NCIS

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa

NCIS é uma série de televisão estadunidense sobre a agência federal Naval Criminal Investigative Service (Serviço de Investigação Criminal Naval) que investiga todos os tipos de crimes que envolvem a Marinha dos Estados Unidos e o Corpo de Fuzileiros Navais e as suas famílias.

Índice

JAG Pilot Episodes[editar]

NOTA: Antes de ser uma série, NCIS foi caracterizado como um episódio de duas partes na 8 ª temporada da série JAG

Ice Queen[editar]

Ducky: Agente Blackadder me lembra uma jovem mulher que fiz a autópsia uma vez.
Gibbs: [olhando para o corpo] Quando ela morreu?
Ducky: Oh, Deus, em Hollywood. Vejamos, foi mais ou menos há 20 anos. Ela era editora assistente de filmes e esposa do editor do filme, que a apanhou em flagrante -
Gibbs: [interrompendo] Essa aqui, Ducky. Quando essa aqui morreu?

Gibbs: Causa da morte?
Ducky: Bem, não foi a flecha.

Tony: [se referindo ao Caf-Pow] É o segundo ou terceiro de hoje?
Abby: É o quarto, se você quer saber.
Tony: [levanta a caixa de evidências] Eu trouxe um presente.
Abby: [sorri] E você quer saber porque ainda está solteiro.

[Vivian está lendo os direitos de Rabb]
Rabb: Eu conheço o Artigo 31, e eu renuncio a ele.
[ela continua lendo]'
Rabb: Eu disse que renuncio a eles.
Gibbs: Ela costumava ser do FBI.

Gibbs: Garoto acertando flecha em defunto, essa é original.
Tony: Só uma variação. [risos] Me lembro de quando achamos um velho, tinha morrido vendo TV. Achamos-o sentado em uma espreguiçadeira, duro como uma tábua.
Blackadder: Por favor, sem mais histórias de homicídios em Baltimore.
Tony: Parecia morte natural, mas tínhamos que esperar pela confirmação, certo? Tava na hora do jantar, eu e meu parceiro estávamos famintos, então dissemos ao novato para vigiá-lo. O novato nunca havia ficado sozinho com um corpo, de repente, o corpo se mexe e cai, o ar retido nos pulmões é forçado a sair pela garganta e o defunto geme.
Blackadder: Pára com isso!
Tony: O novato enlouquece, enfia sua arma no defunto.
Gibbs: Sabe o que eu acho, DiNozzo?
Tony: Não diga que é uma lenda urbana, cara, porque eu estava lá.
Gibbs: Acho que você era o novato.
Tony: [pálido] Engraçado, Gibbs. Engraçado. Errado... mas engraçado.

Gibbs: (sorri) Oi. Meu nome é Gibbs. Sou Investigador Naval.
Tommy: (assustado) Eu não matei ela.
Gibbs: Eu sei, filho... acabou agora.
Tommy: Não, não acabou. Eu vou sonhar com ela!
Gibbs: Só se você quiser!
Tommy: Eu não quero!
Gibbs: Então feche seus olhos e diga pra você mesmo que você não vai sonhar.
Tommy: Não vai funcionar.
'Gibbs: Funcionou pra mim quando eu tinha sua idade e vi algo ruim como isso. Confie em mim. Feche seus olhos.
(Tommy fecha os olhos)
Gibbs: Eu não vou sonhar com ela.
Tommy: Eu não vou sonhar com ela.
Gibbs: Aqui está meu cartão. Me ligue.
Tommy: Se eu tiver pesadelo?
Gibbs: Não, nós já cuidamos disso. Ligue quando estiver pronto pra visitar nosso escritório... e traga alguns amigos.

Meltdown[editar]

Rabb: Há buracos suficientes nesse caso para levantar uma dúvida razoável.
Lt. Cmdr. Faith Coleman: Há também evidências suficientes para ligá-lo aos assassinatos e uma série de testemunhas. Seus colegas vão testemunhar as palavras de raiva entre você e o Tenente Singer até o momento de sua morte.
Rabb: Bem, poderia ser pior, eu acho.
Coleman: Como?
Rabb: Eu poderia não ter um álibi.
Coleman: [aborrecida] Você tem um álibi?
Rabb: Não.

[Ducky está contando suas descobertas no tribunal]
Major McBurney: O que mais você descobriu?
Ducky: Em sua nádega esquerda eu encontrei uma tatuagem de um leopardo em perseguição. Majestoso. Brilhante. Eu só vi um igual a este: em um dançarino de tango em Buenos Aires, que morreu de desidratação. Eu estava em sabático na ti-
McBurney: [interrompe] Doutor, eu perguntei sobre o Tenente Singer.
Ducky: Ela não estava em Buenos Aires...

Coleman: Doutor, não é possível que as lesões de LT fossem resultado de uma queda acidental?
Ducky: [muito seriamente] Bem, a grade é muito alta. É bastante improvável. A não ser que o corpo inconsciente de LT tivesse levitado e caído para o lado. Eu já ouvi -
Coleman: [interrompendo-o] Obrigado, doutor.

[depois de encontrar o nome Comandante Rabb sobre o chapéu ]
Abby: Se o chapéu se encaixa, você não pode absolver.
[ambos advogados dão a Abby um olhar engraçado]
Abby: Oh, vamos lá; um de vocês teria dito se tivessem pensado nisso antes.

Vivian: Eu sinto muito, eu quase estraguei tudo.
Gibbs: [desaprovando] Quase?
Tony: Eu ainda gosto de você.

Season 1[editar]

Yankee White[editar]

Nota: Agente Caitlin "Kate" Todd começou o primeiro episódio como agente do Serviço Secreto dos Estados Unidos. Um oficial da marinha morreu a bordo do Air Force One e ela era a agente especial encarregada. Todd se demitiu do Serviço Secreto no final do primeiro episódio e no segundo juntou-se ao NCIS.


Gibbs: Somos LEO's.
TSA Agent Dennis: Ah, eu sou de Capricórnio.
Tony: LEO, sigla de Law Enforcement Officer.
Gibbs: Você é... novo nisso, Dennis?
Dennis: Primeira semana! [checa seus papeis] N-C-I-S. Nunca ouvi falar.
Gibbs: [para Tony] Isso é embaraçoso.
Dennis: NCIS? É algo como CSI?
Tony: Só se for disléxico.

Tony: Gibbs, o piloto disse que não vai decolar até a mocinha do Serviço Secreto nos dar... [vê Kate com Gibbs] ... permissão.
Kate: Acho que a equipe é minha agora.
Gibbs: Não. Acho que significa que vou ter que sequestrar o Air Force One. Tony? Acompanhe a Agente Todd até a saída da aeronave e feche a escotilha.
Kate: Você não fala sério! Espere. Ok. Sua equipe. Mas só porque eu não quero mais atrasos tendo que atirar em você.

Tony: Desculpe. Precisa liberar espaço para que eu tire medidas para meu esboço da cena do crime. Grato.
Kate: Esboço? Já tirou uma dúzia de fotos.
Tony: [Pega uma revista masculina] Me diga as medidas dela.
Kate: Você é patético.
Tony: Não, estou falando sério. Você pode dizer se ela 1,60m e busto médio ou mede 1,70m e tem busto grande? Não pode, não de uma foto. É por isso que faço desenhos e tiro medidas. Grato.
[Mais tarde]
Ducky: Achei sua análise da foto brilhante, Tony. Mas tamanho grande não é querer demais?
Tony: Você acha?

Gibbs: NCIS não vaza informações. Se essa planta sair... pode atirar no DiNozzo.
Kate: Não, acho que estou destinada a atirar em você.

Gibbs: Regra Número Um: Nunca deixe os suspeitos juntos.
Gibbs: Regra Número Dois: Sempre use luvas na cena do crime.
Gibbs: Regra Número Três: Não acredite no que dizem. Sempre cheque novamente.
Kate: Eu deveria anotar as regras no meu Palm Pilot, ou bordá-las no travesseiro?

Abby: O que vai fazer enquanto eu procuro veneno em comida natural?
Tony: Vou esperar.
Abby: Há um futon embaixo da mesa.
Tony: Deus te abençoe.
Abby: Quem é você, meu pastor?
Tony: Deus te amaldiçoe?
[Abby sorri]

Gibbs: [para Todd] Se importa se eu for junto? Por favor?
Abby: Wow, Gibbs disse por favor!

Gibbs: Gostou de bancar o meu chefe?
Ducky: Gostei, mesmo.

Kate: Sabe, quando se passa o dia inteiro no trabalho, onde se pode conhecer alguém?
Gibbs: Igreja.

Fornell: Por que o seu legista está levando o corpo até Washington?
Coroner: Nunca disse que ele era meu legista.

Diretor Morrow: Você tinha que, literalmente, fechar a porta na cara do FBI?
Gibbs: Eles eram mais do que nós.
Diretor: Eles sempre são mais do que nós.

Ducky: Se você não trabalhou com ele, então… Ah!
Kate: Achou que eu fosse virgem?
Ducky: Esperava que não.

Gibbs: Ducky? Por que a Abby iria a uma festa maneira?

Abby: Vocês do Serviço Secreto já pensaram em proteger o Presidente da sua dieta?

Ducky: A natureza sempre se prova ser um assassino muito mais ilusório e poderoso que os homens.

Gibbs: Soube que se demitiu, agente Todd.
Kate: Boas notícias se espalham rápido. Sim, eu saí. Era a coisa certa a fazer.
Gibbs: Sim. Faça isso no NCIS, e não vou te dar uma chance de se demitir.
Kate: É uma oferta de trabalho?

Hung Out To Dry[editar]

Gibbs: Quanto tempo para descobrir o ácido e ver esses para-quedas?
Abby: Estou sozinha, pelo menos um dia.
Gibbs: Iria mais rápido se tivesse um assistente?
Abby: Com certeza.
Gibbs: [para Kate] Certo, o emprego é seu.
Kate: Vou fazer perícia forense?
Gibbs: Não, você vai ajudar a Abby. Ela faz a perícia forense.

Tony: Por que você não gostou de mim tão rápido, Abby?
Abby: Você é como um piercing, Tony. Leva um tempo para a palpitação parar e a pele crescer de novo.
Tony: Bem, é mais do que eu gostaria de saber.

Abby: Ácido sulfúrico. Isso teria acabado com um engate de trailer.
Kate: Como entrou nisso?
Abby: Preenchi uma ficha.
Kate: Me refiro a perícia forense.
Abby: Quando eu era criança, morava aqui perto quando trouxeram as carcaças retorcidas dos piores acidentes. Eu me esgueirava lá de noite para tirar fotos. Não era o sangue, eu pensava como as coisas aconteceram. Sabe, ação, reação e a ciência de tudo. Fiquei viciada.

Kate: Como entrou no NCIS?
Tony: Eu sorri.

Tony: Ah, não!
Gibbs: Que é? Amarelando?
Tony: 13. É meu primeiro salto, e o reserva é o número 13.

Tony: Qual o número do seu reserva?
Marine: Quatro.
Tony: Quatro? Não, quatro dá azar na China.
Gibbs: Não estamos na China.

Marine: Por que vai pular conosco, senhor?
Tony: Sempre quis pular. Gibbs veio junto para rir.

Gibbs: Vamos com vocês, rapazes. missão de treinamento do NCIS.
Capt. Faul: Por que eu não acredito nisso? Diabos, por que não? Odeio desperdiçar a chance de jogar agentes do NCIS para fora de um avião.

Gibbs: Coloque-as. Não pode trabalhar numa cena de salto alto.
Tony: Depende do tipo de trabalho que se está fazendo.

Tony: Você pula?
Gibbs: Só quando eu levo um choque elétrico.
Tony: Isso explica a falta de ferramentas elétricas.

Gibbs: DiNozzo, onde você aprendeu a escrever? China?
Kate: Eu diria Egito. Parece mais como hieróglifos.
Tony: Hey! Você estava com pressa pra ler.
Gibbs: Meu engano.

Kate: Se o Capitão fosse suspeito, nós teríamos lido os direitos dele, não teríamos?
Gibbs: Muito bom, agente Todd. Muito bom.

Testemunha: Estávamos jantando, ouvindo Dashboar Confessional.
Tony: Emo.
Gibbs: Emo?
Tony: Música emocional. Você tem que comprar um rádio, Gibbs.

Kate: Ele não podia ter dado a Thumper um paraquedas sujo.
Gibbs: O que você disse?
Kate: Ramsay não pode ter dado um paraquedas sabotado a Thumper.
Gibbs: Não, você disse sujo.
Kate: O quê?
Tony: Com Gibbs, nunca se sabe.

Seadog[editar]

Gerald: Você empurrou um policial francês de um penhasco?
Ducky: Havia um lago abaixo!
Gibbs: Sessenta metros abaixo.

Tony: [prestes a enviar os chefões do tráfico para Gitmo como terrorista suspeito] Você não tem o direito de permanecer em silêncio. Você não direito a um advogado. Se você quiser um advogado, não terá autorização para ver um. Você entendeu esses direitos que você não tem?

Abby: [enquanto assiste o vídeo de uma van terrorista] Vamos enviá-lo ao Sundance Film Festival?
Tony: Sim, na categoria de melhor filme terrorista.
Abby: Legal.

Tony: Bem, isso dá uma sensação boa não dá?
Gerald: O quê?
Tony: Saber que Gibbs confia em nós numa cena de crime alterada.

Tony: Foi como beijar minha própria irmã.
Abby: Não sabia que tinha uma irmã, Tony.
Tony: Não tenho. Estava fantasiando.
Abby: Preciso de música para fazer isso.

Gibbs: Por que eu me sinto como um diretor do primário?

Fuller: (aponta pro cachorro) Tony pode farejar por drogas agora?
Tony: Tony?
Fuller: Coincidência, hein?
Tony: Aposto que ele é um garanhão.
Fuller: Ele é castrado.

[Tony tenta dizer alguma coisa em linguagem de sinais pra Gibbs]
Gibbs: Você devia lavar suas mãos com sabão após dizer isso.

Dobbs: Você acha que ele foi assassinado ou afogado?
Tony: Bem, de qualquer forma ele está morto.

The Immortals[editar]

Tony: Não chefe, você não entende. Eu amo Puerto Rico.
Kate: Esteve muito lá?
Tony: [animado no começo... meio triste no final] Não é justamente isso, eu nunca estive lá... quer dizer, eu só queria muito ir... desde criança, eu sempre quis... queria tanto... desculpe... eu sempre...
Gibbs: [sem expressão] Quis estar lá.
Tony: Isso.

Gibbs: Abby, divirta-se com seu MMROPG.
[Tony fica olhando pra ele]
Gibbs: O que foi?
Tony: MMORPG.
Gibbs: Obrigado.

Tony: [para Gibbs] Se você é um rato de computador, invade calabouços e luta com ogros, Jethro não é bom o suficiente. [olha para Gibbs] ... Nem Tony.

Kate: Então, praticamente, eles nos odeiam.
Tony: Não... Quase isso.

Tony: Vocês não estão interessados em tudo que eu trouxe de Porto Rico?
Gibbs and Kate: [suspirando] Claro. Legal.
[Tony sorri e entrega a eles duas sacolas, Kate olha na dela]
Kate: Você deve estar brincando.
Tony: Um biquíni. Duas peças.
Kate: A parte de baixo. E um chapéu??
Tony: Porto-riquenho!
Gibbs: Alguma chance de você tentar usar isso?
Kate: [joga em Gibbs] Você primeiro.
Gibbs: [olha para a parte de baixo] Confie em mim. Não vai caber.
Kate: Porcos. Eu trabalho com porcos.
Tony: [enquanto Gibbs está abrindo seu presente] É um livro de fantasia RPG. Completo com fichas de personagens e dados. Passos de bebê, Gibbs. Passos de bebê.
Gibbs: Está em Espanhol.
Tony: Não há mesmo maneira de te agradar, há?

The Curse[editar]


Tony: Isso é tocante, Gibbs, lembrar o dia que me contratou.
Gibbs: Bem, na época parecia uma boa escolha.

Gibbs: Se o tanque é de um Tomcat, alguém preencheu um relatório CCA.
Kate: CCA?
Tony: "Coisas Caídas da Aeronave".
Kate: Deve estar brincando.
Gibbs: Não, é como se chamam. Os esquadrões têm arquivos desde a época dos biplanos.

Ducky: Detalhes pós-morte podem ser extremamente reveladores. Lembra aquele caso há quatro anos quando enterraram um ovem fuzileiro até o pescoço num formigueiro?
Gibbs: Duck. Foi há oito anos. [aponta para o corpo na mesa] Como ele morreu?
Ducky: Não, não pode ter sido há oito anos. Não, tenho certeza que não foi! Há quatro anos sua terceira esposa o atingiu com um taco de beisebol. E lembro bem o fuzileiro comido por formigas naquela mesa lá quando suturei você.

Abby: Marinheiro na casquinha!
Ducky: Ah, Abby, por favor...
Abby: Desculpe.

Gibbs: Como ela não sabe?
Randy: Nos conhecemos no funeral do Mark.
Gibbs: O que você disse? 'Eu estava passando, gostei da música e decidi entrar?'

High Seas[editar]


Tony: Cinco anos com Gibbs; estou surpreso pelo cara não estar em uma camisa de força.
Gibbs: O que disse?
Tony: Nada, chefe. Apenas elogiando suas habilidades de comunicação.

Kate: Este não é o alojamento do Convés 5, é?
Marinheiro: [em pé em um mictório] Não senhora, esse é o banheiro masculino no Convés 6.

Tony: Para uma equipe que não usa drogas, vocês usam um monte de drogas.

Ducky: [para Gerald após reencenar uma morte] Você devia estar morto.

Gibbs: Acima do seu colchão, abaixo do seu colchão, dentro do seu colchão. Se tiver algo como uma quarta dimensão do colchão, chequem lá também.

Tony: Sabe, nesses dois anos que trabalho para o Gibbs ele não apertou minha mão nenhuma vez. Nunca.
Stan Burley: Passei dois anos no escritório até ele me olhar nos olhos.
Tony: Sério?
Stan Burley: É. E três anos até ele me chamar pelo nome. Quatro até ele acertar. Aí eu já tinha me acostumado com Steve. Ele deve gostar muito de você.

Kate: Só estou dizendo que... na superfície as coisas nem sempre são iguais do que quando as bota no contexto de como se desenvolveram, sabe, abaixo da superfície, mais ou menos.
Tony: Não faço ideia do que você disse.
Kate: Nem eu, mas a intenção foi sincera.

Sub Rosa[editar]


Kate: [depois de derramar o café do Gibbs] O que você põe no seu café?
Gibbs: Café.
Kate: Tudo bem... eu vou... basta ir pegar outro copo.
Gibbs: Isso não é... café.
[depois da fúria de Gibbs passar]
Tony: Nunca vi Gibbs sem seu café matinal. Estamos passando por águas desconhecidas aqui, Kate.

Timothy McGee: Eu já ouvi histórias sobre o Agente Especial Gibbs.
Tony: Apenas metade delas são verdadeiras, o truque é descobrir qual metade.

[Kate reclama com Gibbs por ficar fora de uma investigação a bordo de um submarino]
Kate: O que é isso, Inglaterra vitoriana? Os homens com seus charutos e bebendo brandy enquanto as mulheres tomam chá em outra sala? Substituir-me porque eu depilo as minhas pernas e não o meu rosto não é justo e certamente não é o maior interesse nesse caso.
Gibbs: Você é claustrofóbica?
Kate: Não.
Gibbs: Bom. [se afasta]
Kate: Estou dentro?!
Tony: Não se esqueça da cera.

[após DiNozzo jogar uma pedra através de uma janela para entrar ilegalmente em uma casa]
McGee: Isso é invasão de domicilio.
Tony: Não. Isso foi uma janela quebrada... isso é entrar.

Kate: [após um golpe de emergência para a superfície a bordo de um submarino] Uau...
Gibbs: É o que todas sempre me dizem.

Tony: Ouça criança, eu não quero ferir seus sentimentos, mas você não é exatamente o tipo da Abby.
McGee: Cuidei disso. Lembra-se daquela vez que estávamos conversando?
Tony: [acena] 
McGee: Fui com minha mãe.
Tony: [fica em estado de choque, percebendo que McGee fez uma tatuagem na bunda apenas para impressionar Abby] 
[Mais tarde]
Kate: Eu me pergunto o que ele disse para fazer Tony ficar sem palavras?
Gibbs: Ele disse que tem uma tatuagem na bunda.

Minimum Security[editar]

Tony: Odeio vôos prioritários, mas quem se importa...
Gibbs: O que há de errado com vôos prioritários?
Tony: Puxa chefe. Gosta de sentar em assentos de lona espremido no meio da carga?
Gibbs: Sim, me faz sentir de volta à corporação.
[Mais tarde]
Tony: [ri, enquanto está em uma aeronave Gulfstream] Eu amo vôos prioritários. Chefe, isso é demais.
Gibbs: Sinto falta dos assentos de lona.

Gibbs: Eu disse vocês dois?
Kate: Bem, você não disse que não eram os dois, Gibbs.
Tony: Sim, ela tem uma certa razão aí, chefe.

Abby: Perfume é caro, Gibbs. Não posso me pendurar no mostruário da Macy's com meu kit de testes. Desaprovam esse tipo de comportamento.
[Mais tarde, na investigação]
Abby: Perfume é o acessório mais poderoso que uma mulher pode usar.
Gibbs: Bem, quanto todo esse poder nos custou?
Abby: Cerca de US$1.500.
Gibbs: Mil e quinhentos DÓLARES???
Abby: Bem, sem impostos. Me mantive nas 30 fragrâncias mais populares esperando ter sorte.
Gibbs: Como você é responsável, Ab.
Abby: Obrigada.

Tony: [pelado, para uma Iguana que foi para sua cama, apontando a arma para ele] Parado!
[Kate e Gibbs ouvem e correm para saber o que está acontecendo, até perceberem o que aconteceu]
Kate: [sem palavras]
Gibbs: Eu preciso de café.

Tony: Acho que Sa'id copiou a chave de Paula sem ela saber. 
Gibbs: Qual cabeça está pensando assim, DiNozzo?
Tony: (visivelmente irritado com Gibbs) Vou para a cama. 

Abby: Há algo errado. Os arquivos são muito grandes.
Ducky: [risinhos] Não só os arquivos.

Abby: Meu cursor passeou por lugares que deixariam Tony vermelho.

Gibbs: Por que as mulheres sempre querem consertar o que não precisa?
Kate: Isso nos faz sentir amadas.
Gibbs: Vinho também, e não custa uma casa.

Marine Down[editar]

Tony: Gibbs vai entrar. Ele tem acesso até para ver os alienígenas da Area 51.
Kate: Porque provavelmente ele os matou.

Kate: Qual é o seu acesso?
Tony: Confidencial.
Kate: Confidencial? O que você fez? Matou alguém no colegial?
Tony: Hah. Engraçado, Kate. Misturaram meus papéis com os de outro agente.
Gibbs: Parece que DiNozzo morreu em um acidente de carro há um mês. Muito trágico.
Tony: Eles retiraram meu acesso. Preciso de exame médico para recuperá-lo.
Kate: Por que isso?
Tony: Para provar que ainda estou vivo.

Tony: [protestando] Ah não, chefe. Estou alargando esse boné há três meses. Adoro aquele boné.
Kate: Então não atire nele.
Gibbs: Tem cópia disso? [cola o PDA de Kate no seu alvo]
Kate: [protestos] Ah, não não não, Gibbs. Minha vida toda está aí dentro.
Gibbs: Então não atire nele. [se afasta]
Kate: [para Tony] Se errarmos isso, tenho uma sugestão.
Tony: Qual?
Kate: Entramos no porão de Gibbs e pomos fogo no barco dele.
Tony: Que insensível, Kate. Sabia que havia uma razão para eu gostar de você.
Gibbs: Fogo. Vamos ver como vocês reagem sob pressão.
Tony: Eu levo o fluido de isqueiro.
Kate: Fechado.
[Mais tarde]
Abby: Muito bom. Onde posso conseguir um desses? [admira os buracos de bala no boné de Tony]
Tony: Pode ficar com esse.

Tony: Aumente os olhos, Abby.
Kate: Os olhos estão bons, é o nariz que precisa ser maior, Abby.
Tony: Legal, vou já dar uma ordem de prisão ao Pinóquio.
Gibbs: Bem-vinda ao meu mundo, Abby.

Kate: O que ele espera encontrar nos registros dele?
Tony: Deixa disso, Kate. Como iniciantes no NCIS.
Kate: Você não faz ideia, faz?
Tony: Nem um pouco.

Kate: Será que ele está mesmo dormindo ou só fingindo?
Tony: Ah, ele está dormindo.
Kate: Como você pode saber?
Tony: Ele parece tranquilo.

Gibbs: Bom dia. Dormiram bem?
Kate: Se você considera "bem" ser jogados a noite toda de um lado para o outro como bonecos de pano...
Tony: Então sim, nós dormimos muito bem, Chefe. Obrigado por perguntar!
Gibbs: Vocês acabam se acostumando.
Kate: É disso que eu tenho medo.
Tripulante: Agente Gibbs, vamos pousar dentro de 15 minutos! [Entrega a Gibbs um copo de café]
Gibbs: Obrigado. Meus cumprimentos ao piloto.
[Kate levanta-se e começa a olhar em volta]
Gibbs: Uh... O que está procurando, Kate?
Kate: O banheiro das mulheres. [Tony sorri] OK, o dos homens, então.
Gibbs: Não tem banheiro dos homens.
Kate: Então como diabos eu faço para ir ao banheiro?
[Gibbs estende-lhe um saco plástico.]
Kate: Oh não! Esqueça, eu posso esperar. [Gibbs sorri, Kate estende a mão e pega o saco plástico.] Droga! Onde?
Gibbs: Se você quiser um pouco de privacidade... Eu iria para trás daquelas caixas grandes ali.
Kate: Deus, sinto falta do Air Force One!

Left For Dead[editar]

Tony: Dormiu trabalhando no barco de novo?
Gibbs: Por que diz isso, DiNozzo?
Tony: Chefe, eu conheço o Relatório Rural quando ouço. Você só tem uma TV e ela fica no porão.

Abby: Acho que quer que eu ache o cinto de castidade dessa chave.
Gibbs: Eu tenho cara de DiNozzo?
Tony: Não tem graça, chefe. Eu abriria um cinto de castidade.
Abby: Já viu algum? O meu é maravilhoso. É francês do século 18.
Tony: Você tem um cinto de castidade?
Gibbs: Isso é bem mais do que eu precisava saber, Abby.

Gibbs: Testes? Em um navio da Marinha?
Tony: Se soubesse que haveria testes da Marinha acha que ainda estaríamos aqui, chefe?
Gibbs: Ah, desculpe. Esqueci que suas cabeças funcionam juntas.

Tony: Se lembra de quando eu fiquei com você naquela vez, não foi muito bom.
Gibbs: Claro, eu lembro, DiNozzo.
Tony: Bem, eu era mais jovem, imaturo, desfocado.
Gibbs: Foi há seis meses, Tony.

Gibbs: [no celular] Não, não vai pôr a foto dela na TV, quero que quem fez isso pense que ela está morta. Não Kate, não. Nossa prioridade é encontrar a bomba. [fecha o celular] Ela está sensibilizada.
Tony: Kate e a mulher?
Gibbs: Ah sim. Ela nem a interrogou ainda. "Os olhos dela simplesmente pediam socorro."
Tony: Adoro esse olhar em uma mulher.

Executivo: Por favor, diga que Suzanne não está morta.
Tony: Suzanne não está morta.
Executivo: [para de digitar]
Gibbs: Woops.
Tony: Grande woops.

Tony: [percebe que Kate está deprimida] Temos que fazer alguma coisa, chefe.
Gibbs: Já cometeu um erro, Tony?
Tony: De acordo com você ou comigo?
Gibbs: Você.
Tony: Sim.
Gibbs: Alguém conseguiu te deixar melhor?
Tony: Não.

Eye Spy[editar]

Kate: [a um encharcado e obviamente congelado DiNozzo] Você está bem? O que é isso?
Gibbs: (sorrindo) Encolheu.

Tony: Eu não entendi o que você falou, eu não me importo com o que você falou, só me dá o número. Por que tem um asterisco?
McGee: Hummmm, não tenho certeza.
Tony: [dá uma olhada nele]
McGee: ...senhor?
Tony: Não foi um olhar de "senhor". Foi um olhar do tipo "é melhor descobrir por quê".
McGee: Ah.
Tony: Tudo bem. Erro de principiante.

Kate: [vê Tony vindo, vestido com o uniforme de Ducky] Ai meu Deus.
Tony: Não mesmo, certo?
Kate: Disse alguma coisa?
Tony: Você ia. Sei que ia.
Kate: Bem é... sabe, um pouco curto, mas fora isso está bem. E o bônus - sem cinto.
Tony: Hmmf!

Abby: Você está no ar!
Gibbs: Ei Abs.
Abby: Gibbs e os espiões enfiltrados?
Gibbs: Agentes da CIA, Abby.
Abby: Nunca consigo entender.

Gibbs: Ainda tem contato com seu ex-namorado da NASA?
Abby: Não era um namorado, era um passatempo. E sim, trocamos mensagens quase todo dia.
Gibbs: Vocês trocam, é?
Abby: Ah sim.
Gibbs: Isso é bom, certo?
Abby: É muito bom.
[Mais tarde, durante a vídeo-conferência]
Ashton (Passatempo): Saudações da NASA, NCIS.
Abby: Opa. Ashton, isso foi muito Jornada nas Estrelas.
Ashton: Desculpem o atraso. Havia resfriador de reator indo em direção à pista de decolagem de uma Atlas. Atrasei o almoço. Não ficaram satisfeitos com isso. Eu estou, todavia, muito contente em vê-la Abby e em ajudar seus colegas de combate ao crime do NCIS.
[No fundo Kate e Tony trocam olhares espantados]

Gibbs: Ela joga golfe com a mão esquerda.
Kate: Opa, espere, você pôde ver que os tacos eram pra canhotos só com uma olhada?
Gibbs: Minha segunda esposa era canhota e jogava.
Kate: Então?
Tony: Quando alguém tenta abrir sua cabeça com um taco 7, não é uma coisa que se esquece tão facilmente.

[O telefone de Tony toca insistentemente]
Tony: Parece que a Senhorita "Detesto marquinhas de biquíni" encontrou algo de que gosta: eu. [desliga o telefone]
Kate: Fale com ela.
Tony: Ela vai entender a mensagem.
Gibbs: [pequeno sorriso e aceno de cabeça]
Kate: Aposto que foi por isso que sua número 2 veio atrás de você com um taco 9, não foi? Você se recusou a sentar e conversar.
Gibbs: Na verdade não.
Kate: O que foi, então?
Gibbs: Taco sete.

My Other Left Foot[editar]


Kate: Ainda sem cabeça ou perna esquerda.
Abby: Checaram no Hooterville?
Tony: Onde fica Hooterville?
Abby: Vocês, pessoal. Petticoat Junction, Green Acres. Hooterville.
Tony: Eu prefiro séries que ainda passam nesse século.

Kate: [sobre Gibbs] Três ex-esposas ruivas mostram que seu comportamento é um pouco questionável.
Tony: Nenhuma delas era suspeita de assassinato. Embora... eu não sei sobre a mulher ruiva que o pega e o leva pra casa.

Recepcionista: Posso te ajudar?
Tony: [jogando o charme] Tenho certeza que pode. Sou o Agente Especial Anthony DiNozzo, NCIS. Pode me chamar de Tony. Gostaríamos de falar com o Dr. Chalmers, uh, [inclina-se muito próximo para ler seu crachá] Darlene.
Recepcionista: [derretida] Certo.
Kate: Por que você não faz logo um exame de mama nela?
Tony: Na hora certa.

Tony: Realmente gosta de cidades pequenas?
Kate: Paz e tranquilidade. Um lugar onde pessoas te conhecem pelo nome. Não tem Blockbuster e Starbucks em cada esquina. Como não gostar?
Tony: Muito quieto, todos sabem seu nome, não há Blockbuster e Starbucks em cada esquina.
Kate: Grandes cidades não podem dar o que pequenas cidades dão, Tony. É um modo de vida simples, a típica vida americana.
Tony: Que não inclui lugares no meio de campo dos Redskins nem mulheres com todos os dentes.
Kate: É, sempre volta a isso não é?
Tony: Vê... você me entende.

Gibbs: O que você tem?
Tony: Uma palavra com seis letras para uma razão para cometer um crime...
Gibbs: DiNozzo...
Tony: São sete letras.
Gibbs: Funciona pra mim. O que tem?

One Shot, One Kill[editar]

Gibbs: Ei DiNozzo, isso me lembra o cheiro do seu apartamento, tirando o cheiro de urina.
Tony: Ei, pra sua informação eu tenho uma empregada agora.
Gibbs: Você pode pagar uma empregada?
Tony: É incrível o que você pode fazer quando não tem que pagar três pensões alimentícias.

Kate: [sobre Gibbs] Você acha que o recrutador o enganou?
Tony: Duvido.
Kate: Por que?
Tony: Pode imaginar alguém mentir para o Gibbs e ficar impune?

Tony: Essa criança queria ser paramédico - Sgt. Alvarez disse a ele que o Corpo de Fuzileiros Navais poderia "treiná-lo para salva-vidas."
Kate: O que há de errado com isso?
Gibbs: O Corpo de Fuzileiros não tem médico pessoal.
Tony: Eles são todos da Marinha.

Kate: Da próxima vez dirija um pouco mais depressa, Tony. Acho que ainda sobrou um pouco de adrenalina nas minhas glândulas.
Tony: Atender a uma investigação de cena de crime exige uma chegada rápida, Kate.
Kate: Ajudaria se os investigadores não vomitarem em cima dela.
Gibbs: Isso me traz lembranças.
Kate: Lembranças de quê?
Gibbs: Casamento.

[Tony está disfarçado como um eletricista instalando escutas para uma investigação]
Tony: Gibbs está vestido como um fuzileiro, mas eu pareço mais alguém do Village People.
Abby: [ri] Talvez você encontre um policial local e os dois façam uma coreografia.

The Good Samaritan[editar]

Gibbs: Encontrou algo, Abby?
Abby: Este é o pneu esquerdo traseiro do carro do Comandante Julius. Notou algo incomum?
Gibbs: Está cheio?
Abby: Isso é um palpite? Ou sabe mesmo onde quero chegar com isto?
Gibbs: O que acha?
Abby: Bem, eu não sei. Por isso perguntei.
Gibbs: Por que não me conta?
Abby: Então não sabe.
Gibbs: Quero ter certeza que você sabe.
Abby: Hmmmm.
Gibbs: Hmmmm.
Abby: Nós devíamos jogar poker qualquer hora.
Gibbs: É, nós devíamos.

Tony: O que há de errado comigo?
Kate: Por onde eu começo?

Xerife Charlie: Cara, você é bom de papo.
Ducky: Quem sabe um jantar?
Xerife Charlie: Que gracinha. Não tem chance, mas é uma gracinha.
Ducky: Não seja tão rápida na sua dispensa, Charlie. O destino nos uniu.
Xerife Charlie: Melhor checar as cartas de tarô mais uma vez.

Gibbs: Não diga, DiNozzo.
Tony: Eu não ia dizer nada.
Gibbs: Não pense.
Tony: Tarde demais.

Ducky: Sabe por quê as chamam de balas dum-dum?
Gerald: Não.
Ducky: Na década de 1890, o exército britânico as desenvolveu na Índia no arsenal de Dum-Dum. Seu uso em combate foi proibido na primeira Conferência Internacional da Paz em 1899, em Haia.
Gerald: Acho isso bem interessante.
Ducky: Em comparação a quê?

Kate: Ele coleciona lancheiras?
Tony: São peças de coleção.
Kate: É, mas são lancheiras.
Tony: É ele tem um passatempo incomum. Meu avô colecionava bótons. Ele dizia: "Qualquer um coleciona moedas ou selos, mas bótons..."

Gibbs: Está especialmente chata hoje.
Abby: Obrigada por notar.
[Um pouco depois.]
Gibbs: Chata e paranormal.
Abby: Uma combinação fatal.

Charlie: Surpreso em me ver?
Gibbs: Ah, sim. Surpreso é uma palavra que me ocorre.

Charlie: Jethro, acho que me deve um jantar.
Gibbs: Sempre foi tão tímida assim?
Charlie: Bem, Jethro, existem dois tipos de pessoa no mundo. Aquelas que vão atrás do que querem e todas as outras. Aonde vamos?
Gibbs: Para o refeitório.

Enigma[editar]

Kate: Será que todos os fuzileiros constroem barcos?
Tony: Só os que foram casados algumas vezes.
Kate: Por que isso?
Tony: O resto pode se dar ao luxo de comprar um.

[Tony, Kate e Gibbs estão sentados no carro, esperando, depois de Gibbs ter dito que viu uma bomba na casa que eles estavam vigiando]
Tony: Você tem certeza que era uma bomba, Gibbs?
Gibbs: Sim, DiNozzo. Pela última vez, eu tenho certeza que era uma bomba.
Tony: Se você diz.
[Uma van chega com Ducky e Gerald]
Ducky: Desculpem nosso atraso. Gerald se perdeu várias vezes.
Gerald: Eu? Você estava com o mapa.
Gibbs: Nós temos nossos próprios problemas aqui, Ducky.
Ducky: Sim, posso ver isso. FBI assumiu nossa cena do crime de novo?
Kate: Gibbs achou ter visto uma bomba.
Gibbs: [irritado] O que você quer dizer com "achou"?
Kate: Tenho mesmo que dizer?
Gibbs: Dizer o quê?
Ducky: Sim, Kate. Dizer o quê?
Kate: Você precisa de óculos, Gibbs. Está feliz?
[atrás deles, a casa de repente explode, levando todos ao chão]
Gibbs: [ergue a cabeça lentamente] Desculpem. Eu não entendi direito essa última parte...

Tony: Onde você está? Fornell está aqui com um mandado de prisão para você.
Gibbs: Bem, a coisa boa é que eu não estou aí.

Tony: Precisamos conversar, chefe.
Gibbs: Sobre o que?
Kate: Sobre o que você não está nos dizendo.
Tony: Sabemos que você fez contato com o Coronel Ryan.
Kate: Tony pegou o seu celular quando você o deixou carregando. Você recebeu uma ligação ontem à noite, por volta de 7 horas, de um telefone público num bar em Georgetown, McPhinley's Pub.
Gibbs: Vocês pegaram o meu celular?
Tony: Emprestado. Mas, uh... nós mostramos sua foto e a do Ryan para o balconista esta tarde.
Kate: Ele se lembrou de ter visto vocês dois lá entre as 9 e as 9 e meia.
Abby: O que explica como você sabia que Ryan estava no país há mais de dois dias.
Gibbs: Vocês pegaram o meu celular?
Kate: Nós entendemos a situação, e só queremos ajudar.
Tony: Mas não podemos apoiar sua ação se não soubermos o que é.
Gibbs: Deixem-me entender. Vocês estão dizendo que roubaram o meu celular?
Tony: Da próxima vez, é melhor pularmos a parte do celular, Kate.

Agente do FBI: Você está preso!
Gibbs: Por quê?
Agente do FBI: Por incomodar o FBI.
Gibbs: Acostume-se com isso.

Bete Noire[editar]

Ducky: (para Ari Haswari) Estou ansioso para pesar seu fígado.

Ari: Você tentou me enganar, Dr. Mallard.
Ducky: Não foi uma condição.
Ari: Agora é.

Gerald: Nunca achei que alguém que dormisse em um caixão poderia ter alguma fobia.
Ari: Ela dormiu em um caixão?
Ducky: Ela é gótica.
[Ari estremece]

Ari: Como vocês alertam as pessoas sobre autópsias contagiosas?
Ducky: Nós penduramos um cadáver em decomposição no corredor.

[Ari dá um tiro no ombro de Gerald.]
Kate: Seu bastardo!
Ari: Você parece ser uma mulher tão inteligente, e isso é tudo o que consegue dizer?
Kate: Seu maldito bastardo!

Tony: Preciso de todas as provas que eu assinei esta manhã, Charlene.
Evidence Clerk Charlene: O quê?
Tony: As evidências que eu assinei. AGORA!

Ari: Usa bem uma arma, Caitlin?
Kate: Me devolve que eu demonstro.
Ari: Já atirou com raiva?
Kate: Adoraria fazer isso agora.

The Truth Is Out There[editar]

Abby: Uma vez namorei um cara que só queria saber de me subir e descer em um balão.
Gibbs: OK, pare.

Abby: Hey Gibbs. Tem algum fetiche?
Gibbs: Tenho três ex esposas, não posso me dar ao luxo de ter fetiches.

Gibbs: São maçãs e laranjas.
Abby: [sorri] Há fetiches para isso também.

Tony: O que estamos procurando?
Gibbs: Respostas.
Tony: Você tem planos para esta noite?
Kate: Não mesmo.
Tony: Bom. Porque da última vez que Gibbs disse aquilo, fiquei uma semana sem poder ir para casa.
Kate: Sabe o que é pior? Isso pode ser um incremento na minha vida social.

UnSEALed[editar]

Abby: Isso que eu amo em você, Gibbs! Sempre um passo a frente.

Tony: Ela dorme com uma arma embaixo do travesseiro, chefe.
Gibbs: Verdade?
Kate: Talvez... às vezes... sim.
Gibbs: Boa menina!

McGee: Está amando isso, não está?
Tony: Muito mesmo.

Abby: Existe algo que você não possa descobrir?
McGee: Sim. Uma maneira de fazer o Tony calar a boca.

Tony: [imitando Tommy Lee Jones em "O Fugitivo"] Senhoras e senhores, eu quero uma busca minuciosa em cada casa, posto de gasolina, cabana, galinheiro, casinha de cachorro e qualquer outra casa na área. Entendido? Ótimo! Agora desliguem essas câmeras e fiquem fora do caminho!
McGee: O sotaque está errado.
Tony: Droga!
McGee: Está muito Arkansas, Tommy Lee é mais Texas.

Advogado de defesa: É por isso que não aceitam mulheres nos SEAL's.
Faith Coleman: Por quê? Por que nós pensamos com a cabeça que fica sobre os ombros?
Abby: [ri] Whoa! [todos se voltam para ela] Isso não lhes lembra alguém?
Tony e Kate: Não!! [Gibbs sorri]

Coleman: Quero que me mantenham informada de tudo.
Kate: Certamente.
Advogado de defesa: Está com medo de ter mandado um inocente para a prisão?
Coleman: Inocente ou não, eu ainda chutei a sua bunda.

Dead Man Talking[editar]

Abby: Amanda é o Voss!
Gibbs: "Ela" é "ele"??
Kate: Oh, meu Deus, Tony saiu com um cara!

Kate: Falando em coisas suspeitas...
Tony: Tudo bem, Kate. Eu posso aguentar isso.
Kate: Como foi beijar um cara?
Tony: [respira fundo] Esquece, não consigo aguentar.

Missing[editar]

[Tony está jogando no computador]
Kate: Muito profissional.
Tony: Estou no meu horário de almoço.
Kate: São 9 e meia da manhã.
Tony: Estou no fuso horário de Greenwich.
Kate: Você vai estar desempregado se o Gibbs te pegar fazendo isso.
Gibbs: Fazendo o quê, Kate?
[Tony rapidamente desliga a tela e finge estar trabalhando]
Kate: Nada. Eu só estava dando ao Tony uns conselhos de moda.
Gibbs: Sobre o quê?
Kate: Bom, ele estava pensando em... furar as orelhas. [Tony olha para ela]
Gibbs: É isso mesmo, DiNozzo?
Tony: Acho que você entendeu mal, chefe. Eu estava falando em alongar o lóbulo...
Gibbs: Se quer ficar parecendo um pirata gay, é você quem sabe. [Tony faz uma careta]
(...)
Gibbs: E, Tony, se esse jogo ainda estiver no seu computador amanhã eu mesmo vou furar suas orelhas.

Abby: O que você acha, Kate?
Kate: Acho que você ainda está sentindo os efeitos da festa de ontem à noite.
Abby: Mas eu só tomei Red Bull!
Kate: Quantos?
Abby: [pausa] Dezoito.

Tony: Chefe, existe alguma razão para você sempre pegar essas estradas de terra?
Kate: É porque você nos odeia?
Gibbs: Eu odeio mais o trânsito.

Tony: Lembra-se dos bons tempos, Kate?
Kate: Que bons tempos?
Tony: Quando Gibbs confiava na gente e nos tratava como colegas.
Kate: (incrédula) Não.
Tony: Bom. Pensei que fosse só comigo.

Split Decision[editar]

Tony: McGee, você ficou maluco?
McGee: O que?
Tony: Você está na mesa do Gibbs, tocando no computador dele! É como tocar... na Arca da Aliança!
McGee: Gibbs sabe o que eu estou fazendo.
Tony: E ele deixou você usar o computador dele?
McGee: Uh huh.
Tony: Sério? Sabe, quando o meu queimou, ele não me deixou usar o dele.
Gibbs: Porque os seus dedos estão sempre engordurados de frango frito e pizza.

Ducky: Abby, estou surpreso. Eu pensava que você fosse mais do tipo anarquista.
Abby: Realmente, eu fui anarquista.
Ducky: E o que aconteceu?
Abby: Regras demais.

Tony: Não ia mesmo deixá-la atirar em mim, ia?
Gibbs: Nah.
Tony: Você tinha um plano, certo?
Gibbs: [inconvincente] Sim.

Gibbs: [descrevendo o relógio que ele está colocando] É um localizador. Não ativarei, a menos que nos movam.
Tony: [com um sotaque Sean Connery] Muito James Bond - ele diz a hora, também?

Tony: Gostei muito dela.
Kate: Uma Agente da ATF envolvida com armas ilegais e assassinato - como não gostar?
Tony: Muito rápido para julgar, Kate. Claro que ela tem falhas, com certeza vai para a prisão, mas meus instintos me dizem que ela tinha boas qualidades.

A Weak Link[editar]

Gibbs: E se quiser entrar naquela conta?
Kate: (encolhe os ombros) Entregue um mandado de buscas para os servidores.
Gibbs: Não temos tempo para um mandado. Qual a opção mais rápida?
Kate: Invadir os servidores.
[Gibbs ergue as sobrancelhas e sorri]
Kate: Não acredito no que acabei de dizer. Nunca teria dito isso antes de começar a trabalhar aqui.
Gibbs: Seja bem-vinda.

[Abby diz a Kate que saiu com McGee e que ele está chateado com ela.]
Abby: Estávamos tomando um café expresso, e de repente do nada ele me diz: "Eu gosto muito, muito de você."
Kate: Nossa. E o que você disse?
Abby: "Obrigada". O que eu deveria ter dito?
Kate: Não sei!
(...)
Abby: Digo, e agora? Vamos assistir juntos "Sintonia de Amor" numa tarde chuvosa de domingo? Irch!
Kate: O que você vai fazer?
Abby: Nada. Vou fingir que isso nunca aconteceu e esperar que ele faça o mesmo.

[Tony vê um carro que adora na garagem da vítima.]
Gibbs: Você não vai começar a me falar tudo a respeito desse carro, vai?
Tony: No filme Thunderball, eles-
Gibbs: Deixe-me reformular, DiNozzo: você não vai começar a me falar tudo a respeito desse carro.

Tony: Acabei de ter uma ideia meio louca.
Kate: Essas palavras nunca são confortadoras quando vêm de você.

Reveille[editar]

Gibbs: Ele ficou na sua casa?
Abby: Sim.
Gibbs: Você dormiu no caixão, McGee?
McGee: Caixão? Você disse que era um sofá cama.
Abby: Bem... e é! Uma espécie...
McGee: Por isso você não quis acender a luz. Não acredito que dormi em um caixão.
Abby: [maliciosa] Não só dormiu...

Gibbs: Regra número sete: sempre seja específico quando mentir.

[Tony preocupa-se com a obsessão de Gibbs em identificar o terrorista.]
Tony: Chefe, posso dizer uma coisa?
Gibbs: Só se tiver algo a ver com o bastardo que estamos procurando.
Tony: Tem.
Gibbs: Então diga!
Tony: Chefe, você está precisando ver Moby Dick.

Tony: Bem, o que há de errado com o cara do Hamas?
Gibbs: O cara do Hamas! Você sabe: o terrorista, o bastardo, o asno! O chamamos de tudo menos pelo seu nome. Sabe por quê?
Tony: Porque não sabemos seu nome?
Gibbs: [furioso] Porque você não está trabalhando em um caso quente! Quero o nome dele! Quero hoje! E não me diga que é Moby Dick!

Kate: [sobre o terrorista que atirou em Gibbs e Gerald] Por que ele atirou nele?
Gibbs: Ele precisa ver a morte pra se sentir vivo. Talvez, pra sentir alguma coisa.

Ari: [entrega o celular a Kate] Ligue para seus amigos do Serviço Secreto. Direi o que eles precisam saber. Meus homens são bons. Eles podem capturar o seu Presidente e o meu.
Kate: O seu?
Ari: Sou israelense. Mossad.

Fornell: A Al-Qaeda bancou essa operação do Hamas. Ari fez o que precisava fazer para manter a confiança deles.
Gibbs: Diga isso ao Gerald.
Fornell: Esqueceu-se que eu perdi um homem e tive três feridos?
Gibbs: Parece que você se esqueceu.
Fornell: Você sabe que não.
Gibbs: Há uma linha, Tobias. Aquele bastardo a cruzou. Não se pode preservar seu disfarce atirando em amigos.
Fornell: E o que você queria que ele fizesse? Ele está com a Al-Qaeda.
Gibbs: [esmurra seu barco, frustrado] Não sei!

[Gibbs e Ari encontram-se na sala de autópsia.]
Gibbs: Por que faz isso?
Ari: Pela mesma razão que você.
Gibbs: Eu não acho.
Ari: Então está mentindo para si mesmo.
Gibbs: E agora? Você volta para o Oriente Médio e diz que Marta era do Mossad e arruinou a operação?
Ari: Sim.
Gibbs: Duas falhas em duas operações. Eu o demitiria se trabalhasse para mim.
Ari: Pessoas que se explodem para matar seus inimigos têm baixas expectativas.

Ari: Se eles [a Al-Qaeda] acreditarem, eu terei acesso ao que eles planejam como o próximo 11 de Setembro. Você arriscaria perder essa oportunidade por orgulho?
Gibbs: Não é orgulho.
Ari: Então o que seria? Amor à pátria? Senso de dever? Sei que isso existe em você, mas o que realmente vale é o orgulho, amigo. Shalom.
[Gibbs saca a arma e dispara à queima-roupa no ombro de Ari, como ele fizera com Gerald. Ari cai ao chão, num misto de dor e surpresa.]
Gibbs: Só estou te ajudando a convencer a Al-Qaeda. [Ari, caído, ri.]

Season Two[editar]

See No Evil[editar]

Tony: Alguém sabe quando o ar condicionado vai ser consertado? E quanto ao nome do gênio que inventou janelas que não abrem? Onde nós estamos, em uma nave espacial? As janelas deviam abrir!
Kate: Andou malhando?
Tony: O verão inteiro. Grato por notar finalmente.
Kate: Estou falando de agora, porque está suando à beça e isso não é muito atraente.

[McGee está trabalhando em uma rede de computadores do NCIS por si mesmo, apesar de não ter sido chamado.]
Gibbs: Sabe aonde essas ideias o levarão?
Tony: É, sabe, McGee ?
Gibbs: Promoção. Se precisar de ajuda, peça ao Tony. Parece que ele precisa de exercício.
[Depois de Gibbs, e um irritado Tony saem]
Kate: Não o deixe intimidá-lo, McGee. É minha tarefa hoje.

Gibbs: [quebrando o celular sobre a mesa] Deus, eu odeio este troço. É uma porcaria!
Kate: Tem uma secretária do Pentágono lá embaixo e ela alega que seu chefe está sendo mantido refém pelo computador.
Gibbs: Vê? [ergue seu celular quebrado] Há uma razão para eu não confiar nessas coisas. [joga pro McGee] Toma, reinicie isso ou algo parecido. [pra Kate] Mande ela subir.
[depois de Gibbs sair]
McGee: Reiniciar?
Kate: Ou pode fazer o que sempre fazemos.
[Tony puxa uma gaveta cheia de caixas com telefones novo e entrega a McGee]
Tony: É o terceiro dele esse mês.
[Mais tarde]
Abby: [quando seu computador começa a falhar] NÃO! NÃO, NÃO, NÃO,... Meu bebê derreteu.
McGee: O sistema está superaquecido.
Gibbs: Então reinicie.
Abby: Acredite ou não, Gibbs, reiniciar não resolve todos os problemas.
Gibbs: [brilhantemente, segurando o celular] Funciona pra mim.

Kate: McGee, não pode ver quando alguém está brincando com você?
McGee: Sabia antes de conhecer vocês.

Tony: Entrega completa.
Gibbs: Bom trabalho, Tony.
Tony: Obrigado, chefe. Significa muito.
Gibbs: Se o NCIS não der certo ouvi que o General Ling tem vagas.

Abby: Encare os fatos, McGee. Estamos perdidos.
McGee: Gibbs não acha mesmo que podemos invadir o Pentágono em uma tarde!
Abby: Ele acha.
McGee: Tem razão, estamos perdidos.

Gibbs: McGee, aonde pensa que vai?
McGee: Uh, Norfolk.
Gibbs: Bem, tenho boas e más notícias. Foi promovido para agente especial em período integral. [levanta um envelope com a promoção de McGee]
McGee: Verdade? É incrível! Quais-
Gibbs: Você pertence a mim agora.
[Depois de ele sair]
Kate: Parabéns!
Tony: É, o que ela disse.
McGee: Então, eu-eu sou um de vocês agora, certo? Não vou mais buscar café? Não vou mais ser humilhado?
Kate e Tony: Não.
McGee: Bem, só quero dizer que nunca levei para o lado pessoal e espero muito-
[Kate e Tony dão um tapa atrás da cabeça de McGee]
Tony: Sabem? Vou acabar me acostumando com isso.

The Good Wives Club[editar]

Tony: Deixe-me adivinhar, nunca inalou.
McGee: Eu inalei.
Tony: Foi?
McGee: Uma vez. Um pouco.
Tony: Como foi?
McGee: Não gostei.
Kate: Não gostou?
McGee: Não...
Tony e Kate: Ele nunca inalou.

Gibbs: Coloque alguém em um vestido de noiva.
Kate: Tony ficaria uma graça.
Gibbs: Não. Ele está fora interrogando os pais da vítima.
Kate: Bem, McGee então.
Gibbs: Não, ele está com Tony.
Kate: Abby.
Gibbs: Não, ela está fazendo os exames de perícia .
Kate: Bem, e você? [Gibbs olha pra ela] Não tem que usar vestido.

Abby: Tem até um panfleto chamado O Guia da Boa Esposa. O que é isso?
Gibbs: Pergunte ao McGee.
Abby: McGee?
Gibbs: McGee.
Abby:Jura?

Vanished[editar]

[Vendo Gibbs conduzir o interrogatório]
Tony: Acho que Gibbs gosta mais disso do que de sexo.
Kate: Explicaria as três ex-eposas.

Kate: A maioria das pessoas cuida da higiene pessoal em casa.
Tony: Isso a incomoda?
Kate: Não, incomoda perceber que não me incomodo mais.

Ducky: DNA não mente, Jethro. Pessoas mentem.

Farmer: (sobre Gibbs) Acho que o latido dele é bem pior que a mordida, né?
McGee: A mordida é muito pior.

Lt. Jane Doe[editar]

Tony: [mostra a foto ao dono do bar] Ela tem aparecido recentemente?
Bar Owner: Não, o que ela fez?
Tony: Foi estuprada e morta.
Bartender: Tem uma fisionomia tão doce.
Tony: Fisionomia doce?
Bartender: É, o aspecto radiante no rosto dela.
Tony: Ela não parece radiante, ela está morta.
Bartender: Nessa foto?
Tony: É, ela está morta.
Bartender: Ela está morta?
Tony: Está morta. Por que seus olhos estariam fechados?
Bartender: Pensei que estivesse meditando.
Tony: [faz uma cara engraçada] Ok... obrigado.

Ducky: Ao contrário dos vivos, quando os mortos falam, eles não mentem.

McGee: Se eu dissesse isso ao Gibbs, estaria vendo estrelas.
Abby: Bem, essa é uma das vantagens de ser eu.

Kate: Você foi ao banheiro há 45 minutos!
Tony: Marcou o horário?
Kate: O que estava fazendo tanto tempo? Não responda!
Tony: Bem, eu estava--
Kate: [tapa os ouvidos com as mãos] Ohhhh, Não! Não quero ouvir isso!

Jimmy: Ducky foi pra Norfolk, acho que foi dirigindo.
Gibbs: Por que?
Jimmy: Por que ele dirigiu?
Gibbs: Não, por que ele foi pra Norfolk?

The Bone Yard[editar]

Fornell: Alguém já lhe disse que você é um nojento insuportável?
Gibbs: [contente] Sim.

FBI Agent: Você é sempre tão esperto?
Tony: Só pra vocês do edifício Hoover.

Fornell: Por mais triste que pareça você é a coisa mais próxima que eu tenho de um amigo, Gibbs.
Gibbs: Está morrendo ou algo assim? [Fornell olha pra ele] Certo, não morrendo. Mas é parte de algum tratamento?
Fornell: Vai me ajudar ou não?
Gibbs: Pensando a respeito.

[Kate e Tony vão disfarçados como um casal trash para um teste de paternidade.]
Kate: Escreveu meu nome direito?
Tony: O quê? Só quero saber se é meu. Ela dorme com muita gente, se é que me entende.
Kate: Se fiz isso é porque ele não é bom de cama.
Tony: Pelo menos não durmo com primos.
Kate: Você dormiu com a minha irmã!
Tony: Pensei que fosse você!
Kate: Ela pesa 130 quilos!
Tony: Ela estava usando seus brincos!
Recepcionista: Já chega! Se não se comportarem vou pedir para se retirarem.
Kate: Olha, tem algum lugar que eu possa esperar, longe dele? Estou implorando.
Recepcionista: Há uma sala de exames vazia atrás da senhora, duas portas à direita.
Kate: Obrigada. [Ela joga seu chiclete em Tony quando sai]
Tony: Desculpe. Ela dormiu com meu primo. E meu melhor amigo. Ao mesmo tempo.

Kate: Wow, achei que era o único que o deixava com muita raiva.
Tony: Nunca conheceu sua segunda ex-esposa.

Jimmy Napalitano: Eu vou matar seus irmãos, seus tios, seu pai e depois de enterrados, mato você.
Gibbs: Não tenho irmãos, sem tios e meu pai morreu há anos. Tenho três ex-esposas cujos nomes e endereços lhe passarei por fax, com satisfação. [ouvimos o som de Jimmy desligando] Que pena! Ele desligou.

Kate: Talvez não precisemos de um. Quer dizer, se estiver preparado para ser pai.
Tony: Acho que ela falou com você, novato.
Kate: Nós vamos ao laboratório pra ver se eu estou grávida do seu filho. Vai ser divertido!
McGee: Oh! E podemos roubar o exame do Pequeno Rickey.
Kate: Fotografá-lo pra Abby.
Tony: Eu faço isso.
McGee: Por que você?
Tony: Acha que alguém acreditaria que você dormiu com a Kate?

[Gibbs e Tony estão no boxe de ringue]
Tony: Aprendeu boxe nos Fuzileiros Navais?
Gibbs: A Corporação não ensina boxe.
Tony: Azar o seu.
[Gibbs derruba Tony e o deixa de costas no chão, sem fôlego e doído]
Gibbs: Eles ensinam a lutar.

Abby: Acabei de identificar o corpo, e é lindo.
McGee: Ele está morto!
Abby: Eu sei.

Ducky: Ele [Palmer] tem boas intenções, mas às vezes me dá uma vontade irresistível de bater nele. É errado?
Gibbs: Faço isso o tempo todo.
Ducky: Eu sei, mas sempre atrás da cabeça.
Gibbs: Um tapa na cara é humilhante, um tapa atrás da cabeça é para acordar.

Deluca: É surdo ou maluco?
Gibbs: Um pouco dos dois.

Deluca: [sobre Gibbs] Há algum segredo para conseguir entrar em seu lado bom?
Tony: Oh, não há segredo.
Kate: Ele não tem esse lado.

Terminal Leave[editar]

Willy: Já atirou em alguém?
Tony: Não nessa semana.

Tony: Quero hora extra dupla por isso, chefe. O garoto é um pesadelo.
Gibbs: Ele me lembra você.

Palmer: Quando eu era criança, eu costumava enterrar os animais sob a varanda, até que minha mãe descobriu. Ela ficou muito zangada.
Ducky: Não queria que enterrasse os bichos?
Palmer: Não. Morávamos no décimo andar de um prédio de apartamentos.

Abby: (depois de tentar uma explicação técnica pra Gibbs, desiste) Máquina com lindas fotos agora.

[Kate pega Tony ouvindo atrás da porta do quarto de Jen enquanto seus pais falam com ela.]
Kate: (sussurrando) O que está fazendo?!
Tony: Uh... ouvindo.
Kate: Isso é errado.
Tony: Fugir com o namorado em uma casa cheia de agentes federais armados, que estão à procura de assassinos da Al-Qaeda, é errado, Kate. Eu só estou tentando reunir informações valiosas pra fazer meu trabalho melhor.
[Os dois concordam e colocam os ouvidos atrás da porta.]

Ducky: [falando com corpo de um poodle] Quando entrou na sala devem ter se virado pra te olhar. Vinda direto do cabeleireiro, com o cabelo arrumado.

Kate: (do chuveiro) Tony! Fora daqui. Agora!
Tony: O quê? Estou só escovando meus dentes. Ah, hey, não use toda a água quente, porque já está aí há séculos.
Kate: Tony, há quanto tempo está aí?
Tony: Tempo suficiente pra saber que não canta bem... e que não depila suas pernas há pelo menos uma semana.

Kate: Não confio nela.
Gibbs: Bom. Está aprendendo.

Gibbs: Foi o dia de sorte do seu pessoal hoje, Agente Reyes.
Reyes: Ah, é? Como pode dizer isso?
Gibbs: Porque meu pessoal atira pra matar.

Gibbs: Abs, olhe o painel da porta. Escuro e brilhante. Dá pra ver um reflexo.
Abby: Um reflexo de quem plantou a bomba. Gibbs, você está contratado!

Gibbs: O que tem pra mim, Abs?
Abby: Recebeu um email do FBI. Eu acho que aquela agente está apaixonada por você.

Call of Silence[editar]

Gibbs: Vamos lá, cabo. Deixe um sargento pagar seu jantar.
Ernie Yost: Você... você nunca foi um oficial?
Gibbs: Ah, claro que não!
Yost: Sabia que gostava de algo em você.

Henry: Gibbs.
Gibbs: Ei, bom dia Henry.
Henry: Sabe o restaurante japonês que você me indicou?
Gibbs: Não gostou?
Henry: Gostei muito. Você só não me disse que tinha que pedir em japonês.
Gibbs: Não tem que pedir. Apenas sorri e come o que servem.

Gibbs: Olhe para ele, Comandante. Em agonia por algo que não fez.
Cmdr. Faith Coleman: Como você sabe?
Gibbs: Já esteve em combate?
Coleman: Não.
Gibbs: O único de quem você depende é o companheiro ao seu lado. Ele é mais próximo de você do que um irmão. Por que você esmagaria a cabeça dele?
Coleman: Só Deus sabe.
Gibbs: Então é bom que Ele me diga, porque eu não entendo nem Yost.

Yost: Você me enganou, sargento.
Gibbs: Nah. Por que eu faria isso?
Yost: Pode ter certeza que faria. E quero te agradecer por isso. [para Yoshida] E você nunca esteve em Iwo Jima.
Hiroshi Yoshida: Iwo Jima, não.
Yost: Ah...
Yoshida: Guadalcanal.

