Além da Imaginação

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tradução Este artigo encontra-se em processo de tradução. A sua ajuda é bem-vinda.
Provavelmente existem blocos de texto por traduzir no conteúdo do artigo. Verifique se lhe são úteis.
tradução



The Twilight Zone (1959-1965) é uma série de televisão criada por Rod Serling


Narração de abertura[editar]

  • Há uma quinta dimensão além daquelas conhecidas pelo Homem. É uma dimensão tão vasta quanto o espaço e tão desprovida de tempo quanto o infinito. É o espaço intermediário entre a luz e a sombra, entre a ciência e a superstição; e se encontra entre o abismo dos temores do Homem e o cume dos seus conhecimentos. É a dimensão da fantasia. Uma região Além da Imaginação. ~ 1ª Temporada
  • Você está prestes a entrar noutra dimensão, uma dimensão não apenas da visão e do som, mas da mente. Uma viagem à fantástica terra de imaginação. Próximo passo, Para além da Imaginação! ~ Abertura alternativa da 1ª Temporada
  • Você está a viajar para outra dimensão, uma dimensão de visão,de som, mas também da mente. Uma viagem fantástica à terra cujos limites são os da imaginação. Já vemos o sinal - próxima paragem, Para além da Imaginação! ~2ª Temporada
  • Você está viajando para outra dimensão, uma dimensão não apenas da visão e do som, mas da mente. Uma jornada para uma fantástica terra de imaginação. Próxima parada, Além da Imaginação! ~ 3ª Temporada
  • Esta porta é aberta com a chave da imaginação. Além dela, há uma outra dimensão - uma dimensão de som, uma dimensão de visão, uma dimensão da mente. Você está a entrar num território de sombra, de matéria, de coisas e ideias. Você acabou de entrar em Para além da Imaginação. ~ 4ª e 5ª Temporada

Primeira temporada[editar]

Todo Mundo está aqui? Episodio 1 (2 Ootubro 1959)[editar]

  • O Lugar é aqui, a hora é esta e a viagem através das sombras que vamos começar é a nossa jornada.
  • Lá em cima, lá em cima na vastidão do espaço, no vórtice do céu, há um inimigo chamado silêncio. Ele senta-se nas estrelas e espera-nos, espera-nos com uma paciencia infinita, espera-nos para sempre ... na Twilight Zone

Up there, up there in the vastness of space, in the void that is sky, up there is an enemy known as isolation. It sits there in the stars waiting, waiting with the patience of eons, forever waiting... in the Twilight Zone.

Segunda temporada[editar]

The Eye of the Beholder Episodio Numero 42, (11 Novembro 1960)[editar]

  • Narrador: Apresento-lhe a Senhorita Janet Tyler, que vive num mundo muito particular de escuridão, num universo cujas dimensões são o tamanho, a espessura e comprimento das ligaduras que tapam o seu rosto. Já voltaremos a este quarto, e a estas ligaduras, tendo sempre presente que não nos devemos surpreender com o que vamos ver , porque este não é apenas um hospital, e a doente 307 não é somente uma mulher. Acontece que aqui estamos na Twilight Zone - Para Além da Imaginação,-uma zona onde voce e a Senhorita Tyler estão prestes a entrar
  • Janet: É muito mau, não é? Eu sei que é muito mau. Desde que me lembro... desde que eu era pequena... as pessoas fugiam de mim. A primeira coisa de que me lembro é de uma menina a gritar quando me viu. Eu nunca quis ser bonita. Eu nunca quis parecer-me com um quadro. Eu nem sequer quis ser amada. Eu só queria que as pessoas não gritassem quando olhavam para mim.
  • Enfermeira Um: Já viu a cara dela? Da doente 307?
    Enfermeira Dois: Já. Se fosse eu, acho que me enterrava viva fosse onde fosse. Há pessoas que querem viver, não lhes importa como!
  • Boa noite Senhoras e Senhores . Hoje vou falar-vos da maravilha que é a conformidade... acerca do encanto e do prazer único que é a nossa sociedade unificada. Vocês lembram-se com certeza daquela era na história do homem em que a improdução,a falta de direcção, o excesso de valorização dos sentimentos predominaram, quando se assumiu que um dissidente era uma espécie de ....... natural e saudável para a sociedade. Tambem nos lembramos que durante este periodo havia um estranho conceito de supra-sentimentalismo em que não importava se as pessoas eram diferentes, se as ideias variavam de uns para os outros,se o mundo podia existir numa especie de rendilhado feito à mão, colando os elementos diferentes como se de um padrão louco de um kilt se tratasse. sabemos agora que .....

