A Ilha

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O livro A Ilha é o último romance escrito por Aldous Huxley, e foi publicado pela primeira vez em 1962. A história trata de uma sociedade livre e utópica.



  • "Essa gente se limita a deixar que os infortunados neuróticos chafurdem no velho hábito de nunca viverem inteiramente o presente."
  • "E a idéia que fazem do que seja normal! Acredite se quiser, mas no conceito deles um ser humano normal é aquele que é capaz de ter um orgasmo e de se ajustar à sociedade!"
  • "Procedi muito mal perdendo a cabeça por uma pessoa a quem realmente não amava e ferindo a quem amava. Por que somos tão tolos?
- O coração tem as suas razões e as glândulas endócrinas têm outras."
  • "Mas uma espécie de amor não exclui a outra."
  • "Um perfeito estranho que se torna a outra metade do nosso ser e do nosso 'não-ser'."
  • "Essas são as pessoas que governam o mundo. Dois bilhões e novecentos milhões de seres humanos estão à mercê de um punhado de políticos, uns poucos milhares de magnatas e generais e agiotas."
  • "O 'eu' que penso ser e o 'eu' que realmente sou. Em outros termos, o sofrimento e o fim do sofrimento."
  • "Tem-se liberdade, é verdade, mas a espécie de liberdade que se tem dentro de uma cabina telefônica."
  • "Não seria direito que tivéssemos o poder de afastar todo o sofrimento de uma perda. Se conseguíssemos isso, seríamos menos que seres humanos."
  • "Você pode imaginar o que é uma pessoa sentir que nada é completamente real, inclusive ela mesma?"
  • "Porém, quando se é um viciado, tem-se que tomar a droga, mesmo sabendo de antemão que ela irá destruí-lo."
  • "Pelo fato de ter sempre o mesmo nome, os mesmos olhos e o mesmo nariz, não quer dizer que eu seja sempre a mesma mulher."
  • "Define-se como 'fé perfeita' algo que traz uma completa paz de espírito. Mas a paz de espírito integral é coisa que praticamente ninguém possui e, sendo assim, a fé perfeita não existe. Consequentemente, todos nós estamos de antemão condenados à punição eterna. Quod erat demonstrandum."
  • "A História é um documento que registra as coisas que os seres humanos foram impelidos a fazer devido à ignorância."
  • "Se tiver que escolher entre uma história contada por um idiota ou por um calvinista, a minha preferência sempre recairá no idiota."
  • "O que mais nos fascina no universo é a sua selvagem improbabilidade."
  • "Os povos são ao mesmo tempo os beneficiários e as vítimas das suas próprias culturas."
  • "Almofadas de espuma para traseiros de espuma."
  • "No fundo, todos vocês não passam de platônicos que adoram as palavras e detestam os fatos."
  • "Deixem de ser o que ignorantemente pensam ser e se transformem no que realmente são."
  • "Deus ordenou: 'Darwin seja feito.' E houve Nietzsche, o Imperialismo e Adolf Hitler."
  • "Provavelmente Pala é o único país no qual um animal, se fosse teólogo, não teria razão para acreditar em demônios. Em todas as outras partes do mundo, Satã é com muita razão representado pelo Homo Sapiens."
  • "Tornamo-nos patética e curiosamente repulsivos."
  • "Os cães morrem com mais facilidade que as pessoas. Eles não falam sobre o assunto antes da hora."
  • "Na escola que eu freqüentava não aprendíamos coisas. Só nos ensinavam palavras."
  • "O céu que vá para o diabo."


Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: A Ilha (romance).