Heart Break[editar]

Abby: Ei, Gibbs. Ouvi dizer que não é fã de CHE.
Gibbs: É uma banda?
Abby: Combustão Espontânea Humana.
Gibbs: Não me faça perder meu tempo, Abs.
Abby: Se lesse mina tese de mestrado poderia passar a acreditar.
Gibbs: Duvido...
Abby: Posso mostrar fotos dos restos de uma mulher de 110 quilos.
Gibbs: É? Mas não fará isso.
Abby: Ela estava sentada na cadeira. Só sobraram as molas chamuscadas do assento, um pedaço da espinha, um pé ainda no chinelo e uns cinco quilos de cinzas. O resto do apartamento ficou intocado.

Tony: Pensei em me tornar médico.
Kate: Você? Médico?
Tony: Doutor Anthony DiNozzo.
Kate: [risos] Deixe-me adivinhar, um ginecologista?
Tony: Oooh... não. Pensei em dermatologia. Horário normal, muito dinheiro, sem emergências. Ninguém morre por causa de uma espinha.
McGee: Eu tive muita acne quando jovem.
Tony: Claro que teve, novato.

Palmer: [para o corpo morto] Tenho que trancá-lo durante a noite, capitão.
Abby: [com uma voz profunda] NÃO! Não me deixe no escuro.
[Palmer pula pra trás]
Palmer: Abby! Eu quase...
Abby: [sorrindo] Quase o quê, [voz profunda] Jimmy?

Forced Entry[editar]

[Gibbs entrega o copo de café a Tony]
Gibbs: Se beber isso, DiNozzo, é um homem morto.

Kate: Talvez assim você se lembre da regra 23.
Tony: Aquela sobre nunca se casar com uma mulher que comer mais do que você?
Sgt. Hegarty: Nunca mexa no café de um Fuzileiro se você quiser viver, Agente DiNozzo.

Abby: Jeremy Davison não tem ficha policial, Gibbs. É um civil sem conexão com os militares. As digitais não são de nenhum caso aberto. O garoto não tem nem multa de trânsito. Está limpíssimo, sem nenhuma manchinha. Se comparar com a neve, a neve vai para a cadeia.
Gibbs: Ou significa que ele nunca foi pego.
Abby: [resignada] Ou significa que ele nunca foi pego.

[Gibbs e Kate entram no apartamento de Jeremy, que está todo bagunçado]
Kate: É assim que eu imagino a casa do Tony.
Gibbs: Só que a mobília do DiNozzo é melhor.

Abby: Sabe o site Friendster? Onde se pode criar páginas com perfis pessoais para conectar amigos on-line.
McGee: E os amigos se conectam a outros amigos e assim por diante.
[Gibbs faz cara de confuso, enquanto Kate e Tony trocam olhares engraçados.]
Abby: Certo, sabe o que são amigos, certo?

Abby: [referindo a um site de fantasia online] Fiz uma pequena busca com os nomes de usuário de Laura Rowens, Solitária325, e o nome CaraLegal653 de Jeremy Davison. Quer saber qual o fetiche que eles têm em comum, Kate?
Kate: Não, não. Vou pro inferno só por estar ouvindo tudo isso.

Chained[editar]

Tony: Kate, Kate?
Motociclista: Quem é Kate?
Tony: Minha cadela. Deve ter pulado. Kate! Kate, venha aqui garota!
Motociclista: Como ela é?
Tony: Uma Shih-Tzu.
Motociclista: Uma o quê?
Tony: Pelo marrom comprido, meio rançoso.

[Kate grita.]
Abby: Algo errado?
Kate: Gibbs está dirigindo.
Abby: Vou rezar em diferentes línguas.

Gibbs: Abs, tem ele?
Abby: [presunçosa] Está realmente me perguntando isso?
Gibbs: [inexpressivo] Não, Abs. Liguei para te paquerar.

[McGee está falando com a Secretária de Estado no Centro Tático]
Vice-Secretária de Estado: E o que exatamente o Agente Gibbs lhe disse pra me dizer?
McGee: Ele me falou pra lhe dizer "dane-se".
Vice-Secretária de Estado: Está me dizendo...?
McGee: Dane-se! Obrigado, Sra. Vice-Secretária de Estado, nossa conversa acabou.
[Ele sinaliza para cortar a ligação. O pessoal do Centro Tático inteiro o aplaude.]

McGee: Chefe, eu disse à ela. Vice-Secretária de Estado.
Gibbs: Sim. E como foi?
McGee: Bem, ela apresentou uma queixa formal ao diretor.
Gibbs: McGee! Bom trabalho.

Tony: Você não pode se afogar em córrego, certo? Pode se molhar ficar morrendo de frio, mas não dá pra se afogar!

Black Water[editar]

Ducky: Você suspeita de alguém?
Gibbs: Bem, você me conhece, Ducky. Eu suspeito de tudo.
Ducky: Sim, é um traço admirável em um investigador. E também, suspeito, razão pela qual seus três casamentos acabaram em divórcio.
Gibbs: Sério? E todo esse tempo eu achando que acabaram porque eu sou um idiota.
Ducky: Claro que isso não ajuda.

Gibbs: DiNozzo! Pegue o material. Veja se McGee ainda está vivo.
Tony: Pode deixar, boss!

[O telefone de Tony está tocando sem parar.]
Kate: Não vai atender?
Tony: Estou no inferno, Kate.
Kate: Eles têm dinheiro lá? Porque você me deve US$43,86 de almoço esta semana.
Tony: Ficarei feliz de pagar ainda hoje, se atender esta ligação pra mim.
Kate: Mesmo? Quem é?
Tony: Uma ex-namorada maluca. Não a vejo desde a faculdade.
Kate: Está te perseguindo?
Tony: Assustadoramente.
Kate: O que quer que eu diga?
Tony: Não sei. Diga que é minha esposa, algo assim. Ela está ligando sem parar há dois dias. Estou implorando, Kate. Por favor!
Kate: Você me paga hoje.
Tony: Claro.
Kate: [pega o celular e atende] Alô.
Outro lado da linha: Alô, quem é você?
Kate: Eu? Ah, sou a esposa do Tony.
Outro lado da linha: São casados?
Kate: Sim, há alguns anos.
Outro lado da linha: Filhos?
Kate: [tapa o celular e pergunta ao Tony] Temos filhos? [Tony diz "três"] Não. [Tony diz "dois"] [Kate volta a falar no celular] Dois.
Outro lado da linha: Tony tem dois filhos?
Kate: Sim. E somos muito, muito felizes. Então, não ligue mais, por favor. [depois de deligar] Acho que preciso tomar um banho.
Tony: Pague a moça, novato.
McGee: Ele apostou US$40 que faria você dizer que era esposa dele hoje.
Tony: Tony, vou te matar.

Doppelgänger[editar]

Abby: [gritando] O QUÊ?!
Gibbs: [tira o celular de sua orelha, olha pra ele, coloca-o de volta em seu ouvido] Caramba, Abby. O que McGee fez agora?
Abby: Ele falou muita bobagem.

McGee: Você está desejando ser um nerd?
Tony: Preferiria ser um sem-teto do que ser você, novato.

McGee: Você descartou dois suspeitos.
Abby: Não, não descartei. O assassino ainda pode ser um deles. Só provei que alguém fumou Llamas no Rock Creek Park.
[McGee liga pra Gibbs. Corta pra Gibbs beijando Karen. Ele atende o celular.]
Gibbs: Gibbs.
McGee: Chefe. Não sei se isso é importante ou não, mas-
Gibbs: McGee, é bom que seja o telefonema mais importante que já deu.
[McGee tenta entregar o celular pra Abby, ela vai pra fora do caminho.]

Gibbs: Ele queria que procurássemos pelo seu corpo.
McGee: É o que teríamos feito, se Abby não tivesse visto o estranho rastro de sangue.
Niles: Cara, tenho que conhecer essa mulher.
McGee: Ela não faz seu tipo. Tatuagens, piercings, maquiagens escuras...
Niles: Ela é gótica?
McGee: Uh-huh.
Niles: Amo góticas.

Abby: Ninguém faz tudo certo da primeira vez, McGee. Menos o Gibbs.

Abby: É mais viciante do que pistache.
[Olhares estranhos de Gibbs e McGee]
Abby: Bem, vocês já comeram pistache?

The Meat Puzzle[editar]

Kate: Gibbs, com quem Ducky parecia quando era mais jovem?
Gibbs: [sorrindo] Ilya Kuryakin.
[Nota: Quando era mais jovem, David McCallum (Ducky) desempenhou o papel do agente secreto soviético Ilya Kuryakin na série de TV O Agente da U.N.C.L.E.]

Tony: [referindo-se a mãe idosa de Ducky] Suas últimas palavras foram "vou cortar sua garganta" ou "colar sua planta". Não consegui entender, ela estava falando enrolado.

Tony: Tony DiNozzo. O gigolô italiano que muda móveis de lugar?

Gibbs: O detetive de homicídios completa o grupo.
Ducky: Está se esquecendo do médico legista, Jethro, cujo testemunho pôs Vincent Hanlan atrás das grades.
Jimmy: Ah, é você!

Ducky: Mãe, essa é Caitlin. [A mãe de Ducky cospe em Kate] Mãe! Falamos sobre isso. Caitlin está aqui para nos proteger!
Sra. Mallard: Mostre-me suas calcinhas.
Kate: Como?
Sra. Mallard: Sua lingerie, senhorita! Pode-se saber a intenção de uma mulher por suas calcinhas.
Tony: Sempre foi minha filosofia.

Kate: Está livre, Tony.
Tony: Ah, obrigado. [apontando para a cachorra] Essa é Condessa, gosta de brincadeira pesada.

Sra. Mallard: [de olho em Tony] Eu tenho uma faca no meu sutiã.

Witness[editar]

Abby: Gosto de ir ao dentista.
Kate: Como é possível gostar?
Abby: Um pouco de dor é uma coisa boa, Kate.

Gibbs: O que a urina lhe disse, Abby?
Abby: Ah, todos os tipos de coisas, tivemos uma conversa muito boa.

Gibbs: [sobre Tony] Você pode não admirar seus métodos, mas deve amar seus resultados.

McGee: O que conseguiu, Abs?
Abby: [para Gibbs] Tenho que responder ao novato?
Gibbs: Faça-o feliz.

Abby: Havia vestígios de cocaína na caixa.
McGee: Então Tony estava certo, ele traficava.
Abby: Talvez não, eram vestígios mínimos. Então podia ser pra esconder dinheiro.
[McGee parece confuso.]
Abby: Ele se diz agente federal.
Gibbs: O dinheiro americano é contaminado por vestígios de cocaína.
McGee: Pensei que fosse uma lenda urbana.
Abby: Me dê uma nota.
McGee: Hein?
Abby: Me dê uma nota!
[McGee dá uma nota a ela.]
Gibbs: De cem?
McGee: É, gosto de estar preparado para um emergência.
Abby: Você é tão certinho.
[Abby passa a nota no papel.]
Abby: Dinheiro é um bom receptor porque a tinta nunca seca. Uma nota usada para cheirar coca que vai para o caixa-eletrônico deixa vestígios diminutos de drogas em centenas de outras. 4 em cada 5 notas em circulação estão contaminadas por drogas e podem ser farejadas por cães.
[Abby volta ao trabalho, sem devolver o dinheiro de McGee.]
McGee: Hum, Abs?
Abby: Sim?
McGee: Esquecendo de algo?
Abby: Não.

[Tony e Kate estão tendo uma guerra de comida]
Gibbs: Outra guerra de comida aqui, eu estou dentro. Com ervilhas.
Kate: Ervilhas congeladas?
Gibbs: Não. Na lata.

Caught on Tape[editar]

Tony: Pelo menos eu não saio com pessoas casadas.
Kate: [para Abby] Poderia por favor dizer a ele que homens e mulheres podem ser só amigos?
Abby: Claro que podem.
Tony: Sem fazer sexo?
Abby: Ah não, eles fazem sexo.
Kate: Abby?!
Abby: O quê? Vamos lá, Kate, nunca dormiu com um amigo?
Kate: [chateada] O que há de errado com vocês?
Gibbs: [chega] Boa pergunta, Kate.

Abby: [lendo os lábios da pessoa na fita] "Nós temos que..." alguma coisa. "Nós temos que - vazio - ele."
McGee: Matar?
Kate: Assassinar?
Tony: Amar? [Gibbs bate nele] Ai. Realmente queria que você parasse de fazer isso!
Gibbs: Eu vou, Tony! Quando você parar de falar bobagens!

McGee: [referindo-se à erva venenosa que cobre metade do seu rosto] Então, honestamente, como eu estou?
Abby: Hum... você quer a verdade, ou quer que eu minta para você, hum... pra aliviar seu fardo?
McGee: Prefiro a mentira.
Abby: Eu também. Você é o mais lindo da terra, McGee.

Tony: Vou levá-lo. Sempre quis um cão. [O cachorro rosna e tenta mordê-lo.]
Kate: Bom garoto. Acho que vou te chamar de Tony.
Gibbs: É uma cadela, Kate.
Kate: Eu sei.

Pop Life[editar]

Abby: Vamos descobrir isso juntos, Jimmy.
Jimmy: Ah, por favor, me chame de Jimmy.
Abby: Foi o que eu fiz.

McGee: (se aproxima de Abby e Palmer colados juntos.) Palmer, o que diabos está fazendo?
Abby: Você sabe, não tem que gritar com ele. Jimmy está com pavor de você agora.
McGee: Ele está? Legal.

Jay: Quem é você?
Tony: O mesmo que a Kate. Bem, não exatamente.

Tony: Chefe, não sei se você quer ver isso mas deveria.

Ducky: (Para Kate e Tony) Precisamos analisar mais profundamente. Claramente há uma rivalidade latente entre irmãos sendo expressa na sua briga adolescente, com tons sexuais. Tudo provém do desejo desesperado de agradar uma figura paterna. Acho que todos sabemos quem.
Kate: O que isso tem a ver com meu sanduíche de atum?

Kate: Precisamos de um mediador, Ducky. Ou vou procurar o RH.
Tony: O que seria conversa!
Kate: Não, Relações Humanas não é conversa!
Tony: É a versão adulta de "vou contar para a mamãe."
Kate: Você é tão criança!
Tony: Não sou.
Kate: É sim!
Tony: Não sou!
Kate: Queremos um mediador não-oficial.
Ducky: Tentaram Gibbs?
Kate: Ugh...
Ducky: Sim, eu entendo.
Kate: Pensamos no McGee.
Tony: Mas, não o respeitamos.
Kate: E depois pensamos em você!
Ducky: Entendo, o terceiro da lista. Bem, fiquei na frente da Abby.
Tony: Acabamos de vir de lá.
Kate: Ela nos mandou passear.
Ducky: Ah.

Tony: Não achei que você notaria!
Kate: Ah se ninguém vê, roubar comida é legal.
Tony: Não roubei, dividi.
Kate: Era meu almoço! Não quero dividir meu almoço com você!
Tony: Viu? Acabou de falar em dividir!
Ducky: Desculpem. Mostrem um pouco de respeito. Este é um local de paz e dignidade.
Tony: Isso antes da Kate entrar aqui.

Tony: O suspeito diz que foi para a cama com uma e acordou com outra.
Abby: Acontece com garotas também. Meia-noite o cara parece bem maneiro e quando se acorda as tatuagens dele são falsas e ele trabalha num banco.
McGee: Eu trabalhava num banco.
Abby: Sua tatuagem é real e você não me desaponta.

Tony: Mas a mocinha da calça apertada exagera em tudo e faz tempestade em copo d'água!

Gibbs: (para o suspeito) Você foi pra casa com uma mulher e acordou com outra?
Tony: Odeio quando isso acontece...

Gibbs: Abs, teste os preservativos.
Abby: Não é o que você quer ouvir logo pela manhã.

Abby: (sobre a stripper) Nossa Kate! Como conseguiu que ela fizesse isso?

Gibbs: Paranoico.
Tony: Me lembra alguém que conheço.

Tony: (depois de Gibbs pegar a última bolacha) Isso não está certo.

(Tony assistindo uma cantora/dançarina no clube, balançando a cabeça pra cima e pra baixo.)
Gibbs: Tony para de pular pra cima e pra baixo. Não podemos ver.

Ducky: Estou ocupado, mas lisonjeado que tenham confiado sua relação a mim. Será como terapia de casal.
(sorri, Tony e Kate se olham.)
Tony: Ah, não vamos usar essas palavras.

Gibbs: Já acabou?
Tony: Quase.
Gibbs: Acabe ou está demitido. Essa são suas opções.
Tony: Acabei.

Gibbs: DiNozzo!
(Tony está dormindo)
Kate: Vou acordá-lo.
Gibbs: Não. Tenho uma ideia melhor. (Aumenta a velocidade e pisa no freio. Tony já está acordado.)
Kate: Sonho ruim, DiNozzo?!
Tony: Eu... o quê... uh... o quê...

Ducky: A faca não acertou seus órgãos vitais o entrar e sair em si não foi fatal.
Gibbs: Ela não sangrou até morrer.
Ducky: Exato. O corpo dela continha quatro litros de sangue então não houve dessangramento.
Gibbs: Ducky...
Ducky: Desculpe. Que palavra adorável "dessangramento". Preciso dizê-la. (ri, nervoso, quando Gibbs olha pra ele.) Continuando...

An Eye for an Eye[editar]

Tony: Um marinheiro transexual morto, um instrutor espião e um par de olhos entram num bar. Qual a piada, Kate?
Kate: Qualquer que seja, envolve a garota e o Paraguai.
Tony: É verdade, mas não tem graça. Novato! Me faça rir!
McGee: Certo, o garçom não acredita, então pergunta ao instrutor espião: "Que diabos está havendo?" E o cara responde: "O quê? Um cara não pode beber com suas pupilas?"

Kate: Gibbs vai superar isso.
McGee: Quando?
Kate: Bem, vejamos. Ano passado Tony derrubou o café dele e eles voltaram a se dar bem, sei lá, há uma hora. Então acho que de oito a dez meses.

Lt. Col. Bushnell: Tenho seu e-mail, Agente Especial Gibbs. E pra falar a verdade fiquei chocada - quando aprendeu a usar o computador?

[Depois de Abby não conseguir ver onde Gibbs está se escondendo para entrar no seu laboratório.]
Abby: Você está ficando mais sorrateiro com a idade!
Gibbs: Pra não dizer mais bonito.

Bikini Wax[editar]

Kate: Olhe, o que estou tentando dizer é que não é muito profissional. Gibbs nunca entraria aqui e diria quanto pagou por sua camisa.
Tony: Isso porque os preços não variam muito na Sears desde 1970.
Gibbs: [entrando] Temos um corpo em Virginia Beach. McGee?
McGee: Sim.
Gibbs: Chame Ducky.
McGee: Entendido.
Tony: Ei, chefe? Conseguiu finalizar aquele relatório que lhe dei?
Gibbs: Não, DiNozzo, não terminei. Tentei terminá-lo ontem à noite, mas a Sears estava em promoção.

Kate: Dê a ele 5 segundos.
McGee: Até o quê?
Kate: Até ele perceber que é um...
Tony: Concurso de biquíni?!

Jimmy: Algo errado, doutor?
Ducky: A cabeça dela está no vaso, Sr. Palmer.
Jimmy: Ah, certo.

Gibbs: E as impressões?
Abby: Comparei-as com as que Tony e McGee conseguiram no banheiro. Não combinam.
McGee: Coletamos centenas de impressões. Tem certeza que testou todas?
Abby: [indiferente] Não McGee, lá pelo meio cansei e disse: "Que se dane."

Gibbs: [para Tony e McGee] Se não começarem logo, vou lhes mostrar uma pegadinha. E os Fuzileiros Navais não dão cascudos, beliscões nem puxões.
Tony: Obrigado, chefe.

Kate: Percebe que está falando de Luke desde que chegamos?
Tony: É uma boa pessoa.
Kate: É um criminoso, Tony, e você está apaixonado por ele.

Conspiracy Theory[editar]

Gibbs: [joga a chave para Tony] Você dirige, Máquina de Sexo.

[Tony manda um email pra Kate com uma foto antiga do concurso de camiseta molhada.]
Kate: Onde consegui isso?!
Tony: Concurso de Camiseta Molhada, férias de 94. Vi no Panamá no mês passado.
Kate: Ai meu Deus...
Tony: Eu ia manter em segredo mas você divulgou meu apelido da faculdade!
Kate: Você não ousaria!
Tony: Oh?

Gibbs: Veja se ele não afundou de vírus minha máquina. [apontando para seu computador depois de Fornell usá-lo.]
McGee: "Afundou"?
Tony: Termo naval, novato.
Kate: Algo entre problema de junta e destruição.
McGee: Certo, uh, quem tem problema de junta?
Kate/Tony: Você tem!

Abby: Correto como sempre, minha raposa de cabelos brancos. Quer dizer Gibbs, senhor, chefe.

Abby: Vê isso? [Levanta um dedo com curativo]
Gibbs: Sim.
Abby: Me cortei instalando uma placa de vídeo no meu computador.
Gibbs: Certo. Você quer que eu dê um beijo ou algo assim?
Abby: Seria legal, mas não é por aí.

McGee: O que vai ser? Policial bom e policial mau?
Kate: Acho que mais policial mau e policial assustador, McGee.
McGee: Quem é quem?
Kate: Acho que terá que perguntar às três ex-esposas.

Red Cell[editar]

Gibbs: Diga a Abby que preciso dela.
Abby [entrando na sala atrás dele] Ah Gibbs, nunca imaginei!

Kate: Odeio dizer isso, mas foi realmente inteligente, Tony.
Gibbs: O quê, Kate?
Kate: Tony pode ter descoberto a forma de encontrar o hacker.
Gibbs: É o seu trabalho. Você acha que eu o mantenho aqui pela sua personalidade?

McGee: Que tipo de técnica de interrogatório é esse?
Gibbs: O método DiNozzo. Não é legal mas é eficaz.

Tony: Dê um sorriso, querida. Vamos voltar à faculdade!
Kate: Seu problema é nunca ter saído de lá.

McGee: Gibbs ainda está bravo comigo?
Tony: Sobre o quê, novato? Um fuzileiro morto no campus? Um suboficial desaparecido? Um hacker que pode ser parte do movimento radical pela paz? Nada disso é realmente sua culpa. Mas pôr Gibbs atrás de calcinhas?
Kate: Ele vai matar você.

Gibbs: Encontrou o hacker?
Tony: McGee está fazendo isto.
Gibbs: Não pedi ao McGee. Pedi ao Agente de Campo Sênior. Quero o maldito hacker! [saí da sala]
Tony: Ouviu isso, Palmer?
Palmer: Ele parecia irritado.
Tony: Não. [sorri] Ele me chamou de Agente de Campo Sênior. Finalmente.

Abby: Chegaram bem na hora da crise de confiança de McGee. Ele começou a perceber que pode haver alguém no mundo mais inteligente do que ele.
Kate: Ah, estou olhando pra esse alguém agora mesmo.
Tony: Bem, Kate, na verdade eu sou o Agente de Campo Sênior, mas experiência é o que conta...
Kate: Estava falando da Abby, seu idiota.
Abby: [Falsa reverência] Obrigada, Kate!

Hometown Hero[editar]

Kate: O carro de Tony foi rebocado. O pobrezinho veio de ônibus.
Tony: Sabe que tipo de pessoa anda de ônibus?
McGee: Sim, eu ando de ônibus.
Tony: Exatamente!

Tony: Gibbs prefere barcos. Não entende que preciso do meu carro.
McGee: Terá um carro reserva, DiNozzo, qual o problema?
Tony: Não é a mesma coisa, pedestre. Meu carro faz parte de mim.
Kate: É um carro, Tony.
Tony: É um clássico, Kate. É um Corvette ZR-1 1990. Potente, rápido, maravilhoso.
Kate: [sarcástica] Em outras palavras, é você.
Tony: Exato!

SWAK[editar]

Gibbs: Nunca tive alergias, nem resfriado.
Kate: Nunca teve resfriado?
Gibbs: Não. Nunca tive gripe também.
Kate: Por que acredito nisso?
Tony: Se você fosse um vírus, atacaria o Gibbs?

Kate: Tony, por favor, estamos presos aqui juntos. Podemos fazer um pacto? Até sairmos não vou tirar sarro das coisas estúpidas que diz e você não vai me contar mais enredos de filmes. Fechado?
Tony: Fechado.
Kate: Obrigada.

[Nos chuveiros.]
Tony: Quem me enviaria uma carta com antrax?
Kate: Escolha uma garota, Tony. Qualquer uma.
Tony: Não é engraçado, Kate.
Kate: Eu sei.
Tony: É sério.
Kate: Eu sei, Tony! Sinto muito.
Tony: Agora mesmo alguém está incinerando meu terno Ermenegildo Zegna, minha gravata Armani, minha camisa Dolce e Gabbana e meus sapatos Gucci!
McGee: Sabe, talvez não seja antrax.
Tony: Gostei disso, novato!
McGee: É, pode ser varíola, peste bubônica, cólera...
Tony: Novato!
McGee: ...talco para os pés, pó de arroz, talco anti-séptico.
Tony: Honey Dust!
McGee: "Honey Dust"?
Tony: Honey Dust! Dou pras garotas.
[Kate olha para ele, mas ela sabe que ele não pode vê-la. Ele sabe disso.]
Tony: Mulheres! Desculpe, Kate. Dou pras mulheres no Natal. Muito sexy, se aplica como uma pena.
Kate: [ri] Não usa a galinha toda?
McGee: Nunca ouvi falar de Honey Dust.
Kate: Foi por que sua mãe lhe ensinou a respeitar as mulheres, McGee.
Gibbs: Faz a pele da mulher ficar macia como seda. Quando beijada tem gosto de mel.
[Todos colocam a cabeça pra fora do chuveiro e olham com horror/espanto para Gibbs.]
Gibbs: Ganhei uma caixa de Honey Dust no Natal passado. Sem cartão.
Tony: Ah... acho que o correio extraviou, chefe. Alguém ganhou uma caixa de Jack e você...
[Tony é cortado por Kate]
Kate: Hey! O correio não separa nossa correspondência?
McGee: É isso mesmo. Toda correspondência federal é passada pelo feixe de íons em Bridgeport, Nova Jersey. Se tiver DNA morre.
Tony: As doenças que citou têm DNA?
McGee: Têm.
Kate: Ah, devia tê-lo deixado mais preocupado.
Tony: Ha ha! Não há com o que se preocupar!
Gibbs: A menos que o correio tenha extraviado de novo.

Tony: Diga-me, doutor. O que eu tenho?
Dr. Pitt: [suspira] Peste Pneumônica.
Tony: Peste? [ri] Peste..
Kate: É, Tony, peste! Porque só você poderia pegar uma doença da Idade Média!
Tony: Não coloquei peste na carta.
Kate: Você abriu!
Tony: É, abri. Por que está tão chateada? Não é que você esteja deitada... [entende]
Kate: É. Isso mesmo, Travolta. Também estou infectada.
Tony: [sincero] Ah Kate, sinto muito.
Kate: Bem, vai se sentir pior.
Tony: [todo sério] Não. Não me diga que Gibbs está também.

[Gibbs bate em Tony]
Tony: Se eu pegar antrax, como vai ficar?
Gibbs: Não tão mal quanto você, DiNozzo.

Gibbs: Um SCUB não significa que a desgraçada não seja um canalha!
Abby: Tem razão, Gibbs. Tenho uma amiga que é travesti. Seus lábios são maiores que os da Angelina Jolie. Lembra, McGee? Você a conheceu no meu aniversário.
McGee: É, aquela com o vestido vermelho decotado com silicone...
[Gibbs bate em McGee.]
Abby: Eu vi aquilo, Gibbs!
Gibbs: Leia, ou vai sentir isso!
Abby: Não enquanto estiver aí!
Gibbs: O quê?!

Gibbs: Tony, me escute.....Está me ouvindo?
Tony: Estou...ouvindo.....chefe.
Gibbs: Você não vai morrer. Entendeu?
[Tony não responde, então Gibbs dá um tapa atrás da cabeça.]
Gibbs: Eu disse: Você.Não vai.Morrer.
Tony: Entendi, chefe.

Twilight[editar]

[Gibbs traz Tony, que estava se recuperando da peste pneumônica, de volta ao escritório. E está intrigado com Kate e McGee o ignorando]
Tony: [observa a equipe pegar suas coisas para sair, ainda ignorado e desconcertado] Talvez eu tenha morrido.
Gibbs: [fica perto dele] Sente isso?
Tony: [olha para Gibbs] O quê?
[Gibbs dá um tapa atrás da cabeça de Tony, que estremece e lhe dá um olhar estupefato.]
Gibbs: [sorri] Ainda está vivo. Bem-vindo de volta, DiNozzo.

Kate: Droga Tony, vou te levar pra casa e te pôr na cama.
[Ducky e Tony se olham e depois olham pra Kate.]

Gibbs: Vamos, DiNozzo. Temos problemas, alguém tentou nos matar de novo.
Tony:' [para uma Abby assustada] Tenho certeza que não quis dizer isso.
[Mais tarde]
Tony: Então tem realmente alguém tentando nos matar?!

Gibbs: Traga Fornell aqui.
DiNozzo: O que devo dizer a ele?
Gibbs: Que está prestes a cometer o segundo pior erro da vida dele.
[Mais tarde]
Fornell: Meus segundo maior erro, Jethro? Muito dramático. Qual foi o primeiro?
Gibbs: Quando se casou com minha segunda esposa.
Fornell: Podia ter me avisado!
Gibbs: Eu avisei!

McGee: É impressão minha ou ele aceitou a situação com o Ari muito bem?
Tony: É isso o que ele mais quer fazer.
McGee: Fazer o quê?
Tony: Finalmente matá-lo.

(Bert, o hipopótamo, peida, seguido por um olhar de questionamento de Tony)
Abby: Era pra fazer esse barulho.
Tony: Você tem um bicho de pelúcia que peida?
Abby: Sim, legal né...
Tony: Sim, de uma maneira perturbadora.

Gibbs: Tem certeza que está pronto?
Tony: Nunca me senti melhor.
Gibbs: Parece horrível.
Tony: Também senti saudade, chefe.

Tony: Eu e Kate? Nunca aconteceu.
McGee: Por que não?
Tony: Ela é muito esperta pra isso.

Gibbs: A proteção acabou, Kate.
Tony: Fez um ótimo trabalho.
Gibbs: Pelo menos uma vez, DiNozzo está certo.
Kate: [levanta-se] Nossa, achei que fosse morrer antes de -
[De repente, um tiro surge do nada, atingindo Kate na testa, que caí no chão - morta. Seu sangue respinga em Tony e Gibbs, que começa a procurar o atirador.)
Ari Haswari: [distante, no telhado, olhando para cima com seu rifle de atirador.] Desculpe, Caitlin...
[A câmera então mostra Kate deitada no telhado, morta, os olhos arregalados e uma pequena poça de sangue atrás dela. DiNozzo, em seguida, olha para ela por alguns segundos antes de olhar para o armazém em frente a eles. Gibbs segue o olhar de DiNozzo.]
Gibbs: Ari...

Season Three[editar]

Kill Ari: Part 1[editar]

Gibbs: Você primeiro.
Tony: Ziva David, Mossad, está aqui pra fazer você parar de perseguir Ari. A sua?
Gibbs: Diretora Jenny Shepard, mesma missão.
Tony: Qual agência?
Gibbs: Nossa.
Tony: Mesmo?

Kate: Por que eu, Gibbs? Parar uma bala não foi o suficiente para você? Por que eu tive que tomar duas?
Gibbs: Eu-eu não sei.
Kate: Você não sabe? Vamos lá, Gibbs, o que seu famoso instinto lhe disse? Por que eu tive que morrer no seu lugar?

Tony: É a primeira vez.
McGee: Ele me chamou de "Tim."
Tony: Bateu nas minhas costas.
McGee: Foi legal.
Tony: Legal? Não quero ele legal! Não é o Gibbs se for legal.

(Abby está sentada em seu laboratório chorando e olhando para a foto que Kate desenhou dela. Kate aparece em roupas góticas.)
Kate: Menina, você está um horror. Olhos vermelhos, sem maquiagem. Se alguma vez houve um momento de batom preto, é agora.
(Abby começa a aplicar o batom)
Kate: Lembra quando nos conhecemos? Eu não podia acreditar que você era uma cientista forense! Sempre pensei que góticos tinham morcegos como animais de estimação, ou vice-versa.
Abby: Eu realmente gostava de você, Kate. Muito.
Kate: Não comece de novo. Coloque suas maria-chiquinhas. Eu amo suas maria-chiquinhas!
(Abby prende seu cabelo com maria-chiquinhas.)
Kate: Assim está melhor. Você foi persistente, Abs. Primeiro batom preto, depois o esmalte preto. E depois, você sabe, a tatuagem na minha bunda.
(Abby ri)
Kate: Ah, Deus... Ducky vai ver! Estou morta e estou envergonhada!
(As duas riem, a voz de Kate se distancia, Abby continua rindo.)

Abby: O que eu posso fazer por você?... O quê?
Tony: Você está mais estranha que Gibbs.
Abby: Como assim?
Tony: Ele está sendo legal.
Abby: Gibbs sempre é legal.
Tony: Pra você e Ducky, talvez; comigo, ele rosna e me bate.
Abby: O que faz você se sentir querido.
Tony: É!

[Tony está protegendo Abby dos tiros]
Tony: (deitado em cima de Abby) Se machucou?
Abby: (ofegante) Não... Você é pesado!
Tony: Desculpe.
Abby: (sentindo a perna dele) Meu Deus, não me admira você ser tão pesado, Tony, você é todo músculo!
Tony: Abby, shhh!!

Kate: Obrigada por me manter coberta na frente dos outros. Principalmente do Tony.
Ducky: Você sempre foi muito recatada.
Kate: Estou morta agora, Ducky. Não devia estar. Podia ter matado Ari aqui na autópsia.
Ducky: Por que hesitou?
Kate: Seus olhos. Havia algo em seus olhos que me fez não querer matá-lo.
Ducky: Seus olhos eram gelo para mim.

Kate: [percebe que está vestindo uma roupa de colegial] Acabei de morrer, e você está tendo pensamentos eróticos comigo?
Tony: Não posso evitar. (Uma lufada levanta a saia de Kate)
Kate: DiNozzo!!
Tony: Às vezes, eu imaginava você nua.
Kate: NÃO!
[Kate desaparece e Ziva está em seu lugar. Tony finge estar ao telefone.]
Ziva: Disque Sexo?

McGee: Que música é essa?
Abby: Estou ouvindo em respeito a Kate.
McGee: Bem, achei que fosse de Nova Orleans.
Abby: E daí?
McGee: Bem, vocês não ouvem jazz no funeral?
Abby: Saindo do cemitério, depois de o corpo ser enterrado. No caminho do cemitério colocamos uma música fúnebre. Sabe o que é música fúnebre, Timmy?
McGee: Música assustadora?
Abby: Pode voltar para a sala principal e deixar eu fazer meu trabalho?
McGee: Não posso.
Abby: Por que?
McGee: Gibbs...Gibbs me disse pra cuidar de você.
Abby: Ahhh… Isso é tão doce!

Ari: Gerald, eu posso ter dado um tiro no seu ombro, mas nunca menti para você.

Kill Ari: Part 2[editar]

Kate: Por que você não a visualiza nua? Ela intimida você?
Tony: Ainda não nasceu mulher que possa intimidar Anthony DiNozzo.
Kate: Está se esquecendo da sua mãe.
Tony: Mães não contam.
Kate: E aquela advogada. Marla?
Tony: Advogada de divórcio. Pior do que mães.
Kate: Bem, Ziva não é sua mãe. Nem advogada de divórcio. Ela definitivamente o intimida.
Tony: Não.
Kate: Intimida.
Tony: Não.
Kate: Intimida.

Gibbs: A partir de agora vamos usar a fonética, como fazíamos no Corpo de Fuzileiros.
Abby: Golf India Bravo Bravo Sierra?
Gibbs: O que foi, Abs?
Abby: Posso voltar ao meu laboratório? Estou enlouquecendo aqui sem nada pra fazer.
Gibbs: Tudo bem, apenas não deixe o --
Abby: Não deixe o prédio. Eu sei. Bravo Yankee Echo.

Tony: Há quanto tempo sabia que eu estava --
Ziva: Me seguindo? Desde que eu saí do Arsenal da Marinha.
Tony: Acho que não.
Ziva: Sedan azul. Você ficou atrás de uma caminhonete branca por um tempo, em seguida, uma van de telefone. Você me perdeu no círculo de tráfego em --
Tony: Certo, certo, você sabia.
Ziva: [dando a ele um copo de café] Tome. Está frio aqui fora. Não deve se sentir mal, fui treinada pelo melhor.
Tony: Sabe, isso é o que eu mais gosto no Mossad.
Ziva: Nosso treinamento?
Tony: A modéstia.

Tony: [depois de Ziva falar sobre a morte da irmã] Por isso entrou no Mossad?
Ziva: Estava no Mossad muito antes da morte de Tali. Velha...
Tony: Tradição familiar?
Ziva: Sentido de dever israelense.
Tony: Vamos lá. Quem recrutou você? Pai? Tio? Irmão? Namorado?
Ziva: Tia. Irmã. Amante lésbica.

Ziva: Gibbs, você parece uma fita riscada.
Tony: Disco. Disco riscado.

Fornell: Está chovendo, Gibbs.
Gibbs: É.
Fornell: Você está cheirando a cachorro molhado.
Gibbs: Havia um aqui embaixo do banco quando eu cheguei. Coloquei-o no abrigo.

Ari: Quero que você saiba que eu não queria atirar em Caitlin.
Gibbs: Então por que atirou?
Ari: Para fazer você sofrer.
Gibbs: Eu o irritei tanto assim?
Ari: Você não. Meu pai. Você me dá o desprazer de lembrar muito o desgraçado.

Gibbs: Já matei muitos homens. Mas agora só vou me sentar e apreciar ver você morrer.
Ari: [aponta o rifle para Gibbs] Lamento atrapalhar seu--
Um tiro atinge Ari na cabeça e ele cai ao chão, morto. Ziva, com a arma nas mãos, desce as escadas.
Gibbs: O pai dele era diretor do Mossad. Não o David!?
Ziva: (olha tristemente para o corpo de Ari) Sim. Ele era meu meio-irmão.

Kate: Está atrasado para o meu funeral, Gibbs.
Gibbs: Desculpe, Kate.

Mind Games[editar]

Abby: Estou grávida, McGee. Gêmeos. Não disse ao pai ainda. É Gibbs. Eu sei que é errado, mas há algo sobre seu cabelo grisalho que me dá frio na barriga.
Tony: Com licença, acho que vou vomitar.
Abby: Estou brincando, Tony. Exceto na parte sobre o cabelo de Gibbs, é bem atraente.
Tony: Qual o problema, Abs?
Abby: McGee está me ignorando!
Tony: Fácil de resolver. [bate atrás da cabeça de McGee.]
McGee: Au! Por que isso?
Tony: Não ignore a Abby; ela é sensível.

Boone: Ele está cravando seu nome nas costas agora.
Gibbs: O jogo acabou! De volta ao corredor da morte.
Boone: Gibbs! Gibbs! O governador já ligou? Porque eles não podem me matar agora. Eu sou o único que pode identificar o assassino. Ei, você acha que ela gritou quando ele cortou sua língua, Jethro?
Gibbs: Não sei, por que não pergunta a ela? [uma maltratada, mas claramente viva Agente Cassidy entra no corredor. Os olhos de Boone se arregalam.]
Paula: Sinto muito que seu advogado vá perder sua execução amanhã.
Tony: Ele está um tanto morto. [Boone está sem palavras]
Gibbs: Aproveite o inferno.

Silver War[editar]


Tony: Você quer algo para ler?
Ziva: O que você tem?
Tony: [puxa uma revista] GSM. É uma revista masculina. A maioria das mulheres acha que as transforma em objeto.
Ziva: [puxa a mesma revista em hebraico] Li no avião. Gostei especialmente do artigo na página 57. Na minha experiência funciona o tempo todo.
Tony: [checa sua cópia] Eu-eu sempre pensei que fosse uma lenda urbana.

[Gibbs e Jenny estão observando Tony e Ziva acima da sala principal.]
Jenny: Ela parece se encaixar.
Gibbs: Ela quase matou toda a minha equipe ontem.
Jenny: Como?
Gibbs: Dirigindo até a cena do crime.
Jenny: Devia ter te dito. Acho que ela era uma motorista de táxi do leste europeu, em uma vida passada.

Gibbs: Enquanto estiver aqui vai observadora. Entregue todas as suas armas.
Ziva: Está brincando, certo?
[Gibbs apenas olha pra ela. Ziva tira a arma e dá a ele.]
Gibbs: E sua reserva.
Ziva: Que reserva?
Gibbs: Perna esquerda.
Ziva: Ah. Aquela. [remove o coldre no tornozelo]
Gibbs: E a faca escondida na sua cintura. [Ziva remove a faca e entrega a Gibbs, que a devolve.] Pode ficar. [em voz baixa, no ouvido de Ziva] Só quero que saiba que eu sei.

Abby: McGee, nunca esqueça: eu sou uma das poucas pessoas, no mundo, que pode matá-lo sem deixar nenhuma evidência forense.

Switch[editar]

[A equipe chega à cena, um policial cumprimenta Tony]
Officer: Agente Especial Gibbs?
Tony: Uh, não... ele é o mais velho com um belo sorriso no rosto.
[Ri e aponta para um severo Gibbs.]

[a cena de crime é uma batida de carro abaixo de uma inclinação muito íngreme, Ducky chama os agentes para ajudarem a encontrar uma bala.]
McGee: [troca olhares inquietos com Tony] Bem... como você deixou bem claro muitas vezes, eu sou apenas o Agente de Campo Júnior.
Tony: Mais uma razão para você fazer essa experiência, novato.
McGee: E se eu seguir seus passos... você conduz o caminho?
Tony: Que tal você beijar minhas nádegas?

Ziva: Só pra deixar claro, existem mais dessas regras que eu deveria saber?
Gibbs: Cerca de cinquenta delas.
Ziva: E eu acho que elas não estão escritas eu algum lugar que eu possa-
Gibbs: Não.
Ziva: Então como que eu vou--
Gibbs: Meu trabalho é ensiná-las a você!

Gibbs: Detestaria começar a bater em você como faço com o DiNozzo.
Abby: Você não faria isso. Ou faria?
Gibbs: E não vai ser na cabeça.

[procurando na casa de um Oficial]
Ziva: Uma vez ele nos viu em Norfolk, ele deve ter ido tomar uma pipa.
Tony: Caminhada. A expressão é ir caminhar.
McGee: Ela pode ter se confundido com "soltar pipa".
Ziva: Falo cinco línguas, me perdoe se errar às vezes. Encontrei seu livro bancário.
Tony: Talão de cheque.
Ziva: O que quer que seja. Seus depósitos parecem altos.
Tony: De onde você vem podem parecer altos, mas aqui no bom e velho E.U.A... [vê o talão de cheques] São muito, muito altos.
[Um som vem de outra parte da casa. Todos sacam as armas.]
Ziva: Acho que é o-
Tony: Shh!
[Eles vão para a cozinha e abrem o armário, um sagüi grita, Tony pula.]
Tony: É um...
Ziva: É um sagüi.
McGee: Na verdade é um macaco-prego.

Tony: Já terminou aquele banco de dados, novato?
McGee: Ontem.
Tony: Então ele deveria estar na minha mesa ontem, não é?
McGee: Não acho que uma compilação de bares de strip seja tão urgente.
Tony: Mas é.
McGee: Por que?
Tony: Não tenho que me explicar para um agente júnior.
McGee: OK. É relacionado ao trabalho, ou...?
Tony: Mas vou, só desta vez. É uma missão de misericórdia, novato. Um amigo meu vai se casar com uma fera de mulher particularmente desagradável.
McGee: E daí?
Tony: E daí? Daí que a lembrança de sua despedida de solteiro será a única coisa que irá sustentá-lo pelo resto de sua miserável existência!
McGee: Vou imprimí-la assim que terminar isto.
Tony: Em nome dos homens de toda parte, obrigado.

Abby: Tenho algumas boas e más notícias. Boas notícias: ainda sou fofa...

The Voyeur's Web[editar]

Ziva: De onde todas essas pessoas vêm?
Tony: Não viu a placa? É dia de venda de garagem.
Ziva: Eu vi. Os fuzileiros vendem suas garagens muitas vezes?
McGee: Não. É mais quando as pessoas juntam as coisas que não querem mais e os vendem em seus quintais.
Ziva: Por que alguém iria querer comprar o lixo de alguém?
Tony: O lixo de um homem é o tesouro de outro.
Ziva: Em Israel nós temos um ditado: "zevel, zeh zevel". [Tony e McGee olham pra Ziva, confusos] "Lixo é lixo."

Ziva: O que prova o que eu tenho suspeitado por muito tempo - apesar da imagem conservadora, os americanos amam pornô.

Tony: Ei, pare de sentir pena de si mesmo. Faça o que você faz melhor.
McGee: O quê, você quer dizer estragar tudo?
Tony: Não, achar respostas quando ninguém mais pode.
Ziva: Foi legal da sua parte.
Tony: Nunca chute um novato quando ele está pra baixo, Ziva.
Ziva: Achei que a expressão fosse "cachorro".
Tony: Mesma coisa.

Tony: Se as coisas ficarem complicadas, apenas siga minhas ordens.
Ziva: Eu não preciso de babá, Tony, já estive em centenas de situações assim antes.
Tony: Nunca comigo, até onde sei você é novata.
Ziva: Nunca fiz sexo com você também, quer dizer que sou virgem?

Honor Code[editar]

Jen: Sempre admirei seu jeito com crianças. Já pensou em ter os seus próprios?
Gibbs: É uma oferta, Jen?

Ziva: O garoto tem uma boa memória. Há também alguém aqui da Previdência Social para pegá-lo.
Gibbs: Serviço, Ziva. Previdência Social é para pessoas mais velhas.
Ziva: Anotado.

Ziva: Ele me devia um favor.
McGee: Quantas pessoas te devem um favor?
Ziva: Quantos namoros Tony tem em um mês?


Under Covers[editar]

[Tony e Ziva estão disfarçados de assassinos casados. Abby chama com o resultado da autópsia que mostram que a esposa está grávida.]
Ziva: O que está fazendo?
Tony: Tentando imaginar você grávida.
Ziva: Não!
Tony: Eu tenho, eu vou ser pai! É uma grande responsabilidade.
Ziva: Talvez não seja seu.
Tony: Talvez ela não soubesse.
Ziva: Ah, ela sabia.
Tony: Então pra quê assinar o contrato? Colocar o nosso feto em risco?
Ziva: Talvez a gente precisasse do dinheiro.
Tony: Crianças são caras...
Ziva: E balas são baratas...

[Dois agentes do FBI monitoravam Tony e Ziva, e estão convencidos de que eles transaram de verdade.]
Maya: Estamos falando sobre seus agentes fingindo serem um casal de assassinos.
Yussif: Muito convincente.
Maya: Acho que ninguém no FBI iria tão longe para fazer uma investigação.
Yussif: [olhando para Maya] Eu iria!
McGee: Pessoal, eles estavam fingindo.
Yussif: Acreditem, eu sei quando alguém está fingindo quando faz sexo.
Maya: É verdade. Eu conheço a sua mulher.

[Ziva ronca sem parar.]
Tony: (resmunga) Pinto louco...
Ziva: (sonolenta) Ouvi isso, minha Bundinha Cabeluda.

[Na privacidade do elevador, Gibbs e Fornell rapidamente chegam a um acordo.]
Fornell: E as pessoas dizem que somos canalhas?
Gibbs: Só porque eles nos conhecem.

[Depois de ser resgatado.]
Tony: Eu quero o divórcio!

Ducky: Não parece ter havido nenhum dano permanente. Quantas vezes ele te bateu?
Tony: Não contei.
Ziva: Sete vezes.
Tony: Ela estava, claro.
Ziva: Não foi difícil.

Ziva: Te levo pra casa. [balança a chave de Tony e sorri]
Tony: Novato. [olha esperançoso para McGee]
McGee: Ah, Ziva, acho que eu devia levá-lo essa noite.
Ziva: Por que?
Abby: Talvez ele queira viver.

Frame-Up[editar]

Tony: [para Ziva, provocando] Você configurou isso, não foi?
Ziva: Eu nunca...! Beleza, talvez eu fizesse, mas não fiz.

Sacks: Você entende o problema que tem aqui, DiNozzo?
Tony: Ah, acredite em mim. Eu entendo. Você percebe que tem um aglomerado enorme de algo verde entre os dentes?
[Depois do interrogatório]
Sacks: Esse cara está envolvido em um homicídio e fica fazendo piadas!
Fornell: Nunca trabalhou com o NCIS antes, trabalhou, Agente Sacks?

Ziva: Nós estivemos latindo na árvore errada durante toda a investigação.
Tony: Arbusto.
Ziva: Desculpe. Latindo no arbusto errado?
Tony: [sorri] Árvore.

[Tony está preso, e vai lentamente enlouquecendo.]
Tony: Sabe, estava pensando. Sou o sonho de um procurador federal.
[...]
Tony: Porque eu estou com raiva, e sou imaturo e gosto de controle!
[...]
Tony: Sim, eu rasguei uma luva no local. Parece um pouco desleixado para um agente federal que investiga cenas de crime, mas você sabe, essa coisas acontecem com maníacos suicidas... Certo?
[...]
Tony: Não vou sair dessa, vou chefe?
[Gibbs o chama para perto, em seguida lhe dá um tapa atrás da cabeça.]
Tony: Obrigado, chefe.

Abby: [indicando Chip amarrado e amordaçado no chão] Posso trabalhar sozinha agora?

Probie[editar]

Jen: No que está pensando?
Gibbs: Paris.
Jen: Tire sua mente do quarto, Jethro.

Tony: [no celular com o banco de esperma] DiNozzo, grande D, pequeno I, grande N, pequeno ozzo.

Gibbs: Alguém pode me dizer o que está havendo aqui?! Primeiro, o assistente da Abby acusa Tony de assassinato, agora McGee mata um policial... alguém andou quebrando um espelho?

McGee: Matei um policial prendendo um traficante?
Ziva: Seu ganso está cozido.
Tony: Poderia considerar isso certo.

McGee: Tony, eu não sou como vocês. Você foi treinado como um policial, Gibbs foi um atirador dos Fuzileiros, Kate protegia o presidente dos Estados Unidos... Só Deus sabe o que Ziva fazia no Mossad. Minha formação é engenharia biomédica e computação forense. Não acho que sirva pra ser um agente de campo.
Tony: A primeira vez que atirei em alguém, molhei minhas calças.
McGee: Sério?
Tony: Sério.
[McGee solta uma risada.]
Tony: Se contar a alguém, te dou uma surra.

Tony: [Referindo-se a provocação de Ziva] Está gostando muito disso, não está?
Ziva: Ah... sim.

Model Behavior[editar]

Jen: [no telefone com Gibbs] Gibbs, onde você está?
Gibbs: [abrindo a porta da sala da Diretora atrás da Jen] Bem atrás de você.
Jen: Realmente odeio quando você faz isso. [ela desliga]

Gibbs: Ok, quer me ajudar a consertar isso? Me dê o número daquela réporter.
Jen: Vai pedir desculpas?
Gibbs: Não, pedir pra jantar.

Ziva: [referindo-se à modelo] Você realmente a acha atraente?
Tony: Sim?
Ziva: Bem, tenho vontade de atirar nela!

Tony: [pega Ziva rindo de um reality show] Pensei que fosse apenas entretenimento estúpido?
Ziva: É chamado de pesquisa, Tony, e estou apenas observando.
Tony: Bem, é apenas o começo. Antes que perceba estará em casa, comendo uma grande caixa de chocolate, assistindo o Food Network no seu plasma de 50 polegadas.
Ziva: Não somos corrompidos tão facilmente. Pegue McGee como exemplo. Ele foi criado nos Estados Unidos por toda a vida e mal liga a televisão. Diga a ele, McGee!
Tony: Sim, diga, McGee.
McGee: Bem, depende do que você considera raramente. Eu posso assistir 20 minutos aqui ou ali.
Tony: Diga a ele o que você faz no seu tempo livre, novato.
McGee: Não é TV.
Tony: Ele finge que é uma fada em um jogo online de computador.
Ziva: [chocada]
McGee: É um lorde elfo.
Tony: [rindo] Que seja.
Gibbs: Keller não cometeu suicídio, foi assassinado. [olha para Ziva e Tony] Que diabos vocês dois estão fazendo aqui? Descubram o porquê!
McGee: Chefe, acho que achei alguma coisa.
Gibbs: Está esperando que eu adivinhe, lorde elfo?

Boxed In[editar]

Tony: Por que está em cima de mim?
Ziva: Estou protegendo você, Tony.
Tony: Não.
Ziva: Bem, não parecia se importar quando estávamos disfarçados.
Tony: Pode ter algo a ver com o fato de que estávamos nus.
Ziva: Talvez se fosse mais quente aqui, hmm?
Tony: Deixe-me reformular a pergunta: por que você ainda está em cima de mim? [Ziva sorri]

Tony: ...sua vida teria mais sentido se tivesse dormido comigo.
Ziva: Se tivesse alguma coisa na cabeça, eu poderia.
Tony: Sério?
Ziva: Não.

Ziva: Não posso dizer aonde estamos indo.
Tony: Há três maneiras de chegarmos lá: trem -
Ziva: É curioso. Nós poderíamos ser como os homos daqueles filmes antigos.
Tony: Vagabundos. Não homos.

Ziva: Agora, se os senhores me dão licença...
McGee: Aonde você vai?
Ziva: Estive trancada com Tony o dia inteiro. Ao banheiro das mulheres!

Deception[editar]

Tony: Relaxe, cara, somos Federais.
Oficial de segurança: De que agência?
Ziva e Tony: NCIS.
Oficial de segurança: Nunca ouvi falar.
Ziva: Serviço de Investigação Criminal da Marinha.
Oficial de segurança: Nunca-ouvi-falar.
Tony: [fingindo estar aborrecido] Você sempre pensa que vai se acostumar, mas nunca se acostuma.

Oficial de segurança: [falando no seu rádio] Central? Tenho dois suspeitos afirmando ser federais.
Tony: [olhando para o radio] Não, pequena luz vermelha significa que o rádio não está funcionando.

Tony: Ninguém vai atirar em ninguém, certo Agente David?
Ziva: Ele me chamou de idiota.
Oficial de segurança: [choramingando] Desculpe, senhora.
Ziva: [mais raiva] "Senhora"?

Abby: [para Gibbs] Obrigada, senhor.
Gibbs: Não me chame de senhor.
Abby: Obrigada, senhora.

[A equipe rastreia o celular da vítima com dois adolescentes bebendo cerveja na floresta.]
Ziva: Quem é no celular?
Danny: Uh, minha namorada.
[Ziva pega o celular.]
Ziva: [voz sexy] Oi... [risos] Ai meu Deus, não me toque aí!
Namorada do Danny: O quê?
Ziva: Ele te liga de volta, tchau!
Namorada do Danny: Espere um segundo...!
Ziva: [desliga, para Danny] Você está preso.

[McGee está interrogando um rapaz valentão]
McGee: Sabe, a melhor parte é que quando você envelhecer não vai se lembrar de seus nomes. Mas sabe de uma coisa? Eles [as vítimas de "bulling"] sempre vão se lembrar do seu. Legal, não é?
Jason: Sabe, eu nunca pensei muito nisso.
McGee: Mas eu sim. Sabe por quê? [gira a cadeira e encara ameaçadoramente o rapaz] Porque eu era um daqueles garotos! E eu esperei a vida inteira por este momento, seu monte de lixo!
Jason: [assustado] Eu não fiz nada!
McGee: Vou te acusar de ajuda e cumplicidade em um sequestro, interferir em uma investigação federal e de vender propriedade roubada! Sabe o que isso significa? Que eles vão te tratar como um adulto, Geck. E quando você estiver na prisão, toda noite quando estiver chorando antes de dormir, quero que você pense em mim, valentão! Terminamos aqui. Te vejo no tribunal!

Light Sleeper[editar]

Gibbs: O treinamento sobre sensibilidade vai ter que esperar. Duplo homicídio em Quantico. Esposas de fuzileiros. Peguem suas coisas!
[Tony comemora discretamente, ao contrário de Ziva]
Ziva: Yes! [Tony e McGee olham para ela] Foi inapropriado?
McGee: Um pouco.
Tony: Provavelmente você é a razão de nós termos que assistir essas aulas idiotas.
Gibbs: É pra hoje!

Gibbs: [sobre uma rachadura do tamanho de um punho na parede] Sinal de um casamento infeliz.
Ziva: Engraçado, achei que parecia um buraco na parede.

Jimmy Palmer: Sempre digo, você pode escolher seu nariz, mas não pode escolher sua família.

[No relatório Abby não encontra resíduos de pólvora nas roupas do suspeito.]
Gibbs: Ele poderia ter usado luvas-
Abby: Ou trocou de roupa, estou muito a frente de você, Gibbs. Por isso estou executando uma análise completa de todos os resíduos do guarda-roupa de Porter. [como Gibbs] Quanto tempo, Abby? [como ela mesma] Bem, vai levar tempo, e as coisas não cheiram bem, não acho que a roupa seja uma prioridade... [Gibbs] Abs! [ela mesma] Hum, duas horas? Assim que souber de alguma coisa, você saberá de alguma coisa. [Gibbs] Você tem uma, algo mais? [ela mesma] Sim, como uma questão de fato... [levanta um copo de café] é pra você.
Gibbs: Por que?
Abby: Por me tirar da aula de sensibilidade. Estávamos prestes a perder a confiança e esses caras da Administração não têm... nada nas mãos. [como Gibbs] Só me dê os nomes deles, Abs, e vou prendê-los pra você! [como ela] Sei que faria, Gibbs. E é por isso que eu te amo. [Gibbs sorri, beija Abby na bochecha e sai]

Tony: Então diga-nos Jane Bond como vamos encontrá-la?
Ziva: Não vai, agora mudei minha aparência, substitui minha identidade com o documento reserva e me mudei.
Tony: Jura? (Ziva sorri pra ele)

Tony: Como meu pai costumava dizer: "Cuidado com quem você casar, Anthony, ela pode ser uma maníaca homicida."
McGee: Seu pai realmente te disse isso?
Tony: Não, mas tenho certeza que ele pensou.
Ziva: Provavelmente ele conhecia seu gosto por mulheres.

Ziva: Aprendi com Gibbs que, em certos casos, você pode atrair mais abelhas com mais mel...
Tony: Moscas.
Ziva: O que moscas têm a ver com mel?
Tony: Moscas... não gostam de... vinagre.
Ziva: Vinagre?
Tony: É complicado. Aí vem ele.

Gibbs: Ziva, Tony. O que aconteceu mais cedo, com a bomba... eu só quero que saibam...
Tony: Não precisa dizer isso, chefe. Sabemos o que sente sobre nós.
Ziva: Gibbs, somos uma equipe. É o que fazemos.
Gibbs: Ia dizer que se algum de vocês desobedecer a uma ordem direta de novo, eu mesmo os mato.
Tony: Esse é o nosso chefe.

Head Case[editar]

Ziva: [para DiNozzo] Não sabia que seu apelido era Pãozinho de Mel.
Gibbs: Apenas Naomi e eu o chamamos assim!

Jen: [para Tony, depois de ela ter dado informações sobre o caso] Algo errado?
Tony: Ah, só me perguntando se Gibbs sabe quem é o contato secreto de Ziva.
Jen: Tínhamos um ditado na Europa: "O que quer que Gibbs não saiba..."
Tony: "...não pode o machucar".
Jen: Não. "Não pode nos machucar".

Jen: [Olhando Jeanne Oliver através do espelho de dois lados na sala de interrogatório] Você acha que seria inapropriado se eu, como diretora, fosse lá e tirasse aquele sorriso do seu rosto?
Gibbs: Sim, seria. Mas isso é o que eu vou fazer.

Family Secret[editar]

Ziva: O que você está fazendo?
Tony: Estou no meio de uma negociação muito séria.
Ziva: No computador do McGee?
Tony: Sei onde você quer chegar com isso, e a resposta é sim.
Ziva: E qual seria a pergunta?
Tony: Será que eu não tenho vergonha?

Tony: Ela pediu pra sair com você? Você?!
McGee: Confie em mim, estou tão surpreso quanto você.
Tony: Confie em mim, não está.

[Gibbs bate na nuca de Ziva]
Ziva: Au! Por que fez isso?!
Gibbs: Alertar DiNozzo.
[Ziva lança um bloco de notas no Tony]

Gibbs: Você sabe como eu sinto sobre coincidências, Abs.
Abby: Os pigmeus equatoriais sabem como você se sente sobre coincidências, Gibbs.

Gibbs: [Depois de ouvir Abby dar uma explicação muito complicada de eventos que levou a uma explosão] Não foi acidente.
Abby: Não, a menos que o anjo da morte esteja passando pelo palco Rube Goldberg.

Tony: Não conseguimos encontrá-lo. Mas não descansaremos até acharmos!
McGee: Ou morreremos tentando!
Tony: [com um olhar horrorizado para McGee] Ou morreremos tentando?! Tinha que colocar isso na cabeça?

Ravenous[editar]

[Ziva e Tony estão vendo agentes novatos assistirem a uma autópsia.]
Ziva: Tivemos esse mesmo teste no Mossad. Se falhar, eles acabam com você.
Tony: Como se falha em uma autópsia?
[Um dos novatos vomita.]
Ziva: Fazendo aquilo. O que acontece se falharem aqui?
Gibbs: [Entrando] Bem, depende muito, Agente David. Alguns se tornam nosso diretor.

Abby: Ah ei, eu ia ligar pra Tony e McGee. Acho que eles estavam fazendo sexo.
Ziva: [Incrédula] Tony e McGee?

Ziva: Leões e aranhas e ursos, meu Deus!

Gibbs: [ao flagrar Abby e McGee se abraçando] Vocês vão parar de se agarrar ou vou ter que mandar o McGee para uma estação meteorológica no Ártico?

Tony: Vamos sair na próxima semana. Yeah!
Ziva: Não é ruim, Tony. Landis me convidou para sair essa noite, eu disse que não. Não quero que ele ache que sou vulgar.
Tony: O termo é "fácil".
Ziva: Qual a diferença?
Tony: Na maior parte das vezes a maquiagem.

Gibbs: [Saindo pra procurar o assassino na floresta] Ziva, você fica aqui com a Ranger Hendricks.
Ziva: Gibbs, acho que seria melhor --
Gibbs: Queremos ele vivo. Você fica. [Ele sai com outros, Ziva e Ranger Hendricks ficam]
Ranger Hendricks: Eu odeio quando os homens tentam te proteger porque é mulher.
Ziva: Ele não está tentando me proteger. Ele tem medo que eu mate Rowan, antes de dizer onde a garota está.

Bait[editar]

[Gibbs entrou na sala com o sequestrador.]
Tony: [de fora] Eu quero falar com o Agente Especial Gibbs.
Gibbs: Todos estão bem... chefe.
Tony: Bom ouvir isso, Agente Especial Gibbs.
Kody: Seu agente diz que você é um negociador.
Tony: Bem, isso é certo. Ele é meu melhor homem.
Kody: Seu melhor homem foi idiota por entrar aqui.
Tony: Ele sempre teve uma atitude problemática.
[Dentro da sala, Gibbs sorri. Fora da sala, Tony estremece.]

Tony: Só quero que saiba que a Agente Especial Caitlin Todd está procurando pela sua mãe.
Kody: Não volte até achá-la. Não vou dizer de novo.
Tony: Tudo certo, estou indo.
Marine: Como vai dizer ao Gibbs que a mãe do garoto morreu?
Tony: [sombrio] Já disse. A Agente Especial Todd está morta.

Iced[editar]

McGee: Algo errado, chefe?
Gibbs: Apenas admirando seu lado feminino.

Tony: Próxima coisa, vai começar a usar tamancos em banhos de espuma.
McGee: O que há de errado com banhos de espuma?

Tony: Não se trata de orientação. É sobre a imagem.
Ziva: Então sua imagem é homo-púbica?
Tony: Homo-fóbica.

Tony: Gelo? Significa que...
Ziva: Você vai fazer uma piada muito infantil sobre um caso frio.
Tony: Seria muito bom também.

