeitos secundários é receber e-mails constantes de pessoas a pedir-me conselhos sobre como conseguir trabalho na área da escrita, presumivelmente assumindo que, se um cabeça oca salivante como eu é capaz de ir ganhando a vinda a dar patadas a um teclado sem qualquer tipo de astúcia, há esperança para todos."
- "One of the side-effects of having your work appear in a public forum such as this is that people often email me asking for advice on how to break into writing, presumably figuring that if a drooling gum-brain like me can scrape a living witlessly pawing at a keyboard, there's hope for anyone."
- The Guardian, 16 de agosto de 2010, Forget those creative writing workshops. If you want to write, get threatened
  • "Trabalhar a sério" costuma consistir em realizar uma tarefa que odiamos para pessoas que mataríamos alegremente com um joelho de touro se tal fosse legal."
- “Proper work" usually involves performing a task you hate on behalf of people you'd gleefully club to death with a bull's knee if only it were legal to do so”
- The Guardian, 18 de dezembro de 2006, "In a world that is running out of time, we need theories. So hooray for me, because I've got one"
  • No século XVIII, uma revolução do pensamento, conhecida como o Iluminismo, tirou-nos da superstição e brutalidade da Idade Média e levou-nos para uma era moderna de ciência, racionalismo e democracia. Alterou tudo. Se não fosse o Iluminismo, não estaria a ler isto agora. Estaria vestido com uma bata a atirar nabos a uma bruxa. Sim, o Iluminismo foi um dos progressos mais importantes desde a invenção da roda. E é por isso que estamos a tentar dar cabo disso tudo.
Bem-vindos a uma nova e perigosa era: o Desiluminismo, na qual séculos de pensamento racional são anulados por idiotas. Idiotas supersticiosos. Estão por todo o lado, a ler horóscopos, a comprar medicamentos homeopáticos, a consultar videntes, a dizer disparates sobre "chakras" e "energias curativas", a rezar a deuses imaginários e a trocar a ciência por tolices próprias de babões. Porém, em vez de esbofetearmos essas pessoas com força na cara até que comecem a comportar-se como adultos, encorajámo-las. Temos de respeitar as suas crenças, pelos vistos.
- “In the 18th century, a revolution in thought, known as the Enlightenment, dragged us away from the superstition and brutality of the Middle Ages toward a modern age of science, reason and democracy. It changed everything. If it wasn't for the Enlightenment, you wouldn't be reading this right now. You'd be standing in a smock throwing turnips at a witch. Yes, the Enlightenment was one of the most significant developments since the wheel. Which is why we're trying to bollocks it all up.
Welcome to a dangerous new era - the Unlightenment - in which centuries of rational thought are overturned by idiots. Superstitious idiots. They're everywhere - reading horoscopes, buying homeopathic remedies, consulting psychics, babbling about "chakras" and "healing energies", praying to imaginary gods, and rejecting science in favour of soft-headed bunkum. But instead of slapping these people round the face till they behave like adults, we encourage them. We've got to respect their beliefs, apparently.”
-The Guardian, 11 de agosto de 2007, "Charlie Brooker's screen burn"
  • A teoria da evolução de Darwin é simples, bonita, majestosa e inspiradora. Porém, uma vez que contradiz os disparates alegóricos de um monte de livros fantasiosos antigos, é atacada desde o primeiro dia. É um azar para Darwin. Se a Bíblia tivesse uma passagem que dissesse que a gravidade existe porque Deus puxa os objetos para o chão com fios mágicos invisíveis, também ainda estaríamos a debater o Newton com idiotas.
-Darwin's theory of evolution was simple, beautiful, majestic and awe-inspiring. But because it contradicts the allegorical babblings of a bunch of made-up old books, it's been under attack since day one. That's just tough luck for Darwin. If the Bible had contained a passage that claimed gravity is caused by God pulling objects toward the ground with magic invisible threads, we'd still be debating Newton with idiots too..”
- The Guardian, 2 de ago 2008, Charlie Brooker's screen burn
  • Quando digo às pessoas que sou misantropo, elas reagem como se fosse uma coisa má, as idiotas. Eu vivo em Londres, por amor de Deus. Por acaso passaram pela Oxford Street recentemente? A misantropia é o que nos faz sobreviver. Não é um defeito, é uma aptidão.
- Whenever I tell people I'm a misanthrope they react as though that's a bad thing, the idiots. I live in London, for God's sake. Have you walked down Oxford Street recently? Misanthropy's the only thing that gets you through it. It's not a personality flaw, it's a skill.
- Creator Spotlight: Charlie Brooker; como citado in Grammar Girl's 101 Words to Sound Smart - Página 66, Mignon Fogarty - St. Martin's Press, 2011, ISBN 142995129X, 9781429951296, 128 páginas
  • Mulheres, porque é que ainda não mandam no mundo? Francamente, estou desiludido convosco. Os homens ainda são demasiado dominantes para o bem deles e, consequentemente, fizeram uma porcaria encharcada de testosterona de tudo: política, economia, religião, ambiente... está tudo numa confusão forjada pelos homens.
- Women - why aren't you running the world yet? Frankly I'm disappointed in you. Men are still far too dominant for their own good, and consequently we've made a testosterone-sodden pig's ear of just about everything: politics, the economy, religion, the environment ... you name it, it's in a gigantic man-wrought mess.
- The Hell of it All
  • "Tenho uma certa ineptidão social. Se me colocarem entre dois estranhos envolvidos em qualquer farra despreocupada, começo a balançar-me de forma constrangedora ou elaboro algum tema mata-conversas como: 'Esta sala é muito retangular, não acham?'. Movo-me pelo ciclo social com a mesma elegância que um cão em saltos altos."
-“I'm somewhat socially inept. Slide me between two strangers at any light-hearted jamboree and I'll either rock awkwardly and silently on my heels, or come out with a stone-cold conversation-killer like, "This room's quite rectangular, isn't it?" I glide through the social whirl with all the elegance of a dog in high heels”
- Dawn of the Dumb
  • Até esta semana, a única coisa que sabia sobre a saga Twilight [Crecúspulo] era que tinha vampiros, o que já era suficiente para me desinteressar. Não sabia que era uma fantasia romântica criada para adolescentes. Parece que é possível desinteressar-me de alguma coisa duas vezes antes de sequer a ver.
- until this week the one thing I knew about the Twilight saga was that it had vampires in it, which was enough to put me off. I didn't realise it was a romantic fantasy aimed at teenage girls. Turns out it's possible to be put off something twice before you've actually seen it.
- The Guardian, 12 jul 2010, Twilight's sulky vampires are less frightening than a knitted cushion