Bernardim Ribeiro

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bernardim Ribeiro em outros projetos:

Bernardim Ribeiro (Torrão, 1482? — 1552?) foi um escritor português renascentista. A sua principal obra é a novela Saudades, mais conhecida porém como Menina e Moça.


Sobre[editar]

  • "uma meditação mística pessimista... em torno do amor humano e da saudade".
-Hélder Macedo citado em História da literatura portuguêsa - Página 234, António José Saraiva, Óscar Lopes - Porto Editora, 2005, ISBN 9720301708, 9789720301703, 1216 páginas
  • "As belíssimas éclogas de Bernardim Ribeiro são... segundo o meu parecer, as melhores que há escritas em versos de arte menor, e onde, como na mais pura fonte, se deve beber o verdadeiro estilo pastoril".[1]
-Francisco Dias Gomes, Obras Poéticas, pág. 292.
  • "Bernardim Ribeiro — no género pastoril — foi um tanto mais original em sua simplicidade; o que lhe falta de sublime... sobeja-lhe em brandura, e numa ingénua ternura que faz suspirar de saudade, daquela saudade, cujo poeta foi, cujos suaves tormentos tam logo padeceu, e tam bem pintou".
-Almeida Garret, Parnaso Lusitano. I, P. XII-XIII
  • "Bernardim Ribeiro... alma muy poética, de sensibilidade casi feminina".
-Menéndez Y Pelayo, Antologia. Tomo VII, P. CLVIII.

Referências

  1. Clássicos portugueses, século XVI: antologia literária comentada - Volume 2 - Página 84, Mário Fiúza - Porto Editora, 1976