Gibbs: [Tony recuperou três armas no lago] Espera um "bom garoto"?
Tony: Pensei que seria legal.
Gibbs: [alisa a parte de trás da cabeça de Tony] Bom garoto.

Cesar Bernal: [para McGee] Anda assistindo muitos programas policiais.
(da sala de investigação)
Tony: Não acho que McGee assiste a muitos programas policiais.
Ziva: McGee é um interrogador capaz. Ele pode ser muito intimidador quando quer.

Cesar Bernal: Não pode me manter aqui!
McGee: Não, na verdade eu posso. Veja, La Vida Mala tem suspeita de ligações com a Al-Qaeda, então tudo o que tenho a fazer é dizer a palavra "terrorista" e mantê-lo preso aqui até a morte.
(da sala de observação)
Tony: Aquilo foi realmente intimidador.

Tony: Meu nome é Anthony. Meus amigos me chamam de Tony, que de trás pra frente significa "por que não".
[Nota: Tony ao contrário: y-not = why not = por que não, em português.]

Cesar Bernal: (ironicamente) Sempre Fiel.
Gibbs: Adeus, Cesar.

Untouchable[editar]

Tony: (olhando para McGee dormindo) Tem alguma supercola, Abs?
(Gibbs entra e bate atrás da cabeça de Tony)
Gibbs: O que eu te disse sobre isso, DiNozzo?
Tony: A pele pode não crescer novamente.

Gibbs: Parece que eles estão colocando anéis decodificadores nas caixas de cereal de novo. [a equipe apenas olha pra ele] ...O quê?
Tony: Uh... pouco antes do nosso tempo, chefe.

[Abby está conversando com Sra. Mallard no seu laboratório]
Sra. Mallard: [sorri] Sabia que sem essas tatuagens e a coleira de cachorro, você é a cara da minha irmã Gloria?
Abby: Obrigada!
Sra. Mallard: [franze a testa] Odiava ela.

Abby: Sra. Mallard, gostaria de ver meu espetrômetro de massa?
Sra. Mallard: Que jovem encantadora. É claro que gostaria, minha querida. O que é um velocímetro em massa? Se move muito rápido?

Bloodbath[editar]

McGee: Soa como um banho de sangue.
Tony: Segundas. De quantos corpos estamos falando?
Gibbs: Quem disse alguma coisa sobre corpos, DiNozzo?

Palmer: [quando ele saí da cena e a equipe entra] Levaria um guarda-chuva se fosse entrar lá.

Gibbs: Alguém foi dissecado aqui, Ducky?
Ducky: Mais como três alguéns.

Gibbs: Por que não veio até mim, Abby?
Abby: Porque eu queria ele longe, Gibbs. Não atacado com um taco de beisebol.

[Gibbs está visitando o ex-namorado de Abby, Michael, em seu negócio, Krime Kleaners]
Gibbs: A única razão pra você ainda poder andar é que eu não tinha ouvido falar de você até hoje.

Abby: Sou cientista e ele brinca com bonecos de vodu.
McGee: Uh, Abby, você brinca com bonecos vodus.
Abby: Quis dizer metaforicamente, McGee. Não acho que eles realmente façam alguma coisa. Eu só brinco com eles, sabe, pra relaxar.

McGee: Hora de dormir. Vou pegar o saco de dormir.
Abby: Somos adultos, McGee. Podemos dividir a mesma cama.
McGee: [Vendo Abby brincar com sua máquina de escrever] Se você prometer manter as mãos em si mesma.
Abby: Claramente você não as manteve. Sua camisa [Abby está vestida com a camisa de McGee] cheira a J.Lo Glow. Ah, minha escova de dentes, não consigo achar. Acho que derrubei no seu carro.
McGee: Tudo bem. Sua antiga escova ainda está no meu banheiro.
Abby: Ainda tem minha velha escova de dentes? É assustador, McGee. Talvez devesse pegar o saco de dormir.
McGee: O que é assustador? Apenas nunca me preocupei em jogá-la fora. [Abby sai do banheiro com uma escova na mão] O quê?
Abby: Essa não é minha escova de dentes.
McGee: Bem, então eu devo ter comprado uma segunda e esqueci.
Abby: É uma escova de joaninha, McGee. É fofa para uma menina chamada Gina Marie que faz biscoito e usa J.Lo Glow. Não para quase agentes federais viris que carregam uma arma.
McGee: Vai usar ou não?
Abby: Uma escova de dentes anônima? Prefiro remover minhas amídalas com a navalha da Typhoid Mary.
McGee: Aonde está indo?
Abby: Pegar minha escova de dentes?
McGee: Não. Não, não vai sair do apartamento.
Abby: Por que não, McGee? Nós dois sabemos que Gibbs está sendo superprotetor.
McGee: Não estou preocupado com você. Estou preocupado comigo se Gibbs souber que deixei você sair do apartamento.
Abby: É um argumento muito bom. Você vai.
McGee: Também não vou te deixar sozinha.
Abby: Tudo bem, então vou usar sua escova de dentes.
McGee: (pega seu casaco) Não abra a porta pra ninguém! (sai)
(alguém bate na porta, Abby vai ver quem é)
McGee: Eu disse pra você não abrir a porta pra ninguém!
Abby: O que esqueceu?
McGee: Minhas chaves.
Abby: Por que precisa das chaves se eu estou aqui?
McGee: As chaves do carro. Agora, não abra pra ninguém! (Abby lhe dá uma saudação) Ninguém ou eu vou amarrar você.
Abby: (excitada) Sério?

Gibbs: Fique com Abby.
McGee: Chefe, vai ter que tentar tirar ela do elevador primeiro.
[Gibbs vai até o elevador, onde Abby está sentada em um canto com uma arma de choque.]
Abby: Hey Gibbs. [elevador fecha] Sabia que apenas 5 das 2½ milhões de mortes ocorrem no elevador?

Gibbs: Ninguém vai te machucar, Abby.
Abby: Só está dizendo isso pra eu me sentir melhor.
Gibbs: Estou é?
Abby: É, pode dizer de novo?
Gibbs: Ninguém vai te machucar, Abs.

Michael: Acordamos com o pé errado.
Abby: O pé errado?!? O único pé certo é meu pé enfiando no seu--
Michael: Abby!

Abby (bêbada no porão de Gibbs): Sabe; nunca entendi porque as pessoas bebem álcool quando estão deprimidas. Porque o álcool é deprimente. Então, agora eu estou deprimida, e nauseada e muito bêbada. O que significa que amanhã eu vou ter que lutar contra uma ressaca enquanto estiver no tribunal, e alguns advogados tentarem atacar minha credibilidade.

Abby: ...Porque eu acho que tudo isso pode ser minha culpa...
Gibbs: Talvez seja.
Abby: Como pode dizer isso, Gibbs? Só porque alguns lunáticos não conseguem colocar na cabeça que eu acho que eles são lunáticos. Não é minha culpa. Nada é minha culpa. [percebendo que realmente não é culpa dela] Não é minha culpa. [pega martelo e talhadeira] Vejo porque gosta tanto de trabalhar no barco, Gibbs. Muito, muito relaxante. [põe as ferramentas no barco e quebra uma parte] Oops. [devolve a Gibbs suas ferramentas]

[Tony e Gibbs acabam de encontrar Abby (que está numa pose bem "Mulher Maravilha") atirando no assassino com sua arma de choque]
Abby: Estarei com você num minuto, Gibbs. [continua atirando no cara] E não olhe pela minha saia!
Gibbs: [rindo, acena em aprovação] Ok.

Michael: Eu a amo, sabe? Eu a amo. Você não entende, não é? Hein? Ela quer que todos acreditem que ela não me ama. Acho mesmo que ela acredita nisso às vezes. [se vira para a janela espelhada da sala de interrogatório e de exibição] Diga-me, se você não se importa comigo porque não consegue tirar os olhos de mim agora? Hein? Você pode mentir para o resto do mundo, mas não pode mentir para seu coração. Pode, Abby?
Gibbs sai e desliga as luzes, revelando que não há ninguém do outro lado do vidro.
Michael: Não, não, não, não...Abby? Abby! Abby! Eu sei que está aí! Abby!
Caminhando pelo corredor fora da sala, Gibbs sorri.

Jeopardy[editar]

[Abby vai até o salão principal para tirar fotos do morto.]
Abby: Por que eu sinto que todos estão me olhando?
McGee: Porque estão.
Abby: Fiz algo errado?
Tony: Já foi pra Disney, Abby?
Abby: Todo verão.
Tony: É. Sabe aqueles turistas que ficam tirando foto, de meias brancas até o joelho e uma câmera pendurada no pescoço?
Abby: Bem, sei. Nós passamos metade do tempo rindo. [Abby olha pra baixo. Ela está com meias brancas até o joelho, saia xadrez e tem uma câmera no pescoço.]-- ai meu Deus! Virei o tio Larry.

[Ziva vai até a autópsia para ver se tem alguma novidade sobre a morte de um assassino que acidentalmente morreu no elevador.]
Ducky: E você, provavelmente, não devia estar aqui.
Ziva: Não devia estar aqui, não devia estar no campo, pode por favor me dizer onde eu deveria estar?
Ducky: Bem, posso entender seus sentimentos de alienação.
Ziva: Todos estão me evitando! Eles pensam que vou perder o controle, entrar no edifício e matar todos? Quer dizer, estou sendo tratada como um leopardo.
Ducky: Acredito que a frase certa é "como um leproso".

Ducky: Meu pai costumava dizer: "Você deve viver o hoje, porque o ontem já se foi e o amanhã pode nunca chegar."

Palmer: Muitas pessoas não sabem disso, mas as disputas financeiras são a segunda maior causa de divórcio.
Ducky: Sério? Qual a primeira?
Gibbs: Casamento.

Hiatus: Part 1[editar]

[A equipe está sentada em um carro estacionado, vendo um cargueiro.]
Tony: Isso é tão "Suspeitos"...
Ziva: Tony, suas palavras morrendo seriam: "eu já vi esse filme".

Ziva: Estou confusa.
McGee: Eu também, e vi o DVD duas vezes.
Tony: "A Noviça Rebelde" confunde você, novato.
Ziva: Amo esse filme!
[Ela abre a boca para cantar, Tony a tapa com a mão.]
Tony: Uma nota, eu vou trancá-la em uma sala e fazer você ouvir "É Um Mundo Pequeno" 24 horas direto. Entendidos?
Ziva: [abafado] Mmm-hmm.

[Interrogando o capitão do navio, Ziva arranca fora seu charuto.]
Captain: [em turco, em voz baixa] Cadela...
Ziva: [Em turco] Como gostaria que essa cadela apagasse esse charuto nos seus testículos?

[McGee não quer ir para a sala da explosão, então Tony dá a ele um trabalho pra fazer fora.]
McGee: [quando está saindo] É pra já, chefe!
Tony: [sorri] Eu amo quando ele me chama de chefe.
Ziva: Por isso que está sendo agradável com ele?
Tony: Não estou sendo agradável. Arrumar armários é uma tarefa de novatos. [Ziva lhe dá um olhar de quem sabe] ...Tudo bem, dei ao novato alguma moleza.

Abby: O que não estão me dizendo?
McGee: O que quer dizer?
Abby: Você tem aquele olhar dos três porquinhos.
McGee: O quê?
Abby: Os três porquinhos. Eles estavam com medo de abrir a porta, porque o lobo mau ia entrar.
McGee: Não sei do que está falando. (Algum barulho...)
Abby: Wow... isso definitivamente vai pra minha parede. (Ziva entra)
Ziva: Eu devia ser fotografa profissional!
Abby: A Diretora não ligou.
Ziva: Sobre?
Abby: Sobre?! Gibbs!
Ziva: Ah...
Abby: Não ligou pra você, ligou?
Ziva: Não.
Abby: Porque, sabe, do que jeito que está agindo pode ter simplesmente esquecido de contar.
McGee: Ziva, notou algo diferente?
Ziva: Sem música.
McGee: É isso! Sem música. (Ele olha pra Abby) Você sabe, normalmente se toca música aqui...
Abby: E se fossem as tripas do Gibbs espalhadas por todo esse quarto?
Ziva: Ah, por Deus, Abby! Não são.
Abby: Se fossem?!
Ziva: A cor seria mais marrom-café do que vermelho.
(Abby dá um tapa na cara de Ziva, que revida. Abby dá outro tapa, Ziva revida de novo. McGee olha chocado).

Ducky: (para Tony) Você soa como Gibbs.

Abby: Pensamentos positivos, pensamentos positivos, pensamentos positivos!

Tony: Abby! Frente e centro. Você também, Ziva. Vamos lá! Soube o que aconteceu.
[Abby e Ziva começam a falar ao mesmo tempo.]
Tony: Hey! Se houver qualquer sessão de tapas aqui, eu farei. Certo? Bom. Agora apertem as mãos. Balancem.
[Abby e Ziva balançam as mãos relutantes]
Tony: Lá vamos nós. Não foi tão difícil assim, foi? Agora que tal um pequeno abraço? Grande abraço de amigos. Vamos lá!
[Elas se abraçam.]
Tony: Agora um beijo de língua.
[As duas batem em Tony.]
Tony: Agora nos sentimos melhor.

Tony: Ele não devia estar acordado agora?
Jenny: Conhece Gibbs. Ele segue seu próprio calendário. Sabe o que é REM?
Tony: Claro. Movimento Rápido dos Olhos. Acontece quando se está dormindo e sonhando.
Jenny: Parece que é o que ele está fazendo agora.
Tony: Ah sim, é um bom sinal, né?
Jenny: Só se não for um pesadelo.

Hiatus: Part 2[editar]

Ziva: Sabe o que isso significa?
Tony: A diretora está tomando conta da investigação.
Ziva: Provavelmente, mas se ele não se lembra dos últimos 15 anos, ele vai ser um novato.
Tony: Gibbs nunca deixaria ela assumir.
Ziva: Não o velho Gibbs... Gibbs novato? (Tony pula, correndo atrás da Diretora Shepard)

(Ziva e Gibbs estão conversando no quarto do hospital.)
Gibbs: Trabalhamos juntos?
Ziva: Sim. Sou uma Agente do Mossad ligada à sua equipe.
Gibbs: Mossad? Quando eles começaram a fazer isso...
Ziva: Há um ano.
Gibbs: Não se sinta mal, trabalhei com aquele médico...
Ziva: Ducky está há 10 anos e você não lembra dele!
Gibbs: Sempre termina as frases das pesso...
Ziva: Só quando estou apressada.

Gibbs: Eles sequestraram um avião?
Mike Franks: A Al-Qaeda pegou quatro aviões de passageiros. Dois bateram no World Trade Center. Outro caiu no Pentágono. O quarto ia para a Casa Branca. Alguns passageiros corajosos enfrentaram os terroristas. O avião acabou caindo na Pensilvania. As torres gêmeas desabaram. O Pentágono foi restaurado. Três mil mortos, igual número de feridos...
(Gibbs corre para vomitar na lixeira)
Franks: [para a enfermeira] Ele está bem, só recebeu más notícias.
Gibbs: A enfermeira estava certa. Não estou pronto para um bife.

Ziva: Ele só vai falar se eu puder...
Tony: Sem tortura.
Ziva: Não há outro jeito.
Tony: Ache um.
Ziva: Ok, mas você está amarrando meus pés.
Tony: Mãos.
Ziva: Elas também.

Tony: Meu instinto me diz que estamos perdendo algo.
Ziva: Gibbs?
Tony: Yeah. Gibbs.

[Ziva foi ao hospital. Ela entra, Gibbs está dormindo. Quando ela se aproxima, ele agarra seu braço. Ela começa a lhe contar algumas coisas que ele não lembra. Gibbs olha pra ela, frustrado.]
Ziva: Vê? É isso!
Gibbs: Isso o quê?!
Ziva: O velho olhar do Gibbs!
[Gibbs continua a olhar frustrado. Ziva pega a mão dele e dá um tapa atrás de sua cabeça.]
Ziva: Ari... Ari matou a Kate! E eu... Eu matei Ari! [ela começa a chorar]
Gibbs: Seu irmão? Matou seu irmão pra me salvar?
Ziva: [chorando] Sim.
[Gibbs a abraça enquanto suas memórias voltam, ela chora.]

Gibbs: [para o Diretor-Adjunto da NSO, que está na grande tela no MTAC] Todos lá em cima são tão idiotas como você?!

Gibbs: [pega sua arma e distintivo de volta de Tony, dá-lhe um olhar longo] Você assume.
[Gibbs põe sua arma e distintivo nas mãos de Tony, e aperta seu ombro]
Gibbs: Sua equipe, agora. [vira pro McGee] Você é um bom agente, Tim. Não deixe lhe dizerem que não é.
McGee: Não vou, chefe.
Abby: Gibbs... [Gibbs põe seu dedo nos lábios de Abby e a beija na bochecha.]
Gibbs: [volta pra Ziva] Te devo uma, Ziva.
Ziva: Vou cobrar, Jethro.

(Gibbs começa a sair, em seguida lança um último olhar a equipe.)
Gibbs: Sempre Fiel.

Season 4[editar]

Shalom[editar]

Tony: Há apenas uma coisa que deve saber sobre a Agente David.
Lee: Não a deixe zangada.
Tony: Então, tecnicamente, são duas. E a outra coisa é: ela sabe cuidar dela mesma.

Tony: Quem era?
Abby: onde?
Tony: No telefone.
Abby: Ah, hum, eram as freiras.
McGee: Freiras?
Abby: Yeah, sabe, freiras com grandes chapéus brancos e os --
McGee: Hábitos. São chamados de hábitos os grandes chapéus.
Abby: Sim, isso mesmo. Elas ligaram pra dizer que o boliche foi cancelado.
McGee: [divertido] Boliche das freiras.
Abby: Nossa, McGee. Está em algum tipo de encruzilhada anti-freira?

Gibbs: Hoje, Ziva!
Ziva: Ok. Talvez eu esteja em um pequeno problema.
Gibbs: É? Defina pequeno.
Ziva: Nesse momento estou fugindo do FBI, NCIS, Mossad e meu pai.
Gibbs: Nossa, o que você fez?

Ziva: As coisas estão ruim o suficiente para o NCIS como estão, Tony. Não pode--
Tony: [interronpendo] Não me lembro de ter pedido sua opinião, Agente David.
Ziva: Vê? Ele ficou completamente insuportável desde que você saiu.
Gibbs: Verdade, Tony?
Tony: Quando eu preciso ser.
Gibbs: É? Talvez você fosse o homem certo para o trabalho.

Escaped[editar]

Gibbs: Tenho essa pequena garota que quer ir pra casa com seu pai, e isso não vai acontecer sem sua ajuda. Então... por favor?
Tony: Gibbs disse...?
McGee: (espantado) Mm-hmm.

Gibbs: Primeiro minha esposa, agora minha casa?
Fornell: Não! Aprendi minha lição. Nunca mais pego suas sobras.

Tony: [para Gibbs] Ainda tenho muito que aprender, Mestre.

Jen: Logo agora que tinha me acostumado com minha porta sendo tratada como uma porta.

Singled Out[editar]

Ziva: Ah, ok. Eu entendo.
Tony: Entende o quê?
Ziva: Você se sente um pouco ameaçado agora que Gibbs está de volta.
Tony: Eu não!
Ziva: Ficou se lamentando como um "bufo" durante toda a semana!
Tony: O termo é "puta".
Ziva: Sei. Só estava tentando ser educada.

[McGee ainda está chateado porque Tony o chama de novato.]
Gibbs: McGee, há quanto tempo eu sou Agente Especial?
McGee: Quase... 16 anos.
Gibbs: Quer dar um palpite do que o meu primeiro parceiro ainda me chama?

Ziva: Não se mexa! Largue a arma, ou posso atirar na sua coluna vertebral. Prefere ser um para ou tetraplégico?

Tony: Ok, me acostumei a estar no comando!
Ziva: Melhor desacostumar antes que Gibbs decida atirar em você.

[Abby e McGee estão dormindo em seus computadores. Gibbs entra.]
Gibbs: [sussurra pra Abby] Seu computador está pegando fogo.
Abby: [acorda] AHH! McGee! Meu bebê está derretendo! [começa a digitar furiosamente]
McGee: [acorda e começa a digitar] Checando temperatura do núcleo interno!
[depois de alguns segundos, Abby se vira]
Abby: Isso é tão sem graça, Gibbs!

Ziva: [para um suspeito que agarrou sua bunda] Tira sua mão ou eu vou arrancar seu braço e bater em você até a morte com ele!

[usando um programa de computador que prevê as características das crianças de um casal. Tony e Abby colocam Jenny e Gibbs para terem uma filha hipotética]
Tony: Uau... Mesmo com Gibbs como pai, eu sairia com ela.
Gibbs: Nunca mais de uma vez, DiNozzo.
Abby: Awn, você e a Diretora fazem lindos Gibblets, Gibbs.

Jenny: Está recusando uma promoção por conta do bigode de Gibbs?
Tony: Ele chamou a Ziva de "Kate" ontem.

Faking It[editar]

Gibbs: Diga-me que encontrou combinações nas impressões do suspeito, Abs.
Abby: Negativo. Ainda estamos processando. Mas o que temos é $73,65. É o que a vítima carregava. E não há moedas de um centavo. Ele deve ter jogado fora. Um monte de gente joga. Quer dizer, eu não, mas as outras pessoas jogam. Sabe quantas moedas de um centavo são jogadas fora ou colocadas em frasco a cada ano?
Gibbs: Esclareça.
Abby: 3,5 bilhões. Bilhões, Gibbs! É como 35 milhões de dólares. Isso é um monte de moedas de qualquer idioma.
Gibbs: Incluindo Russo?
Abby: Não, Russos não têm moedas de um centavo. Eles têm copeques.

[McGee estão tentando encontrar uma bala em uma pilha de vômito]
McGee: Bem, poderíamos jogar uma moeda. [Ziva olha pra ele] Ou não. Ok, me dê algumas luvas.
Ziva: Você não trouxe as luvas.
McGee: Pensei que você tivesse trazido as luvas.
Ziva: [ri] Não peguei as luvas.

McGee: Ziva acha que todos os homens são mentirosos.
Tony: Sério? Se estivesse mentindo pra você, seria capaz de dizer?
Ziva: Particularmente você.
Tony: [sorri] Acha?
McGee: Não cntinuaria, Tony.
Tony: Veja e chore. Verdadeiro ou falso: comi ovos no café da manhã.
Ziva: Vedadeiro.
Tony: Palpite de sorte. Noite passada, tive um encontro com uma bela mulher.
Ziva: Falso.
Tony: Ela é boa. Meu primeiro carro foi um novo Corvette vermelho.
Ziva: Falso. Strike três. Ganhei.
Tony: [parece incomodado] Como você- como você fez isso?
Ziva: Quando você disse Corvette vermelho, você olhou pra baixo e pra esquerda. Um sinal de quando alguém está mentindo.
Tony: E o encontro?
Ziva: Tony, se tivesse tido um encontro com uma bela mulher noite passada, estaria falando nisso o dia todo.
Tony: Estaria?
McGee: Ah, sim.
Tony: Ok, mas como pôde saber que eu comi ovos no café da manhã?
Gibbs: Peguem as coisa! Recebi uma mensagem de um cara morto.
Tony: Pronto pra ir, chefe.
Gibbs: [anda quando a equipe pega suas coisas] DiNozzo?
Tony: Sim, chefe?
Gibbs: Tem ovos na sua camisa.
Ziva: [sorri] Não só na camisa...

Tony: Mulheres querem homens que mintam pra elas.
Ziva: Não é verdade.
Tony: [Voz feminina] "Querido, minha bunda parece grande nessa calça?" [Voz masculina] "Na verdade, sim, meu docinho. Seu bumbum parece grande como o Alabama..."

Dead And Unburied[editar]

Abby: [suspira] Você raspou seu bigode! Gostava de você com um pouco de cabelo no rosto.
Gibbs: Ainda tenho as sobrancelhas.
Abby: Bom ponto.

Jody: ...e só posso pensar em uma explicação: foi a mão de Deus!
Ziva: [para Tony] Gibbs pode prender Deus?
Tony: Não sei. É como o Coisa tentar pegar o Hulk.

Jody: Venho de uma boa família Católica. Quando juramos por Deus, nós realmente juramos.

Abby: Está bem. Estou certa que você pode encontrar outras coisas bonitas.
McGee: Como Gibbs tentando apartar a briga das duas mulheres?
Abby: Não acredito que perdi essa!
McGee: Tenho boas notícias. Adivinhe o que está passando na TV McGee.
[Mostra para Abby o vídeo da briga gravado em seu celular. Ambos divertem-se com a cena]
Abby: Esta é a minha parte favorita.
Gibbs: [surgindo por trás de ambos] Qual parte?

Tony: Por que alguém desenterraria um corpo? Essa eu posso responder: para mandar um recado. Tipo: ei, eu estou morto. Nunca fique noivo de duas mulheres ao mesmo tempo.

Ziva: Atirar em alguém à luz do dia é burrice.
Tony: Você não está pensando como uma mulher ciumenta, Ziva.

Witch Hunt[editar]

Ziva: O menino viu um carro deixando a cena, ele disse que parecia um "Karuma". Não estou familiarizada com o modelo.
Gibbs: "Karuma" é "carro" em japônes, Ziva.
Tony: Sua descrição de carro é "carro". Bom trabalho, Agente David.

McGee: Olha, eu sei o que eu vi. Alguém pegou os cartuchos e tentou limpar o sangue.
Tony: Quem, novato? As fadas da cena do crime? Não há ninguém aqui!

Tony: Alguém tocou meu pé, alguma coisa embaixo do sofá.
McGee: Talvez tenha sido, uh, as fadas da cena de crime, Tony.
Tony: Odeio Dia das Bruxas.

Gibbs: Problemas conjugais?
Ziva: Bem, alguém chamado Scuttle Butt disse que ele pegou sua mulher o traindo.
Gibbs: Scuttlebutt não é uma pessoa, Ziva. Scuttlebut é o que Fuzileiros chamam de fofoca.
Ziva: E você quer saber porque eu tenho problemas com seu idioma.

[Tony e McGee ficam de boca aberta ao ver Abby loira e vestida como Marilyn Monroe em "O pecado mora ao lado".]
Abby: Por que estão me olhando desse jeito? Estou com comida entre os dentes ou algo assim?
Tony: Vou ficar com o "algo assim".

Ducky: Sabe o que dizem sobre uma ursa e seus filhotes.
Ziva: Elas os comem quando a comida acaba. Vi em um documentário que Tony me forçou a ver; Grizzly Man?
Ducky: Sim, bem, estava me referindo aos instintos de proteção da mãe ursa quando seus filhotes estão ameaçados. Não há criatura mais perigosa no mundo.
Ziva: Concordo. Eles comeram o homem que filmou as imagens e sua namorada.
Ducky: Bem, isso é perfeitamente terrível.
Ziva: Foi o que eu disse a Tony!
Ducky: O que Gibbs acha?
Ziva: Não sei. Ele não está falando comigo.
Ducky: Bem, levante a cabeça, querida. Poderia ser pior.
Ziva: Como?
Ducky: Ele podia ser um urso.

(Ducky e Palmer chegam com o furgão sujo de ovo)
Ziva: O que aconteceu com eles?
Tony: Disse a você, é Dia das Bruxas.
Ducky: Desculpem pelo atraso, tivemos um encontro com alguns jovens locais.
Gibbs: É, posso ver.
McGee: Deram uma boa olhada neles?
Ducky: Ah, fizemos melhor que isso. [para Palmer] Solte os prisioneiros!
(Palmer abre a porta e três ninjas saltam do carro)
Ninjas: Onde nós estamos? Dissemos que sentimos muito!
Tony: Bom trabalho, Palmer!
Palmer: Ah, não fui eu, Tony. Dr. Mallard os perseguiu durante três quarteirões!
Ducky: Ah, por favor. Não é tão impressionante, não é como se eles fossem ninjas reais.

Um cara na festa do Dia das Bruxas: Grande traje, rapazes, mas vocês escreveram CSI errado nos chapéus.

[Gibbs aborda um suspeito fantasiado como um Klingon, e ele diz algo ininteligível.]
McGee: Chefe, ele disse que sua mãe tem a testa lisa. É um insulto klingon.

Sandblast[editar]

Tony: Perdi algo?
Ziva: Gibbs acaba de achar sua quarta ex-esposa.

[Ziva tenta desarmar uma bomba no colo de um mendigo]
Abraham: Qual é o seu nome?
McGee: Tim.
Tony: Significa "Aquele que vai molhar as calças".
[Ziva desarma a bomba]
Abraham: Por que ele vai molhar as calças?

Tony: Ziva! Hey! Que diabos está fazendo?
Ziva: Posso desarmá-la.
Tony: Ok... bem, vamos lá fora conversar sobre isso.
Ziva: Se ela detonar antes de o EAB chegar aqui nós perderemos provas.
Tony: Bem, que chatice! Seria uma vergonha. Ziva! Ziva! [correndo atrás dela] Isso tem que ser a coisa mais estúpida que qualquer ser humano já fez.
Ziva: Então por que está me seguindo, Tony?
Tony: Eu não faço ideia!

Tony: [vendo Ziva desarmar uma bomba] Posso ver embaixo da sua camisa agora.
Ziva: Não acho que sua nova namorada iria gostar.
Tony: Do que está falando? Não sei do que está falando.
Ziva: Falando sobre você, e o fato de que já não olha pra nenhuma mulher quando passa por você.
Tony: Bem, estou olhando embaixo da sua camisa agora.
Ziva: Vê algo bom?
Tony: É. Muito bom, mas não tenho muita certeza se ainda está valendo - [estremece quando Ziva corta um fio]- a pena.
Ziva: Não vale mais a pena morrer por isto. [abre sua jaqueta] Lembrarei disso.
Tony: E se eu dissesse que vale?
Ziva: Agora nunca saberá.

Once A Hero[editar]

Marty: Você não tem uma obsessão doentia com a morte, tem?
Abby: Ah não! É apenas um hobby!

Nelson: Preciso de um advogado?
Gibbs: Só se sentir culpado.

Gibbs: Há mais de uma razão para beijar uma garota.
Tony: Há?

Jeanne: Eu sei de outra coisa que poderíamos fazer para nos manter aquecidos.
Tony: Sério? O que poderia ser? Café?
Jeanne: Dançar!

Gibbs: DiNozzo!
Tony: Chefe?
Gibbs: Para de comer as provas!

Twisted Sister[editar]

Tony: Foi rápido.
Gibbs: Resolveu o caso? Já, DiNozzo?
Tony: Não. É o meu centésimo corpo. Ei, escute [Gibbs entrega a câmera] Você não se importaria de...? Desculpe. É uma má ideia. Parecia menos nojento na minha cabeça.
Ziva: Comparado com o que mais está lá dentro, tenho certeza que era.

Gibbs: Ah, aí está você, Jen. Tenho te procurado por todo o lado.
Jen: Pensei que como estamos com poucos agentes, Abby pudesse precisar de alguma ajuda.
Gibbs: A única razão pela qual estamos com poucos agentes foi porque você mandou DiNozzo pra casa.
Jen: Bem, não faz sentido todos nós ficarmos doentes...
Abby: [como Gibbs] A próxima vez que mandar meu pessoal pra casa fale comigo primeiro, Diretora! [como Jen] Ah, eu não sabia que tinha que pedir permissão para lidar com meu próprio pessoal, Agente Gibbs! [como Gibbs] Seu pessoal?! [como Jen] Da última vez que vi, estava escrito Diretora na minha porta, não na sua! [para os dois] As crianças não gostam quando o papai e a mamãe brigam!

Tony: [Vendo McGee no elevador esperando por Gibbs] E eu que pensei que ser enviado para a sala da Diretora fosse ruim.

Abby: [sobre o tapete do chão do táxi] Pensei que cheira como Niozoprine.
Tony: Niozoprine? [cheira e se engasga]
Gibbs: Limpador industrial de vômito.

Gibbs: Sabe o que um "clog" é?
Ziva: Um sapato ou um dreno obstruído?
Gibbs: Não, na Internet.
Ziva: Ah, achei que fosse chamado de "blog". Mas mais uma vez meu inglês está errado.

Gibbs: Às vezes uma pequena mentira é boa pra alma.

Tony: [para Jeanne depois de discutirem a relação] Se sempre faz o que sempre fez, então sempre consegue o que sempre conseguiu.

Smoked[editar]

McGee: Abby, eles me odeiam.
Abby: Eles não odeiam você, McGee.
McGee: Ziva tentou me matar ontem.
Abby: Bem, você baseou os personagens do seu livro em nós e não pediu nossa permissão.
McGee: Deep Six é uma obra de pura ficção!
Abby: Você descreveu tudo do meu quarto!
McGee: Não tudo. Você ainda tem...?
[Computador de Abby faz sinal.]
Abby: Ah-ah. Fantasie depois, Hemingway.

Jenny: Antes que você vá, Fornell, tem uma coisa...
Gibbs: Venha comigo Tobias, quero lhe mostrar uma coisa.
Fornell: Você tem aquele bigode em uma caixa, não tem?

Fornell: Cadê o Gibbs?
Tony: Bem, acho que ele sabia que você viria porque ele não está aqui.

[McGee está usando termos técnicos]
Gibbs: McGee, menos conversa e mais "doo-dah".
McGee: Trabalhando no "doo-dah", Chefe.
Fornell: "Doo-dah"?
Gibbs: É um termo técnico, Tobias. Você não entenderia.

McGee: Pela última vez, Deep Six é ficção!
Ziva: Ficção baseada em nós?!
McGee: Não! Olhem, se vocês não acreditam em mim, leiam o aviso na capa do livro.
Tony: Você acredita, "Lisa"? [Ziva ri de forma "maligna"] Foi o que pensei. Foi bom conhecer você, novato.
[Ziva arranca com o caminhão. McGee cai do assento]
McGee: É só um livro!

Tony: Sabe, McGee está realmente começando a pregar a sua essência, aqui. [em voz baixa, lê o livro de McGee] "Tocaias. Longas, intermináveis horas, ​​alimentadas por comida barata e café mais barato ainda, mas esta noite a Oficial do Mossad Lisa parece não pensar nisso, pois ela vai passá-las com o Agente Tom." [pausa] Você está atrás de mim de novo, não é?
Ziva: Palpite de sorte. [Tony grunhe] Sabe, eu acho que McGee está certo.
Tony: Está certo??
Ziva: Uso quase toda a minha força de vontade para resistir aos impulsos que tenho quando estou perto de você, Tony. Talvez seja hora de eu... ceder, certo?
Tony: E por "ceder", você quer dizer...
Ziva: Deixar rolar! Fazer o que vem naturalmente para mim.
Tony: Sim, eu acho que tive essa impressão na primeira vez que tivemos uma operação disfarçados. [Nota: no episódio "Undercovers".]
Ziva: Você achou? Realmente, eu quase fiz a primeira noite no quarto do hotel.
Tony: Mhhm. É mesmo?
Ziva: Mas meu pai não aprovaria.
Tony: Porque não sou judeu?
Ziva: [rindo] Porque seria muito irritante matar um colega de trabalho.
Tony: Ha! Não acreditei em você nem por um segundo.
Ziva: Tenho certeza que não.

[Abby procura seu amigo biólogo, o anão Marty, para fazer uma análise]
Abby: Mamãe sempre me dizia que os melhores presentes vêm em pacotes pequenos.
Marty: Que coincidência. Minha mãe sempre me prevenia sobre garotas tatuadas que carregam amostras.

Gibbs: Você sabe o que eu acho de desculpas.
Ducky: É um sinal de fraqueza.
Gibbs: Não entre amigos. Desculpe, Ducky. Devia ter contado sobre Kelly e Shannon.
Ducky: Devia ter te dito há alguns meses. Bem-vindo de volta, Jethro.

Driven[editar]

Woman: A partir da apresentação de vídeo fica claro que o assédio sexual pode ocorrer de muitas formas no ambiente de trabalho. Um colega de trabalho com os olhos subindo e descendo, mostrando um desenho ou fotografia de natureza sexual.
Tony: Se você tiver sorte.
Woman: Um colega de trabalho acidentalmente esbarra no seu corpo.
Ziva: Se você tiver muita sorte.
Woman: O contato físico pode ser dividido em três categorias. Luz verde inclui o comportamento normal. Luz amarela inclui o comportamento no limite como abraçar alguém ...
[Abby levanta a mão.]
Woman: Sim?
Abby: O que há de errado em abraçar pessoas? Abraço pessoas o tempo todo.
Woman: Você pode ver como um amigo, mas a outra pessoas pode pensar em algo ofensivo.
Abby: Vocês se ofendem quando eu abraço vocês?!
[todos resmungam que não]
Abby: [feliz] Estou abraçando vocês em pensamento agora.
Woman: A política do Departamento de Defesa é muito clara sobre esse ponto, senhora. Você deve primeiro pedir permissão para ter contato físico com um colega.
Abby: Tipo, todas as vezes?
Woman: Sim. E finalmente há o comportamento da luz vermelha, tocar deliberadamente.
[Ziva se inclina para a frente e lambe a orelha e o pescoço de Tony, fazendo ele se levantar]
Woman: Outra pergunta?
Tony: Uh, sim. Se você bater atrás da cabeça de alguém, tipo assim... [bate na cabeça de McGee, McGee bate de volta] pode ser considerado comportamento inadequado?
Woman: Absolutamente. Está dizendo que isso sempre acontece?
[Jenny olha para Gibbs. Gibbs dá um olhar pra Tony.]
Tony: ...Não. Apenas perguntando, é tudo.
[Palmer levantas as mãos.]
Woman: Sim?
Palmer: E se o trabalho incluir tocar, ah, pessoas nuas...
Woman: É sempre inapropriado.
Palmer: Mesmo que elas estejam mortas?
Woman: [severamente] Por que você toca em pessoas nuas e mortas?!
Palmer: Bem, eu trabalho na autópsia...

Ziva: Atacou o carro?
Gibbs: O carro tentou matar a Abby!

McGee: Achei, Abby. Já sei como eles fizeram isso.
Abby: [atrás dele] Como sabia que eu estava aqui?
McGee: Ah, uh, eu, uh... Não sabia. Olhe Abby, eu sinto muito--
Abby: Eu sei. [pausa, depois aproxima-se e abraça McGee por trás]
McGee: Pensei que tivesse que pedir permissão.
Abby: Nunca com você, Tim.
[McGee põe suas mãos sobre as dela.]

Gibbs: [segura o chip de memória de uma câmera digital] Tudo o que temos a fazer é encontrar algo do tamanho disto, dentro de um Humvee embalado com US$22 milhões em produtos eletrônicos?
McGee: Isso mesmo.
Gibbs: [derruba o chip no bolso de Abby] Estamos ferrados.
Abby: É um excelente ponto.

Suspicion[editar]

Ziva: Ouviu isso, Tony? McGee acabou de dizer que não tem segredos!
Tony: Vamos ver, escreveu um romance.
Ziva: Não nos contou.
Tony: O publicou.
Ziva: Não nos contou.
Tony: Ganhou muito dinheiro do dito romance.
Ziva: Não nos contou.
Tony: Mais alguma coisa?
Ziva: Comprou um Porsche.
Tony: Não nos contou. Pode ver como as pessoas podem começar um padrão de comportamento secreto aqui, novato?
McGee: Ok olhem, posso ter escondido algumas coisas, mas não eram importantes, eram apenas...
Ziva: Enganosas.
Tony: Importantes.
McGee: Auto-preservação. Se eu dissesse a vocês que estava escrevendo um romance, vocês ririam de mim.
Tony: Verdade.
Ziva: Verdade.

Tyler Barrett: [para Tarik] Sabe, só mais uns centímetros para a direita o "mártir" aqui estaria agora vivendo com todas aquelas virgens. [ri] Sabe, é mesmo uma porcaria de religião essa em que você tem que se explodir para ter sorte.
[Ziva torce o braço de Tyler em suas costas. Ele grita de dor.]
Ziva: Quando você insulta a religião dele, também insulta a minha e a sua própria. Diga-lhe que você sente muito!
Tyler: [falando baixo] Sinto muito. [Ziva torce-lhe o braço com mais força.] AAH!
Ziva: Acho que ele não ouviu.
Tyler: Sinto muito!
Tarik: Desculpas aceitas.
Gibbs: Algum problema?
Ziva: Só estava dizendo ao oficial aqui onde é o banheiro.

Sharif Returns[editar]

Tony: O código Morse é um artigo em extinção.
Ziva: Não foi pra ele.

[Gibbs e Mann se beijam na cama dela.]
Ten. Cor. Mann: Antes de começarmos a fazer isso eu só preciso saber de uma coisa: como tirou o maldito barco do seu porão?

Gibbs: Quando pessoas envelhecem percebem que querem algo diferente.
Mann: E você pode dizer isso apenas olhando nos olhos de alguém?
Gibbs: Sim.
Mann: Ok, o que vê nos meus olhos?
Gibbs: Que você quer me beijar.
Mann: Então vai me beijar?
Gibbs: Sim.
Mann: Quando?
Gibbs: Depois de pegarmos Sharif.

[McGee e Abby estão falando em termos técnicos sem parar.]
Mann: Quanto tempo eles vão ficar fazendo isso?
Gibbs: Até a gente mandar parar.

McGee: Então esse é o cara que Ziva estava babando em cima.
Ziva: Não estava babando!
Tony: Por favor, eu a vi despi-lo com os olhos.
Ziva: Pelo menos eu não pergunto se ele depilou as sobrancelhas!
Tony: Importante apreciar a concorrência.

Abby: [sobre fazer uma tatuagem] O que acha?
Gibbs: Não acho que seja a pessoa certa pra perguntar.
Abby: Mas Gibbs, você me conhece melhor do que ninguém e quando você faz decisões elas te afetam pro resto da sua vida, por isso você precisa de uma pessoa próxima que te conheça melhor do que você mesmo. Por favor?
Gibbs: Onde vai colocar a tatuagem?
Abby: Ok, tem razão. Você não é a melhor pessoa pra perguntar.

Blowback[editar]

Jenny: Vocês deviam manter Senhor Harrow sob vigilância e não persegui-lo!
McGee: Diretora, nós o levamos em custódia, não foi?
Ziva: Não, a Diretora está certa. Nós poderíamos deixar Haro escapar. Se ele vendeu ARES, nós poderíamos ter pego "Black Rose" ou "La Grenouille" mandando-o para o Irã!
Jenny: Não seja fofa, Agente David! Estou dizendo que devia haver alguma maneira melhor! Certo Tony? [Jenny olha pra Tony pedindo algum apoio]
Tony: Certo, Diretora. Eles poderiam ter--
Gibbs: Atirado nele.
Tony: Certo, eles podiam ter atirado nele.
Gibbs: Claro que nessa situação Ziva voltaria ao seu treinamento no Mossad e, provavelmente, teria deixado um círculo ao redor do seu coração.
Ziva: Três círculos.
Gibbs: E McGee, para não ficar atrás, teria-
McGee: Acrescentando mais três círculos.
Jenny: Gibbs...
Gibbs: Veja, lá vai você. Seis tiros, mesmo resultado. Um Senhor Harrow morto.
[Ducky caminha para o grupo]
Ducky: Acabei com o corpo. Causa da morte foi provavelmente a-- [percebendo Jenny olhando pra Gibbs] Estou interrompendo?
Jenny: Nem um pouco, doutor. Estávamos discutindo as várias formas que o NCIS tinha de matar o Senhor Harrow além de persegui-lo até a morte!
Ducky: Estou interrompendo. [Se vira e começa a se distanciar]
Jenny: Doutor! [Ducky se vira] O que causou a morte?
Ducky: Infarto do Miocárdio. Provavelmente causada por uma dieta ocidental rica em gordura, pouco exercício e a crença errônea de que ele podia subir todas aquelas escadas. Rigoroso para a maioria, mortal para ele.
Jenny: Mais alguma coisa?
Ducky: Bem, não até que eu faça a - [Jenny olha para Gibbs e depois sai] - autópsia.

Ziva: Isso é Ares?
Tony: De acordo com McGeek. Ziva preste atenção na estrada!
Ziva: Tenho uma ótima visão periférica.
Tony: Meu esfíncter não.
Ziva: Pelo menos não teremos problemas para encontrar isso.
Tony: Sério?
Ziva: Tony, é do tamanho de um caixa eletrônico!

Ziva: Vai me dizer o nome dela se eu achar cópias do pirata do Ares?
Tony: Cópia pirata.
Ziva: Foi o que eu disse.
Tony: Não, você disse cópia do pirata. Uma pirata é uma pessoa tipo "Capitão Jack Sparrow". Uma cópia pirata...
Ziva: Quem é "Jack Sparrow"?
Tony: Johnny Depp.
Ziva: Ele é um pirata?
Tony: Não, ele é um ator.
Ziva: Ah.
Tony: Como chegamos aqui?
Ziva: Eu dirigi.

Ziva: Isso vai ser como procurar uma agulha em uma pilha de agulhas.
Tony: Agulha no palheiro.
Ziva: Gosto mais da minha descrição.

Friends & Lovers[editar]

[Ziva está ensinando a jogar facas no alvo. Tony está do lado de fora comendo Froot Loops e sorrindo.]
Ziva: No Mossad temos um ditado: "Facas não ficam sem balas". Agora alguma pergunta referente a essa aula?
Tony: Tenho uma: já matou alguém com uma colher?
Ziva: Não, mas estou considerando isso seriamente.

[Lee recua a mão para jogar a faca. Ela voa de sua mão e bate na parede atrás deles, por pouco não pega em Gibbs quando ele entra]
Ziva: Pensei que tivesse dito que cresceu em torno de armas.
Lee: E cresci. Mas não disse que meu pai me deixava chegar perto delas.

Gibbs: McGee, se encontrar mais alguma larva perto de você coloque-as na sacola de provas.
McGee: Ziva, te daria cem dólares se trocasse comigo.
Ziva: Tem medo de insetos, McGee?
McGee: Insetos, não. Criaturas que rastejam e ficam se contorcendo dentro da carne humana, sim.
Ziva: Acredite ou não, me sentia da mesma maneira.
McGee: Como superou?
Ziva: Descobri que quando você está com realmente muita fome elas não são assim tão ruins.

Abby: Tenho a honra de aceitar seu desafio. Vamos nos encontrar no campo ao amanhecer. Armas: cafeína alimentada de intelecto versus cilício frio a base de inteligência. Até lá desejo um bom dia, senhor. [Se vira e vê Ziva e McGee tentando não rir, atrás dela] Oi.
Ziva: Oi. Você fala com seu Espectrômetro de Massa?
Abby: Sim, às vezes. Por quê?
McGee: Você o desafiou para um duelo.
Abby: Bem ele cuspiu uma composição química que eu não conhecia. Tem que haver algum senso de decoro aqui. Estou executando-o pelo computador agora.
McGee: Bem, Gibbs está mais interessado nisso. [levanta um cartão laminado, rosa] Achou alguma coisa?
Abby: Quando, McGee. Caso não tenha notado eu sou só uma aqui! Pode ser por isso que eu comecei a conversar com minhas máquinas, em primeiro lugar.
McGee: Bem, Abs, tenho que te dizer algo.
Abby: Diga a ele que você o ama, McGee. Funciona pra mim.
Gibbs: (entra com um Caf-Pow) Nem sempre.

(Tony, Ziva, e Carson assistindo a um interrogatório de Gibbs)
Tony: É quase injusto interrogar viciados.
Ziva: É como pescar um peixe em uma lagoa.
Carson: Acho que você quer dizer barril.
Ziva: Por que um peixe estaria dentro de um barril?
Carson: Hm... é um bom ponto. Nunca tinha pensando sobre isso antes.
Ziva: Mm-hmm.

(Tony e Ziva olhando para um site de verão)
Ziva: Onde NÓS estamos indo?
Tony: Não estamos indo a lugar nenhum.
Ziva: Quem você está levando, McGee?

Dead Man Walking[editar]

Roy: Tenente Roy Sanders, Senhor. Preciso de você para investigar um assassinato.
Gibbs: De quem?
Roy: [puxa um punhado do seu próprio cabelo] Meu.

Ziva: Isso está me matando, eu sinto que o conheço.
Tony: Mossad?
Ziva: Talvez.
Tony: Namoro de Internet?
Ziva: Vou te matar de oito maneiras diferentes com esse clipe.

Roy: Mesa fria.
Ducky: Nenhum dos meus outros pacientes nunca se queixou.
Roy: Desculpe, pensei que poderia ser bom pra você ter alguém pra conversar, pra variar.
Ducky: Ah, sempre converso com meus pacientes. A diferença aqui é que você responde de volta.

[McGee tem que usar roupa de hospital, enquanto Abby testa suas roupas pra radiação.]
Tony: A roupa faz o homem, o que isso faz de McGee?
Ziva: Enfermeiro?
Tony: Não, Aquasmurf.

McGee: Encontrei algo.
Tony: É perigoso?
McGee: Você quer crianças?... Brincando.

Roy: Desculpe, me senti um pouco tonto.
Ziva: Tenho que levá-lo para a cama. Ah, eu...
Roy: Não estou dizendo nada.
Ziva: Desculpe, é o Inglês.

Ziva: Tenho trabalhado por oito horas seguidas!
McGee: É meu quarto corpo do dia!
Tony: Mossad. Líquido quente. Deixe ela, McGee.
Ziva: Grata.

Roy: Acha que teria notado... que eu não estava mais lá? Que eu tinha parado de correr.
Ziva: Sim. Teria notado. Teria sentido sua falta.
Roy: Mas, eventualmente, você se esqueceria de mim.
Ziva: Sim... [pega a mão de Roy] Mas não vou te esquecer agora.

Skeletons[editar]

Abby: [para McGee, segurando uma nota de um dólar e uma barra de chocolate] Me dá um dólar.
McGee: Ok. O que há de errado com esse?
Abby: A máquina não aceita. E eu quero uma barra de chocolate.
McGee: O que há de errado com essa barra de chocolate?
Abby: Tem nugá nela.
McGee: Mas você odeia nugá.
Abby: Eu sei! Foi um engano, McGee! Tem um dólar?!
McGee: Tudo o que eu tenho são contas pra pagar.
Ziva: O que é nugá?
Tony: Gordura de golfinho.
McGee: Não. Isso é recheio de Kake Klowny.
Abby: É um mito. [grita] Será que alguém tem um dólar?!
(silêncio)
Tony: Claro, tenho uma.
(Abby se aproxima e a rouba dele)
Abby: Obrigada. É como se fosse algum tipo de crime não gostar de nugá. [Sai]
Ziva: Não sei o que é nugá.
Gibbs: É um creme, feito com açúcar, mel e nozes. Peguem suas coisas. Houve uma explosão no funeral de um fuzileiro naval em James River National.
McGee: Alguém sabe o que aconteceu com a Abby?
Tony: Sim. Ela roubou meu dólar!

McGee: Ela definitivamente não parecia a Abby.
Ziva: Quem?
Tony: Abby.
Ziva: Abby está triste?
Tony: Não. Abby não parece Abby. Preciso que se concentre aqui, ok? Vou falar com ela quando puder.
McGee: Por que você?
Tony: Porque lidar com uma mulher irritada requer uma grande dose de sensibilidade. Claramente não é sua especialidade.
McGee: Bem, nunca achei que você tivesse alguma experiência com mulheres com raiva.
Tony: Vê? Não é muito sensível, não é?
Ziva: O homem tem um relacionamento sério e de repente, ele é um especialista.
Tony: Tudo bem, tem outra razão para eu ir falar com a Abby: ela tá me devendo um dólar.

McGee: Estava certo, não estava? Há algo de errado com Abby.
Tony: Quieto, novato.
McGee: Por que?
Tony: Porque tenho certeza que foi algo que você fez.

Iceman[editar]

Tony: Bem, bem. Olha quem finalmente está aqui.
Ziva: Ah, como se você nunca tivesse se atrasado, saiu mais cedo ou misteriosamente desapareceu.
Tony: Ah não, esse é exatamente o meu ponto. O atraso é meu nome do meio. De fato, é esperado de mim. Você, por outro lado, tornara-se a garota propaganda de pontualidade.

Mike: [para Gibbs] Estamos ficando mais parecidos eu e você, novato. Sentindo a mesma dor. Eu não sei como você não ficou louco quando perdeu a sua menina, talvez tenha ficado por algum tempo, talvez ainda esteja. Mas eu só sei que eu tenho que fazer o que é certo para o meu menino ... Devo-lhe isso.

Abby: [seus olhos estão fechados] Você acha que é telepatia? [Gibbs sai] Quero dizer, que você sempre sabe quando eu encontro alguma coisa, e se for telepatia, você está lendo minha mente, ou estou lhe enviando algum tipo de pensamentos do meu cérebro para sua cabeça? [ela se vira, abre os olhos, percebe que ele não está lá e os fecha de novo] Volte Gibbs. Volte Gibbs.

Tony: Não há nada de legal em acordar na sua própria autópsia, novato.
McGee: Bem... pelo menos você sabe que não está morto.

Ducky: [sobre o necrotério] Esse é o lugar, onde a morte ensina a viver!

Abby: Achei isso no bolso na calça esquerda. É orgânico.
Gibbs: Ilegal?
Abby: Poderíamos fumar e descobrir.

Grace Period[editar]

Abby: [digitando no simulador de voz] Hey Gibbs! Por que sem Caf-Pow!? [ele olha pra ela] Ok. Vou me calar agora.

Ducky: Sim, esse cara parece ter estado, literalmente, no coração da bomba.
Tony: Ele estava sentado na bomba?
Gibbs: Ele era a bomba, DiNozzo.

Gibbs: DiNozzo, o que diabos há de errado com você?!
Tony: Estou apenas tentando amenizar o clima da sala, chefe.
Gibbs: Tenho uma ideia melhor: saia!

Paula: [sobre Ziva] Me pergunto o que Gibbs faria se eu batesse nela.
Tony: Estaria mais preocupado com o que ela faria.

Cover Story[editar]

McGee: O sangue começa na mesa de pingue-pongue.
Tony: Cerveja-pongue.
McGee: Hein?
Tony: Trágico! Não me diga que nunca jogou cerveja-pongue, novato.
[McGee olha pra Tony]
Tony: O que fez na MIT?
McGee: Estudei.
Tony: Figurativamente.

Ziva: Não era segredo que ele está escrevendo sobre nós.
Tony: Ah, vamos lá, não é sobre nós. Quero dizer, e toda aquela parte sobre o coração partido de Liza?
Ziva: E a lembrança que ela guarda de um relacionamento que nunca teve chance de acontecer?
Tony: É. De onde ele tirou isso? Ou a parte entre Liza e Tommy, quando eles entregam seus corações uns aos outros e trocam segredos?
Ziva: Quando ele tenta explicar a natureza profunda de sua crise de identidade?
Tony: É, quero dizer, a luta clandestina entre "quem ele é" e "o que ele está se tornando?" Nem sei o que é.
Ziva: É, totalmente irreal.
Tony: Nunca vai acontecer.
[silêncio contragedor]

Ducky: Pelo o que eu ouvi, Timothy, no seu próximo romance L.J. Tibbs tem um interesse amoroso. Sim. Ouvi dizer que é no exército...
McGee: Ducky, não acho que precisamos falar sobre isso.
Gibbs: Exército o quê? McGee?
McGee: [relutante] Tenente... Coronel. Tenente-Coronel.

Tony: [Ao tentar datilografar na máquina de escrever do McGee] Aaaagh! Estou usando músculos que eu nem sabia que tinha!

Brothers In Arms[editar]

Tony: Eu não gostaria de ser uma mosca na parede lá em cima. [Ziva parece confusa] Esqueça.

Gibbs: O que tem, Abs?
Abby: Ah, as suas provas incriminatórias de sempre, todas circunstanciais, mas mendigos não podem escolher.

In The Dark[editar]

McGee: Não consigo imaginar como seria se eu perdesse a visão.
Ziva: Se adaptaria.
McGee: E se eu não me adaptasse?
Ziva: Cairia em uma profunda depressão e depois morreria.

Gibbs: O que ele está escondendo?
McGee: Na maior parte, não muita coisa. É o diário mais chato que eu já li. Uma obsessão com a Kelly Clarkson ... se pergunta por que ele não encontra uma namorada ...
Abby: Ele não fez a conexão entre as duas coisas?

Tony: Abby está processando as evidências em seu laboratório. Ela quase arrancou minha cabeça quando eu fui ao seu laboratório para verificar.
McGee: Parou de beber cafeína.
Ziva: Abby?!
Tony: Abby Sciuto?

Tony: A quanto tempo estão aqui?
Ziva: Tempo suficiente. Então está arrumando uma nova colega de quarto?
Tony: Estamos vendo isso.
Ziva:O que há para ver?
Tony: É complicado.
Ziva: Complicado, complicado, complicado. Sabe, na America notei o uso da palavra como um código para "se eu explicar, você não concordará, por isso vou usar a palavra "complicado" e esperar que você pare de perguntar!"

Ziva: Sei o que está fazendo. Está se escondendo por trás dessas piadas, e eu sei do quê se esconde.
Tony: Sério? Do quê?
Ziva: Do que todos que sentem medo de amar se escondem: se machucar.
Tony: Não estou preocupado em machucar só a mim, Ziva.
Ziva: Isso porque você é uma boa pessoa.

Trojan Horse[editar]

Abby: Eu te amo, McGee. Não como "eu te amo" eu te amo. Não que eu não te ame, porque eu amo. Sabe, do jeito que eu amo cachorros.
McGee: Poderia ter ficado sem essa comparação.
Abby: Mas eu amo cachorros.

Angel Of Death[editar]

Jenny: A agência ainda está intacta mesmo depois de uma semana com Gibbs no poder?
Cynthia: Mmm... sobrevivemos.
Jenny: [sorri] Gibbs conseguiu?
Cynthia: Quase.

Gibbs: O que estava fazendo há 21 horas, Jenny?
Jenny: O que costumávamos fazer, sempre tão bem.
Gibbs: Quando você mente seu olho direito treme. Sempre tremeu.

Gibbs: Você perdeu sua proteção em Paris. Sumiu por 21 horas, onde estava?
Jenny: Você parece um marido ciumento.
Gibbs: Como poderia saber?

Ducky: A menos que você seja espiã.
Ziva: Por que está olhando pra mim?
Ducky: Estou tentando amenizar a atmosfera com um pouco de humor.

Abby: [falando com seus computadores e dispositivos] Acorda! Acorda! Acorda! Ok, eu sei que vocês têm trabalhado muito duro ultimamente, e eu prometi que vocês teriam o fim de semana livre, mas isso é uma emergência, então eu preciso de todos para obter esses elétrons que fluem! Se alguém não está à altura dele, eu preciso saber agora, não quando a Diretora chegar. Algo está errado. [vai até o estéreo e coloca a música, em seguida, volta para seu computador e respira profundamente]Pronto.

Season 5[editar]

Bury Your Dead[editar]

Ziva|McGee: O que está fazendo aqui?
Ziva: Perguntei primeiro.
McGee: Tecnicamente, Ziva, acho que um tira-teima diria que houve um empate. Mas como meus pais me ensinaram a ser cavalheiro, e os seus, uma matadora; eu estava desfragmentando meus HDs.
Ziva: Mentiroso.

Jenny: O disfarce dele é de professor de cinema na American University.
Ziva: Tony, professor?
McGee: Não é à toa que foi descoberto. De quem foi a brilhante ideia?
Jenny: Minha.

Ziva: A Diretora sabe?
Diretora: Sabe o quê?
McGee: Que é Sábado e estamos aqui na nossa folga, porque amamos nosso trabalho.

Abby: Tony não está morto, Gibbs. Não até Ducky dizer que está. Até então, ele apenas... ele não está aqui. Eu não me importo o que as provas digam, mesmo que tudo pertença a Tony, não é ele até Ducky dizer que é. E não tente me dizer o contrário, porque eu não vou acreditar em você. Diga-me que não é ele, Gibbs. [abraça Gibbs] Diga-me que não é ele!
Gibbs: Bem que eu queria, Abs.

Abby: Tony! Sabia que você estava bem, sabia! Todos te deram por morto, até a Ziva!
Ziva: OK, talvez eu tenha me precipitado.
Tony: É meu abridor de cartas!
Ziva: Excelente equilíbrio e peso. Meio sem fio, mas sempre gostei dele.
Tony: (checa sua gaveta) Onde está minha caneca American Pie?
Abby: Palmer.
Tony: Grampeador Super Mouse?
Abby: Ducky. (olha sob os ombros de Tony) Hey, Ducky!
[Tony vira e vê Ducky, apanhado no ato de tentar devolver o grampeador do Super Mouse.]
Ducky: Meu caro, nunca acreditei nem por um instante! Bem-vindo de volta.
Gibbs: Não é todos os dias que as pessoas acham que você está morto.

McGee: E isso foi por quê?
Tony: Acreditar que eu estava morto.
McGee: Hey, nunca acreditei que estivesse morto. Ziva que desistiu de você.
Ziva: Nem pense em bater atrás da minha cabeça.

Tony: [para Kort, rindo] Meu carro explodiu essa manhã. Foi você?

Abby: Tudo bem. Não é a primeira vez que acordo no chão. E não só neste chão. Não que seja um hábito dormir no chão. Não que este chão não seja confortável. Se eu tivesse... Estou acordada agora.

René Benoit: Preciso de proteção.
Jenny: Você já tem as balas. Pegue a maldita arma e proteja-se você mesmo!
René Benoit: Está me condenando à morte, Jenny.
Jenny: Com doze anos de atraso!

Tony: O quê? Sem balões?

Tony: Já mentiu pro seu amor, Ziva?
Ziva: Sim.
Tony: Ele te perdoou?
Ziva: Nunca descobriu.
Tony: A minha descobriu.

Family[editar]

Ziva: Só estou sendo curiosa.
McGee: Sobre quando perdi minha virgindade.
Ziva: Não, está enganado. Não estou perguntando quando, mas se a perdeu.

Ziva: [vendo Tony na sua mesa] O que há de errado com essa imagem?
McGee: Quer dizer, além de Tony ter chegado antes de nós e estar realmente trabalhando?
Tony: Eu consigo te ouvir, sabia?

Ziva: Estou aqui se quiser conversar.
Tony: Sobre o quê?
Ziva: Sei o quanto se importava com ela.
Tony: Estou bem, Ziva.
Ziva: Tudo bem. Mas eu pensei que você precisasse ser animado.
Tony: Se eu precisasse ser animado, eu teria colocado super-cola no teclado do McGee.
McGee: Você colocou super-cola no meu teclado!

McGee: Tudo bem. Acho que sei o que aconteceu aqui.
Tony: Ah, aposto vinte dólares que McGee vai dizer alguma coisa que ninguém entende de novo.
McGee: As coordenadas do GPS vieram de um pacote proprietário. Como a versão era beta, pensei-
Gibbs: Estou começando a achar que você não consegue evitar.

[Ziva confronta Tony no banheiro masculino]
Tony: Vi isso no Cinemax uma vez.
Ziva: O que acontece agora?
Tony: Eles tocam funk e você diz: "Tenho observado você de longe."
Ziva: Bem, eu tenho observado você de longe, Tony, e é por isso que eu sei como você gostava de Jeanne.
Tony: Seu timing é impecável, Ziva.
Ziva: E como doeu quando ela se foi. Então, o que acontece agora?
Tony: Eu disse que estou bem.
Ziva: Você não está bem. Ainda está muito confuso.
Tony: Mesmo se estivesse, isso a preocupa, porque...
Ziva: Porque você é meu parceiro! E porque cometeu um grande erro se apaixonando por aquela garota.
Tony: Se é um discurso para levantar a moral, ele é fraco.
Ziva: E agora está claro que você não consegue esquecê-la.
Tony: Entendo a confusão. Isso se chama "sentimentos", Ziva.
Ziva: Sentimentos que precisa esquecer.
Tony: Muito fácil, hein?
Ziva: Tony, mesmo que por um milagre Jeanne te perdoasse você iria querer ser Tony DiNardo o tempo todo e deixar toda sua vida por ela? Você não pensou direito.
Tony: Não foi você que disse que quando o coração quer, ele quer?
Ziva: Não. Na verdade eu não disse.
Tony: Mas ele quer.
Ziva: Mas não deveria.
Tony: Sério? Isso vindo da mulher que se apaixonou por um condenado à morte (Roy Sanders).
Ziva: Você passou dos limites, Tony.
Tony: Ah, eu passei dos limites?