adjunct


    • "Leader" começa a sua intervenção na televisão ( vai desaparecendo para dar lugar a outra cena).
  • Digo-vos agora, digo-vos que não existe a chamada sociedade permissiva, porque essa sociedade não pode existir! Eles gritar-vos-ão e encolerizar-se-ão e hão-de querer mostrar-vos cenas de um tempo antigo quando diziiam que todos os homens tinham sido criados iguais. Mas para eles a igualdade era uma igualdade de oportunidades, de status de aspirações! E depois durante o primado da insanidade, durante o absolutismo da incoerencia, eles far-nos-iam acreditar que esta igualdade não se palicava à forma, ao credo.
of opportunity, an equality of status, an equality of aspiration! And then, in what must surely be the pinnacle of insanity, the absolute in inconsistency, they would have had us believe that this equality did not apply to form, to creed. They permitted a polyglot, accident-bred, mongrel-like mass of diversification to blanket the earth, to infiltrate and weaken! Well, we know now that there must be a single purpose! A single norm! A single approach! A single entity of peoples! A single virtue! A single morality! A single frame of reference! A single philosophy of government! We cannot permit... we must not permit the encroaching sentimentality of a past age to weaken our resolve. We must cut out all that is different like a cancerous growth! It is essential in this society that we not only have a norm, but that we conform to that norm. Differences weaken us. Variations destroy us. An incredible permissiveness to deviation from this norm is what has ended nations and brought them to their knees. Conformity we must worship and hold sacred. Conformity is the key to survival.
    • "Leader" continuing his TV address, as Janet attempts to flee.
  • Smith: We have a lovely village and wonderful people. I think you'll like it where I'm going to take you. You'll be with your own kind, and after a little while— you'd be amazed how little a while— you'll feel a sense of great belonging. You'll feel a sense of being loved. And you will be loved, Miss Tyler.
  • Janet: Por que... por que alguns de nós nascem tão feios?
    Smith: Eu não sei, Senhorita Tyler. Realmente não sei.
  • Narrador: Agora a pergunta vem à mente. Onde está esse lugar e quando ele é, que tipo de mundo onde a feiura é a regra e a beleza é o desvio dessa regra? A resposta é, não faz diferença nenhuma. Porque acontece que o velho ditado é verdadeiro. A beleza está nos olhos de quem vê, hoje ou daqui a cem anos, neste planeta ou aonde quer que haja vida humana, talvez lá fora entre as estrelas. A beleza está nos olhos de quem vê. Lição que deve ser aprendida... Além da Imaginação.

Terceira temporada[editar]

To Serve Man Episode 89 (2 March 1962)[editar]

  • Respectfully submitted for your perusal: a Kanamit. Height: a little over nine feet. Weight: in the neighborhood of three hundred and fifty pounds. Origin : unknown. Motives? Therein hangs the tale, for in just a moment we're going to ask you to shake hands, figuratively, with a Christopher Columbus from another galaxy and another time. This is the Twilight Zone.
  • Mr. Chambers! Don't get on that ship! The rest of the book, To Serve Man, it's... it's a cookbook!
  • The recollections of one Michael Chambers, with appropriate flashbacks and soliloquy. Or more simply stated, the evolution of man, the cycle of going from dust to dessert, the metamorphosis from being the ruler of a planet to an ingredient in someone's soup. It's tonight's bill of fare on the Twilight Zone.

Quarta temporada[editar]

Ele está vivo[editar]

Episode 106 (24 January 1963)

  • Portrait of a bush-league fuehrer named Peter Vollmer, a sparse little man who feeds off his self-delusions and finds himself perpetually hungry for want of greatness in his diet. And like some goose-stepping predecessors he searches for something to explain his hunger, and to rationalize why a world passes him by without saluting. That something he looks for and finds is in a sewer. In his own twisted and distorted lexicon he calls it faith, strength, truth. But in just a moment Peter Vollmer will ply his trade on another kind of corner, a strange intersection in a shadowland called the Twilight Zone.
  • Where will he go next, this phantom from another time, this resurrected ghost of a previous nightmare— Chicago; Los Angeles; Miami, Florida; Vincennes, Indiana; Syracuse, New York? Anyplace, everyplace, where there's hate, where there's prejudice, where there's bigotry. He's alive. He's alive so long as these evils exist. Remember that when he comes to your town. Remember it when you hear his voice speaking out through others. Remember it when you hear a name called, a minority attacked, any blind, unreasoning assault on a people or any human being. He's alive because through these things we keep him alive.

Ligações externas[editar]

Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: The Twilight Zone.