Piratas Do Caribe

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Piratas do Caribe é uma sequência de filmes estadunidense, estrelados pelo ator Johnny Depp. Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl (br: Piratas do Caribe - A Maldição do Pérola Negra / pt: Piratas das Caraíbas - A Maldição do Pérola Negra) é um filme estadunidense de 2003, do gênero aventura e ação, dirigido por Gore Verbinski.



A Maldição Do Pérola Negra[editar]

Guarda: Um momento! Este cais não é para os civis.
Jack: Ah! Eu sinto muitíssimo, eu não sabia. Se eu vir algum informarei imediatamente.


Guarda: Eu disse sem mentir!
Guarda: Acho que ele disse a verdade.
Guarda: Se o que ele disse é verdade ele não nos diria.
Jack: A menos que ele soubesse que não acreditariam mesmo sendo verdade.


Comodoro: Ora, ora... Jack Sparrow, não é?
Jack: Capitão Jack Sparrow, por favor.
Comodoro: Mas eu não estou vendo seu navio... Capitão.
Jack: Eu estou em busca de um… no momento.


Comodoro: Sem balas adicionais ou pólvora... Uma bússola que não aponta para o norte... Hã! Achei que sua espada fosse de madeira... Você é sem dúvida o pior pirata de quem já ouvi falar!
Jack: Mas ouviu falar de mim.


Jack: Cavalheiros... Milady... Sempre se lembrarão desse dia, quando quase capturaram o Capitão Jack Sparrow!


Will: Você é quem procuram... O pirata!
Jack: Você me parece meio familiar, eu já o ameacei?
Will: Eu tento evitar familiaridades com piratas.
Jack: Ah! Bom... Então seria uma pena manchar os seus antecedentes.


Jack: Conheço esses canhões... É o Pérola.
Preso: O Pérola Negra? Já ouvi histórias... Ele ataca navios e povoados há dez anos... Nunca deixa sobreviventes.
Jack: Sem sobreviventes? Então me diga: quem conta as histórias?


Jack: Fiquem todos calmos, estamos tomando o navio.
Will: É, rendam-se.
Comandante: Este navio não pode ser tripulado por dois homens. Vocês jamais sairão da baía.
Jack: Filho, eu sou o Capitão Jack Sparrow. Savy?


Jack: O homem que o acordou convida o que dormia para um drink; o homem que dormia bebe enquanto ouve uma proposta do homem que o fez acordar.


Jack: Na verdade, tomei emprestado. Emprestado sem permissão.


Jack: Sabe apesar da sua visão sobre piratas você está a caminho de se tornar um: tirou um homem da prisão, apossou-se de um navio da frota, navegou com uma tripulação de buganeiros de Tortuga e está totalmente obcecado por um tesouro.
Will: Não é verdade. Não estou obcecado por um tesouro.
Jack: Tesouros não são apenas prata e ouro amigo.
Barbossa: Como foi que saiu daquela ilha?
Jack: Quando me abandonaram naquele pedaço de terra desprezado por Deus, você esqueceu uma coisa muito importante... Sou o Capitão Jack Sparrow.


Barbossa: E você espera me deixar numa praia, apenas com um nome e sua palavra de que é aquilo que busco, vendo você zarpar em meu navio?
Jack: Não. Eu espero deixar você numa praia sem nome nenhum me vendo zarpar no meu navio; aí então eu grito o nome pra você, savy?


Jack: Parem de fazer buracos no meu navio!


Barbossa: Muito obrigado Jack.
Jack: Por nada.
Barbossa: Você não. O nome do macaco é Jack.


Will: Barbossa! Ela fica livre.
Barbossa: Está pensando o quê, menino?
Will: Ela fica livre.
Barbossa: Você só tem uma bala e nós não morremos.
Jack: Não faça nenhuma bobagem.
Will: Vocês não morrem, eu morro.
Jack: Como essa.
Barbossa: Quem é você?
Jack: Ah, ninguém, ninguém. Um primo distante, sobrinho de minha tia em 2º grau...


Jack: Esta é segunda vez que tenho que ver aquele homem ir embora com meu navio


Jack: Não! Isso não! Pára! Isso não! Que que cê ta fazendo? Incendiou toda comida, o abrigo... e o rum!
Elizabeth: Sim. O rum acabou.
Jack: Por que acabar com o rum?
Elizabeth: Um: Porque é uma bebida vil que transforma os homens mais respeitáveis em completos patifes. Dois: Aquele sinal tem mais de 300 metros de altura. Toda marinha real está procurando por mim. Acha mesmo que há a mínima chance de alguém não nos ver?
Jack: Mas por que acabar com o rum?


Jack: “Deve ter sido horrível ficar preso aqui Jack. Deve ter sido horrível pra você...”, pois é agora é horrível mesmo.


Jack: Um casamento! Adoro casamentos. Bebida à vontade.


Will: Onde está Elizabeth?
Jack: Está a salvo, como prometi. Está pronta para casar-se com Noringhton, como ela prometeu. E você vai morrer por ela, como prometeu. Somos todos homens de palavra realmente. Exceto Elizabeth que na verdade é uma mulher.


Jack: Eu sou um desonesto. E um homem desonesto pode-se sempre confiar na desonestidade. Honestamente, são os honestos que devem ser vigiados, porque nunca se pode prever quando farão alguma coisa incrivelmente estúpida.


Barbossa: Então, e agora, Jack Sparrow? Seremos dois imortais engajados numa batalha épica até o dia do julgamento ao som das trombetas? Hum?
Jack: Ou você pode se render!


Comodoro: Você esqueceu o seu lugar, Turner.
Will: É este aqui, entre você e o Jack.
Elizabeth: O meu também.


Jack: Bom, na verdade eu estou me sentindo muito bem com isso tudo. Acho que todos chegamos a um lugar muito especial, não é? Espiritualmente, ..., dramaticamente... (vai até Noringhton) Quero que saiba que eu estava torcendo por você amigo. Saiba disso. Elizabeth? Nunca daria certo entre nós dois querida. Eu sinto muito. Will? Belo chapéu. Amigos, este é o dia que vocês sempre irão lembrar como... (cai na água)
Pai de Elizabeth: Então foi esse o caminho que você escolheu, não foi?Afinal, ele é um ferreiro.
Elizabeth: Não. Ele é um pirata.


Jack: Agora... Tragam-me o horizonte. Na, na, na, na. Na, na, na, na. Malvados demais... Bebei amigos, yo-how!