Ex-File[editar]

Tony: Vai dar em desastre a qualquer minuto.
Ziva: O quê?
Tony: Não o quê. Quem. Coronel Mann, Gibbs. Operação exército-marinha.
Ziva: Pode durar toda uma vida.
Tony: Por trás das técnicas de tortura e os assassinatos de aluguel você é apenas uma...
Ziva: Uma quem?
Tony: O quê? Quem? Quem não, é mais... o quê.
Ziva: O quê, então?
Tony: O quê, então? O que, então? Acho que...
Ziva: Sou apenas uma o quê?
Fred Rinnert: Uma garota.
[os dois param e olham, surpresos, para ele.]

Tony: Quem você acha que é mais bonita? A terceira ex-esposa, ou a quarta futura ex-esposa?
Ziva: Coronel Mann está em desvantagem por conta do uniforme. [pausa] Diga que não a está imaginando sem o uniforme, Tony.

Ducky: O coração de um homem muitas vezes nos diz como ele viveu. Às vezes, nos diz como ele morreu. Mas, contrariando o mito popular, nunca diz como ele amou.

Hollis Mann: Traga ela para outro interrogatório.
Gibbs: Espere.
Hollis Mann: Eu disse pra trazê-la!
Gibbs: E eu disse pra esperar!
Tony: Isso nunca é bom para os filhos.

Abby: Gibbs tem essa incrível capacidade de saber quando eu encontrei alguma coisa. Nem eu sei o que eu encontrei ainda.
Fred: Bem, ele não parecia feliz.
Abby: Ah, não, não. Ele nunca está. Mesmo quando ele está feliz, e eu duvido que ele esteja feliz agora. Mas, você sabe, eu sou a favorita dele, então ele geralmente é muito bom comigo.

Abby: Posso dar um soco nele?
Gibbs: Não.
(...)
[Fred tenta entrar no elevador. Tony o detém.]
Gibbs: Então foi a ganância, huh?
Mann: DiNozzo?!
Tony: Minha chefe interina disse que você não vai a lugar nenhum.
Gibbs: O que você está vendendo e para quem vendeu?
Fred: Se nós fizermos um acordo, eu falarei.
Gibbs: [sorri] Abby!
[Abby dá um soco no rosto de Fred.]

Identity Crisis[editar]

Ziva: Pegou o número dela?
Tony: Courtney? Não.
Ziva: Eu peguei.

[Ziva e McGee estão focados no computador dele e rindo, quando Tony chega]
Ziva: [rindo] Aw, não é ruim....
McGee: Veja esse aqui... você vai amar esse cara.
Ziva: Ele não estaria seguro comigo. Eu o comeria...
McGee: Ele é tão adorável! Como diria não a esse rosto?
Ziva: [risos]
Tony: Procurando namorado, Ziva?
Ziva: [olha pra ele] Eu não.
Tony: Ah! [se aproxima] McGoo... tem algo para me dizer?
McGee: Sites de animais carentes.
Ziva: McGee está pensando em adotar um cachorrinho.
Tony: Eles dão trabalho. Tem de treiná-los, alimentá-los...
McGee: Eu não tenho doze anos. E trabalho duro. Mereço alguém que se anime quando chego em casa. Sabe, para deitar no sofá, ver TV. Talvez lamber um pouco meu rosto.
Ziva: [troca olhares divertidos e dá uma risadinha]
Tony: Então arranje uma namorada.
Ziva: [dá-lhe um olhar de mau gosto] Ehh.
McGee: Um filhote pode ajudar. Até pra você, Tony.
Tony: Não vou pegar dicas sobre isso com você, novato.
McGee: Tony, acho que está na hora de você voltar à ativa.
Ziva: [parece confusa] Vai comprar um pônei?
Tony: É um provérbio.
Ziva: Não conheço essa raça.
Tony: É, eles são muito raros. É uma mistura de pégaso com unicórnio. Então, quem é o favorito?
Ziva: [irritada] O Pit Bull.
Tony: É, faz sentido pra você. Não para McGee, ele é um cara mais spaniel. Um cocker, talvez.
[Gibbs acaba de chegar]
Gibbs: E um pastor australiano? Cães trabalhadores.

[Tony, Ziva e McGee começam a se levantar para ajudar Gibbs]
Gibbs: Sentem. [eles lentamente sentam] Fiquem. [sorri e saí] Rolem.

[Gibbs vai ao escritório de Fornell e o encontra cercado de papelada por todos os lados]
Gibbs: Para quem você trabalha, Tobias? Segurança Interna ou FBI?
Fornell: O mundo está sobre meus ombros, Gibbs.
Gibbs: Mundo feito de papel.
(...)
Fornell: O propósito do e-mail se perde quando você é obrigado a imprimir tudo para arquivar.
Gibbs: Yeah. É por isso que eu não uso.
Fornell: Sério? Não é por que você nem imagina como funciona?

Tony: [assistindo uma prisão no Centro Tático] Uma produção NCIS. Trazida a você por Leroy Jethro Gibbs. Estrelando, como sempre, o FBI. E o ardiloso Kamal Konkani. [Gibbs sorri]

Leap of Faith[editar]

[McGee e Tony estão na sala de espera de um especialista. Tony está prestes a bater na porta quando McGee o impede.]
McGee: Não faça isso!
Tony: Fazer o quê?
McGee: O médico talvez esteja com algum paciente! [ele vira um interruptor de luz]
Tony: Isso mostra se há alguém aí?
[Tony impaciente liga e desliga o interruptos repetidas vezes]
McGee: Nunca foi a um terapeuta?
Tony: Eu? Não. [Senta no sofá] Você?
McGee: É. Uma vez quando eu era jovem.
Tony: Por causa da sua acrofobia?
McGee: Está exagerando, Tony.
Tony: Você demonstrou um medo patológico de altura hoje.
McGee: Eu estava a dez andares de altura. Fiquei desorientado. É compreensível.
Tony: Desorientado? Você perdeu a cabeça, tinha lágrimas nos olhos. Espere. Não pude ver seus olhos, estavam fechados, bem apertados. Ficou histérico como uma garotinha.
McGee: Não fiquei.
Tony: Ficou agarrado na escada, amante de escada. [puxa um celular com câmera] Tenho provas fotográficas. Deixe a tecnologia mostrar a verdade. [Mostra a McGee um vídeo dele nervoso na escada]
McGee: Meus olhos não estavam fechados. Eu estava piscando.
Tony: [Olha para o vídeo] Ah, ah, era isso que estava fazendo? Vamos deixar o público decidir.
McGee: Vai postar o vídeo no YouTube?
Tony: Talvez.
McGee: Passe pra cá, ou eu vou-- [Tony fecha o celular] Hey! [começa a lutar pelo celular]
Tony: [Segurando o celular longe do alcance de McGee] O que vai fazer? O que vai fazer?
[Os dois começam a brigar pelo celular]
Dr. Fleming: Hey, hey. Hey. [Os dois param de brigar] Vocês dois têm problemas maiores do que o que discutimos no telefone.
Tony: No telefone?
Dr. Fleming: Vocês não são o casal que quer terapia de casal?
McGee: [Entende] Casal? Nós? Não, não... [Começa a se afastar de Tony]
Tony: Tudo bem, Timmy. Timmy. Esse é um local seguro. Podemos agir como nós mesmos. [McGee rapidamente se afasta de Tony e fica na frente do Dr. Fleming] Acabamos de chegar de Vermont. É lindo nesta época do ano.
McGee: Desculpe. [Mostra ao Dr. Fleming seu distintivo] NCIS. Agentes Especiais McGee, e DiNozzo.
Tony: [Levanta] Muito especiais.

[Abby sobe até a sala principal vazia, tarde da noite quando ninguém está lá. Ela se senta na cadeira de Gibbs e pões seus óculos.]
Abby: [Imitando Gibbs] Ouvi isso, DiNozzo. Outro comentário idiota desses e vai levar um tapa tão forte que seus netos vão sentir. [Olha pra mesa de McGee] Acha isso engraçado, McGee? Tire esse sorriso da sua cara. [Olha pra mesa de Ziva] Vale pra você também, David. [Pega o telefone] Agente Especial Gibbs! [Falando normal, lentamente tirando o óculos de Gibbs] Está bem atrás de mim, não está?
Gibbs: Sim. [se aproxima] Sentindo-se muito segura no seu trabalho, não está, Abs?
Abby: Hum, agora não muito.

[McGee acaba de salvar Tony de cair de um nível elevado de uma garagem e ambos estão sentados no chão, encostados na partição de concreto, ofegantes]
Tony: Eu te amo, McGee. [afaga o joelho de McGee] Prometo nunca mais mexer com você.
McGee: Até parece. [Tony afaga o peito de McGee, McGee tira a mão dele.]

Jenny: Algo errado, Nikki?
Nikki Jardine: Posso ser franca?
Jenny: Claro.
Nikki Jardine: Eu sei que sou apenas uma analista de nível inferior no NCIS. Fico feliz em fazer tudo que a Agência me pede. Mas eu estou ofendida com a mensagem grosseira no meu telefone, do Agente Especial Gibbs. Sem nenhuma explicação e da forma mais arrogante e ofensiva ele exigiu que eu estivesse aqui imediatamente. Ele faz jus à sua reputação.
Jenny: O Agente Especial Gibbs não é conhecido por sua amabilidade.
Nikki Jardine: Sinto muito, diretora Shepard. Eu precisava desabafar. Do que se trata?
Gibbs: [Sentado no outro lado da sala, no escuro] Você não sabe? [Nikki se vira e olha pra ele surpresa]

Ziva: Sou Ziva David. Já vi você por aí.
Nikki: Desculpe, não aperto mãos.
Tony: Acho que um abraço está fora de questão.

[Abby aparece na sala do esquadrão com um buquê de rosas negras que ganhou de Gibbs]
Tony: Isso foi por ter recusado a oferta de emprego?
Abby: Não, por resolver o caso.
Tony: Então deviam ser para mim, pois eu resolvi o caso.
McGee Mas a Abby fez o reconhecimento da foto que identificou o Tenente Arnett.
Tony: Eu arrisquei a vida pendurado numa parede.
Ziva: Ela descobriu a combinação de drogas que transformou Arnett num suicida.
Tony: Eu sugeri investigar o DNA da esposa.
McGee: Num banco de dados nacional de criminosos. Um beco sem saída. Abby deu o passo além ao comparar com o banco de dados da Interpol.
Tony: Eu não acredito!
McGee: Desista, Tony.
Ziva: Ela sempre será a favorita.

Chimera[editar]

[Tony dispara o invólucro do canudo em Ziva]
Ziva: Não tem que cuidar da papelada, DiNozzo?
Tony: O que acha que estou fazendo? Pego o papel e faço meu trabalho. [lança outro pedaço de papel]

Tony: O que os seus instintos ninjas do Mossad lhe dizem?

Tony: [cantando uma velha canção infantil] Bá, bá, ovelha negra. Você tem um pouco de lã? Sim, senhor. Sim, senhor; mas para você ver... precisa de permissão altamente secreta do Governo.

Abby: Vocês estão bem?
McGee: Ah, sim. Estamos ótimos. Estou lidando com minha fobia de navio, Tony está lidando com sua fobia de ratos e Ziva com sua fobia de fantasmas.
Abby: Então, com o que Gibbs está lidando?
Gibbs: Com eles.

Tony: Eu sabia. Eu vou morrer. Eu inalei. Droga! Não imaginei morrer assim. Achei que fosse como Cagney, em Fúria Sanguinária, um explosão. Ou Redford e Newman em Butch Cassidy, uma chuva de balas.
Gibbs: Ou Charlie Chaplin em A Busca do Ouro.
Tony: Como ele morreu?
Gibbs: Silenciosamente.

[Tony está carregando um rato morto pelo navio.]
Tony: Sim, escolho Filmes de Terror em Navios, por 500. Obrigado. [as luzes apagam] Oba, risco duplo!

McGee: Então, os piratas não eram realmente piratas e sim marinheiros russos que estavam em uma missão secreta para roubar um navio de pesquisa da Marinha, que não era na verdade um navio de pesquisa da Marinha, para pegar de volta as armas nucleares que nós pensávamos que eles não sabiam que nós havíamos recuperado?
Gibbs: Hum-hum.

Requiem[editar]

Ziva: Ela sabia.
McGee: Ela lê Gibbs como um livro.
Tony: Curto livros, sem muitos diálogos.
Ziva: Seu tipo de livro.
Tony: Está sugerindo que eu não leio?
McGee: Acho que ela está sugerindo que você só olha as figuras, Tony.

Tony: Soldado da fortuna prestes a se tornar o soldado do infortúnio.
Ziva: Cães de guerra prestes a saborear cabelo de cão.

Shepard: Sabe onde ele está indo?
Tony: Não.
Shepard: Arrisca um palpite?
Tony: Bem, ele levou o distintivo e a arma. Acho que vai atirar em alguém.

Ziva: Sargento Haas volta do Iraque e a primeira coisa que faz é ir procurar uma garota que ele já namorou duas vezes. Por quê?
Tony: Ele é homem.
Ziva: O que ela tem, que ele não?
Tony: Uma cama.

Designated Target[editar]

Ziva: [no celular] Não, não, não, não é você, é só... bem, você sabe, essas coisas têm de seguir seu curso, e, ah... bem, você deve aceitar--
Tony: Ligação pessoal, David?
Ziva: Sim. Some daqui!
Tony: Alguém levando um fora?
Ziva: Ah - como dizer a alguém que não quer mais vê-lo?
Tony: Fácil. [toma o celular de Ziva] Escute aqui, é o marido da Ziva. Tenho seu número agora, posso achar seu endereço; se você tentar falar com ela de novo, eu vou cortar sua garganta, arrancar seus intestinos, triturá-los e atropelá-los! Apague esse número ou perca sua vida! [desliga, devolve o celular pra Ziva] De nada.
Ziva: Era a tia Nettie de Tel Aviv. Ela estava tentando parar de ver seu parceiro de 86 anos.
Tony: Por que não me deteve?
Ziva: Fiquei muito surpresa.
Tony: Pra onde devo mandar as flores?
Ziva: Se falar com ela de novo, eu mato você.

Tony: [depois de Gibbs bater atrás da cabeça dele] Sabe, traumatismo craniano provoca danos cerebrais.
McGee: Explica muito.
Tony: Esse lado da minha cabeça está maior?
Ziva: Sim. Mas do outro também.

Ziva: Você é xenofóbico.
Tony: Não, eu não sou Xena-fóbico. É um dos meus programas preferidos. Saias de couro, lésbicas duelando, força feminina. Mas talvez eu seja um pouco Ziva-fóbico.

Ziva: Já pensou em almas gêmeas?
Tony: Eles eram da Decca, certo? Grande sucesso dos anos 70? Uma coisa meio disco? Cante um pouco, vou sacar.
Ziva: Você nunca vai sacar.

McGee: Abby, o que eu faço? Eu sou louco por essa garota, sabe? E ela é simplesmente louca.

McGee: Ela faz isso por diversão! Ela já foi presa duas vezes! Ela rouba o dinheiro das pessoas, compra coisas...
Abby: As loucas são as melhores.
McGee: O estranho é que eu gosto disso, sabe?
Abby: Ok, amar é nunca ter que ler os direitos dela, mas ela vai fazer isso com outra pessoa. Prenda-a! Eu te amo, McGee. Isso devia ser o suficiente.

Lost and Found[editar]

Ziva: Vou dirigindo.
Tony: Estou morto.

[Tony e Ziva disputam por um mapa]
Ziva: Sou uma navegadora treinada, Tony.
Tony: É? Bem, eu tenho um A em Geografia. Além disso, sou Agente de Campo Sênior. Estou um pouco na frente.
Ziva: Também sou uma assassina treinada.

Tony: Puxa! Eram botas novas.
Ziva: Não é hora de ver a paisagem, Tony.
Tony: A única paisagem que estou vendo é a sua grande...
Ziva: Hey!
Tony: Mochila! Andando rápido!

Abby: Sabe qual é a minha maior neura, McGee?
McGee: Pessoas que se dizem vegetarianas, mas comem frango.
Abby: [irritada] Também, mas sabe qual é mesmo a minha maior neura?
McGee: Pessoas que extraviam evidências?

Jenny: O celular de Taylor foi ativo, estamos rastreando.
Tony: Bem-vinda ao clube. Gostaria de dizer que é divertido.
Gibbs: Parece cansado, DiNozzo.
Tony: Estamos seguindo Ziva, até os cães estão cansados!

[Palmer mostra a Carson um desenho que fez num pequeno quadro branco.]
Palmer: E agora, o que é?
Carson: Mansão Playboy!
Palmer: É uma escola, Carson! Tem certeza que não conhece o DiNozzo?

Corporal Punishment[editar]

Tony: [depois de derrubar o gibi que McGee está lendo] Isso faz você querer me bater?
McGee: É realmente tentador. Mas eu vou passar [Ziva entra] Talvez Ziva faça isso.
Ziva: Talvez Ziva faça o quê?
Tony: Tenho trabalhado no meu tanquinho. Sabe? Abs.
Ziva: Você e Abby lavaram roupas?
Tony: Não, abdominais. Chega de barriga de cerveja. Tenho treinado muito. Deixar a barriga dura. Esculpida. Como madeira.
McGee: Para combinar com sua cabeça.

McGee: [depois de Tony pedir a Ziva pra ela bater na barriga dele] O mais forte que ela puder?
Tony: O mais forte que você puder.
McGee: Sabe como Houdini morreu?
Tony: Ziva, você matou Houdini?
Ziva: É possível, não lembro o nome de todos.

Tony: [Como Tommy Lee Jones] Tudo bem, escutem pessoal. Nosso fugitivo fugiu há 90 minutos.
Ziva: Faz três horas, Tony.
Tony: A velocidade média andando em terreno irregular sem ferimentos é de 6km/h.
Ziva: Ele não está a pé, está de carro!
Tony: O que eu preciso de cada um de vocês é uma busca minuciosa de todo posto de gasolina, residência, depósito, bombeiros, chiqueiros, cabanas e casinhas de cachorro de toda a área. Nosso fugitivo tem um nome, e é...
Gibbs: Corporal Damon Werth.
McGee: Hey, vai fazer o discurso do Tommy Lee Jones sempre que tivermos um fugitivo? Sério?

Abby: [ao ver o hematoma no rosto de Ziva] Ai meu Deus! AimeuDeus AimeuDeus AimeuDeus AimeuDeus!
Ziva: Calma, Abby! Eu estou bem.

Tony: Que sentimentos você teve? Disse que teve sentimentos.
Ziva: Disse que tenho sentimentos, não que estou tendo sentimentos.
McGee: É uma diferença gramatical muito sofisticada.
Tony: Não mude de assunto com palavras complicadas, McNerd. Ziva disse que teve um sentimento. Fale sobre esse sentimento. Qual foi esse sentimento?
Ziva: Me senti impotente, temporariamente. O que não acontece sempre comigo. Quando estávamos lutando contra Werth.
[Tony e McGee trocam olhares]
Ziva: O quê? O que esse olhar significa?
McGee: Nada. [Ziva volta a trabalhar, McGee e Tony sorriem]
Tony: Você gosta dele.
Ziva: Ele era poderoso.
McGee: Gosta mesmo dele.
Ziva: Estou dizendo que ele é o homem mais forte que já conheci. Mas força não devia decidir batalhas. Há uma arma para cada luta.
McGee: Quer uma revanche?
Tony: Quer rolar mais um pouco no chão com ele?
Ziva: Estou tentando descrever algo complicado.
Tony: Não é complicado, Ziva. É Conan.
McGee: À sua Red Sonja.
Tony: Legal.
Ziva: Foi só por um momento.
Tony: Teve um momento, teve um sentimento. E uma pancada na cabeça, nariz quebrado, ombro deslocado. Foi um dia de vitórias.
Gibbs: Pegue leve nos analgésicos, DiNozzo.

Gibbs: Coragem não tem nada a ver com medalhas. É simples. Você atira, não muito longe dele.

Tribes[editar]

Tony: Desculpe, mas a resposta certa é Nascido Para Matar.
Ziva: Não é o melhor filme de fuzileiros. Questão de Honra é.
Tony: Baseado no fato que estou certo, rejeito a sugestão.

[McGee e Ziva estão discutindo pra saber quem vai plantar uma escuta na mesquita]
McGee: Você vai se magoar.
Ziva: Se eu te magoar, vai ficar machucado.
Tony: [sussurra] Você pode com ela, novato.

Langer: Pensei que você tinha se aposentado!
Gibbs: Eu tentei.
Langer: Bom, você parece bem, velho. Ei, cara, lamento por nossa convergência inconveniente aqui.
Gibbs: O quê?
Langer: [Jenny olha para ele] Gibbs costuma me multar por cada palavra difícil que eu uso.
Jenny: Quanto?
Langer: $3 por palavra. [entrega algumas notas a Gibbs]

Tony: [vendo Langer sair] Que sujeitinho.
Ziva: [olhando pra baixo admirada] Sim, com certeza.
Tony: Você o está secando. Está secando o Langer.
Ziva: Por que não? Ele é elegante.
Tony: Ele não é elegante, ele é...
Ziva: [põe seu dedo na boca de Tony] Shh. Não diga.
Tony: [impressionado] Tiros na Broadway. Woody Allen.
Ziva: Muito bom, Tony. Tiraria um "B" na minha classe.
Tony: Eu poderia ensinar sua classe.
Ziva: Até parece.

Ziva: Eu passava os verões em Haifa.
Khalid Mohammed Bakr: [Pega o chá que ela ofereceu-lhe] Você faz do estilo árabe? Forte.
Ziva: Gosto dele forte.
Khalid: Você gosta de muçulmanos.
Ziva: Sim.
Khalid: Posso perguntar por quê? Não quero ofender, só estou curioso.
Ziva: Cresci em Israel. Eu tinha um amigo que era muçulmano. Éramos muito próximos.
Khalid: Ainda são próximos?
Ziva: Ele foi morto. Quando eu tinha doze anos.
Khalid: Já houve mortes demais.
Ziva: Concordo.

[Tony, se dirige até a mesa de Ziva, acaba de descobrir o livro "Filmes para Principiantes]
Tony: Ah-ha!
Ziva: [arranca da sua mão] Já matei por menos.
Tony: Você trapaceou!
Ziva: Não trapaceei.
Tony: Esse é um livro sobre filmes, aposto que nem assistiu a maioria deles. Apenas leu o livro.
Ziva: Gosto de livros.
Tony: Gosto de filmes.
Ziva: Não cite livros, não citarei filmes.
Tony: E se for um livro que virou filme?

Stakeout[editar]

Tony: Alguma boa pista? No caso?
Det. Sparr: Você está aqui porque eu não retornei sua ligação.
Tony: Teria sido muito agradável, é.
Det. Sparr: Bem, quando estou no meio de uma investigação não costumo retornar ligações sociais.
Tony: O que faz você pensar que era social?
Det. Sparr: A forma que você olhou pra minha bunda no outro dia.
Tony: Como sabe que meu interesse na sua bunda não foi puramente profissional?

Ziva: [falando sobre o homem que a prostituta pegou] Cachinhos dourados arrumou o Papai Urso e acharam uma cama perfeita. Acho que ela poderia ter arrumado alguém melhor.
Tony: O que foi?
Ziva: O José com ela, é nojento.
Tony: Não quer dizer "mané"?
Ziva: Você o conhece?
Tony: [balança a cabeça] Ah, caramba!

Ziva: Tony ainda não se vingou de mim pelo binóculo.
McGee: Achei que vocês dois tinham decidido não fazer mais pegadinhas.
Ziva: Confia em DiNozzo?
McGee: Tem razão.

McGee: Demonstração para Gibbs. Sabe como é difícil explicar algo técnico para ele.
Abby: É, boa ideia. Quando tento explicar algo científico ele me dá aquele olhar vazio de "cale a boca e vá direto ao ponto." [pausa nervosa] Ele está atrás de mim, né?
McGee: Não.

Nikki: Hum, Ziva? Não sei se devia dizer ou não, mas vi Tony colocando algo embaixo do seu carro --
Ziva: O quê? Quando?
Nikki: O quê, eu não sei. Quando? Essa manhã.
Ziva: Ha! Eu te disse! Te disse que ele não é confiável! [corre pra fora]
McGee: Tony realmente mexeu no carro dela?
Nikki: Não. Tony só me disse pra dizer a Ziva quando a visse.

Dog Tags[editar]

Abby: Quem atiraria nesse fofo e pequeno cãozinho? Olhe pra você... [entendendo, ela vira e encara McGee]
McGee: Foi autodefesa! Foi autodefesa!
Abby: Você atirou nesse fofo cãozinho?
McGee: Ele não é fofo, nem pequeno! É grande e feroz!
[O cachorro resmunga piedosamente.]
Abby: Como pôde atirar em um animal inocente, McGee?!
McGee: Abby, esse cachorro não é inocente, ele matou alguém!
Abby: Cachorros não matam pessoas! Pessoas matam pessoas!
McGee: Pessoas com cachorros que matam pessoas matam pessoas!
[Abby agarra a jaqueta de McGee e cobre o cachorro.]
McGee: É da Hugo Boss! Não acha que está comprometendo a evidência com meu paletó de US$500?
Abby: Se você acha que eu não consigo distinguir as fibras do seu estúpido paletó da evidência no cão, você não me conhece, McGee. E, neste momento, eu não quero conhecer você! [para o cão, amável] Bom cachorro. [pra McGee, zangada] Mau McGee!

Abby: (para o cachorro) Quem é um bom Jethro?
Gibbs: (entra no laboratório de Abby, ela não vê) Eu sou um bom Jethro!
Abby: Não se zangue, fique lisonjeado. Ele é tão forte e lindo e silencioso, então decidi chamá-lo de Jethro.

Tony: Chefe, já examinados tudo. Não temos nenhuma pista. Ziva flertou com a base toda. E McGee viu horas de Encruzilhada Suboficial.
McGee: Cento e cinquenta horas, na verdade.

[McGee e uma adestradora de cães descem para pegar Jethro, encontram Abby trancada no seu escritório com Jethro, com música muito alta, ignorando-os. McGee ainda está tentando abrir a porta de vidro e chamar a sua atenção quando Jethro rosna]
Abby: Não preste atenção nele, Jethro.
McGee: (suspira) Abby, abra a porta! (sem resposta) Jethro tem que ir agora... Abby!
Abby: Não posso te ouvir, McGee!
McGee: Se não pode me ouvir como respondeu?
[Abby franze a testa, levanta-se pra pôr a música mais alta e depois se vira pra McGee]
Abby: Não vou abrir a porta até Jethro ser provado inocente!
McGee: Abby, não faça cena!
Abby: Muito tarde, McGee! Estou preparada para fazer cenas!
McGee: Não pode ficar aí pra sempre.
Abby: [indicando um recipiente grande de Caf-Pow] Tenho estoques de Caf Pow... [indicando uma caixa de comida de cachorro] ...e ração. Ficarei bem por alguns dias.. (Jethro late)

Abby: Jethro está bem. Estou coletando dinheiro para as flores.
McGee: Por que eu daria flores a um cão que tentou me matar?
Abby: Talvez por quê o cão é o melhor amigo do homem. Ou porque talvez eu seja uma cientista forense e posso ferver suas entranhas sem deixar rastros.
[McGee rapidamente põe dinheiro no recipiente.]

[Abby está ajoelhada ao lado de Jethro, com uma expressão triste no rosto.]
McGee: O que foi?
Abby: Gibbs perguntou ao Comandante da base se eu poderia ficar com Jethro.
McGee: E ele disse não?
Abby: Ele disse sim.
McGee: E então?...
Abby: Meu senhorio disse não. Eu quero estar certa de que Jethro terá um bom lar. Ele é um veterano. Merece ser feliz.
McGee: [percebe a intenção de Abby] Não!
Abby: Vamos, McGee! Você disse que queria arranjar um cachorro.
McGee: Abby, esse cachorro já provou o meu sangue e acho que ele gostou!
Abby: McGee, às vezes você tem que aceitar os fatos da vida e conviver com eles. Você vai ficar com o Jethro. Deem-se as mãos! [Nenhum dos dois se mexe] Jethro, acho que você vai ter que ser o grande homem aqui.
[Jethro levanta sua pata. McGee o cumprimenta, apreensivo.]

Internal Affairs[editar]

Jenny: San Diego é bem longe daqui, Leon.
Vance: O Secretário achou que valia a passagem.
Jenny: Está interrogando meus agentes? Presumo que tenha um suspeito. [Vance sorri.] E foi contratado pra supervisionar. Bem, Diretor Assistente Vance, vai invocá-los?
[Ela tira a arma e o distintivo de dentro da gaveta.]
Vance: Sob a autoridade da Secretária da Marinha, agindo como diretor da NCIS, eu a privo de suas funções. Desculpe, Jenny, está suspensa.

Abby: [enquanto esperam na garagem de evidência] Aah! Cartas de tarô. Quer saber o que está acontecendo?
Tony: Estou morrendo de curiosidade. [fica distraído]
Abby: Tony! Estamos prestes a invocar os indefiníveis elementos do cosmo. Concentre-se!
Tony: Chame os espíritos. Diga a eles pra trazerem pizza.

[Fornell chama Abby para interrogatório.]
Tony: Gibbs lhe deu uma missão. Contamos com você. Apenas faça o que sabe fazer melhor.
Abby: Dançar?
Tony: Falar!

Gibbs:[Entrega a Ziva uma faca] O carro do FBI está lá fora.
Ziva: Entendi.
Gibbs: Os pneus, não as gargantas.

Ziva: [quando Jeanne Benoit passa] Seja homem, Tony.
Tony: Ela me acusou de assassinato.
Ziva: Quem é o malvado? Seja homem. Vá e diga o que ela precisa ouvir.

Tony: Sinto muito por ter te metido no meio disso tudo.
Jeanne: Algo foi real, Tony?
Tony: (mentindo entre os dentes) Não.
Jeanne: Gostaria de nunca ter conhecido você.

In The Zone[editar]

Ziva: [entra sorrindo e leva um café pra McGee] Pelo que você me trouxe semana passada.
McGee: Obrigada.
Ziva: [se inclina pra ver o que ele está olhando na tela] Que beijo, McGee!
McGee: [sorri] Nada mal pra um papel de parede, hein?
Ziva: [rindo] Bem, parece estar se divertindo. [reflete] Nunca tinha visto uma língua tão comprida.
Tony: [entra, olha pra eles, curioso] McGee tem uma língua longa?
Ziva: Não, mas a gracinha que ele está beijando sim.
Tony: McGee está beijando uma garota?
McGee: Não pode ver isso, Tony.
Tony: Por que?
Ziva: Essa foto do McGee é pessoal. Se ele não quer que a veja deve respeitar o desejo dele. Ou... [bate na tecla pra colocar na tela de plasma do salão principal] ...veja-a em outro lugar.
McGee: Hey!
[A imagem mostra McGee ajoelhado ao lado do cão Jethro, que está lambendo seu rosto.]
Tony: [ri] Ah, McRomeu... deveria guardar isso para o quarto.
McGee: Está com inveja.
Tony: Inveja? Acho que não. O que você está fazendo pode ser ilegal em alguns estados.

[Gibbs vê a foto de McGee "beijando" seu cachorro.]
Gibbs: Pelo menos não tem que pagar pensão, McGee.

McGee: Tony disse que se eu quero realmente ir, eu não devo me candidatar. Mas, se ele disse para eu não me candidatar, então ele acha que eu vou me candidatar. Isso quer dizer que, se eu quero mesmo ir, então eu não devo me candidatar.
Abby: Isso é... bom, Timmy. Parece que você está fazendo exatamente o que não deveria.

Vance: McGee?
McGee: Sim, senhor?
Vance: Estou desapontado. Você foi o único agente que não se candidatou. Operações como essa são uma ótima oportunidade para agentes se testarem.
McGee: [espantado] Mas o Tony também não se candidatou ainda!
Vance: Ele falou comigo antes.

Nikki: Essa é a minha área de expertise. Tenho muitos contatos lá [no Iraque].
Ziva: Eu também tenho!
Nikki: Mas os meus ainda estão respirando.
Ziva: Os meus também... a maioria.

Recoil[editar]

Ziva: [na máquina de xerox] Morra, máquina estúpida!
McGee: Ela parece impassível?
Tony: Essa é uma tática Mossad padrão de ataque a copiadoras, McGee. Ela está bem.

Ziva: Não estou trabalhando. Apenas bebendo. Heidi! Uno mas, s'il vous plait.
Michael Locke: Está misturando os idiomas.
Ziva: E meus licores.

Locke: Como é atirar em alguém?
Ziva: É o que é. É o que você tem que fazer.

Tony: O que você está fazendo?
Ziva: Procurando a namorada desaparecida de Locke. Você?
Tony: O mesmo.
Ziva: Quê? Por quê?
[...]
Tony: Checando a ficha medical dela.
Ziva: Acha que ela está em um hospital sem poder se comunicar?
Tony: Não, acho que ela está em uma cova rasa sem poder se comunicar.
Ziva: Fichas medicas são sigilosas. Vai precisar de intimação.
Tony: Não com a nota promissória de um escriturário péssimo jogador de pôquer.

Ziva: Se vai me dar uma palestra sobre meu julgamento ruim, eu não preciso ouvir isso.
Gibbs: É isso o que se trata? Dúvida do seu julgamento?
Ziva: Eu devia ter sido mais rápida.
Gibbs: Teria sido se pudesse.
Ziva: Demorei demais.
Gibbs: Ainda assim o matou.
Ziva: Eu quase morri.
Gibbs: Mas não morreu. Precisa confiar nos seus julgamentos, Ziva. Quando parar de fazer isso, não haverá mais "quase".

About Face[editar]

[McGee e Ziva estão jogando Palavras-Cruzadas]
Tony: O que está havendo aqui? Desci no andar errado? Achei que aqui fosse um escritório.
McGee: Agente David e eu estamos em um exercício linguístico para aperfeiçoar o vocabulário de Inglês dela.
Tony: [ri] Muito bom. Gibbs vai engolir isso?
Ziva: Não é meu vocabulário que precisa de "aperfeiçoação", McGee.
McGee: Não é uma palavra. Olhe o resultado.
Tony: [ri] Não. 50 pontos de vantagem e só restou um peça.
McGee: [sorri] Vai ser difícil usar esse "Q" sem um "U".
Ziva: Você olhou!
McGee: Não olhei. Processo de eliminação, contei as peças do tabuleiro.
Tony: Você tira a graça de qualquer coisa, McTrapaça. [Ziva olha pensativa]
McGee: Desista, Ziva.
[Ziva pega sua peça Q e a coloca na frente do I.]
McGee: [franze a testa e encara o tabuleiro] "QI"? Acho que não.
Ziva: [sorri] QI. É a energia vital que flui em todas as coisas.
Tony: Devia ter previsto isso, Novato-Wan Kenobi.
McGee: Não....
Ziva: [ri] São 62 pontos!!!
Tony: A Jedi vence.
McGee: Estou desafiando!
Gibbs: [entrando] Vocês todos estão! Peguem o material. O recreio acabou.
[McGee em pânico abre a gaveta de Ziva e joga as peças e o tabuleiro dentro, casualmente os derruba no chão, quando ela lhe dá um olhar estranho e a equipe se prepara pra ir.]
McGee: Era um exercício de linguagem. Não jogamos de fato.
Tony: Então McGee não perdeu de fato.
McGee: Correto!
Gibbs: Então ele não foi de fato humilhado.
[Ziva e Tony trocam olhares e riem pelo caminho.]
McGee: [corre atrás deles, murmurando] "QI"....

[Ziva está confundindo Tony enquanto eles conversam sobre a cena do crime.]
Tony: Temos que descobrir o que ele estava fazendo aqui.
Ziva: E com quem ele estava fazendo isso.
Tony: Fazendo o quê?
Ziva: O que estava fazendo quando acabou.
Tony: [olhar confuso] Acabou... o quê?
Ziva: Acabei!
Ducky: "Acabado" meu amigo. "Acabaram com ele." Não entende inglês britânico?
Tony: Não o dela.

Ducky: Jimmy, não tenho dúvida de que você poderia morrer como um herói. Mas, por enquanto, eu agradeceria se você pudesse ficar vivo pra me ajudar a examinar os mortos.

Palmer: Como você faz?
Gibbs: Hmm?
Palmer: Bloquear o medo.
Gibbs: Não bloqueio. É o que se faz com ele.

[Palmer segue a equipe em seu carro.]
Gibbs: O que está fazendo aqui?!
Palmer: Pensei que poderia ajudar...
Gibbs: Qual parte do "fique" não entendeu?! Fique! Palmer, você fica no carro!
[Um pouco depois]
[Palmer para o suspeito em fuga batendo no seu carro.]
Gibbs: O que diabos está fazendo?!
Palmer: Eu não saí do carro!

Judgment Day part: 1 and 2[editar]

Ziva: Daria para chegar.
Tony: O ponteiro está na reserva, está quase vazio. Nós nem sabemos onde é!
Ziva: Mas daria pra chegar.
Ziva e Tony: [ao mesmo tempo] O quê?
Tony: [ligeiramente irritado sai do carro e começa a encher o tanque de gasolina] Por que não faz alguma coisa útil?
Ziva: O quê?
Tony: Eu disse, por quê não faz algo útil?
Ziva: O que você quer que eu faça? Segure seu bico?
Tony: Consiga um mapa. [Ziva faz uma cara, sai do carro e vai em direção a loja] E algumas rosquinhas brancas. E um Gatorade. [ela pausa, bate na bunda dela e continua andando sem se virar.]

Ziva: Se valoriza sua mão, sugiro que se afaste, lentamente.

Ziva: [para Tony] Primeira citação de filme que eu ouvir, eu dirijo.

Tony: Ela não quer nosso envolvimento. Se aprendi uma coisa sobre as guerras da diretora é que é melhor se afastar, pra ela e pra nós! Ela é adulta, sabe se cuidar sozinha. Além disso, provavelmente seja coincidência e ela esteja por trás daquelas janelas caras comendo castanhas caríssimas por conta do Sr. Forasteiro.

Franks: Pode ser difícil de acreditar, mas eu me apaixonei uma vez. Ela se chamava Maggie, tinha tudo. Rápida, belas curvas. Confiei minha vida a ela.
Jenny: O que aconteceu?
Franks: Troquei-a por uma Harley-Davidson quando a transmissão quebrou.

Tony: Ela morreu sozinha.
Ziva: Nós somos todos sós.
Tony: É, obrigado por isso. Eu quis dizer que ela nunca se casou, não teve filhos. Eu nunca a ouvi falar nisso.
[Ziva suspira e olha para o vazio.]
Tony: Paris. É quando devia ter acontecido.
Ziva: Os dois [Gibbs e Jenny] sozinhos em outro mundo.
Tony: Pondo suas vidas nas mãos um do outro todos os dias.
Ziva: Sem mencionar as longas noites.
Tony: Foi inevitável.
Ziva: Nada é inevitável.

Vance: Sabiam que Mike Franks estava envolvido nisso?
Tony/Ziva: Não./Sim.
Vance: Querem um momento pra se decidirem?
Tony/Ziva: Sim./Não.
Vance: E de que lado você está?
Tony/Ziva: [juntos] Gibbs.
Vance: Finalmente se decidiram.

[Vance tira da maleta três pastas e coloca-as sobre a mesa. Gibbs, Tony, Ziva e McGee entram em silêncio na sala de Vance. Ele se dirige diretamente a cada um deles.]
Vance: [Para Ziva] Agente David, sua função como oficial de ligação no NCIS está encerrada. Você voltará para casa imediatamente. [Para McGee] Agente McGee, você está sendo transferido para a Unidade de Crimes Cibernéticos. [Para Tony] Agente DiNozzo, você será transferido. Agente embarcado no USS Ronald Reagan. Faça as malas. Seu voo parte amanhã cedo. [Entrega as três pastas a Gibbs] Agente Gibbs, conheça sua nova equipe.

Season 6[editar]

Last Man Standing[editar]

Ducky: Sr. Palmer, diga a Gibbs que ele pode mandar a Equipe B.
Gibbs: Isso implicaria em haver uma equipe A, Ducky.
Ducky: Não há?

Agente Langer: Há quatro meses venho atendendo ligações para o Agente DiNozzo, e juro, todas são de mulheres.
Agente Lee: E isso o surpreende?

Gibbs: Langer, entregue o arquivo a ela.
Agente Keating: Bom dia, senhor.
Agente Lee: Bom dia, senhor.
Agente Langer: Bom dia, senhor.
Gibbs: Felizmente concordaram em alguma coisa.

Gibbs: Mais alguma coisa?
Abby: Um número.
Gibbs: Um, dois, seis?
Abby: Cento e vinte e seis. Esse é o número de dias que Tony, McGee e Ziva foram embora. Realmente não achava que você ia deixar chegar a três dígitos, Gibbs! Mas agora é demais! É como um terço de um ano inteiro! Eu sinto falta deles!
Gibbs: Abby, você almoçou com McGee ontem.
Abby: Não é o mesmo. Sinto saudade deles juntos, como um grupo. Meus três mosqueteiros. Tim é o único que eu tenho visto. Nem Tony, nem Ziva. Tony me manda cartões postais. [abraça Gibbs] Eu os quero de volta, Gibbs. Traga-os de volta! [solta-o e olha firmemente para ele] Você tem dez dias. OK, não quero te pressionar. Doze, então. Mas não mais que duas semanas!

Gibbs: E quando pretendia me dizer [que há um traidor na equipe]?
Vance: Não havia evidências. Achei que, se eu pusesse você com eles, o seu radar perceberia algo, e algum dia você viria me dizer que estava com uma dúvida a respeito de um deles.
Gibbs: Uma dúvida? Uma dúvida, Leon? Eu tenho dúvidas sobre todos eles. Eu tenho um ex-agente do FBI que não ouve, um garoto gênio que não dirige e uma advogada que não atira!

Tony: Isso é hackear, McGee? Estamos hackeando?
McGee: Não estamos hackeando, Tony.
Tony: Mas é ilegal, certo? Não responda. Eu sei que é ilegal. Estou me divertindo.

Palmer: Paramos de nos encontrar há alguns meses.
Gibbs: Ela [Lee] terminou?
Palmer: Eu terminei. Senti que estava sendo usado.

Eli David: Sabe, Leon, às vezes, quem me conhece pergunta diretamente - os corajosos na maioria -, mas na maioria das vezes os outros, posso senti-los olhando para mim e perguntando em silêncio como pode um pai fazer de sua filha uma assassina profissional?
Vance: A pergunta que eu nunca lhe fiz porque eu sei a resposta.
Eli David: Cada dia é uma luta para sobreviver. Meu sonho é que minha filha não vai ter que tomar essa decisão com seus filhos e suas filhas. Eu gostaria que meus netos fossem médicos e arquitetos, vivessem uma vida feliz, crescessem felizes e saudáveis. [pausa] Você a quer de volta, não quer?
Vance: Sim, Eli, eu a quero de volta.
Eli David: Diga-me, Leon, estamos ganhando?
Vance: Não sei, Eli.
Eli David: Gosto de achar que estamos... mas depois há outra coisa: um atentado, um sequestro, uma atrocidade. Use-a bem, Leon. Ziva é a ponta da lança.
Vance: Obrigado, Eli.

Agent Afloat[editar]

Ziva: Parece que achamos a arma do crime. Guitarra de brinquedo?
McGee: Não é uma guitarra de brinquedo. É uma guitarra controle. Usada para jogar vídeo-game. Esse modelo, em particular, é chamado de machado.
Ziva: Então nosso assassino é o assassino do machado.

Abby: Bem, Ducky, estava certo. É ranho.
McGee: Não é o quê?
Abby: É ranho.
McGee: Não é o quê?
Abby: Sim, é.
McGee: É o quê?
Abby: Ranho. A substância encontrada no cabelo Lindsey Evans. É ranho.
McGee: Bem, por quê simplesmente não disse?
["Ranho" em inglês fica "snot". É possível confundir "It's snot" com "It's not". Tem mais graça em inglês.]

Tony: O quê?
Ziva: Você parece, hum... diferente.
Tony: Mais alto? Mais quente?
Ziva: Mais velho.
Tony: Estive longe quatro meses.
Ziva: Ainda se culpa pela Jenny?
Tony: Não tanto quanto eu costumava.
Ziva: Bebendo?
Tony: Não tanto quanto eu costumava.
[Ziva toca no seu ombro]
Ziva: Podia ter ligado.

Ziva: McGee foi especificamente instruído pra destruir essas fotos.
Tony: Acho que ele esqueceu.
Ziva: Então eu talvez devesse lembrá-lo.
Tony: Vá com calma com o rapaz, ele teve um verão difícil.
Ziva: Bem, todos nós tivemos.
Tony: Acho que foi especialmente difícil pro McGeek. Não lida muito bem com as mudanças, nunca lidou.
Ziva: Ele parece bem.
Tony: [zomba] Por favor, enfiado naquele porão por quatro meses? Você sabe o quanto ele ama bater na calçada, liderar o trabalho, interrogar.
Ziva: [ri] McGee?
Tony: É, sem mencionar Gibbs, Duckster, você e eu, Abs... quero dizer, todos sabem o quão póximos eles são.
Ziva: McGee estava no subsolo, Tony. Almoçaram a cada semana.
Tony: Não é o mesmo. Você se acostuma a ver alguém todo dia, conversar com eles, confiar neles, e de repente eles não estão lá ...
Ziva: Faz parte do trabalho.
Tony: Não faz disso mais fácil pra McGee.

Capitol Offence[editar]

Tony: O que está acontecendo aqui?
McGee: Não sei. Não me importo. Não é da minha conta, DiNosey.
Ziva: Você está um nerd tão controlado.
Tony: Aberração.
Ziva: Sim, isso também.

Tony: Então você ficou na casa da Abby, hein? Dormiram no mesmo quarto?
Ziva: É um apartamento de um quarto?
Tony: Um quarto, uma cama? Um caixão?
Ziva: Quer a verdade?
Tony: Sim, [como Jack Nicholson] acho que posso aguentar a verdade.
Ziva: Meu prédio estava sendo dedetizado e Abby teve a gentileza de me deixar ficar... no sofá... com meu pijama.
Tony: Vamos lá! Não poderia mentir nem um pouco?

Tony: Então o que se passa com El Jefe? Ontem ele deixa a cena do crime sem explicação. Hoje, ele sabia que o Almirante tinha problemas com a vítima. De onde ele tirou isso?
McGee: Talvez ele esteja blefando.
Tony: Uh-uh. Estava no nariz dele.
Ziva: Nariz de quem?
Tony: No dinheiro. Mercenário. Certo como a chuva. Estava fazendo melhor antes de voltar para Israel. Foi trocada.

Gibbs: Abby, o que está fazendo?
Abby: A fronteira foi atravessada. Eu fui violada. Nada mais é sagrado.
Gibbs: É? Diga-me.
Abby: Alguém roubou meu bolinho.

Abby: Preciso de uma amostra do seu DNA.
McGee: Para quê isso?
Ziva: Alguém roubou o bolinho dela.
McGee: Não! Isso é invasão de privacidade!
Abby: McGee, eu vou conseguir o seu DNA de um jeito ou de outro.
Tony: Faça o que a moça diz. Ela dorme num caixão.

McGee: Está procurando por mim, Tony?
Abby: Não, eu estou. Você acha que eu sou idiota?
McGee: Não.
Abby: O que você pensou, que eu não iria descobrir?
McGee: Do que ela está falando?
Ziva: Do bolinho.
Abby: Você o roubou da minha geladeira. Tenho provas forenses. Sua grande e gorda impressão digital.
McGee: Vamos lá, acha que eu sou tão estúpido? Olha, se eu fosse roubar o seu precioso bolinho eu não deixaria uma impressão digital em sua geladeira.
Abby: Não deixou. Você usou luvas de látex. Nova caixa, McGee. Digitais somente minhas e suas.
McGee: Você disse que queria se livrar de glúten.
Abby: Onde ele está, McGee?
McGee: Estava salvando você de você mesma, Abby.
Abby: Onde o colocou, McGee?
McGee: Ok, eu comi. Estava tarde, eu não tinha comido desde o almoço, a máquina na sala de descanso estava vazia... e parecia tão bom.
Tony: [abraça McGee] O que estava pensando, McGee? Ela é uma cientista forense da classe mundial. [bate nele]
Ziva: Eu comprei o bolinho pra Abby. [bate nele]
Abby: Então, como foi?
McGee: Foi como uma mudança de vida.
Abby: [imitando McGarret em Havaí 5-0] Prenda-o, Danno!

Heartland[editar]

Ziva: Vou chamar Tony.
McGee: Vou chamar Abby. [os dois correm]
Ziva & McGee: [via webcam] Gibbs tem um pai!
Tony & Abby: Contem tudo!

Ziva: Sente isso?
McGee: [caçando no lixo] O quê? Bananas velhas?
Ziva: Não. Estamos sendo vigiados.
McGee: Como sabe disso?

Ziva: [aponta para o rifle Winchester de Jackson] Foi com essa arma que você aprendeu a atirar?
Gibbs: Ele nunca deixou ninguém tocar nesse Winchester.
Jackson: Essa é uma lição de educação dos filhos. Diga a um garoto que ele não pode ter uma arma, e ele irá crescer e se tornar um atirador.

[Flashback de 1976 quando Gibbs conhece sua primeira esposa, Shannon.]
Gibbs: Também está esperando pelo trem? [ela acente] Podíamos sentar juntos.
Shannon: Eu não sei. É um passeio longo, mas acho que você não é um lenhador.
Gibbs: Não.
Shannon: Eu tenho uma regra. É tanto uma regra número oito ou três: nunca namorar um lenhador.
Gibbs: Tem uma regra pra tudo?
Shannon: Estou trabalhando nisso. Todo mundo precisa de um código que pode viver. Qual é seu nome?
Gibbs: Leroy Jethro Gibbs.
Shannon: Vou te chamar apenas de Gibbs.
Gibbs: Pode me chamar do que quiser.
Shannon: Sou Shannon.

Nine Lives[editar]

Gibbs: Está se divertindo, Abs?
Abby: Sim!!! [olhando pra Gibbs] Mas você não. Desculpe.

Gibbs: Obrigado, Abs. Pode voltar pro seu mofo agora.
Abby: Aw, Gibbs. Você me diz as coisas mais doces.

[Fornell passa por McGee, Tony e Ziva a caminho da sala de conferência, onde vai encontrar um irritado Gibbs]
McGee: O cara está prestes a perder a cabeça.
Ziva: Ela parece estar firme em seus ombros.
Tony: A calma antes da tempestade. Gibbs contra Fornell. É como Frazier contra Ali. Ou Rocky contra... todos.

Abby: O que você vê?
McGee: Hum, sorvete de baunilha francês com chocolate granulado.
Abby: Interessante. [passando pra outra figura] O que agora?
McGee: Hum.
Abby: Pode dizer, McGee. Somos adultos. Diga!
McGee: Sexo?
Abby: Sexo de mofo, na verdade. Praticamente um pornô de mofo.
McGee: Por que está me mostrando um pornô de mofo?

[McGee olha atentamente para o frasco de cultura onde o mofo está se reproduzindo.]
Abby: McGee, deixe eles terem um pouco de privacidade!

Ziva: Eu estou intrigada pela forma como você está intrigado com isso, Tony.
Tony: E eu estou curioso que você está curiosa que estou intrigado.

Tony: Nesiah tova. [Hebraico: "tenha uma boa viagem"]
Ziva: Te vejo semana que vem.

Murder 2.0[editar]

Tony: Ei, não se esqueceu do protetor de tela, esqueceu, Ziva?
Ziva: Na verdade, eu tinha. [olha com raiva para McGee.] Obrigada por me lembrar!
Tony: Pra que os amigos servem?!

Tony: [Referindo-se ao assassino em série] Alguém não foi abraçado o suficiente quando era criança.

Abby: McGee, você é um deus entre os homens.

Gibbs: Não são os lugares. A pista é a neve.
McGee: Chefe, eu não sou um deus entre os homens, você é que é!

Tony: Garota legal, apesar de não ser meu tipo.
Ziva: Sério? Ela estava respirando.
Tony: Ah, eu tenho padrões, Ziva, caso contrário eu estaria namorando você.

Collateral Damage[editar]

Agent Wilson: Como Gibbs trabalha?
Tony: O que você ouviu? Que bandidos prefeririam confessar do que ser interrogados por ele? Que o seu olhar de aço pode refrigerar um quarto por cinco graus? Que ele só pode ser morto por uma bala de prata, como um lobisomem? Elas são todas verdadeiras, exceto a parte bala de prata. Poderia dar-lhe indigestão ou azia, mas eu não acho que o mataria.

Ducky: Dwayne Wilson...
Gibbs: Ele é um agente bebê.
Ducky: E eu estou olhando para o seu relatório pessoal porque...?
Gibbs: É coisa sua!
Ducky: Coisa minha? [pausa] Ah, eu fiz quando o Agente Dwayne Wilson estava vivo.
Gibbs: Ah sim.
Ducky: Então você não quer que eu faça uma autópsia, o que deixa a minha outra coisa. Perfil psicológico?

McGee: Não, você foi muito pra trás.
Ziva: Entendi.
McGee: Não, você foi muito pra trás.
Ziva: É por isso que vou avançar agora.
McGee: Ei, apenas... deixe-me fazer isso. Deixe-me fazer! Por favor? Ok? Você lida com isso como você lida com seu carro!
Ziva: E se você quiser lidar com qualquer coisa nunca mais ponha a mão do meu mouse!

Ziva: Eu não entendo. Se você quiser alguém morto, você bate em sua porta. Ele atende, você o mata. Fácil.
[Gibbs sorri]
McGee: [chocado] Para alguns.

Tony: Tenho um mau pressentimento sobre esse cara. Seus dentes brilharam.
Ziva: Significa?
Tony: Significa que ninguém tem dentes tão brancos, a menos que tenham algo a esconder.

Cloak[editar]

Ziva: Que lugar é esse?
Soldado: É confidencial.
Tony: Confidencial? O que tem aí dentro? Aliens? Pé Grande? Arca da Aliança?
Ziva e McGee: [em uníssono] Unicórnio!

Ziva: [escondida com Tony em um armário] Pare de respirar! [Tony para de respirar quando o guarda passa perto]

SecNav Davenport: [para Vance] Quando abriu a vaga no topo de sua agência, você me convenceu a lhe dar o posto. O acordo foi simples: arrume a casa!

Abby: Pare de me interrogar, McGee!
McGee: Pare de agir estranho!
Abby: Eu sou estranha!

McGee: Me pergunto o que eles estão fazendo lá em cima.
Tony: Será que a Marinha ainda enforca pessoas?
Abby: Tony!
McGee: Bem, é traição, Abby.
Abby: McGeeeehee!
Tony: O que mais eles podem fazer? Não há como ela sair daqui.
Ziva: De jeito nenhum.
Lee: Boa noite pra todos! [Sai]

Dagger[editar]

[McGee está ao telefone com Tony, ele perdeu o sinal]
Tony: Defina 'perdidos', McGee. Sei exatamente onde estamos. Estamos entre uma árvore e um arbusto, diretamente sob o sol da Terra.
McGee: Bem, você não está aparecendo no mapa, deixe-me reiniciar a varredura.
Tony: Você pode querer se apressar. Ziva está andando em círculos; ou a trilha ficou fria ou ela está prestes a marcar o seu território.

Tony: McGPS, estamos perto de alguma coisa?

Gibbs: Você achou que eu me importaria mais se ela fosse sua filha.
Agente Lee: Você não faria o que eu fiz para salvar a vida de sua filha? Desta vez eu disse a verdade!

Ziva: Você falou de seu caso com todos os outros, por que não comigo?
Agente Lee: Desisti de explicar. Ninguém me entende.
Ziva: Eu entendo.

Vance: Lee foi uma heroína ou uma vilã?
Gibbs: Ambas.

Road Kill[editar]

Cara do navio: Vocês são policiais da Marinha?
Tony: Sim, meu cavalo-marinho está estacionado ali na frente. Você deveria ver as luzes.

Ziva: Lembro da minha primeira luta. Eu tinha oito anos. Shemer Rubenstein.
Tony: Soa como um garanhão real.
Ziva: Um soco e acabou.
Tony: O que Shemer Rubenstein fez pra merecer a ira de Ziva?
Ziva: Disse que gostava de mim.

Tony: Olha, todo mundo gosta de um bom livro, mas você nunca tem o desejo de agir um pouco...
Ziva: Infantil?
Tony: Idiota. Estúpido. Desmiolado.
Ziva: Como você?
Tony: Exatamente.
Ziva: Tony, você e eu viemos de dois lugares totalmente diferentes. No meu mundo você cresce. Rápido. Não tem escolha.
Tony: Você tem agora.

Silent Night[editar]

Ducky: Algo errado, Jethro?
Gibbs: Impressões digitais encontradas em um duplo homicídio ontem pertencem a um Suboficial que supostamente morreu há 17 anos. [entrega a Ducky um arquivo] Seu atestado de óbito.
Ducky: Ah, meu caro. [ri] Alguém está em apuros. [olha para o atestado] Eu assinei?!

Abby: Não sei como agradar alguém. O que você acha que Tony precisa?
Gibbs: Um ajuste de atitude.
Abby: Gibbs, você não está ajudando.

Abby: Gosto de tudo no Natal. Menos daquela música do Chipmunk. E compras... eu nunca sei o que comprar pra alguém. Especialmente Gibbs! O que você dá pra um cara que não tem nada e quer... nada?
Ducky: Alguns sapatos barulhentos.
Abby: [assusta, olha pra trás dela] Oi, Gibbs!

Caged[editar]

McGee: (no telefone com o mecânico) Então, quanto foi?
Tony: Uma oitava ou duas?
Ziva: Duas.
McGee: [agudo] $600?!

Ziva: Seu nome é Hannah, e ela me convidou pra almoçar, duas vezes.
Tony: Você? [pisca e entende]
Ziva: O seu foguete acabou de cair?
Tony: Não. Ele pousou em um planeta diferente.

Ziva: Não tenho dúvida de que você vai conseguir aquela confissão, McGee.
McGee: [olha dela pra Tony e sorri] Obrigado, Ziva. [sai]
Tony: Ele é uma torrada, não é?
Ziva: Ah, sim. Torrada queimada.

Abby: Eles não machucaram McGee, machucaram?
Ziva: Não ouvimos nada.
Tony: [segura a caixa de provas] Tem algo para você do apartamento da Trimble, Abby. Nós precisamos entender tudo isso antes de anoitecer.
Abby: Defina "antes de anoitecer"!
Tony: Antes de o sol sumir.
Abby: [parece frustrada e suspira, pega a caixa e vai para mesa]
Abby: O sol se põe em torno de 5:02. Então, significa que temos até cinco e, ah, um?
Ziva: Antes do sol se por.
Abby: Isso poderia ser agora. Não é bom o suficiente! Eu não aguento isso. Toda vez que vocês saem, eu nunca sei se vão voltar, [Tony e Ziva troca um olhar quando ela murmura] e isso está me matando. Eu não consigo dormir à noite e eu estou desenvolvendo este tipo de hábito estranho.
Ziva: Às vezes nosso trabalho é perigoso, Abby.
Abby: Então consiga um trabalho seguro.
Tony: Então você não nos veria sempre.
Abby: [franze a testa] Verdade. Mas ainda é uma merda!

Ziva: Chequei os registros telefônicos de Trimble, Gibbs. Uma pessoa ligou mais de 150 vezes mês passado. Outra guarda prisional, chamada Brenda Carter.
Tony: Cinco ligações por dia. Eu daria um oito no medidor de psicose DiNozzo. Dez sendo Glenn Close de Atração Fatal'. Olhe para esses olhos, olhos loucos!

McGee: [no telefone com o mecânico] Você disse que meu carro ficaria pronto até o final do dia de hoje...
Tony: Uma oitava ou duas?
McGee: Ouça, porque é isso que você vai fazer. Você vai pegar o primeiro orçamento e reduzir em 10 por cento. Então você vai encontrar minha peça, instalar a minha peça e deixar o meu carro estacionado e pronto para quando eu sair do edifício em 32 minutos.
Tony: Wow. Quem diria que McGee iria crescer em uma prisão feminina?
McGee: Eu caço assassinos para viver, isso é o que eu faço. Agora faça exatamente como eu disse e não teremos nenhum problema, entendeu? Bom, o tempo está passando. [desliga]
Abby: Wow, McGee, o tempo na prisão realmente mudou você. Gostei disso!

Broken Bird[editar]

McGee: [vendo um pacote na sua mesa] Ah, ótimo! Estão aqui!
Tony: Ótimo? Quem disse ótimo?!
Ziva: O que é isso?
McGee: [abre a caixa, retira um computador antigo] Esse é meu Mac SE. Ganhei no meu aniversário de 11 anos. [amável] Ela é minha primeira!
Tony: Isso vai ficar realmente muito estranho, não vai?
Ziva: Vai ficar?

Palmer: Parece muito calma.
Abby: Estou. Se eu fosse ficar louca toda vez que um de vocês se machuca

Gibbs: Não é preciso nada para que o Mal prevaleça. Basta que os bons não façam nada.
Ziva: Está citando Edmund Burke?
Gibbs: Sim. É a convivência com o Ducky.

Gibbs: A última coisa que ela disse foi: "Você matou meu irmão". Alguma ideia de porque ela disse isso?
Ducky: Provavelmente porque eu matei o irmão dela.

Love & War[editar]

[Tony e Ziva gritam no telefone, de suas mesas]
Tony: Já reiniciei o sistema, Frank! Duas vezes!
Ziva: Quatro horas! Quatro horas! É o tempo que eu esperei por seu cabo reparador! Quatro horas!
Tony: Você já disse isso! Não! Não vou reiniciar de novo! Nunca vou reiniciar de novo!
Ziva: Reprogramar? Então você pode desperdiçar outro Sábado?!
Tony: Só diga que você não faz ideia de como resolver o problema, então poderemos viver nossas vidas!
[Tony e Ziva batem o telefone em desgosto]
Ziva: Alguém vai morrer hoje.

Tony: Acho que me confundiu com alguém muito menos impressionante.

Ziva: Tem que contar a ela a verdade.
Tony: Talvez. Não até eu tiver certeza que mentir não vai funcionar.

Tony: Como eu disse, é sempre a empregada.
Ziva: Não. Você disse que é sempre o zelador ou o mordomo, ou alguém designado para trabalhar no laboratório de Abby, mas você nunca disse empregada.
Tony: Alguém já lhe disse que sua memória pode ser um mosquito matador?
[...]
Tony: Pra quem você acha que ela trabalha? Japoneses? Russos?
Ziva: Cubanos. Depois de tudo ela é Cubana.
Tony: É óbvio demais. Não te ensinei nada?

Deliverance[editar]

Tony: Melinda. [olha em seu pequeno livro preto, depois impede Ziva de ver.]
Ziva: Quantas Melindas você tem nessa coisa?
Tony: Pode ser a garota com quem eu falei na academia.
Ziva: Você não vai a academia.
Tony: Talvez seja a garota com quem eu falei no parque de cães.
McGee: Você não tem um cão.
Tony: Ah, pode ser aquela menina que conheci no estande de concessão, enquanto a minha namorada estava no banheiro.
Ziva: Você precisa de uma secretária.
McGee: Ou um terapeuta.
Gibbs: Ou os dois.

Ziva: Beretta, 9mm?
Sgt. Pessoal Medina: Sinta-se livre.
Ziva: Se importa?
Medina: Não, minha senhora. Faça o seu melhor.
Tony: [suspira] Ah, Deus.
Medina: Espere na estação dois pra fogo livre.
Ziva: [dispara uma vez e limpa a roda] Prefiro a Sig.
Medina: Muitas mulheres têm problemas com a Beretta.
Ziva: Sua mira está alguns milímetros fora.
Medina: Sério?
Tony: [mostra a Medina o alvo com uma bala na cabeça] Sério.

Tony: Popeye Carmano? NCIS. Estamos ouvindo a mesma música? Deixe-me adivinhar. Fãs de Ricky Martin, Livin' La Vida Loca.
Carmano: Tem que me deixar ir, cara.
Tony: Mas acabamos de chegar!
Carmano: É, mas é um bairro muito perigoso.
Tony: Por isso eu a trouxe.
Carmano: La bonita é Federal.
Rico: A Federal é boa.
Tony: A bonita vai chutar sua bunda.

Ziva: Sente-se.
Carmano: Não vou me sentar.
Ziva: Sientate! Ou quer que la bonita coloque sua bunda na cadeira?

Vance: Você acabou de atirar em alguém, Franks!
Franks: Sim, tudo pelo regulamento, Leon. Agente aposentado envolvido em tiroteio. Ainda é o formulário KJ 65, certo? Foi bom falar com você! [desliga o celular]

Bounce[editar]

Tony: Ei, fale comigo, Abs! [Entrega a ela Caf-Pow!]
Abby: Obrigada, Gibbs.
Tony: Abby?
Abby: Só estava examinando as evidências da cena do crime, Gibbs.
Tony: Abby?
Abby: A sala estava, felizmente, muito limpa, porque, você sabe, quartos de hotel, eles podem ser um grande pesadelo pra cientistas forenses, Gibbs.
Tony: Abby! Não sou Gibbs!
Abby: Sim, você é, porque se não for, há um problema. E depois a Irmã Rosita torceu o tornozelo, Sr. Giggles escapou -
Tony: Sr. Giggles?!
Abby: Mantenha o foco, Gibbs.
Tony: Sem Gibbs!
Abby: Ok. Me conte. Posso aguentar.
Tony: Bem, ele apenas subiu --
Abby: Espere! Não posso.
Tony: Regra 38. [É seu caso, você é o chefe.]
Abby: Ah! [sorri brilhantemente]

McGee: Então Tony é um alguém responsável.
Ziva: Sim.
McGee: Como você se sente sobre isso?
Ziva: Tony é um investigador competente, capaz e um bom líder. Você não concorda?
McGee: Sim, eu concordo, só que, tipo, ele é irritante quando não é o chefe. Quando ele é, ele anda por aí como um pavão e aquele sorriso. É como - ele está atrás de mim, não é?
Tony: Sorrindo.

Gibbs: Ele ficou com medo. Ele descobriu que seu parceiro estava indo se encontrar com o agente do caso original. Não foi DiNozzo, mas o assassino não sabia disso. Se eu fosse ele, eu estaria querendo saber por que o meu amigo estava se encontrando com um agente federal. Hmmm. Talvez ele fosse me entregar. Ele não pode, se está morto. Eis o nosso motivo, só precisamos do nosso assassino.
Tony: Talvez só achá-lo. Abby correspondeu uma impressão do quarto do hotel de Renny a um de seus antigos colegas de trabalho. A Comandante Carl Davis. Peguem as coisas. (Ziva e McGee encaram Gibbs)
Gibbs: O quê?
McGee: Nós nunca ouvimos você dizer tudo isso de uma vez só.
Ziva: Ou em uma semana.
Gibbs: Não era meu trabalho antes. Vamos lá.

South by Southwest[editar]

Tony: Um escritório de advocacia de Londres quer que eu ligue pra eles. Diz que é importante.
Ziva: O que eles poderiam querer?
Tony: Não sei. Talvez seja sobre meu tio Clive. Lembra do funeral que eu fui mês passado?
Ziva: Seu tio morreu mesmo? Pensei que você tivesse apenas tirado um tempo de folga.

Tony: [depois de andar a cavalo todo o dia] Ahhh, pode ter danos nos nervos de suas nádegas?
Gibbs: Você vai se sentir pior de manhã.

Gibbs: Qualquer coisa sobre Dina Risi?
Sheriff Boyd: Não. Tentamos todas as nossas fontes. Ninguém parece saber onde ela foi.
Gibbs: Conhece ela?
Sheriff Boyd: Bem, eu a conheci. Ela estava acorrentada a uma árvore, eu era o único com o alicate e algemas.

[Tony tem problemas pra controlar seu cavalo, que está andando em círculos]
Tony: Uh oh, xerife, acho que ele perdeu o contato.

Knockout[editar]

[Tony e Tara dentro do elevador]
Tony: Por alguma razão você pode ver através do meu disfarce.
Tara: Quão ruim é o período de seca?
Tony: Saara.
Tara: Nunca teve um problema antes?
Tony: Está brincando? Não desde que Lisa Mullen me ensinou a brincar de médico na segunda série.
Tara: O que mudou?
Tony: Médica real, amor real, má relação real.
Tara: Fez uma bela bagunça, hein?
Tony: Caí em uma crise com as mulheres que é sem precedente na minha vida adulta. Eu tentei de tudo. Quer dizer, eu namoro constantemente, mas não faço isso direito. Não sou de fechar negócios, sabe? Estou fazendo cada erro de principiante. Falo muito de mim no jantar. Quer dizer, estou falando sobre minha ex, estou falando sobre meus sentimentos, eu as assusto.
Tara: Chorando.
Tony: Ha! Os homens DiNozzo não choram.
Tony: Vamos pular para a última parte.
Tara: Fácil. Escolha a mulher certa. [Nesse momento, Tara aperta o botão para abrir as portas do elevador e revela-se Ziva atrás deles]

Tara: Obrigado, Anthony, você é muito gentil, meu santo padroeiro.
Tony: Na verdade, São Nicolau é o padreiro das prost... [para de dizer "prostituas"] Santo Antônio é quem aparece quando você perde algo.
Tara: Então, como Anthony se vira quando ele perde alguma coisa?
Tony: Como você sabe que eu perdi alguma coisa?
Tara: [rindo] Talvez eu não conheça meus santos, mas definitivamente conheço meus pecadores.

Gibbs: Abs, o que você tem?
Abby: Eu não tenho liberdade para discutir os detalhes do caso do Diretor Vance com você. E eu realmente espero que você não tente me subornar.
Gibbs: Não farei isso. [ele coloca um Caf-Pow perto dela]
Abby: Porque eu não posso dizer uma palavra sobre as cinco lesmas que Ducky tirou do corpo de Owens. Não que haja uma palavra a dizer, porque eu nem sei se essa calibre 45 S&W combina com a arma que foi encontrada no bolso do falecido. Não que eu lhe diria se combinasse. Estou assumindo que a sua curiosidade é para fins educacionais. Depois de Ducky fazer a autópsia, deve ser capaz de calcular quanto tempo os gases acumulados pós-morte levaram para contrabalançar o peso que manteve Owens submerso.

Abby: Ótimo, agora tenho que construir um maldito caixão!

Vance: O que diz David? Quer dar alguma volta?
Ziva: Acho que isso violaria a minha tarefa principal.
Vance: Só se você quiser colocar uma luva em mim.
Issac: Desculpe, querida, mas essa academia não é de colegiais.
Ziva: Outra hora.
Vance: Só diga quando.

Tony: [levantando na mesa e gritando] Desculpem. Ouçam todos, preciso de sua atenção aqui. Lenny, Squiggy, Q-Tip, Q-Bert, Bungo Straight, Vertical Bill, podem me ouvir daí? [para uma menina gostosa] Ah oi Natalie, oi. Você parece ótima hoje. [continua gritando] Eu perdi minha carteira. Então, se vocês a virem, por favor, me devolvam. Não haverá julgamento, talvez até uma pequena recompensa.
[todos olham irritados e voltam ao trabalho, Tony vê Gibbs em pé ao lado de sua mesa.]
Tony: Oi chefe, eu perdi minha... [desce de sua mesa] Você vai dizer mente ou bolinhas de gude...
Gibbs: Trabalho.

Ziva: Você não pode fazer uma omelete sem quebrar algumas pernas.
Tony: Você nunca vai me fazer um café-da-manhã!
Ziva: Essa é a verdade!
Tony: Deve ser "ovos".
Ziva: Cozinhe-os você mesmo!

Tara: Teek? É você?
Vance: Você tem que tomar uma decisão, Tara. Vamos sair daqui ou eu te carrego?

Hide and Seek[editar]

Abby: [imitando Gibbs] Peguem suas coisas!
Tony: Você não é o Gibbs.
Abby: Uma arma foi achada numa casa na base da Marinha.
McGee: Abby, isso não justifica um chamado. A: Existem milhares de armas em uma base da Marinha...
Tony: ... e B: Você não é o Gibbs.
Abby: Ok, e se eu lhe disser que o comandante da base me deu a arma para testar.
McGee: Isso não justifica um chamado. [Ziva e Tony abanam a cabeça em uníssono]
Abby: E a arma foi encontrada embaixo da cama de uma criança. E estava carregada.
Ziva: Ainda não justifica um chamado.
[Abby pega o copo de café do Gibbs, toma um gole e engasga]
Abby: E foi disparada recentemente.
Tony, Ziva e McGee: [juntos] Não é um chamado!
Gibbs: [entrando no escritório] Vocês ouviram a moça, peguem as coisas!
Abby: Eles só ouvem o seu mestre, Gibbs. Só você pode estalar o chicote. [entrega o café para Gibbs] E só você pode beber essa coisa!

Ziva: Isso me lembra das florestas que eu costumava me divertir quando eu era criança.
Tony: Acho difícil de acreditar.
Ziva: O quê? Que Israel tinha florestas?
Tony: Não, que você se divertiu quando criança.
Ziva: [risos] Ah, claro. Meu pai costumava vendar-nos, levar-nos para o meio da floresta, e então nós tinhamos que encontrar o nosso caminho por nós mesmos.
Tony: Permaneço correto.

Tony: McGee, tem alguma ideia do tamanho da dor que essas crianças vão sentir quando seus pais chegarem em casa? Já viu "O Dom da Fúria"?
McGee: Não preciso ver isso. Eu vivi isso.

Gibbs: Como foi na loja de penhores?
Ziva: Eu bati num muro de pedras.
Tony: É parede de tijolo.
Ziva: Não, é um muro de pedras. Eu bati rápido demais.

Gibbs: Abs, música?
Abby: Eu sei. Eu mal posso suportar isso. Não consigo me concentrar, efetuar a minha função cognitiva, estou ficando agitada. Não é por mim. É por eles. [indicando larvas em um frasco] Estou tocando música clássica para bebês. Isso pode aumentar o seu raciocínio do espaço-temporal e inteligência. [suspira] Se eu continuar ouvindo isso, eu vou me transformar em uma assassina psicopata.

Dead Reckoning[editar]

Perry: Alguma palavra sobre minha imunidade?
Tony: Bem, eu ouvi que pastilhas de zinco ajudam, mas você pode querer tentar alguma vitamina C ou equinácea. Ah, você quer algo sobre sua imunidade? Não.

Kort: Amores secretos não podem viver muito tempo em uma mentira.

Ziva: [no celular fora do esconderijo] Tony, fomos comprometidos.
Tony: Do que está falando, Ziva? É um exercício??
Perry: Ela pegou meu remédio?!
Ziva: Eu vou dar a volta.
Tony: Venha aqui. Vamos lá. O que está fazendo? Vamos lá! [vê Ziva indo para a porta] Devemos ir?
Ziva: Estamos mais vulneráveis no trânsito. Proteja-se.
Perry: O que ela está fazendo.
Tony: Sabe, eu realmente não sei. Banheiro, agora.
Ziva: [chama Gibbs no viva-voz e coloca o celular na mesa, depois, carrega duas pistolas]
Gibbs: Yeah? Gibbs.
Ziva: Temos uma situação no esconderijo.
Gibbs: Bem, é, Ziva. O que é?
Ziva: Só um segundo. [dois homens quebram a porta, só para serem mortos por um tiro]
Gibbs: Ziva? Ziva! Ziva, fale comigo!
Ziva: Sob controle. [desliga]
Gibbs: [sorri e desliga]

McGee: Abby, ninguém se feriu. Tony e Ziva estão bem.
Abby: Eles não estão bem! Não enquanto alguém estiver vazando informações! Quero dizer, como Siravo saberia sobre o nosso encontro com Flores e que tínhamos Perry? [McGee encolhe os ombros] Vê? Ninguém está a salvo até que eu encontre esse vazamento.
McGee: Alguma sorte?
Abby: Não! Não houve pedidos incomuns de saída do quadro do NCIS. Chequei todos os números de telefone de todos com conhecimento do crime: Gibbs, Tony, Ziva, você, eu, celular de casa, escritório..
McGee: Você olhou seu próprio número?
Abby: Sim. Ordens de Gibbs.

Tony: Em um mundo às avessas, onde nada é o que parece, o único lugar que você pode girar é para a parede! [bate sua mão na parede dos mais procurados do NCIS]
Ziva: Checamos suas impressões. O homem em coma é realmente Jonathan Siravo.
Tony: Sim. O mestre dos piratas não pode mudar suas fraldas, mas comanda um sindicato internacional do crime?! Isso ele pode fazer em seu sono! [olhares] Você mentiu pra mim, parede!

Toxic[editar]

Abby: Ah, eu lembro desses dias. Quando eu era despreocupada e cheia de alegria. Eu invejo você, Tony.
Tony: Por que vestida para um funeral, Abby?
McGee: Tudo bem?
Abby: Não. Frank está doente.
Ziva: Quem é Frank?
Abby: Meu segundo molar. Está me matando por uma semana. Finalmente vou ao dentista.
Tony: Você nomeia seus dentes?
Abby: Você não?

Ziva: Tony, você tem mesmo que fazer isso agora?
Tony: É primavera, é hora da limpeza da primavera, então... sim.
Ziva: Limpeza da primavera?
Tony: Vocês não fazem limpeza da primavera em Israel?
Ziva: Nós não temos primavera. Israel é um deserto.
[Nota: nos EUA é comum, no início da primavera, fazer uma limpeza nas casas para jogar fora tudo o que foi acumulado durante o inverno.]

Ziva: Isso é bom. Ser capaz de trabalhar sem o balbuciar incessante de Tony. É quase como se ele não conseguisse continuar por mais de trinta segundos sem ouvir sua própria voz. Sabe, a coisa realmente incrível é que ele não consegue perceber o quão irritante ele é para aqueles que o rodeiam.
Gibbs: Ziva!
Ziva: Sim, Gibbs?
Gibbs: Balbuciando.

Abby: Se vocês precisarem, há um "Manual Passo a Passo do Laboratório para Estúpidos" na minha mesa. Ele cobre o básico. Um macaco conseguiria seguir as instruções.
Gibbs: [vê Tony usando um coçador de costas] Ótimo. Nós já temos um.

Abby: Heller fez a bala e eu fiz a arma.
Tony: Assassinato foi fácil, mas quero dizer, uma arma seria realmente mais fácil.
Gibbs: Ele não construiu pra matar alguém.
Tony: Ele construiu pra vender.
Abby: [sarcasticamente] Perfeito. Oi, eu sou Abby Sciuto: negociante internacional de armas biológicas.

Abby: [para Gibbs] Eu posso ouvir você olhando.

Abby: Eu perdi?
Ziva: Não, ele está o deixando sentado.
Abby: Sentado?! Ele recebeu uma cadeira? Ele-- ele mata coelhos!!

[Tony e McGee recebem um e-mail de Gibbs mandando-os ir ao laboratório, onde encontram Abby e dois baldes e escovas com os nomes de ambos.]
Palmer: [esfregando o chão com sua própria escova] Oi, rapazes!
Tony: Eu sabia! O Gibbs nunca manda e-mails.

Legend: Part 1[editar]

[Enquanto caminham pelo salão principal]
McGee: Tony, não estou discutindo com você.
Tony: Está discutindo agora.
McGee: Não, não estou.
Tony: Está muito.
McGee: Não é uma discussão.
Tony: Sim, é.
McGee: (exasperado) Não, é não.
Tony: Sim. É sim. (o telefone toca) Segure...
[Tony vai atender o telefone de Ziva para ela, brincando com ela quando ela passa pelo homem do outro lado antes que ela o pegue]
Tony: (passeia pela mesa de McGee) Sobre o que estávamos discutindo antes?
McGee: (olha pra ele) Não estávamos discutindo.
Tony: Ah, certo. Sim, nós estávamos.
McGee: Entende que isso é o que estávamos discutindo? O fato de que você vai discutir sobre pelo menos uma coisa. Às vezes você vai discutir sobre nada ... você só quer discutir.
Tony: Isso não é discutir, McContrário. Vamos lá. Tenha um pequeno insight. Isso é divertido.
McGee: Não, não é. 'Diversão' é alegre, espirituoso.
Tony: (sorri) Prossiga...
McGee: (olha irritado por um momento, então desiste e sorri) É sua vez de pegar o café. Vá.

Tony: De longa distância pode ser difícil. Amigo de Tel Aviv?
Ziva: Está com ciúmes.
Tony: Não estou com ciúmes.
Ziva: Sim, está.
Tony: Não, não estou. Não estou discutindo, chefe.
McGee: Discussão!
Tony: Não é!

Tony: Ele tem um nome?
Ziva: Quem?
Tony: A estrela de David.
Ziva: Ah, ele. Sim, ele tem um nome.
Tony: Trevor? Bruce? Marmaduke?
Ziva: Michael.
Tony: Hum. Ele pareceu mais com Bruce do que Michael no telefone.
Gibbs: Ok, peguem suas escovas de dentes.
McGee: Longa viagem?
Gibbs: Los Angeles.
Tony: Cali-fór-ni-a. A que horas vamos sair?
Gibbs: Nós não. [Aponta para McGee]
Tony: McGee? Eu não? McGoo? Você?!

Abby: Vai pra algum lugar?
Gibbs: Sim. Por isso desci pra te dizer. Los Angeles.
Abby: Dentro da cova dos leões?!
Gibbs: [Beija sua testa] Vou levar McGee.
Abby: Gibbs. É que na última vez que vocês foram pra Los Angeles, um de vocês não voltou.
Gibbs: Eu o trarei de volta, Abs. [Se distancia]
Abby: [sussurrando] Só tenha certeza de que vai trazer você também.

G. Callen: Há alguma razão para não estarmos nos encontrando na mesa de um bar?
Gibbs: Sim. São 10 horas da manhã.
G. Callen: Não sei o que é pior: ficar mais velho ou mais sábio.

McGee [após ver o Agente Hanna enviar uma foto para Abby apenas manuseando a tela]: Eu preciso mesmo de um desses.

Tony: Conseguiu mais alguma coisa na nossa coisa secreta?
Abby: Sabe o quanto estive ocupada?
Tony: Sei o quanto você esteve ocupada.
Abby: Ok, só perguntando. Temos uma combinação. Cara à direita, Michael Rivkin, nosso suposto banqueiro israelense. Cara à esquerda, diretor do Mossad, Eli David. Também conhecido como --
Tony: Pai da Ziva.
Abby: Ele deve conhecer Rivkin.
Tony: Não pergunte a ela. Não respire uma palavra disso, Abby. [apaga o arquivo]
Abby: Tony.
Tony: Quis dizer isso.

Legend: Part 2[editar]

Tony: [Falando de Abby] Ignore-a, novato, ela está sofrendo sem Gibbs. Transferiu isso para você por conta do temor que Gibbs deixe o amor de lado e dê a ela um primeiro tapa na cabeça se ele voltar e ver sua mesa enfeitada de balões e decorada como um bar Tiki brega com mensagens de carinho escrito possivelmente com o sangue. Ela não sente falta de você!

Tony: Estamos brigando?
Ziva: Se estivéssemos você estaria no chão sangrando.
Tony: Ok, eu aceito isso como um resultado provável.

Nate Getz: Vocês trabalharam em um caso juntos?
Agente Macy: Pode-se dizer que sim. Era uma investigação do JAG. Homicídio. Eu era a agente encarregada.
Nate Getz: E o Gibbs?
Agente Macy: Ele era o suspeito.

[Gibbs e o Agente Renko fingem estar lixando a murada de um barco enquanto vigiam Rivkin.]
Gibbs: Você tem que passar isso no sentido das fibras.
Agente Renko: Você já fez isso antes?
Gibbs: Ah, sim.

Tony: Tenho um problema com seu namorado matando dois de nossos principais suspeitos.
Ziva: Sério? No meu país isso seria motivo de celebração!
Tony: Bem, você não está no seu país, muito menos ele!

Abby: [depois de enfeitar, colocar flores, um faixa de boas vindas e um bolinho na mesa do McGee] Sinto tanta falta dele.
Tony: Eu quase não tinha percebido isso.

Rivkin: Estamos lutando a mesma luta. Só que a nossa começou em Auschwitz. Tenho 6 milhões de uniformes, e cada um é diferente.
Gibbs: Eu só tenho um.
[Rivkin vai para o carro.]
Gibbs: Ziva David. Ela trabalha para mim.
Rivkin: Shalom.

Semper Fidelis[editar]

Ziva: Ele não vai sair dessa maneira.
Foster-Yates: A não ser que pudesse atravessar o gramado sem dobrar uma folha de grama.
Ziva: Não é impossível com o treinamento adequado.
Tony: Ela também pode fazer esse truque de onde você coloca seu ouvido em um trilho e escuta um trem chegando.
Foster-Yates: Você tem a mesma formação?
Tony: Eu? Não. Mas eu posso comer um balde de frango em uma sessão, e tenho visão raio-x.

[Jules Foster-Yates flerta com McGee, o que deixa Abby furiosa.]
Abby: Você provavelmente conhece algum tipo de arte marcial, não?
Foster-Yates: Quando eu estava no colégio, minha mãe era embaixadora em Bangkok. Eu me apaixonei por muay thai.
Abby: Então, se eu tentasse arrancar os seus olhos, você provavelmente iria quebrar meus dedos?
Foster-Yates: Isso seria um erro. Você precisa dos dedos para consertar o grampo.
Abby: [para McGee, irritada] E no meu próprio laboratório.

McGee: Ela [Foster-Yates] é muita areia para o meu caminhãozinho.
Abby: Não é, não!

Ziva: Boa noite.
Tony: Noite. [vê Ziva sair]
Gibbs: Regra número onze, DiNozzo.
Tony: Nunca namoraria uma colega de trabalho, chefe. Confie em mim. Quero dizer, por que você- [Gibbs sorri levemente] Essa é a doze. Onze: quando o trabalho está feito, vá embora.
[...]
Gibbs: Então, o que tem em mente?
Tony: Rivkin esteve na cidade.
Gibbs: Eu sei.
Tony: Com Ziva?
Gibbs: O cara não escuta.
Tony: Isso te incomoda a nível pessoal ou profissional?
Gibbs: Vou te dizer o quê. Estou tendo problemas para separar os dois.
Tony: Então você está incomodado.
Gibbs: Ah sim.

Aliyah[editar]

Gibbs: Algum problema, McGee?
McGee: Quer dizer, além de Tony ter matado o namorado da Ziva e do apartamento dela explodir? Não, problema nenhum.

Gibbs: [sobre Tony] Vou vê-lo de novo, certo, Leon?
Ziva: Ele não vai ser prejudicado. Apenas duas pessoas têm autoridade pra fazer isso.
Vance: Seu pai é um. E o outro?
Ziva: Eu.

Eli David: Com o tráfego, não esperava te ver agora.
Ziva: Eu dirigi.
Eli David: Explicado.

Eli David: Quando começou a usar tanta maquiagem?
Ziva: Bom te ver, também.

Tony: Não tive escolha.
Ziva: É uma mentira.
Tony: Por que eu mentiria pra você, Ziva?
Ziva: Para salvar seu traseiro.
Tony: De quem, Vance? Mossad?
Ziva: Você comprometeu toda sua carreira e para quê?
Tony: Por você. Ele estava te usando, Ziva.
Ziva: E por alguma razão você sentiu que seu trabalho era me proteger?
Tony: Fiz o que eu tinha que fazer.
Ziva: Você o matou!
Tony: Se eu não tivesse você estaria tendo essa conversa com ele. Mas talvez você preferisse assim?
Ziva: Talvez eu tivesse.
Tony: Ok, por que você não faz isso -- você quer me dar um soco, dê um soco. Tire-o do seu sistema! Vá em frente, faça-o!
Ziva: Cuidado Tony, porque assim como o Michael, só preciso de um.
Tony: E é por isso que você está com raiva, não é? É isso que está incomodando. Não é que ele esteja morto, é que seu namorado do Mossad teve sua bunda chutada por um idiota como eu.
Ziva: Você se aproveitou dele.
Tony: Ele me atacou, o que eu deveria fazer? [Ziva derruba Tony]
Ziva: Você viu uma mesa de vidro, você o puxou para baixo. Você deixou cair sobre ele. Ele foi atingido por um caco de vidro. Sangrou. Com falta de ar.
Tony: Vejo que leu meu relatório.
Ziva: Eu memorizei! Você poderia ter deixado por isso mesmo. Você poderia ter se afastado, mas não, você o levantou. [coloca a arma no peito de Tony] Você colocou uma bala no peito dele!
Tony: Você não estava lá!
Ziva: [muda a arma para a perna de Tony] Você poderia ter colocado uma na perna!
Tony: Você-não-estava-lá!
Ziva: Mas eu devia estar.
Tony: Você o amava?
Ziva: Acho que nunca saberei. [sai deixando Tony no chão]

Ziva: Hadar provocou o incêndio.
Gibbs: Para encobrir Rivkin.
Ziva: Fui traída pelo Mossad, pelo meu pai, pelo Tony! Quem vai ser o próximo? Você?

Ziva: O que você quer de mim?
Eli David: Sua lealdade! A mim, somente a mim!

Ziva: Acho que nós [ela e Tony] não devemos mais trabalhar juntos. Seria melhor se um de nós for transferido para outra equipe.
Gibbs: Transferido?
Ziva: Eu tenho que confiar nas pessoas com quem trabalho. Você entende isso mais do que ninguém.
Gibbs: [beija-a no rosto] Cuide-se.
[Dá-lhe as costas e entra no avião, deixando claro que perdeu a confiança nela. Eli, que assistia a cena, sorri satisfeito.]

McGee: Bem, quando ela vai voltar?
Tony: Não vai.
Abby: Não! Isso não pode acontecer! Vance não pode fazer isso [demitir Ziva] de novo!
Tony: A decisão não foi do Vance.
McGee: Então, de quem foi?

Vance: Vou tornar mais fácil para você, Gibbs. Você tomou a decisão certa.
Gibbs: Não pedi sua opinião.
Vance: [irritado] Com quem diabos você pensa que está falando?
Gibbs: Essa é uma boa pergunta! Venho pensando nela há um bom tempo.
Vance: Você passa metade de seu tempo me analisando, me estudando, me testando.
Gibbs: Eu quero respostas!
Vance: Ajudaria se fizesse as malditas perguntas.

Ducky: Você aceitou Ziva mais rápido do que qualquer outro agente antes dela. Timothy, Caitlin, até DiNozzo. Eu sempre senti que havia uma forte ligação entre vocês dois. Algo que vocês compartilhavam, talvez.

Vance: Ari estava fora de controle. Eli a mandou para cá com ordens para matá-lo. Ela matou Ari e conquistou a sua confiança; dois coelhos, um só tiro.

Vance: Sei que não é o que você queria ouvir, Gibbs, mas vai ter que confiar em mim. E se você estiver certo sobre a lealdade de Ziva, ela nos servirá bem no Mossad.
Gibbs: Sim. E se você estiver certo sobre o pai dela, nós nunca mais a veremos de novo.

Saleem Ulman: [a uma Ziva refém] Me diga tudo o que sabe sobre o NCIS.

Season 7[editar]

Truth or Consequences[editar]

Ulman: [injeta um soro da verdade em Tony] Eu mesmo criei esta fórmula. Uma mistura de sódio pentotal e outras substâncias que descobri que irão ajudar a obter a verdade.
Tony: Você logo vai estar morto. Verdade ou mentira.

[Tony está sendo interrogado. Flashback para um navio da Marinha, onde um grande marinheiro derruba outro cheio de metanfetamina]
Tony: Vai por cima, eu vou por baixo!
McGee: Não gosto disso.
Tony: Vá por baixo, eu vou por cima!
[Eles enfrentam o marinheiro.]
Tony: (narrando) Somos quatro na nossa equipe. Somos unidos. Meu parceiro é Tim McGee: pouco músculo, muito cérebro, coração de leão. Juntos somos praticamente invencíveis... praticamente.
McGee: Peguei-o... Tony, ele vai pegar a faca!
[O marinheiro levanta a faca, Gibbs aparece e o joga no chão, estrangulando-o com a bota no pescoço.]
Tony: (narrando) O líder da nossa equipe é o destemido Agente Especial Leroy Jethro Gibbs. Ex-sargento de artilharia, atirador dos fuzileiros navais, adora café e é um mudo funcional.
McGee: (arqueando) Moleza.
Tony: (arqueando) Sim, fácil assim.

Ulman: Por que me escolheu como alvo de sua vingança?
Tony: Eu não escolhi. Até pouco tempo atrás eu nem sabia de sua existência, e era mais feliz então.

[Após McGee recusar ir na casa de Tony pra consertar o computador.]
Tony: Vamos lá, computador é seu lance! Se eu tivesse um lance, eu mostraria o tempo todo.
Gibbs: Temos regras contra isso, DiNozzo.

Gibbs: Um idiota contrabandeou um coala em um submarino. Peguem as coisas!

[Tony e McGee estão dirigindo para o deserto da Somália, através de uma tempestade de areia]
McGee: (falando alto) Obrigado por me voluntariar!
Tony: Qual é! Você disse que queria viajar!
McGee: Nas férias!
Tony: Por conta própria? Está maluco? Nunca teria dinheiro pra isso.

[Tony e McGee são cercados pelos terroristas]
Tony: Viemos em paz, pessoal. Tim, diga a coisa!
[McGee diz algo em árabe. Os terroristas o arrancam do carro.]
Tony: Diga a outra coisa!

Ulman: [arrasta um prisioneiro encapuzado e o coloca numa cadeira de frente para Tony] Está havendo muitas perguntas na cidade sobre agentes do NCIS desaparecidos. Estão preocupados que as forças americanas mobilizem-se. Um de vocês irá me revelar as identidades e localização dos agentes na área. O outro morre. [Tira o capuz do prisioneiro. É Ziva. Ela e Tony ficam chocados ao ver um ao outro.] Vocês têm um minuto para decidir quem vive. [sai]
Tony: E então, como foi o seu verão?
Ziva: De todas as pessoas que poderiam ter me achado, tinha que ser você?
Tony: [acena] De nada. Então, está feliz em me ver?
Ziva: Você não devia ter vindo.
Tony: Está certo, então. Foi bom pôr a conversa em dia, vou indo agora. [tenta se levantar, mas está preso à cadeira] Ah, esqueci. [ri] Sou prisioneiro!
Ziva: Está bem, McGee?
McGee: Estou feliz que está viva.
Ziva: Acharam que eu estivesse morta?
Tony: Ah, sim.
Ziva: Então por que estão aqui?
Tony: McGee -- McGee não achou que você estivesse morta.
Ziva: Tony! Por quê você está aqui?
Tony: [pausa dolorosa quando Tony tenta lutar contra o soro da verdade] Não podia viver sem você, eu acho.
Ziva: Então vai morrer comigo. Devia ter me deixado sozinha.
Tony: Ok. Tentei, não consegui. Ouça, é bom que saiba que tomei um tipo de soro da verdade, então se tem alguma pergunta cuja resposta não queira saber--
Ziva: Não pedi que ninguém se arriscasse por mim. Não mereço isso.
Tony: Então o que está fazendo aqui? É uma experiência monástica? Está pagando penitência?
Ziva: É justificado.
Tony: Caia na real.
Ziva: Eu caí.

Tony: O que há, Saleem? Por que toda essa agitação?
Ulman: Estamos de mudança.
Tony: Ainda bem, já estava me cansando daqui.
Ulman: Não vamos levar prisioneiros.
Tony: OK, foi um prazer conversar com você.
Ulman: Ainda não terminei com você. [encosta uma faca no pescoço de Ziva]
Ziva: Se eles não fizerem contato, as tropas virão procurá-los.
Tony: Cale-se, Ziva!
Ziva: Mate-me. Você vai precisar dos americanos para barganhar.
Ulman: Eu não faço barganhas.
Tony: Você faz pizza?
Ulman: O quê?
[McGee derruba Ulman e tenta alcançar a faca. Ulman aponta-lhe a pistola.]
Tony: Pare! Pare! Tem uma coisa que ainda não contei.
Ulman: O que é?
Tony: Falei do cérebro. Falei da coragem. Falei da força. A cientista, o político, o líder. Falei de todos os membros da equipe, menos de mim. Do meu papel.
Ulman: Que é?
Tony: Sou o imprevisível. Sou o cara que olha para a realidade e se recusa a aceitá-la. Como agora, deveria estar apavorado, certo? Mas não estou. Porque não posso parar de pensar no filme True Lies. Sabe, quando Arnie está preso à cadeira e entupido de soro da verdade? E ele se solta das algemas e mata todo mundo? Você tem 30 segundos de vida, Saleem.
Ulman: [zomba] Ainda está preso. Está mentindo.
Tony: Não posso mentir. E não disse que sou eu quem vai matá-lo. Lembra-se de quando contei que meu chefe era um atirador?
[Ulman olha para a janela horrorizado, um tiro o atinge e ele cai no chão, claramente morto. Dá um zoom através da janela para uma duna a centenas de metros de distância, no topo da qual se encontra Gibbs, camuflado, com seu rifle de atirador]
Gibbs: [pelo radio] Vão. [Alguns tiros e mortos depois, Gibbs aparece para resgatá-los] Vamos para casa.

[Ziva, Tony, Gibbs e McGee, estão no elevador, cansados, sujos e feridos. Tony quebra o silêncio.]
Tony: Só mais um dia no escritório.
[Quando eles entram no salão principal, todos ficam em silêncio. Vance começa a aplaudir e todos fazem o mesmo. Abby abraça Ziva.]

Reunion[editar]

Tony: Fazendo um passeio?
Ziva: Fiz a primeira avaliação psicológica.
Tony: Ah, sei. Sempre adoro.
Ziva: Tenho certeza. Você só fala de si o tempo todo. [Tony ri] Desculpe, eu quis --
Tony: Não, não, não. Tudo bem. Ninguém nunca disse que você tinha tato. [Ziva desvia o olhar] Desculpe.

Ziva: Olá, Abby.
Abby: [desliga a música] O que deu em você? Como pode ter duvidado do Tony, depois de tudo pelo que passaram juntos? Acha mesmo que o Tony matou o Rivkin por ciúme?
Ziva: Abby, por favor, calma-
Abby: Você não estava pensando, é isso! Não estava pensando! [começa a andar de um lado pro outro] Embora eu até entenda sua reação inicial. Era um momento de emoção, as pessoas agem impulsivamente. [para] Mas dizer ao Gibbs que não confiava no Tony?! [recomeça a andar] Acho que também dá entender isso, sabe? Quero dizer, ele tinha acabado de atirar no seu namorado. Na sua sala. Para matar. Está bem, entendo essa. [para] Mas é do Tony que estamos falando. Todo gentil e brincalhão por fora, mas uma pedra por dentro. E depois de tudo que você o acusou? Ele arriscou sua vida para salvá-la! Deveria se envergonhar. [recomeça a andar] Apesar de que, relembrando, as coisas fazem mais sentido agora. [para] Mas não importa, a bola está com você! O jogo está: Tony um, Ziva zero! É sua vez de jogar! E acho bom jogar bem! Meu Deus, estava tão preocupada com você! [abraça Ziva]
Ziva: Eu sei.
[Abby com o controle remoto ativa um banner escrito: "Bem-vinda ao lar, Ziva" com serpentinas, fazendo com que Ziva abra um sorriso.]

[Tony está no mictório do banheiro masculino quando percebe Ziva olhando para ele.]
Tony: Há quanto tempo está aí?
Ziva: O suficiente para ver que já está reidratado depois de seu passeio no deserto.

Ziva: Quando você atirou no Michael, quase o matei onde estava.
Tony: Não estava em pé.
Ziva: Não, não estava. Estava no chão, sem reforço adequado. Violando completamente o protocolo.
Tony: E estacionado em fila dupla.
Ziva: Sim, percebi. Mas isso não importa. Como não importa o fim que Michael teve.
Tony: Então o que importa?
Ziva: Que você me protegeu. Que você sempre me protegeu. E que eu estava enganada questionando seus motivos.
Tony: Então por quê questionou?
Ziva: Confiava no meu irmão Ari. Confiava no Michael. Não podia confiar em você.
Tony: Achei que não tinha certeza do que dizer.
Ziva: Acho que tive muito tempo para pensar nas coisas.
Tony: Desculpe, Ziva.
Ziva: Não. Eu é que peço desculpas. [beija Tony no rosto]

Ziva: Precisamos conversar.
Gibbs: Sente-se.
Ziva: Quando vim vê-lo e disse que queria voltar, você disse que a decisão era do diretor. Mas senti sua hesitação. Sinto agora. Apesar de eu achar que fui bem clara. Eu entendo o que você fez em Israel-
Gibbs: Seu irmão Ari.
Ziva: Você sabe o que aconteceu naquela noite. Foi aqui.
Gibbs: Quero ouvir de você. Recebeu ordens para matar seu irmão para conquistar minha confiança?
Ziva: Sim.
Gibbs: Isso é um problema.
Ziva: Você não entende.
Gibbs: Tem razão, eu não entendo!
Ziva: Quando me ofereci para a missão-
Gibbs: Você matou seu próprio irmão, Ziva!
Ziva: Foi porque eu esperava que meu pai estivesse errado sobre Ari! Não queria que outra pessoa cumprisse ordens cegamente. Eu me ofereci para protegê-lo, Gibbs!
Gibbs: Mentiu pra mim.
Ziva: Não, quando eu disse que Ari era inocente, eu acreditava! Mas sim, eu teria mentido pra você. Ele era meu irmão. E você não era nada. Mas eu estava errada sobre Ari e sobre você. Quando eu puxei o gatilho pra salvar sua vida, não estava cumprindo ordens. Quero dizer, como pôde pensar. Ele era meu irmão. E agora ele se foi, o Eli está morto pra mim... [lutando contra as lágrimas] E a pessoa mais próxima que eu tenho de um pai está me acusando.
Gibbs: [com lágrima nos olhos, mas ainda sim, frio] Está bem.

The Inside Man[editar]

Tony: Foi reprovado no polígrafo! Isso não é bom.
McGee: Não fui reprovado. Só disseram que eu preciso refazer.
Tony: Por que teria que refazer? Não era pra perguntar. Você não caiu no erro de assumir, caiu?
McGee: Eu não tenho nada para assumir.
Tony: Fale isso mesmo, McQueen.

Ziva: Isso é barela!
Tony: Balela.

Abby: Só recebo ordens de uma pessoa: Agente Especial Leroy Jethro Gibbs. E a menos que ele não me peça pra fazer, não será feito.
Sportelli: Acho que isso vai mudar, querida.
Abby: Gibbs! Faça esse homem horrível ir embora.

McGee: Isso é pastrami?
Tony: [balança a cabeça] Mm-hmm.
McGee: Posso dar uma mordida?
Tony: Nuh-uh. Esse é meu jantar. Pode pegar os picles.
McGee: Não gosto de picles.
Tony: Eu sei.
McGee: Espero que se engasgue com esse sanduíche.

McGee: Chefe, é melhor eu ir lá para baixo remarcar meu teste do polígrafo.
Gibbs: Não precisa, McGee. Não havia nada errado com o primeiro.
McGee: Como assim?
Gibbs: Parece que você causou uma boa impressão na examinadora. Ela só arrumou uma desculpa para ver você de novo. [McGee fica estupefato.] Você quer que eu desenhe?

Ziva: Ficar presa a essa mesa me deu muito tempo para pensar. Ser uma visitante aqui é errado.
Gibbs: O que isso significa, Ziva?
Ziva: Eu preciso da sua assinatura. Quero ser uma Agente do NCIS.
Gibbs: Nem sei se isso é possível. Você teria que abandonar o Mossad.
Ziva: Já abandonei. Mandei um e-mail pro meu pai.
Gibbs: Humm. E o que ele acha disso?
Ziva: Isso não importa.

Good Cop, Bad Cop[editar]

Ziva: Você nem sabe mexer com e-mail. Sempre responde para todos. Isso me deixa louca. Com computadores você é tão incompetente quanto Gib-- [olha ao redor da sala rapidamente.]
Tony: [ri] Pensou que Gibbs estava atrás de você. Sabe por quê? Porque pessoas furtivas esperam ações furtivas. É um ciclo vicioso.

Ziva: Você não pode confiar em um homem cuja lealdade tem um preço.

Ziva: Está seguindo ordens?
Gibbs: Seu pai, Ziva. Ele não é um bom cara. Ele é sujo.
Ziva: Você conseguiria dizer não para ele. Não pela segunda vez.
Gibbs: [para Ben-Gidon] Vá! Saia daqui! Corra! Diga a Eli David para se afastar. Ela está fora de alcance!
Ben-Gidon: Eu fracassei com você Ziva. Sinto muito.
Ziva: Nunca peça desculpas. É um sinal de fraqueza.

Ziva: Foi a minha escolha. Matei o mensageiro e seu pistoleiro, depois de forçá-los a me levar ao esconderijo de Saleem. Forcei passagem entre as defesas dele. Fiquei a uma unha de distância de Saleem antes de ser subjugada. Eu não tinha nada além de ódio no meu coração.
Gibbs: Você nunca teve escolha. Ele [referindo-se a Eli] não lhe deu nenhuma. Treinou-a para ser uma assassina implacável e sem alma.
Ziva: Eu não pretendia sobreviver.
Gibbs: E não sobreviveu. Aquela parte de você morreu lá.
Ziva: Sinto muito, Gibbs. [Gibbs se aproxima, diz no ouvido de Ziva "Eu te perdoo Ziva", beija-a e sai. Sozinha, Ziva chora.]

Vance: [falando ao telefone com um furioso Eli David] Também não estou feliz com isso, Eli.
Eli: Egoísta, manipulador!
Vance: Gibbs é um filho da mãe. Pode achar que ele é uma pedra no seu sapato, mas ele é um pé na minha bunda.
Eli: Ele é um ladrão, roubou minha filha!
Vance: Sei que você está chateado, sei que ela é sua filha.
Eli: Minha carne e sangue!
Vance: Vou continuar a lidar com isso, mas você precisa acreditar que sou seu aliado.
Eli: Então me mostre!
Vance: Vou lidar com Gibbs, mas ela escolheu lidar com ele também.
Eli: Deixe o assunto descansar um pouco. Não é a última vez que falaremos nisso.
Vance: Shalom, Eli. [desliga o telefone]
Gibbs: Não foi tão ruim.
Vance: Não mesmo.

Gibbs: [entrega a Ziva uma pasta indicando que ela é, agora, Agente do NCIS] Volte ao trabalho, novata. [Ziva sorri]

Code of Conduct[editar]

Garoto da vizinhança: Korby era demais. Inventava pegadinhas novas em todo Dia das Bruxas. Nada perigoso, quero dizer, sem lâminas. Ele congelava de tudo, explodia as coisas. Era engraçado.
Ted Rogers: E ilegal!
Ziva: E você é?
Ted: Ted Rogers. Moro do outro lado da rua. Primeiro, ele nos enlouquecia com as pegadinhas. Agora, morre na entrada de casa.
Tony: Parece que tem um problema, Sr. Rogers. Belo suéter, a propósito.

McGee: Veja isso. [vendo o vídeo de uns adolescentes] Folha dupla, dois rolos, dobra numa altura de 9m. Que braço tem esse garoto! Decoração perfeita. Boa proporção entre o tronco e o topo. É impressionante.
Ziva: Não vejo a graça, nem a arte.
McGee: É um lance cultural. Tony vai contar.

Mr. Rogers: [depois de Ziva bater em sua porta] Não tenho doces!
Ziva: NCIS! Não queremos doces!
Tony: Fale por você, David. Abra, senão mandaremos as crianças entrarem!

Abby: Esse cara era um gênio. Ele escreveu suas façanhas no celular. É como um curso. Seiscentas pizzas entregues para o comando do batalhão. Ele remontou um veículo dentro do Clube dos Oficiais. Se eu tivesse tempo e espaço pra usar todas essas ideias que eu vejo...
Gibbs: O caso, Abs, o caso.

Ziva: [anda pra mesa de Tony com um copo de café] Sabe, Tony, andei pensando, gostaria de reconhecer meu lugar como uma novata e seu lugar como-
Tony: Seu superior de todas as formas.
Ziva: [respira fundo] Sim. Mas pra minha sanidade, poderia não me chamar de novata?
Tony: Digo isso com amor.
[Pausa longa.]
Tony: E se eu recusar?
Ziva: Você é o agente de campo sênior e eu estou, totalmente, à sua mercê.
Tony: Como deveria estar!
[Ele aceita o café e toma um gole, parecendo surpreso]
Tony: Mmm! Mmm-.mm!
[Ele ri apreciando, enquanto Ziva parece muito satisfeita com o quanto que ele gosta... até que ele sorri, mostrando os dentes manchados de azul.]

Outlaws and In-Laws[editar]

Tony: Você está estudando pra se tornar uma americana naturalizada?
Ziva: Eu preciso, se quiser ser uma agente.
McGee: Bom pra você, Ziva.
Tony: Quem disse que a queremos como uma Americana?
Ziva: Quem disse que você opina?
Tony: Uma pequena coisa chamada Constituição!
Ziva: [sarcástica] Sério? Onde?
Tony: Está lá. Fala sobre estrangeiros perigosos que roubam fluídos corporais.
McGee: Isso é Dr. Fantástico.

Tony: Isso é --
Abby: Uh-huh!
McGee: Não está mais no --
Abby: Nuh-uh!
Ziva: Esse é o barco do Gibbs.
Abby: É a cena do crime. Veio pra cá num avião de carga, C-130, com dois corpos e todas as provas. E agora ele é meu. É todo meu. Para desvendar o mistério.
McGee: Que mistério? Quem eram os mortos?
Ziva: Ou quem os matou?
Tony: Ou como foram parar num barco?
Abby: Claro. Trabalhem vocês nisso, enquanto eu vejo como ele o tirou do porão.

Gibbs: Aqueles dois homens que você matou. Por que eles estavam atrás de você?
Franks: Droga, novato. Eu pensei que você ia me dizer!

Tony: [entra na casa do Gibbs] Olá?
Franks: [apontando uma arma pra cabeça de Tony] DiNozzo! Devia ter me avisado que viria!
Tony: Liguei e você não atendeu.
Franks: Não vou atender. Sou um fugitivo!
Tony: O que quer que eu faça?!
Franks: Bata!
Tony: Por que eu bateria? Não há tranca na porta!
Franks: Alguém pode estar armado, do outro lado.
Tony: Por que alguém ficaria armado do outro lado?
Franks: Porque não há tranca na porta!

Tony: Eu vou ficar aqui, armado.

Tony: [no celular] Não consigo te ouvir, McGee. Estou no porão.
McGee: Por que?
Tony: Não quero falar no caso na frente da Leyla e da menina.
Abby: Ouça, Tony, isso é muito importante. Preciso que veja as juntas das paredes.
Tony: As paredes?
Abby: Bem, elas parecem removíveis?
Tony: Huh.
McGee: Abby.
Abby: Ou talvez um túnel. Pode estar escondido debaixo de alguma coisa. Alguma coisa que pareça estar fora de lugar.
Tony: Acho que o Coronel Hogan tem um rádio na cafeteira, mas o túnel pode ter sido preenchido.

Werth: [reconhecendo Ziva] Ziva?
Ziva: Damon??
Tony: Conhece esse cara?
Werth: [tira o capuz] Corporal Damon Werth, Fuzileiro.
Tony: [leva a mão ao nariz, que Werth havia quebrado no ano anterior] Ah.

Gibbs: Meu pai me contou uma história uma vez. Remonta uns 30 anos depois da Guerra Civil. [Enquanto Gibbs fala, veem-se Mike Franks e Shada Sakarji sentados na varanda da casa de Franks, sem trocarem uma só palavra, olhando Leyla brincando com Amira na praia.] Minha tataravó e meu tataravô tinham pais que haviam lutado em lados opostos. Aqueles dois velhos guerreiros possivelmente haviam disparado um contra o outro no campo de batalha. Nem puderam olhar um para o outro no casamento dos próprios filhos. Mas todos foram morar juntos na mesma casa. Eles passaram o resto de suas vidas sentados na varanda, em cadeiras de balanço de vime, balançando para a frente e para trás.
Vance: Acho que eles devem ter trabalhado suas diferenças, os parentes. Eles amadureceram com o tempo, certo?
Gibbs: Pelo que eu ouvi, eles nunca trocaram uma palavra.

[Tony se move em direção a Ziva, que está dormindo, com uma caneta.]
Ziva: Toque em mim e morra.

Endgame[editar]

Tony: É aí que você se engana, Ziva. Eu já sou iluminado. Seu exatamente quem sou. Posso não agradar, mas eu sou DiNozzo. Ouça meu rugido.
Ziva: Como um elefante.

McGee: Lee Wuan Kai: assassina norte-coreana. Outrora nacionalista fanática creditada por 27 alvos em sete países e dúzias a mais por associação --
Tony: Ela gosta de passear na praia, rir com os amigos e jogar Frisbee com seu cocker spaniel Rufus.
Ziva: [tira o papel de sua mão] Não diz isso.
Tony: Mas poderia. Veja esses olhos sedutores, esses lábios sedentos. Por isso Vance está obcecado. Kai está me matando só de eu olhar para ela. Você é mais parecida com ela do que pensa.
Ziva: Não entendi.
Tony: Sério? Ambas são bonitas, assassinas treinadas.
Ziva: Às vezes você me irrita.
Tony: Às vezes?
Ziva: A maior parte do tempo.

McGee: [bate] Srta. DeMarco, NCIS. Precisamos falar com você.
Tony: Srta. DeMarco, abra. Queremos falar com você. [sons de uma espingarda sendo prepara, fazendo Tony e McGee se protegerem, em seguida, um tiro é disparado através da porta] Agentes federais! Largue a arma!
DeMarco: O nojento do Cirreux os mandou? Porque eu tenho uma mensagem para ele. Digam a ele -- [espia pela porta] -- disseram agentes federais?
Tony: Sim, agentes federais!
McGee: Cirreux está morto. Abaixe a arma.
DeMarco: Está bem. [põe a arma no chão.]
Tony: Mãos ao alto.
DeMarco: Está bem. Desculpem.
Tony: Quem você pensa que é, Sarah Palin?!

Abby: O que está escondendo? [Gibbs tira um Caf-Pow! por trás de suas costas] Ah, não! É muito tarde, eu não posso! [tira um NãoCaf-Pow! por trás de suas costas] Gibbs, você é um facilitador e eu amo você por isso.

CD de autoajuda de McGee: QQualquer um pode atingir todo seu potencial. Quem somos pode ser predeterminado, mas o caminho que seguimos é sempre uma escolha nossa. Não devemos deixar nossos medos ou as expectativas alheias traçarem as fronteiras do nosso destino.

Power Down[editar]

McGee: Está vendo isso? Nove horas, 21 minutos! [empurra seu relógio na cara de Ziva]
Ziva: Já passou todo esse tempo? [joga o relógio na parede]
McGee: Por que fez isso?
Ziva: Seria você ou o relógio!
McGee: Por que será que está levando todo esse tempo?
Ziva: Não somos os únicos que precisam ser resgatados. Além disso, poderia ser pior.
McGee: É? Como?
Ziva: Poderíamos estar aqui com Tony.
Tony: [de fora do elevador] Ouvi isso! Acho interessante que vocês dois saíram juntos ontem à noite.
Ziva: Ignore-o. Ele é como um inseto, daqui a pouco vai embora.
McGee: Ziva, faz cinco anos. Confie em mim, ele não vai a lugar algum.

Gibbs: O que você tem?
Abby: Uma pergunta melhor seria: "O que você não tem, Abs?". E uma resposta melhor seria Caf-Pow! Estou tentando fazer um, mas ainda faltam uns 400 ingredientes.
Gibbs: Você está bem?
Abby: Não, não estou! E não ficarei até a energia voltar e eu poder diagnosticar com meus bebês. Não são como lâmpadas, Gibbs. Não dá para ligar e desligar. São máquinas complexas. A sequência de desligamento tem que ser precisa. Não entendo! Por quê a Autópsia tem gerador reserva e eu não? O Centro Tático, tudo bem. Mas por quê Ducky tem e eu não?
Gibbs: Cadáveres.
Abby: Eu pego alguns cadáveres!

Tony: O fax morreu.
Ziva: O telefone morreu.
McGee: O computador morreu. [Todos sentem-se frustrados] Este vai ser um longo caso.

Abby: Eu identifiquei as marcas de pneu do carro da fuga. Consegui a marca e o modelo. Só levei 72 vezes mais tempo do que o normal. Como as pessoas sobreviviam antes de reconhecimento de padrões de algoritmos de representação esparsa?

[Tony, Ziva e McGee ficam parados diante de um antigo mimeógrafo, sem saber usá-lo. Gibbs observa-os sorrindo.]
McGee: Pegamos isto no depósito. Agora só precisamos achar um dinossauro que saiba usá-lo.
[Gibbs rapidamente maneja o mimeógrafo e tira uma cópia do retrato falado]

[A busca da equipe os leva a um contêiner de armazenamento, que é utilizado como um escritório cheio de tecnologia, suprimentos e armas.]
McGee: Nossa, parece a TARDIS.
Tony: "TARD" o quê?
McGee: A engenhoca em que o Doctor Who viaja pelo tempo... Esqueça.
Tony: Doctor Who? Quem assiste isso?

Gibbs: [ao desmascararem o assassino] Prenda-o, "Dannozzo"!
Tony: Bela referência a Havaí 5-Zero, chefe.

Child's Play[editar]

Tony: Estou maravilhado. Um labirinto de milho.
Ziva: O quê?!
Tony: Maize. É milho, para os índios.
Ziva: A palavra indiana para milho é "makki".
Tony: Não disse indianos. Disse índios, daqui, sabe?
Ziva: Se fossem índios daqui, seriam chamados de índios americanos, seu idiota.
Tony: [ri] Não, seriam chamados americanos nativos, Srta. Teste de Cidadania.

Abby: O que posso fazer por você, Gibblet? É uma brincadeira com seu... Estou pronta, senhor.
Gibbs: [levanta um celular] Transforme isso em imagens.
Abby: Achei que me daria alguma coisa difícil. O que vai levar para o jantar de Ducky?
Gibbs: Não sei se vou.
Abby: Como assim?! Quem vai cortar o peru? Quem vai assistir ao jogo comigo? Quem vai exagerar na torta?

Gibbs: Solte-a..
Gregg Norvell: [vê Gibbs, Ziva e Tony com suas armas apontadas pra ele] Pra trás! Vou matá-la!
Gibbs: Angela, olhe pra mim.
Norvell: Pra trás! Agora!
Gibbs: Ziva?
Ziva: Na mira.
Norvell: Ela vai errar.
Gibbs: Qual a probabilidade disso?
Angela Kelp: Com base na temperatura e na umidade, sem vento, meia lua, boa luz, 97.6%.
Gibbs: Última chance, Norvell.
Norvell: Mexam-se ou eu mato ela.
Gibbs: [para Ziva] Atire. (Ela atira - a bala acerta em cheio na cabeça dele)

Ducky: É um prazer enorme receber todos vocês aqui. Embora estarmos juntos não tenha sido sua primeira opção.
Tony: É só pôquer. Bufê de siri à vontade. Garotas.
McGee: Relaxe, Tony. Tem bastante vinho.
Ducky: Então, presumo que seja a hora de cortar. E parece que temos um quórum. [Gibbs chega] Jethro! Você se lembrou dos rolinhos.
Gibbs: Tem poucos por aí, Ducky.
Ducky: Um brinde! Queridos amigos e familiares. Um generoso agradecimento e bons desejos de outono.
Abby: E para todos uma noite feliz! [pausa, todos olham pra ela] Feriado errado.

Faith[editar]

McGee: Que manhã gelada!
Tony: Coragem, Chilli Willi. Sinta o sangue quente correndo pelas suas veias. Entre em contato com seu McGrizzly Adams.
McGee: Estou de luvas.
Tony: Me dê uma.
McGee: Não.
Ziva: Eu não estou com frio.
Tony: Porque você tem sangue frio, David, como um dragão fêmea. Rainha do gelo. Fria e mortal.
Ziva: E lembrei de usar roupa de baixo aquecida.
Tony: Pago US$50 por ela.
Ziva: Não serviria. Você é grande demais.
Tony: [desesperado] Elas esticam. Pode passar.

Tony: A fruta do mês pode ser boa. Talvez um massageador de pés.
McGee: Puxa, Tony, nunca pensei que comprasse de catálogos.
Tony: E não compro, pequeno Tim. Mas tempos difíceis requerem medidas extremas. Peguei esses da entrada do meu vizinho.
Ziva: Você os roubou?
Tony: A entrada é considerada área comum. Jamais roubaria correspondência. É um crime federal. Olha só isso. Uma lingerie. Legal. O que compraria para uma chata que tem tudo?
Ziva: É para o amigo oculto?
Tony: Por que tirei Delores Bromstead, do Recursos Humanos? Ela é uma bruxa em forma de mulher.
McGee: Não discuto com você. Desejei feliz Dia dos Namorados, ela disse que era assédio.
Tony: Já a viu sorrir?
McGee: Não.
Ziva: Parem, vocês dois! Ela é uma mulher solteira, de meia idade, solitária. Tenha um pouco de compaixão!
Tony: Deve ser difícil viver no Monte Gelado. Planejando acabar com o Natal da pobre Cindy Lou Quem.

Ziva: Esses chocolates são deliciosos.
Gibbs: Ei, pai! Pare de engordar minha equipe.
Ziva: Gibbs, por que não nos disse que seu pai viria?
Gibbs: Não pensei que ele fosse aparecer. [para Tony] Vá em frente. Pegue outro, bunda mole.
Tony: É meu metabolismo. Desacelerou com a idade. Nada que uma limpeza pós-festas não cure.

Ziva: É aqui que um "caipora" viria se divertir depois de passar meses fora.
Tony: Não é "caipora". É "caipira".
Ziva: Ah.
Tony: E acho que encontramos todo o elenco de Hee Haw.
Ziva: Ali. É ele.
Tony: Com o irmão Daryl e o outro irmão Daryl?

[Ducky e Jackson estão conversando e bebendo no porão. Gibbs chega.]
Gibbs: Vamos lá. Ducky, está ficando tarde.
Ducky: Sim, é hora de ir. Ainda há compras de Natal a fazer, e um assado para ganssar. [ri] Digo, um ganso para assar.

McGee (ao telefone): Você está me dizendo que não dá para contatar o Ensign Blake a bordo? É uma emergência. Recebi ordens diretas do Almirante Noel Barbabranca. Sim, esse é o nome dele. É o responsável pela frota na região do Polo Norte. [Ziva olha espantada]

Tony: Analisei os extratos bancários dos fuzileiros da unidade de Ellis. Até agora, só dois deles, incluindo o Primeiro Sargento Tibbets, aceitaram o suborno. US$4000 cada.
Gibbs: Ho, ho, ho. Feliz Natal.
Ziva: Todo o dinheiro foi retirado da mesma conta e depositado na mesma época.
Gibbs: É uma empresa de fachada.
Tony: A Interpol está checando.
Gibbs: Diga que chequem mais rápido.
Tony: Diga você. Não você, chefe. Você! Quantas línguas você fala, mesmo?
Ziva: Incluindo a língua do amor, dez.

Ignition[editar]

McGee: Ziva, sua rotina matinal precisa de um "tweak".
Ziva: Ah, aquela coisa onde as pessoas contam aos estranhos que começaram o dia pondo duas meias, depois os sapatos, ou uma meia e um sapato ou outra meia e outro sapato.
McGee: "Tweak", não "Twitter".

McGee: A edição de agosto de 1928 da Amazing Stories ativou a imaginação nacional. Trazia um homem voando na capa. E tinha Buck Rogers.
Abby: O incrível é como essas curiosidades ficam mais fascinantes na décima primeira vez que você ouve.

Ziva: Motoristas lentos.
Tony: Motoristas ruins.
Ziva: É só ir o mais rápido possível e quando algo entrar na frente, virar.
Tony: Isso é de Minha Vida é Um Desastre. Falei para você assistir.

Tony: É um receptor de controle remoto?
McGee: É.
Ziva: Qual é o alcance?
McGee: Quase um quilômetro.
Tony: Não entendo canadense. Quanto é em milhas?

Flesh and Blood[editar]

Tony: Já ouvi o ditado: "Foi pelos ares". Mas nunca achei que fosse ver.
Ducky: Se a explosão tivesse feito ele ir pelos ares isso seria impressionante, não?

Tony: Entendo. Deve ter sido difícil. Sua esposa morre e você fica com um garoto de oito anos. Mas sua solução, pai, foi me colocar em internatos e acampamentos de verão. E eu nunca sabia onde você estava ou o que fazia. Eu precisava de um relacionamento próximo.
DiNozzo, Sr.: Você esqueceu. Nós tiramos ótimas férias juntos.
Tony: Como a viagem para Maui, quando me deixou no hotel por dois dias e eu tinha 12 anos?

Ziva: Certo, quantas emendas tem a Constituição?
Gibbs: Declaração dos Direitos são 10, Proibição 18. Acho que 23.
Ziva: Vinte e sete!
Gibbs: Ninguém gosta de espertalhões, David.
Ziva: Por que eu tenho que saber e você não?
Gibbs: Eu nasci aqui!

Tony: Não é tão mau quanto parece. é uma antiga forma de meditação. É algo bom.
Prince Sayed: Agente Gibbs, já tomou café?
Gibbs: (tira o chapéu de Tony) A festa acabou. (bate muitas vezes na cabeça de Tony com o chapéu)
Tony: Ow, ow,ow,ow,ow!
Gibbs: Explique-se!

DiNozzo, Sr.: O que tem em mente?
Gibbs: Seu filho.
DiNozzo, Sr.: O que Junior fez agora?
Gibbs: Tony gosta de se fazer de palhaço. Mas ele é o melhor agente jovem com quem já trabalhei.
DiNozzo, Sr.: Ora, fico feliz em ouvir isso.
Gibbs: Qual a última vez que falou com ele? Quero dizer, que realmente falou com ele.
DiNozzo, Sr.: Nós mantemos contato.
Gibbs: Há quatro anos seu filho quase morreu vítima de peste pneumônica e eu esperava vê-lo. Você não apareceu. Por quê está aqui agora?
DiNozzo, Sr.: Ele nunca me disse que esteve doente.
Gibbs: Ah, então vocês não mantiveram contato.
DiNozzo, Sr.: Onde quer chegar?
Gibbs: Tony herdou a sua personalidade. Mas tenho a sensação de que há coisas que você não compartilha com ele.
DiNozzo, Sr.: Eu devia mandá-lo se ferrar, mas sei que Junior o considera muito então manterei a civilidade.

Tony: Vou quebrar uma de suas regras. Seis: nunca pedir desculpas. Deixei as coisas saírem do controle no hotel.
Gibbs: Tudo bem. Regra 18.
Tony: Ah, é. É melhor buscar perdão do que pedir permissão. Estou perdoado?
Gibbs: Não. Mas anda distraído por causa do seu pai.
Tony: É tão óbvio?

Jetlag[editar]

Tony: É como se você pudesse usar o espaço negativo para empurrar a imagem, sabe? É algo geométrico, com a luz atravessando. Estava tentando usar linhas geométricas e o espaço. Às vezes acho que deveria ter feito algo mais criativo na vida.
Nora Williams: Não, acho que está na profissão certa.
Tony: Está bem, Annie Leibovitz, qual o problema das minhas fotos?
Nora: Elas não têm alma. São analíticas. Parecem cartões postais ou...
Ziva: Fotos de cenas de crime.
Nora: Precisa pôr pessoas nelas. Pessoas felizes.
Ziva: Pessoas vivas.

Ziva: Uma equipe da Segurança Nacional vai nos aguardar. Fora do terminal, uma unidade de segurança do NCIS vai assumir.
Marshall Neeley: Não estão se arriscando caso o novo assassino tente algo em terra, não é?
Ziva: Por isso, devemos considerar a possibilidade de ele tentar algo no avião, onde Nora está mais vulnerável.
Neeley: Acha que estão a bordo?
Ziva: Alvo parado. Confinado.
Neeley: O Expresso Oriente moderno.
Ziva: O assassino precisaria de uma arma discreta.
Neeley: Como o quê? Faço isso há algum tempo, e duvido que haja alguma coisa...
Ziva: Cabos de fone de ouvido dão um garrote perfeito. E os talheres de plástico não são tão seguros quanto pensa. Uma vez, matei um cara com um cartão de crédito.

Nora: Você é tão direta. Tão honesta. Tão diferente dele.
Ziva: Tony e eu temos abordagens diferentes.
Nora: Mas se completam. Tem certeza de que vocês nunca...
Ziva: Não. Absoluta. Sem dúvida, não. Por que insiste em perguntar sobre Tony e eu?
Nora: Vocês são como Daniel e eu. Bem ajustados. Além disso, Paris é uma cidade romântica e dividiram um quarto...
Ziva: Eu fiquei com o sofá. Senão, Tony teria reclamado das costas a noite toda. [sorri]

McGee: Ei, em Paris, quem ficou no sofá?
Tony: Eu. Tiramos cara ou coroa.
McGee: Que azar. (se afasta)
Ziva: Por que mentiu pro McGee?
Tony: Por que mentiu pra Nora?

Tony: Nora tinha razão. Achei minha foto preferida. E é a única que tem uma pessoa.
Ziva: [olha para a foto e sorri, quase corando]
Tony: Bem nouevelle vague, não acha?
Ziva: Talvez. Acho que ficaria melhor em preto e branco.

Masquerade[editar]

Tony: Primeiro peste, agora radiação. Estou achando que alguém está atrás de mim.
McGee: Eu também estava perto do carro.
Ziva: Todos estávamos.
McGee: Mas não deixe de pensar em si mesmo.
Tony: Não tem a ver comigo. Tem a ver com os meus DiNozzinhos. Estão radioativos.
McGee: Eu sei!
Tony: Sabe?! Claro, Tim. Seus filhos vão ser inteligentes, [Ziva revira os olhos e sai] mas os meus tinham a chance de ser muito bonitos.

Ziva: O que é isso?
Tony: É um contador Geiger. Precisa-se ter cuidado.
Ziva: O que acha que o Cabo Vega estava fazendo em um depósito vazio?
Tony: Não sei. Por que não arromba e descobre?
Ziva: Não temos um mandado.
Tony: Esse prédio está hipotecado. Os bancos são os donos. E já que as pessoas são donas dos bancos, somos donos do banco.
Ziva: Nossa.

Gibbs: McGee, comigo.
McGee: Aonde vamos?
Gibbs: Achar a bomba.
Tony: Não me faça falar, McGee.
McGee: Teremos cuidado, Tony.

Jack-knife[editar]

Gibbs: Tire Ziva e DiNozzo da cama.
McGee: O quê?!
Gibbs: Acorde-os.
McGee: Ah. Ah, certo. Tirá-los da cama porque é de noite e eles estão dormindo.
Gibbs: [olha pra McGee como se ele tivesse ficado louco] Sim.
McGee: Camas individuais. Tirar cada um da sua cama. Eu me confundi. Achei que estávamos falando...
Gibbs: Precisa dormir, McGee?

[Gibbs bate à porta. Fornell, de barba crescida e vestindo um roupão, atende.]
Gibbs: O que houve com sua cara?
Fornell: O que houve com o seu braço?
Gibbs: Trabalho.
Fornell: Mesma coisa.

McGee: [abre os olhos e vê Tony e Ziva em frente a sua mesa] Estou acordado.
Ziva: Não dissemos nada, McGee.
McGee: Mas você fez algo, não fez? O que você fez? Tentou colocar minha mão nessa água?
Tony: Isso seria infantil.
McGee: Desenhou no meu rosto, não foi? Desenhou no meu rosto.[olha pro seu rosto]
Tony: Não. Eu sugeri tirar as suas roupas, colocar uma etiqueta no seu pé e levá-lo para a autópsia pra você pensar que estava morto. Mas Ziva achou que era de mau gosto.
McGee: Bem, obrigado, Ziva.

Fornell: Quem é [Damon Werth]?
Gibbs: Um fuzileiro que quebrou as regras.
Fornell: Você o prendeu?
Gibbs: Dei-lhe uma medalha.

Ducky: Salvar uma vida juntos cria um vínculo poderoso. [ri e aponta para Gibbs e Fornell] Como vocês dois provam.
Fornell: Oh, é por isso que somos amigos?
Gibbs: Está mais para sofrimento compartilhado.
Fornell: Deus sabe que você tem o suficiente para se virar.
Gibbs: Ei! Eu sou um cara feliz.
Fornell: Desde quando?
Gibbs: Você não sabe o que eu tenho feito. Não via você há meses.
Fornell: E de quem é a culpa? Você só me liga quando precisa de alguma coisa!
Gibbs: Bem, aparentemente quando eu preciso sofrer.

Szwed: Certo, ela tem três digitos, há abóboras lá dentro, mas não caia em tentação. Temos que chegar na laje grande. Fique na fila da vovó e fique abaixo do níquel duplo. Mesmo quando passar por alguém. E um perdigueiro no para-brisa para não levar tiro dos ursos. Entendido?
Werth: Entendido.
Szwed: Certo. Vamos nessa!
Werth: Ei, temos que parar. [Zwed se vira e olha para Werth]
Werth: Três quartos de gasolina. Não gosto de arriscar.
Lucas: O GPS diz que chegam em Front Royal em poucas horas.
Szwed: Vamos rápido.
Ziva: Humm, que língua foi aquela?
Werth: Ele disse que é rápida, mas para não forçá-la mesmo que esteja vazia. E ter cuidado com a polícia.
Ziva: Então o caminhão é mulher?
Werth: Vamos assaltar alguém.

Mother's Day[editar]

Tony: Certo, McMetido, o que achou?
McGee: Pelo que percebi, Gibbs e Joann Fielding são muito distantes.
Ziva: A mulher perdeu a filha e a neta. Agora o noivo morre em seus braços e o seu ex-genro está investigando. Tenha compaixão.
Tony: Deve ser amaldiçoada como Kennedy.
McGee: Menos a grama.
Ziva: Ouvi falar nisso. O atirador estava no supositóriode livros.
Tony: Depósito.
Ziva: Foi o que eu disse.

Gibbs: Fede a bordel francês aqui.
Palmer: [referindo-se à sua nova colônia] Sou eu.
Gibbs: O que está tentando fazer, Palmer? Ressuscitar os mortos?

Abby: Se o Major Mass Spec fosse homem, eu casaria com ele e teria seus filhos.

Tony: Quer aprender a ser um homem de verdade, McGee, tem que aprender a ser um samurai. Eles são como Gibbs, com pedras maiores e menos a dizer.
McGee: Isso é possível?

Tony: Não está com calor?
Ziva: [sorri] Já me disseram essa.
Tony: Estou falando da temperatura!
Ziva: Certo, pare de reclamar. Isso parece o inverno em Israel.
Tony: Não estamos em Israel. Estamos no bom Estados Unidos, minha amiga imigrante, onde gostamos de ar condicionado central, não melanoma.

Double Identity[editar]

Ziva: Vocês notaram algo diferente no Ducky?
McGee: Sim, ele tem parecido alegre ultimamente.
Tony: Ducky parece animado. Ninguém gosta de chuva na capital.
Ziva: Não, suas gravatas! Ele tem usado gravata comum, não gravata borboleta.
Tony: Nossa. Muito observadora.

Tony: Já foi casado, doutor?
Dr. Talridge: Duas vezes, mas nunca ao mesmo tempo.

Gibbs: Quando ia me contar, Doutor?
Ducky: Logo. Pensei num funeral, mas todos os amigos de minha mãe morreram antes dela. Eu era tudo o que ela tinha.
Gibbs: Certo. Mas por que não quis partilhar isso?
Ducky: Não quis impor. Vivo cercado pela morte, Jethro. Preferi lidar com essa perda pessoal sozinho. Sabia que ela tinha quase cem anos? Ela teve uma vida ativa, mas no último ano ela já não era a mesma. Era a hora dela. A progressão natural da idade.
Gibbs: Vai continuar na casa?
Ducky: A venda é iminente. Devemos fechar na semana que vem. Os pobres cachorros? Arranjei um bom lar para eles com um fã de Corgis na Virginia.
Gibbs: E para onde você vai?
Ducky: Dei uma oferta por uma casa agradável em Georgetown. Está na lista de locais de interesse histórico. Tenho trabalhado com uma corretora encantadora. Seu nome é Sophie. Ela é bem mais jovem do que eu.
Gibbs: Então, suponho que é Sophie quem não gosta de gravatas borboleta. [ambos riem]

McGee: Eu criei um aplicativo pro meu celular.
Tony: O que tem a ver com o que estamos fazendo?
McGee: Com o número do chassi nós podemos acessar todas as informações do veículo incluindo chave e código remoto. Invadimos o banco de dados, baixamos todos os códigos. E pronto.
Tony: Estou feliz que o Instituto de Tecnologia valeu para alguma coisa, McGeek.
McGee: É demais, não é?
Tony: Eu não acredito.
McGee: Eu não vou abrir a porta para você, Tony.
Tony: Eu não acho que destravou a porta. Se tivesse destravado, provaria abrindo.
McGee: Não, eu destravei.
Tony: [pega o celular e destranca a porta] Devia patentear isso.

Jurisdiction[editar]

Ziva: Achei um doce do Dia dos Namorados.
Tony: De quem?
Ziva: Importa?
Tony: Importa porque você não comeu. Então a pessoa não deve significar muito para você. Significa alguma coisa.
Ziva: Não significa nada.
Tony: Ainda bem que não sou eu.
Ziva: Também acho!

[Tony não consegue achar as chaves do carro.]
McGee: Sabem de uma coisa? Quem dirigiu por último provavelmente está com as chaves.
Tony: Isso! Ontem eu saí e comprei uma pizza. Estava faminto.
Ziva: O que fez com as chaves, Tony?
Tony: Voltei, comi a pizza, joguei a caixa fora.
McGee: Hoje é dia de coleta do lixo. É melhor correr.
Ziva: Onde fica a lixeira?
Tony: No porão.
Gibbs: Perdeu algo, David?
Ziva: Não, o Tony perdeu.
Gibbs: DiNozzo, o que você perdeu? O relógio? A carta de motorista?
Tony: Nenhum deles.
Gibbs: Temos um corpo. Mergulhador da Marinha. Quem dirige?
McGee: Chefe, esse é o pequeno problema.
Gibbs: [sacode as chaves] Não, o problema é eu achar isto no chão do elevador.
Tony: Foi minha culpa. Não acontecerá de novo.
Gibbs: Duvido. Encontro vocês lá em baixo. [joga as chaves para o alto e todos se atiram ao chão para pegá-las]

Gibbs: Queria ver como o Jensen vivia.
Tony: Isso diz muito sobre um homem. Sua casa, por exemplo. Limpa, prática, estoica.
Gibbs: Estoica? Minha casa é estoica?
Tony: Moderada, então?
Gibbs: Eu plantei rosas semana passada. Vermelhas. Rosas vermelhas estoicas?
Tony: Bem, elas são espinhosas.

Ziva: O que é CGIS?
McGee: Serviço Investigativo da Guarda Costeira.
Ziva: A Guarda Costeira tem um serviço de investigação?
McGee: Eles são menores que nós, mas têm um alcance mais abrangente.
Ziva: Mas é a Guarda Costeira!
Tony: Não precisa ficar se achando. Sim, Virginia, existe uma CGIS.
McGee: Pode não ter a nossa reputação ou je ne sais quoi, mas é o nosso irmão legítimo.
Tony: Como Corky em Life Goes On.

Tony:[olhando a ficha de Borin na tela] Agente Especial do CGIS Abigail Borin, 34 anos. Serviu no Iraque como sargento. Não é casada. Sem filhos. Incomum, não?
McGee: O quê?
Tony: Uma ex-fuzileira tornando-se agente especial investigativa e resolvendo casos baseada em seu instinto.
Ziva: E como sabe disso?
McGee: Ele estava de ouvido colado na sala de reunião.
Tony: Isso se chama pesquisa, McDelator. A Lei da Natureza está sendo violada aqui. Como matéria e antimatéria colidindo ou coisa parecida. Isso seria terrível. Você está lendo muita história em quadrinhos.
Ziva: Você está obcecado por essa mulher porque ela se parece com o Gibbs ou porque ela é muito atraente?
Tony: É mesmo. Deus, eu não tinha notado.
Borin: [surgindo repentinamente atrás de Tony, exatamente como Gibbs] Notado o quê?

Borin: E então, o que vocês têm?
Tony: [espantado] Pessoal, ela disse "O que vocês têm?"!

Borin: Pode me chamar de Abby.
Gibbs: Não mesmo!

Ziva: São mapas oceânicos. [aponta] Aqui é onde o Delilah estava abandonado.
Tony: Calafuego. Caçadores de tesouros.
Ziva: É disso que se trata? Tesouro?
Tony: Tesouro de pirata.
Ziva: Isso parece com o baú do David Jones.
Tony: Davy Jones'. Ele costumava cantar com osMonkees.
Ziva: "Monkees" de macacos?
Tony: Tenho inveja do seu cérebro, às vezes.

Tony: Pronta para a aventura de uma vida?
Ziva: É só um filme, Tony.
Tony: Como ousa? [coloca a pipoca na mesa e oferece uma bebida a Ziva] O Mickey é só um rato? Ringling Brothers é só um circo?
Ziva: É.
Tony: [ri] Por isso que você não tem amigos.
Ziva: Eu tenho amigos!
Tony: Sério? Então o que está fazendo comigo assistindo a um filme, sexta-feira no trabalho? Hein?
Ziva: Você é meu amigo.
Tony: Sério?
Ziva: Não. Meu encontro foi cancelado.
Tony: O meu também. [Eles sorriem e começam a assistir The Black Pirate]

Guilty Pleasure[editar]

Ziva: [para Tony e McGee] Querem saber, vocês dois? Já ouvi falar sobre isso. Vocês estão tendo uma crina de sete anos.
Tony: Crise. Sim, estamos.
Ziva: Vocês parecem casados.
Gibbs: Ah, não parecem. Eles continuam se falando.

McGee: Ei, por que o morto cruzaria a rua? Para chegar em casa.
Tony: E. Você era mais engraçado quando era mais gordo.

Gibbs: Abby?
Abby: Nada de papo furado, Gibbs.
Gibbs: Eu só disse 'Abby', Abby.
Abby: Agora falou de novo.

McGee: Ah, se não é o T-Cadd.
Tony: O quê?
McGee: T-Cadd. É como eu chamo vocês. Sabem, aquela contração para casais? Tomkat, Bennifer, Brangelina.
Tony: É, nós entendemos, McAzedo.
McGee: Vocês estão usando ternos iguais. [eles sorriem]
McCadden: O segurança do prédio achou o corpo. Sem sangue. Parece desova. Vários ferimentos à faca nas costas. Definitivamente temos uma quinta vítima.
Tony: Ferimentos no braço, peito. Esse cara não se abateu fácil.
McGee: Ele relutou.
McCadden: O assassino devia ser forte. Estamos procurando um homem.
Tony: Ou Ziva. [eles riem]

Moonlighting[editar]

Tony: McGee sabe. Tiros na cabeça é especialidade dele.
Ducky: O quê?
Palmer: Ele se refere a um videogame que ele tem jogado muito.
Ducky: Ah.
Tony: Essa é uma informação surpreendente vinda do futuro rei da Bobolândia.
Palmer: Eu, agora eu tenho uma namorada.
Tony: Oi rei está morto. [agarra o ombro de McGee] Vida longa ao rei.

Palmer: É, mas não era uma areia boa, era ruim. Muito ruim. Eu fiquei com a pele toda irritada.
Ducky: Não foi a areia, Sr. Palmer, mas os ácaros da areia.
Palmer: Que ácaros?
Ducky: Os ácaros morderam você.
Palmer: Areia morde?
Ducky: Ácaros de areia mordem.
Palmer:Estou perdido.
Ducky: Mas clinicamente bem. Os crustáceos minúsculos conhecidos como ácaros. Á-C-A-R-O.

Fornell: Obrigado por fazer do meu jeito.
Gibbs: Imagine.
Fornell: Eu estou ironizando.
Gibbs: É, eu também.

[Abby entra no laboratório e ouve McGee e Susan conversando]
McGee: Prefere mais duro?
Susan Grady: Sim, um pouco mais. Não quero ter dor nas costas. Você é bom nisso!
McGee: Sou o melhor. Cuidado, senão isso vai estourar.
Abby: Wow, McGee! E no meu laboratório!
McGee: O quê? Não, não, não... [Abby vê que McGee estava inflando um colchão de ar] Ofereci seu laboratório para a Susan passar a noite. Mas se você achar algum problema... Eu posso levá-la para o meu apartamento.
Abby: [disfarçando] Sem problema.

Ziva: Ele [McGee] sempre tem uma reação quando vê você.
Susan: Sim, reação de fugir!

Susan: Vocês precisam pegá-los. Agora! Tipo, agora mesmo!
Tony: Estamos trabalhando nisso.
Ziva: Vamos dar um agito.
Susan: Ela quis dizer "jeito"?
Tony: Continue.

[Tony e Ziva entram no salão principal e veem Palmer sem a camisa, e uma erupção cutânea em torno de sua tatuagem de henna]

Tony: Meu Deus! Alguém o alimentou após a meia-noite!
Ziva: Jimmy, o que houve?
Palmer: Eu sou alérgico à henna. Mas eu não alcanço, então vocês poderiam...
Tony: Estou atrasado para o squash.
Ziva: Sinto muito. Eu preciso ir embora.
Palmer: Por favor, coça muito.
[Tony e Ziva correm para o elevador, Jimmy corre atrás deles.]
Tony: Chame sua namorada!
Palmer: Eu não consigo coçar em cima!
Tony: Fique, fique, fique.
[Eles tentam afastá-lo, mas Jimmy entra no elevador com eles, todos discutem ao mesmo tempo.]
Ziva: Não, não, não! Por favor, não... eu posso machucá-lo.
Tony: Ela coça, ela coça.
Palmer: Eu faria isso por você!
Ziva: Não, não faria.
[A porta do elevador fecha]

Obsession[editar]

Ziva: O que exatamente busca na mulher certa?
Tony: [ri] Bom, além dos requisitos físicos óbvios, sei lá. Acho que ela seria uma mulher muito independente. Inteligente, bem-sucedida, profissional.
Ziva: Ok, só uma pergunta. O que esta mulher veria em você?
[Eles sorriem e cada um vai pro seu lado]

Director Vance: O Departamento de Estado designou a Srta. Hart para ser a conselheira jurídica de Alejandro na força-tarefa.
Gibbs: Claro que sim.
Alejandro Rivera: Conheci Allison na Cidade do México. Trabalhamos juntos.
M. Allison Hart: Alejandro me ajudou muito a garantir a liberdade do Coronel Bell.
Gibbs: Talvez não devêssemos colaborar, Leon.
M. Allison Hart: O Sr. Gibbs tem um senso de humor estranho.

[Abby foi gentilmente convidada por Alejandro Rivera para falar sobre simpósio na Cidade do México.]
McGee: Você não vai, vai?
Abby: Está brincando? Por quê não iria?
McGee: Aposto que ele só quer saber quantas tatuagens você tem.
Abby: Talvez eu tenha uma nova, que você nunca vai ver.

Gibbs: Está bem?
Tony: Não muito. Quebrei a regra dez. De novo. Nunca se envolva pessoalmente num caso.
Gibbs: É. Sempre tive mais problemas com essa regra.

Borderland[editar]

Ziva: [tentando decorar a Primeira Emenda] Liberdade de imprensa, religião, assembleia... petição... e...
Tony: [discutindo no chat] Vá você trabalhar também, seu tampinha!
Ziva: E de expressão! É claro que não tinham em mente o Tony quando escreveram isso.

Tony: Aposto que Abby duraria mais de dez segundos naquele chat.
Ziva: Você está obcecado.
Tony: Você não entenderia.
Ziva: Por que?
Tony: Porque ser irritante é natural para você. Eu sou charmoso.
Ziva: [zomba]

Abby: Estamos usando o assassinato de um homem chamado Pedro Hernandez como caso de estudo.
Paloma Reynosa: O velho Pedro? Faz muito tempo. O que poderia descobrir agora?
Abby: Bom, por exemplo, o relatório da polícia está errado. O tiro não foi dado à queima-roupa.
Paloma Reynosa: Está certa. Ele foi morto por um atirador escondido numa colina a quase mil metros daqui.
Abby: Como sabe disso?
Paloma Reynosa: O assassino deixou uma mensagem na colina.
McGee: Que mensagem?
Paloma Reynosa: [retira de seu medalhão um cartucho de rifle e o joga para Abby] Talvez possa usar isso melhor do que eu.

McGee: Tenho um mau pressentimento sobre essa cama. Vamos tirar a sorte pelo sofá?
Abby: [sorri maliciosamente] Ora, McGee, como se nunca tivéssemos dividido uma cama antes.
McGee: Tecnicamente, era um caixão. E só para você saber, se nós dormirmos juntos nesta cama vou ficar corcunda por uma semana.
Abby: Agora eu entendo por que Ziva ficou com o sofá em Paris.
McGee: Tony disse que ele ficou.
[eles se olham compreensivamente.]

Abby: Oi, Gibbs.
Gibbs: Ei, Abs.
Abby: Posso entrar?
Gibbs: Sim. Já entrou.
Abby: Tem razão. [ela desce as escadas, e fica olhando pra ele] Ok. Foi um prazer conversar com você.
Gibbs: Abs? Por que está aqui?
Abby: Você sabe por que eu estou aqui. Comparei a bala na cabeça de Pedro Hernandez com seu rifle. Você o matou, a sangue frio. Quero dizer, eu sei o que ele fez, Gibbs. Ele... ele matou sua esposa e sua filha, mas Gibbs...
Gibbs: Eu sei.
Abby: O Gibbs não faz essas coisas. Ou faz? Agora eu não sei. Não sei de nada. A única coisa que eu sei é que não descobri isso por acaso.
Gibbs: Regra quarenta.
Abby: Se parece que alguém quer pegar você, é porque quer. Você não faz ideia de como eu queria que fosse ontem. Talvez se eu fechar os olhos e abrir de novo, vai ser. [cruza os dedos e fecha os olhos, apenas para abri-los em desapontamento] Percebe a situação em que estou?
Gibbs: Eu sei.
Abby: Entende a escolha que tenho que fazer agora?
Gibbs: Eu sei.
Abby: Pare de dizer: "Eu sei"!
Gibbs: O que quer que eu diga?
Abby: Diga que estou errada! Diga que eu me enganei na perícia ou...
Gibbs: Não. Não, não posso dizer isso.
Abby: Então, diga o quanto eu tenho sido como uma filha para você e o quanto você me ama.
Gibbs: Vai ajudar?
Abby: Não. O que preciso mesmo saber, Gibbs, é se você ainda vai me amar não importa o que aconteça.

Patriot Down[editar]

McGee: Por que deixaria alguém ficar ileso de um estupro?
Ziva: Percepção. Burrows está no serviço militar. Se uma mulher fala em estupro, nenhum homem naquele navio vai confiar nela de novo.
McGee: Bem, você é mulher. O que faria?
Ziva: Eu sou diferente. Depois de torturá-los até que chorem como bebês, eu gostaria de castrá-los. Dar-lhes o que merecem.
Tony: Falou como uma quase americana.

Tony: É difícil fazer pudim. A textura tem que ser suave. A quantidade certa de leite, baunilha e caramelo.
Ziva: Podemos parar de falar sobre pudim?
Tony: Você é anti-pudim?

Abby: Desde quando virei a aluna que o professor não chama? As provas no meu relatório dizem que você matou Pedro Hernandez, e você nem quer falar comigo a respeito.
Gibbs: Não achei que precisava.
Abby: Eu lhe devo tudo! Você é Gibbs! Ninguém precisa saber a verdade sobre a investigação de Hernandez. Estou disposta a fazer qualquer coisa por você. Só preciso que me diga o que fazer.
Gibbs: Não precisa, Abs. Só precisei que fizesse uma coisa.
Abby: Meu trabalho. Mas agora é diferente. Tem que ser, certo?
Gibbs: Não, não é.

[Gibbs galopa por uma praia no México e encontra a casa de Mike Franks destruída. A boneca de Amira está entre os destroços. Vários corpos de mercenários estão espalhados pela praia. Gibbs segue uma trilha de sangue na areia e encontra um corpo decapitado.]
Gibbs: Mike...
[sente o cano de uma arma em suas costas e leva a mão ao coldre.]
Jason Paul Dean: Nem pense nisso. Bem vindo ao México, Agente Gibbs.
Gibbs: Primeiro a Macy, e agora matou o Franks?
Jason Paul Dean: Esse não é o Franks.
Gibbs: Então quem é?
Jason Paul Dean: O Coronel Merton Bell.
Gibbs: Para quem afinal você trabalha?
[Dean golpeia Gibbs, que desmaia.]

Rule Fifty-One[editar]

Gibbs: Sabem aquele enigma? Cara trancado em um quarto, sem portas, sem janelas.
Paloma Reynosa: Como ele entrou lá?
Gibbs: As paredes foram construídas em torno dele. Mas só tem um espelho e uma mesa. Como ele vai sair?
Jason Paul Dean: Olhe no espelho, veja o que viu. Pegue a serra, corte a mesa ao meio. Duas metades formam um inteiro, saia pelo buraco. O enigma mais imbecil que já ouvi.
(Nota: são dois trocadilhos em inglês, que se perdem na tradução: a palavra "saw" significa "viu" ou "serra", e a palavra "whole", que significa inteiro, pronuncia-se como "hole", que significa buraco.)
Gibbs: Foi o meu pai que me contou. O meu pai. Nunca foi um cara fácil. Mas precisa ser homem para fazer um homem, certo? [Alejandro mostra-se abalado]
Paloma Reynosa: Hermano...
Gibbs: Quando as coisas ficam difíceis, ainda posso falar com ele.
[Alejandro pega uma arma e aponta para Gibbs.]

Tony: Você viu isso?
Ziva: Viu o quê?
Tony: A piscada.
Ziva: Diretor Vance piscou?
Tony: Acho que piscou. A não ser que estivesse preparando seu olho para o scanner, mas --
Ziva: Por que importa?
Tony: Porque é o que ele e Gibbs fazem. Eles têm uma linguagem de piscadas e cutucadas. Vance não pode liberar uma operação. Ele espera que peguemos os indolentes.
Ziva: Viu isso?
Tony: Não sei. Você o viu piscar?

Abby: Vocês vão para o México. Qual é o plano?
Tony: O que você sabe, Abs?
Abby: Gibbs mencionou a Regra 40.
Tony: "Se acha que alguém quer pegá-lo, é porque querem."
Ziva: Nunca ouvi falar de regras nos 40s.
Tony: São raras.
Abby: E é uma coisa boa.
Ziva: Quantas vezes pedi para Gibbs escrever essas coisas?!
Tony: Não precisa escrevê-las. São para uso diário. Mas os 40s--
Abby: Os 40s. Os 40s são para emergência.
Tony: Se os 40s estão em jogo, algo de muito ruim está acontecendo.
Ziva: Temos que recuperá-lo.

Abby: Vê o que estou fazendo? Balançando meu dedo para não deixar você falar? Isso é algo que Mike Franks nunca mais vai poder fazer.
Gibbs: Era o dedo dele, certo?
Abby: O indicador direito, especificamente. Conhecido como indicador, digitus secundus, fura-bolo ou dedo do gatilho. Outra coisa que Mike Franks provavelmente não vai mais fazer.

Vance: Passei um bom tempo em Los Angeles este ano, organizando o escritório de lá. Hetty Lange tem um amigo na Warner Bros. Ele nos levou para um tour pelo estúdio. Havia antigos acessórios e figurinos, até do filme Casablanca.
Gibbs: Devia dizer isso ao DiNozzo.
Vance: Quando comecei aqui, com nossas filosofias diferentes, só levei um minuto para descobrir como iríamos nos relacionar. Pensei em Rick e Louis, de Casablanca.
Gibbs: Então eu sou o Rick?
Vance: De várias maneiras. O problema sou eu. Cansei de ser Louis. Cansei de fazer vista grossa enquanto você trabalha pelas minhas costas. Não trabalhe assim comigo.
Gibbs: Talvez eu não devesse trabalhar para você.
Vance: Diga em que diabos você se meteu. É uma ordem!
Gibbs: Não.
Vance: Está afastado.
Gibbs: Demorou demais, Leon.
Vance: [irritado] Quer me provocar? Vamos!
Gibbs: O que o impediu de fazer isso logo no primeiro dia?
Vance: Minha vida e meu trabalho não giram em torno de você, seu desgraçado egocêntrico!
Gibbs: Você faz parecer que sim.

Abby: Agora entendo porque os super-heróis têm identidades secretas.

M. Alisson Hart: Esta [o relatório de Abby] é a bala que deveria acabar com você. Acha que eu queria isso?

[Gibbs retira da caixa um pequeno papel em que está escrita a regra nº 13 - "Nunca, jamais envolva um advogado". Pega uma caneta e começa a escrever no verso do papel.]
Gibbs: [escrevendo] "# 51: Às vezes, você está errado."

Season 8[editar]

Spider and the Fly[editar]

(Jackson e Paloma apontam suas armas um para o outro.)
Paloma Reynosa: Você é como seu filho, senhor Gibbs.
Jackson: Não. Ele é que é como eu.

Tony: Aquele cavalo gosta de você!
McGee: Não é engraçado, Tony.
Tony: Ah, pobre McMounty. [acentua o sotaque canadense] Hey, então você já viu algum, tipo, alces e outras coisas lá em cima? Hey, onde está seu amigo Claude? Não é aquele simpático São Bernardo com um pequeno barril de uísque embaixo do queixo?
McGee: Estive aqui assistindo Dudley Do-Right por duas semanas, certo? É Setembro e tem neve no chão, poderia pelo menos ter um pouco de compaixão?
Tony: E pra que serviria? Você esqueceu de pegar seu gorro quando entrou em uma sala?
McGee: Na verdade estive trabalhando, ao contrário de algumas pessoas!
Gibbs: Algumas pessoas aqui estão trabalhando.
McGee: Com certeza, chefe.

Ziva: Olá, Tony. Estou de volta!
Tony: Olá, pequena miss Estado de Sol, e não olhe assim.
Ziva: Não sei o que "assim" significa, mas eu diria que não é bom.
Tony: Só porque eu estava sozinho, pilotando o forte, tratando Gibbs só, enquanto você passeava na South Beach dançando ao ritmo da noite, por que eu sentiria a necessidade de dizer algo negativo?
Ziva: Por que você é você. E além disso, eu estava trabalhando.
Tony: Ha!
Ziva: Ha o quê??
Tony: São marcas de biquíni?
Ziva: [timidamente] Onde pensa que está olhando?
Tony: Importa?
Ziva: Na verdade, importa sim. E posso lhe assegurar que não tenho nenhuma marca de biquíni!
Tony: Então, você se deitou ao sol.
Ziva: Sim, na verdade, essa manhã, antes de pegar meu vôo. E eu vim com algo relacionado ao caso antes de minha partida.
Tony: [fecha os olhos e inala quando Ziva passa perto de sua mesa] Você cheira a oceano e manteiga de carité.

McGee: [sai do elevador] Senti falta dessas paredes manchadas de laranja. Deus abençoe a burocracia americana brega.
Tony: O novato prodígio voltou!
McGee: Sabe, eu entendi uma coisa, Tony. Você não aprecia alguma coisa até que se vai.
Tony: Então sentiu minha falta?
McGee: Não, outras coisas, tipo café da manhã sem cerveja.
Ziva: Pensei que isso fosse irlandês.
Tony: Canadenses também.
McGee: Sabe, a cerveja não vai tão bem com ovos ou farinha de aveia. [olha para Ziva] Por que está tão bronzeada?
Ziva: Por que está tão branco?
McGee: Sempre fui assim.
Ziva: Isso combina com você.
McGee: Você está mentindo.
Ziva: Através dos meus dentes.

Alejandro: Abby, está tarde. Você devia ir pra casa. Tenha cuidado. As ruas podem ser perigosas à noite.
Gibbs: [avança na direção de Alejandro] Ei! O que você disse?
Alejandro: Nada impróprio, espero.
Gibbs: Se quer ameaçar alguém, ameace a mim, não as pessoas que trabalham comigo!
Alejandro: Sua equipe pode ser intempestiva, Diretor. Isso não ajudará em nada.
Vance: Então deixe-me ajudá-lo. Alguém mostre a saída ao senhor Rivera, antes que ele acabe machucado.
Alejandro: (desafiador) Por quem?
Vance: Por mim!

Ducky: Já falei sobre o primeiro caso que eu e Jethro trabalhamos? Dois marinheiros adernaram num esquife recreativo numa tarde de verão. O pânico se seguiu. Quando foram finalmente localizados, um marinheiro estava morto e outro teve grave hipotermia.
Abby: Então um marinheiro se afogou?
Ducky: Não. Ao invés de assistir seu amigo lentamente morrer, um marinheiro esfaqueou o outro, alegando que era mais humano. Ele estava convencido de que suas ações foram justificadas.
Abby: Como Gibbs 20 anos atrás. [Ducky concorda] Ducky, e se isso não funcionar? O que acontece com Gibbs?
Ducky: Em 1940, Winston Churchill estava sentado em seu bunker fumando um daqueles majestosos charutos, esperando por notícias de que as primeiras bombas alemãs estavam dizimando Londres. "Vamos, portanto, preparar-nos para cumprir o nosso dever", disse ele no rádio, "e resistir de tal modo que, se o Império Britânico e a sua Commonwealth durarem por mil anos, os homens ainda dirão: Esse foi o seu melhor momento." A hora está sobre nós, Abby. Tudo o que podemos fazer é esperar e ver.

Worst Nightmare[editar]

McGee: [falando para três recrutas de pé em sua mesa] Agora, este é o lugar onde a confiança do cérebro de toda a unidade se senta. Venham aqui. Por favor, sentem-se. Vocês percebem como eu incline a minha mesa aqui para obter um bom ponto de vista de toda a equipe aqui. É muito importante para um agente do NCIS ficar ciente.
Tony: [vendo de sua mesa] O que está acontecendo? Estamos sendo substituídos por modelos mais novos?
Ziva: Eu sou um modelo mais novo.
Tony: Se a intenção era me machucar, teve sucesso.
Ziva: E não estamos sendo substituídos. Eles são da Waverly University.
Tony: Ah, é, certo. O programa de estágio do Diretor Vance. Não é uma boa ideia. Alimenta a necessidade de McGee ter groupies. [Ziva sorri]

Abby: Não toque no meu computador, no meu equipamento de laboratório, no meu leitor de mp3, no meu Caf-Pow, na minha secretária ou no Bert, meu hipopótamo que peida, sem meu consentimento expresso por escrito.
Michael Seelus: Como vou fazer alguma coisa, então?
Abby: E nada de câmeras ou fotografias com flash.
Seelus: Não tenho uma câmera.
Abby: E se acidentalmente eu virar as costas pra você, você deve imediatamente voltar para a minha linha de visão.
Seelus: Por que eu não uso sinos?
Abby: É uma ideia muito boa! [anda pelo laboratório e pega uns sinos de uma gaveta] Quero dizer, sinto muito por isso. Darren funcionou, mas eu só tive problemas com pessoas que trabalharam comigo. [estende os sinos]
Seelus: Não vou colocá-los.
Abby: Ah, vai sim!
Seelus: Não, não vou?
Abby: [alegremente] Exceto pelo fato de que você vai.
Gibbs: [entra] Abs, preciso de algo rápido.
Abby: [para Seelus] Continua. [para Gibbs] Quem é você e o que você fez com meu Gibbs que não gosta de estagiários?

Gibbs: Aqui é o Agente Especial Gibbs.
Mason: Foi autodefesa.
Gibbs: Por que você não vem aqui pra gente conversar?
Mason: Acho que nós dois sabemos que isso não vai acontecer.
Gibbs: Você mentiu pra mim, Mason.
Mason: Sinto muito por isso, mas eu não queria que o NCIS estragasse as coisas, então eu me resgatei.
Gibbs: Sim, como foi essa experiência?
Mason: Você não é o único que foi enganado. Eles disseram que Rebecca estaria lá, eles mentiram. Eu não comecei a briga.
Gibbs: Não, não, você só a acabou.
Mason: Ele estava tentando me matar, não me deu escolha. Por isso que eu estou te ligando, pra te avisar. Essas pessoas não são confiáveis. Foi como ser um amador.
Gibbs: E você é o profissional? Certo?
Mason: Eu sou o que sou, azar desses caras. O resto não é importante.
Gibbs: Mason, você precisa vir aqui antes de cruzar uma linha que não pode mais voltar.
Mason: Eu não tenho muito tempo então deixe-me ser tão claro quanto eu posso ser. Não há uma força neste planeta que vai me impedir de encontrar minha neta. Você tem que trabalhar dentro da lei. Eu sou um pouco mais flexível. [Ligação desconecta]
(...)
McGee: Bem, ele pareceu sério.
Gibbs: Sem brincadeira.

Short Fuse[editar]

McGee: Ziva, o que está acontecendo?
Ziva: Tony foi selecionado para estar na capa do folheto para recrutas novos NCIS.
McGee: Ah, você está brincando.
Tony: Ei, vejam só. Quem é o novo rosto do NCIS? Você está olhando para ele, McInveja. Se acostume com isso.
McGee: Não haverá mais vida com ele agora.
Ziva: Agora??

Gibbs: Você devia estar aqui há uma hora.
Fornell: Minha filha teve uma apresentação na escola, te disse. Foi bom pra mim. Só passei duas horas com nossa ex-esposa.
Gibbs: É? Ela mencionou meu nome?
Fornell: Não por anos.
Gibbs: Você raspou sua barba!
Fornell: Muito observador.
Gibbs: O que é isso?
Fornell: É arroz.
Gibbs: Pensei que fosse pegar sanduíches de queijo.
Fornell: É cordeiro ao curry do Expresso Punjab.
Gibbs: Nós dois concordamos que odiamos esse lugar.
Fornell: Concordamos, mas eu recebi um cupom de desconto no meu e-mail.

Royals and Loyals[editar]

Ziva: Desculpa.
Tony: Por que?
Ziva: Por ser você.

Ziva: O quê?
Tony: Só estou observando os ferormônios escorrerem do seu corpo.
Ziva: Não vejo nada.
Tony: Isso é porque eles são invisíveis. É apenas um cheiro que sai do corpo para atrair o sexo oposto.
Ziva: Agora você está sendo ridículo.
Tony: Ah, não. É verdade. Pense nisso: primeiro você tinha o seu Miami Vice, agora o príncipe Albert enlatado. Ah, eles não podem ajudar. Você é apenas uma máquina de amor israelense ambulante.
Ziva: [falando do oficial de ligação britânico para a Marinha dos EUA] Ele é encantador.
Tony: O que há com as garotas e o britânicos? Jagger, Bono, Beatles, Bond.
Ziva: Não curto bondage, posso lhe assegurar.

Tony: É como procurar uma agulha no palheiro!
Ziva: Por que alguém iria deixar uma agulha em uma pilha de feno?
Tony: Ai, Deus!

Ziva: Tony, tenho uma pergunta.
Tony: Faça.
Ziva: Se e quando você encontrar meu amigo, e eu enfatizo 'se', o que vai dizer?
Tony: Tenha cuidado. [ri inseguro] Hm, manuseie com cuidado; conteúdo de valor inestimável.
Ziva: Boa noite, Tony.
Tony: Boa noite, Ziva.

Dead Air[editar]

Ziva: Tony, esteve bebendo?
Tony: Não. [cheira o hálito] Por que?
Ziva: Poderia jurar que ouvi você agradecer ao McGee.
Tony: Aprecio seu insight.
Ziva: [ceticismo] Por quê?
Tony: Beisebol.
McGee: Especificamente a implementação de replay instantâneo no beisebol. Se temos tecnologia, por que não usá-la?
Ziva: Eu não sei o que é mais preocupante: o fato de que ambos concordam em alguma coisa ou que McGee é um fã de um esporte.

Abby: [pula quando Gibbs toca no seu ombro] Gibbs! Está tentando me dar palpitações no coração?
Gibbs: Não. O que você tem, Abs?
Abby: Palpitações no coração.

[Tony e McGee observam Ziva fazendo-se passar por si mesma de anos antes]
Tony: Ela não está fazendo um trabalho muito bom. A linguagem corporal está toda errada. A Ziva clássica teria sido mais imprudente, o cabelo mais selvagem. Ela era muito sensual.
McGee: Você acha que Ziva está menos sensual agora?
Tony: Comparada com a Ziva que compartilhei a cama cinco anos atrás, sim.
McGee: Vocês estavam disfarçados. Quer dizer, vocês estavam apenas dando um show.
Tony: [Não diz nada, encara Ziva]
McGee: Vocês estavam dando um show, certo?
Tony: [Apenas olha pra McGee e lima a garganta]

Ziva: Tony!! [pula em cima de Tony com uma explosão de bomba]
Tony: Legal. Senti falta da velha Ziva.
Ziva: Posso ver.
Tony: Não fique lisonjeada. É apenas meu joelho.

Cracked[editar]

Abby: Nós nos comunicamos da mesma maneira. Eu poderia dizer a primeira vez que vi tudo isso. Todo mundo viu caos, e eu vi padrões de imediato, havia ordem no caos. Eu quero que você saiba que, seja o que for que você está tentando me dizer, eu te prometo, eu prometo que vou entender.
Ducky: Cuidado. Às vezes eles falam de volta.

McGee: Quantos Caf-Pow! tomou hoje?
Abby: Hm... "onzesseis".

Gibbs: Abs, PARE!
Abby: Você gritou comigo?! V-Você nunca havia gritado comigo.
[Gibbs mostra o vídeo de Clea discutindo sozinha numa lanchonete]
Gibbs: Era um delírio dela, Abs.
Abby: Eu estava errada... sobre você. Você não entende. Nenhum de vocês entende!

Gibbs: Não dá para argumentar com ela.
Ducky: Receio que não, Jethro. Não quando ela se tranca no laboratório convencida que pode achar todas as respostas sozinha.
Gibbs: Como a Thornson fez.
Ducky: Certamente Abby sente uma grande identificação com a Tenente. Desde o começo.
Gibbs: É uma situação perigosa, Ducky.
Ducky: Sim. Como disse Nietsche, "quando você olha muito tempo para o abismo, o abismo olha de volta para você."
Gibbs: Preciso dela de volta.
Ducky: Você a terá.

Abby: Ela tinha uma missão. Nada a deteria.
Lorraine: Pelo que tenho ouvido, você também se sente assim.
Abby: Prometi à sua filha que iria terminar o que ela começou.
Lorraine: Mas a que custo, Srta. Sciuto? Clea era uma cientista acima de tudo. Seu trabalho a alimentava. Dava-lhe o amor que eu nunca pude dar. Mas também a levou ao seu limite.

[Tony entra na sala do esquadrão vestido como John Travolta em "Os Embalos de Sábado à Noite"]
McGee: Tony como Tony! Estou mesmo impressionado.
Ziva: Parece mais o Elvis gordo.

Broken Arrow[editar]

Ziva: Ei, pessoal? [Tony e McGee chegam para ver Ziva olhando para uma caçamba de lixo] Alguém vai ter que entrar nisso -- isso é repugnante.
Tony: A última vez que chequei, eu era o agente de campo sênior.
McGee: É muito ruim que não tenhamos um agente novato encarregado disso.
Tony e McGee: [olham para Ziva] Mas nós temos!
Ziva: Vocês vão me deixar encarregada?! [vê eles se virarem e saírem]

Dinozzo Sr.: Aquela é Ziva?
Tony: [frustrado] Sim.
Dinozzo Sr.: Junior, pegue minha bolsa. Ah, nossa, Ziva, olhe para você! O que diz, querida?
Ziva: Oi!
Tony: Veja as mãos!
Dinozzo Sr.: Estou tão feliz em te ver.
Tony: Vamos embora!

Almirante Chase: A Agente David carrega uma arma?
Gibbs: Ela é uma arma!

Enemies Foreign[editar]

Eli David: Fui convocado. A revisão de Vance dos arquivos e casos internacionais, e seu pedido de contribuição de cada diretor NCIS.
Gibbs: Nem todo diretor.
Eli David: Não. Sem Jenny Shepard. Ela foi realmente responsável por aproximar nossas organizações, e por pôr minha filha em sua vida, mas eu não estou aqui por ela.
Gibbs: Por Ziva.
Eli David: Sim.
Gibbs: Você não está aqui por Ziva. Ela tem um nome.
Eli David: Estou ciente. Eu que dei a ela.

Vance: Eli já está aqui, não é?
Gibbs: Você sabia que ele viria.
Vance: Com a isca certa você pode vencer qualquer jogo. Os palestinos estão seguindo a mesma lógica.
Gibbs: Perseguindo Eli.
Vance: Isso foi inesperado. Nós temos que encontrá-lo primeiro, então precisamos entrar em detalhes da proteção de Eli. Eu sei que ele vai transformar isso em um horror pra nós.
Gibbs: Ponha McGee como babá dele em um lugar seguro. Estamos correndo para proteger o hotel.
Vance: Bom. Como nossa própria David está lidando com isso?
Gibbs: Seu pai a deixou para morrer no deserto.
Vance: Então é um problema.
Gibbs: Seria pra mim. Não será para Ziva.

McGee: A última localização dos palestinos é de mil quilômetros ao sul de D.C.. Agora todos os aeroportos pequenos e grandes têm suas fotos publicadas. Coloquei alertas nas estações de trem, estações de ônibus, LEO locais cima e para baixo da costa, bem como todos os embarques de hardware, comercial ou militar. Matei a net.
Ziva: Não sei quem é Annette ou porque está tão orgulhoso em matá-la.
McGee: Não, o que eu quero dizer é, quando eles se movimentarem eu vou saber.

Abby: Você devia ver seu pai.
Ziva: Como isso ajudaria no caso?
Abby: Não ajudaria. Você já falou com ele?
Ziva: Não.
Abby: Ok.
Ziva: Por que isso importa pra você?
Abby: Você acha que foi por acaso que ele voltou para a sua vida? Quer dizer, o que acontece com Gibbs e seu pai, e Tony? É que chega um ponto, você sabe, em sua vida, onde eles realmente voltam para sua vida, porque eles são importantes para você, e porque você é importante para ele. Quer dizer, acredito que parece complicado, mas acredite, não é tão complicado como saber que eles nunca, nunca vão voltar.

Enemies Domestic[editar]

Ziva: A segunda palavra foi Knesset- a palavra que você removeu. Knesset Beit - a sinagoga mais próxima. Mas apenas uma pergunta: por que você não confia em mim?
Liat: Você não está conosco.
Ziva: Aba! Mostre-se!
Liat: Você é idiota?
Ziva: Não estamos procurando por afikoman. Ele pode nos ouvir se pudermos chamá-lo.
Liat: Sim, mas você não sabe quem mais pode ouvir.
Ziva: Aba!
Liat: [pegando Ziva pelo ombro] Pare!
[Liat e Ziva lutam em cima do bimah]
Eli: Parem com isso! [entra com Malachi] O que estão fazendo?
Ziva: [aponta para Eli] Ele vem comigo, Malachi.
Liat: Ele não vai a lugar nenhum.
Eli: Liat, não responda por mim.
Ziva: Hadar está morto. Diretor Vance está quase. Todos têm perguntas para você.
Eli: Então leve-me para o NCIS. Vocês terão suas respostas.

Abby: [referindo-se à Eli David] Ele sabia como fazer. Ele confessou saber como construir a arma do crime. Quer dizer, qual é! Quantas pessoas sabem como construir uma mina Claymore caseira?
Malachi: Nesta sala? [ele, Liat e Ziva levantam as mãos]
Abby: Ok, legal. [levanta as mãos]

Gibbs: Regra número nove.
Vance: Como conseguiu passar isso pela segurança?
Gibbs: Nunca vá a nenhum lugar sem uma faca.

Liat: Quando seu país inteiro pode ser riscado do mapa a qualquer momento, não se pode contar com o amanhã.
Tony: Isso é assustador.
Liat: Era para ser confortador.

Eli: Houve momentos que eu senti que este trabalho tirava pedaços de mim. Eu me preocupava que eles tivessem ido embora para sempre.
Ziva: Às vezes a vida te surpreende.
Eli: Esses são os momentos por que vale a pena viver, minha Ziva. [beija sua testa]

Gibbs: Ei! Esse era meu dinamarquês!

McGee: Ah, não. Agente McCallister! Lembre-se: você deve me pedir antes de usar o banheiro masculino!
McCallister: Cale a boca! Permissão para bater no menino com a bengala, Gibbs.
Gibbs: Negado.

False Witness[editar]

Tony: [depois de Ziva ter desligado o áudio da sala de entrevista] Obrigado. Já estava ficando com dor de cabeça.
Ziva: Sério? Essa é geralmente sua parte preferida. Assistir a realidade na TV pelo trabalho, como você chama.
Tony: Bem, pessoas mudam, Ziva.
Ziva: Sim. Mas não tão rápido. E aqui nós temos esse novo Tony. Que chega cedo, fica até tarde, não se aproxima de mulheres bonitas, e ainda não fez uma única piada, o quê, dois dias?
Tony: Não fiz? Tem certeza? Bem, estamos no meio de um caso.
Ziva: Nunca impediu você antes.
Tony: Me impede agora, e sinto muito se tem perdido seu sono por causa disso, mas não posso ser responsável pelos sentimentos de todos!
Ziva: Todos?
Tony: Todos! Você, e McGee, e as Brendas Bittners do mundo. Todos!
Ziva: Brenda.
Tony: É. Bittner. A garota que postou que estávamos em uma relação, ano passado.
Ziva: Sim! Sim, mas se bem me lembro vocês só se envolveram por uma noite.
Tony: Isso mesmo. [limpa a garganta] Eu descobri que ela se internou em uma clínica pra tratamento de depressão depois de ter batido seu carro em uma árvore. Legal, hein?
Ziva: E você se sente responsável.
Tony: Não! Eu mal conhecia a garota. Só estou comentando.
Ziva: Bem, claramente ela era uma mulher problemática.
Tony: Está claro agora, não é?
Ziva: Mesmo assim, deve ser inquietante pensar que você não percebeu no momento, especialmente quando é seu trabalho ajudar as pessoas que estão em apuros.
Tony: Eu não sei por que isso ficou grudado em mim. Quero dizer, de todas as coisas. Talvez em vez de ter uma crise de meia-idade eu estou ficando louco.
Ziva: Olha, você não está ficando louco, certo? Você está só -- [para] -- crescendo. E algumas lições são mais dolorosas do que envelhecer, os riscos são maiores, mas você precisa encontrar o equilíbrio. E sim, sim, sim, sim! Você precisa tratar as pessoas com mais respeito, especialmente quando se trata de assuntos do coração. Mas você, precisa ser quem você é.
Tony: Quem eu sou?
Ziva: Você é Tony DiNozzo. O palhaço da turma. E é por isso que nós te amamos.

Ships In The Night[editar]

Tony: Os paparazzi vão amar isso, Ziva, como eu estou?

Borin: [falando aos policiais] Preciso desta área livre de passageiros, mesmo que alguém diga que tem um encontro comigo. [Gibbs chega] Agente Gibbs.
Gibbs: Agente Borin. Devíamos parar de nos cutucar.
Borin: Você quer dizer, quando o NCIS assume um dos meus casos. Minha ligação foi uma cortesia, não um convite.
Gibbs: O corpo ganha do barco. [Olha para o corpo da vítima, um oficial da Marinha, e depois para o vestido ensanguentado de Borin.] Belo vestido. Está com frio?
Borin: Tentei fazer-lhe uma ressuscitação cardíaca. E não.
Gibbs: A loja de roupas não tinha terninhos. [Entrega-lhe um agasalho do NCIS] A não ser que você prefira ir para casa.
Borin: E vocês ficarem com toda a diversão? Não pense que vai se livrar de mim tão fácil, Gibbs.
Gibbs: [sorri] Não penso.

Tony: Senhoras e senhores, peço sua atenção. Obrigado. Sei que essa está sendo uma longa noite. Considerem isto o seu assassinato misterioso durante o jantar sobre o Potomac. Era jantar, agora é café da manhã. Bem, parece que o "Coronel Mustard" foi morto no convés com um cano de chumbo, talvez balas de chumbo. [imitando Poirot, com sotaque francês] Vamos interrogar cada um de vocês individualmente. E esperamos que a verdade venha à luz. [limpa a garganta] Albert Finney como Hercule Poirot, 1974, Assassinato no Orient Express. [todos se entreolham espantados]

Abby: Por que o NCIS não tem um mascote?
Gibbs: Temos, sim. Você.

Borin: Nunca peças desculpas. Essa é a regra número 1. Você devia escrevê-la.
McGee: Eu poderia, mas a regra número 1 já foi preenchida. Duas vezes.
[Borin olha para as fotos na mesa de Gibbs]
Borin: Quem são? Amigos?
McGee: Acho que ele não tem amigos. Exceto talvez Mike Franks ou Fornell.
Gibbs: Tire a bunda da minha mesa, Borin.

Gibbs: [entra no laboratório e entrega um Caf-Pow para Abby e um café para Borin] Bom trabalho, Abbses.

Ziva: O sacrifício do Capitão o fez desistir de tirar a folga, Tony?
Tony: Não, é que acabo de ver que tenho direito a três semanas de folga. Não posso ficar fora tanto tempo.
McGee: Por que não?
Tony: Porque outra pessoa iria ocupar temporariamente a minha mesa.
Ziva: Está com medo que seu substituto possa te ofuscar?
Tony: Não, mas sabe... O Bledsoe se machucou, e de repente o Tom Brady entrou e pegou a Gisele Bündchen.

Recruited[editar]

[Tony olha pensativo para a mesa de Ziva]
McGee: Então, onde ela está?
Tony: Quem?
McGee: Tony, Ziva está fora desde quinta.
Tony: Ah! Ziva. Nossa, nem tinha notado.
McGee: Está mentindo.
Tony: McGoo, eu tenho coisas melhores a fazer do que ficar obcecado com o paradeiro da nossa pequena Ziva.
McGee: Tipo o quê?
Tony: Bem, pra começar, há o almoço. Hoje vou pegar falafel.
McGee: Tony.
Tony: Tá certo. Ela passou o fim de semana com ele.
McGee: Quem?
Tony: O senhor de South Beach. O rei de Key West. O homem com o senhor -- estou arrumando um jeito para chamar ele.

Gibbs: [beija a bochecha de Abby] Obrigado, Abs.
Dr. Walter Magnus: Ele -- ele beijou ela.
Ducky: Considere isso como um gesto inocente de carinho.

[McGee espirra]
Tony: Cubra sua boca.
McGee: Sou alérgico a serragem. Principalmente pinheiros. Eu sou melhor com madeiras de lei. Sabe, nogueira, carvalho.
Tony: Era uma criança doente? Porque eu estou apostando que você era uma criança doente.
McGee: Preciso do meu inalador.
Tony: Quero Ziva de volta.

Freedom[editar]

McGee: Desde quando os bancos se tornaram tão maus?
Tony: Cerca do século 12.

McGee: Não é um hacker também.
Ziva: Como você sabe?
McGee: Não penetrou no meu firewall.
Tony: Lubricante ajuda, mas todo mundo tem períodos secos.
(Ziva ri)

McGee: É rude, Tony. Te chamei quatro vezes!
Tony: Bem, há duas coisas erradas com essa afirmação. Um, nós não estamos namorando. E dois, você sabe que eu não recebo chamadas de qualquer pessoa, especialmente você, depois de sete horas. Se esqueceu, eu tenho uma vida.
McGee: Qual seu ponto?
Tony: Meu ponto McGee, o partido um, é que você estava me deixando mensagens, evidentemente, sobre algum caso?
McGee: Sim, eu precisava da sua assinatura.
Tony: Você poderia ter esperado até esta manhã? Me dê. (McGee dá a Tony o arquivo) Vê isso? Agora tudo o que tenho a fazer é assinar! (Tony assina o arquivo) Olhe para isso. Assinatura de John Hancock. Brincadeirinha, Anthony DiNozzo. (Tony dá a McGee o arquivo, McGee arranca de suas mãos)

(Depois de McGee abrir um pacote contendo uma boneca inflável)
McGee: Erm...muito engraçado, Tony.
Tony: (ri) Você acha que eu fiz isso?
Ziva: Não o colocaria atrás de você.
Tony: Pessoal! Vamos lá, um pouco de crédito, por favor. Eu cresci fazendo essas coisas no segundo ano. Quer dizer, quem faria algo assim... gênio! McGee com uma namorada de plástico! Parabéns, Tim! Ela é muito doce.
McGee: O recibo tem o meu cartão de crédito. Deve ter sido um erro.
Ziva: Cancelaria seu cartão de crédito.
McGee: Agora, tudo o que eu preciso fazer, é descobrir como esvaziar essa boneca.
Tony: Ah é fácil, há sempre um botão atrás do pescoço... (Tony percebe o que acabou de dizer)...não há razão pra eu saber disso.

(Gibbs e Ducky estão na autópsia, olhando sobre o corpo do Sgt Wooten.)
Ducky: Essas contusões e lacerações poderiam ser iguais a alguém atingir um alvo repetidamente.
Gibbs: O alvo era a esposa, Duck. Não a culparia se ela tivesse feito isso.
Ducky: Ninguém culparia. Mas isso não o torna menos um crime.

(Tony, McGee e Nick Miller decidem ir para o GameStop)
Nick: (para Ziva) Que garota sexy! Ela pode vir também?
(Ziva sorri e olha pra Tony)
Tony: Calma, Nick.
(Tony arrasta ele pra o elevador quando Ziva ri)

A Man Walks Into A Bar...[editar]

Dra. Cranston: A única coisa que me intriga, com toda essa mudança, lealdade ao país, do tipo de homem que te atrai, o que é que você está procurando? O que é que você quer?
Ziva: Quero algo permanente; algo que não se afaste. É pedir muito?

[Dra. Cranston entra no laboratório para entrevistar Abby.]
Abby: Agora não posso, estou atolada de serviço, amo meu trabalho, amo meu Gibbs, preciso de mais horas de sono e estou aprendendo a não ser tão dura comigo mesma. Viu quanto tempo acabamos de poupar?

Dra. Cranston: O que você vê quando olha pra ele, Agente DiNozzo?
Tony: Um homem trabalha sua vida inteira, dedica-se ao trabalho, e depois não tem nada a mostrar.
Dra. Cranston: Como isso faz você se sentir?
Tony: Com medo. Eu sou um bom agente, Dr. Cranston. Realmente muito bom.
Dra. Cranston: Eu sei. E muitas outras pessoas também. Talvez Agente Todd foi dura com você, porque ela sabia o que você era realmente capaz de fazer. Pena que ela nunca teve a chance de te dizer.
Tony: Eu acho que acabei de perceber quem você é, Rachel.

Kate: Como eu poderia saber o que você estava planejando?
Tony: Bem, somos uma equipe, Kate! Você devia seguir minha liderança.
Kate: Ah, mesmo quando eu não sei o que está havendo?
Tony: Especialmente aí.

Gibbs: Que tal nos saímos?
Dra. Cranston: Eu não posso lhe dizer! É sigiloso.
Gibbs: Vamos, doutora, sou eu.
Dra. Cranston: Há um agente com quem eu ainda não falei.
Gibbs: Isso não vai acontecer.
Dra. Cranston: Esqueci, você é perfeito.
Gibbs: Não, só tenho muitos hábitos para mudar agora.

Gibbs: Fique aqui. Olhe pra baixo. Sente isso? Bem ali?
Dra. Cranston: O quê?
Gibbs: Foi aí que o cara que matou Kate morreu. Foi aí que Ziva matou seu próprio irmão. Isso, doutora, é o fim. O resto são apenas memórias. Não há nada errado com as memórias.

Dra. Cranston: Um homem entra em um bar. Pede ao garçom um copo de água, o barman saca uma espingarda, um tiro explode e erra o homem por pouco, o homem diz "obrigado", coloca uma gorjeta na caixa e sai. Por que o "obrigado"? Por que a gorjeta?
Gibbs: O homem estava com soluços.

Dra. Cranston [Do relatório entregue a Vance sobre a avaliação psicológica da equipe]: Diretor Vance, passar esse tempo com sua equipe foi no mínimo revelador. Falando em termos clínicos, eles são um desastre. Mas a abnegada disfunção deles é, no final, o motivo de dar certo. Está claro para mim que todos reagimos aos desafios da vida de formas diferentes. Sua equipe não é exceção. Alguns lutaram contra a morte, outros abraçaram seu consolo. Alguns reconhecem seu destino, outros fazem o que for necessário para mudá-lo. Às vezes desafiamos as expectativas dos outros, e ocasionalmente as alcançamos. Mas o constante é sermos verdadeiros com nós mesmos. Fazemos o que é preciso, quando é preciso. Reagimos - para melhor ou para pior. É por isso que sua equipe tem sucesso. Mas tenha cuidado: eventualmente, isso pode se voltar contra vocês. Um homem entra em um bar. Pede ao garçom um copo de água. O barman saca uma espingarda...

Defiance[editar]

Ziva: Quanto tempo você acha que vamos ficar juntos?
McGee: Você e o Ray?
Ziva: Não, nós. Parece que você está aqui há 7 anos. Tony há mais tempo.
McGee: Às vezes eu penso sobre mim. Quer dizer, Tony rejeitou um cargo na Espanha há 4 anos. Em sua carreira, ele não vai poder fazer isso de novo.
Ziva: Você vai querer liderar sua própria equipe?
McGee: Sim... Sim, um dia.

Abby: [quando Tony recusa-se a doar sangue] Não entendo. Você doou esperma quanto estava na faculdade!
Tony: Sim, mas o sistema de entrega é muito mais agradável.

Adriana Gorgova: [no banho] Tim, preciso de você!
McGee: Você está vestida?
Adriana Gorgova: Você vai descobrir quando estiver aqui.
McGee: [falando consigo mesmo] Essa não é uma boa ideia.

Kill Screen[editar]

Tony: Espero que você não quebre o computador dele. Ele não gosta da coisa mesmo quando está funcionando.
McGee: Eu devia ter escutado meu horóscopo. Ele disse que eu devia ficar em casa hoje.
Ziva: [ri] Seu horóscopo?
Tony: O que mais ele disse?
McGee: Evitar novas relações, o que depois da semana passada não seria má ideia. [olha pra cima e Tony ri] O que é tão engraçado?
Tony: Ah, só que você pensa que tem uma escolha.
Ziva: E que você lê seu horóscopo.
McGee: Ah, só por diversão, mas tem sido bem engraçado. Eu estive pensando sobre a uma ruptura de namoro por um tempo. [faz uma cara e Tony ri novamente] Ok, agora o que há de tão engraçado?
Tony: A mesma coisa.
McGee: Obrigado pela confiança, Tony.

Ziva: Gostaria de ter visto Gibbs atirar naquele computador.
McGee: Bem, se eu não fizer esse e-mail funcionar você pode ter uma segunda chance.
Ziva: Eu quase atiro em Tony na noite passada. Ficamos presos por quase três horas antes de os bombeiros abrirem as portas de incêndio.
Tony: E você amou cada segundo disso.

One Last Score[editar]

Tony: Não, eu vi o que aconteceu! Você e eu estávamos conversando, estávamos tentando fazer algo funcionar.
Ziva: É! É uma violação. Há uma expectativa de privacidade em nosso próprio escritório.
Tony: E ela está batendo papo, direito sobre a cerca.
Ziva: É sobre a borda!
Tony: Na verdade, é sobre o alto, mas é empurrá-la sobre a borda.
Ziva: Hein?
Tony: E sabe o que eu acho? [caminha para o laboratório para ouvir McGee e Abby falando] Sobre o que estão conversando?
Abby: Hm, curtimento de pele. Vocês?
Ziva: O mesmo.
Tony: Fácil.

Out of the Frying Pan...[editar]

Gibbs: O que você tem?
Abby: Que não seja o meu respeito e admiração pela capacidade humana de pequenos engenheiros, pequenas peças feitas de nada além de areia?
Gibbs: [olhando para um computador touchpad] Está vivo ou morto?
Abby: Nem um, nem outro. É como um zumbi, Gibbs; Se você não atirar no cérebro, não morre.

Ducky: (conversando com Ziva sobre um corpo morto que foi sido esfaqueado) Lizzie Borden pegou um machado e golpeou a mãe quarenta vezes. Quando ela viu o que tinha feito, ela golpeou seu pai 41 vezes.

[Tony e Vance estão na sala de observação vendo Gibbs interrogar um adolescente suspeito de matar o pai.]
Tony: Eu lamento por cada garoto que um dia sair com a sua filha.
Vance: Eu também.
Tony: [lendo a ficha do garoto] "Papai e eu tivemos três discussões violentas nos últimos dois anos. Os tiras tiveram que interferir. Discussão, gritos." Parece mais uma reunião de família da Ziva.

Tell All[editar]

[Gibbs entra no laboratório de Abby com um livro queimado da cena do crime]
Gibbs: Ei Abs, te trouxe um livro.
Abby: Ah, ótimo... sabe, deveria ser queimado depois da leitura, não antes.

[Tony e Ziva estão no laboratório de Abby tentando juntas as páginas queimadas do livro]
Ziva: Tony, você está monopolizando as peças finais!
Tony: Isso é porque eu começo com as peças finais. Nunca fez um quebra-cabeça antes? Você começa do fim.
Ziva: Você já fez um quebra-cabeça antes? Porque você trabalha para fora!
Abby: [rindo de suas brigas] Vocês vão parar? Estou tentando ler aqui.

[Tony está escondido em uma cabine de banho tentando secretamente ler o convite de Gibbs. Ziva percebe isso e puxa a cortina de costas para ele.]
Ziva: Tony.
Tony: Ziva.
Ziva: Você está no banheiro das mulheres completamente vestido e você está segurando a carta de Gibbs.
Tony: Onde quer chegar?
Ziva: Essa carta não é pra você ler.
Tony: Eu sei, mas há tantas perguntas a serem respondidas. O dia mais feliz na vida de alguém e eles precisam de Leroy Jethro Gibbs lá para selar o negócio? Não faz qualquer sentido.
Ziva: Certo, então seja honesto. Certamente você convidaria Gibbs pro seu casamento?
Tony: Eu não sei se um tapa na cabeça é o momento ideal pra foto.

Fornell: Você recebeu um convite para o casamento da Diane?
[Gibbs olha para Tony. Ele entende a mensagem e sai.]
Gibbs: Yeah. Recebi três.
Fornell: Três. A mulher sempre foi persistente.
Gibbs: Tobias, ela é um pé no saco.
Fornell: Você vai?
Gibbs: E você?

Ducky: Comunicação de celular, mensagem de texto, chiando...
Palmer: Twitter, Doutor. Como o canário amarelo pequeno e o gato Frajola. Eu adorava aquele desenho... (Nota: O nome do personagem Piu-piu, em inglês, é Tweety.)

Two-Faced[editar]

McGee: Parece que você está ficando muito sério.
Ziva: Eu estou feliz, Ray está feliz. Vamos nos encontrar em New York próxima semana. Ele vai me levar pra ópera.
Tony: A ópera?! Nossa! Será que seu namorado conhece você?

Gibbs: Você é da CIA?
Ray Cruz: Só celebrando meu aniversário, senhor.
Tony: Engraçado. Ziva esqueceu de mencionar sua linha de trabalho.
Ray: É o que eu faço. Não quem eu sou.
Tony: Isso é muito zen, tipo uma nova atitude para alguém que instala regimes de fantoches para viver.
Ziva: Certo. Gibbs, posso levar Ray pra dar uma volta?
Gibbs: É, claro. Só não o perca.
Ray: Foi um prazer conhecer todos vocês.
Tony: Então não é Ray renascentista. É CIA Ray. Ele é CIRay!
McGee: Você devia mesmo conseguir aquele check-out. É como um carrapato ruim ou algo assim.
Tony: Há algo nesse cara, chefe. Seu sorriso é preocupante. Não vejo um sorriso como esse desde o Batman quase inaudível de Christan Bale em O Cavaleiro das Trevas.
Gibbs: DiNozzo.
Tony: Certo. Volte ao trabalho. (voz de Batman) É o que eu faço, não quem eu sou. (normal) Hum.

Ray: Sabe, quero que os amigos de Ziva se tornem meus amigos. Ela me disse como vocês dois são próximos.
Tony: [Rindo] Não diria isso.
Ray: Ela diz que você é como um irmão pra ela.
(Tony parece confuso)

Abby: Mudança, Gibbs. Mudança me dá alergia. Sempre deu. É a Agente Barrett. Eu não sou fã. Quero dizer, de mudança. Ela eu não me importo. Ela é mal-humorada para alguém tão pequeno, e eu gosto disso. Não que eu goste dela, porque realmente não gosto.
Gibbs: Abby.
Abby: Não e como eu gosto de você.
Gibbs: Abs. [abraça ela]
Abby: Gosto da sua família do jeito que ela é.
Gibbs: Nada vai mudar.

Dead Reflection[editar]

Tony: Saladas não são comida de tocaia.
Ziva: Bem, deviam ser. [apontando para o sanduíche] Pelo menos não deixam o carro todo fedido.
Tony: [oferece um anel de cebola] Quer um?
Ziva: Não!
Tony: Azar o seu.
Ziva: Gibbs disse algo sobre Agente Barrett? Sabe, namoro?
Tony: Não.
Ziva: [suspira] Tem certeza que ele sabe?
Tony: Ele é Gibbs. Ele sabe tudo. Ele leu pra ela o ato de rebelião, no entanto.
Ziva: Bem, não é bom, Tony. Quer dizer, você devia falar com Gibbs. Você e ele poderiam voltar atrás! Quero dizer, é como o rinoceronte grande na sala de que ninguém quer falar.
Tony: Elefante.
Ziva: Hein?
Tony: É um elefante na sala. Não é um hipopótamo, nem um rinoceronte. É um elefante.

Tony: Eu sempre achei que os tapas atrás da cabeça fossem sinal de afeto. Hoje na sala do esquadrão eu estava esperando um e não recebi. Você está chateado comigo?
Gibbs: Regra número doze.
Tony: Nunca namore um colega de trabalho. [ri] É, eu sei. Ela é muito boa, no entanto. E.J. temos muito em comum. Ela é fácil de se estar. É bom ter alguém pra conversar. NCIS não tem política contra isso. Quero dizer, há agentes casados, e tecnicamente E.J. e eu não trabalhamos juntos. Estamos em equipes separadas.
Gibbs: Minha equipe, minhas regras. [ignora a chamada de Abby] Dormir com Barrett é uma má ideia.
Tony: Sem ofensas, mas minha vida pessoal é da minha conta.
Gibbs: Vai afetar seu trabalho.
Tony: Não, não vai.
Gibbs: Já afetou.
Tony: Sei o que está pensando: que eu perdi o foco, que eu tirei meus olhos da esfera.
Gibbs: Eu dependo de você.

Tony: Ouça, nós temos que tipo esfriar perto do escritório a partir de agora. Você sabe o que eu quero dizer?
EJ: Quer dizer perto de Gibbs. Ele te intimida.
Tony: Vamos apenas dizer que ele apresenta um desafio. Ele vê o que não deveria ver. Ouve o que não deveria ouvir. Ele é como Alec Baldwin em O Sombra, e a sombra dele sempre sabe.
EJ: Você tem medo dele.
Tony: [acena] Sim!
EJ: Eu não.
Tony: Devia ter.

Baltimore[editar]

McGee: Olha, eu só estou dizendo que acho que Tony está mais chateado do que está demonstrando.
Ziva: Sim, mas ele e seu parceiro não se falaram por anos.
McGee: Ok, vamos dizer que você e eu não nos falássemos por anos, e eu tivesse minha garganta cortada por um serial killer.
Ziva: Gostaria de caçá-lo, e fazê-lo lamentar o dia em que nasceu. Você não é um parceiro qualquer, McGee!
McGee: Nem Tony é.

Tony: [lendo sua mensagem no biscoito da sorte] "Amor é para os sortudos e corajosos". Por que isso pra mim?
Danny: Ei cara, convide sua professora de música do ensino médio para sair e eu te acrescento como corajoso em meu livro.
Tony: Wendy me convidou pra sair, lembra?
Danny: Vê, é por isso que você pode se vestir assim. Porque você tem boa aparência, mas qualquer dia, os olhares vão acabar.
Tony: Pretendo estar seguramente casado até lá, Danny.
Danny: Bem, se não, você pode querer considerar um novo guarda-roupa. É sério. Sim, com a roupa certa, você seria imparável.

Gibbs: [dizendo a Abby e McGee como ele reconheceu a foto do possível suspeito] Regra número 35.
Abby e McGee: [se olham e sorriem] Sempre observe os observadores.

[Em um flashback, Tony está falando com Gibbs por telefone. O celular de Gibbs toca no fundo]
Tony: Você precisa atender?
Gibbs: Não. Minha esposa.
[...]
Gibbs: [o telefone toca de novo] Ah, preciso atender essa.
Tony: Sua esposa de novo?
Gibbs: Advogada de divórcio.

Tony: Talvez ser policial não seja pra mim. [Gibbs dá um tapa na cabeça de Tony, para sua surpresa] Você acabou de me agredir fisicamente?
Gibbs: Não tenho um monte de regras, mas a regra número 5 é: "Não desperdice os bons". Você é bom.
Tony: Vai fazer disso um hábito?

Tony: [falando sobre Gibbs, em flashback] Quem quer ser um policial da Marinha? Eu preferiria ter a peste.

Swan Song[editar]

Franks: Quem diabos são todas essas pessoas?
Abby: Ah. São os garotos novos! Gibbs não te contou?
Franks: Homem de poucas palavras.
Abby: Percebi.

Ziva: Sempre há um outro monstro.
Tony: Sim.
Ziva: Quer dizer, nós os perseguimos, mas continuamos a nos transformar em seus alvos.
Tony: Melhor nós do que alguém que não se inscreveu pra isso.
Ziva: Eu acho que não aguento mais. [Chora e vai pros braços de Tony]
Tony: Ei, nós vamos achá-lo, certo?
[A porta do elevador abre, revelando Abby e McGee se abraçando]
Tony: [movimenta com o braço] Entrem aqui.
[Abby e McGee juntam-se a Tony e Ziva em um abraço em grupo]

Gibbs: Seaman Derek Balfour.
Franks: Senhor misericordioso, homem. Eu devo mesmo lembrar de todos esses nomes?!?

Franks: Você ouve fantasmas, novato?
Gibbs: Yeah. E também os vejo.
Franks: Eu acredito que nós os criamos.
Gibbs: Fazemos a nossa parte.
Franks: Não apenas com isto [a arma]. Mas com as lembranças que guardamos. Nós preenchemos os espaços em que vivemos com elas. É por isso que eu sempre tentei me assegurar de que, onde quer que eu vá e enquanto eu estiver lá, os espaços sejam preenchidos com lembranças... de mulheres nuas.
[Ambos riem]
Franks: A mais boas lembranças.
Gibbs: E menos ruins.

Franks: Você não é esperto o bastante para sair da chuva? Nem eu, Jonas. Meu nome é Mike Franks, e acho que ainda sobrou uma luta dentro de mim. Você a quer?

Pyramid[editar]

Ziva: Eu sei o que é perder um membro da equipe, especialmente um que você se importa profundamente. Você aprende que não há nenhuma razão para morrer, bom ou mau, está apenas completamente fora de suas mãos.
EJ: O Agente Levin morreu porque eu estraguei tudo.
Ziva: Não, o Agente Levin morreu porque chegou sua hora. Não há nada que você pudesse fazer.

Tony: O que quer dizer com a câmera de segurança não está funcionando?
McGee: Eu te disse, Tony, o sistema caiu em todo o hotel. Está assim há dias.
Tony: Isso não é ilegal?!
Gibbs: Mesmo M.O.: sem impressão digital, o local foi limpo.
Tony: Como ela poderia simplesmente sair daqui sem ninguém perceber?
EJ: Tony.
Tony: Desculpe.
EJ: Estamos preocupados com Ziva.
Tony: Eu sei. É diferente para alguns de nós.
(EJ o encara)

Kort: Acham que eu a mandei para lá de propósito? O que exatamente eu ganharia com isso?
Gibbs: Se ela for ferida, você vai se ver comigo.
Kort: Ele está me ameaçando, Diretor?
Vance: Se ele não estava, eu estou.

Abby: Onde você vai?
McGee: Vou acompanhá-la. Com Cobb à solta, não podemos correr nenhum risco.
Abby: Não, McGee. Xô! Posso cuidar de mim mesma.
McGee: Abby, esse não é um suspeito qualquer. Esse cara é muito mau. Se alguma coisa acontecer com você, eu-- [longa pausa]
Abby: Você o que, McGee? [Eles se abraçam]

EJ: [olhando Cobb sentado no interrogatório] Não está certo. Está muito fácil.
Tony: Ele sabe onde Ziva está. Não há nada de fácil sobre isso.
EJ: Cobb está nos enganando.
Tony: Enganado Leroy Jethro Gibbs? O cara deve querer morrer.
EJ: O que ele quer?
Tony: Regra 16: Se alguém acha que tem vantagem, pare-o.

Vance: Agora alguém vai ter que levar a culpa.
Secnav Davenport: Os Agentes Barrett e Gibbs falharam em detê-lo.
Vance: Não pode culpá-los! Senhor Secretário, desta vez o peso não vai recair sobre a base da pirâmide. Essa operação foi sua responsabilidade. Aceite-a!

[Gibbs lê uma carta deixada por Mike Franks.] "Todos esses anos acendendo finalmente me derrubaram, novato. Por três décadas escapei de cada bala disparada contra mim. Mas não posso fugir desta. Não com estes pulmões. Só tenho alguns meses de vida, e pretendo vivê-los."
Gibbs: Nunca desapontou ninguém, não é, Mike?

Season 9[editar]

Nature of the Beast[editar]

Ziva: Eu não sei o que você está investigando, e eu não preciso saber, mas desde que perdemos Levin e Franks e EJ se foi, NCIS passou por muita coisa. Nós passamos por muita coisa. Precisamos de algum tempo.
Tony: Nós. Você e eu?
Ziva: Não foi o que eu quis dizer.
Tony: Então o que quis dizer, Ziva?
Ziva: Tudo o que estou dizendo é... se cuide. Por favor.

Abby: [vendo uma filmagem de Tony] Certo, ele começou a virar a foto...
McGee: Volte dois frames. Pra mim, parece uma mulher.
Abby: Não parece. Parece um pirata cabeludo, com bigode!
McGee: Quer dizer que o alvo de Tony é matar Johnny Depp?
Ziva: Gosto de Johnny Depp.
Abby: Não está dando certo.
Ziva: Está granulado demais. Não consigo ver nada.
McGee: Não me sinto confortável fazendo isso.
Abby: Eu sei. Estamos espiando. Nossa família.
Ziva: Bem, às vezes é preciso ultrapassar limites pra proteger amores.
McGee: E, se hipoteticamente, o Ray fosse o alvo de Tony?
Ziva: Ok, mesmo que eu esteja confiante que não é o Ray, devemos nos preparar para o inesperado.
McGee: Espero que não seja ninguém que a gente conheça.

Tony: [quando Dra. Cranston entra no quarto] Olá, Doutora Irmã da Kate.

Ducky: Sr. Palmer, o que acha que o SecNav está dizendo pra eles? [referindo-se ao Diretor Vance]
Palmer: Eu perguntaria como se tira sangue de uma camisa cara. É preciso oxigenar a mancha. Minha mãe usava club soda, meu tio preferia Perrier com -- a incisão. Devem estar falando sobre a incisão.

Rachel: Por que acha que se envolve com mulheres disfuncionais?
Tony: [com raiva] O quê?
Rachel: As mulheres que namora são... complicadas.
Tony: Namoro todo tipo de mulher!
Rachel: Acho que é atraído por elas porque quer ajudá-las.
Tony: Sou atraído por elas, porque geralmente elas são muito gatas!
Rachel: Tony. Admita. Você gosta de gatas que andam armadas.
Tony: Quem não gosta de gatas que andam armadas?!

Restless[editar]

Tony: Quantos anos vocês acham que eu tenho?
Ziva: Física ou mentalmente?

Tony: Ainda não chegamos?
McGee: Quanto mais você pergunta, mais longe fica.
Tony: É mesmo? Então há uma conexão mágica entre minha boca e a distância?
McGee: Não, mas há uma conexão entre sua boca e a irritação.

Abby: [falando com seu equipamento] Olhe, eu entendo a sua dor. Sei que ninguém gosta de ter seus segredos revelados. Mas vocês tem algo de que eu preciso. Algo de que Leroy Jethro Gibbs precisa. E ele é um homem que vocês não vão querer desapontar!

Gibbs: E então, Ducky, ela é maluca ou não?
Ducky: "Maluca" não é um diagnóstico técnico.
Gibbs: Eu não sou um cara técnico, Ducky.
Ducky: Bem, a resposta curta é "não".

Penelope's Paper[editar]

Ducky: [referindo-se ao celular tocando] É a terceira vez em uma hora.
Palmer: Eu sei. Sinto muito. Não vai acontecer de novo, eu prometo.
Ducky: Há tempo de sobra para rejeitar as ligações quando for casado, Sr. Palmer. Aconselho você a não iniciar antes mesmo de trocarem as alianças.
Palmer: Como sabe que era Breena?
Ducky: Você é um homem apaixonado. Já estive muitas vezes nessa situação, embora não muito recentemente.
Palmer: São essas coisas de planejamento pro casamento ela está nos levando ao limite. Ela está tendo dificuldade em tomar decisões. Só estou tentando ajudar mas tudo o que eu digo parece errado. O que devo fazer?
Gibbs: [entra] Basta dar a ela o que ela quer.
Palmer: Não tenho ideia do que é.
Gibbs: Bem vindo ao resto da sua vida, garotão.

Penelope Langston: Agente Gibbs, eu sempre soube que meu neto iria nos apresentar, mas nunca imaginei que seria assim. Você não me disse que ele é tão bonito, Timothy. Lindos olhos.

Gibbs: Vá pra casa, McGee. Você não consegue ser profissional. Vá pra casa.
McGee: Chefe, não vou deixar você tratar ela assim, ela é minha avó.
Gibbs: Ela também é a principal testemunha em uma investigação de assassinato. O que você quer que eu faça? Manere minhas perguntas?
McGee: Penny não teve nada a ver com a morte do tenente Booth.
Gibbs: Eu nunca disse isso!
McGee: O que vai fazer? Quebrá-la até que ela rache?
Gibbs: Até eu terminar, Tim! Eu não gosto disso mais do que você , eu sei que ela é um membro da família.
McGee: Chefe, ela significa tudo pra mim.
Gibbs: Respeito isso. Trata-se de assassinato, um cara está morto. Basta! Nós encontramos o que estava naqueles papéis. Nós encontramos o assassino de Booth.
McGee: E ela é a única que pode nos dizer. Ela vai falar comigo.
[McGee caminha de volta para a sala de interrogatório; Gibbs sorri e depois entra na sala de observação]

Enemy on the Hill[editar]

McGee: Acho que devíamos ter esperado por Gibbs.
Tony: Sem tempo. Sportelli disse que estava consciente. Nós não sabemos por quanto tempo. Agora escute, quando chegarmos no quarto me deixe falar.
McGee: Por que?
Tony: O Cooler fugiu do FBI por anos. Ele vai nos nos dizer quem acertou o Comandante Brett com uma mão hábil.
McGee: Ah, e é você? [Tony concorda] Você nem sabia quem O Cooler era até eu te dizer!
Tony: Nem Ziva sabia!

Ziva: [celular toca] David.
Tony: Brett pode te ouvir?
Ziva: Sim, claro.
Tony: Está sentada?
Ziva: O que é isso?
Tony: Coloque sua cara mais ninja do Mossad. Nenhuma reação. Brett é George Kaplan. Eles são a mesma pessoa.
Ziva: [falsa alegria] Ah sério? Então, qual o plano?
Tony: Gibbs quer que você o prenda até sabermos mais. Não o deixe fora de sua vista, como você fez da última vez?
Ziva: [ri] Legal. Bem, vou esperar você me ligar de volta então, querida.
Tony: Boa sorte.

Kyle: Eu te conheço de algum lugar?
Abby: Eu... eu acho que não.
Kyle: O parque de cachorros da rua 11, certo?
Abby: Nunca estive lá.
Kyle: Você me parece familiar. Quer resgatar um cachorro hoje?
Abby: Não, eu só estava olhando a vitrine. Mas admiro muito o trabalho que vocês fazem aqui.
Kyle: Adorei sua coleira. Temos uma pit bull terrier aqui que tem uma igualzinha.

Abby: Você está bebendo chá?
Gibbs: Estou. Não conte para o Ducky, senão ele irá fazer uma palestra sobre como preparar.

Abby: Eu não conseguia imaginar meus pais amados, maravilhosos, que criaram a mim e ao Luca, abandonando uma criança. Mas eles adotariam uma. E adotaram. Eu. Eu sou adotada, Gibbs.
Gibbs: Como você sabe?
Abby: [mostra o camafeu] Estes cabelos são da minha mãe. Fiz um teste de DNA deles e comparei com o meu... e eles não coincidiram, Gibbs. [triste] Então eu não sei mais quem eu sou. Não sei quem eram meus pais. Eu sou tipo... "pequena órfã Abby".
Gibbs: [falando paternalmente] Abs, você ainda é a mesma pessoa. Seus pais ainda são os seus pais, como você se lembra deles. Família é mais que DNA.

Safe Harbor[editar]

Ziva: Será que ele não sabe que o lixo não é recolhido nos fins de semana? Por que ele pede sempre a mesma comida fedorenta do mesmo lugar fedorento?
McGee: Porque é o único lugar aberto no sábado às 2 da madrugada.
Tony: Ele está trabalhando nos fins de semana. Ele ligou para vocês no fim de semana também?
McGee e Ziva: Duas vezes.
Tony: Sobre o trabalho que nós poderíamos ter feito hoje.
McGee e Ziva: É!
McGee: Dezesseis horas por dia não são o bastante para ele? Não me entendam mal. Eu amo meu trabalho. Eu apenas não estou casado com ele, vocês sabem.
Tony: Espere. Acho que tenho uma solução!
Ziva: O quê? Um animal de estimação para Gibbs? Um novo hobby?
Tony: Uma nova mulher.
Borin: [entra] Isso é a última coisa de que ele precisa. Peguem as coisas!

Abby: Não. Vocês nunca vão achar a mulher perfeita pra Gibbs.
McGee: Como sabe?
Abby: Porque ele já a achou.
McGee: Sua primeira esposa. Não significa que não podemos continuar tentando, certo?
Abby: É em vão.

Tony: Acho que Gibbs e Borin formam um belo par. Pensem como eles iriam se divertir dando tapas na cabeça um do outro.
Ziva: Tapas na cabeça não é muito romântico, Tony.
Tony: Mas pode ser. No contexto certo.

Mariam Bawali: Você está com o cara errado, Ziva.
Ziva: Não, você é que está com o cara errado! Esta jornada para a liberdade nada mais é que uma maneira para ele entrar no país usando você e seus filhos!
Mariam: Vivi com ele por trinta anos. Eu o amo! Nada muda isso.
Ziva: [coloca uma foto de um atentado na mesa] Isso. Isso muda.
Mariam: Não. Não, eu não acredito.
Ziva: Então está mentindo pra si mesma! Quero dizer, você tem que saber a verdade no fundo. Quero dizer, você deve! No entanto, você permite que ele minta para você. Para seus filhos.
Mariam: Estou protegendo meus filhos.
Ziva: Eles vão se ressentir com você por isso, Mariam.
Mariam: Talvez eu tivesse suspeitas, mas nunca fechou os olhos para alguém que você ama?
Ziva: Sim, e foi um erro.

Tony: Chefe, nós encontramos a mulher perfeita para você e gostaríamos que a conhecesse.
Gibbs: Quem, a Dusty? Mulher agradável. Cozinha muito bem.
Tony: Leu tudo isso na tela?
Gibbs: Não, eu saí com ela.
McGee: Então, o que havia de errado com ela?
Gibbs: Nada. Ela é perfeita.
Borin: Perfeita. E o que aconteceu?
Gibbs: A perfeição é um saco.

Gibbs: Ziva, às vezes as pessoas fazem coisas erradas pelas razões certas.
Ziva: Pessoas sempre acham que as razões erradas são as certas. Especialmente pais.
Gibbs: Bem, eles têm perspectivas.
Ziva: Pais ainda cometem erros.
Gibbs: Sim.
Ziva: Minha mãe nunca me disse que tipo de homem meu pai era. Acho que ela pensou que eu não era forte o suficiente pra aguentar.
Gibbs: Não, ela só estava sendo mãe.
Ziva: Como sabe?
Gibbs: Perspectiva.
Ziva: Você é solitário, Gibbs?
Gibbs: Você nunca está só quando tem crianças. [beija a testa de Ziva] Boa noite, criança.

Thirst[editar]

Ziva: Ugh.
Tony: Você sabe que é muito cedo quando não tem ninguém aqui, mesmo que pra fazer café.
Ziva: Isso significa que você fez algum?
Tony: Ah é, e eu fiz alguns bolinhos. Pegue enquanto eles estão super quente.
Ziva: Você deve ter comprado alguns quando veio.
Tony: Quem teve tempo? Eu tenho a madrugada pré-chamada pra acordar, após 02:00 da manhã, nem menos.
McGee: Alguém sabe o que está acontecendo?
Tony: Ah ei, Timmy. Sim, Gibbs quer dar um salto no registro nupcial de Jimmy. Ziva está pensando nas saladas dele e dela.

McGee: A vítima é um reservista naval. Tenente Jason Simms, 44, a partir de Fairfax. Testemunhas dizem que ele estava desviando todo o caminho, claramente bêbado, saiu do acostamento por lá.
Gibbs: Você conseguiu uma hora?
McGee: Um pouco mais de três horas atrás.
Ducky: Tony? [segura o relógio de pulso do homem de modo que Tony pode fotografar] 4:19 pra ser preciso. O caminhão bateu em seu punho, aparentemente.
Ziva: Estar bêbado é uma coisa, mas por que ele teria atravessado a rua?
Tony: Piada surpreendente sobre galinhas em três, dois --

Tony: [fala para a mulher de entrega do correio] Olá, Jen. Sabe, está fazendo um ótimo trabalho. Continue assim e será agente especial em pouco tempo.
McGee: Um pouco jovem, Tony.
Tony: Muito fácil, Nanny McPheeble. Eu só estou dando um voto de confiança a criança.
Ziva: É, McGee. Se Tony estivesse paquerando ele estaria elogiando a blusa, e não sua ética de trabalho.
Tony: Vê? Ziva sabe.
Ziva: O que nós assistimos aqui foi uma tentativa patética de cultivar novas fontes de fofocas.
Tony: Isso é completamente injusto!
Gibbs: A vida não é justa, DiNozzo. Por isso estamos aqui.

Devil's Triangle[editar]

Ziva: O que está havendo?
Tony: Eu achei quinze cabelos no ralo do banheiro esta manhã. Digo isso porque vocês são meus amigos e eu preciso de vocês. Por 12 anos, todas as manhãs eu tenho contado os cabelos no meu ralo e nunca houve mais de cinco. Nunca mais de cinco. Nunca!
McGee: Todos os dias?
Ziva: Nos últimos 12 anos?
Tony: Você diz isso como se não fosse normal.
Ziva: Bem, isso porque não é normal.
Tony: O que não é normal é um homem da minha força e vigor ficar careca!
Ziva: Bem, carecas podem ser sexy.
Tony: Claro, se você for Connery ou Nicholson. Você namoraria um homem careca?
Ziva: Já namorei caras com cabelos ralos, sim.
Tony: Haha! Cabelos ralos, mas não -- [faz barulho estridente] -- Careca McCalvo. Oi, Agente Especial Careca McCalvo, quer ir a Mount Baldy neste fim de semana para fazer coisas carecas? Careca!

Ziva: Vocês dois estão sendo ridículo. Todo cabelo afina. É quase imperceptível! Não é como ficar grisalho. [percebe que Gibbs está atrás dela]
Tony: Estou tão feliz que não sou eu.
Ziva: [para Gibbs] Grisalhos podem ser sexy. [vê Gibbs se afastar para atender seu telefone e dá a Tony um olhar sujo]
Tony: [sussurra] Sortuda.

Diane: Victor e eu temos um bom relacionamento. Ele sabe como tratar uma mulher. [Fornell olha para Gibbs] Ele não tem medo de mostrar sua emoções como certas pessoas.
Fornell: [sarcasticamente para Gibbs] Ela está falando de nós?
Diane: Ele não é como uma criança imatura que se dá melhor com armas do que com pessoas!
Gibbs: [levanta as mãos] Ok, ok. Nós entendemos.

Diane: Você diria a Tobias que eu nunca quis magoá-lo?
Gibbs: Ah sim. Ele sabe. Eu acho.
Diane: Eu realmente gostava dele, mas nunca devia ter casado com ele. Eu não o amava. Assim como você nunca me amou.
Gibbs: Gostava de você. Ainda gosto.
Diane: Mas a única mulher que você amou foi Shannon. Você era minha Shannon, Leroy. [se afasta]

Engaged (Part 1)[editar]

[sequência do sonho]
Gibbs: [rola na cama pra abraçar Shannon] Parece que já amanheceu de novo.
Shannon: Qual o plano para hoje?
Gibbs: Estou pensando na loja de ferragens.
Shannon: Quer dizer que inventaram uma ferramenta que você não tem naquele seu porão?
Gibbs: [sorri] Eu preciso de material.
Shannon: [ri] É isso que gosto de ouvir. Adoro quando você começa algo novo. O que tem em mente?
Gibbs: Vou deixar que a madeira me diga.
Shannon: Espero que ela diga "escrivaninha". [se move pra sair da cama]
Gibbs: [puxa ela de volta] Mudei de ideia. Vou ficar na cama o dia todo com você. A loja de ferragens estará lá amanhã.
Shannon: Como vai pegar o que precisa se não me deixa ir?
[Gibbs acorda no sofá, sozinho, em casa]

Tony: Sabem, este não é só mais um caso. É a Vida nos ligando e dizendo: "Ei! Eu sou curta, apreciem-me."

Palmer: Talvez seja hora de descansarmos.
Ducky: Descansaremos quando morrermos. Até lá, considere John Paul Jones.
Palmer: O baixista do Led Zeppelin?
Ducky: Não, o herói naval da Revolução Americana. Ele foi quase esquecido quando foi enterrado em Paris em 1792. Mais de um século depois, o presidente Theodore Roosevelt fez um grande esforço para localizar Jones, exumar seu corpo, e trazê-lo de volta à América.
Palmer: Para casa.
Ducky: Precisamente. É um grande consolo saber onde os nossos heróis estão enterrados.

Gibbs: Aqui. Isolem a vizinhança.
Tony: O que é isso? Persa?
Ziva: É Pashtu.
Tony: Número nove na lista de idiomas de David? Nossa própria beleza de Berlitz?
Ziva: Acho que Pashtu é número sete, na verdade.

Engaged (Part 2)[editar]

Tony: Odeio bibliotecas.
McGee: Outro de seus medos?
Tony: Não me zombe.
McGee: Como odiar bibliotecas?
Tony: O cheiro que me traz.
McGee: É? Qual o cheiro da biblioteca?
Tony: Pessoas solitárias e inteligentes. [risos]

Gibbs: Pessoas morreram por causa dessa professora, fuzileira. O que você acha que deve acontecer a ela?
Ten. Flores: Senhor, não é minha decisão.
Gibbs: Sim, mas já pensou sobre isso, certo?
Ten. Flores: Ela deveria ser responsabilizada pelos seus crimes.
Gibbs: Ah.
Ten. Flores: Ela deve ver atentamente aquelas meninas mudarem o mundo de maneiras positivas que ela nunca imaginou.
Gibbs: É uma punição?
Ten. Flores: É um presente, senhor. Punição é saber que ela poderia ter feito o mesmo.

Sins of the Father[editar]

Gibbs: Dorney, se ele causar algum problema, atire nele.
[DiNozzo Sr. olha assustado para o Agente Dorneget]
Dorneget: Ele está brincando... eu acho.

Tony: Como foi com meu pai noite passada? Onde ele está?
Gibbs: Autópsia.
Tony: [impassível] Você atirou nele. Não posso te culpar.

Tony: Ei, Abs. Gibbs me mandou aqui embaixo pra descobrir o que você descobriu.
Abby: Do que está falando?
Tony: Você sabe, aquela coisa que você está trabalhando pra ele.
Abby: Tony, não vou dizer nada sobre o caso do seu pai. Meus lábios estão selados.
Tony: [zomba] Vamos, só estou -- [Abby se aproxima dele] -- estou desesperado, Abby.
Abby: Sinto muito. [abraça Tony]] Agora saia e se considere banido.
Tony: [tenta caminhar perto de Abby, falha, e pega um tubo de ensaio] O que é isso?
Abby: A urina de seu pai.
Tony: Estou indo.

DiNozzo Sr.: [abraçando Ziva] Junior, quando você irá criar juízo e arrebatar esta linda garota?

Newborn King[editar]

Palmer: Concordei em dar ao pai dela um passeio pelo NCIS enquanto ele está na cidade para as festas.
Ziva: Bem, isso é bom.
Palmer: Na verdade eu pensei que o Diretor Vance não iria aprovar a ideia.
Ziva: Você e o pai de Breena não se dão bem?
Palmer: [senta-se na mesa do Gibbs] A última vez que Ed e eu conversamos foi quando eu pedi sua permissão para casar com Breena. Ele riu. Chorou de tanto rir. E depois ficou muito quieto.
Tony: Então, por que ele está vindo para cá?
Palmer: Breena quer que nos conheçamos melhor antes do casamento. Ela acha que o principal problema comigo é o meu trabalho.
Tony: Gremlin da autópsia.
Palmer: É, se pudéssemos falar assim o mínimo possível enquanto ele estiver aqui...
Tony: Eu digo isso com o maior respeito.
Palmer: Eu sei disso, mas Ed não. Ele realmente pensa que eu estou preso a algum trabalho do governo que paga muito pouco e requer muitas horas.
Gibbs: [entra] E está. Agora saia da minha mesa.

[McGee vai ao Forensics e encontra Palmer e Ed trancados na sala de balística.]
McGee: Há quanto tempo eles estão lá?
Abby: [sorri] Ainda não o suficiente.
Ed: Não ouço uma palavra do que eles dizem.
Palmer: Se você não tivesse feito aquele comentário sobre as tatuagens dela, nós não estaríamos aqui. [olha o relógio] Ainda faltam seis minutos.

Tony: Quando eu entrei para o NCIS, sabia o que você esperava de mim: tudo. O que não deixou muito tempo para as Wendys do mundo.
Gibbs: Veio até aqui para me culpar, DiNozzo?
Tony: Não, chefe.
Gibbs: Hum.
Tony: Família e trabalho - dois copos diferentes. Se eu não fui capaz de encher os dois, a culpa é minha.
Gibbs: Certo.
Tony: E se agora eu puder?
Gibbs: Então saia do meu porão e vá fazer alguma coisa!
Tony: Como você fez?
Gibbs: Não seja como eu, aprenda comigo.

Housekeeping[editar]

Tony: Você deve se dar alguma folga, EJ. Qual é o ditado? Aquilo que não nos mata nos torna mais fortes. Eu acho que Nietzsche disse isso. A única coisa a lembrar sobre Friedrich Nietzsche, é claro, é que ele morreu em um asilo de loucos. Essa provavelmente não é a melhor maneira de começar um discurso pra levantar a moral, hein?

EJ: Demais pros meus grandes planos, né? Quais seus planos, Ziva? Além do NCIS. Família?
Ziva: Talvez, um dia. Embora esse dia pareça cada vez mais distante, no momento.
EJ: [levanta seu café em um brinde] A algum dia.
Ziva: Algum dia.

EJ: [olhando para uma caixa de armas] Tudo o que eu queria no café da manhã era um copo de café.
Tony: Agora estamos prontos pra uma luta justa.
EJ: Sempre bom estar preparada.
Tony: Estou preparado há meses. Com Cole à solta, é hora de colocar pra fora algum Connery, e eu estou parafraseando: nunca traga uma faca para um tiroteio.
EJ: James Bond?
Tony: Os Intocáveis, 1987. Connery ganhou um Oscar por isso.

Tony: Sabe, um dia desses eu gostaria realmente de conhecer alguém que aprecia filmes do jeito que eu gosto, ou pelo menos aprecia a maneira que eu os aprecio.
EJ: Ela aprecia, Tony.
Tony: Quem?
EJ: Ziva.
Tony: [ri] Agente Ziva David acredita que Piratas do Caribe é um clássico do cinema.
EJ: Não estou falando sobre filmes, Tony. Estou falando sobre você. Ela se importa.
Tony: Qual o seu problema? Somos colegas de trabalho.
EJ: É?
Tony: Somos companheiros de equipe.
EJ: Uh-huh.
Tony: Nós nos protegemos.
EJ: Exatamente.
Tony: Huh. Cercado de pessoas por quem você daria sua própria vida.

Ziva: Então, EJ se foi?
Tony: E segura, pra variar.
Ziva: Posso perguntar pra onde?
Tony: Pra algum lugar quieto, com alguém que ela possa contar. Espero.
Ziva: Essa é a palavra, não é? Espero. Mesmo quando você acha que pode contar com alguém, muitas vezes você não pode.
Tony: Estou detectando um ponto no Ray-dar?
Ziva: Preferiria não discutir isso.
Tony: Bem, desde que EJ e eu nos tornamos amigos, Agente Cruz parece ter alguns problemas de comunicação.
Ziva: É, e eu estou perdendo minha paciência.
Tony: Como você deve. [caminha até a mesa dela] Sabe, você e eu, temos muito em comum a esse respeito.
Ziva: [ri] Você acha?
Tony: Ah, eu não acho. Eu sei.
Ziva: Bem, então eu sou grata por ter alguém na minha vida que é tão disfuncional romanticamente como eu.
Tony: Agente David, você realmente me considera na sua vida? [Ziva olha pro seu celular que está tocando] Não. Sério?
Ziva: O que devo dizer?
Tony: Diga alô.

A Desperate Man[editar]

Tony: De acordo com as coordenadas do GPS de Abby, o assassino estava parado ali. Não dá pra ver mais pegadas.
Ziva: Sim, sabia que não devia deixar pistas.
Tony: Ao contrário de algumas pessoas. Sabe, vou começar a cobrar seu namorado por minutos.
Ziva: Por favor me diga que não tem falado com Ray!
Tony: Certo, eu não tenho falado com Ray.
Ziva: Inacreditável! Você devia ficar do meu lado!
Tony: Olhe. O cara está desesperado. O que eu devia fazer?
Ziva: Basta ficar de fora!
Tony: Me diga o que aconteceu.
Ziva: Ele não gosta de mim. Isso.
Tony: Se eu ganhasse um dólar pra cada mulher que me dissesse isso.
Ziva: Enquanto ele estava no exterior, você sabe, nós ficamos tão conectados como podíamos. Tentando fazer tudo o que tínhamos, sabe, só trabalhar. Agora ele finalmente volta e, nós planejamos este- este belo jantar, mas ele não apareceu, Tony. Eu esperei naquele restaurante, sozinha, por três horas. Nenhuma mensagem, nenhuma chamada, nada. [suspira] Quando eu o vi, foi na manhã seguinte, e então ele simplesmente disse que teve que trabalhar.
Tony: Bem.
Ziva: Olha isso me levou de volta a quando eu era jovem com meu pai. Havia sempre algo mais importante e eu ficava sempre à espera de uma...
Ziva: Há alguém ali.
Tony: É.

Ray Cruz: É agora ou nunca. Ziva David, quer casar comigo?

Life Before His Eyes[editar]

Tony: [em pé na mesa de McGee] Isso é definitivamente incomum.
Ziva: Incomum é a palavra operativa.
McGee: [entra saindo do elevador] O que vocês dois estão fazendo?
Tony: Não banque o idiota, Tim. Somos agentes federais treinados. Nós podemos ver quando algo está acontecendo.
Ziva: E algo está definitivamente acontecendo.
McGee: Do que estão falando?
Tony: Os dois monitores na sua mesa foram trocados. Ninguém simplesmente muda seu ângulo de visão. Tem algo acontecendo, McSexo.
McGee: Meus monitores? É com isso que estão preocupados?
Tony: Não somos aptos a mudanças por aqui.
McGee: Bem, pensei que poderia tentar algo diferente hoje.
Tony: O que faz de hoje tão especial?
Ziva: Conhecemos aquele olhar, McGee. É algo entre melancolia e constipação.
Tony: Consternação.
Ziva: Não, na verdade quis dizer que sua mente parecia entupida.

Tony: [indo pro lixeiro] Isso não pode ser bom. Ele limpou sua mesa também.
Ziva: [sussurra alto, vendo McGee se aproximar] Albatroz! Albatroz! [volta rápido pra tela grande, como se tivesse trabalhando]
Tony: Suboficial Janet McCaffrey teve um registro impecável.
Ziva: Duas implementações em dois navios diferentes: o de Ontário e da Gentry.
McGee: [olhando desconfiado] Então finalmente aconteceu: vocês dois bisbilhotando juntos, como uma equipe.
Ziva: Estamos apenas curiosos e interessados.
Tony: Bem, não é nada que você precise saber.

Tony: Os monitores do computador, reuniões clandestinas no escritório de Vance; você está tramando algo, McDesviado. Posso sentir. Espere um segundo! Você está finalmente começando a operação de mudança de sexo? Boa pra você, McGee. Ou é McEla? Sem julgamentos. Estou orgulhoso de você!
McGee: Olhe, Diretor Vance me ofereceu uma promoção de trabalho, certo? Como chefe da divisão cibernética de Okinawa.
Tony: É isso?
McGee: Sim.
Tony: Todo mundo sabe disso, Tim. Bom pra você. É fantástico. Você tem que aproveitar essa oportunidade. O último cyber agente? Ele é da Microsoft agora.
McGee: É, como líder da segurança. O cara é um astro do rock.
Tony: Não vamos tão longe.
McGee: Por que você está agindo tão normalmente com tudo isso? Sua sinceridade é desconcertante.
Tony: Você prefere que eu te ataque com algum tipo de comentário, sarcástico ou hostil?
McGee: Mais ou menos isso. O que eu faço?
Tony: A escolha é sua, mas eu confio nos meus instintos. É o que Gibbs faria.

Gibbs: Eu não devia ter deixado acontecer. Não devia deixá-la testemunhar.
Shannon: Eu queria ajudar, Gibbs. Queria por aquele traficante na cadeia.
Gibbs: Eu devia saber.
Shannon: Não era sobre você.
Gibbs: Era sobre a família.
Kelly: A decisão não era sua, pai.
Shannon: Se não tivéssemos morrido, você não teria entrado para o NIS e não teria se tornado um agente.
Gibbs: Não importa.
Shannon: Não haveria Tony, nem Ziva, nem equipe.
Gibbs: Mas eu teria minhas meninas. Teria você.
Shannon: Se você tivesse ficado na Marinha, Gibbs, a perda teria sido para nós. Basta pensar em todos esses casos, todas as vidas que você tocou, Gibbs. Você sacrificou tudo por essas pessoas.
Gibbs: Mas eu queria tanto.
Shannon: Não funciona assim.

Franks: Parece que ainda não era a sua vez, novato.

Secrets[editar]

Ziva: [murmurando em hebraíco] Inacreditável!
Tony: Você finalmente viu Traídos pelo desejo?
Ziva: Não. Tenho uma multa!
Tony: Sabe o que significa, McGee.
McGee: O sistema funciona.
Ziva: Eu mal ultrapassei os limites!
McGee: Deixa eu ver. [pega a multa da mão de Ziva] Diz que você estava a 80 em uma de 40.
Ziva: Não o tempo todo.
Tony: Você disse que você é uma agente federal?
Ziva: Como é?
Tony: Às vezes, se eles sabem, eles olham de outra forma. [o emblema brilha] Ah, isso não é minha carteira!
Ziva: Você faz isso frequentemente?
Tony: Com uma notável exceção, não recebo uma multa em dezesseis anos.
McGee: Ou paga pra estacionar em uma área de futebol.
Tony: É uma área cinza. Às vezes eu até pego meu próprio donuts e meu café de graça.
Ziva: Não acho que Gibbs iria aprovar.
Tony: O que Gibbs não sabe não o machuca.
Gibbs: O que eu não sei, DiNozzo?
Tony: Ziva tem uma multa! [parece desconfortável depois de receber um olhar de desaprovação de Ziva] E às vezes eu tomo café de graça. Mas é uma grande dica! Tá certo, lá vamos nós. [recebe um tapa]
Gibbs: Vamos lá. Capitão da Marinha morto.
Ziva: Você já teve a sensação de que ele gosta de ser acertado na cabeça?
McGee: Preferiria não pensar sobre isso.

Tony: Desculpe, eu estava só --
McGee: Realmente pensativo.
Tony: Confuso.
McGee: Por que, pelo que você fez com seu ex-noiva hoje?
Tony: Do que você está falando?
McGee: O batom. Não é a sua cor.
Tony: [olha no espelho] Olhos de águia, McGee.
McGee: Qual é o problema? Ela é divorciada. Você é solteiro.
Tony: O problema é ter estado lá, feito isso. Batida. Queimada.
McGee: Tão ruim?
Tony: O NTSB ainda está procurando por corpos.
McGee: O que aconteceu?
Tony: Boa pergunta, McGee. Você sempre faz as boas perguntas.

Ziva: [pra Tony] Isso é algo que Wendy mencionou sobre você. Que você é uma das pessoas mais honestas que ela já conheceu. Pros outros. Ela disse que a única pessoa pra quem você mente é você. O que você faz muito.

Tony: [olhando pra um coração] É difícil acreditar que às vezes eles são tão pequenos.
Ducky: O que tem em mente, Tony? Você parece pensativo.
Tony: Não estou pensativo! Por que todos usam essa palavra? [percebe que estava gritando] Desculpe. Eu estava --
Ducky: Gostaria de falar sobre isso?
Tony: Já aconteceu algo terrível com você e você achou que deixou tudo para trás, mas, em seguida, o terrível volta e é mais terrível do que era antes?
Ducky: Estou confuso.
Tony: Eu também.
Ducky: Tony, estava muito claro pra mim desde o primeiro dia em que lhe vi que você era um homem com dor.
Tony: [zomba] Desculpe, acho que você me confundiu com outra pessoa.
Ducky: Não, sua dor é tão clara pra mim quanto é a de Jethro. Ele perdeu Shannon, o único amor de sua vida, e você perdeu a fé em você por umas tantas razões. Jethro lidou com sua dor se casando várias vezes com a mulher errada, garantindo assim que, em última análise, ele ficaria sozinho e a salvo de um coração partido. Você perseguiu a mulher errada repetidas vezes. Você está sozinho porque nunca fez o que acabou de dizer: deixar tudo para trás.

Wendy: Menti pra você, Tony.
Tony: Sobre?
Wendy: Por que eu te convidei pra almoçar. Você estava errado. Eu não estava tentando conseguir informações pra uma história. Eu te convidei porque queria te ver. Sua vez.
Tony: Por que?
Wendy: Porque estamos indo um de cada vez e agora é sua vez.
Tony: Não. Não foi o que eu quis dizer e você sabe.
Wendy: Você quer saber por que eu fui embora.
Tony: Quero saber por que você disse "sim" pra mim quando na verdade era "não". Quero saber por que você esperou pelo último momento pra me contar a verdade. Mas mais do que tudo, minha noiva fugitiva. Eu quero saber por quê.
Wendy: Faria diferença agora? Se você não estivesse tão triste e solitário não estaria se perguntando.
Tony: [ri] Triste e solitário? Você me confundiu com Bosco. Gostaria de ver meu livrinho preto?
Wendy: Me mostre o que você quiser, nada vai mudar a imagem que eu vejo com meus próprios olhos. Você devia contar a ela como se sente, quem quer que ela seja.
Tony: A) Nunca vai acontecer, B) saia da minha cabeça, e C) responda a pergunta.
Wendy: Eu fui embora porque eu não estava pronta pra conhecer "ele", certo? E você era "ele".
Tony: Não faz o mínimo sentido.
Wendy: Tem certeza? Porque pelo que eu vejo você passou os últimos nove anos evitando relacionamentos. Eu estava quebrada primeiro, razão pela qual eu deixei meu policial herói para me casar com um corretor que se preocupava mais com dinheiro do que com as pessoas. Eu não estava pronta pra conhecer "ele" quando nos conhecemos, Tony, mas eu te mandei aquele convite porque eu estou agora.

Psych Out[editar]

Need to Know[editar]

Tony: [percebe o ritmo de Ziva] McGee, o que Ziva está fazendo?
McGee: Memorizando seu discurso.
Tony: Discurso?
McGee: Diretor Vance a voluntariou pra falar sobre sua carreira em uma escola.
Tony: Em qual linguagem, Vulcano?
Ziva: Eu posso te ouvir, Tony. Não preciso que você torne isso pior. Backup.
McGee: Acho que quis dizer "para trás".
Tony: Por que está tão tensa, Ziva?
Ziva: Falar em público não é pra mim. Me deixa nervosa.
Tony: Nervosa? Do que está falando? Eu vi você derrubar terroristas sem nem uma gota de suor.
Ziva: Sou treinada pra isso.

The Tell[editar]

Ziva: Tem certeza que o lugar é este?
Tony: Sabe o que acontece quando você não confia na autoridade do McMapas! Tudo bem.
[Tony e Ziva preparam-se para abordar uma van]
Tony: É como "O Silêncio dos Inocentes" encontrando "Scooby Doo".
Ziva: [abre a porta da van] Parado! Mãos para cima!
Amanda: Eu pareço estar fugindo?
Tony: Amanda Baylor, você tem o direito de... tomar um banho! Está fedendo como um bode selvagem!
Amanda: Tenho andado ocupada.
Ziva: Ocupada demais para higiene pessoal?
Amanda: Quando eu estou focada, eu estou focada.

Ziva: McGee, o diretor Vance também não está aqui.
McGee: O filho dele não ia jogar futebol hoje em Alexandria?
Ziva: Não, é na semana que vem. Tony está ignorando minhas ligações, e não é normal Gibbs apenas sumir assim. Algo está acontecendo!
McGee: Na verdade, acho que o Tony disse algo sobre fazer a segurança do SecNav hoje.
Ziva: Provavelmente é um disfarce. Acho que deve ser algum tipo de... Dia dos Homens. [McGee parece confuso] Sabe, quando os homens tiram um dia para fazer "coisas de homens" juntos?
McGee: É mesmo?
Ziva: Só porque eu sou uma mulher, eles não tiveram a cortesia de me dizer para onde foram e quando vão voltar.
McGee: Eu sou um homem!
Ziva: Certo! O que torna as coisas ainda piores.

The Good Son[editar]

The Missionary Position[editar]

[Ducky e Palmer - ainda vestido com o "smoking" de casamento - chegam à cena do crime.]
Ducky: O que nós temos aqui, Jethro?
Ziva: O que nós não temos aqui é o Jethro.
Ducky: [surpreso] O quê?
Ziva: Ele está mesmo atrasado.
Ducky: [ri] Ooh. É a primeira vez!
Tony: Assim como usar fúcsia e verde-limão numa cena de crime.
Palmer [embaraçado] Não tive tempo de me trocar.
Ducky: Talvez essas cores ressuscitem os mortos, Sr. Palmer.

Rekindled[editar]

Tony: Uma porção de coisas mudaram naquela noite. Eu decidi me tornar um policial por causa de um garoto que eu quase perdi em Baltimore, mas não perdi, e ele era você. Pela primeira vez na minha vida, eu fiz a diferença. Fiz algo que importava. E venho tentando fazer o mesmo desde então.

Playing With Fire[editar]

Tony: Andiamo, bambina!
Ziva: Dove?
Tony: Rápido! Vamos para Nápoles.
Ziva: Nápoles, Itália?
Tony: Si. Vou para casa pegar umas roupas. Faça o mesmo. Vamos pegar o voo militar na Base Aérea de Andrews.
Ziva: Não é uma de suas brincadeiras?
Tony: Não, são ordens do Gibbs. É bom você cancelar o Pilates do fim de semana.
Ziva: Como você sabia?
Tony: Sou um Agente Muito Especial. Tenho minhas fontes.

Andre Fullerton: Vocês não deviam ler os meus direitos?
Gibbs: Você não tem direitos! É um terrorista num navio da Marinha, e nós estamos invocando o Ato Patriota. Você será levado para Guantânamo.

Gibbs: Não é suficiente. Aproveite Cuba.

Stan Burley: Adoro aquela garota (Abby). Ela é incapaz de falar mal de alguém.

Gibbs: Ouçam todos! [Cola um retrato de Dearing sobre o de Bin Laden] Por ataques contra a Marinha dos Estados Unidos: Harper Dearing. Vamos! Temos trabalho a fazer.

Up In Smoke[editar]

Palmer: Pessoal, me deem uma pista sobre o que a Abby está planejando. É a minha despedida de solteiro, certo? Eu tenho o direito de saber.
Tony: Lamento. ela nos fez jurar segredo, e eu tenho mais medo dela do que de você.
Palmer: Deus. Acho que cometi um grande erro em convidá-la para ser minha madrinha.
McGee: Relaxe, Jimmy. Está tudo bem. Apenas esteja certo de que sua vacina contra hepatite está em dia.
Palmer: Hepatite?
Tony: E arranje um bom par de joelheiras.
McGee: E um capacete.
Palmer: [ri nervosamente] Caras, você estão brincando comigo.
Tony: Estamos? Duas palavras.
McGee: Abby Sciuto.

Tony: Estou lhe dizendo, Ryan esteve aqui.
Ziva: E daí que ela esteve? Eu gostava de fofocar quando as coisas estavam no começo, mas agora que eles são um casal acho que temos que ficar fora disso.
Tony: Como você pode não se interessar pela vida particular dos outros?

Till Death Do Us Part[editar]

Tony: Afinal quem realmente gosta de casamentos?
Ziva: Não há nada de bom neles.
Tony: Tios esquisitos fazendo brindes idiotas.
Ziva: Galinha borrachenta regada a vinho barato.
Tony: Música brega e crianças. Smoking alugado.
Ziva: O buquê, o carro da noiva, o bolo.
Tony: As lembranças.
Ziva: As lembranças! E ainda nem entramos na própria cerimônia.
Tony: Os votos.
Ziva: O anel.
Tony: O beijo.
Ziva: O Ketubah.
Tony: Nem sei o que eu faria se tivesse que lidar com tudo isso.
Ziva: Fugiria?
Gibbs: Bem, funcionou comigo.

Cole: Isto não é perigo, é diversão.

[Gibbs e Cole veem que Abby ainda está no laboratório.]
Cole: Depressa, vá tirá-la de lá!

Tony: [após haverem evacuado o prédio] Todos saíram. Agora vá, Ziva.
Ziva: Não, eu não vou sem você!

Ducky: [Está caminhando por uma praia quando seu celular toca.] Sim, é o Dr. Mallard. Santo Deus! Quantos? Estou indo para aí. Não mexam em nada! É imperativo que não toquem em nenhum corpo até que eu... [Sente uma forte dor no peito e, lentamente, desfalece e cai ao chão.]

Season 10[editar]

Extreme Prejudice[editar]

Tony: [sustentando Ziva nos ombros enquanto ela tenta abrir a saída de emergência] Ainda bem que nós quebramos o protocolo e tomamos o elevador. De quem foi a ideia brilhante?
Ziva: O quê?
Tony: Xenia Onatopp, a vilã de Goldeneye do James Bond. Famke Janssen. Ela matava os homens esmagando-os com suas coxas musculosas e bem torneadas. [geme quando Ziva aperta seu pescoço]
Ziva: Posso pensar em jeitos piores de morrer. [empurrando o teto] Estou quase conseguindo. Estamos presos!
Tony: Continue empurrando, senhora das coxas. Estou começando a gostar disso.
Ziva: Há algo bloqueando. Está preso. Vão ter que abrir pelo lado de fora. [o elevador estremece e ela cai.] Nós escorregamos.
Tony: É mesmo? Pensei que fosse um terremoto.
Ziva: Você está suando.
Tony: Está quente aqui.
Ziva: Não tinha percebido.
Tony: Mesmo?

Tony: Até quando vamos ficar presos aqui? Olá! Alguém aí?
Ziva: Já se passaram horas, Tony. Não vou aguentar muito mais.
Tony: O que quer dizer isso? Acho que está ficando um pouco podre aqui.
Ziva: Eu não estou podre! Você, por outro lado, está fedendo.
Tony: [cheira a si mesmo e tosse] Bem, poderia ser pior. Você poderia estar presa nesta lata com o Miguel do RH.
Ziva: [ri] Ele sua mais que qualquer outra pessoa que eu já conheci.
Tony: Que tal o Jeremy do escritório de operações? Aquele cara está sempre te despindo com os olhos. Eu acho ele divertido, mas um tanto estranho.
Ziva: E se um desses caras estiver morto?
[Ambos ficam em silêncio. Logo ouvem-se pancadas e a porta do elevador se abre.]
Abby: [empurrando o bombeiro] Aí estão vocês!
Ziva: Abby, nunca fiquei tão feliz por ver seu lindo rosto.
Abby: Vocês deviam estar a ponto de se matarem. Eu nem sei com quem eu gostaria de ficar presa num elevador. Talvez exceto Amelia Earhart, ou Michele Obama, ou Joana D'Arc, ou todo o elenco do Cirque du Soleil, para o caso de eu ficar entediada, eu poderia -
Tony e Ziva: Abby!

Ziva: Boas notícias: McGee recebeu alta do hospital.
Abby: Bom. Espero que ele fique com uma bela cicatriz para mostrar.
Ziva: Bem, o médico disse que não é muito grande, e talvez -
Abby: Talvez se o médico tivesse diagnosticado Harper Dearing como um desequilibrado anos atrás, nada disso tivesse acontecido!
Ziva: OK. Sei que você está chateada. Todos estamos. Mas estamos salvos, e você precisa focar nisso. Você tem que focar no Bem.
Abby: O Bem. Que bem? Harper Dearing o levou. Primeiro ele atacou marinheiros inocentes, e depois veio atrás de nós, onde nós vivemos. Só estou vendo dor e destruição. Não vejo o bem. Quero o bem de volta.
Ziva: Abby, se há alguém que pode encontrar o bem, é você. Não tenho dúvida.
Abby: E se ainda não acabou? E se Dearing ainda não tiver terminado?
Ziva: Um terrorista só é tão forte quanto o medo que ele provoca.
Abby: Ziva, por favor. Chute. O traseiro. Dele.

Gibbs: [medindo seu porão com uma trena] Preciso de um porão maior.

Gibbs: Vou dizer algo de que não vai gostar.
Vance: O quê?
Gibbs: Vou até ele. Sozinho.
Vance: Tem razão, eu não gostei.

Recovery[editar]

Tony: Não me digam que Midge não gostava de mim porque eu não sou mulher.
Ziva: Deixe disso, Tony. Midge gostava de você, mas às vezes ela o achava irritante.
Tony: Irritante? É quase tão ruim.
McGee: Você dava muita manutenção. Sabe, sempre mudando o coldre de ombro para o de tornozelo.
Ziva: E trocando da Glock 17 para a 23 e depois voltando.
Tony: E isso é dar muita manutenção? Eu gosto de um certo coldre. Eu gosto de uma certa arma.

Gibbs: Algo estranho, Abby? O quê?
Abby: A bala que matou Midge. È esquisita. É mais desagradável que qualquer outra calibre 32 que eu já vi.
Gibbs: Parece normal para mim.
Abby: Sim, mas olhe mais perto. Ela está coberta por esporos de mofo, e mofo antigo, uns 60 anos, o que significa que é uma bala muito velha.
Gibbs: De onde?
Abby: Bom, minha primeira ideia é a de um assassino vindo do passado. Ele pegou um atalho pelo contínuo espaço-tempo...
Gibbs: Ou veio de uma arma antiga.
Abby: Essa era minha segunda ideia.

Ziva: Você quase não disse nada desde que saímos, senhor Tagarela Brilhante.
Tony: Não estou me sentindo tão brilhante, eu acho.
Ziva: Bem, se serve de consolo, sua amiga Judy também não parecia falar muito.
Tony: Vance estava certo em dar bronca. Estou fora do jogo. Perdi o foco. É como se metade da minha mente ainda estivesse presa naquele elevador.

[Gibbs está sozinho em casa. Abby chega toda alegre, abraça-o e o arrasta para a sala.]
Abby: Gibbs, este é meu irmão Kyle. Kyle, este é cara de quem eu lhe falei. É Leroy Jethro Gibbs!
Kyle: Obrigado, Leroy!
Abby: Gibbs. Chame ele de Gibbs.
[Kyle abraça Gibbs, como Abby costuma fazer.]
Abby: Quem diria que os abraços estão no sangue?
Gibbs: Vamos comemorar. Que tal uma cerveja?

Phoenix[editar]

Gibbs: Regra 38.
McGee: Chefe??
Ducky: Regra 38?
Gibbs: [para Ducky] Seu caso, você lidera.
Ducky: Vamos lá!

Palmer: Temos que devolvê-lo agora mesmo!
Ducky: Isto é um cadáver, Sr. Palmer, não um presente de casamento.

Gibbs: Diga-me que você tem algo, Abs.
Abby: Tenho. [Coloca um colar havaiano no pescoço de Gibbs e um coquetel em sua mão.] Bem melhor!
Gibbs: Não sei por onde começar.
Abby: Bom, desde a explosão você anda por aí parecendo Mr. Sourpuss, mas eu sei que por dentro você é uma das pessoas mais legais que eu conheço. Então eu achei que seria bom se hoje o seu exterior refletisse o interior. Eu sei o que você fez pelo Ducky. Foi muito, muito doce.

Gibbs: OK, Ducky, a brincadeira acabou. Pode sair de campo.
Ducky: Acho que preciso ajudar com o relatório.
Gibbs: Deixe isso para o McGee. O único lugar para onde você vai é a autópsia.
Ducky: De volta para -
Gibbs: Você está liberado para voltar ao trabalho, Ducky.
Ducky: Oh, maravilhoso! De volta - OK. [Devolve a Gibbs o controle remoto] Bem, suponho que devo voltar agora mesmo para a autópsia. [sai]
Ziva: [sorrindo] Estamos completos de novo.

Lost At Sea[editar]

The Namesake[editar]

[McGee e Ziva fazem uma investigação em uma universidade e são atendidos por um estudante sonolento]
McGee: Kris Taylor?
Alec: Não... Ele não está. Há algo errado?
Ziva: Sim, são 3 da tarde e nós acabamos de te acordar. Seus pais sabem pelo que estão pagando?

Gibbs: Por que dirigiu até aqui?
Jackson: Por causa da resposta desaforada que você deixou na secretária. Tem que mostrar um pouco de respeito, Jethro. Ainda sou o seu pai. Eu lhe disse para nunca mais mencionar o nome daquele homem outra vez!
Gibbs: Quarenta anos, pai. O que aconteceu entre você e LJ?
Jackson: Algumas coisas não devem ser ditas.
Gibbs: Ele era seu melhor amigo. Seu sócio. Você deu o nome dele ao seu único filho. Acho que mereço uma explicação.
Jackson: Ele matou sua mãe, Jethro.
Gibbs: Mamãe morreu de câncer.
Jackson: Ela tinha câncer, mas não foi isso que a matou!
Gibbs: Eu sei, pai. Ela tirou a própria vida.
Jackson: [espantado] Você sabia?
Gibbs: Sabia.
Jackson: Mas eu nunca lhe disse! Você só tinha 14 anos.
Gibbs: Por que você culpa o LJ?
Jackson: [após um penoso silêncio] Sua mãe estava sofrendo, Jethro. Ela não queria mais lutar. Ela contou ao LJ que ia tomar uma overdose. Ele não a deteve. E não me disse nada! Ela ainda tinha algum tempo, Jethro, e eu queria cada minuto dele. Ele nos tirou isso. Nós merecíamos aquele tempo com ela! [atira longe a caneca de leite] A viagem me cansou. Vou me deitar.

Abby: Grrr! Esse cara me irrita!
Gibbs: Quem?
Abby: O Sr. Vijay-eu-sou-um-bilionário-e-quero-meu-carro-de-volta-agora-mesmo-Chaya.

Abby: Pode-se dizer muito sobre alguém olhando o seu carro.
Gibbs: É?
Abby: Nós podemos pegar esse cara se quisermos.
Gibbs: É?
Abby: Pelo conteúdo do cinzeiro, ele fuma charutos cubanos.
Gibbs: Abs, isso não é da nossa conta.
Abby: Ele usa óculos escuros italianos de 3 mil dólares e tem Justin Bieber no HD! Não podemos prendê-lo por isso?

Gibbs: [ao reunir Jackson e LJ em seu porão] Nós temos uma coisa em comum. Todos amamos a mesma mulher.

Tony: Que tal foi com o seu pai?
Gibbs: Não foi derramado sangue.

Jackson: Tenho um filho que é agente federal. Ele mete o nariz onde não é chamado. E é muito persuasivo.

Shell Shock (Part 1)[editar]

[Tony mostra a Ziva uma foto antiga de sua mãe.]
Ziva: Uau, ela era linda.
Tony: Sim, era.
Ziva: Por que você nunca fala nela?
Tony: Não falo?
Ziva: Não, não fala.
Tony: Hum. Bem, acho que ela foi a primeira mulher a partir meu coração. Não gosto de falar de coisas assim.
Ziva: Você não gosta de falar nisso porque não quer, talvez porque lhe cause muita dor. Era ela que levava você ao cinema, huh?
Tony: Yeah. Nós íamos àquelas matinês de um dólar. Nós fazíamos viagens de fim de semana para a cidade onde havia aquele cinema que ela gostava na Rua 42. Era longe, mas ela adorava filmes. Eu acho que ela gostava da fuga. Esse foi o último filme que nós vimos juntos, pouco antes dela... O Pequeno Príncipe.
Ziva: "O essencial é invisível aos olhos."
Tony: Ziva David, você citou um filme?
Ziva: Não, citei um livro que virou filme.
Tony: Ah.

Tony: O cheiro doce de ar reciclado, a luz irritante de uma claraboia, o barulho estranho de uma máquina de fax quebrada. Mais um dia no paraíso!
Ziva: Bem, alguém levantou do lado errado da cama.
Tony: De fato, foi algo assim, Ziva. [sarcástico] Graças a meus novos e irritantes vizinhos que não me deixaram dormir até as 5 da manhã.
McGee: Gritadores?
Tony: Gritadores. Terceira noite seguida.
Ziva: Eu também já tive vizinhos que nunca paravam de brigar.
Tony: Não é esse tipo de gritadores, Ziva.

Shell Shock (Part 2)[editar]

Ducky: É óbvio que você sente uma grande responsabilidade para com esse jovem.
Gibbs: Ducky, eu mandei de volta para casa muitos fuzileiros como Westcott. Eu sabia que suas cabeças não estavam boas. Eu esperava que houvesse alguém do outro lado para cuidar deles.
Ducky: Você não tinha escolha. Tinha que ficar para trás. Era o seu dever.
Gibbs: Eu estou do outro lado agora. Tentei ajudar Westcott. Não pude. Ele não me deixou.
Ducky: E desde quando você aceita "não" como resposta?
Gibbs: Estou com raiva, Ducky.
Ducky: Você não pode consertar o mundo, Jethro. Mas pode ligar para o rapaz.

Gone[editar]

[Tony tenta fazer Ziva dizer algo sobre seu "misterioso" amigo Schmeil.]
Tony: Não, eu estou falando sobre os "novos" nós, aqui, Ziva. Sabe, o pós-elevador. O livro aberto entre nós, dividir nossas almas, contar tudo um ao outro.
Ziva: Eu aprecio isso, Tony. Mas não tente competir com meu Schmeil.

Gibbs: Uma zebra não muda suas listras.
Miranda Pennebaker: Não, mas uma mulher sim.

Schmeil: Conheci um Anthony DiNozzo no bar de um hotel em Genebra.
Tony: Está brincando. Você conhece o meu pai?
Schmeil: Oh, um rapaz divertido. E que histórias! Algumas não posso repetir para uma plateia mista, mas ele me fez rir muito.
Tony: Se ele deixou a conta para você pagar, era ele mesmo.

Devil's Trifecta[editar]

{Gibbs e Fornell veem Diane saindo do toalete.]
Fornell: Engraçado, ela parece a nossa ex-mulher.

Diane: Isso quer dizer que vocês não são os únicos aqui com um distintivo.
Gibbs:: Uau.
Fornell: O burrito que eu comi no café está me dizendo "olá".

Gibbs: Ei, você está certo. Ela não pode ficar sozinha. E já que você se casou com ela por último... Isso quer dizer a sua casa.
Abby: Isso não vai ser bom.
Fornell: Não tenho lençóis limpos.
Gibbs: Meu aquecedor quebrou.
Fornell: Eu tenho mofo tóxico na minha cozinha.

Diane: Não! Acredite ou não, acho que eu só preciso de um abraço.
McGee: Eu não vou te abraçar!
Diane: Por que não?
McGee: Porque isso não vai acontecer.
Diane: Venha cá e me abrace agora mesmo, droga! (McGee hesita) Que tipo de homem você é? Você tem uma pobre colega deprimida em pé na sua frente e não pode lhe dar um simples abraço? Seus pais fracassaram!

[Gibbs fica paralisado ao ver Diane e McGee dormindo juntos no sofá. Fornell entra.]
Fornell: Vamos lá, gente, andando! [depara-se com a cena] Santo churrasco queimado de 4 de Julho! Que diabos é isso que eu estou vendo???

You Better Watch Out[editar]

DiNozzo Sr.: [Ao ver que Tony dorme numa cama de solteiro] Essa é a sua cama? Não há muito espaço para diversão.
Tony: Pai, quando volto para casa, eu durmo. Sozinho.
DiNozzo Sr.: Está falando sério?
Tony: Pai, este é o meu santuário, OK? Quando saio com alguém, eu fico na casa dela. Assim eu posso ir embora quando quiser, sem causar embaraços. [DiNozzo Sr. levanta as sobrancelhas em desaprovação.] O que foi?
DiNozzo Sr.: Você está perdendo muitas coisas. Intimidade, compromisso.

Stewart: [falando com Tony] Esse cara [McGee] era um maluco na faculdade. Sabia mesmo como se divertir. Ele lhe contou que foi o mascote da escola? Um castor. Ele foi Tim, o Castor, no último ano.

Shabatt Shalom[editar]

Vance: Ela está morta. Minha esposa está morta, Gibbs.

Shiva[editar]

[Ziva está sozinha no apartamento de Tony e está em perigo.]
Tony: Ziva, há uma arma colada atrás do toalete, estilo O Poderoso Chefão. Use-a!

Tony: Você pode dormir na minha cama. Peguei um colchão inflável emprestado da vizinha da frente, que... deixa para lá.
Ziva: E o sofá?
Tony: O sofá já está ocupado.
Schmeil: Aí está minha Ziva.
Ziva: Schmeil?? [abraça-o]
Tony: Ele estava em New York. Achei que gostaria de vê-lo.
Ziva: [olha agradecida para Tony] Obrigada.

Tony: [em hebraico] Ah-to lee vah. (Você não está sozinha.)
Ziva: Eu sei.

Vance: Toda esta provação me fez perceber algo que eu não esperava. Ajudou-me a entender melhor suas escolhas. Sempre tentei imaginar como você sentiu naquela hora, Gibbs. Hoje percebo que não cheguei nem perto. Nunca quis esse tipo de justiça antes, mas, desde aquela noite [Nota: quando Jackie foi morta], não penso em outra coisa. Valeu a pena, Gibbs? Deve ter trazido algum alívio.

Ilan Bodnar: [arrogante] Quero respostas.
Ducky: Pegue uma senha.
Ilan Bodnar: Desculpe-me, você é avô de quem?
Ducky: Depende. Quem é a sua avó?

Hit And Run[editar]

McGee: Fiz tudo certo, mas acho que ele [o espectrômetro de massa] não gosta de mim.
Gibbs: Ele lhe disse algo, McGee?
McGee: Quando Abby o opera, ele faz um ruído como o de ronronar, mas tudo o que ouço é um rosnado.

Gibbs: [olhando a capa do "Manual do Laboratório para Estúpidos" da Abby.] É você na capa?
McGee: Sim. Eu sempre estou na capa. Abby é a única que te chama de estúpido e te faz sentir-se especial ao mesmo tempo.

Gibbs: Abby, o dia em que nos conhecemos.
Abby: Era quinta-feira, 70°F, dia ensolarado. O que tem?
Gibbs: O que você me deu?
Abby: Eu pedi comida chinesa e lhe dei a fortuna do meu biscoito.
Gibbs: Por que?
Abby: Eu queria que fosse para você.
[Gibbs abre a carteira e retira dela um pequeno papel.]
Abby: A fortuna? Você guardou?
Gibbs: As coisas que você faz significam algo para as pessoas. [beija-a e sai]

Abby: [lendo a fortuna do biscoito] "O novo amigo de hoje é a família de amanhã."

Canary[editar]

Gibbs: Precisamos que nos dê o endereço "UP" dele [o cyberterrorista MC].
Ajay Khan: Eu sei onde vocês podem achá-lo, mas há um pequeno problema. Você nem sabe o que é um endereço IP! Você é um dinossauro, cara.

Ajay Khan: Você está no Twitter, Agente Gibbs? Suas frases nunca tem mais que 140 caracteres.

Abby: Das cinzas, McAbby ressurgirá!

Hereafter[editar]

Gibbs: Ele está sozinho, Ducky.
Ducky: Sim, a morte costuma ter esse efeito.
Gibbs: Não estou falando dele [o cadáver na mesa]. Estou falando do Diretor Vance.
Ducky: Ele precisa de tempo, Jethro. Você sabe disso melhor que ninguém.
Gibbs: O pior vem depois.

Jerome Craig: Leon! É bom vê-lo. Não sabia que você viria fazer uma visita.
Vance: Não estou fazendo uma visita. Vim para trabalhar.
Jerome Craig: Oh, OK. Só me deixe retirar algumas coisas do seu escritório...
Vance: Não precisa. Vou ficar lá em baixo. Com eles.

Tony: Então ele voltou para ficar?
Gibbs: Não sei.
Tony: Mas agora ele não é o Diretor Vance. Então ele é o Agente Vance. Isso faz dele o Novato Vance?
Gibbs: DiNozzo, chega. OK?

Detour[editar]

[Ducky e Palmer estão em fuga, correndo por um bosque]
Palmer: Ah, meu Deus!
Ducky: O quê?
Palmer: Acabei de perceber que esqueci meu aniversário de nove meses de casamento. Breena vai me matar!
Ducky: Sabia que eu tenho uma cardiopatia?

Palmer: Doutor, eu o respeito mais do que qualquer outra pessoa no mundo, por isso perdoe-me por dizer isto: vá se ferrar! Não vou deixá-lo para trás.

Prime Suspect[editar]

Vance: Onde está ele [Gibbs]?
McGee: Hoje é terça, dia que ele corta o cabelo, Diretor Vance.
Tony: Sim, a tigela deve estar saindo da cabeça dele agora mesmo.

Dorneget: [levando um sanduíche para Tony na praia] Nunca pensei que diria isso... Mas eu odeio as Bahamas!

[Vance e Abby encontram Dorneget estudando antigos manuais do NCIS na sala de evidências.]
Vance: Por que está examinando esses velhos manuais?
Dorneget: Estou me preparando para o meu exame GS-11.
Vance: Nós não aplicamos mais esse teste há vinte anos.
Dorneget: Disseram-me que você ia recriá-lo.
Vance: Quem disse?
Dorneget: [percebe que foi enganado] O Agente DiNozzo.
Vance: Dorneget, ele te sacaneou.
Dorneget: Mas a Ziva confirmou!
Abby: É porque ele fez a mesma coisa com ela e ela estudou durante três meses.

Ramsey Boone: [ao ver Abby abraçando Vance] Aqui deve ser um ótimo lugar para se trabalhar.

Seek[editar]

Ziva: Alguma novidade no front das babás?
McGee: Não que eu tenha ouvido. A busca do Vance entra na segunda semana.
Tony: O que deixa seus agentes se sentindo como um bando de freiras esperando pela fumaça branca na chaminé do Vaticano.

Gibbs: Nah, algo está errado. O atirador iria mirar primeiro no cão, não no condutor. Cães acham bombas, salvam vidas. Você remove o cão, ninguém se salva. [A câmera mostra Dex sentado e olhando fixamente para Gibbs.] Por que estou lhe dizendo isso?

[Vance e Ziva conversam sobre a procura de Vance por uma babá.]
Ziva: O que está procurando?
Vance: O básico. Alguém para cozinhar, limpar a casa e levar as crianças à escola.
Ziva: Bem, tenho visto muitas candidatas passarem por aqui. Todas elas pareciam capazes de fazer isso ou mais.
Vance: E qual é o ponto?
Ziva: Acho que há mais alguma coisa. Algo que você receia.
Vance: [coloca a pasta no chão e senta-se no canto da mesa de Ziva] Já que temos uma ligação, David, prometa-me que, quando eu vier lhe oferecer minha perspectiva sobre o que quer que você esteja procurando, você será tão aberta quanto estou prestes a ser.
Ziva: Prometo tentar.
Vance: Eu não sei se estou com medo, mas admito que algo me preocupa. O fato é que contratar uma babá significa que eu estou seguindo em frente. E se estou seguindo em frente, eu me preocupo que a morte de Jackie esteja... não sei, como se...
Ziva: Como se estivesse ficando para trás?
[Vance apenas move a cabeça, concordando.]
Ziva: Bem, então eu sugiro que tome uma decisão, Diretor. Contrate uma babá. Ou não contrate. Mas não deixe ninguém lhe dizer quando você está pronto, ou deve estar pronto, para seguir em frente. Essa decisão é inteiramente sua.

Squall[editar]

Ziva: Cadê o McGee?
Tony: Talvez ele tenha explodido enquanto vinha para o trabalho.
Ziva: Ou talvez tenha tido um encontro ontem à noite.
Tony: Duvido. Isso seria motivo para eu me atrasar.
Ziva: Neste dias, amigo, eu não estaria tão certa.
Tony: Você notou.
Ziva: Sim! Percebi que você está num... hmm... período de seca, ultimamente.
Tony: Como Lawrence da Arábia.

Palmer: Então o Agente Burley era o Agente DiNozzo antes do Agente DiNozzo ser o Agente DiNozzo?

Tony: Estou lhe dizendo, foi mais do que isso.
McGee: Tony, você está deixando sua imaginação dominá-lo. Stan não está flertando com a Ziva.
Tony: Hmm... Eu percebi isso na Itália no ano passado. Burley não está parecendo mais musculoso?
McGee: Stan é um bom cara. Por outro lado, ele sabe que Ziva está vulnerável.
Tony: Ahá! É disso que eu estou falando. Veja, ele pode estar tirando vantagem disso. Como uma águia à espreita de uma pequena, doce, inocente e indefesa israelense.

[Gibbs está interrogando o Almirante McGee]
Almirante: Quem está por trás do vidro? Quem está assistindo?
Gibbs: Está com medo que ele veja você se quebrar?
Almirante: Minha relação com meu filho não é da sua maldita conta.
Gibbs: Você o faz pensar que ele não é ninguém. O único ninguém é você.
Almirante: Você vai respeitar este uniforme!
Gibbs: Responda a pergunta!
Almirante: Este uniforme sustentou a ele, a sua mãe, toda a família!
Gibbs: Por que mentir? Por que evitar a verdade? Por que evita seu filho?
Almirante: [resignado] Está bem. [Senta-se] Estou doente. Ninguém podia saber. Estágio 4. Eu não estava me sentindo bem quando começaram os exercícios. Sabia que Haber estava em serviço, por isso me transferi para o Borealis. Haber me deu algo para a dor... mas ele sabia o que a causava.
Gibbs: E ele ia comunicar à NAVCENT.
Almirante: O sigilo médico-paciente é um pouco diferente quando se trata da segurança nacional. Isso significaria o fim da minha carreira.
Gibbs: É um motivo para manter o Comandante em silêncio.
Almirante: Gibbs... Tenho sido um monte de coisas. Tenho sido um péssimo pai. Fui um filho da mãe. Mas não sou nenhum assassino.
[Do outro lado do vidro, McGee observa chocado. Uma lágrima escorre pelo seu rosto.]

Chasing Ghosts[editar]

Vance: A Segurança Interna ligou duas vezes.
Gibbs: Ziva.
Vance: Sim. Ela está procurando. E nós sabemos o quê.
Gibbs: Não é só ela. Você também está.
Vance: Não, mas se eu começar você será o primeiro a saber.

Morrow [para Vance]: Diga à Agente David para ficar fora disso. Será melhor para todos.

Ziva: Peço permissão para ir à Europa procurar Bodnar. Venho tentando localizá-lo com a ajuda de McGee e de vários contatos.
Gibbs: Eu sei.
Ziva: [surpresa] Você sabia todo esse tempo? Então por que-
Gibbs: Você tinha que estar pronta para me dizer.

Berlin[editar]

[Tony e Ziva estão em uma casa noturna em Berlim, esperando o contato de Bodnar.]
Tony: Vamos dançar? Estão tocando a nossa música!
[Ziva tenta conduzir a dança.]
Tony: Você tem que ser a garota, certo?

[Enquanto dança com Tony, Ziva tem uma lembrança de sua infância quando dançava com seu pai.]
Eli: Minha Ziva, um dia você irá dançar com um homem que mereça o seu amor.

Tony: Bodnar tem contatos em todos os lugares do mundo... [vê Orli Elbaz subindo as escadas] Ou do Universo?
[Obs.: O motivo da citação é que a atriz Marina Sirtis integrou o elenco da série Star Trek: The Next Generation.]

Orli Elbaz: A independência dela [Ziva] ilumina esta sala. Você a moldou bem.
Gibbs: Ela já veio assim.

Vance: Mas entenda que esta é a última concessão que faço ao Mossad.
Morrow: Somos dois.
Gibbs: Três.
Orli Elbaz: Eu entendo.

Ziva: Sabe, eu ainda penso que, se não fosse Orli, as coisas teriam sido diferentes. Eu seria uma pessoa diferente.
Tony: Então é melhor eu encontrá-la antes que ela parta. [segura a mão de Ziva] Para agradecer a ela.

Revenge[editar]

Tony: Ora, vamos! Isso é um pesadelo! O que farei? Estou sem carro. Preciso de rodas! McGee, você vai ter que me levar para casa esta noite.
McGee: Lamento. É assim que você pede um favor?
Tony: E me pegar de manhã cedo.
McGee: Sabia que esta cidade tem um excelente sistema de transporte público? [Tony suspira de frustração.]

[Vance está em sua sala olhando para uma foto de Jackie e as crianças. Ziva, ainda machucada pela luta com Bodnar, entra acompanhada de Gibbs.]
Vance: [com lágrimas nos olhos] Acabou?
Ziva: Acabou.

Double Blind[editar]

Parsons: Agente Gibbs, vocês manipularam evidências e obstruíram a justiça. Você assume toda a responsabilidade pelas ações de sua equipe?
Gibbs: O que você acha?

Tony: Você dormiu com ele [Adam Eschel]?
Ziva: Eu havia ido a Israel enterrar meu pai. Foi um momento de fraqueza. Estava me sentindo sozinha.
Tony: Acho que meu hebraico não deve estar tão bom quanto eu pensava, pois eu me lembro muito bem que, no aeroporto, antes de você partir, eu lhe disse que você não estava sozinha.
Ziva: Sim, você disse.
Tony: Mas parece que tivemos interpretações diferentes.

Abby: Eu sabia que esse cara [Richard Parsons] era um problema. Ele é um McGee do Mal.

Damned If You Do[editar]

[Vance faz uma reunião de todos no elevador]
Tony: Aconchegante.
Vance: Estamos aqui porque o Dr. Mallard achou uma escuta. A questão é: ela é autorizada?
Palmer: Acabei de encontrar esta outra no porta-papel do banheiro feminino. É que estavam limpando o masculino. Normalmente eu não uso o banheiro feminino... Mas o cheiro é bom.
McGee: Como sabemos que não há uma escuta no elevador?
Tony: Não se preocupe, Tim. Estive lá em cima, estilo Hannibal Lecter, está limpo.
Abby: Peço permissão para falar livremente. Queria que não fosse preciso uma crise para ficarmos todos juntos assim. Voto para fazermos reuniões quinzenais no elevador!
Vance: Certo. Pode baixar a mão, Srta. Sciuto.

Chegwidden: Pelos registros do Inspetor Geral, sua equipe não apenas manda pessoas para a cadeia, mas também para o necrotério.
Gibbs: Às vezes.
Chegwidden: Ari Haswari. Agente Michele Lee. Paloma Reynosa. Harper Dearing.
Gibbs: Não havia escolha.
Chegwidden: Sempre há escolha. A pergunta é: essas mortes foram absolutamente necessárias?
Gibbs: Nada que eu não faria de novo.
Chegwidden: Por favor, diga-me que não vai dizer isso no tribunal!

Tony: [Dá um beijo na testa do McGee, ao saber que ele tem uma namorada chamada Delilah.] Estou tão orgulhoso de você!
McGee: Por favor, nunca mais faça isso de novo!

Franks: Sabe, imaginei que você voltaria pra casa depois de clarear a cabeça. Não faz sentido esconder-se quando se está fugindo da realidade.
Gibbs: Ninguém está fugindo.
Franks: Não estou tão certo. Trancar-se naquela cabana.
Gibbs: É um bom lugar para pensar.
Franks: Talvez seja hora de parar de pensar e começar a agir. A menos que esteja com medo de algo. Você continua perdendo pessoas: Shannon, Kelly... Sinceramente, quem será a próxima? Você sabe o que fazer. Admita tudo. Admita que havia boas razões para fazer o que fez.
Gibbs: Tudo o que eu sempre quis foi ser um bom fuzileiro. Um bom marido.
Franks: E você foi. Esse palhaço do Parsons quer lutar. O que você vai fazer?
Gibbs: Lutar.

Vance: Tom Morrow pode ter uma solução. Se a levarmos adiante, tudo pode sumir.
Gibbs: Para todos nós?
Vance: Jogo limpo.
Gibbs: E qual é o truque?
Vance: Isso pode matar você.
Gibbs: Mariscos estragados também.

Ziva: Gibbs, não pode fazer isso sozinho. Tem que nos deixar ajudá-lo.
Gibbs: Ei, esse não é o seu trabalho!
Ziva: Isso não é sobre o meu trabalho, é sobre a minha família!

Tony: Pode não gostar de como isso vai terminar, Ziva.
Ziva: Nunca dependi de finais felizes.

Parsons: Eu dei a seu cliente total oportunidade de assumir a responsabilidade por suas ações. Agora vejo que dar essa chance foi perda de tempo.
Morrow: Sente-se, Parsons, e cale a boca!
Chegwidden: Sempre gostei desse cara.
Morrow: Seu Inspetor Geral acaba de adiar a investigação, com efeito imediato.
Parsons: Isso é loucura, certo? Tenho milhares de documentos prontos para indiciar Leroy Jethro Gibbs!
Vance: Parsons, você precisa saber que a equipe de Gibbs se demitiu e assumiu total responsabilidade pelas acusações.
Parsons: Vai deixar que o encubram?
Capitão Wayne: Uma vez que Gibbs está livre, requisitamos sua assistência imediata.
Parsons: O Agente Gibbs é tão valioso para vocês que vão deixar que isso aconteça?
[O silêncio de todos é a resposta.]

Capitão Wayne: Faça, Gibbs. Faça.
[Gibbs deixa Wayne caído e vai até a janela, onde há um fuzil posicionado. Pela mira do fuzil Gibbs vê vários carros parando na rua em frente. Tobias Fornell desce de um dos carros. Gibbs mira em Fornell. Ouve-se um tiro.]

Season 11[editar]

Whiskey Tango Foxtrot[editar]

Parsons: Eu irei até o fundo disso.
Morrow: Há uma linha no chão, Parsons. Não a cruze.

Parsons: Eu não tenho dúvida que o NCIS está sendo manipulado. Mandar você para cá não foi por causa do Tenente McBride. Foi para afastá-lo de sua equipe.

Parsons: Eu vi pessoas morrerem naquele hotel. Se eu aprendi algo, Gibbs, é que às vezes as pessoas fazem as coisas erradas pelos motivos certos.
Gibbs: Fale por você.
Parsons: Estou falando.

Fornell: É difícil saber em quem confiar agora.
Gibbs: E alguma vez foi fácil, Tobias?

[Abby encontra McGee e Delilah numa lanchonete, e mal consegue controlar os ciúmes]
Abby: Então, McGee, eu vim aqui, depois do show de horror de ontem à noite, para me certificar de que você está bem. Eu tinha a sensação de que você não viria.
McGee: Abby, eu não sou mais um agente.
Abby: Você sempre vai ser um agente, McGee! Eu também queria dizer que Gibbs foi levado para fora da cidade.
McGee: Fora da cidade onde?
Abby: Uhm... Podemos confiar nela?
Delilah: Meu certificado de segurança é mais alto que os de vocês.
Abby: Como Mata Hari.

[Parsons entra na sala do esquadrão, para espanto de Tony e McGee]
Gibbs: Yeah, ele está bem. [dá um tapa na cabeça de Parsons]
Parsons: [constrangido] É bom ver que vocês estão vivos e bem. Olhem, eu sinto muito sobre o --
McGee e Tony: Quero meu distintivo de volta!

[Tony conversa por chat com Ziva, que está em Israel.]
Tony: No que está pensando?
Ziva: Neste momento, em você. E em milhões de outras coisas.
Tony: Quer companhia?
Ziva: Sim.
Tony: Conte até um milhão. Estou indo.

Past, Present and Future[editar]

Gibbs: Pode transferir isso para o McGee?
Abby: Bem, eu não posso transferir, Capitão Kirk, mas posso mandar lá para cima.
Gibbs: Capitão quem?

Tony: É muito impressionante. O Mossad tem olhos por toda a cidade.
Orli Elbaz: Por todo o mundo, Agente DiNozzo. Ver é o nosso trabalho.

McGee: [lendo o desejo de infância de Ziva] "Eu serei uma bailarina." Não entendo. Essa é Ziva. Não deveria ser uma ninja, ou algo assim?
Tony: Aparentemente, houve uma fase pré-feroz.

Deena Bashan: Por que ela deveria ter o homem que ama se ela tirou o meu [Ari] de mim?
Tony: Eu vou encontrá-la!
Deena Bashan: Ziva se foi, Agente DiNozzo. Quando ela me deixou naquela noite ela não era mais a mesma pessoa.

Ziva: Por que você veio?
Tony: Você me convidou.
Ziva: Isso foi antes.
Tony: Antes do quê?
Ziva: Você não devia ter vindo.

Tony: Não precisa fazer isso sozinha. Volte para DC comigo.
Ziva: A primeira coisa da lista era: vou deixar o distintivo.
Tony: Não estou falando do NCIS. Você pode empacotar compras, eu não me importo. Apenas volte para casa. Eu só… quero que volte para casa comigo.

SecNav Sarah Porter: Agente Gibbs, com a sua reputação eu esperava que Parsa fosse eliminado há muito tempo. Então diga-me, por favor: que tipo de ajuda eu não estou oferecendo?
Gibbs: Influência.

Fornell: Não posso acreditar que você atirou na minha bunda!
Gibbs: Foi de raspão. Superficial.
Fornell: Mas foi na bunda!

Tony: Ainda há tempo para mudar de ideia. [Ziva fica em silêncio] O que eu vou dizer ao pessoal?
Ziva: Diga que você estava certo. Eu preciso recomeçar.
Tony: OK. Nós dois sabemos que isso não vai ser o bastante para Abby.
Ziva: Diga a ela que eu estou... honrando o Gibbs.
Tony: Gibbs?
Ziva: "Pare isso por ele."
Tony: [entende] É claro. Gibbs.
Ziva: Quero que ele se orgulhe de mim. Ele me ensinou a seguir meu coração. E eu sei que preciso... [pausa] Preciso fazer isso sozinha. Tenho que me desligar de tudo, senão serei puxada de volta para onde comecei. Diga isso a Abby. Ela vai entender.
Tony: Direi. E quanto ao Gibbs? Vai ligar para ele?
Ziva: Não sei.
Tony: Você precisa ligar para ele.
Ziva: Não sei se consigo.
Tony: Vai ficar tudo bem. Você sabe, no telefone ele é totalmente mudo. Nem vai perceber que ele está do outro lado. Ele é um bom ouvinte.
Ziva: [sorri entre lágrimas] Tony, você é tão...
Tony: Bonito? Engraçado? O quê?
Ziva: Amado.

Tony: É a pior meia-volta da minha vida.

[O celular toca. Gibbs toma um gole de cerveja, respira fundo e atende.]
Gibbs: Olá, Ziver.

Under the Radar[editar]

McGee: Vamos colocar uma foto do avião do Keith no Twitter e pedir aos fãs do grupo que fiquem de olho.
Abby: E quem o vir poderá tuitar a localização pelo hashtag #EncontreEsteAvião.
Gibbs: O que é um hashtag?

Tony: Hashtag #IssoPodeFuncionar, chefe.

Anonymous Was a Woman[editar]

Tony: [para Palmer] Estou zangado com você e vou ficar muito mais zangado em cinco, quatro, três- [Palmer foge correndo]

Tony: É evidente que você está procurando um substituto [para Ziva].
Gibbs: Motivo?
McGee: Não sei. Talvez você ache que nós precisamos de ajuda. Três é o número mágico, quem sabe? Mas nós não precisamos de mais ninguém, chefe. E não queremos mais ninguém.
Gibbs: Estou falando do assassinato.

[Gibbs sai sozinho e desarmado para enfrentar quatro afegãos que pretendem incendiar o abrigo. McGee e Catherine observam de dentro.]
Catherine: Ele vai se matar!
McGee: Acho que vou morrer de ataque cardíaco antes dele.

Susan Grady: Vocês se importam mesmo. Com o trabalho, mas também uns com os outros.
Tony: Bem, às vezes isso é um saco.

Franks: Você perdeu todo o resquício de decência humana? Isto não é um jogo! É a vida ou a morte para aquelas mulheres.
Gibbs: Você não sabe disso.
Franks: O inferno que não! Essas meninas estão em perigo, mesmo nos abrigos! E quando os EUA terminarem sua retirada militar, será o fim para elas. Olhe para elas. Olhe para seus rostos.
Gibbs: Eu sou um agente federal, não posso dar apoio a uma operação de contrabando de pessoas.
Franks: Quando você começou a se preocupar com as regras?
Gibbs: Minhas regras!
Franks: É? Quais?
Gibbs: Regra 10: nunca se envolva pessoalmente em um caso. Regra 14: entorte a linha, não a quebre. Tráfico de seres humanos quebra.
Franks: Você já se envolveu uma vez! Ou não se lembra como Leyla e Amira chegaram aqui?
Gibbs: Como você escolheria, Mike? Huh? Quem você escolheria? Você pode começar isso, mas como iria parar? Você não é Deus!
Franks: Ele não está ligando para isso.
Gibbs: Não posso fazer isso. Não posso.

Once a Crook[editar]

Tony: Eu pareço estar bem para você?
Ducky: Nitidamente melhor do que o último ocupante dessa mesa.
Tony: Eu não consigo dormir, Ducky. Desde...
Ducky: A ausência dela é difícil para todos nós, Tony.
Tony: Eu não disse-
Ducky: Nem precisa dizer.
Tony: Tudo o que sei é que estou começando a ver coisas. Pessoas... que não estão mais lá.
Ducky: Bem, você está falando com alguém que conversa com os mortos.

Tony: É muito interessante. Ninguém fala o nome dela. Já reparou? É como se ela estivesse morta. Toda vez que eu olho para aquela mesa, toda vez que eu fecho meus olhos... Eu me sinto como se tivesse cometido um erro. Tomado a decisão errada. Mas a decisão não foi minha. Então provavelmente eu estou errado em achar que Anton seja inocente nisso tudo.
Gibbs: Eu confio em você em qualquer tempo.

Gibbs: Tem algo para mim, Abs?
Abby: [mostra Delilah trabalhando no laptop] Ela desceu aqui há uma hora e pediu para olhar o computador do Suboficial Wells. Ela era toda "por favor" e "obrigado". Ela me trouxe isto [Caf-Pow!].
Gibbs: Ela só está tentando ser gentil.
Abby: Eu sei. Isso está me assustando, cara.

Oil and Water[editar]

Abby: [quando Gibbs e Borin entram no laboratório] Gabbs, Gabbs, Gabbs, Gabbs, Gabbs! É para economizar tempo.

[McGee e a SecNav conversam quando Gibbs chega]
McGee: Chefe, não o vi chegar. Deve querer saber o que estou fazendo?
SecNav Porter: Só estávamos discutindo sobre nossa história acadêmica em Boston.
McGee: MIT e Harvard.
SecNav Porter: Com licença. Obrigada pela viagem pela memória, Tim.
McGee: De nada, Senhora.
Gibbs: [depois que ela se afasta] O que você descobriu?
McGee: Muita coisa, na verdade. Ela escrevia para o Crimson, foi membro do clube de debates, formou-se com distinção...
Gibbs: Sobre o caso, McGee!

Borin: Semper Fi, Gibbs.
Gibbs: Semper Paratus, Borin. [Nota: Semper paratus ("sempre pronto") é o lema da Guarda Costeira americana.]

Better Angels[editar]

Jackson: Walter, nada pode compensar as vidas que você tirou. Nós dois sabemos disso. Mas o que você fez foi mais do que você sabe. Você tornou possível o meu garoto, Walter. E ele ajuda as pessoas, Walter. Ele é um bom homem. Ele é a melhor pessoa que eu conheço.

Gibbs: Não há uma maneira certa de ser seu filho.
Ducky: Assim como não existe uma maneira certa para você agir como seu pai. A dor de ver a idade dos pais é diferente de qualquer outra. Lembro-me vividamente a primeira vez que minha mãe precisou de ajuda para escovar os cabelos.
Gibbs: É o contrário.
Ducky: Ele certamente se sente assim. Mas no final, bem, é simplesmente a vida.

Jackson: O importante é que nós dois éramos pilotos. Éramos irmãos lá em cima. Éramos iguais. Éramos todos iguais. E estávamos lutando um contra o outro. Walter contou-me que me salvou naquele dia porque ele queria lembrar a si mesmo quem ele era. Ele está morrendo, e tudo o que ele consegue ver são as pessoas que matou por ideias que não eram suas. Ele não consegue se perdoar.
Gibbs: Isso não é algo fácil de se fazer, pai.

Alibi[editar]

McGee: Você não vai arrumar um carro novo?
Tony: Bem, em primeiro lugar, eu nunca compro carros novos. Em segundo lugar, eu preciso de algo que acenda minhas paixões. É como uma mulher: eu preciso me apaixonar antes de me comprometer.
McGee: Você nunca se comprometeu com mulher alguma.

Tony: Qual é a graça?
McGee: Era a Holander do RH. Ela jura que viu você esta manhã no portão principal descendo de um ônibus.
Tony: Sim, era eu mesmo. Olhe, eu ria de você no passado por andar de ônibus, mas tenho que admitir que eu estava errado. Estou usando o transporte público, e eu realmente gosto disso.
McGee: Você está brincando.
Tony: Não. Eu tenho tempo para ler, fazer algumas chamadas. E o melhor de tudo, eu comecei a observar as pessoas. Pessoas são fascinantes.
McGee: OK, Tony. Eu nem sei exatamente o que sou agora. Mas eu conheço você, e esse não é você.

Tony: Notou algo diferente sobre a Carrie, Chefe? Está sem aliança. Eu lhe disse que aquele marido era um mala.
Ducky: [olha confuso para Tony] Um mala?
Gibbs: Algo inútil que você tem que carregar.
Ducky: Ah.

Gut Check[editar]

Tony: Você leu algum livro sobre como desarmar caras maus?
Ellie Bishop: Três irmãos mais velhos.

Abby: Ainda estou surpresa por você saber desenhar. Não tão bem quanto a Kate, mas é bom.
Ellie Bishop: Quem é Kate?
Abby: Isso levaria várias horas e uma caixa de lenços inteira.

Tony: [preparando-se para revistar a SecNav] Levante os braços, por favor, Madame. Lembre-se que eu tenho bocas para alimentar. Dois peixes dourados. Eu sou o único sustento deles. Eles são muito fofos.
SecNav Porter: Relaxe, DiNozzo. Estou tão ansiosa com isto quanto você.

Gibbs: Você esqueceu algo.
Bishop: Isso não é meu.
Gibbs: Seu nome está nele.
Bishop: Minha ficha de inscrição do NCIS de anos atrás!? Antes do meu trabalho na NSA. Como sabia disso?
Gibbs: Seu nome pareceu familiar, então pesquisei os arquivos.
Bishop: Por isso você me levou junto hoje. Você joga xadrez também.
Gibbs: Quero saber se você ainda aceita um desafio.
Bishop: Por quê?
Gibbs: Quero tê-la por perto. Trabalho conjunto.
Bishop: O quê??

Devil's Triad[editar]

[Gibbs e Tony abrem a porta do quarto e encontram Diane na cama]
Tony: Engraçado, ela parece a sua ex-mulher.
[Fornell sai pelado do banheiro]
Fornell: Bem, podem me amarrar e me chamar de Loreta.

Fornell: Os peitos dele são maiores que os da Diane.

Bishop: O que houve? Fiz alguma coisa errada?
Tony: Não, você acabou de passar pelo seu primeiro teste. Rhoda de RH. Ela é uma lenda.
McGee: Mas não se anime muito. Ainda tem que passar pelo polígrafo.
Bishop: Tenho que passar por outro polígrafo?!
Tony: Uh-hmm. Então tudo que você tem a fazer é sobreviver ao Agente Especial Leroy Jethro Gibbs. Se você ainda não ouviu, o homem-
Bishop: [em voz baixa] Ele está chegando atrás de você agora mesmo.
[Gibbs passa por trás de Tony e McGee e vai para sua mesa.]
McGee: Você não devia ter feito isso.
Bishop: O que eu fiz agora??
Tony: [sorridente] Ganhou um amigo.

McGee: Sabe, é difícil de imaginar a mesma mulher gostando do Fornell e desse Eddie. Mas talvez Diane gostasse dele por que ele não é o Fornell.
Fornell: [aparecendo de surpresa por trás do McGee] É melhor deixar a psicoanálise para o Ducky. [ameaçador] Se quer continuar respirando.
McGee: [para Bishop] Você devia ter me avisado.
Bishop: Você disse que eu não devia fazer isso!

Gerente: Gostariam de algo para beber?
Gibbs: Não. Eu estou bem.
Diane: Eu aceito uma água. Com um canudo, duas pedras de gelo e três fatias de limão.

Diane: Vocês são amigos agora?
Gibbs: Sim. Estamos pensando em formar um clube.
Diane: É? Então ouçam, rapazes. Eu sei alguma coisa sobre cada um de vocês, que vocês não gostariam que ninguém mais soubesse. E eu tenho uma conta no Twitter.

Abby: Gibbs, Gibbs, Gibbs! Eu invadi o celular do suspeito. Está lotado de mensagens picantes dele para a ex-mulher do Fornell.
[Fornell olha para uma envergonhada Diane]
Abby: Eu quero dizer, esse material é mais quente que "Cinquenta Tons de Cinza". Você tem que ver isso- [só então percebe Fornell, Diane e Emily] Fornell, ex-esposa, filha. Oops.
[Fornell corre para o laboratório de Abby]
Diane: [corre atrás de Fornell] Volte aqui ou eu vou quebrar todos os computadores daquele laboratório!
Abby: [corre atrás de Fornell e Diane] Não toquem nos meus bebês!
Emily: [para Gibbs] Posso pedir asilo?

Tony: Heh. Abs, espero que você tenha dito ao Gibbs para vir sozinho, porque a cabeça do Fornell explodiria se ele visse essas mensagens.
Fornell: [entra perseguido por Diane] Então é bom arranjar um esfregão!
Diane: Tony, se você dá valor à sua vida desligue esse computador agora mesmo!
Fornell: Toque nessa CPU e eu acabo com você!
Tony: Não consigo ouvir vocês... Estou com sinusite. Tenho que ir buscar meu pote de remédio. [sai correndo]

Ducky: [analisando uma radiografia] O fragmento passou pelo acetábulo, voou até a crista ilíaca...
Palmer: Antes de sair abaixo do cóccix. Estou dizendo, Doutor, isso é incrível!
Bishop: Deixem-me adivinhar. Teoria da bala mágica de Kennedy?
Palmer: Não. Na verdade, é a bunda do Agente Fornell.

Fornell: Se você tocar num fio de cabelo da minha filha, que Deus me ajude, eu vou encontrá-lo e arrancar seus olhos da sua cara e enfiá-los tão fundo na sua garganta que você vai precisar de um proctologista para ler o jornal!

Homesick[editar]

Palmer: Então não vou ter filhos.
Abby: Ok, Jimmy, chega! Desculpe-nos, Diretor, mas deu alguma coisa no Sr. Palmer e eu gostaria de tirá-la agora.
Vance: Bem, não me deixe interferir.
Palmer: Abby, ouça-
Abby: Não! Ouça você. Sabe o que é contagioso durante as festas? Otimismo! O otimismo é contagiante. Otimismo e alegria ... e alegria e...
Carol: Bondade.
Abby: Bondade.
Carol: E cortesia.
Abby: E caridade.
Carol: Generosidade.
Abby: E a gratidão.
Carol: altruísmo.
Abby: Compaixão.
Carol: Perdão.
Abby: O perdão é enorme.
Carol: Bondade.
Palmer: Você já disse bondade.
Carol: Eu gosto de bondade.
Abby: E a fé, Jimmy. Fé. A fé é contagiante. A vida nem sempre é perfeita, sabia? Mas às vezes as coisas funcionam muito melhor se você apenas tiver fé.

Kill Chain[editar]

Bishop: Ainda temos um suboficial morto e um drone desaparecido. Nós não deveríamos, sabe, investigar?
Tony: Este é o nosso procedimento, Bishop. Você tem seus fones de ouvido e metáforas de xadrez, nós temos isto. Não bata nele.

Vance: Não me diga que ela [Hollis] é uma de suas ex-esposas.
Gibbs: Quase.

Hollis Mann: Foram seis anos. Você deve ter algo a dizer.
Gibbs: Não, não. Eu estou bem.
Hollis Mann: Hmmm. 
Gibbs: Se você quer conversar, vá com o DiNozzo.

Abby: Oh, bu hu. Minha namorada supergostosa e super-inteligente gosta tanto de mim? McGee, isso não é sobre espaço, é sobre você sentir medo. Medo de que as coisas não estejam indo bem, e alguém pode se machucar, e então você tem que lidar com essas emoções confusas. Delilah é a melhor coisa que já lhe aconteceu. Você não pode se proteger de tudo!

Double Back[editar]

[Tony e Bishop conversam enquanto Gibbs vasculha o beco]
Bisphop: Então estamos procurando uma bala porque...?
Tony: Ela atingiu um cara. Pode haver DNA nela.
Bishop: Do Parsa?
Tony: Não, do motorista.
Bishop: Sério? Como você conseguiu entender isso?
Tony: Bem, é como Na Montanha dos Gorilas. Você começa a entender os grunhidos.

Abby: ["falando" com a evidência] Realmente, Benham Parsa. Você pensa que pode simplesmente deixar-nos uma bilhete e fugir? Eu sei. Que tal eu escrever um bilhete para você? Caro Benham Parsa, você pode beijar meu- [Gibbs entra] Hey Gibbs! Eu tenho coisas para lhe dizer!

[Dra. Rachel Cranston entra na sala do esquadrão e vê Bishop sentada no armário atrás de sua mesa]
Bishop: Você conheceu a agente que se sentava aqui antes?
Dra. Cranston: [sorri e acena com a cabeça] Conheci as duas.
Bishop: Bem, não precisa me dizer. Está muito claro que eu estou olhando para algo gigantesco... impreenchível.
Dra. Cranston: É verdade. Mas acho que as duas mulheres que se sentaram aí diriam a mesma coisa. Quando se trata de crescer, não há melhor lugar para uma mesa do que junto dessas três. [olha para as mesas de Gibbs, Tony e McGee]

McGee: Eu devia estar aqui quando você acordou.
Delilah: Você está aqui agora.

McGee: Chefe... Poderia sentar-se aqui comigo?
[Gibbs senta-se ao lado de McGee. Ambos ficam em silêncio.]

Monsters and Men[editar]

Tony: [dirigindo-se às pessoas na fila de embarque] Que isso sirva de lição para todos aqui: quando nós dizemos "nada de líquidos a partir deste ponto", estamos falando sério!

Gibbs: Não gosto que as pessoas mintam para mim!
Bishop: Eu não menti. Você nunca me perguntou especificamente sobre minha ligação com o caso Parsa.
Gibbs: Estou perguntando agora, Bishop. O que você não me contou?
Bishop: Os detalhes de atribuição na NSA são compartimentadas. Não posso lhe dizer nada sem autorização.
Gibbs: Não pode me dizer? Ou não vai me dizer?
Bishop: Isso não é relevante na situação atual.
Gibbs: A minha situação, Bishop, é que eu não trabalho com pessoas em que não confio!

Tony: Estou tendo recordações de minha infância. Os almoços de domingo com meu pai e as madrastas 2 e 4.
McGee: O que vamos fazer?
Tony: O mesmo que eu fazia quando era criança. Ficar de cabeça baixa, esperar ser liberado, ir para o quarto e brincar sozinho.

Parsa: Há uma coisa que eu sempre quis saber: o que a fez me escolher anos atrás? Como descobriu o caminho que eu segui?
Bishop: A resposta é a mesma de como eu rastreei você. [Entrega a Parsa a foto de seus pais] Sempre foi por causa deles. Escolhi você porque percebi que a morte deles deixou um vazio que você não poderia preencher. Eu vi um garoto assustado e zangado usando a violência pra encobrir sua dor. Nunca foi por dinheiro ou religião. Era para não se sentir sozinho.

Gibbs: Bem vinda a bordo, novata.

Bulletproof[editar]

Tony e McGee: Novataaa!!!
McGee: Quando nós chamarmos, normalmente isso significa que você vem até nós.
Bishop: No começo, "novata" soava agradável e bonito. Agora não é mais.
[...]
Bishop: Isso tudo é parte do tal trote de novata, huh?
Tony: Não é trote.
McGee: É parte do trabalho.

[Gibbs, Tony e Bishop estão vendo fotos da cena do crime na tela do computador]
Tony: Mas nós descobrimos que, além de sujeira e espaços apertados, Bishop também é boa com alturas. [exibe uma foto de Bishop subindo por uma escada]
Bishop: [irritada] É mais um trote, parece.
Gibbs: Não. Tudo isso é parte do trabalho.

Abby: Eu creio em mágica, oração e lógica igualmente. Isso é infantil?
Benson Honeycutt: Não. Isso é impossível.

Delilah: Já que estão aqui, eu gostaria de lhes agradecer por terem acabado com aquele maldito covarde e bastardo Benham Parsa.
Tony: Sabe, é exatamente esse o nome na certidão de óbito.

Delilah: Os rapazes mandaram você esperar a resposta, não é? Trote de novata?
Bishop: Duas garotas - provavelmente eles acharam que conseguiríamos resultados mais depressa.
Delilah: E eu estou numa cadeira de rodas. Pontuação em dobro!

Bishop: Posso fazer uma pergunta?
Gibbs: Uh-hmm. Já fez.
Bishop: Você foi um atirador. Como fazia isso?
Gibbs: Puxava o gatilho.
Bishop: Certo.... [pausa] Mas.. no que pensava quando estava fazendo mira?
Gibbs: Em acertar o alvo, Bishop.

Bishop: Minhas costelas estão machucadas. Não consigo respirar. É parte do trabalho.
Gibbs: Não. Mas a papelada é.

Dressed to Kill[editar]

DiNozzo Sr.: Encontrei a minha alma gêmea. Eu vou me casar!

Tony: Não seja estúpida, novata. Eu posso tornar a sua vida miserável. Pergunte ao McGee.
Bishop: Nós vimos o seu pai no hotel com uma mulher.
Tony: E?
Bishop: Ela era muito bonita.
Tony: E?
Bishop: Muito jovem. E muito grávida.

Palmer: Eu sempre fui fascinado por detetives particulares.
Ducky: Sim? Eu arriscaria que você foi influenciado pelos grandes detetives da literatura britânica. Sherlock Holmes, Jane Marple. Todos eles eram inteligentes, cultos, articulados, refinados. Não obscuros e aéticos como este desprezível, canalha...
Abby: Eu gosto do Ace Ventura.
Ducky: Quem??

Rock and a Hard Place[editar]

Palmer: Acho que você ouviu?
Gibbs: Hum hum.
Palmer: É, ela só viu o bebê e... Eu acho que ela sentiu o mesmo que nós sentimos quando o vimos pela primeira vez. Não posso culpá-la por isso, certo?
Gibbs: Você deveria ir para casa.
Palmer: Sim, eu vou. Breena e eu, nós só queríamos colocar tudo aquilo para fora de casa. Sabe, nós queremos devolver tudo o mais rápido possível.
Gibbs: "Nós"?
Palmer: Eu. Ela está sofrendo muito, mas ela é muito mais forte. Ela está pronta para tentar novamente. E eu - eu me sinto como se não pudesse respirar. Nunca me senti tão mal em minha vida, Gibbs.
Gibbs: Bem, espere só até que sejam 3 da manhã e seu filho esteja com 40 graus de febre. Você está apenas começando.
Palmer: Esse é o ponto. Eu não estou começando, sabe? Talvez eu nunca comece.
Gibbs: Bem, então lute por isso, Palmer! É isso o que você faz. Você luta por sua família. E, às vezes, você luta como um louco apenas para ter uma.
Palmer: Você quer que eu lute, mas eu sinto como se tivesse lutado dez rounds com Joe Louis.
Gibbs: Você quer ser um pai, Palmer? Porque agora mesmo, isso é ser um pai.
Palmer: Talvez eu não esteja pronto.
Gibbs: Você não se sentiria como se sente agora, se não estivesse pronto.

McGee: [vê Ducky, Palmer e Bishop tentando instalar uma cadeirinha de bebê no carro de Palmer] Há quanto tempo eles estão aí?
Abby: [suspira] Quase uma hora. Eu ouvi Ducky xingando... Bom, eu acho. Não estou familiarizada com palavrões britânicos.

Crescent City: Part 1[editar]

Bishop: Eu nunca fico bêbada.
Tony: [incrédulo] Desculpe, eu não entendi o que você disse!
Bishop: É fisicamente impossível para mim. Eu tentei na faculdade. Não consegui. Pergunte ao meu marido.
Tony: Há uma porção de coisas que eu quero perguntar ao seu marido.

[Gibbs desliga o elevador]
Pride: Você roubou isso de mim! Era eu quem parava os elevadores.
Gibbs: Roubei, o caramba!

Vance: O Agente Especial Barkley está mandando pessoal extra para Louisiana para colaborar. Um especialista em interrogatórios, para ser exato.
Pride: Não precisamos. O Agente Lasalle e eu podemos interrogar um suspeito muito bem.
Vance: Recentes falhas em sua técnica sugerem o contrário.
Pride: Eu só esmurrei o suspeito uma vez.
Vance: Uma foi o suficiente.

Pride: Laissez les bon temps rouler.
Gibbs: Deixe os bons tempos rolarem. [Nota: trata-se de uma expressão comum em New Orleans]

Abby [quando Tony, McGee e Fornell entram no laboratório] : TMF!
McGee: Federais demais? [em inglês: "Too Many Federals?"]
Abby: Tony, McGee e Fornell!

Crescent City: Part 2[editar]

[Tony recebe pelo correio uma caixa contendo um boneco de vodu]
McGee: É um boneco de vodu que se parece com você. Até o sorriso falso. O que diz o bilhete?
Tony: O pequeno Tony lhe trará boa sorte e felicidade. Isso não é engraçado. Não há nada engraçado sobre vodu, desde que eu assisti “Com 007 Viva e Deixe Morrer” quando era garoto.
McGee: É só um brinquedo, um boneco recheado.
Tony: O Chucky também.

Brody: Você sempre começa seus dias em um bar?
Lasalle: Aqui é New Orleans. Pode ser dia claro, mas a noite ainda é uma criança.

Dra. Wade: Esta cidade entra mesmo no seu DNA. Eu voei para cá para uma visita em 97. Ainda tenho a passagem de volta.

Pride: Há coisas em que você confia quando se vive em Louisiana. Confia que o rio vai encher, que as pessoas vão enfrentar isso, não importa qual o desafio. Confia que a chuva nunca irá parar de cair, que as bebidas nunca irão parar de fluir e música nunca vai parar de tocar. Depois de todo o inferno que você passa por viver aqui, você confia em Deus todo-poderoso, e você confia em seus amigos e parentes. Todos esses anos, o homem que eu chamei de meu irmão estava vivendo uma mentira e eu aceitei isso, como um isca no anzol.
Gibbs: Agora você sabe a verdade.

Page Not Found[editar]

McGee: Você só voltou ao seu trabalho há uma semana. Talvez seja melhor ir devagar.
Delilah: Ir devagar??
Gibbs: Delilah, o que ele está dizendo é que você deve nos deixar checar primeiro. Certo, Tim?

Samson: Eu só corri para manter as aparências. Os socos falsos foram uma ótima ideia.
Tony: Eram socos de verdade.
Samson: Isso é engraçado. Eu gosto de você.

Delilah: Com este caso, ele pensa que estou tentando perder meu emprego, mas não estou. Pelo contrário. Estou tentando provar que eu posso fazer mais, ir em frente.
Tony: Eu posso entender isso.
Delilah: Porque há um cargo vago de analista sênior em Dubai.
Tony: Dubai não é aqui.
Delilah: Eu sei. O que me leva a outra coisa que preciso contar ao Tim.

Agente Brisco: Sei que vocês tem um sabor amargo da CIA. Sabor de Trent Kort.
Vance: Você conhece Trent Kort?
Agente Brisco: Não, mas é sempre ele. Eu não sou como Kort. Eu tenho cabelos.

Tony: Você não é mesmo como Kort. É muito pior. Ele nunca escondeu que é um verme.

Delilah: Desde o acidente eu me sentia como um serrote, indo e voltando. Normal, não normal. Mas entendi que o normal mudou porque eu mudei. Uma tela de computador numa sala escura não é mais o que eu quero.

[McGee está tirando o HD do laptop de Troutman quando ele começa a acordar]
Troutman: [zonzo] Quem são vocês?
Palmer: Não se preocupe. Ele está totalmente chapado.
Troutman: Espere. Eu conheço você.
McGee: Jimmy?
Palmer: Ou não.
Troutman: Há filhotes de chinchila violentos aqui também?
McGee: Havia.
Troutman: Não!
McGee: Mas nós nos livramos deles.
Troutman: Deus o abençoe. [adormece novamente]

Alleged[editar]

Vance: Então, por que a vítima está negando [o estupro] agora?
Cabot: Pode escolher, senhor. Vergonha, medo, perda de status.

[Tony e Bishop descobrem que McGee havia quebrado a dieta]
Tony: Há quanto tempo?
McGee: Só desta vez... OK, foi o tempo todo. Tenho trabalhado até tarde. Estava fraco.
Tony: Eu não sei mais quem você é.
McGee: Espere, por favor. Eu tenho outro aqui. Tome. É seu.
Tony: Não pode me comprar com seu pepperoni. Eu quero bife! Creme de espinafre! E batatas fritas!
Bishop: Posso entrar nessa?
McGee: Sim, absolutamente. Bife para todos, por minha conta. Vamos!

[Tony e Bishop estão investigando em um bar quando um velho bêbado se aproxima]
Bêbado: Ei cara, posso dançar com a sua filha?

[Wexler parte para cima de Gibbs e Cabot o detém com um golpe certeiro na garganta]
Gibbs: Estava guardando esse, Mo?
Cabot: [satisfeita] Você nem faz ideia.

Shooter[editar]

McGee: Aaah! Deus, o que é isso?
Christopher: Urina de gato orgânica purificada e certificada, e odor corporal.

[McGee está disfarçado como um sem-teto para uma investigação]
McGee: Eu não vou passar a noite aqui, Tony. Estou com frio e morrendo de fome.
Tony: Eu lhe diria para entrar no carro, ainda sobrou um pedaço de pizza. Mas não podemos estragar seu disfarce, cara.
McGee: Estou aqui há horas e não cheguei a lugar algum. Ninguém o vê há dias. Acham que se mudou.
Tony: Não desista. Rapaz, está quentinho neste carro.

Gibbs: Há vários programas de ajuda para veteranos, Doc. Eu me pergunto por que Durbin estava morando nas ruas.
Ducky: Recentemente eu li um relatório do HUD. Eles estimam que toda noite entre 50 e 60 mil homens e mulheres que serviram estão morando nas ruas ou em abrigos.

Emma: Posso te pedir um favor?
Abby: Yeah.
Emma: Poderia cuidar do Dave por um tempo?
Abby: Claro! Por quê?
Emma: Meus pais me mandaram uma passagem de ônibus para Nebraska.

The Admiral's Daughter[editar]

Tony: Oui, oui, monsieur. Je suis Agente muito Especial DiNozzo.

McGee: O que você ganha se chutar um cachorro? Uma viagem para o Havaí?
Tony: Morte pela Abby.

Abby: Às vezes eu amo meu trabalho. E às vezes tenho que rastejar dentro de um tanque séptico gigante.
Gibbs: Bem, poderia ser pior.
Abby: Como?
Gibbs: Eu poderia ter que ir lá com você.

Bishop: Tudo o que sabemos com certeza é que ele esteve na faculdade com Amanda Kendall. Seu assassinato poderia ser uma coincidência.
Gibbs: McGee.
McGee: Regra 39, Bishop.
Bishop: Certo. Não existe isso de coincidência. Eu já conhecia essa.

[Palmer mostra a Tony a mensagem figurada que Breena havia lhe mandado]
Tony: Palmer, isto é um pão e isto é um forno. Faça as contas!
[Palmer finalmente entende a mensagem e sorri]

Honor Thy Father[editar]

Abby: Cabelos, cabelos, cabelos!
McGee: [para Bishop] Ela realmente adora quando há cabelos.
Abby: Adoro, porque um fio de cabelo vale mais que mil palavras.

Abby: Então, McGee, você não verifica mais o seu e-mail?
McGee: Por quê? Você me mandou alguma coisa?
Abby: Sim, uma imagem de satélite!
McGee: [checa seu e-mail] Abby, este e-mail só chegou há dois minutos.
Tony: Dois minutos são dois anos no tempo da Abby. Você sabe disso.

Bishop: Quando minha avó morreu, o que me ajudou foi só falar dela. Talvez vocês possam me contar como Jackson era.
Abby: Ele dava os melhores abraços.
McGee: Ele era o único que podia dar aquele “olhar Gibbs” para o Gibbs.
Tony: Com aqueles olhos azuis gelados.

Vance: Guarde isso.
Tony: Ah. Desculpe-me senhor. Já vou guardar. Eu só ia chamar-
Vance: Eu sei o que você está fazendo, Agente DiNozzo, e eu disse para parar.
Tony: Com o devido respeito, senhor, mas eu acho que o Gibbs iria querer ser informado.
Vance: Informe-o e ele estará de volta a esta mesa antes do almoço.
Tony: A chamada é dele.
Vance: Não, é minha. Gibbs precisa de tempo. É meu trabalho assegurar que ele o tenha.
Tony: Se fosse qualquer outro eu concordaria, senhor, mas Leroy Jethro Gibbs?
Vance: Pode cuidar disso ou não?
Tony: Claro que sim.
Vance: Bom. Então informe sua equipe, Agente DiNozzo: Gibbs fica onde ele está. Nenhum contato. Estamos entendidos?
Tony: Claro como um sino, senhor.

Ducky: Crianças? No plural? Você e Breena estão esperando gêmeos?
Palmer: Eu pensei que havia lhe dito, doutor. Assim que nós descobrimos que estamos grávidos, decidimos que era um sinal de que nós devemos ter dois. Então, sabe, nós iremos adotar um segundo.
Ducky: E por que não um terceiro ou um quarto? Dois meninos e duas meninas! Estou vendo isso agora. Você e Breena com uma fila de patinhos seguindo atrás!
Palmer: Eu consigo ver também.

Alejandro Rivera: Você acha que eu sou sujo? Acha que meu pai era sujo?
Gibbs: Pode apostar que sim.
Alejandro: Ele tirou sua família, mas ainda era o meu pai. Ele me ensinou a manejar o bastão. Disse-me que eu poderia ser um homem melhor do que ele era. E você o tirou de mim. Você me transformou nisto.
Gibbs: Você escolhe o que será sem ele.
Alejandro: Sim, eu escolho. Escolho pensar a cada dia em meu pai. Escolho pensar em minha irmã [Paloma Reynosa]. E a cada momento que resta, escolho pensar em você morto.

Vance: Eu estava respeitando sua situação, Gibbs. Não vamos transformar isso em outra coisa.
Gibbs: Não preciso ser tratado.
Vance: Sua mente não está aqui.
Gibbs: Não me diga onde minha mente está. Eu estou aqui, Diretor. Eu estou nisto.
Vance: O que você me disse quando Jackie morreu? O que disse que eu devia fazer? Eu me afastei por dois meses.
Gibbs: Era diferente.
Vance: Só faz meio dia, Gibbs. Ele era seu pai.
Gibbs: Ele era, mas agora está morto. E eu ainda tenho um trabalho a fazer.
Vance: E eu não tinha?
Gibbs: Eu não sou você.
Vance: Como Diretor desta agência, estou colocando você em licença administrativa. Como seu amigo, eu lhe digo para sumir daqui antes que você diga algo que eu não possa deixar passar.
Gibbs: Leon. Este trabalho é tudo o que tenho. Nunca mais diga à minha equipe para me deixar de lado outra vez.

Cal: Jackson Gibbs salvou minha vida. Eu estava indo pelo mau caminho quando ele me contratou. Ele disse que "o mundo já é ruim o suficiente, então você não tem o direito de..."
Gibbs: [sorri] "...de torná-lo pior".

Ann: Sabe o que o seu avô costumava dizer? A água nunca esquece. Quem tiver um barco com seu nome viverá para sempre. Que tal?

Season 12[editar]

Elenco[editar]

Mark Harmon - Agente Especial Chefe Leroy Jethro Gibbs
Michael Weatherly - Agente Especial Sênior Anthony "Tony" DiNozzo
Sean Murray - Agente Especial Timothy McGee
Pauley Perrette - Especialista Forense Abigail "Abby" Sciuto
David McCallum - Médico Legista Dr. Donald "Ducky" Mallard
Brian Dietzen (2004-Presente) - Assistente do Médico Legista James Palmer
Rocky Carroll (2008-Presente) - Diretor do NCIS Leon Vance
Emily Wickersham (2013-Presente) - Agente Especial Eleanor "Ellie" Bishop (Antes, Analista de Segurança da NSA)
Joe Spano - Agente Especial do FBI Tobias Fornell
Sasha Alexander (2003-2005) - Agente Especial Caitlin "Kate" Todd
Cote de Pablo (2005-2013) - Agente Especial Ziva David (Antes, Agente de ligação do Mossad)
Lauren Holly (2005-2008) - Diretora do NCIS Jennifer "Jenny" Shepard
Muse Watson (2006-2011) - Agente aposentado do NIS (atual NCIS) Mike Franks
Margo Harshman (2013-Presente) - Analista do Departamento de Defesa Delilah Fielding (namorada do Agente McGee)
Alan Dale (2003-2005 e Presente) - Diretor do NCIS e atual Diretor do Departamento de Segurança Interna Tom Morrow

Ligações externas[editar]

Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: NCIS.